Posts Tagged ‘POLÍTICA’

Câmara pode votar reforma eleitoral em 2º turno na terça-feira (17)

domingo, agosto 15th, 2021

Reforma. A Câmara dos Deputados pode votar na terça-feira, dia 17/8, em segundo turno, a proposta da reforma eleitoral. Se for aprovada, será enviada para o Senado, onde precisará ser votada também em dois turnos.

O Plenário da Câmara concluiu nesta quinta-feira (12) a votação do texto em primeiro turno, na forma de um substitutivo da deputada Renata Abreu (Pode-SP) à Proposta de Emenda à Constituição 125/11.

O texto aprovado na comissão especial determinava o uso do “distritão” nas eleições de 2022, mas o Plenário retirou esse trecho na quarta-feira (11). O “distritão” é um apelido para o sistema de eleição majoritário, segundo o qual apenas os mais votados são eleitos nos seus distritos. O sistema majoritário é usado atualmente na escolha de cargos do Executivo (presidente da República, governador e prefeito) e também para senador, mas a proposta o estendia para deputados federais, estaduais e distritais (do DF).

Coligações
Como parte do acordo para derrubar o “distritão”, o Plenário aprovou a volta das coligações partidárias para as eleições proporcionais (deputados e vereadores) a partir de 2022. Para que isso ocorra, a PEC precisa ser aprovada no Senado e virar emenda constitucional antes do começo de outubro (um ano antes do pleito).

Votos em mulheres
A proposta prevê ainda a contagem em dobro dos votos dados a candidatas e a negros para a Câmara dos Deputados, nas eleições de 2022 a 2030, para fins de distribuição entre os partidos políticos dos recursos do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas (Fundo Eleitoral). Entretanto, essa contagem em dobro será aplicada apenas uma vez, ou seja, os votos para uma candidata negra, por exemplo, não poderão ser contados em dobro duas vezes.

Um dos critérios para a distribuição dos recursos desses fundos é exatamente o número de votos obtidos, assim a ideia é estimular candidaturas desses grupos.

Eleição presidencial
A eleição presidencial permanece como é atualmente. Nesta quinta-feira, os deputados retiraram do texto o item que previa o fim do segundo turno para eleições de presidente da República e o uso de votos em cinco candidatos e reposicionamento de votos, caso o mais votado não obtivesse a maioria absoluta dos votos.

Também foi mantido na Constituição o caráter nacional dos partidos, que o texto propunha retirar.

Desempenho
O texto aprovado faz mudanças ainda na Emenda Constitucional 97, de 2017, que trata da cláusula de desempenho e permite acesso aos recursos do Fundo Partidário e à propaganda no rádio e na televisão apenas aos partidos que tenham obtido um número mínimo de deputados federais ou uma percentagem mínima de votos válidos distribuídos em 1/3 dos estados.

A proposta prevê acesso ao fundo e à propaganda eleitoral por parte dos partidos que tenham ao menos cinco senadores. A intenção é ser uma alternativa à regra atual, que exige 11 deputados eleitos em 2022 e 13 em 2026.

Nessa conta dos cinco senadores entram, além dos eleitos, aqueles que o partido já tem no Senado e cuja vaga não esteja em disputa.

A mesma regra valerá para as eleições de 2030 em diante, quando acaba a transição da cláusula de desempenho e ficam valendo regras definitivas.

Fidelidade partidária
Sobre a fidelidade partidária, o substitutivo prevê a perda do mandato dos deputados (federais, estaduais ou distritais) e vereadores que se desfiliarem da legenda, exceto quando o partido concordar ou em hipóteses de justa causa estipuladas em lei.

Em nenhum dos casos, a mudança de partido será contada para fins de distribuição de recursos do Fundo Partidário, do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e de acesso gratuito ao rádio e à televisão.

Atualmente, a Lei 9.096/95 considera como justa causa o desligamento feito por mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; grave discriminação política pessoal; e durante o período de 30 dias que antecede o prazo de filiação exigido em lei para concorrer à eleição (seis meses antes do pleito).

Incorporação de partidos
Regras transitórias são criadas pelo substitutivo para três temas. Um deles, a incorporação de partidos, prevê que as sanções eventualmente recebidas pelos órgãos partidários regionais e municipais da legenda incorporada, inclusive as decorrentes de prestações de contas e de responsabilização de seus antigos dirigentes, não serão aplicadas ao partido incorporador nem aos seus novos dirigentes, exceto aos que já integravam o partido incorporado.

Quanto às anotações que devem ser enviadas ao TSE sobre mudanças no estatuto do partido, o texto determina que serão objeto de análise apenas os dispositivos alterados.

O terceiro ponto permite às fundações partidárias de estudo e pesquisa, doutrinação e educação política desenvolverem atividades amplas de ensino e formação, tais como cursos de formação e preparação em geral, incentivo à participação feminina na política, capacitação em estratégias de campanha eleitoral e cursos livres, inclusive os de formação profissional, desde que gratuitos.

Regulamentos eleitorais
Outro ponto tratado pelo substitutivo à PEC 125/11 é a regra da anterioridade, segundo a qual a lei que mudar o processo eleitoral entrará em vigor na data de sua publicação, mas não será aplicada à eleição seguinte se ela acontecer em menos de um ano da vigência da lei.

Nesse sentido, o texto determina a aplicação dessa regra também para as decisões interpretativas ou administrativas do Supremo Tribunal Federal (STF) ou do TSE.

Iniciativa popular
O texto aprovado muda ainda os critérios para a apresentação de projetos de iniciativa popular, que são aqueles oriundos da sociedade civil por meio de apoio com a coleta de assinaturas.

Atualmente, a Constituição permite a apresentação desse tipo de projeto quando ele for apoiado por, no mínimo, 1% do eleitorado nacional, distribuído pelo menos por cinco estados, e em cada um deles deve haver um mínimo de 0,3% de eleitores que subscrevem o projeto.

Com a PEC, essa iniciativa passa a depender apenas do apoio de 100 mil eleitores, independentemente da distribuição pelos estados, e podendo ser de forma eletrônica.

Quanto às consultas populares sobre questões locais a serem realizadas juntamente com o pleito, elas dependerão de aprovação pela câmara municipal, devendo ser encaminhadas à Justiça Eleitoral até 90 dias antes das eleições. Para defender ou contrariar a proposta em análise, não poderá ser usado o tempo de propaganda gratuita de rádio e televisão.

Data da posse
Quanto à posse de presidente da República e de governadores, o substitutivo muda a data de 1º de janeiro para 5 e 6 do mesmo mês, respectivamente.

No entanto, as novas datas valem apenas para as posses dos eleitos a partir das eleições gerais de 2026.

Dessa forma, os mandatos dos eleitos em 2022 serão estendidos por mais alguns dias (até dia 5 para presidente e até dia 6 para governadores).

Pleito e feriado
De autoria do deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), a PEC 125/11 originalmente apenas adiava, para a semana seguinte, as eleições que caíssem em domingos próximos a feriados. Esse trecho foi retirado da proposta.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Fotografia: Divulgação

Vídeo: Presidente Bolsonaro participa de motociata e agradece “apoio indescritível”

domingo, agosto 8th, 2021

Popularidade. O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), participou foi a um passeio de moto com apoiadores na Cidade de Florianópolis, Capital de Santa Catarina, no sábado, dia 7/8. Através das redes sociais, o presidente Bolsonaro agradeceu o “apoio indescritível” dos participantes da motociata e das pessoas que esperaram por sua passagem pelas ruas. O avião presidencial pousou na Cidade perto das 10h. Às 10h30, o presidente chegou para o passeio de moto. Menos de 10 minutos depois, foi dada a largada para o início do evento, que começou na Via Expressa Sul.

https://www.instagram.com/p/CSSsg7ElZrT/

Fotografia: Alan Santos/PR

O medo da “chapa dos coroas”

sábado, julho 24th, 2021

Oxente. Que as eleições 2022 estão batendo às portas e movimentando o mundo político, todo mundo sabe. O que muita gente não se ligou ainda, é que existe um quase futuro pré-candidato ao Governo da Bahia que anda muito preocupado com a escolha do vice.

Uma fonte do Hora do Bico informou que o coroa quase pré-candidato já sinalizou que bateu o medo de ter como parceiro de chapa, outro senhor de idade avançada. Seria um prato cheio para os adversários que logo, colocariam o rótulo de “chapa dos coroas”.

Fotografia: Reprodução

Vereador cria projeto que proíbe contratação de condenados pela “Lei Maria da Penha”

terça-feira, julho 20th, 2021

Olha aí. Foi sancionado na segunda-feira 19/7, pelo Poder Executivo da Cidade de Irecê, no interior da Bahia, o projeto que proíbe a contratação de condenados pela “Lei Maria da Penha”, criado pelo vereador Toinho do Judô, do Republicanos.

O projeto dispõe sobre a proibição de contratação de condenados pela Lei Federal Maria da Penha, dentre outras, por parte do Poder Público Municipal, bem como impede de prestarem serviços ou receberem incentivos públicos municipais .

“A proposta desse Projeto é proibir condenadosque praticaram violência contra mulher, uma vez que torna-se incoerente integrar ao quadro funcional público com a competência de servir à municipalidade qualquer indivíduo que, por ventura, tenha cometido atos que comprometem a integridade física e moral do cidadão,principalmente da mulher”, declarou Toinho do Judô.

Fotografia: Divulgação

Pesquisa: Bruno Reis tem mais aprovação em Salvador do que Rui na Bahia

terça-feira, julho 20th, 2021

Se ligue. A pesquisa Real Time divulgada pela Record TV Itapoan nesta terça-feira, dia 20/7, analisou também as ações dos governos de Rui Costa (PT) e Bruno Reis (DEM), governador e prefeito de Salvador, respectivamente.

De acordo com o levantamento, o Governo de Rui Costa tem 63% de aprovação, e 31% de desaprovação. 6% dos entrevistados não souberam ou não quiseram opinarar. Enquanto isso, a administração do prefeito de Salvador, Bruno Reis, conseguiu aprovação de 71% dos soteropolitanos, e 21% de rejeição. 8% não souberam ou não quiseram opinar. O levantamento foi feito pela instituto Real Time Big Data em 79 Cidades da Bahia.

Fotografia: Divulgação/PMS

Na conta do povo: Deputados e senadores querem quase R$ 6 bi para financiar as próprias campanhas

sexta-feira, julho 16th, 2021

Projeto escandaloso. Do mesmo jeito que fez a Câmara dos Deputados, o Senado Federal aprovou na quinta-feira, dia 15/7, no estilo vapt-vupt, o texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022, que determina mais um absurdo no Brasil: a destinação de R$5 bilhões e 700 milhões do Tesouro Nacional para financiar a campanha eleitoral de 2022, inclusive dos parlamentares que aprovaram a proposta. A matéria segue para o Palácio do Planalto, para que o presidente da República Jair Bolsonaro vete ou a sancione.

Os recursos do fundo, que são públicos, são divididos entre os partidos políticos com o objetivo de financiar as campanhas eleitorais. Conforme com o texto, a verba do fundo deve ser vinculada ao orçamento do Tribunal Superior Eleitoral, prevendo 25% da soma dos orçamentos de 2021 e 2022.

Fotografia: Divulgação

Presidente Bolsonaro passa por exames para investigar soluços

quarta-feira, julho 14th, 2021

Exames. O presidente da República Jair Bolsonaro deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, nesta quarta-feira, dia 14/7, para a realização de exames para investigar a causa de soluços persistentes que vem tendo há alguns dias. A medida foi tomada por decisão da equipe médica de presidente.

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social informou que Bolsonaro ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas, não necessariamente no hospital. “Ele está animado e passa bem”, diz a nota.

A agenda do dia do presidente foi cancelada. Nesta manhã, ele participaria de uma reunião entres os presidentes do Judiciário, Executivo e Legislativo, para discutir as relações entre os poderes. O encontro será oportunamente reagendado.

Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Fábio Rodrigues Pozzebom/Divulgação/Agência Brasil

A política vai tremer: Cacá, pré-candidatura de João Leão e o Governo da Bahia

segunda-feira, julho 12th, 2021

Olha aí. A política baiana tem tudo para tremer em 2022. O deputado federal Cacá Leão (PP-BA), filho do vice-governador João Leão, afirmou nesta segunda-feira, dia 12/7, que acredita na construção de uma possível pré-candidatura pai dele João Leão ao Governo do Estado em 2022. João Leão tem dito que chegou a hora de o PT abrir mão da cabeça da chapa e dar a vez a algum dos partidos da base de Rui Costa.

Em entrevista à Rádio Metrópole de Slavdor, Cacá disse que “é natural esse processo. Quando a gente quer pleitear alguma coisa na política, sozinho a gente não vai pra lugar nenhum. Mas a gente tem um partido forte, um partido que tem hoje cerca de 100 prefeitos no Estado da Bahia. A gente tem dez deputados estaduais, quatro deputados federais e tem o vice-governador”.

Fotografia: Divulgação/Câmara dos Deputados

Fim dos supersalários entra na pauta da Câmara

segunda-feira, julho 5th, 2021

Agito na política. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), definiu com os líderes partidários as pautas prioritárias de votação até o fim deste semestre. Segundo Lira, entre os projetos que podem ser votados nos próximos 15 dias estão a proposta do fim dos supersalários e alterações no Código do Processo Eleitoral. Ele defendeu a instalação da Comissão Mista de Orçamento para votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias antes do recesso parlamentar. Lira afirmou que, se a LDO não for votada, não haverá recesso e, portanto, os trabalhos na Câmara não serão interrompidos.

Lira destacou que a proposta que dificulta o pagamento de verbas que ultrapassem o teto salarial do serviço público é um condicionante para a aprovação da reforma administrativa. O PL 6726/16 já passou pelo Senado e aguarda votação na Câmara dos Deputados desde 2018. A proposta normatiza as regras para o pagamento das verbas e gratificações que ultrapassem o limite constitucional, que é o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), hoje fixado em R$ 39.293,32.

“É necessária uma análise desse projeto por parte dos deputados, porque é uma demanda das sociedade para que se corrijam essas distorções, para que o Estado fique mais leve”, disse.

Regularização fundiária
Lira também indicou que deve pautar na próxima semana a votação do projeto da regularização fundiária (PL 2633/20). O texto estabelece critérios para a regularização fundiária de imóveis da União, incluindo assentamentos. As regras são restritas a áreas ocupadas até julho de 2008 com até seis módulos fiscais – unidade fixada para cada município pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) que varia de 5 a 110 hectares.

Reforma tributária
Em relação à reforma tributária, Lira afirmou que os dois projetos que tramitam na Câmara sobre o tema podem até ser votados antes do recesso parlamentar, mas ressaltou a importância de que os relatores construam um texto de consenso. Segundo ele, é importante que os relatores ouçam tanto o governo quanto especialistas e os parlamentares para aprimorar a proposta.

“O importante é que seja uma proposta neutra, que não diminua a arrecadação, que possa simplificar, trazer segurança jurídica e menos custos para as empresas e não atrapalhem o crescimento. Agora, não adianta pela simplicidade do quórum (maioria simples), fazer uma votação que não traga uma melhora para o sistema tributário”, defendeu Lira.

Mandante de campo
Lira também informou após a reunião de líderes que o Projeto de Lei 5197/20, que amplia o direito ao mando de campo nas partidas de futebol, também poderá ser votado até o final deste semestre. Ele indicou o deputado Júlio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF) como relator da proposta. Pelo texto, o mando de campo deverá ser exercido preferencialmente no limite da jurisdição da federação a que pertença o clube mandante, mas a agremiação pode escolher outras praças.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Fotografia: Luis Macedo/Divulgação/Câmara dos Deputados

Coronel Sturaro posta foto com Roma e “abala” o mundo político para 2022

segunda-feira, junho 7th, 2021

Olha aí. O Coronel Humberto Sturaro (PM-BA) postou uma foto ao lado do ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), nas redes sociais, no domingo 6/6. A publicação aumentou as conversas com relação à disputa eleitoral em 2022, onde Roma é sondado como possível candidato do presidente Jair Bolsonaro ao Governo da Bahia.

Já Sturaro é tido como provável candidato à Câmara dos Deputados. “Bahia, deixa eu cuidar de você! Conhecer, conviver e acreditar”, escreveu, no post.

Fotografia: Reprodução/Instagram

Bruno Reis em “alta” com presidente Bolsonaro

sexta-feira, junho 4th, 2021

Mostrou felicidade. O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), não escondeu a felicidade ao contar com a presença do prefeito de Salvador Bruno Reis em Brasília. O prefeito esteve na Capital Federal na quarta-feira, dia 2/6, em busca de recursos junto ao Governo Federal.

Em vídeo gravado e divulgado nas redes sociais do prefeito da Capital Baiana, o presidente da República afirmou: “Feliz em poder atender os desejos de Salvador e da nossa Bahia”.

Fotografia: Marcos Corrêa/PR

Rodrigo Maia volta a criticar ACM Neto: “Tem todos os defeitos do avô”

terça-feira, junho 1st, 2021

O embate continua. O deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) voltou a usar as redes sociais na segunda-feira, dia 31/5 para criticar ACM Neto, presidente do partido ao qual é filiado. O político, que está prestes a deixar a legenda, comparou o ex-prefeito de Salvador.

“ACM Neto tinha convocado a Executiva para aprovar minha expulsão hoje. Parece que o Torquemada ficou com medo da decisão autoritária e abriu prazo para a defesa”, escreveu o deputado no Twitter. 

Rodrigo Maia comparou o rival ao avô, o senador e ex-governador baiano Antônio Carlos Magalhães, morto em 2007, e ao tio Luís Eduardo Magalhães, deputado que morreu em 1998 após um infarto. 

“Fica claro a cada dia: ACM Neto tem todos os defeitos do avô e nenhuma das virtudes do tio Luís Eduardo”, completou e detonou o deputado. 

Fotografia: Reprodução

Vídeo: Prefeito de Feira de Santana detona segurança pública no Governo Rui Costa

segunda-feira, maio 31st, 2021

Detonou. O prefeito da Cidade de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), publicou um vídeo nas redes sociais, no domingo, dia 30/5, chamando a atenção do Governo do Estado para os problemas relacionados à segurança pública em Feira de Santana. O prefeito, foi ao Ministério da Justiça, em Brasília, com objetivo de conseguir recursos para a segurança na Cidade, criticou a situação do Complexo Policial Investigador Bandeira, a pouca quantidade de companhias da Polícia Militar existentes em Feira de Santana e comentou o avanço da criminalidade.

No vídeo, Colbert detomou: “A criminalidade em Feira de Santana está ficando intolerável. Abril teve recorde de 45 assassinatos. Em maio, já passamos das 30 mortes e o mês nem acabou. A população pobre de Feira está sendo exterminada. Enquanto isso, as lideranças políticas do governo do Estado em Feira são cegas, surdas e mudas, fazem de conta que está tudo normal. Há 10 anos, prometeram a instalação de cinco bases de segurança da PM na cidade, mas até agora instalaram apenas duas. A PM tem quatro companhias em Feira (zona urbana). Só a orla de Salvador tem cinco”, criticou.

https://www.instagram.com/p/CPg1O9yBB1o/

Fotografia: Reprodução/Redes Sociais


Maia pega ar: “Bolsonaro é uma criança em busca de atenção”

segunda-feira, maio 24th, 2021

A pressão subiu. O deputado e ex-presidentre da Câmara Federal, Rodrigo Maia (eleito pelo DEM-RJ), usou a conta dele no Twitter para criticar o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), que participou de um passeio com milhares de motociclistas no Rio de Janeiro, domingo, dia 23/5.

Nos textos, Maia escreveu: “Bolsonaro é uma criança em busca de atenção”. “Alguma coisa na infância explica essa carência de atenção. Freud explica, talvez”.

Fotografia: Reprodução/Twitter

Morre presidente da Câmara de Vereadores de Brumado

quarta-feira, maio 5th, 2021

Luta na Cidade. Em função das complicações do coronavírus, morreu na terça-feira, dia 4/5, o presidente da Câmara de Vereadores da Cidade de e Brumado, Sudoeste da Bahia, vereador José Carlos Marques Pessoa (PSB).

O vereador, que era conhecido como Zé Carlos Jonas, foi diagnosticado com a doença em abril e estava intubado no Hospital das Clínicas da Cidade de Vitória da Conquista. A Prefeitura de Brumado decretou luto oficial por sete dias. A Câmara lamentou a morte do presidente.

Fotografia: Reprodução/Instagram

Esposa de João Roma diz que é “indescritível a decepção” com ACM Neto

quarta-feira, abril 14th, 2021

A pressão subiu. A administradora de Empresas Roberta Roma, esposa do ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), disse que ficou decepcionada com o ex-prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, agora, ex-correliguinário. 

Em uma entrevista ao jornal Tribuna da Bahia, Roberta Roma afirmou que era “indescritível” a “decepção” com ACM Neto, quando foi questionada pela como avaliava o rompimento e se houve exagero por parte do ex-prefeito ao decidir não permanecer com os vínculos político e pessoal, como falam alguns aliados. “Prefiro não me posicionar sobre esse tema, pois tínhamos uma relação pessoal de mais de 20 anos. Fui testemunha da dedicação de João a Neto durante todo esse tempo. A decepção que senti depois da declaração dada, após a nomeação, foi algo indescritível. Mas agora é bola pra frente e vida que segue”, resumiu Roberta.

Fotografia: Reprodução

Agora: A mensagem do presidente Bolsonaro para Rodrigo Maia

segunda-feira, fevereiro 1st, 2021

Recado direto. O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) mandou um recado direto nesta segunda-feira, dia 1º/2, para o ainda presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), desejando que ele “seja feliz”, pois “tudo acaba um dia”.

O presidente da República continuou: “Seja feliz, tudo acaba um dia. Meu mandato vai acabar um dia. Nós devemos nos preparar para este momento aí”, disse o presidente Bolsonaro ao ser incentivado por apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada.

Fotografia: Divulgação

Maioria dos brasileiros rejeita impeachment contra o presidente Bolsonaro, diz pesquisa

sábado, janeiro 23rd, 2021

Vontade do povo. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha mostra que a maioria dos brasileiros não aprova abertura de processo de impeachment contra o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). De acordo com o levantamento, 53% são contra a retirada do mandatário da nação, enquanto 42% aprovam a medida. Entre os pesquisados, 4% não sabem ou não responderam.

Quando levado em consideração a questão geográfica, 60% dos moradores do Norte/Centro-Oeste rejeitam a proposta, enquanto no Sul a rejeição é de 58%. No Sudeste, 52% são contra a medida e no Nordeste o número de pessoas que não querem a saída do presidente Bolsonaro é de 50%.

A pesquisa do Instituto Datafolha foi realizada entre os dias 20 e 21 de janeiro deste ano e ouviu por telefone 2.030 pessoas. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Fotografia: Divulgação

“Melhor relação institucional possível”, promete Bruno Reis sobre presidente Bolsonaro e Rui Costa

sábado, janeiro 2nd, 2021

Mandou recado. Neste sábado, dia 2/1, no primeiro evento público na condição de prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM) prometeu que vai buscar a “melhor relação institucional possível”, acima de “qualquer interesse político-partidário e eleitoral”, com o governador da Bahia, Rui Costa, que é do PT, e com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). 

Bruno fez questão de afirmar: “Irei procurá-los; ao governador já solicitei uma audiência, que deve ocorrer nesta semana; ao presidente farei ainda em janeiro.  Acabou a eleição, descemos do palanque e temos que governar. Então, da minha parte, todos me conhecem, sou uma pessoa do diálogo, sou um democrata por natureza”, disse Bruno Reis.

Fotografia: Divulgação

Sob as bençãos de Leão, Joca Soares é confirmado vice na chapa de Olívia Santana

sábado, setembro 12th, 2020

Tá confirmado. O vice-governador e secretáriod e desenvolvimento econômico da Bahia, João Leão (Presidente Estadual do PP), confirmou o nome de Joca Soares presidente do diretório municipal do partido, como escolha da legenda para vice na chapa com a deputada estadual Olívia Santana (PCdoB). A confirmação foi feita neste sábado, dia 12/9, durante a convenção do Partido Comunista do Brasil em Salvador.

“Estamos oferecendo uma chapa de campeões para Salvador. Olívia Santana foi vereadora por três mandatos, deputada estadual por dois mandatos e secretária de estado. São pessoas que tem condição de ajudar a população de Salvador, principalmente os mais humildes”, afirmou o “padrinho político” de Joca.

Fotografia: Divulgação