Posts Tagged ‘debate’

ACM Neto não deve participar do primeiro debate na TV

segunda-feira, agosto 1st, 2022

Oxente. ACM Neto, pré-candidato a governador da Bahia, (UNIÃO BRASIL), decidiu que não vai participar do debate da TV Bandeirantes, previsto para acontecer no domingo, dia 7/8.

A emissora já teria sido avisada que Neto não deve participar. A avaliação na equipe de campanha é que o ex-prefeito soteropolitano não teria “nada a ganhar” ao estar no debate. O pré-candidato do União Brasil deve alegar, entretanto, que a agenda lotada é o motivo da desistência.

Fotografia: Divulgação

Inconformado com fim da aliança, Rui Costa ataca PP em debate: “Chega de eleger traidor”

sexta-feira, março 18th, 2022

Retou. Durante entrevista concedida nesta sexta-feira, dia 18/3, para um pool de rádios do Interior da Bahia, o governador Rui Costa (PT) atacou o Partido Progressista em debate sobre o “orçamento secreto”. Perguntado sobre o apoio do prefeito da Cidade de Jequié, Zé Cocá (PP), ao vice-governador João Leão (PP), com a mudança para chapa de ACM Neto (União Brasil), Rui criticou a legenda, sem citar nomes das lideranças estaduais, e afirmou que o povo precisa parar de eleger “traidores”.

Ainda chateado e no discurso, o governador atacou o Centrão. “Não é possível mais votar nesses deputados que vestem pele de cordeio durante a eleição e depois dão um golpe e sequestram o orçamento da União”, alinhavou.

Fotografia: Divulgação

Senadores debatem Reforma Tributária

segunda-feira, agosto 16th, 2021

Debates. O Senado vai fazer quatro sessões temáticas para debater a reforma tributária. O objetivo é discutir a matéria antes que ela seja encaminhada à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O primeiro debate ocorre nesta segunda-feira, dia 16/8, quando os senadores irão discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 110/2019 em plenário.

Para o debate desta segunda, 16/8, foram convidados o economista Luiz Carlos Hauly, consultor tributário e idealizador do Destrava Brasil; a advogada Melina Rocha, diretora de Cursos na Universidade York, no Canadá; o diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCiF), Bernard Appy; e o presidente da Sociedade Brasileira de Direito Público e professor titular da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Carlos Ari Sundfeld.

O requerimento das sessões temáticas sobre a reforma tributária (RQS 1867/2021) foi aprovado na sessão plenária semipresencial da quarta, dia 11/8.

Compromisso

Na quarta-feira (11), depois de receber um documento em defesa da Reforma Tributária, assinado por entidades da indústria, secretários de Fazenda dos estados, entidades representantes de auditores fiscais, organizações e movimentos sociais, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, destacou que a aprovação da Reforma é um compromisso do Senado:

— Nós temos esse compromisso de uma avaliação e da evolução da PEC 110 no Senado Federal. Esse é nosso desejo, sabedores das dificuldades que há em relação esse tema, cuja complexidade é muito grande, mas vamos insistir nesse caminho, que é reivindicado pelo setor produtivo, pelos prefeitos, pelos estados da Federação, de modo que temos esse compromisso de trabalho em torno desse tema.

Propostas de reforma

O Congresso tem discutido duas Propostas de Emenda à Constituição (PECs): a PEC 45/2019, que começou a tramitar na Câmara, e a PEC 110/2019, que foi apresentada no Senado. A principal convergência entre elas é a extinção de tributos que incidem sobre bens e serviços. A terceira matéria é o PL 3.887/2020, de iniciativa do Executivo, que institui a Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS).

Em 12 de maio, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) apresentou seu relatório final à Comissão Mista da Reforma Tributária. Para embasar o texto, Aguinaldo Ribeiro aproveitou pontos da PEC 45/2019, da PEC 110/2019, e do PL 3.887/2020. O relatório propôs mudanças significativas ao sistema tributário brasileiro. A principal alteração é a substituição de tributos como PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS pelo Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), que deverá ser complementado pela criação do Imposto Seletivo. 

O relatório traz ainda contribuições dos parlamentares, assim como de participantes em 11 audiências públicas que reuniram representantes da União, estados, municípios, fiscos e setores como comércio, agronegócio e serviços. A apresentação do relatório ocorreu durante a última reunião da Comissão Mista da Reforma Tributária, instituída em fevereiro de 2020, e presidida pelo senador Roberto Rocha (PSDB-MA).

Fonte: Agência Senado

Fotografia: Divulgação

Assembleia promove debate sobre a Refinaria Landulfo Alves

segunda-feira, junho 28th, 2021

Assembleia ligada. A saída definitiva da Petrobras da Bahia, a privatização da Refinaria Landulpho Alves, a falta de informações no processo de venda, a perda de ICMS para os municípios e a queda na geração de empregos foram assuntos em pauta na audiência pública, realizada nesta terça-feira, dia 22/6, pela Assembleia Legislativa, que discutiu “Os passivos ambientais relacionados à operação da Rlam”.

Ao abrir os trabalhos da reunião semipresencial, direto do Auditório Jornalista Jorge Calmon, o deputado Rosemberg Pinto (PT) lembrou que a refinaria é um marco para a exploração e o refino do petróleo no Brasil, estando presente na Bahia há mais de 50 anos. O líder do Governo e da Maioria na ALBA destacou que o objetivo da sessão era debater as negociações sobre a venda da refinaria, envolvendo interesses públicos e privados, com repercussão econômica, social e ambiental, além dos reflexos incidentes sobre a infraestrutura, finanças e passivos ambientais com multiformes prejuízos à saúde e qualidade de vida das populações locais.

“Nestes tempos de pandemia, a venda da Rlam, por parte da Petrobras, não tem qualquer necessidade, até porque a estatal brasileira distribuiu, no ano passado, R$ 11 bilhões de dividendos para os seus acionistas, evidenciando que a iniciativa não é por problemas financeiros da empresa”, explicou o parlamentar, afirmando ainda que, no mercado internacional, o valor de negociação seria três vezes maior do que está sendo divulgado pela compra do Grupo Mubadala, dos Emirados Árabes, estimada em US$ 1,65 bilhão.

A refinaria Landulpho Alves foi criada em setembro de 1950. Com 26 unidades de processamento e 201 tanques de armazenamento, a Rlam refina mais de 30 tipos de produtos, entre eles, gasolina, lubrificantes e querosene de aviação, além de produzir combustíveis de alto valor agregado, como o óleo bunker de baixo enxofre para navios. É a única refinaria do país a produzir um produto usado na fabricação de chocolates. O contrato de compra e venda da Rlam foi assinado pela Petrobras no dia 8 de fevereiro de 2021.

Na sequência da audiência, o deputado Rosemberg concedeu a palavra ao diretor de comunicação do Sindicato dos Petroleiros da Bahia, Radiovaldo Costa, que começou seu pronunciamento lamentando o aceleramento do processo de venda, que – segundo ele – aumentou muito nos últimos meses. “Hoje a Petrobras confirmou, em uma live interna, que a companhia está saindo de vez da exploração de campos terrestres no país, deixando de atuar em qualquer atividade de exploração de petróleo e gás natural na Bahia”, anunciou. Conhecido como Radiola, o líder sindical disse que o Sindipetro-BA vem lutando muito para enfrentar a atual realidade, através de ações políticas que envolveram deputados estaduais, a bancada federal, os senadores da República e até o governador Rui Costa. 

Radiovaldo citou ainda que a entidade procurou mobilizar a sociedade organizada e fez campanhas de mídia para alertar a comunidade sobre os prejuízos para a população baiana, “que vai  pagar a conta desta privatização, entregando uma empresa de mais de 70 anos para uma multinacional”. Ele enalteceu a participação da categoria durante os quase 30 dias de greve na Refinaria Landulpho Alves, criticou a total falta de informações sobre o que vai acontecer com os trabalhadores e demonstrou preocupação sobre as perdas econômicas dos municípios de Madre de Deus, Candeias e São Francisco do Conde, “que certamente terão seus níveis de emprego reduzidos significativamente em decorrência da privatização”.

Fotografia/fonte: Assembleia Legislativa

Debate na TVE: Candidatos miram em Bruno Reis

sábado, outubro 24th, 2020

Artilharia pesada. O debate da TVE, exibido neste sábado, dia 24/10, entre os candidatos à Prefeitura de Salvador, deu mostrou um panorama de quase um mês de campanha política. O líder nas pesquisas eleitorais, o candidato do prefeito ACM Neto, Bruno Reis (DEM) foi o alvo principal dos postulantes ao Palácio Thomé de Souza, que fizeram diversas acusações contra a atual administração municipal. O debate conta tem os candidatos Bacelar (Podemos), Bruno Reis (DEM), Celsinho Cotrim (Pros), Hilton Coelho (Psol), Major Denice (PT), Olívia Santana (PCdoB) e Pastor Sargento Isidório (Avante). 

Fotografia: Divulgação/TVE-BA

Isenção do ISS para empresas de ônibus é debatida na Câmara

terça-feira, agosto 6th, 2019

A Câmara Municipal de Salvador (CMS) promoveu, na tarde desta terça-feira, dia 6/8, um debate sobre o Projeto de Lei nº 133/19, que isenta o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) e da Taxa de Regulação e Controle e Fiscalização (TRCF) para as empresas de ônibus que circulam no Município. O evento, que lotou o auditório do Centro de Cultura, foi mediado pelo presidente da Casa, vereador Geraldo Júnior (SD).
O debate reuniu as promotoras de Justiça Rita Tourinho e Patrícia Medrado, que integram o Grupo Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa (GEPAM) do Ministério Público Estadual (MP-BA); o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota; e o presidente da Agência Reguladora e Fiscalizadora dos Serviços Públicos de Salvador (Arsal), Almir Melo. Também integraram a mesa os vereadores Edvaldo Brito (PSD), Duda Sanches (DEM) e Joceval Rodrigues (Cidadania).
Em tramitação na Casa, a matéria está prevista para ser votada nos próximos dias, conforme Geraldo Júnior. Entretanto, o chefe do Legislativo ressaltou que a apreciação ocorrerá mediante entendimento dos 43 vereadores, já que, para ser aprovada, a matéria carece de 29 votos.

Votação

O presidente também condenou a intenção do Executivo de atribuir à CMS o aumento da tarifa, de R$ 4 para R$ 4,12, caso a isenção não seja apreciada no prazo de 120 dias estabelecido pelo MP por meio de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). “Se depender da Câmara, não haverá aumento da tarifa de ônibus em Salvador”, garantiu, salientando que se houver entendimento, o PL pode ser votado nesta quarta-feira (7). Antes, comissões temáticas devem analisar a inclusão de emendas. 
“Este prazo é referente à entrada do projeto na Casa, que seria um prazo razoável para a questão da discussão. Se não for apreciado neste prazo, este TAC pode ser rediscutido”, declarou Rita Tourinho, ressaltando não ter nenhum cabimento o aumento da tarifa. 
Na oportunidade, Geraldo ressaltou que considera o MP isento do processo de concessão simples, sendo esta responsabilidade do Executivo e das empresas que administram o sistema.

Idosos, estudantes e passe livre

O debate contou com a presença de diversos vereadores, vereadoras, lideranças comunitárias e estudantes de escolas públicas. Presente na discussão, o presidente da Comissão de Transportes e Serviços Municipais, Hélio Ferreira (PCdoB) cobrou contrapartidas voltadas para a sociedade civil. “Precisamos garantir políticas que concedam está isenção também para estudantes e aposentados”, defendeu. 
Com a mesma defesa, o estudante Augusto Mateus, coordenador da Associação Metropolitana de Estudantes Secundaristas de Salvador (Ames Salvador) reivindicou passe livre. “Muitos estudantes não conseguem estudar porque não ter condições de pagar transporte”, afirmou.
“Sou estudante, quero estudar e a Prefeitura não quer deixar”, cantou um grupo de estudantes no auditório, com cartazes que exigiam “passe livre já”.A promotora Patrícia Medrado chamou atenção para a necessidade de acordo para sanar o problema social da imobilidade: “São pessoas sem condições de pagar pelo serviço de transporte para acessar outros serviços, como ir ao médico, à escola e até buscar emprego”. 
Procurador do Município, Francisco Bertino rechaçou ilegalidade no processo que firmou o contrato com as concessionárias, enaltecendo o trabalho sério desenvolvido pela Procuradoria. Fonte: Diretoria de Comunicação/CMS

Foto: Divulgação

Sobre apoio de Zé Ronaldo a Bolsonaro, João Henrique ironiza: “Aí eu tenho que dar risada”

quinta-feira, outubro 4th, 2018

Vixe. Caiu como uma verdadeira bomba a declaração do candidato ao Governo da Bahia, José Ronaldo (DEM), em apoio ao candidato à Presidência pelo PSL Jair Bolsonaro no debate da TV Bahia na terça-feira, dia 2/10. A declaração surpreendeu o prefeito de Salvador e apoiador, ACM Neto, e provocou susto até no governador Rui Costa (PT). O anúncio ainda promoveu risadas ironia do pretendente ao governo da Bahia João Henrique Carneiro (PRTB), que se diz o autêntico representante de Bolsonaro no Estado. Abordado pela imprensa, João Henrique largou: “Aí eu tenho que dar risada, só dando risada”.

 

 

Foto: Hora do Bico

Neto retou: “O governador tem que acordar e deixar de ter tanta paixão por mim”

sexta-feira, agosto 17th, 2018

Pegou ar. O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) detonou os ataques feitos à sua gestão pelo governador Rui Costa (PT) no debate da TV Bandeirantes, que aconteceu na noite da quinta-feira, dia 16/8.

Rui fez duras críticas a ação da Guarda Municipal contra professores da rede municipal de Salvador, durante protestos durante a greve que durou mais de um mês.

Indagado, Neto pegou respondeu. “Aquilo não era um fuzil. O governador tem que acordar e deixar de ter tanta paixão por mim, uma obsessão”, largou.

 

 

 

Fotos: Reprodução

Justiça nega pedido de Lula para participar de debate na TV

terça-feira, agosto 7th, 2018

A juíza Bianca Arenhart, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, negou na segunda-feira 6/8, pedido feito pelo PT para autorizar a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no debate que será realizado quinta-feira 9/8, na TV Bandeirantes, com candidatos à Presidência da República nas eleições de outubro.

Lula está preso desde 7 de abril, na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, em função de sua condenação a 12 anos de prisão na ação penal do caso do tríplex do Guarujá (SP). Para o PT, como pré-candidato, Lula tem direito de participar do debate.

Ao analisar o caso, a juíza decidiu rejeitar o pedido por razões processuais e entendeu que o PT não tem legitimidade para fazer o pedido em nome do ex-presidente.

“De fato, nos termos da Lei de Execução Penal, cabe ao próprio executado, por meio de sua defesa constituída ou, na sua falta, à Defensoria Pública da União, pleitear benefícios ao preso”, decidiu a magistrada.

De acordo com o partido, o pedido de registro de candidatura do ex-presidente deve ser protocolado no dia 15 de agosto, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: Agência Brasil

 

 

 

Foto: Reprodução

Vídeo: Apresentador da Rede Globo e candidato à prefeitura de Salvador discutem durante debate

sexta-feira, setembro 30th, 2016

isidorio

O último debate antes da eleição de 02 de outubro deu no que falar. Durante o programa realizado na TV Bahia, filiada da Rede Globo na capital baiana, Alexandre Garcia, o mediador, e Sargento Isidório (PDT), candidato à prefeitura da cidade, discordaram sobre a utilização da Bíblia no debate.

Tudo ocorreu porque o candidato começou a ler alguns versículos e foi advertido pelo apresentador, fazendo-o lembrar que o acordo firmado com os assessores dizia de que nenhum documento deveria ser apresentado durante o debate. “Pastor, o senhor está cumprindo o que foi combinado. Não pode citar documentos aqui”, disse Alexandre.

Isidório não aceitou a intervenção de Garcia e os dois começaram uma pequena discussão. “Isso aqui não é um documento não. Isso aqui é patrimônio imaterial do estado da Bahia, provado por 63 deputados, que os senhores devem está sabendo.” disse o pastor.

O mediador lembrou ao candidato o compromisso feito antes de começar o debate e aproveitou para indagar Isidório. “Nós assumimos um compromisso. O senhor costuma cumprir seus compromissos? Então cumpra esse, por favor! O senhor está perdendo seu tempo.” disse Alexandre. Rapidamente Isidório respondeu. “Não estou perdendo se o senhor quiser ser um bom mediador”, declarou o candidato. O apresentador não se conteve e rebateu. “Nós não vamos discutir quem é bom candidato ou é bom mediador. Sinto Muito!”, declarou Alexandre. O pastor Isidório ainda disse que queria que o tempo fosse devolvido. “A questão é que o senhor deveria devolver o meu tempo”. finalizou Isidódio.

Assista ao vídeo:

Foto: Montagem Hora do Bico

Candidatos criticam ausência de ACM Neto em debate na TVE

sexta-feira, setembro 23rd, 2016

22656ausente-no-debate-da-tve-neto-e-alvo-de-criticas-dos-seus-adversarios-2-2

Chuva de críticas. O debate realizado pela TVE Bahia, na noite desta quinta-feira, dia 22/9, provocou o acirramento dos adversários de ACM Neto (DEM). Mas o embate entre os prefeituráveis soteropolitanos foi considerado frio. A ausência de ACM Neto (DEM) roubou a cena e causou uma chuva de críticas à postura do prefeito e candidato à reeleição em Salvador.

Os candidatos tiveram uma mesma linha de pensamento quando souberam que Neto não iria ao debate e mandou uma carta assinada por Silvio Pinheiro, coordenador de campanha, explicando sua ausência. O documento foi lido e sua cadeira foi deixada vazia nos estúdios da emissora.

 

Foto: Divulgação

ACM Neto só confirma presença no debate da TV Bahia

quarta-feira, setembro 21st, 2016

neto-250x145-250x145

Só um debate. ACM Neto (DEM), prefeito de Salvador e candidato à reeleição confirmou que vai comparecer ao debate eleitoral a ser realizado na Rede Bahia na próxima quinta-feira, dia 29/9. A participação nos debates em outras emissoras não foi confirmada.

Em nota, a campanha do democrata afirma que a decisão foi tomada nesta quinta-feira, dia 21/9, após a Rede Bahia determinar que serão convidados apenas os candidatos com pelo menos nove deputados na Câmara Federal. Assim, devem comparecer também Alice Portugal (PCdoB), Pastor Sargento Isidório (PDT) e Cláudio Silva (PP). “As regras apresentadas pela direção da emissora favorecem a realização de uma discussão produtiva de propostas e ideias para Salvador”, disse.

 

Foto: Hora do Bico

Para Aladilce, “ACM Neto não foi um bom prefeito para os servidores”

sexta-feira, julho 1st, 2016

aladilce

A pressão subiu. Na noite de quinta – feira, dia 30/6, a vereadora Aladilce Souza (PCdoB)refeito disse “ACM Neto não foi um bom prefeito para os servidores”. A declaração foi feita pela vereadora Aladilce Souza (PCdoB), em um debate com o vereador Claudio Tinoco (DEM), na rádio Itapoan FM, no Programa Se Liga Bocão. Conforme a parlamentar municipal, o prefeito poderia ter oferecido o reajuste aos servidores municipais, mas optou pela negativa.

“Ele podia dar reajuste esse ano e não deu. Os servidores foram à greve e os professores tiveram os salários cortados,” disse.

Corrupção, crise de água e troca de farpas marcam último debate presidencial

sábado, outubro 25th, 2014

aeciodilma

Eu hein. O último debate presidencial deste segundo turno entre Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), realizado na noite desta sexta-feira, dia 24, pela TV Globo, foi marcado por troca de farpas sobre corrupção, revista Veja, falta de água em São Paulo e governo Fernando Henrique Cardoso. A votação do segundo turno acontece neste domingo, dia 26.

Logo de cara, Aécio questionou Dilma sobre a reportagem da revista Veja, que envolvia a petista e o ex-presidente Lula como “sabedores” do esquema de propina na Petrobras. “Dou a oportunidade para você se explicar”, atacou. “As declarações do doleiro [Alberto Youssef] foram em delação premiada, que só dá o benefício se ele apresentar provas.”

Dilma se defendeu afirmando que a revista faz campanha para Aécio. “Candidato, eu jamais persegui jornalista na minha vida pública. Jamais reprimi a imprensa porque vivi os anos escuros desse País. As duas revistas que o senhor menciona, nós sabemos para quem fazem campanha”, declarou.

O tema corrupção voltou a ser destaque quando uma eleitora mineira perguntou quais medidas os candidatos utilizariam para tentar amenizar o problema. Dilma prometeu criar cinco normas. “Transformar em crime eleitoral o Caixa Dois, criminalizar funcionários públicos com enriquecimento ilícito, que o poder público possa reaver o bem, e uma instância especial para julgamento rápido dos crimes”, afirmou.

O tucano, por sua vez, afirmou que a melhor solução contra a corrupção seria tirar o PT do poder. “Minha conterrânea expressa os sentimentos de milhões de brasileiros. A Dilma apresenta propostas que o próprio PT não se moveu para que andasse no Congresso. O PT não se preocupou em combater a corrupção. A melhor maneira é tirar o PT do governo”.

Falta de água
A crise hídrica em São Paulo não foi deixada de lado por Dilma, que acusou Aécio e Geraldo Alckmin (PSDB) de não planejarem o futuro. “Vou concordar com o humorista José Simão [BandNewsFM]. Você vai levar para o Estado o programa Meu Banho, Minha Vida”, afirmou a petista.

Aécio se defendeu e afirmou que a culpa pela falta de água é da petista. “O seu governo não acionou os órgãos na região Sudeste. Não é só São Paulo que passa pelo problema. O Alckmin propôs um bônus e acabou reeleito pela população. A ausência de planejamento é uma vergonha no seu governo no Brasil”.

FHC
O ex-presidente tucano também foi lembrado no debate. Dilma disse que FHC não tinha como prioridade a área social e a manutenção do emprego, além de ter “engavetado todas as suspeitas de corrupção”. Aécio, por sua vez, defendeu o governo tucano e disse que FHC “adotou as medidas necessárias naquele governo”, além de ter garantido “a estabilidade da moeda”.

 
Foto: Reprodução
*Com informações do Portal da Band

VIDEO: Dilma passa mal ao vivo após debate na TV

sexta-feira, outubro 17th, 2014

A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), teve uma queda de pressão e passou mal ao vivo, durante uma entrevista que concedia para a repórter Simone Queiroz, do SBT, depois do debate com Aécio Neves (PSDB) na emissora.

Depois de errar palavras, interromper frases, tornando-as sem  sentido, Dilma avisou que não estava se sentindo bem, e foi acudida pela repórter, que a segurou e a acompanhou até uma cadeira.
Foto: Reprodução/ Uol ao vivo

 

 

Assista ao vídeo:

Dilma passa mal , ao vivo, depois de debate no SBT

quinta-feira, outubro 16th, 2014

dilma

Susto. A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), teve uma queda de pressão e passou mal ao vivo, durante uma entrevista que concedia para a repórter Simone Queiroz, do SBT, depois do debate com Aécio Neves (PSDB) na emissora.

Depois de errar palavras, interromper frases, tornando-as sem sentido, Dilma avisou que não estava se sentindo bem, e foi acudida pela repórter, que a segurou e a acompanhou até uma cadeira.

Foto: Reprodução/ Uol ao vivo

Assista o momento:

 

Candidatos trocam farpas em debate

sexta-feira, outubro 3rd, 2014

f_270675

Em último debate entre os candidatos à Presidência da República, realizado na noite desta quinta-feira, dia 3, pela TV Globo, os principais concorrentes “pegaram ar” e trocaram farpas. Estiveram presentes: Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB), Luciana Genro (PSOL), Pastor Everaldo (PSC), Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB).

Dilma, primeira colocada nas pesquisas, e Marina, segunda, debateram sobre economia. A candidata do PSB acusou a petista de não saber controlar a inflação. Dilma retrucou e disse que a proposta de Marina sobre autonomia ao Banco Central poderia não surtir efeito.

O tema da corrupção também foi destaque. Luciana Genro e Aécio Neves trocaram farpas acaloradas sobre o assunto. A candidata do PSOL disse que Aécio escondia a corrupção no mensalão tucano e na privataria. Aécio rebateu afirmando que ela não estava preparada para assumir o cargo. Luciana ficou irritada e chegou a dizer para o tucano “não levantar o dedo”.

A corrupção na Petrobras no governo Dilma também foi o principal alvo dos opositores. Marina, Pastor Everaldo e Aécio disseram que a presidente errou quando estava no controle da estatal. Dilma se defendeu afirmando que em seu governo a Polícia Federal tem autonomia para investigar.

Foto: Reprodução

Levy Fidelix “se reta” e manda Eduardo Jorge “virar a boca pra lá” em debate

sexta-feira, outubro 3rd, 2014

f_270667

Êta parafernália. O clima ficou quente no último debate entre os candidatos à Presidência da República na noite de quinta-feira, dia 2. Levy Fidelix (PRTB) se recusou a pedir desculpas para os homossexuais após as declarações homofóbicas e, inclusive, bateu boca com Eduardo Jorge (PV) na TV Globo.

Eduardo Jorge pediu para Levy pedir perdão. O candidato do PRTB se exaltou. “Você não tem moral nenhuma para falar disso. Você, acima de tudo, propôs que o jovem consuma maconha, apologia ao crime, e ao aborto. Eu apenas me expressão e defendi as tradições da família”.

O candidato do PV retrucou. “Abrimos um processo no ministério e seremos testemunha. Quero aproveitar o momento para dizer que você envergonhou o Brasil”.

Levy “pegou ar”. “Envergonhado está quem pratica apologia ao crime, com jovens em clínicas para abortos. Isso é uma vergonha, você vire sua boca prá lá”.

Foto:Reprodução

Aécio Neves e Luciana Genro batem boca em último debate antes das eleições

sexta-feira, outubro 3rd, 2014

f_270672

Pegaram um ar retado. O clima esquentou entre Aécio Neves (PSDB) e Luciana Genro (PSOL) durante o último debate antes das eleições do primeiro turno  na noite desta quinta-feira, dia 2, na TV Globo.

Luciana Genro afirmou que Aécio esconde a corrupção. “Tu e a Dilma [Rousseff], é o sujo falando do mal lavado. Você acusa o governo do PT de corrupção, só que você deveria ter vergonha do mensalão mineiro e da privataria tucana”.

Aécio não gostou da pergunta e largou a joça. “Vejo que você faz aqui seu espetáculo, sem menor conexão com a realidade. Se não fosse o governo do PSDB, não teríamos a modernização da economia e o Plano Real”.

Luciana não gostou como Aécio falou com ela e disparou. “Não levanta o dedo pra mim”.

Aécio emendou: “Você não está preparada para ser presidente da República”.

 

 

Foto:Reprodução

Debate na Record Bahia é marcado por críticas ao PT e ao DEM

sábado, setembro 27th, 2014

debaterecordbahia

O debate dos candidatos ao governo do Estado, realizado na noite de sexta-feira, dia 26, pela Record Bahia, foi pontuado pelas críticas ao PT (Partido dos Trabalhadores) e DEM (Democratas), que possuem os candidatos com as melhores colocações nas pesquisas eleitorais.
Ao fazer sua primeira participação no confronto, a candidata Renata Mallet (PSTU) criticou as privatizações realizadas durante os governos do DEM durante pergunta dirigida ao candidato Marcos Mendes. Segundo Renata, Paulo Souto (DEM) foi campeão de privatizações na Bahia.

Em outro momento do debate, quando Rogério da Luz perguntou sobre o que ele achava da forma de gerir dos últimos 32 anos do DEM e PT, os partidos foram alvo de mais críticas por parte do candidato Marcos Mendes (PSOL), que acusou os partidos de serem iguais quando se trata de corrupção.

— Eu fico imaginando, o DEM falando da corrupção do PT. Eu fico pensando: é como se fosse o sujo falando do mal lavado.

Com as declarações, o candidato do DEM solicitou e conseguiu direito de resposta. O candidato foi irônico ao afirmar que “eu pensei que departamento de criação fosse uma coisa que existia apenas nas agências de publicidade, mas to [sic] vendo aqui um autêntico departamento de criação, com tudo que disseram aqui”.

Mais uma vez, o candidato Marcos Mendes entrou em confronto com Paulo Souto. O candidato do PSOL questionou se o democrata, caso eleito governador, se compromete a pagar nos quatro primeiros anos o URV. O democrata disse que é necessário esperar a decisão do supremo, discutir com os servidores e cumprir as obigações do Estado. Não satisfeito com a resposta de Paulo Souto, Marcos Mendes insistiu com a pergunta e disse para o democrata “deixar de enrolação”.

Irritado, Paulo Souto pediu que o candidato do PSOL se referisse com respeito e disse que não tinha nada a acrescentar.

— Eu pediria que você se referisse com respito, como aliás tem a praxe aqui de todos os candidatos e você, infelizmente, não está se comportando dessa forma.

Renata Mallet voltou a criticar os dois partidos ao falar sobre o funcionalismo público. A candidata criticou o PT ao falar sobre a greve dos professores de 2012 que durou 115 dias. Renata afirmou que os petistas seguiram a mesma lógica do carlismo, ao cortar ponto e não respeitar os grevistas.

O candidato do PT também atacou o DEM ao perguntar sobre as propostas de saúde ao candidato Rogério da Luz. Rui Costa afirmou que no governo de Paulo Souto só foi contruído um hospital e 300 leitos de UTI em oito anos. Da Luz disse que vai valorizar dos médicos, fazer um projeto Plano de Saúde da Família, que é a integração dos hospitais particulares para dar assistência aos hospitais e que a população possa ser atendida nos hospitais e laboratórios particulares e construir oito hospitais regionais.

Foto: Divulgação
Fonte: R7 Bahia