Posts Tagged ‘PMDB’

Exclusivo: Bruno Reis diz que “situação de Geddel é da polícia e da justiça”

sexta-feira, outubro 27th, 2017

Botou tempero. O vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (PMDB), concedeu entrevista exclusiva ao site Hora do Bico e falou da prisão de Geddel Vieira Lima. Para ele, “a situação de Geddel e de Gustavo Ferraz é da polícia e da justiça”, disse.

Confira a entrevista na íntegra:

Antônio Imbassahy deve trocar PSDB pelo DEM

sexta-feira, agosto 25th, 2017

Olha aí. O ministro da Secretaria de Governo e deputado federal baiano Antônio Imbassahy (PSDB) está negociando sua ida para o Democratas, partido ao qual era filiado antes de entrar no atual, segundo informações publicadas no jornal O Estado de S. Paulo.

Ainda conforme o diário paulista, desta sexta-feira, Imbassahy não teve, até agora, a garantia de que será o candidato tucano para o Senado. No PSDB baiano, o ministro disputa a indicação com o deputado federal Jutahy Júnior.

Anteriormente, o parlamentar esteve cotado para migrar para o PMDB com o intuito de disputar uma vaga na chapa majoritária ao lado do prefeito ACM Neto (DEM) em 2018, mas a articulação enfrentou resistência entre peemedebistas baianos.

Foto: Hora do Bico

Fachin decide não incluir Temer em inquérito que investiga integrantes do PMDB

sexta-feira, agosto 11th, 2017

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu hoje (10) não incluir o presidente Michel Temer no inquérito que investiga integrantes do PMDB da Câmara dos Deputados no âmbito da Operação Lava Jato. O pedido foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Na decisão, Fachin entendeu que o presidente já é investigado pelo crime de organização criminosa no inquérito que foi aberto pelo Supremo a partir das delações da JBS, sendo “desnecessária” a inclusão de Temer em outro inquérito.

O pedido para incluir o presidente no inquérito que investiga o PMDB havia sido feito pela Polícia Federal (PF), o que levou Fachin a solicitar a manifestação de Janot sobre o assunto. O procurador-geral da República disse que a organização criminosa que permitiu ao presidente cometer os crimes pelo qual foi denunciado no Inquérito 4.483 (em que Temer foi denunciado por corrupção passiva e está suspenso após a continuidade do processo não ter sido aprovada na Câmara dos Deputados), na verdade, estaria inserida no contexto maior da Lava Jato.

Foto: reprodução

PSDB permanece no governo, diz senador José Serra

terça-feira, junho 13th, 2017

O PSDB decidiu, em reunião da executiva nacional nesta segunda-feira, dia 12/6, que vai permanecer, por enquanto, dando apoio ao governo do presidente Michel Temer. De acordo com o senador José Serra (SP), o clima da reunião foi de “unidade”, apesar das divergências. “[O PSDB] não fará nenhum movimento agora de sair do governo. Se os fatos mudarem, faremos outra análise”, disse o senador.

A reunião da executiva nacional do partido, que durou mais de quatro horas, teve a participação de governadores, dirigentes estaduais, senadores e deputados. O presidente da juventude da legenda, Henrique Vale, foi um dos que defenderam a saída da legenda do governo. Já o ex-deputado e ex-presidente estadual do partido Antônio Carlos Pannunzio disse, ao deixar a reunião, que esse não é o momento de “chutar o balde”.

“Temos compromisso com o Brasil. Não vamos chutar o balde agora. Não podemos virar as costas para o Brasil e temos que continuar”, disse Pannunzio. Segundo ele, uma eventual saída do partido da base de apoio ao governo traria mais problemas para o Brasil. “O PSDB está ajudando o país a superar a crise e reencontrar o seu rumo”.

Foto: Agência Brasil

Temer estaria confiante em ter votos na Câmara para barrar denúncia de Janot

domingo, junho 11th, 2017

Confiança total. Durante jantar de aniversário do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente da República, Michel Temer (PMDB), falou a políticos presentes que sua absolvição no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi uma “bela vitória” e que está confiante de que terá os 172 votos mínimos necessários na Câmara para barrar eventual denúncia contra ele apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR). A festa ocorreu na noite de sexta-feira, dia 9/6, na casa de um deputado no Lago Sul, área nobre de Brasília.

 

 

Foto: Divulgação/Marcos Corrêa/PR

Em primeiro mandato, Felipe Lucas vai assumir liderança do PMDB na câmara municipal

segunda-feira, janeiro 9th, 2017

img_4582

Olha, ai. O vereador Felipe Lucas vai ser o líder do PMDB na Câmara Municipal de Salvador. O edil, que está em seu primeiro mandato, afirmou que vai manter uma ‘relação harmoniosa’ com o presidente da Casa, Léo Prates (DEM).

“Nossa missão parlamentar será de construir pontes, ampliar o diálogo com o colégio de líderes, a presidência da Câmara e o Executivo. Tudo que for melhor para Salvador está no nosso planejamento de trabalho.”, disse o vereador.

Daniel Rios, também novato, assume a vice-liderança do partido.

Foto: reprodução Facebook

Assista: Lúcio Vieira Lima bate boca na Câmara para defender Geddel

quinta-feira, novembro 24th, 2016

A pressão subiu. Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), deputado federal, protagonizou um bate boca de alta pressão com o deputado Sílvio Costa (PT do B-PE), para defender o ministro da Secretaria de Governo e seu irmão, Geddel Vieira Lima. A confusão, registrada pelo site Poder360, começou quando Costa pediu, no plenário da Câmara, a demissão de Geddel após a acusação de que ele praticou tráfico de influência para conseguir a liberação de um empreendimento imobiliário em Salvador. Em um dos momentos mais tensos, Lúcio cita o filho de Sílvio que “estaria com bens bloqueados em função de acusação de desviar dinheiro público”. Em seguida, Sílvio Costa afirmou que “o ministro Geddel Vieira Lima tem fama de ladrão”, concluiu.

 

Foto: Reprodução/Youtube

 

Renan diz que não é réu e que todos os inquéritos sobre ele serão arquivados

sexta-feira, novembro 4th, 2016

Brasília - Presidente do Senado, Renan Calheiros durante coletiva sobre a operação da Polícia Federal no Senado na última sexta-feira (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), divulgou nota à imprensa nesta quinta-feira, dia 3/11, informando que não é réu em nenhum processo no Supremo Tribunal Federal (STF). O esclarecimento foi dado em razão do julgamento pelo STF de processo que definirá se parlamentares que forem réus poderão assumir as presidências da Câmara e do Senado e, portanto, fazerem parte da linha sucessória da Presidência da República.

“O presidente do Senado não é réu em qualquer processo judicial e, portanto, não está afetado pela manifestação dos ministros do STF ainda inconclusa”, diz a nota divulgada pela assessoria de imprensa de Renan Calheiros.

 Renan responde a mais de uma dezena de inquéritos no STF, a maior parte deles relacionada a delações referentes à Operação Lava Jato. No entanto, a denúncia que pode ser julgada primeiro é relacionada ao caso em que ele é acusado de ter utilizado uma empreiteira para pagar a pensão de uma filha que ele teve em um relacionamento extraconjugal com a jornalista Mônica Veloso.A Procuradoria-Geral da República apresentou denúncia contra Renan neste processo, mas o STF ainda não decidiu se vai aceitar a denúncia e, consequentemente, torná-lo réu.

“O presidente responde a inquéritos e reitera que todos são por ouvir dizer ou interpretações de delatores. O presidente lembra ainda que todos serão arquivados por absoluta ausência de provas, exatamente como foi arquivado o primeiro inquérito”, conclui a nota da assessoria do parlamentar.

Foto: Agência Brasil

Depois do sucesso do PMDB em Vitória da Conquista, Lúcio diz que “a Bahia vai se libertar do PT em 2018”

segunda-feira, outubro 31st, 2016

lucio2

Bola de cristal. Lúcio Vieira Lima (PMDB), deputado federal baiano, comemorou o sucesso da candidatura de Herzem Gusmão (PMDB) para prefeito de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, neste domingo, dia 30/10. O peemedebista derrotou no segundo turno o candidato do PT, deputado federal, Zé Raimundo, que tentava a busca do sexto mandato consecutivo do PT na Cidade.

Num vídeo publicado nas redes sociais, Lúcio repetiu o discurso que Herzem usou durante a campanha ao falar de libertação. “Ganhamos com gostinho especial, o gosto da libertação. Conquista estava há 20 anos sob o comando do PT, agora, chega de mentira, chega de má gestão, chega de fazer todo tipo de manobra para se perpetuar no poder”, provocou.

Em sua fala, Lúcio previu já o resultado das eleições de 2018 na Bahia: “O Brasil se libertou com Michel Temer presidente, agora, é a vez de Vitória da Conquista, e com certeza, em 2018 será a vez da Bahia”, finalizou.

 

Foto: Hora do Bico

Vitória da Conquista: Herzem vence eleição e encerra 20 anos de poder do PT

domingo, outubro 30th, 2016

002-116

Fim do ciclo. Herzem Gusmão, candidato do PMDB à prefeitura de Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia, Herzem Gusmão, conseguiu se eleger prefeito da Cidade com 57,58%, contra 42,42% do candidato Zé Raimundo (PT). Todas as pesquisas já indicavam a supremacia de Herzem sobre Zé Raimundo.

A força obtida pelo peemedebista representou 95.710 mil votos. Zé Raimundo, teve 70.513 mil votos. O número de eleitores que se abstiveram foi de 52.457, que equivale a 22,75% do eleitorado que compareceu às urnas neste domingo, dia 30/10.

Essa foi a terceira vez que o jornalista e suplente de deputado estadual tentou a prefeitura da maior Cidade do Sudoeste da Bahia. O peemedebista encerra um ciclo de 20 anos do PT no poder. Hoje, o município é administrado por Guilherme Menezes, que apoiou o correligionário Zé Raimundo para sua sucessão.

 

Foto: Divulgação

PMDB tem maior número de prefeitos, mas PSDB foi o partido que mais cresceu

terça-feira, outubro 4th, 2016

O PSDB saiu do primeiro turno da eleição municipal deste ano como o partido que mais cresceu na comparação com os resultados do pleito anterior, em 2012. Em número de prefeituras conquistadas na eleição deste domingo (2), o partido ficou em segundo lugar, atrás do PMDB. O PSDB, que elegeu 695 prefeitos há quatro anos, conquistou agora, no primeiro turno, 793 prefeituras, com crescimento de 14%, e está na disputa do segundo turno em vários municípios. O PT, que em 2012, havia conquistado 638 prefeituras, caiu para 256 cidades e passou a ser o décimo colocado no ranking dos partidos.

 

 

Foto: Agência Brasil

Pra Rui Costa, “O povo não esperava decisão diferente sobre cassação de Cunha”

terça-feira, setembro 13th, 2016

ruicosta

Largou a joça. Rui Costa (PT), governador da Bahia, vibrou com a decisão da Câmara dos Deputados que cassou o mandato do deputado afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Em publicação nas redes sociais, o petista disse que “o povo brasileiro não esperava decisão diferente de seus representantes na Câmara dos Deputados”. Cunha foi cassado por 450 favoráveis e 10 contrários.

“A cassação de Eduardo Cunha, em respeito ao que diz a Constituição da República, é satisfação à população. Cunha comprovadamente mentiu em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito. Hoje, mais de um ano depois, a resposta foi dada. Ele faltou com o decoro parlamentar, quis reduzir a pó o que rege a nossa lei máxima”, detonou Rui.

 

 

 

Feliz da vida após ser escolhido como vice de ACM Neto, Bruno Reis vai à igreja do Bonfim

sexta-feira, agosto 5th, 2016

001 (221) 002 (81)

O ex-secretário municipal de Promoção Social e deputado estadual, Bruno Reis (PMDB), foi à igreja do Bonfim par festejar o momento político que está vivendo. “Como sempre, volto mais uma vez à Colina Sagrada depois de um fato importante em minha vida. Dessa vez, para agradecer por mais esse desafio que se coloca em meu caminho e também para pedir forças para enfrentá-lo, conquistando a confiança de toda Salvador e de seu povo, ao lado do prefeito ACM Neto. Obrigado meu Senhor do Bonfim”, completou.

 A quarta-feira, dia 4/8 foi um dia decisivo para Bruno Reis. Como muita gente apostava, ele acabou tendo o nome confirmado pelo prefeito e candidato à reeleição, ACM Neto (DEM), para compor sua chapa este ano. Bruno vai compor a chapa como candidato a vice-prefeito.
Fotos: Divulgação

Como era previsto, ACM Neto escolhe Bruno reis para vice

sexta-feira, agosto 5th, 2016

13901470_1177930752272043_1893494512707229997_n

Tava escrito. O deputado estadual Bruno Reis (PMDB), foi escolhido pelo prefeito e candidato à reeleição, ACM Neto (DEM), para fazer parte de sua chapa nas eleições deste ano. Bruno Reis vai concorrer ao posto de vice-prefeito com Neto, seu mentor político. A decisão, apesar de anunciada apenas nesta quinta-feira, dia 4/8, estava sacramentada desde a semana passada.

 

Foto: Divulgação

Camaçari: Elinaldo comanda chapa com Tude na vice

segunda-feira, julho 25th, 2016

untitled (85)

Aliados?  Na Cidade de Camaçari, a chapa da aliança entre o DEM e o PMDB que vai ser liderada pelo vereador Antonio Elinaldo (DEM), tendo como vice o ex-prefeito e ex-deputado José Tude (PMDB), será lançada nesta terça-feira, dia 26/7, às 10h. O anúncio deve ser feito na Cidade, em cerimônia marcada para acontecer em um hotel da Cidade. A chapa foi fechada no último fim de semana, depois de análise da última pesquisa feita pelos partidos, que aponta a liderança de Elinaldo nas intenções de voto. Os dois partidos haviam firmado um acordo que estabelecia que quem melhor pontuasse nas consultas encabeçaria a chapa. A convenção que vai oficializar a aliança deve ser realizada até a próxima sexta-feira, dia 29/7.

 

Foto: Reprodução/Baiana FM

“Renúncia de Cunha é tentativa de salvar mandato”, dispara Félix

sexta-feira, julho 8th, 2016

felixmedonca

Detonou. Pra o deputado federal Félix Mendonça Jr (PDT), a renúncia do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), só serve como tentativa de salvar o mandato do parlamentar na Câmara Federal. “Ele quer salvar a própria pele”, detonou.

Os comentários nos bastidores dão conta de que existiria a tentativa de Cunha de derrubar o sucessor direto, Waldir Maranhã (PP), que deveria comandar a possível sessão para analisar a cassação do seu mandato de deputado. Com a nova medida, um novo presidente será eleito.

 

Foto: Hora do Bico

Eduardo Cunha renuncia à presidência da câmara

quinta-feira, julho 7th, 2016

destaque-373502-cunha

A saída. Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afastado do cargo de presidente da Câmara dos Deputados, divulgou no começo da tarde desta quinta-feira, dia 7/7, a renúncia da presidência da Casa Legislativa. O parlamentar convocou uma coletiva para comunicar a informação e leu a carta de renúncia que foi protocolada na Mesa Diretora da Câmara.

“Sofri e sofro perseguições em função de pautas abordadas e estou pagando um alto preço por ter dado início ao impeachment. Resolvi ceder ao apelo generalizado dos meus apoiadores. É público e notório que a Casa está acéfala devido a uma interinidade bizarra”, detonou Cunha.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decretou no dia 5 de maio o afastamento do parlamentar da presidência do Legislativo com o argumento de que ele estaria atrapalhando as investigações da Operação Lava Jato.

 

Foto: Divulgação

“Trabalhei por indicação de vice”, diz Bruno Reis

sábado, julho 2nd, 2016

brunoreis

Expectativa. O deputado estadual Bruno Reis (PMDB), nome forte do PMDB para a vice na chapa de ACM Neto (DEM), afirmou neste sábado, dia 2/7, durante o desfile em comemoração ao 2 de Julho, que trabalhou pela indicação. “Não escondo de ninguém que trabalhei por isso e hoje o PMDB tem legitimidade, pois é o maior partido da aliança. O processo de definição do prefeito será de 4 até dia 25 de julho e espero que a gente possa compor a chapa”, disse. O peemedebista aproveitou para ironizar a demora da oposição na escolha de um candidato. “Fizeram um esforço para apresentar essa semana mas, pelo visto, a discórdia não permitiu”, provocou.

 

Foto: Hora do Bico

Conselho de Ética vota pela cassação de Eduardo Cunha

terça-feira, junho 14th, 2016

images (6)

Fora. Depois de exaustivos sete meses em tramitação, o processo que mais levou tempo no Conselho de Ética na Câmara Federal teve o seu resultado proclamado na tarde desta terça-feira, dia 14/6, pela cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O placar, foi apertado: 11 a favor e 9 contra. Os membros seguiram a recomendação do relator deputado Marcos Rogério (DEM-RO).

A deputada Tia Eron (PRB) teve o voto decisivo contra Cunha. O deputado Wladmir Costa (SD-PA) que era tido como voto certo para Cunha, votou a favor da cassação.

O processo no conselho se baseou na denúncia de que Cunha teria mentido na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras sobre a existência de contas no exterior, o que também pode levar à perda do mandato. Cunha alega que não mentiu à CPI porque não se tratava de uma conta no exterior e sim de um truste, do qual ele é usufrutuário. Ele argumenta que, pela legislação à época, não precisaria declarar à Receita Federal.

 

Foto: Reprodução/EBC

Comissão de Impeachment aprova cronograma e ouve primeiras testemunhas quarta (8)

terça-feira, junho 7th, 2016

imagem_materia

A Comissão Especial do Impeachment marcou para quarta-feira (8), às 11h, os primeiros depoimentos de testemunhas. A ideia é que sejam ouvidos o procurador do Tribunal de Contas da União (TCU), Júlio Marcelo de Oliveira e o auditor do Tribunal de Contas da União Antonio Carlos Costa d’Ávila Carvalho – testemunhas pedidas pela acusação. Além disso, há quatro testemunhas propostas pelos senadores: Rogério Jesus Alves Oliveira, Adriano Pereira de Paula, Otávio de Medeiros e Jânio Macedo. Os três primeiros são do quadro de operação de crédito da Secretaria do Tesouro Nacional e Jânio Macedo é ex-diretor do Banco do Brasil.

Os depoimentos foram agendados depois que os senadores aprovaram, nesta segunda-feira (6) o cronograma de trabalho proposto pelo relator, Antonio Anastasia (PSDB-MG).

Com isso, até 17 de junho estão previstos depoimentos de testemunhas e a juntada de documentos. No dia 20 de junho seria o interrogatório de Dilma Rousseff (mas ela não é obrigada a comparecer). De 21 de junho a cinco de julho seria o período para a apresentação das alegações escritas dos denunciantes e de 6 a 21 de julho, as da denunciada. O relatório seria lido na comissão em 25 de julho e votado em 27 do mês que vem. O parecer desta fase do processo (de pronúncia) seria votado no Plenário do Senado nos dias 1º e 2 de agosto.

Esse calendário pode, no entanto, sofrer alterações a depender de quantas testemunhas de defesa serão ouvidas. Os defensores da presidente Dilma Rousseff querem que sejam 40 ouvidos, oito para cada uma das denúncias – quatro decretos de suplementação orçamentária sem anuência do Congresso e as chamadas “pedaladas fiscais”. O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) entrou com um recurso no Supremo Tribunal Federal para que o processo se resuma a dois fatos: os quatro decretos em bloco e as pedaladas. Aí seriam até 16 testemunhas.

Mudanças

O presidente da Comissão Especial do Impeachment, Raimundo Lira (PMDB-PB), anunciou nesta segunda-feira que o prazo para as alegações finais da defesa e da acusação será de 15 dias cada e não mais cinco, conforme aprovado anteriormente. Anteriormente ele havia decidido a redução de prazo em decorrência de um recurso apresentado pela senadora Simone Tebet (PMDB-MS). Lira afirmou que apesar de o texto atual do Código do Processo Penal prever o período mais curto, ele achou melhor seguir o mesmo rito do processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello, em 1992.

— Não podemos aceitar qualquer tipo de pressão, porque isso desvirtuaria o trabalho e o bom funcionamento da nossa comissão. E não estamos aqui desejando o açodamento neste julgamento. Muito pelo contrário; tenho buscado exercer com equilíbrio e justiça o papel que me foi conferido pelos demais membros da comissão — explicou Lira. Conforme Agência Senado

 

Foto: Reprodução/Moreira Mariz/Agência Senado