Posts Tagged ‘CORONAVÍRUS’

Governador anuncia recurso para garantir alimentação de alunos da rede pública

sexta-feira, abril 10th, 2020

O Governo do Estado vai encaminhou à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), nesta quinta-feira, dia 9/4, um projeto de lei para acrescentar um valor extra aos beneficiários do programa Bolsa Família. O dinheiro servirá para garantir o acesso à alimentação dos estudantes da rede pública cujas famílias já estão cadastradas no Bolsa Família e, ao mesmo tempo, evitar as aglomerações para entrega de itens como cestas básicas. 

A medida foi anunciada pelo governador Rui Costa durante entrevista coletiva, nesta quinta, dia 9/4, realizada por meio das redes sociais, acompanhado dos secretários estaduais da Saúde, Fábio Vilas-Boas, e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro.  

Rui explicou que já havia encaminhado ao Ministério da Educação, responsável pela verba da merenda escolar, uma solicitação para utilizar os recursos. “Queríamos saber se poderíamos utilizar de imediato, mas eles disseram que ainda precisa da regulamentação da medida que autoriza o uso dos recursos. Independentemente disso, resolvemos mandar um projeto de lei para a Assembleia porque não queremos entregar cestas básicas fisicamente”. 

A proposta é que os recursos sejam pagos com o mesmo cartão do Bolsa Família.  O mecanismo de pagamento já está sendo viabilizado pelo Estado, junto ao Governo Federal e Caixa Econômica.   Fonte: Secom/GOVBA

Foto: Camila Souza/Divulgação/GOVBA

Bahia registra 16ª morte por coronavírus

quarta-feira, abril 8th, 2020

Misericórdia. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia confirmou mais uma morte em decorrência do coronavírus no Estado. A 16ª vítima foi um homem de 76 anos, que morava na Cidade de Araci, Região Sisaleira da Bahia.

Segundo a Sesab, o paciente, que possuía comorbidades associadas a doença, começou a sentir os sintomas no dia 4 de abril. O homem estava internado em um hospital público da Cidade e morreu no dia 6 de abril.

Foto: Reprodução

Idoso vítima do coronavírus é a 15ª morte na Bahia

quarta-feira, abril 8th, 2020

Confirmado. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) informou nesta quarta-feira, dia 8/4, que registrou o 15º óbito causado pelo coronavírus no Estado. De acordo com a pasta, o paciente foi um homem de 96 anos, com histórico de insuficiência renal crônica e hipertensão.

Ainda segundo a SESAB, a vítima residia em Salvador e estava internada em um hospital da rede privada situado na Capital Baiana desde 3 de abril. O idoso morreu terça-feira, dia 7/4, e teve o diagnóstico divulgado nesta quarta-feira. 

Foto: Divulgação

Medidas de isolamento serão mantidas, garante prefeito de Feira de Santana

terça-feira, abril 7th, 2020

Garantiu. O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB) garantiu nesta terça-feira, dia 7/4, que a Cidade vai continuar com as medidas de isolamento social enquanto o nível de curva de contaminação do novo coronavírus continuar crescente na maior Cidade do Interior da Bahia. Feira de Santana está com o comércio fechado e aglomerações proibidas. 

O gestor se mostrou preocupado com o número de pessoas que chegam de São Paulo a Feira de Santana. “Estamos em uma Cidade que é entroncamento. A doença chegou a Cidade por meio de contato com pessoas que estavam em São Paulo, foco da doença no Brasil”, disse.

Foto: Reprodução/Facebook

Salvador: Prefeitura notifica 30 agências bancárias devido à organização de filas

terça-feira, abril 7th, 2020

A Prefeitura iniciou na segunda-feira, dia 6/4, a operação de fiscalização da organização das filas nas agências bancárias de Salvador. A força-tarefa do município já vistoriou 53 agências bancárias nos bairros do Comércio, Calçada, Barra, Itaigara, Pituba, Graça, Rio Vermelho, Itapuã e São Cristóvão. Ao todo, 30 agências foram notificadas e nenhuma foi interditada.

As vistorias visam garantir o cumprimento do decreto municipal 32.320, publicado na quarta-feira, dia 1º/4, e que faz parte da estratégia de enfrentamento ao coronavírus na Cidade. O documento determina que os bancos instalados na cidade devem organizar as filas respeitando uma distância mínima de um metro entre os clientes em atendimento e entre àqueles que estiverem aguardando na parte externa das agências.

A organização deve ser feita por meio de sinalização horizontal disciplinadora e demais ferramentas que sejam necessárias. Os bancos situados em shopping centers e similares, credenciados para o pagamento de auxílios municipais, estaduais ou federais, poderão funcionar para atendimento aos beneficiários desde que haja um acordo com os estabelecimentos comerciais e obedeçam as regras de distanciamento e organização das filas.

A medida começou a valer na sexta-feira, dia 3/4, e visa garantir o isolamento social, visto que a fiscalização municipal vinha constatando a aglomeração de pessoas nessas instituições nos últimos dias. As agências que não cumprirem o decreto serão interditadas e terão as atividades suspensas pela Prefeitura.

Defesa – Conforme portaria da Sedur, as defesas decorrentes dos atos de fiscalização devem ser encaminhadas ao órgão por meio do endereço eletrônico: protocolo. sedur@salvador. ba. gov. br. Os responsáveis pelos estabelecimentos fiscalizados também podem obter mais informações por meio dos telefones (71) 3202-9557 e (71) 98549-6548. Fonte: Secom/PMS

Foto: Divulgação

Urgente: MEC autoriza antecipar formatura de alunos da área de saúde

segunda-feira, abril 6th, 2020

O Ministério da Educação autorizou a formatura de alunos dos cursos de medicina, enfermagem, farmácia e fisioterapia, exclusivamente para atuação desses profissionais nas ações de combate à pandemia do novo coronavírus. A Portaria nº 374/2020 foi publicada nesta segunda-feira, dia 6/4, no Diário Oficial da União.

A medida vale para instituições federais de ensino e tem caráter excepcional, enquanto durar a situação de emergência de saúde pública. Para antecipar a colação de grau, os alunos precisam ter cumprido 75% da carga horária prevista para o período de internato médico ou estágio supervisionado.

O internato médico é o período de dois anos de estágio curricular obrigatório para os estudantes de medicina. Já o estágio obrigatório supervisionado para os cursos de enfermagem, farmácia e fisioterapia equivalente a 20% da carga horária total do curso.

A seleção e alocação dos profissionais será articulada com os órgão de saúde municipais, estadusia e distritais.

De acordo com a portaria, a carga horária dedicada pelos profissionais no esforço de contenção da pandemia deverá ser computada pelas instituições de ensino para complementação das horas devidas de estágio obrigatório, para a obtenção do registro profissional definitivo. A atuação dos profissionais também será bonificada, uma única vez, com o acréscimo de 10% na nota final do processo de seleção pública para o ingresso nos programas de residência.

Na semana passada, o governo encaminhou ao Congresso a Medida Provisória (MP) nº 934/2020 que estabelece normas excepcionais sobre o ano letivo da educação básica e do ensino superior. Nela está previsto que instituições de educação superior poderão abreviar a duração desses cursos, desde que o aluno cumpra, no mínimo, 75% da carga horária do internato do curso de medicina ou do estágio curricular obrigatório dos cursos de enfermagem, farmácia e fisioterapia. Fonte: Agência Brasil

Foto: Ilustrativa

Bahia: Homem de 55 anos é oitava morte pelo novo coronavírus

sábado, abril 4th, 2020

Misericórdia. O número de mortos pelo novo coronavírus na Bahia, chegou a oito neste sábado, dia 4/4. Um homem de 55 anos que estava internado no Hospital Aeroporto, em Lauro de Freitas, faleceu na tarde deste sábado A morte foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). O paciente apresentava tosse, febre, dispneia e dor de garganta. 

O hospital informou na sexta-feira, dia 3/4, que havia outros dois pacientes internados com Covid-19 no local. No final da tarde, a Sesab informou em seu último boletim que existem 336 pessoas infectadas pelo coronavírus no Estado e 63 delas foram curadas. 

Foto: Divulgação

Governo Federal publica MP que repassa R$ 16 bilhões a estados e municípios

sexta-feira, abril 3rd, 2020

Foi publicada, em edição extra do Diário Oficial da União, na noite de quinta-feira, dia 2/4, a Medida Provisória (MP) nº 938/2020 que garante o apoio financeiro da União aos estados e municípios para o enfrentamento à crise gerada pela pandemia de covid-19 no país. Serão transferidos R$ 4 bilhões por mês, durante quatro meses, aos fundos de Participação dos Estados e dos Municípios.

A medida já havia sido anunciada aos governadores no mês passado. A recomposição desses R$ 16 bilhões compensará a perda de arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre os cofres estaduais.

Entre as ações do governo federal também está a suspensão do pagamento de R$ 12,6 bilhões de dívidas dos estados com a União. Fonte: Agência Brasil

Foto: Marcello Casal Jr/Divulgação/Agência Brasil

Governo zera impostos de produtos usados no combate ao coronavírus

sexta-feira, abril 3rd, 2020

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) ampliou a lista de produtos necessários ao combate do novo coronavírus com redução temporária para zero da alíquota do Imposto de Importação. A resolução nº 28 foi publicada na edição desta sexta-feira, dia 3/4, do Diário Oficial da União.

Entre os produtos com redução do imposto estão tecidos para fabricação de máscaras; suporte para circuitos respiratórios; válvulas de ventiladores pulmonares; baterias; cartão de memória, entre outros dispositivos.

A Camex já havia reduzido a tarifa a zero para álcool etílico e imunoglobulina, na Resolução nº 22, de 25 de março. Nesta resoluçã, a câmara corrigiu a descrição técnica dos produtos. Fonte: Agência Brasil

Foto: Reprodução

Primeiros pacientes ocupam leitos no Hospital Fazendão

quinta-feira, abril 2nd, 2020

Os três primeiros pacientes já estão instalados no Hospital Fazendão, montado para dar apoio à rede de Saúde do Estado durante o período em que a pandemia de coronavírus está colocando em risco a vida de pessoas no mundo inteiro. O Centro de Treinamento Osório Villa Boas (Fazendão), que pertence ao Esporte Clube Bahia, está com 44 leitos clínicos prontos para receber pacientes de baixa complexidade, que não estejam contaminados com o coronavirus. A ocupação dos leitos está sendo feita por meio da Central Estadual de Regulação.

A diretora do Centro Estadual de Prevenção e Reabilitação de Pessoas com Deficiência (Cepred), Normelia Quinto, afirmou que os três pacientes que chegaram na sexta-feira, dia 27/3, oriundos do hospital Octávio Mangabeira, estão estáveis. “Hoje nós já estamos preparados para receber mais cinco pacientes que serão encaminhados pela gestão de leitos dos hospitais”.

Segundo Normélia, que também dirige o Hospital Fazendão, a unidade conta com uma equipe de 130 colaboradores, entre médicos, enfermeiros, seguranças e profissionais de higienização, setor administrativo, motorista de ambulância 24 horas, entre outros. Além dos 44 leitos, conta também com uma sala de parada, completamente equipada para o caso de haver alguma emergência entre os pacientes internados no Fazendão.

Normélia destaca que o hospital Fazendão não atende ao público em geral, não é uma unidade de portas abertas. “Aqui é uma unidade de retaguarda para liberar leitos em outros hospitais para pacientes crônicos. Os nossos pacientes são direcionados de outros hospitais, pela regulação”. Fonte: Secom/GOVBA

Foto: Carol Garcia/Divulgação/GOVBA

Coronavírus: Produtores rurais se empenham para diminuir riscos

quarta-feira, abril 1st, 2020

O produtor rural brasileiro tem buscado informações para encarar o novo coronavírus, de forma a evitar que o prejuízo já esperado fique ainda maior. De acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), pequenos e médios produtores têm sido os que mais buscam informações junto à entidade. 

A guerra é contra o vírus, e em defesa do negócio, dos entes queridos e das equipes que trabalham no campo. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que mais de 15 milhões de pessoas trabalham nos estabelecimentos agropecuários do país.

De acordo com CNA e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), como o setor agropecuário brasileiro já tem uma rotina de cuidados constantes em relação a procedimentos sanitários, poucas mudanças de rotina serão implementadas. Boa parte delas, similares aos cuidados sugeridos pelo Ministério da Saúde à população como um todo.

Mesmos assim, alguns pontos da rotina foram alterados em função das medidas preventivas de contaminação. Em especial, no sentido de manter as distâncias recomendadas entre as pessoas; de fazer higienização; e cuidados a mais com suas equipes. Entre eles o aumento do número de carros e ônibus usados para o transporte de trabalhadores. “São medidas que já foram repassadas e adotadas pelos produtores”, disse à Agência Brasil a superintendente técnica adjunta da CNA Natália Fernandes. 

Boas práticas

Diretor do Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas, da Secretaria de Inovação do Mapa, Orlando Melo de Castro diz que as “boas práticas já rotineiras” evitam a propagação deste e de qualquer vírus.

Procedimentos como a limpeza constante de equipamentos e a não entrada de pessoas estranhas nos locais são cuidados já adotados na rotina do produtor, explica Castro. “Vale ter mais cuidados com a propriedade, em especial com a limpeza sanitária dos veículos que nela entrarem. E, claro, os cuidados de higiene pessoal, que têm de ser redobrados a exemplo do que deve ser feito na cidade: lavar as mãos com frequência, evitar circulação e ambientes com aglomeração. Há também o cuidado de evitar que os animais de uma propriedade tenham contato com os de outra”, disse ele à Agência Brasil.

“Os produtores estão engajados e se consideram responsáveis pela manutenção do abastecimento de alimentos. Principalmente os pequenos e médios produtores, porque os grandes têm melhores estruturas e capacidade de adaptação dessas estruturas por, em alguns casos, envolverem menor uso de mão de obra, o que diminui o fluxo de pessoas”, acrescentou a superintendente da CNA.

Transporte

Entre as recomendações do Mapa estão algumas relativas à circulação de mercadorias e cuidados pessoais na logística. “Estamos tendo um cuidado maior com a limpeza dos equipamentos. A limpeza é diária, e o compartilhamento deve ser evitado”, informa a superintendente da CNA.

De forma geral, a distribuição de alimentos está fluindo bem tanto nas rodovias como nos portos, segundo a CNA. “Relatos de produtores apontaram empecilhos, mas por meio de canais criados pela CNA com autoridades públicas temos repassado os problemas pontualmente ao Ministério da Infraestrutura, que tem atuado com as secretarias municipais de forma rápida, a desfazer esses pontos”, disse Natália referindo-se a medidas municipais que, em algumas localidades, criaram barreiras para o fluxo de pessoas e cargas.

Alimentos

Natália Fernandes explica que a primeira preocupação da CNA foi a de garantir que a produção e a distribuição dos alimentos fosse classificada como atividade essencial, o que já foi com o Decreto 10.282, de 20 de março de 2020, que inclui, além da cadeia produtiva de alimentos, a bebida como essencial.

Dessa forma, tanto CNA como Mapa dizem não haver riscos de desabastecimento no país, em função do novo coronavírus. “Mas essa é uma questão que precisa e está sendo avaliada e reavaliada constantemente pelas autoridades para evitar surpresas”, explica o diretor do Ministério da Agricultura.

Impacto financeiro

A CNA não tem, até o momento, uma avaliação precisa do impacto da covid-19 para o agronegócio. Mas já sabe que, setorialmente, alguns produtores têm sido mais afetados. É o caso dos produtores de flores e plantas ornamentais, que são comercializadas principalmente em supermercado, feiras e eventos.

“Nesse caso, a redução do faturamento chegou a 90% na comparação com o ano anterior. Este foi o primeiro setor a sentir uma queda drástica de consumo. Em um primeiro momento, pela queda nas compras e, depois, pelo cancelamento de novas compras pelos estabelecimentos que tiveram de fechar as portas. Essa tendência deve permanecer pelos próximos meses, por conta dos eventos cancelados”.

O Dia das Mães é a principal data deste setor. “Se continuar assim até maio, o setor provavelmente não venderá o que vendia antes, e a expectativa é de que as perdas superem R$ 1 bilhão”, acrescenta.

Um outro setor que já sente os efeitos da pandemia de covid-19 é o de hortaliças, que tem apresentado uma variação bastante grande tanto de demanda como de preços. “No começo da quarentena, a população fez compras iniciais bem grandes. Depois notamos um recuo nas vendas de tomates, frutas e, principalmente, hortaliças. Isso se explica também pelo fechamento de bares e restaurantes”, explica Natália.

Animais

O diretor do Ministério da Agricultura faz um alerta: os animais criados pelos produtores rurais podem passar a doença adiante mesmo não tendo o vírus circulando em seu organismo. Basta que ele o tenha em algum ponto da parte externa, após ser manuseado por alguém contaminado.

“O vírus é como uma chave que procura uma fechadura. Cada animal tem uma fechadura, que o vírus pode ou não se encaixar. Em geral, vírus que contamina o animal não contamina o homem porque são fechaduras diferentes. No entanto, apesar de não serem vetores da covid-19, eles podem passar a doença adiante através da pelagem, por exemplo se alguém contaminado tossir ou espirrar próximo”, disse Castro ao explicar que o procedimento preventivo, nesse caso, é similar ao de qualquer superfície que possa estar infectada. “Basta limpar”.

Castro tranquiliza os consumidores quanto a carnes e lácteos certificados, já que são grandes os cuidados adotados por frigoríficos. 

Ajuda do governo

O Ministério da Agricultura informa que está ouvindo produtores de diferentes cadeias para, a partir de análises de situação, ver o que está, de fato, acontecendo e, então, implementar políticas públicas de ajuda aos produtores brasileiros.

Do ponto de vista econômico, ele sugere que os produtores busquem novos canais, além de mercados e das Ceasas, que estão fechados por conta da quarentena. “Pensem alternativas de entrega, de forma a minimizar suas perdas”, sugere.

Propostas da CNA

A CNA tem apresentado sugestões de medidas para garantir a logística e a manutenção da distribuição. Entre as propostas apresentadas está a garantia de compra dos produtos contratados para as escolas públicas, que, diante da quarentena, foram fechadas. “A ideia é a de, garantida a compra pelo governo, direcionar esses alimentos às famílias dos estudantes”.

A entidade defende também a ampliação das compras que o governo faz junto a agricultores familiares, destinadas a famílias carentes; e o estabelecimento de medidas e requisitos que orientem o funcionamento de feiras livres, fechadas como estratégia de evitar aglomerações.

“São orientações, procedimentos e cuidados para que essas feiras funcionem respeitando distâncias mínimas entre barracas e pessoas, prevendo controle de entrada, e que os alimentos já estejam pesados para evitar manipulação. Geralmente essas feiras já funcionam em ambientes abertos e com circulação de ar”, detalhou a superintendente da CNA.

Em parcerias com o poder público e com empresas de e-commerce, a CNA está implementando medidas visando viabilizar comércio online e plataformas integradas, para fazer a conexões diretas entre produtores, consumidor final e comerciantes, de forma a facilitar escoamento e vendas regionais.

Uma das medidas já adotadas é a criação de um grupo de Whatsapp para tirar dúvidas e ajudar os produtores rurais. O canal está aberto a todos, no número 61-9 3300 7278. Fonte: Agência Brasil

Foto: @ameagro

País tem mais de 200 mortes por covid-19 e quase 6 mil casos confirmados

terça-feira, março 31st, 2020

Disparou. O número de mortes em razão do novo coronavírus chegou a 201, nesta terça-feira, dia 31/3, conforme nova atualização divulgada pelo Ministério da Saúde. O resultado marca um aumento de 26% em relação a à segunda-feira, dia 30/3, quando foram registrados 159 óbitos.

As mortes ocorreram em São Paulo (136), Rio de Janeiro (23), Ceará (sete), Pernambuco (seis), Piauí (quatro), Rio Grande do Sul (quatro), Paraná (três), Amazonas (três), Distrito Federal (três), Minas Gerais (duas), Bahia (duas), Santa Catarina (duas), Alagoas (uma), Maranhão (uma), Goiás (uma), Rondônia (uma) e Rio Grande do Norte (uma).  

Em relação ao perfil, 41,4% eram mulheres e 68,6%, homens. Em relação à idade, 89% estavam na faixa acima de 60 anos. Em relação às complicações de saúde, a maioria (107) apresentavam cardiopatia,  75 tinham diabetes, 33 pneumopatia e 22 alguma condição neurológica.

Já os casos confirmados saíram de 4.579 para 5.717. O resultado de novas 1.138 pessoas infectadas em um dia foi mais que o dobro do maior registrado até agora, de 502 novos casos no dia 27 de março. Fonte: Sgência Brasil

Foto: Marcello Casal Jr/Divulgação/Agência Brasil

Bahia registra segunda morte por coronavírus

segunda-feira, março 30th, 2020

Pandemia. Fábio Vilas-Boas, secretário de saúde da Bahia, confirmou a segunda morte pelo coronavírus na Bahia. Trata-se de um homem de 64 anos que era diabético e hipertenso. A vítima estava internada no Hospital Aliança, em Salvador.  

Com muita tristeza uno-me aos familiares, amigos e profissionais do Hospital Aliança que travaram uma longa batalha pela vida de um paciente de 64 anos, previamente hígido, segunda vítima fatal do #COVID?19 na Bahia”, escreveu o secretário.

Foto: Divulgação


Forças Armadas ampliam produção de álcool em gel e cloroquina

segunda-feira, março 30th, 2020

O Ministério da Defesa anunciou que os laboratórios químicos das Forças Armadas aumentaram a produção de álcool em gel e de cloroquina. A produção em caráter emergencial acontece de forma conjunta no Laboratório Farmacêutico da Marinha (LFM), no Laboratório Químico Farmacêutico do Exército (LQFEx) e no Laboratório Químico Farmacêutico da Força Aérea (LAQFA), todos localizados no Rio de Janeiro.

“Temos 10 mil bisnagas de álcool gel em embalagens de 85 ml em estoque. A ideia é produzir 180 mil bisnagas”, declarou a coronel médica do Exército Carla Clausi, subdiretora de Saúde Operacional do Exército.

A Aeronáutica também vai ampliar a produção a partir de hoje (30). O Laboratório Químico da Força Aérea produzirá mais de 1.200 litros de álcool em gel. Após essa data, a expectativa, de acordo com o Ministério da Defesa, é aumentar a produção para 8 mil litros desse produto para limpeza das mãos.

“Nós também adquirimos Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como macacão, touca e luva, para distribuir aos hospitais da FAB. Vamos enviar esses produtos, de forma emergencial, para uso dos médicos e enfermeiros que estão enfrentando o Coronavírus”, afirmou a tenente-coronel farmacêutica Andreia Brum, diretora interina do LAQFA.

O laboratório da Marinha também faz parte da força-tarefa. “O setor de pesquisa e desenvolvimento iniciou árduo trabalho para formular e adequar a estrutura fabril, a fim de permitir a produção de sanitizantes como o álcool em gel 70%. Na segunda-feira passada (20), foi prontificado o primeiro lote em escala industrial do referido produto”, informou o capitão de Mar e Guerra André Hammen, diretor do LFM.

Cloroquina 

Além da produção de álcool em gel, os três laboratórios estão unindo forças para ampliar a produção de cloroquina, medicamento recentemente autorizado pelo Ministério da Saúde para ser utilizado no tratamento de pacientes acometidos por coronavírus em estado grave. O laboratório do Exército é detentor do registro desse medicamento e iniciou a produção na segunda-feira passada (23).

Assim que a produção for concluída, cabe aos laboratórios da Força Aérea e da Marinha as etapas de embalagem e rotulagem. “As ações conjuntas permitirão acelerar a produção, de forma que sejam concluídos dois lotes por semana, o que representa cerca de 500 mil comprimidos”, explicou o Capitão de Mar e Guerra André Hammen.

Laboratórios químico-farmacêuticos

Os laboratórios químico-farmacêuticos das Forças Armadas atuam em parceria com o Ministério da Saúde, reduzindo o custo de produção e a compra de medicamentos importantes de alto custo e complexidade. Ao todo, são 21 laboratórios oficiais no país, que, juntos, produzem cerca de 30% dos medicamentos utilizados no Sistema Único de Saúde (SUS). Fonte: Agência Brasil

Foto: Marcello Casal Jr/Divulgação/Agência Brasil

Colbert animado com José Ronaldo: “Tenho certeza que ele vai me apoiar”

segunda-feira, março 30th, 2020

Confiante. O prefeito da Cidade de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB), “tem certeza” que o ex-prefeito José Ronaldo vai lhe apoiar à reeleição caso seja mantido o pleito desse ano. A afirmação foi feita durante entrevista ao apresentador Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade, nesta segunda-feira, dia 30/3.

O gestor da segunda maior Cidade da Bahia foi entrevistado para falar das ações do poder municipal no enfrentamento ao coronavírus. No final da conversa, o prefeito foi perguntado sobre o apoio de José Ronaldo nas eleições de outubro. Colbert Martins não pensou duas vezes e respondeu: “Sou muito grato ao ex-prefeito José Ronaldo e tenho certeza que vou ter o apoio dele”, decretou.

Foto: Reprodução/Valter Pontes

PRF recebe doações para caminhoneiros e carreteiros

sábado, março 28th, 2020

Doações. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recebe, a partir deste sábado, dia 28/3, doações de alimentos, marmitas, kits de higiene, entre outros itens, que serão entregues a motoristas de caminhão e carreteiros em todo o país. A ideia da campanha Siga em Frente, Caminhoneiro é minimizar os efeitos da situação de calamidade pública em função do novo coronavírus e possibilitar que esses profissionais tenham condições de continuar trabalhando.

A PRF lembra que os caminhoneiros são peças-chave na logística de distribuição de medicamentos e vacinas pelo país. “Com poucos estabelecimentos funcionando durante a quarentena imposta pela prevenção à disseminação do Coronavírus, os motoristas de caminhão têm dificuldades em encontrar pontos de apoio para garantir as necessidades básicas de alimentação e higiene”, destaca a PRF, em nota.

As doações devem ser entregues nos postos da PRF, das 9h às 13h. Cerca de mil voluntários vão distribuir a caminhoneiros de todo o país os produtos arrecadados. Cada ponto de apoio terá a presença de três voluntários uniformizados e identificados, que vão entregar as doações aos motoristas de caminhão em um esquema de drive thru. Fonte: Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Divulgação/Agência Brasil

Distrito Federal registra primeira morte pelo novo coronavírus

sábado, março 28th, 2020

O Governo do Distrito Federal (GDF) confirmou a primeira morte pelo novo coronavírus no DF. A vítima, um homem de 46 anos, morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sobradinho. Ele tinha hipertensão e diabetes.

Segundo o governo, 242 pessoas estão contaminadas com o covid-19 no Distrito Federal. Dessas, 31 estão enquadradas em risco médio de complicações, considerando a idade (51 a 59 anos), e outras 27, com 60 anos ou mais, são tratadas como risco alto. Ainda de acordo com o governo local, nove pacientes estão com infecções graves e outras 9 com infecções críticas.

As outras 183 pessoas são consideradas de risco baixo. Adultos entre 31 e 40 anos são os mais contaminados no DF; 79 pessoas até agora.

Brasil

Nacionalmente, o número de mortes chegou a 92, com 3,4 mil casos confirmados. A taxa de letalidade chegou ao máximo da semana, ficando em 2,7%. Os números diários do Ministério da Saúde, no entanto, tendem a desatualizar muito rápido, uma vez que a pasta recebe as informações das secretarias estaduais e só então divulga os dados nacionais para a imprensa. Enquanto isso, as próprias secretarias também divulgam seus dados cada uma a seu tempo. Fonte: Agência Brasil

Foto: Marco Antônio Rezende/Prefeitura do Rio de Janeiro

Brasil chega a 77 mortes pelo coronavírus

quinta-feira, março 26th, 2020

Nesta quinta-feira, dia 26/3, completa um mês do primeiro caso confirmado  do novo coronavírus (covid-19) no Brasil. Durante este período a pandemia produziu 77 mortes, conforme atualização do Ministério da Saúde. A taxa de letalidade é de 2,7%.

Quarta-feira, dia 25/3, as mortes já haviam se expandido para além de São Paulo e do Rio de Janeiro, com falecimentos em Pernambuco, no Rio Grande do Sul e no Amazonas.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, retificou o número de mortes no país. No relatório constava 78 óbitos, com um caso no Distrito Federal. Mas Mandetta afirmou que o registro foi feito por engano e que DF não tem morte por covid-19.  

Considerando um mês após o primeiro infectado, o Brasil fica atrás da China (213 mortes e 9.802 casos) mas a frente da Itália (29 mortes e 1.694 casos).

O secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, afirmou que a comparação entre Brasil e Itália deve ser ponderada por uma série de aspectos, como pelo fato dos países terem faixas etárias diferentes (a Itália com mais idosos) e pelo Brasil ter mais leitos de Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) do que aquele país.

“O fato de termos mais casos não significa nada. Nós começamos de forma mais lenta, mas em compensação a Itália teve crescimento abrupto, que esperamos que nós não tenhamos. Pode ser que daqui a uma semana, nossa situação seja muito melhor que a Itália. Temos uma expectativa que nós não vamos ter número de óbitos proporcional que Itália está tendo. Precisamos esperar mais algumas semanas”, respondeu.

O total de casos confirmados saiu de 2.433 ontem para 2.915 casos. O resultado de hoje marcou um aumento de 54% nos casos em relação ao início da semana, quando foram contabilizadas 1.891 pessoas infectadas.

Do total de mortes, 58 foram em São Paulo, nove no Rio de Janeiro, três no Ceará, três em Pernambuco, uma no Amazonas, uma no Rio Grande do Sul, uma em Santa Catarina e uma em Goiás. 

Como local de maior circulação do novo coronavírus no país, São Paulo também lidera o número de pessoas infectadas, com 1052 casos confirmados. Em seguida vêm Rio de Janeiro (421), Ceará (235), Distrito Federal (200), Rio Grande do Sul (158) e Minas Gerais (153).

Fonte: Agência Brasil

Foto: Reprodução

Saúde libera mais R$ 600 milhões para ações de combate ao coronavírus

quinta-feira, março 26th, 2020

Mais R$ 600 milhões estão sendo liberados para estados e municípios a fim de reforçarem o plano de contingência para o enfrentamento da pandemia de coronavírus (covid-19). Outros R$ 400 milhões já haviam sido enviados a todos os estados este mês.

A orientação do Ministério da Saúde é que cada estado defina com as prefeituras os valores destinados a cada município. O dinheiro poderá ser utilizado em ações de assistência, inclusive para abertura de novos leitos ou custeio de leitos já existentes nos estados e municípios.

“Nós vamos repassar R$ 600 milhões aos municípios de acordo com a pactuação local. Cada estado vai fazer hoje a sua divisão, de como vai fazer a alocação dos recursos”, disse o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Segundo ele, a partir desta quinta-feira (26), os estados devem informar o ministério sobre os municípios com atendimento de maior complexidade. “A partir disso, a gente repassa o recurso para que os municípios utilizem da melhor forma possível no que houver necessidade”, explicou o ministro.

De acordo com o ministério, a distribuição do recurso é proporcional ao número de habitantes de cada estado, que deverá definir os locais de atendimento de maior complexidade e, assim, maior necessidade de reforço orçamentário.

 “São, no mínimo, R$ 2 e, no máximo, R$ 5 por habitante. Na semana passada, o Ministério da Saúde já havia destinado R$ 432 milhões para auxiliar os estados e municípios no enfrentamento da pandemia”.

Isolamento social

Sobre as medidas para contenção do coronavírus, o ministro Luiz Henrique Mandetta destacou a necessidade de um trabalho coletivo, com órgãos diversos.

“Quarentena sem prazo determinado para terminar vira uma parede na frente das necessidades das pessoas que precisam comer, que precisam abastecer suas casas, que precisam ir aos supermercados e que precisam ir e vir, porque isso faz parte da própria sobrevivência”, disse.

Fonte: Agência Brasil com informações do Ministério da Saúde

Foto: Divulgação/TV Brasil

Ex-deputado testa positivo para coronavírus

quinta-feira, março 26th, 2020

Positivo. O ex-deputado estadual Augusto Castro (PSD), foi diagnosticado positivo com novo coronavírus. O ex-parlamentar está hospitalizado em um Hospital da Cidade de Itabuna, no Sul da Bahia, deste a terça-feira, dia 24/3, em estado grave e entubado.

De acordo com informações divulgadas na Rádio Sociedade nesta quinta-feira, dia 26/3, ele retornou recentemente de viagem aos Estados Unidos e na terça-feira, apresentou um problema respiratório, com falta de ar e sintomas de gripe.

Na internação, o quadro de saúde do político se agravou e ele precisou ser encaminhado para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde se submeteu ao processo de entubação.

Foto: Divulgação/AL-BA