Posts Tagged ‘TURISMO’

Mais de 700 mil estrangeiros já têm passagens para o verão no Brasil

sábado, outubro 29th, 2022

Previsão otimista. A Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) que mais de 718 mil passagens aéreas para o Brasil já foram compradas, em países estrangeiros, para o período entre dezembro de 2022 e março de 2023.

O levantamento é da Gerência de Inteligência Mercadológica e Competitiva da Embratur junto à Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) até a segunda quinzena de outubro de 2022.

A expectativa do órgão é que o volume ainda cresça, já que cerca de 54% das passagens internacionais para o Brasil são compradas com menos de dois meses de antecedência. “O verão no Brasil é, sem dúvida, o momento mais requisitado pelos turistas estrangeiros e, em 2022/23, eles voltarão em peso ao país”, destacou o órgão, em nota.

A Embratur também divulgou dados da FowardKeys, empresa de viagens parceira do Conselho Mundial de Viagens e Turismo, sobre a recuperação do turismo internacional no Brasil pós-pandemia de covid-19. “Conforme o levantamento, considerando as passagens compradas para o Brasil até o começo de outubro, os números de 2022 estão apenas 5,3% abaixo dos registrados em 2019 [antes da pandemia]”, informou.

De acordo com a agência, com informações da Polícia Federal, somente nos primeiros nove meses do ano, cerca de 1,8 milhão de viajantes do mundo inteiro desembarcaram no Brasil com visto de turista ou em viagem a turismo. O número, segundo a Embratur, é mais que o dobro do registrado em todo o ano de 2021, quando 596,7 mil estrangeiros visitaram o país.

SIGA @sithoradobico NO INSTAGRAM

Fotografia: Reprodução

Turismo brasileiro fatura perto de R$ 18 bilhões em agosto

sábado, outubro 22nd, 2022

Momento importante. O turismo nacional faturou R$ 17,6 bilhões em agosto deste ano, maior movimentação do setor para o mês desde 2015. No acumulado dos últimos 12 meses, houve aumento de 32,9%, de acordo com o levantamento mensal do Conselho de Turismo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre os segmentos, o destaque foi o transporte aéreo, com crescimento anual de 72,8%. Na comparação com o mesmo período de 2019, anterior à pandemia de covid-19, o setor cresceu 19,9%.

De acordo com a FecomercioSP, a retomada da demanda pelas famílias por viagens e a inflação no setor foram fatores que impulsionaram o crescimento em 30,6% em agosto. No acumulado do ano, o crescimento ocorreu porque tanto as famílias quanto as empresas têm retomado o planejamento de viagens e movimentado toda a cadeia, de forma a aquecer segmentos de lazer e corporativo.

Segundo os dados, mesmo com o aumento de 50% das passagens aéreas em um ano, as vendas continuam subindo, com o número de passageiros transportados em agosto chegando a 7,29 milhões de pessoas. O número é 30% maior que o registrado no oitavo mês de 2021 e se aproxima dos 7,9 milhões contabilizados no mesmo período de 2019.

O grupo de meios de hospedagem e alimentação teve alta de 23,1%. Os transportes terrestres (ônibus intermunicipal, interestadual e internacional) e os trens turísticos e similares registraram um faturamento 16,8% maior. As demais elevações foram vistas nos grupos de atividades culturais, recreativas e esportivas (13,3%) e no transporte aquaviário (16,5%). De acordo com a pesquisa, a inflação para o turista subiu 24,35% em um ano.

A presidente do Conselho de Turismo da FecomercioSP, Mariana Aldrigui, disse que os resultados positivos são evidências da relevância que o turismo tem no orçamento familiar e das empresas, apesar da inflação. “A clara relação entre disponibilidade de recursos e realização de viagens e eventos deve ser levada em conta nas futuras políticas estaduais e federal para que os efeitos negativos da pandemia sejam substituídos por mais empregos e maior arrecadação”, afirmou.

SIGA @sitehoradobico NO INSTAGRAM

Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Divulgação

Faturamento do turismo brasileiro tem cresimento superior a 30% em julho

sábado, setembro 17th, 2022

Avanço. O turismo brasileiro faturou R$ 18 bilhões e 300 milhões em julho, informou na sexta-feira, dia 16/9, o Conselho de Turismo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Segundo a federação, isso significou crescimento de 32,1% em relação ao mesmo período do ano passado e o resultado foi impulsionado pelas férias escolares. 

Em comparação a julho de 2019, antes da pandemia de covid-19, o faturamento foi 2% inferior.

O segmento que mais contribuiu para a alta do turismo no mês de julho foi o do transporte aéreo, que cresceu 86,8% no comparativo anual, seguido pelos serviços de alojamento e alimentação (22%) e pelas atividades culturais, recreativas e esportivas (18,8%).

Em valores absolutos, o setor de transporte aéreo contribuiu com R$ 6,2 bilhões desse total de faturamento do setor. Já os serviços de alojamento e alimentação faturaram R$ 5,2 bilhões. O setor de transporte terrestre, composto por ônibus intermunicipal, interestadual e internacional, além de trens turísticos, somou R$ 2,9 bilhões.

Em seguida apareceram os segmentos de locação de veículos, agências e operadoras de turismo (faturamento de R$ 2,7 bilhões em julho); de atividades culturais, recreativas e esportivas (R$ 1,27 bilhão); e de transporte aquaviário (R$ 49 milhões).

SIGA @sitehoradobico NO INSTAGRAM

Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Reprodução

Número de passageiros nos aeroportos do país cresce perto de 40% no feriado de Tiradentes

sábado, abril 23rd, 2022

O feriado prolongado de Tiradentes deve movimentar cerca de 1 milhão e 800 mil passageiros nos principais aeroportos do país. É o que aponta um levantamento do Ministério do Turismo, divulgado nea quarta-feira, dia 20/4, com perspectivas para o período. O número é 38% maior do que o registrado na última semana, durante a temporada de Páscoa, quando 1 milhão e 300 mil pessoas voaram para diversos destinos do país. Entre os terminais mais movimentados estão o de Guarulhos (SP), que deve receber 425 mil passageiros e o de Congonhas (SP) que espera quase 300 mil viajantes.

O ministro do Turismo, Carlos Brito, explica que o aumento no movimento dos aeroportos é reflexo da volta dos grandes eventos geradores de fluxo turístico. “Neste feriado, estamos retornando com as festividades de Carnaval nas principais cidades do país que foram adiadas de fevereiro para abril. Este é um momento que marca a alegria de retornar a celebrar esta data, uma das maiores manifestações culturais do país, e reencontrar toda a identidade do brasileiro”, disse o ministro.

Entre os destinos mais procurados para o feriado, segundo a Booking.com – uma das maiores plataformas de reservas de viagens do país –, estão as cidades de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Gramado (RS), Salvador (BA), Recife (PE) e Alagoas (AL).

SETOR RODOVIÁRIO – Além dos aeroportos, os terminais rodoviários das capitais brasileiras também esperam grande movimento para o período. As três principais rodoviárias de São Paulo têm expectativa de 211 mil pessoas transitando pelos locais. No Rio de Janeiro, 223 mil passageiros deverão embarcar e desembarcar na cidade. Em Mato Grosso do Sul e no Paraná são esperados 23 mil viajantes em cada terminal. Em Brasília e Minas Gerais, o número será de 37 mil e 127 mil, respectivamente.

A Buser, aplicativo para compra de passagens rodoviárias, espera transportar perto de 200 mil pessoas em todo o Brasil. A estimativa é de que o número impulsione o mês de abril, que deve ser, pelo menos, 20% maior na comparação com março em termos de volume de passageiros.

Outro levantamento, agora da ClickBus, aponta que as buscas por passagens rodoviárias estão 160% maiores às registradas para o mesmo período de 2021 e 86% superiores ao mesmo feriado de 2019, ano pré-pandemia. Os destinos mais procurados segundo a plataforma são: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Campinas (SP), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Florianópolis (SC), Cabo Frio (RJ) e Brasília (DF).

CARTILHA – Os ministérios do Turismo e da Justiça e Segurança Pública lançaram, no último mês, a primeira edição da publicação “Consumidor Turista”, que reúne dicas e orientações sobre as relações de consumo e que pode garantir melhores experiências aos turistas. As primeiras três edições da publicação são voltadas ao setor aéreo, que se subdivide em antes, durante e depois da viagem. A publicação conta com a colaboração da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Fonte: Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Fotografia: Reprodução

Setor turístico está retomando no Brasil, diz ministro

terça-feira, fevereiro 8th, 2022

Retomada. O ministro do Turismo, Gilson Machado, disse na segunda-feira, dia 7/2, que o setor turístico no Brasil está retomando a geração de emprego e renda com o avanço da vacinação contra a covid-19 na população brasileira e com a menor letalidade da variante Ômicron do novo coronavírus.

“O turismo vem há oito meses consecutivos com números positivos. Em novembro, tivemos um faturamento com o turismo no Brasil de R$ 14,7 bilhões, em dezembro, de R$ 19 bilhões. Entre outubro e final de fevereiro, vamos criar, só no turismo, 500 mil novos empregos de carteira assinada”, disse o ministro.

Gilson Machado recebeu, na segunda-feira, o título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro e a Medalha Tiradentes, a maior honraria concedida pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Reprodução

Turismo nacional fechou novembro com faturamento de quase R$ 15 bilhões

quinta-feira, janeiro 20th, 2022

Avançou bem. O setor de turismo fechou novembro do ano passado com faturamento de R$ 14 bilhões e 700 milhões, 19,3% superior ao registrado no mesmo mês de 2020, mas 15,5% inferior a novembro de 2019, no período pré-pandemia. Essa foi a oitava elevação mensal seguida do faturamento do setor. Os dados, divulgados na quarta-fera, dia 19/1, são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

O destaque do mês foi o transporte aéreo, que superou em 63,3% o faturamento de novembro do ano anterior. Apesar disso, o faturamento do mês, de R$ 4,3 bilhões, ainda está 19% abaixo quando comparado a 2019. O grupo hotéis, pousadas e restaurantes também se destacou.  No penúltimo mês do ano, o faturamento do grupo foi de R$ 4,4 bilhões – alta anual de 13,1%, porém, ainda 16,8% inferior ao nível anterior à pandemia.

De acordo com a FecomercioSP, apesar dos bons resultados apresentados em novembro, os próximos meses ainda deverão ser incertezas para o turismo nacional. Com a chegada da variante Ômicron, o cenário se transformou e os números de dois meses atrás não refletem o impacto da nova onda de covid-19 em 2022.

“O volume de reservas e as manifestações de intenção de viagens se concretizaram em negócios. Isso animou os empresários do setor. É bem possível que os resultados de dezembro sejam também bastante positivos, e a mudança de cenário se dê, infelizmente, nos números de janeiro, por causa da variante Ômicron no país”, disse  Mariana Aldrigui, presidente do Conselho de Turismo da FecomercioSP.

Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Reprodução

Cachoeira de Paulo Afonso volta a ficar visível e aquece turismo no São Francisco

quarta-feira, janeiro 19th, 2022

Viva Deus. A cachoeira da Cidade de Paulo Afonso, no Norte Baiano, ganhou a atual denominação no século 18. Ela é formada por um conjunto de quedas d’água que podem alcançar 80 metros de altura, na Zona Turística dos Lagos e Cânions do Rio São Francisco.

Com a chegada na Cidade da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), em meados do século 20, para utilizar o potencial do rio na geração de energia, a cachoeira passou a ficar visível de acordo com o funcionamento das comportas das usinas da empresa.

Agora, após 12 anos, a cachoeira de Paulo Afonso pode ser admirada novamente por moradores da Cidade e turistas. Isso foi possível por causa da cheia na bacia hidrográfica, que provocou a abertura das comportas e, consequentemente, o ressurgimento das quedas d’água.

“Esse era um momento muito esperado no município. Estamos realizando o sonho de ver as águas correndo de novo. Temos o renascimento de um cartão-postal emblemático, que foi visitado pelo imperador Dom Pedro II e inspirou versos do poeta Castro Alves “, relata o secretário de Turismo, Indústria e Comércio de Paulo Afonso, Nino Rangel.

Com a volta da atração turística, a visitação ao Parque da Chesf foi ampliada, em parceria com a Prefeitura, seguindo protocolos sanitários e reforço nas medidas de segurança contra acidentes. As informações sobre o passeio estão disponíveis nos sites da Chesf e da Prefeitura de Paulo Afonso.

Fotografia: Divulgação

Turismo nacional deve encerrar o ano com crescimento

sábado, novembro 27th, 2021

Retomada. O turismo brasileiro deve terminar o ano com crescimento de 16% e faturamento de R$ 130 bilhões, 22% inferior ao registrado no período pré-pandemia, de acordo com dados do levantamento do Conselho de Turismo (CT) da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Os segmentos que registraram os resultados mais expressivos, a partir do quarto mês do ano, foram os de transporte aéreo, com alta anual de 83,9% e serviços de alojamento e alimentação, que teve elevação de 61,9%. “No entanto, a base de comparação explica o resultado, pois, esses foram os setores que mais sofreram o impacto da crise em 2020, estando, também, abaixo do patamar de abril de 2019”, diz a FecomercioSP.

Segundo os dados, a demanda dos passageiros aéreos atingiu nível superior a 6 milhões em julho, mantendo-se no mesmo nível nos meses seguintes. Até junho esses números estavam menores do que 5 milhões de pessoas. A perspectiva da Fecomercio é a de que o transporte aéreo encerre o ano com faturamento de R$ 37,8 bilhões, o que representa um crescimento anual de 30,5%. “Porém, ainda 36% abaixo do nível de 2019. Já o resultado projetado do último trimestre deve ser 12% menor em relação ao mesmo período do ano pré-pandemia”, estima a entidade.

O transporte rodoviário (intermunicipal, interestadual e internacional), que apresentou quedas relativamente modestas no início do ano, deve encerrar 2021 com alta de 9% e faturamento de R$ 17,7 bilhões (5,1% abaixo do patamar de 2019). Para o transporte aquaviário, a projeção de alta é 8,4% (R$ 467 milhões em valores absolutos).

Para o grupo de locação de veículos, agência e operadoras de turismo, a expectativa é que haja aumento no faturamento de 4,2%, chegando a R$ 29 bilhões. Na comparação com 2019, o nível ainda é 8,5% abaixo do obtido. Embora negativo, é um dos resultados relativos mais favoráveis entre os setores analisados pelo levantamento. O último trimestre deve registrar um ritmo de crescimento de 7%.

Os dados indicam ainda que o grupo de alimentação e alojamento deve registrar alta de 15,9%, com faturamento de R$ 25 bilhões, um quadro ainda negativo quando comparado ao ano de 2019, quando a alta foi de 26%.

Para as atividades culturais, recreativas e esportivas, a projeção para a segunda metade do ano é aumento de 11,7%, encerrando 2021 com alta de 1,9%. No primeiro semestre de 2021 houve queda de 7,4% nesse grupo. “Como este grupo depende, essencialmente, do número de pessoas completamente imunizadas, com o ritmo de vacinação bem estabelecido, a tendência é que haja cada vez mais aumento de público e atividades no próximo ano, dando condições para uma recuperação mais robusta”, diz a FecomercioSP.

Impacto da inflação no turismo

Apesar de os números apontarem para um bom desempenho no início de 2022, o processo inflacionário, que impacta tantos as famílias como as empresas, pode limitar um crescimento mais expressivo do setor no próximo ano, embora o dólar alto ainda mantenha a atratividade do turismo doméstico, que passou a ser “descoberto” por muitos brasileiros.

Segundo a presidente do CT da FecomercioSP, Mariana Aldrigui, a pressão da inflação no orçamento das famílias é, e continuará sendo, o fator mais importante a ser observado no próximo ano, principalmente a partir de março, quando a demanda começa a diminuir. “Infelizmente, como em outros momentos relevantes para o turismo, fez-se muito pouco em termos de investimentos, oferta de crédito e estímulo à inovação, o que deixa o Brasil ainda mais dependente de seu mercado interno”, analisou.

O levantamento, com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que o setor tem enfrentado inflação de 16,75% nos últimos 12 meses. Esta variação é superior à média do Índice de Preços do Consumidor Amplo (IPCA), de 10,67%. Isto é, há um avanço real de preços do turismo de 5,49%. As passagens aéreas são as principais responsáveis pela alta. Em 12 meses, o preço aumentou 50,11%, resultado da demanda reprimida pela pandemia e do aumento de custos, sobretudo do querosene (QAV), que subiu 90%, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Segundo as análises da FecomercioSP, a alta do combustível e da energia elétrica deve impactar outras atividades importantes do setor, como hotéis e translados, que repassarão os custos aos consumidores e aos pacotes turísticos, pressionando os valores nos próximos meses. Embora algumas atividades ainda não repassem a inflação para o preço final (caso da hospedagem, que teve aumento médio de preços de 4,44%), como o processo inflacionário atual é estrutural, o ajuste é questão de tempo e deve continuar, pelo menos, até metade do próximo ano.

“O resultado não surpreende, uma vez que já se previa um aumento considerável da demanda, que esteve reprimida ao longo dos últimos 18 meses. Os aumentos generalizados nos insumos de todos os setores também colaboram com a elevação dos preços, e é provável que a curva de aumento siga ascendente nos próximos meses (pelo menos até o carnaval), podendo ser revertida somente em caso de queda acentuada na demanda”, disse Aldrigui.

Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Reprodução

Turismo registra crescimento em 2020, mas ainda abaixo de 2019

sexta-feira, julho 16th, 2021

Melhorou. O setor de turismo brasileiro registrou em maio, último mês com dados consolidados, faturamento de R$ 9 bilhões e 600 milhões, 47,5% superior ao de maio do ano passado. No entanto, em comparação ao mesmo mês de 2019, antes do início da pandemia de covid-19, houve redução de 31,2% no faturamento do setor. Os dados, divulgados nesta sexta-feira, dia 16/7, são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Em maio, o transporte aquaviário foi o único, entre os seis grupos de atividades analisados pela FecomercioSP, que conseguiu superar o patamar pré-pandemia, com alta de 20% no faturamento em relação ao mesmo mês de 2019. O transporte aéreo registra a maior queda em relação a 2019, de 50,5% – variação similar à da redução da demanda de passageiros, na mesma comparação, de 43%.

Em maio de 2021, os restaurantes e alojamentos faturaram R$ 2,8 bilhões, 33,5% abaixo do obtido no mesmo mês em 2019, com variação muito próxima do grupo atividades culturais, recreativas e esportivas (-33,8%), também afetado pelo isolamento social.

O conjunto de atividades de locação de veículos, agências e operadoras de turismo registrou queda de 13,2% em maio em relação a 2019, e o setor de transporte terrestre, redução de 6,6%.

“A vacinação ainda é a principal variável para os turistas voltarem a viajar com segurança e para os empresários se planejarem de forma mais sólida”, diz, em nota, a FecomercioSP. “Iniciativas como a redução das restrições, a ampliação das ofertas dos serviços turísticos e a aceleração da vacinação em todo o país são fundamentais para uma melhora gradativa e mais consistente do setor”, acrescenta a entidade.

Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Divulgação

Turismo deixou de ganhar mais de R$ 40 bilhões desde o início da pandemia

terça-feira, novembro 17th, 2020

Muito prejuízo. O setor do turismo brasileiro deixou de faturar R$ 41 bilhões e 600 milhões desde o início da pandemia de covid-19, considerando os meses de março a setembro. O montante representa uma queda de 44% no faturamento do setor em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados, divulgados nesta terça-feira, dia 17/11, são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Em setembro, o faturamento das empresas do setor (R$ 8,6 bilhões) foi 37,6% menor do que o mesmo mês de 2019 – o que significa uma retração de R$ 5,2 bilhões no faturamento. Esse é o pior resultado do turismo para setembro desde o início da série histórica, em 2011.

“Ao contrário de setores como o comércio e os serviços, em recuperação desde o início do segundo semestre do ano, o turismo não apresenta sinais de retomada. Até por isso a necessidade de uma expansão da oferta de crédito para as empresas do setor, principalmente por meio de ajuda de programas do governo”, destaca a FecomercioSP em nota.

Segundo a entidade, a retração do turismo em setembro foi liderada pelo setor de transporte aéreo, que faturou 64,6% a menos do que no mesmo mês de 2019. O resultado, no entanto, é menos pior que os registrados em agosto (-68,8%) e julho (-78,1%).

A FecomercioSP destaca que também caíram expressivamente, em setembro, os faturamentos dos agentes de hospedagem e alimentação (-37,3%) e de atividades culturais, esportivas e recreativas (-24,4%).

“É importante que os empresários mantenham os canais digitais ativos desde já, não apenas para ofertar pacotes e destinos, mas também para que os clientes tenham uma comunicação clara dos novos protocolos de segurança do turismo”, recomenda a FecomercioSP.

A entidade também ressalta que muitos turistas procuram por locais com flexibilidade de cancelamento ou remarcação, e possibilidades de reembolsos. “Adaptar as reservas e os fluxos a esta especificidade do mercado representa uma vantagem significativa para agora e para o cenário pós-pandemia”, recomenda. Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Divulgação

Governo abre crédito de R$ 5 bi para empresas de turismo

sábado, maio 9th, 2020

No Dia Nacional do Turismo, celebrado na sexta-feira, dia 8/5, o governo federal publicou a Medida Provisória 963, que abre crédito extraordinário de R$ 5 bilhões destinado a empresas do setor. A iniciativa já havia sido antecipada pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, no final do mês passado.

Ao todo, foram disponibilizados R$ 5 bilhões em créditos emergenciais para empresas do setor, incluindo os micro e pequenos negócios. Os recursos vão reforçar o caixa do Fundo Geral do Turismo (Fungetur) com abertura de novas linhas de empréstimo. A maior parte desses recursos (80%) será reservada para micro, pequenas e médias empresas. O restante (20%) será oferecido às grandes empresas do setor.

De acordo com o ministério, o dinheiro atenderá os prestadores de serviços turísticos cadastrados no Cadastur (sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo) que conta, atualmente, com mais de 103 mil inscritos. 

Poderão ter acesso ao crédito empresas das seguintes áreas: acampamento turístico, agências de turismo, meios de hospedagem, parques temáticos, transportadora turística, casas de espetáculos e equipamentos de animação turística, centro de convenções, empreendimento de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva, empreendimento de entretenimento e lazer e parques aquáticos, locadora de veículos, organizador de eventos, prestador de serviços de infraestrutura de apoio a eventos, prestador especializado em segmentos turísticos, além de restaurantes, cafeterias e bares.

“Esse recurso é de livre utilização pela empresa, pode ser utilizado para capital de giro para compra de equipamentos ou para reforma. Uma vez acessado, é de livre circulação”, disse o ministro durante coletiva no Palácio do Planalto, para detalhar a MP. 

“As taxas praticadas pelo Fungetur vão ser abaixo de 1% [ao mês]. Isso nunca teve na história do turismo. Queremos melhorar ainda mais isso na próxima semana, com a Caixa, assemelhar a um dos créditos mais baratos que tem no mercado, por exemplo, que é o crédito imobiliário”, acrescentou Marcelo Álvaro Antonio. Segundo ele, o período de carência para o pagamento desses empréstimos poderá ser de até 12 meses.   

Micros e pequenos empresários poderão dispor de até R$ 1 milhão. Empresários de médio porte poderão contar com até R$ 3 milhões e os de grande porte poderão dispor de até R$ 30 milhões. A pasta também destacou que 17 bancos e instituições financeiras credenciadas junto ao Fungetur vão operacionalizar os empréstimos, mas a maior parte das linhas de crédito serão disponibilizadas pela Caixa Econômica Federal.

Guias de turismo

O ministro também anunciou que, na próxima semana, a pasta deve lançar uma linha de crédito específica voltado para pessoa física. A ideia é atender a cerca de 20 mil guias de turismo em todo o país. 

A pasta ainda anunciou a adoção de medidas para facilitar a retomada das operações do setor, a partir do fim do isolamento social. Entre as iniciativa, o ministro destacou a criação de um selo de biossegurança, que poderá ser utilizado por estabelecimentos turísticos de todo o país. “Esse selo via credenciar alguns segmentos do turismo para que os turistas saibam que existe uma responsabilidade de higiene, de prevenção ao covid-19”, explicou. O selo foi desenvolvido a partir de protocolos elaborados pelo ministério em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Fonte: Agência Brasil  

Fotografia: Marcello Casal Jr/Divulgação/Agência Brasil

Bahia deve receber mais de 6 milhões de turistas durante o verão

sexta-feira, janeiro 3rd, 2020

Mais de 6,2 milhões visitantes são esperados na Bahia neste verão. A estimativa da Secretaria do Turismo do Estado (Setur) representa um incremento de 4,5% em relação ao movimento do ano passado. Além de Salvador, que receberá 30% desse volume, destinos das 13 zonas turísticas baianas, como Porto Seguro, Itacaré, Morro de São Paulo, roteiros da Chapada Diamantina e do Rio São Francisco deverão ser beneficiados pelo aumento no número de turistas, atribuído ao investimento feito pelo governo estadual no setor. 

“A gente vem fazendo um trabalho de promoção junto aos principais mercados emissores de turistas, no Brasil e no exterior, e também de captação de novos voos. Temos ainda uma infraestrutura melhor aqui na Bahia, de estradas e aeroportos como o Aeroporto de Vitória da Conquista. Neste ano, nós vamos ter um acréscimo grande de voos no verão. Entre voos regulares e extras, serão 14 mil para a Bahia. Em Porto Seguro, houve um acréscimo em torno de 40%”, afirmou o chefe de gabinete da Setur, Benedito Braga. 

Além da melhoria da infraestrutura, dos atrativos históricos, culturais e das belezas naturais, novos empreendimentos de alto padrão no setor hoteleiro têm ajudado a cativar mais visitantes. “Os hotéis de luxo trazem uma experiência adicional para o cliente. A Bahia estava precisando receber esses hotéis. Alguns estão se instalando em Salvador, Porto Seguro e Itacaré. Tudo isso ajuda a fazer da Bahia um grande destino, que atrai todos os públicos”, explicou o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Luciano Lopes.  Fonte: Secom/GOVBA

Foto: Fernando Vivas/Divulgação/GOVBA

Salvador recebe primeiro transatlântico da temporada 2019/2020

sexta-feira, outubro 18th, 2019

O navio português World Explorer foi o primeiro a atracar no porto de Salvador na quinta-feira, dia 17/10, abrindo a temporada 2019/2020 de recepção de cruzeiros. Dos 170 turistas alemães trazidos pelo transatlântico, parte deles saiu para passar por conta própria e a outra fez um tour de ônibus pela cidade. 

De acordo com dados da Companhia das Docas da Bahia (Codeba), a previsão é que Salvador receba 63 escalas de navios até abril, quando termina a temporada, trazendo mais de 176 mil visitantes. O número é referente à capacidade das embarcações programadas para passar pela cidade. O incremento calculado em relação à temporada anterior é de 10%.

Joachim Smarslik, 55 anos, desembarcou na cidade com a mulher e dois filhos. Em inglês, ele contou que já se informou sobre Salvador. “Já ouvi falar que é uma cidade antiga, com belas construções, igrejas. É importante trazer a família para conhecer outros países, outras culturas. A Bahia e o Brasil, embora tenham um povo com menos condições financeiras do que a Alemanha, tem um povo bastante acolhedor”, disse.  

A chegada de turistas de cruzeiros marítimos em terras baianas se intensifica em novembro, quando estão previstas sete paradas de embarcações, dentre elas Viking Sun e os MSC Fantasia e Música. No mês são esperados mais de 14 mil passageiros. 

Segundo o secretário do Turismo, Fausto Franco, além de movimentar a economia, com as compras em bares, restaurantes e lojas de roupas e lembranças, a passagem por Salvador é importante para que os turistas se interessem em voltar à Bahia em outra oportunidade, fora do cruzeiro, para visitar regiões como a Chapada Diamantina e outras cidades.

“Eles também divulgam a Bahia em fotografias e hashtags. Por isso, a gente tem feito a promoção no Brasil e no exterior. Estamos muito próximos da Associação de Cruzeiros Marítimos e, no ano que vem, queremos trazer mais e mais estrangeiros para conhecerem nosso povo, nosso centro histórico, nossa gastronomia”, afirmou Fausto Franco. 

Ainda de acordo com a Codeba, dezembro será o mês de maior movimentação. São esperados cerca de 47 mil visitantes vindos em 10 navios, que farão um total de 15 escalas em Salvador. Neste mês, somente o MSC Seaview, com capacidade para 5.210 passageiros, atracará na capital baiana quatro vezes. Para saber a programação completa dos cruzeiros marítimos basta acessar o site da Codeba. Fonte: Secom/GOVBA

Foto: Camila Souza/GOVBA

Canonização de Irmã Dulce vai impulsionar turismo religioso em Salvador

sábado, outubro 12th, 2019

São 5 milhões de pessoas por ano que visitam a Bahia em nome da fé. E Salvador é o principal destino de toda essa gente, principalmente agora, com a canonização da primeira santa brasileira, Irmã Dulce, que acontece neste domingo (13), no Vaticano, e os investimentos feitos pela Prefeitura no segmento, sendo o mais recente deles a conclusão da requalificação da Colina Sagrada, entregue no último dia 4.

Contando que cada um desses 5 milhões de turistas permaneçam ao menos dois dias em destinos sagrados, a movimentação econômica do turismo religioso gira em torno de R$1,8 bilhão na Bahia. Isso porque cada turista gasta em média R$182 por dia. 

Dois dos mais importantes pontos frequentados por este tipo de turista são o Memorial Irmã Dulce, no Largo de Roma, e a Basílica do Senhor do Bonfim, na Colina Sagrada. Por isso, a Prefeitura está implantando o Caminho da Fé, um conjunto de intervenções urbanísticas que irá ligar esses dois pontos da Cidade Baixa através da requalificação total da Avenida Dendezeiros. 

O percurso desse caminho é de 1,1 km e as obras devem durar 12 meses, com investimentos previstos de R$16,1 milhões provenientes de um convênio entre a Prefeitura, Ministério do Turismo e Caixa Econômica. O projeto foi concebido com intuito de priorizar o uso pelo pedestre, com ampliação dos passeios, implantação de novas faixas de pedestre no nível da pista, itens de acessibilidade, nova pavimentação, fiação subterrânea, iluminação em LED, drenagem, paisagismo, novo mobiliário urbano com o uso de totens históricos explicativos e marcos religiosos. 

Trade – Em âmbito nacional, o turismo religioso é responsável por movimentar 20 milhões de viagens em mais de 300 destinos brasileiros, gerando mais de R$ 15 bilhões por ano e sendo, inclusive, um grande incentivador de pequenos negócios e investimentos. Os dados são do Ministério do Turismo. E quando o assunto é religiosidade e fé, Salvador está na lista dos roteiros mais visitados. 

Isso porque, além dos inúmeros terreiros, que também são pontos de atração turística, o município possui 372 templos católicos situados de ponta a ponta da cidade, sendo que muitos desses existem há séculos, revelando memórias e peculiaridades da devoção e fé aos santos. Ou seja, esses templos também são visitados por seu valor histórico e cultural, muitas vezes por pessoas que sequer são cristãs. 

“Antes, o turismo religioso da capital baiana estava relacionado ao tradicional. Ou seja, muitos que vinham de fora para conhecer as praias, a gastronomia e a cultura local faziam questão de tirar um tempo para ir às igrejas. Desde o anúncio da canonização de Irmã Dulce, as agências de viagem, tanto de fora quanto as daqui, começaram a divulgar Salvador como destino religioso”, destacou o coordenador nacional da Pastoral do Turismo (Pastur), padre Manoel Filho. 

O presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Febha), Sílvio Pessoa, confirmou que há um aumento perceptível pela procura do turismo religioso católico desde a beatificação de Irmã Dulce. “Com a santificação dela, esperamos um crescimento exponencial desse que é um importante nicho de mercado. Outras cidades recebem centenas de milhares de pessoas e aqui não deixaria de ser diferente. A vinda desses visitantes será excelente para a economia e para a população, que vai poder gerar receita e renda vendendo lembranças, camisetas, artigos religiosos etc. Isto é, vamos fortificar a fé e ter um ganho financeiro também”, projetou.

Festas – A vocação religiosa de Salvador também se faz presente nas diversas celebrações aos santos e orixás. A Festa de Santa Bárbara (Iansã, no Candomblé), por exemplo, acontece todo o dia 4 de dezembro às vésperas do verão começar. O que se vê na ocasião é uma multidão de fiéis vestidos de vermelho em cortejo pelas ruas e ladeiras do Centro Antigo da capital baiana. Quatro dias depois, a tradição católica é manifestada com homenagem à padroeira da Bahia, Nossa Senhora da Conceição da Praia, nas ruas do Comércio. 

Outras festas de cunho religioso marcam o calendário soteropolitano, como a de Boa Viagem, Bom Jesus dos Navegantes, Reis, Lapinha, Lavagens do Bonfim e de Itapuã, São Lázaro e Iemanjá. 

Curiosidades – Você sabia que Salvador é o único lugar no Brasil onde há dois túmulos de beatas que podem ser visitados? Um deles, claro, é o da Bem-aventurada Dulce dos Pobres, no Memorial Irmã Dulce, no Largo de Roma. O espaço é uma exposição permanente sobre o legado de amor e caridade do Anjo Bom do Brasil, reunindo mais de 800 peças que ajudam a preservar e manter vivos os ideais da religiosa. Lá também estão os restos mortais da primeira santa brasileira e um simulacro do seu corpo. 

O hábito usado por Irmã Dulce, fotografias, documentos e objetos pessoais dela podem ser vistos no espaço, que ainda preserva, intacto, o quarto onde está a cadeira na qual ela dormiu por quase trinta anos em virtude de uma promessa. Outros fatos marcantes de sua vida são lembrados através de maquetes, livros, diplomas e medalhas. 

O outro túmulo sagrado e acessível à população é o da Bem-Aventurada Lindalva Justo, localizado na Capela do Colégio da Nossa Senhora da Salette, nos Barris. A religiosa foi assassinada em 1993 por um interno do abrigo enquanto cuidava de idosos da instituição. Seu processo de beatificação ocorreu em 2007, pelo Papa Bento XVI. 

E tem mais curiosidade: o Papa João Paulo II foi o primeiro pontífice a pisar no Brasil e veio duas vezes a Salvador. Na primeira visita, ele inaugurou, em junho de 1980, a Igreja de Alagados. Esta foi a única igreja paroquial inaugurada por ele fora de Roma. Onze anos depois, ele voltou à capital baiana e visitou Irmã Dulce, que estava com a saúde debilitada. Secom/PMS

Foto: Divulgação/OSID

Rede hoteleira registra média de 70% de ocupação durante a Semana do Clima

quinta-feira, agosto 22nd, 2019

Além de promover ricos debates sobre a questão ambiental, a Semana do Clima, que acontece em Salvador até sexta-feira, dia 23/8, também movimentou a economia da capital baiana e gerou empregos em diversos setores, a exemplo de hotéis, pousadas, bares e restaurantes. Segundo dados da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação ( FEBHA ), a ocupação dos leitos ficou em média 70%, mas alcançou picos de até 90%.

“O mundo se volta para o que está acontecendo em Salvador. São mais de 93 nacionalidades presentes no evento organizado pela ONU e pela Prefeitura. Além de aquecer a economia do turismo, também potencializa a imagem da cidade lá fora. O melhor é que estamos fazendo isso mostrando ao mundo que Salvador é uma cidade sustentável, contando ainda com vastas riquezas naturais, culturais e históricas”, avaliou o secretário municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco.

Segundo Silvio Pessoa, presidente da FEBHA, os reflexos positivos podem ser sentidos nos mais diversos setores. “Esses visitantes movimentam a economia local, não só em relação aos bares, hotéis e restaurantes, mas numa cadeia produtiva que abrange desde o vendedor do cafezinho ao taxista. Ou seja, toda a cadeia produtiva sai ganhando”, afirmou.

Permanência – De acordo com informações da ONU, nos dois primeiros dias de evento já foram registrados 4.724 participantes, entre os quais quase mil são de outros países. A expectativa é que parte desses turistas permaneça na cidade até domingo, dia 25/8, visto que o evento termina na próxima sexta-feira, dia 23/8, mas muitos aproveitam o momento para conhecer e explorar as belezas naturais e atrações culturais da Cidade.

Foto: Bruno Concha/Secom/PMS

Salvador é indicada como um dos 22 melhores destinos por revista norte-americana

quarta-feira, janeiro 10th, 2018

Salvador figura na primeira opção entre os 22 destinos indicados pela revista norte-americana Bloomberg Businessweek, na reportagem Where to Go in 2018. Citada como uma das cidades coloniais mais descontraídas do Brasil, a capital baiana é ressaltada pelas atrações culturais e pelo ressurgimento do Centro Histórico, a partir dos investimentos recentes feitos em prédios históricos.

A reportagem cita as apresentações ao vivo do coro e de bandas de percussão durante as missas na igreja Rosário dos Pretos e as apresentações que ocorrem no Museu de Arte Moderna da Bahia, como interessantes atrações culturais. Além disso, indica como lugares a conhecer o restaurante Fasano, na Praça Castro Alves, prestes a ser inaugurado, e o Fera Palace Hotel, ‘cujo telhado tem vista para o porto azul de Salvador’, ressalta a matéria. As belas praias também são lembradas.

Salvador aparece na lista entre destinos como Geórgia, Camboja, Abu Dhabi, Singapura e Los Angeles. A revista recomenda a visita à capital durante o verão, período em que, segundo o texto, a cidade está mais vibrante.

Foto: reprodução

Bahia lidera preferência dos turistas paulistas, aponta pesquisa

segunda-feira, agosto 28th, 2017

Uma pesquisa realizada pelo instituto DataFolha e publicada neste domingo (27) na edição especial da revista Viaja São Paulo, aponta que a Bahia ultrapassou o Rio de Janeiro e é o estado de preferência dos paulistas para viajar.

No levantamento realizado pela DataFolha em 2016, a Bahia estava em segundo lugar, com 12 pontos, atrás do Rio de Janeiro, com 14 pontos percentuais da amostra. Neste último levantamento, realizado entre os dias 16 e 26 de junho deste ano, a Bahia subiu cinco pontos percentuais, enquanto o Rio apenas dois, ficando, portanto atrás da Bahia entre os melhores estados do país para se viajar.

A pesquisa, que entrevistou 1.646 moradores da capital paulista, destaca a Bahia como destino inesquecível, de inesgotáveis opções de programação e passeios pelo litoral, Chapada Diamantina e Centro Histórico da capital.

Considerado o melhor destino para viagens em família, o nordeste brasileiro tem diversas praias paradisíacas, com destaque para a Praia do Espelho, localizada entre os povoados de Trancoso e Caraíva, no Litoral Sul da Bahia.

Entre os prestadores de serviços, o aeroporto de Salvador é lembrado pelos paulistas entre os melhores do Nordeste, e as melhores redes de hotéis e resorts, de acordo com a preferência dos paulistas, estão também presentes da Bahia. Secom

 

 

Foto: Divulgação/Setur/GOVBA

Acidente com ônibus de baianos deixa 10 mortos e mais de 20 feridos

segunda-feira, junho 19th, 2017

Muito grave. Um gravíssimo acidente de ônibus deixou pelo menos dez pessoas mortas outras 20 ficaram feridas na BR 251, próximo à Cidade de Salinas, em Minas Gerais. Conforme o Corpo de Bombeiros, há crianças entre os mortos.
Conforme a corporação, os bombeiros continuam no local do acidente, e a perícia não identificou todos os mortos por idade e sexo.
Eram 4 da madrugada desta segunda, dia 19/6, quando o ônibus saiu da pista e tombou em uma ribanceira, segundo a imprensa local. O acidente ocorreu no km 317, bem perto da Cidade de Salinas. O local é de serra, o que dificulta o acesso. O ônibus saiu de São Paulo para a Cidade de Euclides da Cunha, na Bahia. Trata-se de um ônibus de turismo, de linha não regular, segundo a Polícia Rodoviária Federal.
Fotos: Reprodução

Osteria do Mercado de Água de Meninos vira ponto de encontro em Salvador

quarta-feira, junho 7th, 2017

Uma dúzia de ostras – ao natural -, um fio de azeite extravirgem, condimentos ao gosto do cliente e algumas gotas de limão. Se consumidos ainda de manhã, estes são os principais ingredientes para um dia feliz. Mas, não tem uma hora ideal para degustar a iguaria. Segundo os frequentadores da Associação Baiana de Aquicultura e Saúde (Abaq), cuja sede fica no box número um do Mercado Popular de Água de Meninos, localizado no sopé da Ladeira de Água Brusca, o importante é fazer uso constante do fruto do mar, de forma a aproveitar melhor seu sabor único e suas propriedades afrodisíacas e demais benefícios à saúde – em especial pela alta concentração de cálcio.

Gerido pelo empresário e fazendeiro marinho Reginaldo Leite de Jesus, o espaço também é conhecido como Academia Baiana da Ostra (ABO), conforme fora batizado pelos visitantes mais assíduos. O mercado foi recentemente reformado pela Prefeitura, que investiu R$ 800 mil na requalificação do equipamento. Com a reforma, a sede da Abaq ganhou novos frequentadores, sendo hoje uma referência no consumo do molusco na capital baiana. Hoje, o local, que funciona durante todos os dias da semana, reúne advogados, médicos, artistas, atletas e gente das mais diversas classes sociais, cujo interesse comum é a paixão pelo bivalve ainda in natura.

“A academia foi criada em forma de brincadeira por um grupo de amigos que frequenta o lugar – e já funcionava como sede da Abaq, que atua como suporte técnico dos criadores de ostra da cidade. As reuniões ocorrem, normalmente, aos sábados, há cerca de 7 anos. Aqui, sob a desculpa de degustar o animal, o pessoal vem jogar conversa fora, discutir a melhor forma de saborear a ostra e beber vinho, cachaça e cerveja”, informa Reginaldo Leite, que trabalha há 30 anos com a criação da iguaria, sendo que há 15 detém o box no mercado.

Ainda segundo Reginaldo, não há nada melhor para enfrentar a rotina diária do que essa experiência. “A ostra tem esse poder de recuperar a energia depois de uma semana de trabalho duro. Então, boa parte da clientela vem por recomendação médica, principalmente por conta do cálcio. Então, o pessoal come de quatro a cinco dúzias de ostras de uma só vez. O molusco só faz bem a saúde. Basta saber escolher um animal de boa procedência, sempre com a concha fechada e sem a presença de cheiro forte”, acrescenta.

Foto: Divulgação Secom Salvador

Acidente com ônibus de turismo deixa 6 mortos na Bahia

quinta-feira, dezembro 29th, 2016

001-402 002-126

Muito grave. Um acidente que envolveu um ônibus de turismo na BR-116, trecho entre asa Cidades de Poções e Jequié, deixou seis mortos na manhã desta quinta-feira, dia 29/12. Informações iniciais apontam que o veículo de uma empresa de turismo, tombou e desceu uma ribanceira. Outras vítimas com ferimentos foram encaminhadas para hospitais próximos.

A informação foi confirmada pela concessionária da rodovia. Equipes do Corpo de Bombeiros da Cidade de Vitória da Conquista e Jequié (7º e 8º GBMs), foram para o local. Conforme informações da assessoria do Corpo de Bombeiros, o ônibus saiu de Pernambuco com destino a São Paulo.
Para o local, também foram prepostos da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). As causas do acidente ainda são desconhecidas.
Fotos: Corpo de Bombeiros/Blog Cangussu