Posts Tagged ‘Bolsonaro’

Auxílio Emergencial: Presidente Bolsonaro diz que não consegue manter R$ 600

segunda-feira, junho 22nd, 2020

E aí? O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira 22/6, que não será possível manter do valor de R$ 600 do auxílio emergencial, repassado pela União durante a pandemia da Covid-19.

“União não aguenta outro dese mesmo montante que, por mês, nos custa cerca de R$ 50 bilhões. Se o país se endividar demais, vamos ter problema”, disse em entrevista à Folha de S. Paulo. “Vai ser negociado com o presidente da Câmara e do Senado um valor um pouco mais baixo podendo prorrogar por mais dois meses. Talvez a gente suporte, mas não o valor cheio de R$ 600”, concluiu.

Fotografia: Agência Brasil

“Parecia que estavam prendendo o maior bandido da face da terra”, diz Presidente Bolsonaro sobre Queiroz

sexta-feira, junho 19th, 2020

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, em live realizada na noite de quinta-feira 18/6,que a prisão de Fabrício Queiroz foi “espetaculosa” e parecia que estavam prendendo “o maior bandido da face da terra”. O ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi detido preventivamente na manhã desta quinta em Atibaia, interior de São Paulo.

Ele é investigado em um suposto esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio e por lavagem de dinheiro. “O Queiroz não estava foragido e não havia nenhum mandado de prisão contra ele. Foi feita uma prisão espetaculosa”, disse o mandatário em transmissão ao vivo no Facebook.

Sobre o motivo de Queiroz ter sido encontrado no imóvel em Atibaia pertencente a Frederick Wassef, advogado de Flávio Bolsonaro, o presidente falou apenas que o local era próximo ao hospital onde o ex-assessor faz tratamento de câncer. “E por que estava naquela região de São Paulo? Porque é perto do hospital onde faz tratamento de câncer. Então, esse é o quadro e da minha parte está encerrado o caso Queiroz”, afirmou.

Fotografia: Reprodução/Facebook

Polícia Federal vai investigar vazamento do Presidente Bolsonaro e outras autoridades

terça-feira, junho 2nd, 2020

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, informou nesta terça-feira 2/6, que a Polícia Federal vai investigar o vazamento de informações pessoais do presidente Jair Bolsonaro, seus familiares e outras autoridades por um grupo de hackers. Uma das contas do Twitter que supostamente pertence ao grupo foi suspensa por causa da ação.

Em publicação no Twitter, o ministro Mendonça explicou que as investigações devem apurar crimes previstos no Código Penal, na Lei de Segurança Nacional e na Lei das Organizações Criminosas.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Ministro do STF rejeita pedido para apreender celular do Presidente Bolsonaro

terça-feira, junho 2nd, 2020

Não quis. O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou na noite de segunda-feira 1/6, um pedido feito por partidos de oposição para que o celular do presidente Jair Bolsonaro fosse apreendido na investigação sobre a suposta interferência política do mandatário na Polícia Federal (PF).

O ministro acolheu o argumento do procurador-geral da República, Augusto Aras, que em manifestação enviada ao Supremo frisou caber somente ao Ministério Público a iniciativa de propor diligências em investigação penal, não sendo legítimo que terceiros façam requerimentos do tipo.

“Não se pode desconhecer que o monopólio da titularidade da ação penal pública pertence ao Ministério Público, que age, nessa condição, com exclusividade, em nome do Estado”, concordou Celso de Mello.

O pedido havia sido feito por meio de uma notícia-crime aberta pelo PDT, PV e PSB no Supremo depois de acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro ao pedir demissão do cargo em abril. As legendas pediam a apreensão também dos celulares do filho do presidente, Carlos Bolsonaro, e da deputada Carla Zambelli (PSL-SP).

Apesar de ter rejeitado o requerimento dos partidos, Celso de Mello dedicou ao menos oito páginas a ressaltar a importância do cumprimento de decisões judiciais, sejam elas de qualquer tipo e direcionadas a qualquer autoridade dos três Poderes.

O decano do Supremo fez as considerações com base em “notícias divulgadas em meios de comunicação social”, dando conta de que Bolsonaro poderia não entregar seu aparelho celular em caso de decisão judicial nesse sentido.

“Em uma palavra: descumprir ordem judicial implica transgredir a própria Constituição da República, qualificando-se, negativamente, tal ato de desobediência presidencial e de insubordinação executiva como uma conduta manifestamente inconstitucional”, afirmou o ministro.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

O telefonema do presidente Bolsonaro para Donald Trump

terça-feira, junho 2nd, 2020

Agradecimento. O presidente Jair Bolsonaro publicou em sua conta no Twitter na segunda-feira 1º/6 à noite que conversou com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na tarde desta segunda-feira e agradeceu o envio de mil respiradores à América do Sul, sendo que 50 serão cedidos ao Paraguai e os demais ficaM no Brasil.

A informação do envio dos respiradores foi divulgada no domingo 31/5, pelo Itamaraty.

Bolsonaro disse que os dois presidentes também trataram sobre o “G7 [grupo que  reúne os países mais industrializados do mundo, composto por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido] expandido, o qual o Brasil deverá integrar, bem como questões do aço brasileiro.”

Nesta segunda-feira, o Ministério das Relações Exteriores informou que o governo dos Estados Unidos entregou ao Brasil 2 milhões de doses de hidroxicloroquina, “como demonstração da solidariedade” entre os dois países na luta contra o coronavírus.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Em reunião com apoiadores, presidente Bolsonaro aparece com a camisa do Vitória

domingo, maio 31st, 2020

Olha aí. Em uma reunião com apoiadores, na sexta-feira, dia 29/5, o presidente da república, Jair Bolsonaro, apareceu vestido coma camisa do Vitória que ganhou de um deputado federal em maio deste ano.

Segundo o deputado, um empresário baiano, patrocinador oficial do time, pediu que ele entregasse, em seu nome, a camisa para o presidente.

No dia 9 de maio, o presidente Jair Bolsonaro apareceu com a camisa do Esporte Clube Bahia, durante passeio de jet ski. A camisa foi a mesma que ele ganhou de presente do vereador Alexandre Aleluja (DEM) em visita à Bahia, em dezembro de 2019.

Fotografia: Reprodução/Redes Sociais

Urgente: Novidades sobre possível quarta parcela do auxílio emergencial

sexta-feira, maio 29th, 2020

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na quinta-feira 28/5, que o governo deve propor uma quarta parcela do auxílio emergencial, atualmente em R$ 600, mas que o valor ainda está em estudo pelo governo, que poderá reduzir.

“Nós já estudamos uma quarta parcela com o Paulo Guedes. Está definindo o valor, para ter uma transição gradativa e que a gente espera que a economia volte a funcionar”, afirmou o presidente durante sua live semanal, transmitida pelas redes sociais.

auxílio emergencial prevê o pagamento de três parcelas de R$ 600 para trabalhadores informais, integrantes do Bolsa Família e pessoas de baixa renda. De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca de 59 milhões de pessoas já receberam o benefício. Cada parcela do auxílio emergencial custa aos cofres públicas cerca de R$ 48 bilhões.

Mais cedo, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a permanênciapor mais tempo do pagamento do auxílio emergencial, mantendo-se o valor de R$ 600.

Fonte/Fotografia: Agência Brasil

Empresário dá camisa do Vitória ao Presidente Bolsonaro

quinta-feira, maio 21st, 2020

Vixe. O presidente Jair Bolsonaro recebeu na noite desta quarta-feira 20/5, das mãos do deputado federal Marcelo Brum (PSL-RS) uma camisa do Vitória.

De acordo com Brum, o presente foi enviado pelo empresário baiano Paulo Gondim, que é diretor-geral da empresa UniAgro, patrocinadora do rubro-negro. 

Bolsonaro, que é colecionador de camisas de futebol, já havia recebido a camisa do Leão do deputado José Rocha (PL-BA), mas ainda não foi visto usando.

https://www.instagram.com/p/CAbPpl_AH8H/?utm_source=ig_web_copy_link

Urgente: Saiba como foi a reunião do presidente Bolsonaro com governadores

quinta-feira, maio 21st, 2020

Mudou o tom. O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) se reuniu com governadores na manhã desta quinta-feira 21/5, através de uma videoconferência, e pediu que eles apoiem o veto que pretende fazer ao projeto de socorro a Estados e municípios para proibir que o funcionalismo tenha reajustes até o fim de 2021.

Bolsonaro estava acompanhado de ministros e dos presidentes da Câmara e do Senado. O encontro também teve como tema ações relacionadas ao enfrentamento da crise de saúde e econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus. Antes da videoconferência, o presidente voltou a criticar, de forma velada, a atuação de governadores dos Estados em conversa com apoiadores. Ele reclamou da postura de “autoridades estaduais” em fala na frente do Palácio da Alvorada. 

Na conversa com populares na saída da residência oficial, Bolsonaro ouviu reclamações de um apoiador sobre um suposto recolhimento de bandeiras do Brasil de automóveis durante uma carreata pró-governo em Fortaleza. Em resposta ao apoiador o presidente disse: “imaginem uma pessoa do nível dessas autoridades estaduais na Presidência da República, o que teria acontecido com o Brasil já. Esse é o recado. Então vocês vão ter que sentir um pouco mais na pele quem são essas pessoas para, juntos, a gente mudar o Brasil. Mudar, à luz da Constituição, da lei, da ordem”.

Já na videoconferência, Bolsonaro mudou o tom. “Temos que trabalhar em conjunto a sanção de um socorro aos senhores governadores, de aproximadamente R$ 60 bilhões, também extensivo a prefeitos”, disse o presidente na abertura do encontro. “O que se pede apoio aos senhores é a manutenção de um veto muito importante”, declarou Jair Bolsonaro.

Foto: Reprodução/TV Brasil

Presidente Bolsonaro e governadores discutem projeto de ajuda aos Estados

quinta-feira, maio 21st, 2020

O presidente Jair Bolsonaro vai participar nesta quinta-feira 21/5, de uma videoconferência com governadores para discutir o projeto de ajuda financeira a estados e municípios. Os governadores esperam que seja vetado o trecho do texto que prevê reajuste salarial para os servidores públicos em meio à crise causada pela pandemia de coronavírus. O texto já foi aprovado pelo Congresso no começo do mês. Bolsonaro afirmou que vai seguir as orientações do ministro da Economia, Paulo Guedes, para tomar a decisão. 

Foto: Marcos Corrêa/PR

Rui Costa rebate presidente Bolsonaro: “Comece a governar o Brasil”

quarta-feira, abril 29th, 2020

O bicho pegou. Rui Costa (PT), governador da Bahia, rebateu uma declaração do presidente da República jair Bolsonaro, que chamou de “palhaçada” as medidas de isolamento adotadas na Bahia para conter o avanço desenfreado do coronavírus.

Ao tomar conhecimento da crítica, Rui não perdeu tempo e respondeu: “Não vou mudar meus padrões éticos de comportamento para responder ao presidente. Não vou usar as mesmas palavras. Vou seguir os ensinamentos que recebi de minha mãe. Só vou pedir que o senhor começe a governar o Brasil e tenha respeito pelas vítimas”, rebateu Rui durante transmissão pela internet.

Fotografia: Mateus Pereira/Divulgação/GOVBA

 

ACM Neto após reunião com presidente Bolsonaro: “De bom nível”

sexta-feira, abril 24th, 2020

O encontro. A reunião entre o prefeito de Salvador e presidente Nacional do DEM, ACM Neto e o presidente da República Jair Bolsonaro na quinta-feira, dia 26/4, foi considerada positiva. A reunião foi em Brasília e o prefeito de Salvador a classificou como de “muito bom nível”, mas não entrar em detalhes sobre a conversa. Neto preferiu não falar para a imprensa o que foi abordado na reunião.


Fotografia: Alan Santos/PR

Maurício Valeixo não é mais diretor-geral da Polícia Federal

sexta-feira, abril 24th, 2020

Exonerado. O presidente da República, Jair Bolsonaro, exonerou a pedido Maurício Leite Valeixo do cargo de diretor-geral da Polícia Federal.

O decreto com a exoneração de Valeixo está publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira, dia 24/4.

O documento é assinado pelo presidente da República e pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Foto: José Cruz/Divulgação/Agência Brasil

Presidente Bolsonaro edita MP e decreto das atividades essenciais

domingo, março 22nd, 2020

O presidente da República Jair Bolsonaro editou na sexta-feira, dia 20/3, um decreto e uma medida provisória que garantem ao governo federal a competência sobre serviços essenciais, entre os quais a circulação interestadual e intermunicipal. De acordo com o governo, os dispositivos têm como objetivo “harmonizar as ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus”.

Com os dispositivos, que têm força de lei e passam a vigorar imediatamente, caberá ao presidente da República indicar quais serviços públicos e atividades essenciais não podem ser interrompidos em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus. O texto, segundo o governo, busca impedir que a circulação de insumos necessários para a população seja afetada pelas restrições sanitárias e biológicas em vigor em vários estados.

Além de delegar ao presidente a definição de serviços e atividades essenciais, a Medida Provisória 926/2020 determina que qualquer interrupção de locomoção interestadual e intermunicipal seja embasada em normas técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A MP altera a Lei 13.979/2020, sancionada em fevereiro por Bolsonaro, que trata do enfrentamento ao coronavírus no país.

A MP entra em conflito com medidas de restrição à locomoção editadas por estados. Na quinta-feira, dia 19/3, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, editou um decreto que determinava a suspensão do transporte interestadual de passageiros entre o Rio e estados com circulação confirmada do coronavírus ou situação de emergência decretada. Paraná e Maranhão tomaram decisões semelhantes.

Outro ponto da MP simplifica procedimentos para a compra de material e de serviços necessários ao combate à pandemia. O texto flexibiliza e burocratiza a licitação para a aquisição de bens para o Sistema Único de Saúde (SUS).

O decreto detalha os serviços públicos e as atividades “indispensáveis ao atendimento das necessidades” do país. O texto cita a assistência à saúde (incluídos os serviços médicos e hospitalares), o transporte intermunicipal e interestadual de passageiros e os serviços de táxi ou de aplicativo. Em contraste com medidas tomadas por diversos países na prevenção ao coronavírus, o decreto inclui o transporte internacional de passageiros na lista de serviços que não podem ser interrompidos.

De acordo com o decreto, a suspensão desses serviços e dessas atividades essenciais “põe em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população”. O decreto proíbe restrições à circulação de trabalhadores que possam afetar os serviços e as atividades e à circulação de cargas de qualquer espécie que resultem em desabastecimento de gêneros necessários à população.

Caberá ao comitê de combate ao novo coronavírus criado pelo governo federal definir outros serviços públicos e atividades considerados essenciais e editar atos para regulamentar e operacionalizar as normas. O decreto estabelece ainda que os órgãos públicos e privados mantenham equipes devidamente preparadas e dispostas à execução, monitoramento e à fiscalização dos serviços públicos e das atividades essenciais, com canais permanentes de diálogo com órgãos federais, estaduais, distritais, municipais e privados. Agência Brasil

Foto: Isac Nóbrega/Divulgação/PR

Com suspeita de coronavírus, presidente Bolsonaro faz live de máscara

quinta-feira, março 12th, 2020

De máscara. Na live semanal com o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta quinta-feira, dia 12/3, o presidente da República, Jair Bolsonaro disse que “ainda continua sob suspeita”.

“A cada 100 pessoas acima de 60 anos, como é o meu caso, 15 podem ter complicações”, relatou o presidente.

O presidente informou que uma das pessoas que esteve com ele no avião que voltou dos EUA teve o resultado positivo no teste do novo coronavírus — por isso, o uso de máscara.

Ele se referiu a Fabio Wajngarten que, segundo Mandetta, está “clinicamente bem” em sua casa, em São Paulo.

O presidente Jair Bolsonaro disse acreditar que o resultado do exame deve sair nas próximas horas.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Secretário do presidente tem coronavírus; exame confirma

quinta-feira, março 12th, 2020

Diagnosticado. O secretário de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, testou positivo para coronavírus e espera o resultado da contraprova, de acordo com veículos da imprensa nacional.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e integrantes da comitiva que o acompanhou aos Estados Unidos, estão sendo monitorados desde quarta-feira, dia 11/3, após Wajngarten apresentar sintomas de gripe. 

O governo informou nesta quinta-feira, dia 12/2, que o secretário de Comunicação Social da Presidência, Fábio Wanjgarten, tem coronavírus.

O Palácio do Planalto informou ainda que a contra-prova já foi realizada e que o secretário já está em quarentena em casa.

“Estão espalhando fakenews”, detona ACM Neto sobre manifestação na Barra

quarta-feira, março 11th, 2020

Retou. O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), utilizou a conta dele no Twitter nesta quarta-feira, dia 11/3, para negar a informação de que teria proibido carros de som na manifestação de domingo, dia 15/3, na Barra, em Salvador.

“Em nenhum momento proibi o que quer que fosse para a manifestação de domingo, na Barra. Aliás, sou contra qualquer tipo de limitação ao direito de manifestações pacíficas”, detonou o prefeito na postagem.

“Estão espalhando fakenews sobre eu ter proibido a sonorização na manifestação. Isso é um boato irresponsável”, finalizou.

Foto: Romildo de Jesus/Divulgação/Secom/PMS

Bolsonaro diz que não há motivo para pânico sobre o coronavírus

sábado, março 7th, 2020

O presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento na noite desta sexta-feira 6/3 para tranquilizar a população a respeito da chegada do novo coronavírus no país e convocar a população, em especial os profissionais de saúde, para um trabalho conjunto com o governo para superar a situação.

O primeiro caso foi confirmado pelo Ministério da Saúde no sábado (29) e segundo último boletim publicado hoje o país conta com 13 pacientes infectados pelo vírus e 768 casos suspeitos.

O Brasil foi o primeiro país da América do Sul a lidar com a enfermidade e, de acordo com o presidente, reforçou o sistema de vigilância em portos, aeroportos e unidades de saúde. Bolsonaro destacou que o governo também vem transmitindo informações diárias e transparentes a estados e municípios.

“Determinei ações que ampliam o funcionamento dos postos de saúde, bem como reforço aos nossos hospitais e laboratórios. O momento é de união. Ainda que o problema possa se agravar, não há motivo para pânico. Seguir rigorosamente as recomendações dos especialistas é a melhor medida de prevenção”, disse o presidente.

Foto: Carolina Antunes/PR

*Agência Brasil

Rui rebate presidente Bolsonaro: “Governo do Estado da Bahia não mantém laços de amizade nem presta homenagens a bandidos”

sábado, fevereiro 15th, 2020

Vixe. O embate entre o presidente da República Jair Bolsonaro e o governador da Bahia Rui Costa parece mesmo não ter fim. Neste sábado, Rui também recorreu às redes sociais para rebater o presidente da Reública sobre a morte do “capitão” Adriano: “O Governo do Estado da Bahia não mantém laços de amizade nem presta homenagens a bandidos nem procurados pela Justiça. A Bahia luta contra e não vai tolerar nunca milícias nem bandidagem”.

Foto: Divulgação

Presidente Bolsonaro ataca Rui Costa: “Mantém fortíssimos laços de amizade com bandidos condenados em segunda instância”

sábado, fevereiro 15th, 2020

A pressão subiu. Em nota divulgada na noite deste sábado, dia 15/2, o presidente da República Jair Bolsonaro voltou a responsabilizar a PM de Rui Costa pela morte do miliciano Adriano da Nóbrega.

Através das redes sociais, o presidente da República afirmou que o governador da Bahia “não procurou preservar a vida de um foragido, e sim sua provável execução sumária, como apontam peritos consultados pela revista Veja”.

View this post on Instagram

– O atual governador da Bahia, Rui Costa, não só mantém fortíssimos laços de amizade com bandidos condenados em segunda instância, como também lhes presta homenagens, fato constatado pela sua visita ao presidiário Luís Inacio Lula da Silva, em Curitiba, em 27 junho de 2019. – Este Presidente, ao inaugurar o aeroporto de Vitória da Conquista em 23 de julho de 2019, teve negada, por parte do governador, a presença da Polícia Militar da Bahia, para prestar apoio nas medidas de segurança para a população. – A atuação da PMBA, sob tutela do governador do Estado, não procurou preservar a vida de um foragido, e sim sua provável execução sumária, como apontam peritos consultados pela revista Veja. É um caso semelhante à queima de arquivo do ex-prefeito Celso Daniel, onde seu partido, o PT, nunca se preocupou em elucidá-lo, muito pelo contrário. – O então tenente Adriano foi condecorado em 2005. Até a data de sua execução, 09 de fevereiro de 2020, nenhuma sentença condenatória transitou em julgado em desfavor do mesmo. – É irônico o governador petista falar de más companhias quando, nos últimos anos, seus principais dirigentes nacionais foram condenados e presos na Operação Lava Jato. – Os brasileiros honestos querem os nomes dos mandantes das mortes do prefeito Celso Daniel, da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, do ex-capitão Adriano da Nóbrega, bem como os nomes dos mandantes da tentativa de homicídio de Jair Bolsonaro. PRESIDENTE JAIR BOLSONARO

A post shared by Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) on

Foto: Reprodução