Posts Tagged ‘Bolsonaro’

Presidente Bolsonaro edita MP e decreto das atividades essenciais

domingo, março 22nd, 2020

O presidente da República Jair Bolsonaro editou na sexta-feira, dia 20/3, um decreto e uma medida provisória que garantem ao governo federal a competência sobre serviços essenciais, entre os quais a circulação interestadual e intermunicipal. De acordo com o governo, os dispositivos têm como objetivo “harmonizar as ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus”.

Com os dispositivos, que têm força de lei e passam a vigorar imediatamente, caberá ao presidente da República indicar quais serviços públicos e atividades essenciais não podem ser interrompidos em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus. O texto, segundo o governo, busca impedir que a circulação de insumos necessários para a população seja afetada pelas restrições sanitárias e biológicas em vigor em vários estados.

Além de delegar ao presidente a definição de serviços e atividades essenciais, a Medida Provisória 926/2020 determina que qualquer interrupção de locomoção interestadual e intermunicipal seja embasada em normas técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A MP altera a Lei 13.979/2020, sancionada em fevereiro por Bolsonaro, que trata do enfrentamento ao coronavírus no país.

A MP entra em conflito com medidas de restrição à locomoção editadas por estados. Na quinta-feira, dia 19/3, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, editou um decreto que determinava a suspensão do transporte interestadual de passageiros entre o Rio e estados com circulação confirmada do coronavírus ou situação de emergência decretada. Paraná e Maranhão tomaram decisões semelhantes.

Outro ponto da MP simplifica procedimentos para a compra de material e de serviços necessários ao combate à pandemia. O texto flexibiliza e burocratiza a licitação para a aquisição de bens para o Sistema Único de Saúde (SUS).

O decreto detalha os serviços públicos e as atividades “indispensáveis ao atendimento das necessidades” do país. O texto cita a assistência à saúde (incluídos os serviços médicos e hospitalares), o transporte intermunicipal e interestadual de passageiros e os serviços de táxi ou de aplicativo. Em contraste com medidas tomadas por diversos países na prevenção ao coronavírus, o decreto inclui o transporte internacional de passageiros na lista de serviços que não podem ser interrompidos.

De acordo com o decreto, a suspensão desses serviços e dessas atividades essenciais “põe em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população”. O decreto proíbe restrições à circulação de trabalhadores que possam afetar os serviços e as atividades e à circulação de cargas de qualquer espécie que resultem em desabastecimento de gêneros necessários à população.

Caberá ao comitê de combate ao novo coronavírus criado pelo governo federal definir outros serviços públicos e atividades considerados essenciais e editar atos para regulamentar e operacionalizar as normas. O decreto estabelece ainda que os órgãos públicos e privados mantenham equipes devidamente preparadas e dispostas à execução, monitoramento e à fiscalização dos serviços públicos e das atividades essenciais, com canais permanentes de diálogo com órgãos federais, estaduais, distritais, municipais e privados. Agência Brasil

Foto: Isac Nóbrega/Divulgação/PR

Com suspeita de coronavírus, presidente Bolsonaro faz live de máscara

quinta-feira, março 12th, 2020

De máscara. Na live semanal com o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta quinta-feira, dia 12/3, o presidente da República, Jair Bolsonaro disse que “ainda continua sob suspeita”.

“A cada 100 pessoas acima de 60 anos, como é o meu caso, 15 podem ter complicações”, relatou o presidente.

O presidente informou que uma das pessoas que esteve com ele no avião que voltou dos EUA teve o resultado positivo no teste do novo coronavírus — por isso, o uso de máscara.

Ele se referiu a Fabio Wajngarten que, segundo Mandetta, está “clinicamente bem” em sua casa, em São Paulo.

O presidente Jair Bolsonaro disse acreditar que o resultado do exame deve sair nas próximas horas.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Secretário do presidente tem coronavírus; exame confirma

quinta-feira, março 12th, 2020

Diagnosticado. O secretário de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, testou positivo para coronavírus e espera o resultado da contraprova, de acordo com veículos da imprensa nacional.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e integrantes da comitiva que o acompanhou aos Estados Unidos, estão sendo monitorados desde quarta-feira, dia 11/3, após Wajngarten apresentar sintomas de gripe. 

O governo informou nesta quinta-feira, dia 12/2, que o secretário de Comunicação Social da Presidência, Fábio Wanjgarten, tem coronavírus.

O Palácio do Planalto informou ainda que a contra-prova já foi realizada e que o secretário já está em quarentena em casa.

“Estão espalhando fakenews”, detona ACM Neto sobre manifestação na Barra

quarta-feira, março 11th, 2020

Retou. O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), utilizou a conta dele no Twitter nesta quarta-feira, dia 11/3, para negar a informação de que teria proibido carros de som na manifestação de domingo, dia 15/3, na Barra, em Salvador.

“Em nenhum momento proibi o que quer que fosse para a manifestação de domingo, na Barra. Aliás, sou contra qualquer tipo de limitação ao direito de manifestações pacíficas”, detonou o prefeito na postagem.

“Estão espalhando fakenews sobre eu ter proibido a sonorização na manifestação. Isso é um boato irresponsável”, finalizou.

Foto: Romildo de Jesus/Divulgação/Secom/PMS

Bolsonaro diz que não há motivo para pânico sobre o coronavírus

sábado, março 7th, 2020

O presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento na noite desta sexta-feira 6/3 para tranquilizar a população a respeito da chegada do novo coronavírus no país e convocar a população, em especial os profissionais de saúde, para um trabalho conjunto com o governo para superar a situação.

O primeiro caso foi confirmado pelo Ministério da Saúde no sábado (29) e segundo último boletim publicado hoje o país conta com 13 pacientes infectados pelo vírus e 768 casos suspeitos.

O Brasil foi o primeiro país da América do Sul a lidar com a enfermidade e, de acordo com o presidente, reforçou o sistema de vigilância em portos, aeroportos e unidades de saúde. Bolsonaro destacou que o governo também vem transmitindo informações diárias e transparentes a estados e municípios.

“Determinei ações que ampliam o funcionamento dos postos de saúde, bem como reforço aos nossos hospitais e laboratórios. O momento é de união. Ainda que o problema possa se agravar, não há motivo para pânico. Seguir rigorosamente as recomendações dos especialistas é a melhor medida de prevenção”, disse o presidente.

Foto: Carolina Antunes/PR

*Agência Brasil

Rui rebate presidente Bolsonaro: “Governo do Estado da Bahia não mantém laços de amizade nem presta homenagens a bandidos”

sábado, fevereiro 15th, 2020

Vixe. O embate entre o presidente da República Jair Bolsonaro e o governador da Bahia Rui Costa parece mesmo não ter fim. Neste sábado, Rui também recorreu às redes sociais para rebater o presidente da Reública sobre a morte do “capitão” Adriano: “O Governo do Estado da Bahia não mantém laços de amizade nem presta homenagens a bandidos nem procurados pela Justiça. A Bahia luta contra e não vai tolerar nunca milícias nem bandidagem”.

Foto: Divulgação

Presidente Bolsonaro ataca Rui Costa: “Mantém fortíssimos laços de amizade com bandidos condenados em segunda instância”

sábado, fevereiro 15th, 2020

A pressão subiu. Em nota divulgada na noite deste sábado, dia 15/2, o presidente da República Jair Bolsonaro voltou a responsabilizar a PM de Rui Costa pela morte do miliciano Adriano da Nóbrega.

Através das redes sociais, o presidente da República afirmou que o governador da Bahia “não procurou preservar a vida de um foragido, e sim sua provável execução sumária, como apontam peritos consultados pela revista Veja”.

View this post on Instagram

– O atual governador da Bahia, Rui Costa, não só mantém fortíssimos laços de amizade com bandidos condenados em segunda instância, como também lhes presta homenagens, fato constatado pela sua visita ao presidiário Luís Inacio Lula da Silva, em Curitiba, em 27 junho de 2019. – Este Presidente, ao inaugurar o aeroporto de Vitória da Conquista em 23 de julho de 2019, teve negada, por parte do governador, a presença da Polícia Militar da Bahia, para prestar apoio nas medidas de segurança para a população. – A atuação da PMBA, sob tutela do governador do Estado, não procurou preservar a vida de um foragido, e sim sua provável execução sumária, como apontam peritos consultados pela revista Veja. É um caso semelhante à queima de arquivo do ex-prefeito Celso Daniel, onde seu partido, o PT, nunca se preocupou em elucidá-lo, muito pelo contrário. – O então tenente Adriano foi condecorado em 2005. Até a data de sua execução, 09 de fevereiro de 2020, nenhuma sentença condenatória transitou em julgado em desfavor do mesmo. – É irônico o governador petista falar de más companhias quando, nos últimos anos, seus principais dirigentes nacionais foram condenados e presos na Operação Lava Jato. – Os brasileiros honestos querem os nomes dos mandantes das mortes do prefeito Celso Daniel, da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, do ex-capitão Adriano da Nóbrega, bem como os nomes dos mandantes da tentativa de homicídio de Jair Bolsonaro. PRESIDENTE JAIR BOLSONARO

A post shared by Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) on

Foto: Reprodução

Rogério Marinho é o novo ministro do desenvolvimento regional

quinta-feira, fevereiro 6th, 2020

O presidente Jair Bolsonaro exonerou nesta quinta-feira, dia 6/2, Gustavo Canuto do cargo de ministro do Desenvolvimento Regional. Para o seu lugar, foi nomeado Rogério Marinho, que ocupava a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. As mudanças já constam em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Ex-deputado federal, Marinho é filiado ao PSDB e foi um dos principais articuladores do governo na aprovação da reforma da Previdência. Ele assume a pasta que comanda os programas de habitação popular, como Minha Casa, Minha e Vida, de infraestrutura urbana e de segurança hídrica do governo federal.

Gustavo Canuto é especialista em políticas públicas e gestão governamental, carreira vinculada ao Ministério da Economia, e formado em engenharia da computação. Ele não tem filiação partidária.

Ao chegar ao Palácio da Alvorada, na tarde desta quinta-feira, Bolsonaro disse que Canuto vai assumir a presidência da DataPrev, a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência. Minutos depois, veio a confirmação oficial do porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros:

“O presidente da República decidiu, na data de hoje, nomear para a presidência da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (DataPrev), Gustavo Canuto. A DataPrev é uma empresa pública que fornece soluções em tecnologia da informação e comunicação para o aprimoramento e execução de políticas sociais do Estado brasileiro. Ela tem como principal cliente o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Gustavo Canuto é graduado em engenharia da computação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e trabalhou por seis anos na IBM. É servidor efetivo do Ministério da Economia há mais de nove anos. Foi selecionado por ser um dos melhores quadros para equlizar tecnicamente os desafios enfrentados atualmente pelo INSS. Em consequência, o senhor presidente da República, Jair Bolsonaro, nomeou Rogério Marinho para o cargo de ministro de Estado do Desenvolvimento Regional”, informou. 

É a quinta mudança na equipe ministerial. Desde que assumiu o cargo, Jair Bolsonaro trocou os titulares do Ministério da Educação (Ricardo Velez por Abraham Weintraub), da Secretaria-Geral da Presidência (Gustavo Bebianno por Floriano Peixoto e, em seguida, por Jorge Oliveira) e Secretaria de Governo (Santos Cruz por Luiz Eduardo Ramos). Fonte: Agência Brasil

Foto: Cleia Viana/Divulgação/Agência Câmara

Urgente: Presidente Bolsonaro dá entrada em hospital

quinta-feira, janeiro 30th, 2020

Êta. O presidente Jair Bolsonaro deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, no começo da noite desta quinta-feira 30/1. Segundo informações da imprensa, o chefe do Executivo foi levado para o oitavo andar da unidade de saúde, onde fica a ala de cirurgia.

Bolsonaro entrou andando, acompanhado por seguranças. O oitavo andar foi esvaziado para que o presidente recebesse atendimento. Ainda segundo informações da imprensa, o presidente passou por exames.

O presidente teria reclamado durante o voo de volta de Minas Gerais, onde sobrevoou áreas atingidas pelas chuvas, de dores na barriga. Ao retornar ao Palácio do Planalto, chegou a ser atendido por um médico. A avaliação foi de que era melhor passar por exames no HFA, sob acompanhamento de um cardiologista. Bolsonaro deixou o HFA às 20h26. 

Foto: Reprodução

Presidente Bolsonaro anuncia quase R$ 900 milhões para MG/ES e Rio de Janeiro

quinta-feira, janeiro 30th, 2020

O presidente da República Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira, dia 30/1, a liberação de R$ 892 milhões em recursos federais para ações de reconstrução da infraestrutura em municípios atingidos pelas fortes chuvas que ocorrem na Região Sudeste há mais de uma semana, principalmente em Minas Gerais, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

O anúncio foi feito em Belo Horizonte, após o presidente se reunir com ministros e o governador do estado, Romeu Zema. Eles fizeram um sobrevoo sobre algumas das áreas mais atingidas pelas chuvas.

Os recursos serão liberados por meio de medida provisória, que abre um crédito extraordinário em favor do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

“Estamos trabalhando ombro a ombro para buscar mitigar os problemas ocorridos com essa catástrofe, que aconteceu nos último dias”, afirmou Bolsonaro, em um breve pronunciamento à imprensa.

Segundo o governo de Minas Gerais, até agora 55 pessoas morreram no estado em decorrência da chuva e cerca de 30 mil estão desabrigadas. Nos três estados mais atingidos pelas chuvas, um total de 123 municípios teve situação de emergência reconhecida pelo governo federal.

“Parece-me que o pior já ficou para trás, mas o estado estará atento a tudo”, disse o governador Romeu Zema.

O ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, afirmou que pasta vai montar uma força-tarefa para receber e processar os pedidos solicitados pelas prefeituras o mais rápido possível. 

“O sistema nacional de proteção e defesa civil funcionou em suas três esferas, municipal, estadual e federal. Aqui, o presidente Jair Bolsonaro, numa demonstração clara da preocupação dos  estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, disponibilizando R$ 1 bilhão para as ações de restabelecimento de serviços essenciais, reconstrução de todas as estruturas danificadas. Os municípios devem apresentar essas demandas ao Ministério do Desenvolvimento Regional”.

Além da liberação de recursos extras, o governo federal informou que tem atuado, por meio do Ministério da Saúde, na distribuição de mais de duas toneladas de medicamentos paras a regiões mais atingidas. O pagamento do Bolsa Família e o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para as vítimas das chuvas também será antecipado. Fonte: Agência Brasil

Foto: Alan Santos/PR

Regina Duarte aceita convite do presidente Bolsonaro para ser secretária de Cultura

quarta-feira, janeiro 29th, 2020

A atriz Regina Duarte, de 72 anos, será a nova secretária especial de Cultura do governo federal. Após se reunir com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto, na tarde desta quarta-feira (29), ela confirmou a jornalistas ter aceitado o convite para o cargo, que integra o Ministério do Turismo.

“Sim [aceitei], só que agora vão ocorrer os proclamas [trâmites formais] antes do casamento”, afirmou ao deixar a sede do Executivo federal, sem dizer a data em que deverá ser nomeada. Ela estava acompanhada da reverenda Jane Silva, que foi nomeada secretária especial adjunta de Cultura.  

O presidente Jair Bolsonaro também confirmou o “sim” de Regina, sem dar prazo para que ela assuma as funções. “Está tudo certo, está caminhando, ela está acertando as questões pessoais dela. Não tem prazo”, afirmou ao chegar no Palácio do Alvorada, residência oficial, depois do encontro com a atriz. 

A atriz foi convidada pelo presidente para assumir o cargo de secretária especial da Cultura após a exoneração do dramaturgo Roberto Alvim, no último dia 17 de janeiro. Na semana passada, ela veio a Brasília conhecer a estrutura da pasta e voltou essa semana para definir com o presidente se assumiria mesmo o cargo.

Ontem (28), Bolsonaro afirmou que Regina Duarte terá liberdade para montar sua equipe. “Para mim seria excepcional, para ela, ela tem a oportunidade de mostrar realmente como é fazer cultura no Brasil. Ela tem experiência em tudo que vai fazer. Precisa de gente com gestão ao seu lado, tem cargo para isso, vai poder trocar quem ela quiser lá sem problema nenhum. Então tem tudo para dar certo a Regina Duarte”, disse Bolsonaro. 

Regina Duarte nasceu no dia 5 de fevereiro de 1947. Com 55 anos de carreira, é uma das atrizes mais famosas do país, com dezenas de novelas no currículo. Os seus papéis mais marcantes foram em folhetins como Selva de Pedra, Irmãos Coragem, Vale Tudo, Roque Santeiro, Rainha da Sucata e Malu Mulher, além da personagem Helena em três obras do autor Manoel Carlos (História de Amor, Por Amor e Páginas da Vida). Para assumir o cargo de secretária especial, a atriz terá que suspender seu contrato com a TV Globo, segundo informou a própria emissora.

Foto: Marcos Corrêa/PR

*Agência Brasil

“Em time que está ganhando não se mexe”, diz presidente ao descartar recriação de Ministério

sexta-feira, janeiro 24th, 2020

O presidente Jair Bolsonaro descartou a possibilidade de recriação do Ministério da Segurança Pública. “O Brasil está indo muito bem. Segurança pública, os números demonstram que estamos no caminho certo e a minha máxima é ‘em time que está ganhando não se mexe’. Lógico que está descartado”, disse.

“A chance no momento é zero, não sei amanhã. Mas não há essa intenção de dividir”, completou, em entrevista a jornalistas na sua chegada à Nova Delhi, na Índia, onde é convidado especial para as celebrações do Dia da República, no próximo domingo (26).

Ao assumir o governo, no ano passado, Bolsonaro decidiu fundir os ministérios da Segurança Pública e o da Justiça, resultando na pasta que vem sendo comandada desde então pelo ex-juiz Sergio Moro. Na quarta-feira (22), entretanto, integrantes do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp) se reuniram com o presidente, em Brasília, e pediram a recriação do ministério exclusivo para o setor.

“Desde a transição já não queriam a fusão. Há interesse de parte de setores da política. Nós simplesmente aceitamos, recolhemos as sugestões educadamente, dissemos que vamos estudá-las e os ministérios continuam sem problema”, disse Bolsonaro.

“Os secretários, alguns, não são todos, estão querendo a divisão, alguns podem estar bem-intencionados, outros podem querem apenas enfraquecer o governo. Não existe qualquer atrito entre eu e o Moro, eu e o [ministro da Economia, Paulo] Guedes, eu e qualquer outro ministro”, destacou.

Além de pedirem a recriação da pasta especializada, os secretários estaduais solicitaram a ampliação das verbas do Fundo Nacional de Segurança Pública, a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), de equipamentos de segurança e a determinação nos contratos de concessão, para que operadoras de telefonia façam o bloqueio de sinal de celular em áreas de segurança, como presídios. Na ocasião, Bolsonaro disse que iria avaliar os pedidos “o mais rápido possível”.

Visita de Estado

Além das celebrações pelo Dia da República na Índia, a agenda do presidente brasileiro inclui reuniões com o presidente indiano, Ram Nath Kovind, e o primeiro-ministro e chefe de governo do país, Narendra Modi, para assinatura de acordos entre os dois países. Devem ser assinados pelo menos dez acordos bilaterais, em áreas como segurança cibernética, bioenergia e saúde.

Bolsonaro também participa de café da manhã com empresários indianos para apresentar oportunidades de negócios no Brasil, com foco em investimentos no setor de infraestrutura e visita a cidade de Agra, que abriga o famoso mausoléu Taj Mahal, um dos principais monumentos da Índia. Fonte: Agência Brasil

Foto: José Cruz/Divulgação/Agência Brasil

Ninguém melhor do que Regina Duarte para a Cultura, diz presidente Bolsonaro

sexta-feira, janeiro 24th, 2020

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que “ninguém melhor” do que a atriz Regina Duarte para assumir o cargo de secretária especial de Cultura do governo federal. A declaração foi dada em vídeo gravado pelo presidente e transmitido em sua página no Facebook, na noite desta quinta-feira 23/1. Bolsonaro deixou o vídeo gravado porque, no horário da transmissão, ele estaria em viagem para a Índia.

“Ao que tudo indica, ela [Regina] aceitará [o convite]. Ela almoçou comigo ontem (22) juntamente com um dos seus filhos. Regina Duarte, se vier, muito bem-vinda, ninguém melhor do que você para desempenhar essa função”, disse o presidente.

A atriz foi convidada pelo presidente para assumir o cargo de secretária especial da Cultura após a exoneração do dramaturgo Roberto Alvim, na semana passada. A atriz declarou que está “noivando” com o governo, mas ainda não confirmou se aceitará o convite. A resposta deve ser dada na próxima semana.

Regina Duarte passou os últimos dois dias em Brasília conhecendo a estrutura da pasta. Ontem (22), ela almoçou com o presidente no Palácio do Planalto e depois se se reuniu com os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo). Ela ainda visitou a sede da Secretaria Especial de Cultura na Esplanada dos Ministérios.

“Estive com a Regina Duarte mais uma vez. Um encontro muito amistoso, bastante proveitoso. Ela está propensa a ser a nossa secretária de Cultura. Nós mostramos para ela o tamanho do gigantismo que é a Cultura. Ela tem o equivalente a 13 subsecretarias abaixo dela, com centenas de pessoas. Agora, ela está muito bem disposta, está com está com gás, está com vontade e quer colaborar. Se Deus quiser, vai dar tudo certo”, disse Bolsonaro.

Foto: Reprodução/Instagram

*Agência Brasil

A reunião no Palácio do Planalto

quarta-feira, janeiro 22nd, 2020

A atriz Regina Duarte almoçou nesta quarta-feira, dia 22/1, com presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. Ela foi convidada pelo presidente para assumir o cargo de secretária especial da Cultura após a exoneração do dramaturgo Roberto Alvim, na semana passada. Segundo a assessoria da Presidência da República, a possibilidade de Regina Duarte assumir o cargo ainda está sendo debatida. Após almoçar com Bolsonaro, a atriz também se reuniu com os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) para conversar sobre a estrutura da pasta.

“A atriz Regina Duarte esteve no Palácio do Planalto, onde almoçou com o presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, foi debatida a possibilidade de a atriz assumir a Secretaria Especial da Cultura. Em seguida, Regina participou de reunião com ministro Luiz Eduardo Ramos, ministro Jorge Oliveira e ministro Marcelo Álvaro Antônio sobre estrutura da Secretaria”, informou o Planalto, em postagens no Twitter. Em seguida, ele se deslocou para a sede da Secretaria Especial de Cultura, na Esplanada dos Ministérios, onde dará continuidade à agenda de reuniões.

Mãe de três filhos e avó de seis netos, Regina Duarte nasceu no dia 5 de fevereiro de 1947 e trabalha como atriz há 54 anos, sendo um dos rostos mais conhecidos da televisão brasileira.

Prêmio Nacional

O cargo de secretário especial da Cultura ficou vago após a exoneração de Roberto Alvim na última sexta-feira (17), depois da repercussão negativa de um vídeo para anunciar o lançamento do Prêmio Nacional das Artes. Divulgado pelo então secretário, em sua conta no Twitter, o vídeo contém trechos que remetem a um discurso do ministro da Propaganda nazista, Joseph Goebbels.

Nesta quarta-feira (22), a Secretaria Especial de Cultura informou que o edital do Prêmio Nacional das Artes não chegou a ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) e que o substituto de Alvim decidirá se o prêmio será lançado de fato. “Caberá ao novo secretário reavaliar a continuidade do Prêmio”, disse a assessoria da pasta.

A secretaria também anunciou a exoneração do secretário adjunto José Paulo Soares Martins, que ocupava interinamente as funções da pasta desde o desligamento de Alvim. Essa exoneração ainda deverá ser publicada no Diário Oficial da União. Fonte: Agência Brasil

Foto: Reprodução

Regina Duarte e a Secretaria de Cultura

segunda-feira, janeiro 20th, 2020

Aceitou. A atriz Regina Duarte terminou aceitando convite do presidente da República Jair Bolsonaro para assumir a Secretaria de Cultura do Governo Federal. O presidente e a atriz se reuniram nesta segunda-feira, dia 20/1, no Rio de Janeiro.

Depois da reunião, o Palácio do Planalto confirmou que Regina Duarte vai a Brasília na quarta-feira, dia 22/1, para conhecer a estrutura da Secretaria Especial de Cultura. O comunicado do Planalto diz:

“Após conversa produtiva com o presidente Jair Bolsonaro, Regina Duarte estará em Brasília na próxima quarta-feira, 22, para conhecer a Secretaria Especial de Cultura do governo federal. ‘Estamos noivando’, disse a artista após o encontro ocorrido nesta tarde no Rio de Janeiro.”

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Regina Duarte quer uma conversa “olho no olho”com presidente Bolsonaro

domingo, janeiro 19th, 2020

Será? A atriz Regina Duarte pediu para que a conversa que terá com Jair Bolsonaro na segunda-feira (20) seja “olho no olho”. Regina foi convidada na sexta-feira 17/1, pelo governo para assumir a Secretaria Nacional de Cultura. As informações são do blog da jornalista Natuza Nery, no G1.

Segundo interlocutores da atriz, ela quer entender melhor os planos do presidente para a pasta e garantir liberdade para atuar à frente da Cultura.

De acordo com conhecidos de Regina, ela demonstra dúvidas sobre assumir o posto e interesse pelo desafio.

Foto: Reprodução

Ministra Damares é cotada por partidos como Patriota e Republicanos

sábado, janeiro 11th, 2020

De boa. A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do Governo Bolsonaro, Damares Alves, estaria sendo cobiçada por partidos como o Patriota e o Republicanos, sigla que até contou com sua presença no evento do braço feminino em dezembro, de acordo com a coluna do Estadão. Damares já havia sido paquerada pelo PSL.

Apesar de cotada, a ministra costuma brincar que quer mesmo é se aposentar. Segundo pesquisa Datafolha, a ministra foi a segunda mais bem avaliada atrás apenas de Sérgio Moro.

Foto: Reprodução/Agência Brasil

Presidente Bolsonaro diz que está com hérnia e deve passar por procedimento

sexta-feira, janeiro 3rd, 2020

Êta. O presidente Jair Bolsonaro revelou na quinta-feira 2/1, que está com um hérnia no abdômen e deve passar por procedimento de saúde no mês de fevereiro.

“Estou grávido. Tem uma dilatação acontecendo e talvez em fevereiro eu faça uma inspeção de saúde”, disse ele em conversa com a imprensa no Hospital DF Star, após visitar a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Ela passou por uma cirurgia para troca de próteses de silicone na mama e correção de afastamento de músculos do abdômen.

“É a idade da gente. Eu tenho 64 anos, foram quatro cirurgias, em que foi aberto todo o abdômen. Por duas vezes colocaram tudo para fora. Foi um negócio extremamente grave”, explicou Bolsonaro.

Foto: Agência Brasil

Presidente Bolsonaro deixa Salvador e retorna a Brasília para passar o Ano Novo

terça-feira, dezembro 31st, 2019

O presidente Jair Bolsonaro, que chegou na sexta-feira 27/12, deixou a Base Naval de Aratu, unidade da Marinha do Brasil situada em São Tomé de Paripe, no subúrbio ferroviário de Salvador e retornou a Brasília, na manhã desta terça-feira 31/12. De acordo com informações da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, ele deve passar o Ano Novo na residência oficial do Palácio da Alvorada.

O presidente deixou a Base Naval de Aratu por volta das 8h30, em um helicóptero e foi para o Aeroporto de Salvador, onde embarcou as 9h05.

Foto: Reprodução

Presidente Bolsonaro posa foto com camisa do Bahia em Salvador

terça-feira, dezembro 31st, 2019

Olha aí. O presidente Jair Bolsonaro apareceu vestido com a camisa do Bahia, em uma foto, na noite de segunda-feira 30/12, em Salvador. O registro ocorreu na Base Naval de Aratu, onde o presidente está hospedado.

Bolsonaro deve desistir de passar Réveillon na Bahia, segundo informou o Palácio do Planalto. Ele deve retornar para Brasília ainda nesta terça-feira 31/12.

Foto: Reprodução