Posts Tagged ‘Bolsonaro’

Bolsonaro recebe alta da UTI e segue para unidade semi-intensiva

domingo, setembro 16th, 2018

Avançando no tratamento. Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República, recebeu “alta” da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e agora segue para uma unidade de cuidados semi-intensivos, segundo conforme boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein, em São Paulo, na manhã deste domingo, dia 16/9.

Pesquisa Datafolha: Bolsonaro sobe e mantém liderança, Haddad empata com Ciro

sábado, setembro 15th, 2018

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, cresceu 2 pontos percentuais e segue na liderança da disputa pelo Palácio do Planalto com 26% das intenções de voto, apontou a pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira 14/9, que também mostrou crescimento do candidato do PT, Fernando Haddad, anunciado como substituto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ciro Gomes (PDT) aparece logo atrás de Bolsonaro, com 13% – mesmo patamar da sondagem da última pesquisa, divulgada na segunda-feira, 10. Ciro está empatado com Haddad, que também soma 13%, ante os 9% apontados na pesquisa de segunda-feira.

Geraldo Alckmin (PSDB) aparece com 9%, contra 10% da pesquisa anterior, e Marina Silva (Rede) tem 8%, ante 11%.

Alvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) marcam cada um 3% das intenções de voto. Também estão empatados Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL) e Vera Lúcia (PSTU), com 1%.

João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram.

Treze por cento dos entrevistados declaram votar em branco ou nulo; 6% não sabem ou não responderam.

O Datafolha ouviu 2.820 pessoas entre quinta-feira, 13, e esta sexta-feira. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

 

 

 

Foto: Reprodução/TSE

Bolsonaro passa por cirurgia de emergência

quinta-feira, setembro 13th, 2018
O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, deu entrada no centro cirúrgico do hospital Albert Einstein na noite de quarta-feira 13/9, para uma cirurgia de emergência.

De acordo com os médicos, o procedimento foi bem-sucedido e o candidato passa bem. A operação, que durou pouco mais de uma hora, terminou por volta das 23h40.

Em boletim médico divulgado às 23h, quando o candidato já havia dado entrada no centro cirúrgico, o hospital explicou que a decisão pela intervenção ocorreu após Bolsonaro apresentar distensão (inchaço) abdominal progressiva e náuseas. 

Com os sintomas, ele foi submetido a uma tomografia de abdômen que evidenciou presença de aderência obstruindo o intestino delgado, indicando a necessidade de cirurgia.

No boletim que havia sido divulgado pela manhã, os médicos informaram a suspensão da alimentação oral por causa do surgimento da distensão abdominal. Esse inchaço no abdômen teria rompido três pontos.

Bolsonaro foi operado na quinta-feira 6/9 na Santa Casa de Juiz de Fora (MG), após ter sido atingido por uma facada durante ato de campanha na Cidade.

 

 

Foto: Reprodução

Bolsonaro tem alta da UTI e vai para unidade semi-intensiva

quarta-feira, setembro 12th, 2018

O candidato à Presidência da República pelo  PSL, Jair Bolsonaro, teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e passou para uma unidade de cuidado semi-intensivo, informou, na terça-feira 11/9, o Hospital Albert Einstein, em nota.

“Foi iniciada uma dieta leve, com boa tolerância do paciente, sem apresentar náuseas ou vômitos”, informou o hospital. O texto, assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo, acrescenta que Bolsonaro não tem sinais de infecção ou febre e recebe as medidas de prevenção de trombose venosa.

No boletim divulgado na manhã de terça-feira, o hospital havia informado que o capitão do exército, em decorrência da melhora intestinal, teve a sonda nasogástrica retirada.

Jair Bolsonaro foi esfaqueado na quinta-feira 6/9, durante evento de campanha em Juiz de Fora (MG).

 

 

 

Foto: Reprodução/Estadão

STF rejeita denúncia de racismo contra Bolsonaro

terça-feira, setembro 11th, 2018

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (11), por 3 votos a 2, rejeitar denúncia de racismo e discriminação apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, devido a um discurso proferido por ele no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, em abril do ano passado.

Na ocasião, o deputado disse, entre outras frases destacadas pela PGR, que ao visitar um quilombo constatou que “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada! Eu acho que nem para procriador eles servem mais”.

O julgamento, iniciado em 28 de agosto, foi retomado hoje com o voto do ministro Alexandre de Moraes, último a votar no caso. Ele afirmou que “por mais grosseiras, por mais vulgares, por mais desrespeitosas, as declarações foram dadas no contexto de crítica política a políticas governamentais”. Por esse motivo, Bolsonaro estaria coberto pela liberdade de expressão e pela imunidade parlamentar.

Ele entendeu que as falas de Bolsonaro “não caracterizaram, por pior que tenham sido, a incitação à violência física e psicológica, ou apoio a violência física e psicológica a negros, a quilombolas, a estrangeiros”.

Alexandre de Moraes seguiu o voto do relator, ministro Marco Aurélio Mello. Do mesmo modo, o ministro Luiz Fux considerou que as falas de Bolsonaro se inseriram no contexto da liberdade de expressão, rejeitando a denúncia.

Em agosto, os ministros Luís Roberto Barroso e Rosa Weber votaram pelo recebimento de parte da denúncia. Eles consideraram que Bolsonaro deveria se tornar réu e responder a ação penal pelos crimes de discriminação e incitação ao crime, devido a falas em relação aos quilombolas e aos gays.

Denúncia

A denúncia foi oferecida ao STF pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em 13 de abril, em decorrência de uma palestra proferida no ano passado por Bolsonaro no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro.

Ela acusou o deputado de racismo e manifestações discriminatórias contra quilombolas, índios, refugiados, mulheres e lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBTs). Para a PGR, o discurso proferido pelo deputado transcendeu a ofensa a determinados grupos e atacou toda a sociedade, por incitar a discriminação a grupos vulneráveis, o que é vedado por lei.

Na ocasião, o deputado disse, entre outras frases destacadas pela PGR, que ao visitar um quilombo constatou que “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada! Eu acho que nem para procriador eles servem mais”.

Em outros trechos de seu discurso, Bolsonaro disse, por exemplo, que “nós não podemos abrir as portas do Brasil para todo mundo”, o que na visão da PGR discrimina estrangeiros. As frases “Eu tenho cinco filhos. Foram quatro homens, a quinta eu dei uma fraquejada e veio uma mulher” e “Nós, o povo, a sociedade brasileira, não gostamos de homossexual”, incitaram ódio contra mulheres e homossexuais, sustentou Raquel Dodge.

“Em sua fala, estão presentes todos os elementos do discurso de ódio racial, sendo prática que exterioriza preconceito e induz a discriminação”, afirmou o vice-procurador-geral da República Luciano Mariz Maia em sustentação oral no primeiro dia de julgamento.

Defesa

Também em sustentação oral na Primeira Turma, o advogado Antônio Pitombo, que defende Bolsonaro, afirmou que a denúncia apresentada pela PGR contra o deputado é inepta e contrária à liberdade de expressão, garantida pela Constituição.

“Não é que o discurso é bonito, não é que todos nós devemos aderir positivamente ao discurso, não é este o ponto, o que não se pode eliminar é o direito de expressão de opinião, goste-se ou não”, afirmou o advogado.

O defensor argumentou ainda que o discurso de Bolsonaro foi feito no contexto de sua atividade parlamentar, e que, “ainda que o vocabulário seja horrível, ainda que os adjetivos não sejam pertinentes, toda a crítica do discurso é voltada a políticas públicas, àquilo que ele vê como errado no Estado brasileiro”.

Mesmo com a rejeição da denúncia, Bolsonaro é réu em duas ações penais no STF, nas quais é acusado de injúria e de incitação ao estupro, devido a declarações feitas em relação à deputada Maria do Rosário (PT-RS).  Agência Brasil

 

 

 

Foto: Redes Sociais

Urgente: Bolsonaro é esfaqueado durante campanha

quinta-feira, setembro 6th, 2018

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, levou uma facada na região do tórax, na tarde desta quinta-feira 6/7, enquanto fazia campanha em Juiz de Fora (MG), durante um tumulto generalizado. De acordo com a Polícia Militar de Minas Gerais, no momento da confusão, Bolsonaro estava sendo carregado nos ombros por um apoiador de sua campanha, fazendo corpo a corpo com eleitores. Enquanto ele acenava para os simpatizantes de sua candidatura, uma pessoa se aproximou dele e, supostamente, deu uma facada no presidenciável.

Confira alguns vídeos:

 

 

VÍDEO: Jornalista pega ar com comentário polêmico de Bolsonaro

quarta-feira, agosto 29th, 2018

O comentário polêmico do candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, sobre a disparidade dos salários entre Willian Bonner e Renata Vasconcellos deu o que falar nas redes sociais. O assunto foi ao ar durante o Jornal Nacional de terça-feira 28/8, quando a jornalista levantou o questionamento sobre a desigualdade salarial entre homens e mulheres, durante entrevista com o presidenciável.

Bolsonaro insinuou que o problema acontece na própria Globo e usou Bonner e Renata como exemplo. A apresentadora rebateu dizendo que o quanto ela ganha não é assunto público, acrescentando que não aceitaria receber menos que um homem exercendo as mesmas funções que ele. De fato, há uma diferença, mas ambos exercem funções distintas na atração da Globo. Segundo o site da afiliada da emissora, RBS, Renata ganha, em média, um salário acima dos R$ 200 mil. Além de âncora, ela exerce o papel de editora executiva.

Já Bonner, que é o editor-chefe da atração, tem o salário de R$ 700 mil, de acordo com o site Bastidores da TV.
O clima voltou a “pegar fogo” quando Bolsonaro exaltou o golpe de 1964, o que chamou de “Revolução Democrática de 1964”, e lembrou que o mesmo foi defendido na época por Roberto Marinho e o Grupo Globo. No final da edição do JN desta terça, a bancada leu nota da emissora ratificando o editorial que realizou em 2013 declarando que “reconheceu que o apoio ao golpe foi um erro”.

 

Assista ao vídeo:

Foto: Reprodução/Redes Sociais 

Bolsonaro chama Lula de “vagabundo”, “malandro” e “bandido”

sábado, agosto 25th, 2018

Pegou ar. O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, chamou o ex-presidente Lula (PT), também presidenciável de “vagabundo”, “malandro” e “bandido”, durante uma visita a São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, na sexta-feira 24/8.

Na declaração aos apoiadores da campanha, Bolsonaro criticou os institutos de pesquisa e os meios de comunicação por incluírem o petista, que está preso em Curitiba desde abril, nas pesquisas de intenção de voto.

Para ele, a inclusão do ex-presidente nos levantamentos é uma “vergonha”.

 

 

 

 

Foto: Reprodução

Irmão Lázaro: “Meu candidato a presidente é Jair Bolsonaro”

quarta-feira, agosto 8th, 2018

Largou a preferência. Irmão Lázaro, atual deputado federal e candidato do PSC ao Senado, declarou que o deputado Jair Bolsonaro (PSL) é seu candidato à Presidência da República.

“Me perguntaram hoje quem é meu candidato à Presidência da República. Meu candidato é o candidato do povo e que está apresentando propostas que vão ao encontro do coração do povo. E eu acredito que esse candidato é o Jair Bolsonaro […] tem propostas fantásticas para o nosso país”, disse.

“Ele está dizendo que vai fazer coisas que outros candidatos não têm coragem de dizer. Ele tem se comportado como quem vai cumprir as promessas que tem feito. E isso alegra o povo”, confirmou Lázaro em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia.

 

 

 

Foto: Hora do Bico

Bolsonaro se esconde no banheiro para escapar de xingamentos

terça-feira, julho 3rd, 2018

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) teve que se esconder no banheiro na tarde desta terça-feira 3/7, para escapar de uma passageira que passou a cercá-lo e a chamá-lo de “lixo” na sala de embarque do aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Quase sempre acompanhado nos terminais por seguidores que o aplaudem, gritam palavras em seu apoio e o seguem fazendo vídeos, fotos e selfies, o pré-candidato à Presidência viveu a situação contrária quando se preparava para embarcar num voo para Brasília. 

A mulher chegou a se jogar no chão, preocupando outros passageiros que observavam a cena. De acordo com a Folhapress, Bolsonaro confirmou o episódio.

“A senhora se aproximou, pelo que tudo indica, bastante embriagada, se encostando. Eu saí de perto, é lógico. Ela chegou a cair no chão sozinha”, relata.

“Eu lamento, lamento o ocorrido. E lamento que não havia pessoa adequada [seguranças ou funcionários] no aeroporto para resolver o assunto. Até porque, pelo que eu acho, ela não poderia embarcar num estado desses”, disse o candidato. 

 

 

 

 

Foto: Reprodução

TRE manda suspender trio elétrico com Bolsonaro

quinta-feira, maio 24th, 2018

Êta. O  deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), que também é pré-candidato à presidência da República, desembarca em Salvador nesta quinta-feira 24/05. De acordo com a reportagem do A Tarde,  ele não irá mais subir em um trio elétrico, como tava previsto inicialmente, pois o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) mandou suspender a ação por caracterizar propaganda eleitoral antecipada.

Ainda segundo a reportagem, o TRE foi provocado pelo Ministério Público Eleitoral que ajuizou pedido de providência à corte na terça-feira em nome do procurador Regional Eleitoral auxiliar Samir Nachef. No lugar do trio, o pré-candidato deve ser recepcionado por caravanas de simpatizantes da capital e interior organizadas pelo PSL.

 

 

 

 

Foto: Reprodução

Lula é hostilizado e expulso em começo de caravana no Sul: “Saio triste daqui”

terça-feira, março 20th, 2018

Enxotado. Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República, foi obrigado a fazer alterações no roteiro na manhã da segunda-feira, dia 19/3, depois de enfrentar protestos na chegada à Cidade de Bagé (RS), ponto de partida de sua caravana pelos estados do Sul do Brasil.

Segundo o site Gazeta do Povo, caminhões e tratores bloquearam o acesso à Universidade Federal dos Pampas, onde Lula faria seu primeiro pronunciamento. Ainda segundo a publicação, a ação foi atribuída a ruralistas e militantes que apoiam o pré-candidato ao Planalto Jair Bolsonaro (PSL).

Conforme a imprensa local, os manifestantes avançaram contra a caravana e obrigaram o grupo a utilizar uma via marginal do campus. Por segurança, o ex-presidente Lula discursou apenas oito minutos em um carro de som menor, que estava ao lado do ônibus.

“Confesso que saio triste daqui. Porque não vi empresário ofendendo a gente. O que vi aqui foi pobres [sic] e trabalhadores, que, às vezes, estão até desempregados ganhando alguma coisa para ofender a gente”, disse Lula.

 

 

Foto: Ricardo Stuckert/Reprodução/Fotos Públicas

 

STJ confirma condenação de Bolsonaro por danos morais a Maria do Rosário

quinta-feira, novembro 16th, 2017

Vixe. A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve, por unanimidade, decisão da primeira instância que condenou o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) a pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais à deputada Maria do Rosário (PT-RS). A decisão foi tomada no dia 24 de outubro, mas publicada na semana passada.

Em agosto, o colegiado julgou o caso pela primeira vez, mas a defesa do deputado entrou com novo recurso para esclarecer supostas omissões e contradições na decisão. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou Bolsonaro por ter dito, em 2014, que Maria do Rosário não mereceria ser estuprada por ser “muito feia”, não fazendo seu “tipo”.

Foto: reprodução

Aleluia critica manifesto de PMs contra Bolsonaro

segunda-feira, novembro 13th, 2017

Olha aí. O vereador Alexandre Aleluia (DEM) criticou policiais militares ligados ao deputado federal Jean Wyllys (PSOL/RJ) que lançaram, na última quarta-feira, dia 8/11, nota de repúdio contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ). No documento, os militares insinuam que Bolsonaro é contrário aos direitos humanos.
“George Matos e Ricardo Matos são irmãos do deputado Jean Wyllys e, ao que parece, resolveram usar a condição de policiais para falar em nome de uma corporação centenária, como se representassem todos os policiais militares da Bahia. Em uma movimentação do chamado Coletivo de Policiais Baianos Progressistas e pela Democracia, eles atacaram o deputado Jair Bolsonaro com todos os clichês e slogans que a militância de esquerda repete exaustivamente”, disse o vereador Alexandre Aleluia.

Foto: Valdomiro Lopes / CMS

Assista: Pepê e Neném apoiam Bolsonaro e afirmam que “gays não devem beijar em público”

sexta-feira, agosto 4th, 2017

Polêmica. As irmãs Pepê e Neném,lésbicas assumidas, deixaram a comunidade LGBT em polvorosa com um vídeo que fizeram dando apoio ao deputado federal Jair Bolsonaro. As imagens foram divulgadas no perfil oficial do parlamentar, no Facebook.As cantoras declaram apoio a ele e criticam as demonstrações de afeto por parte dos casais gays em público.

– A dupla Pepê e Neném falam de Jair Bolsonaro.

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Sunday, July 30, 2017

 

 

Fotos: Divulgação

Soldado Prisco quer título de cidadão baiano para Bolsonaro

terça-feira, maio 23rd, 2017

Polêmica com coragem. O deputado soldado Prisco (PPS) propôs o título de cidadão baiano ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) na Assembleia Legislativa da Bahia (Al-BA).

No projeto de resolução, Soldado Prisco sinaliza que Bolsonaro “é conhecido por suas posições em defesa da família e do Estado Brasileiro. Suas bandeiras políticas são fortemente combatidas pelos partidos com posições adversas às suas”.

Conforme o texto da proposta, Bolsonaro “se destacou na luta pela aprovação da PEC 300 a qual estabelece que a remuneração dos policiais militares dos estados não poderá ser inferior à da Polícia Militar do Distrito Federal, aplicando-se também aos integrantes do Corpo de Bombeiros Militar e aos inativos”.

A proposta foi enviada à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e ainda não tem data para ser votada em plenário.

Foto: Divulgação

Polêmico, Bolsonaro grava vídeo e ironiza presença de Maria do Rosário na lista de Fachin

quarta-feira, abril 12th, 2017

Olha pra isso. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), utilizou sua página oficial no Facebook para postar um vídeo, logo após a divulgação da lista do ministro Edson Fachin (STF) abrindo inquérito contra nove ministros e 71 congressistas. O parlamentar comemorou a ausência do próprio nome no documento.
Polêmico, Bolsonaro não economizou ironia contra os petistas Carlos Zarattini (PT-SP) e, principalmente, Maria do Rosário (PT-RS). “Tem duas pessoas maravilhosas aqui (na lista). Carlos Zarattini e Maria do Rosário. Mas o que é isso Maria do Rosário? A Papuda lhe espera, boa estadia lá, valeu?”, diz aos risos.

Foto: Reprodução

OAB do Rio de Janeiro pedirá cassação de Bolsonaro no Supremo

quarta-feira, abril 20th, 2016

Bolsonaro fez acusações ao governo em discurso na Câmara

Êta. A seccional fluminense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) irá ao Conselho de Ética da Câmara e ao Supremo Tribunal Federal pedir (STF) a cassação do mandato do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

No domingo, dia 17, ao discursar na votação do impeachment, Bolsonaro homenageou Carlos Brilhante Ustra, chefe do Destacamento de Operações de Informação-Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi) de São Paulo, e um torturador da ditadura militar reconhecido pela Justiça.

Filho de um desaparecido político, o presidente da OAB do Rio de Janeiro, Fernando Santa Cruz, disse que juristas já estão reunindo argumentos para endossar o pedido de cassação.

“A imunidade é uma garantia constitucional fundamental à independência do parlamento, mas não pode servir de escudo à disseminação do ódio e do preconceito. Houve apologia a uma figura que cometeu tortura e também desrespeito à imagem da própria presidente. Além de uma falta ética, que deve ser apreciada pelo Conselho de Ética da Câmara, é preciso que o STF julgue também o crime de ódio”, afirmou Felipe na página da instituição.

Diante do episódio, em seu Facebook, Jair Bolsonaro voltou a homenagear o torturador. “Nunca me orgulhei tanto ao citá-lo no último domingo. O que está em jogo não é a nossa vida, é a nossa liberdade”, escreveu.

Foto: Agência Brasil

Fonte: Estadão Conteúdo

PSC indica Bolsonaro como pré-candidato à presidência

quinta-feira, março 3rd, 2016

Êta. O deputado federal pelo Rio de Janeiro Jair Bolsonaro confirmou filiação ao Partido Social Cristão (PSC) nesta quarta-feira, dia 3, durante evento realizado no auditório Nereu Ramos, da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). No evento, o partido também confirmou Bolsonaro como pré-candidato à presidência da República nas eleições de 2018. Os filhos Carlos e Flávio Bolsonaro também se filiaram ao PSC.

Sobre a relevância da filiação ao partido, o deputado federal Marcondes Gadelha, presidente do PSC na Paraíba, comentou: “O país clama por uma repercussão moral em todos os seus quadros, por lideranças honestas. O povo exige tolerância zero com a corrupção. E temos isso em Bolsonaro, além de firmeza e autenticidade”.

No Twitter, Bolsonaro comemorou a filiação. “Filiação ao PSC c/ a missão de ser mais um soldado em prol de um Brasil verdadeiramente DIREITO!”, twitou acompanhado de uma imagem.

Bolsonaro vai ao PSC depois de 11 anos filiado ao Partido Progressista (PP). No partido, Bolsonaro elegeu-se deputado federal por três vezes. O militar ainda possui outras quatro legislaturas na Câmara dos Deputados.

Foto: Divulgação/PSC

Grupo promove “beijaço gay” e dá “banho de purpurina” no deputado Bolsonaro

quarta-feira, janeiro 27th, 2016

IMG_6620.JPG

Parafernália. Um ato organizado em protesto contra a visita do deputado federal Jair Bolsonaro a Porto Alegre, nesta terça-feira, dia 26, terminou em confusão. De acordo com o G1, a ação previa um “beijaço gay” no auditório da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (AL-RS), mas uma briga entre apoiadores do parlamentar e integrantes do movimento deixou ao menos três feridos. Um dos membros jogou um balde com purpurina rosa na cabeça de Bolsonaro quando ele chegava ao local e, logo depois, cerca de 150 pessoas participaram do “beijaço”. Porém, segundo o estudante Thiago Braga, quando o grupo deixava o auditório uma das meninas levou um soco e foi empurrada na escada. “Não entendo que manifestação se resume a isso. Para cada soco que deram, deixamos flor para eles. Eu levei flor de girassol, que se adapta a qualquer ambiente. Estamos em pleno século 21, onde não deveria existir espaço para preconceito e intolerância”, criticou.

Foto: Reprodução/Facebook