Posts Tagged ‘PRESIDENTE BOLSONARO’

Presidente Bolsonaro autoriza uso das Forças Armadas contra incêndios na Amazônia

sexta-feira, agosto 23rd, 2019

O presidente Jair Bolsonaro assinou, na tarde desta sexta-feira (23), decreto que autoriza o emprego das Forças Armadas para ajudar no combate aos incêndios na Floresta Amazônica. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) vale para áreas de fronteira, terras indígenas, em unidades federais de conservação ambiental e outras áreas da Amazônia Legal.

Segundo o texto, que já foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União, o emprego dos militares será autorizado apenas mediante requerimento do governador de cada estado da região. A Amazônia Legal é um território que abrange a totalidade dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, de Rondônia, Roraima e parte dos estados de Mato Grosso, do Tocantins e do Maranhão.

De acordo com o decreto, o período de emprego das Forças Armadas no combate aos incêndios vai deste sábado (24) a 24 de setembro. Estão previstas ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais e levantamento e combate de focos de incêndio. Conforme o texto, as operações deverão ocorrer em articulação com os órgãos de segurança pública e órgãos e entidades de proteção ambiental. 

O governador de Roraima, Antonio Denarium, que chegou a participar da reunião ministerial que definiu o uso das Forças Armadas, disse a jornalistas, no Palácio do Planalto, que já assinou o pedido para que militares combatam incêndios no estado.

Denarium afirmou que, hoje, os estados da região  não têm condições de combater sozinhos os incêndios florestais. “Por isso, estamos solicitando ajuda do governo federal, para que, em parceria com o estado, com o Corpo de Bombeiros Militar e o Corpo de Bombeiros Civil, fazer o combate aos incêndios que estão em toda a Região Norte.” Ele disse que outros governadores da região também deverão solicitar o apoio. Uma reunião entre governadores da região e o presidente da República está prevista para a próxima terça-feira (27), em Brasília, informou Denarium. 

O governo não informou o número de militares que poderão ser empregados nas ações de combate aos incêndios. Pelo decreto, caberá ao ministro da Defesa, Fernando Azevedo, definir a “alocação dos meios disponíveis e os comandos que serão responsáveis pela operação”.

Pronunciamento

O presidente Jair Bolsonaro convocou para esta noite rede nacional de rádio e televisão para anunciar medidas do governo federal para conter incêndios na Floresta Amazônica.

A decisão sobre o pronunciamento, que vai ao ar às 20h30, foi confirmada pela Secretaria Especial de Comunicação da Presidência (Secom), após reunião ministerial coordenada pelo próprio presidente, durante a tarde, no Palácio do Planalto. Agência Brasil

Fotos: Reprodução

Na festa do Peão de Barretos, presidente Bolsonaro assina decreto a favor de rodeios

domingo, agosto 18th, 2019

Na defesa. O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) assinou assinou no sábado, dia 17/8, durante a 64ª Festa de Peão Boiadeiro de Barretos, um decreto que estabelece padrões de bem-estar para os animais utilizados em rodeios. O presidente Bolsonaro se colocou no mesmo lado de quem apoia festas de rodeio, afirmou que “não existe politicamente correto” e deu duas voltas na arena principal montado a cavalo.

“Respeito todas as instituições, mas lealdade eu devo a vocês. O Brasil está acima de tudo. Neste momento em que muitos criticam a festa de peões e a vaquejada, quero dizer com muito orgulho que estou com vocês. Não existe politicamente correto. Existe o que precisa ser feito”, concluiu o presidente.

Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República

Brasil deixa Mercosul caso Argentina “crie problema”, diz presidente Bolsonaro

sexta-feira, agosto 16th, 2019

O presidente Jair Bolsonaro concordou nesta sexta-feira, dia 16/8, com a declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que caso o candidato da oposição, Alberto Fernández, vença as eleiçõespresidenciais na Argentina e apresente resistência à abertura econômica do Mercosul, o Brasil deixará o bloco. Fernández, que tem como vice a ex-presidente Cristina Kirchner, recebeu 47% dos votos nas primárias realizadas no domingo 11/8.

O atual presidente, Mauricio Macri, ficou com 32%. “O atual candidato que está à frente na Argentina, ele já esteve vistando o [ex-presidente] Lula, já falou que é uma injustiça ele estar preso, já falou que quer rever o Mercosul. Então o Paulo Guedes, perfeitamente afinado comigo, falou que se criar problema, o Brasil sai do Mercosul, e está avalizado”, disse Bolsonaro ao deixar o Palácio da Alvorada nesta manhã.

O presidente brasileiro disse que está disposto a conversar Fernández, mas que o argentino “vai ter que dar o sinal”. “Por causa do viés ideológico, o meu sentimento [antes de ser eleito] é que tinha que acabar com o Mercosul. Lógico, nós chegamos, afastamos o viés ideológico, o contato foi excelente com Macri, excelente com o Marito [presidente do Paraguai, Mario Benitez], o do Uruguai [Tabaré Vázquez], apesar de ser um pouco da esquerda, deu pra conversar”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro, entretanto, espera a reeleição de Maurício Macri. “Olha a Argentina aqui, o que aconteceu com a bolsa, com o dólar, com as taxas de juros. O mercado deu sinal que não vai perdoar a esquerda na Argentina novamente. Os empresários não vão investir mais enquanto não resolver a situação política lá”, disse.

O mercado financeiro da região atravessa momentos de volatilidade, após a vitória de Fernández nas eleições primárias. No dia seguinte à votação, o índice Merval, da Bolsa de Buenos Aires, caiu 37,93%, na maior queda diária no mercado de ações na história do país, e o dólar chegou a superar a barreira de 60 pesos argentinos, mas fechou em 52,14 pesos. A moeda do país vizinho desvalorizou-se 14,99% somente na segunda-feira (12). Para conter a saída de capitais, o Banco Central da Argentina aumentou os juros básicos do país para 74% ao ano. Fonte: Agência Brasil

“Não está nem aí para o que cada pessoa faz com seu sexo e com o seu fiofó”, diz Netinho sobre presidente Bolsonaro

terça-feira, agosto 6th, 2019

Na defesa. O cantor Netinho saiu na defesa do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), garantindo que o chefe da nação não é homofóbico. Em uma publicação no seu perfil no Instagram nesta terça-feira, dia 6/8, o artista baiano disse que “a turma LGBTs odeia Bolsonaro APENAS porque ‘ALGUÉM’ colocou na cabeça deles que nosso presidente é homofóbico e quer ‘matar todos os viados’, rssss (sic)”.

Segundo Netinho que conheceu o presidente Bolsonaro, sabe que ele “não está nem aí para o que cada pessoa faz com seu sexo e com o seu fiofó”. “Bolsonaro apenas não quer que sexo seja ensinado para as crianças nas escolas e eu concordo 100% com ele. Eu também acho que os LGBTs, só por serem LGBTs, não têm direito a qualquer tipo de privilégio como a esquerda propõe apenas para ganhá-los”, detonou.

Netinho também sugeriu que dados são distorcidos para sugerir que grupos de direita têm atitudes homofóbicas e, sem citar nomes, acusa pessoas de enganar as pessoas, tornando-as infelizes pelo que elas são. “Já são 7 meses de governo e cadê algum LGBTs morto ou incomodado? VAMOS ACORDAR! Mentiras sobre assassinatos de gays no Brasil foram divulgadas a partir da Bahia e muita gente acredita nelas. Mas tais dados são falsos, já é sabido”, explicou.

“LGBTs, já passou da hora de vocês despertarem e, orgulhosos por serem quem são, engrossarem a fila daqueles que querem ver o Brasil se transformar num dos mais poderosos países do mundo. Será maravilhoso PARA TODOS OS BRASILEIROS. A VERDADE é que Bolsonaro é por vocês (sem ideologias mentirosas e baratas) e não o contrário. LGBTs, amem-se por serem quem são e levantem diante daqueles que de fato os oprimem, que de forma alguma é Bolsonaro”, finalizou.

View this post on Instagram

EU TENHO conversado com muitas pessoas e percebo que a turma LGBTs odeia Bolsonaro APENAS porque “ALGUÉM” colocou na cabeça deles que nosso presidente é homofóbico e quer “matar todos os viados”, rssss. É para rir de como os LGBTs foram enganados e transformados em militantes (sem causa real) pela esquerda política. Conheci Bolsonaro e sei que ele NÃO é de fato homofóbico e como presidente não está nem aí para o que cada pessoa faz com seu sexo e com o seu fiofó. Bolsonaro apenas não quer que sexo seja ensinado para as crianças nas escolas e eu concordo 100% com ele. Eu também acho que os LGBTs, só por serem LGBTs, não têm direito a qualquer tipo de privilégio como a esquerda propõe apenas para ganhá-los. Já são 7 meses de governo e cadê algum LGBTs morto ou incomodado? VAMOS ACORDAR! Mentiras sobre assassinatos de gays no Brasil foram divulgadas a partir da Bahia e muita gente acredita nelas. Mas tais dados são falsos, já é sabido. CHEGA DE ENGANAR e de destruir a vida de pessoas tornando-as infelizes pelo que elas são. LGBTs, já passou da hora de vocês despertarem e, orgulhosos por serem quem são, engrossarem a fila daqueles que querem ver o Brasil se transformar num dos mais poderosos países do mundo. Será maravilhoso PARA TODOS OS BRASILEIROS. A VERDADE é que Bolsonaro é por vocês (sem ideologias mentirosas e baratas) e não o contrário. LGBTs, amem-se por serem quem são e levantem diante daqueles que de fato os oprimem e que de forma alguma é Bolsonaro. 🌈 #lgbt #lgbts #lgbtq #lgbtq+ #gays #lesbicas #bissexuais #transsexual #queer #homossexual #doutrinaçãonão #somostodosum #voabrasil #ideologiadegeneronao @gayscombolsonaro #estamosnocaminhocerto #bolsonarotemrazao #brasillivre #bolsonaroate2026 🙏🏻🌟🇧🇷 @jairmessiasbolsonaro @michellebolsonaro @flaviobolsonaro @bolsonarosp @damaresalvesoficial1

A post shared by Netinho (@netinhooficialbrasileiro) on

Foto: Reprodução/Instagram

“A gente não pode mais contar uma piada”, provoca presidente Bolsonaro

terça-feira, agosto 6th, 2019

Retou. Durante visita à Cidade de Sobradinho no Norte da Bahia, na segunda-feira, dia 5/8, para inauguração da primeira etapa da Usina Solar Flutuante instalada no Reservatório de Sobradinho, da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), o presidente da República Jair Bolsonaro criticou o “politicamente correto”.

“A gente não pode mais contar uma piada. Não posso nem contar piada de cabeçudo, de goiano, de gaúcho, de cearense cabra da peste. Não há mais liberdade neste país. Tudo é politicamente correto”, bradou o presidente.

Foto: Alan Santos/Divulgação/PR

Vice-governador João Leão continua internado em Salvador

terça-feira, agosto 6th, 2019

Se recuperando. João Leão (PP), vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, foi internado no domingo, dia 4/8, no Hospital Aliança, em Salvador. O político continua na unidade hospitalar sob observação médica.

Em nota, a assessoria do vice-governador afirmou que o estado de saúde é considerado estável. “Ele passa bem e encontra-se em observação no Hospital Aliança, em Salvador, apenas para realizar uma bateria de exames de rotina”.

Leão tinha planos para participar do evento com o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), na Cidade de Sobradinho, no Norte da Bahia, segunda-feira, dia 5/8, mas não conseguiu marcar presença.

Foto: Hora do Bico

A briga continua: Rui Costa cutuca presidente Bolsonaro após nova piada com nordestinos

segunda-feira, agosto 5th, 2019

Largou a joça. Rui Costa (PT), governador da Bahia, usou as redes sociais, nesta segunda-feira, dia 5/8, para alfinetar o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). Em meio a inauguração da Usina Solar Fotovoltaica Flutuante de Sobradinho, no Norte da Bahia, o presidente resolveu fazer outra piada com o povo nordestino dizendo que “só tá faltando crescer um pouquinho a cabeça” para ser nordestino. 

Através das redes sociais, Rui mandou indireta ao chefe da nação: “Alguns jornalistas me procuraram hoje para que eu me pronunciasse sobre as recentes declarações do presidente. Não quis comentar. Tenho muito trabalho para fazer pela Bahia e pelos baianos. Não tenho tempo para nutrir preconceito contra ninguém. Luto por uma Bahia, um Nordeste e um Brasil de igualdade e sem ódio. Precisamos de paz e união para desenvolver um trabalho que possa trazer mais dignidade para o nosso povo”, cutucou.

Foto: Divulgação/GOVBA

Presidente aciona usina solar flutuante no Nordeste

segunda-feira, agosto 5th, 2019

Na Bahia. O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), participou da inauguração da primeira etapa da Usina Solar Flutuante instalada no Reservatório de Sobradinho, no Norte da Bahia, da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). No evento, realizado nesta segunda-feira, dia 5/8, o presidente destacou a importância do uso de fontes de energia limpa.

“Essa inauguração de hoje, da Usina Solar Flutuante de Sobradinho, servirá de modelo para muitas outras regiões do Brasil, para que essa energia limpa cada vez mais floresça no nosso Brasil”, disse.

Segundo Bolsonaro, o Brasil tem condições de mostrar a outros países que preserva o meio ambiente e utiliza a Floresta Amazônica de forma sustentável.“Uma maneira de implementar cada vez mais a energia vinda do sol também é um exemplo para todo o mundo”, registrou. 

O evento marcou a energização da Usina Solar Flutuante, que tem uma potência de geração de 1 megawatt pico (MWp). De acordo com a Chesf, é o maior projeto de pesquisa e desenvolvimento desse tipo de tecnologia flutuante instalado em reservatório de hidrelétrica do país. A segunda etapa do projeto contemplará uma nova usina solar flutuante, também no Reservatório de Sobradinho. O valor do investimento nestas duas plantas solares totaliza R$ 56 milhões.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que o projeto é uma iniciativa inovadora. “Servirá de referência para aplicação dos demais reservatórios das usinas em operação, ampliando a capacidade de geração com menores investimentos”. Ele citou ainda que o modelo não traz riscos ambientais, otimiza o aproveitamento dos recursos naturais e gera empregos na instalação, operação e manutenção do sistema.

Usina solar

Este é o primeiro estudo sobre a instalação de usina solar flutuante em lagos de hidrelétricas e permite aproveitar as mesmas subestações e linhas de transmissão que escoam a energia produzida pela hidrelétrica.

A experiência do uso das placas solares flutuantes em Sobradinho vai servir de modelo para  a implementação nos 477 quilômetros de extensão dos canais de transposição, aquedutos e reservatórios do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF).  

Decreto

Na cerimônia, o presidente Bolsonaro assinou decreto qualificando PISF no Programa de Parceria Público Privada (PPI) como programa prioritário para investimentos. O presidente também autorizou o ministro Bento Albuquerque, em articulação com o ministro Gustavo Canuto, a adotar medidas que atraiam o interesse do setor privado para promover leilões de geração de energia renovável na área de transposição do Rio São Francisco. O objetivo é elevar o potencial energético abrangido pelo PISF, estimado em 3,5 GigaWatts, e garantir recursos para o bombeamento das águas do rio, que hoje custam R$300 milhões por ano.

Foto: Alan Santos/PR

Governo muda cúpula de comissão sobre mortos e desaparecidos políticos

quinta-feira, agosto 1st, 2019

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira, dia 1º/8, que a troca de membros da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos aconteceu por que “mudou o presidente” da República. “O motivo é que mudou o presidente, agora é o Jair Bolsonaro, de direita. Ponto final. Quando eles botavam terrorista lá, ninguém falava nada. Agora mudou o presidente. Igual mudou a questão ambiental também”, disse, ao deixar o Palácio da Alvorada nesta manhã.

O governo trocou quatro dos sete membros da comissão. De acordo com o decreto publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial da União, Marco Vinicius Pereira de Carvalho substitui Eugênia Augusta Gonzaga Fávero na presidência do colegiado; Weslei Antônio Maretti substitui Rosa Maria Cardoso da Cunha; Vital Lima Santos substitui João Batista da Silva Fagundes; e Filipe Barros Baptista de Toledo Ribeiro substitui Paulo Roberto Severo Pimenta.

A Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos foi criada em 1995, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, para fazer o reconhecimento de desaparecidos em razão de participação ou acusação de participação em atividades políticas no período de 2 de setembro de 1961 a 15 de agosto de 1979. O período abrange parte do regime militar até o ano em que foi promulgada a Lei da Anistia.

Hoje vinculada ao Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, a partir de 2002, a comissão passou a examinar e reconhecer casos de morte ou desaparecimento ocorridos até 05 de outubro de 1988, data de promulgação da Constituição. Fonte: Agência Brasil

Foto: Antonio Cruz/Divulgação/Agência Brasil

Celular do presidente Bolsonaro foi alvo da ação de hackers, afirma ministério

quinta-feira, julho 25th, 2019

O telefone celular do presidente da República, Jair Bolsonaro, pode ter sido alvo da ação do grupo suspeito de invadir ao menos mil linhas telefônicas, incluindo a de várias autoridades públicas, como o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Em nota, o Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que a Polícia Federal (PF) comunicou que aparelhos celulares utilizados pelo presidente foram alvos de ataques pelo grupo de que fazem parte os quatro suspeitos presos na terça-feira, dia 23/7.

De acordo com o ministério, o fato está sendo tratado como uma questão de segurança nacional e Bolsonaro foi imediatamente comunicado.

Na terça-feira, a PF deflagrou a chamada Operação Spoofing, que apura a suspeita de crimes cibernéticos. Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão autorizados pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, titular da 10ª Vara Federal de Brasília, que afirmou haver, nas informações iniciais apresentadas pela PF, “fortes indícios de que os investigados integram organização criminosa”.

O cumprimento dos mandados resultou na prisão de Danilo Cristiano Marques, Gustavo Henrique Elias Santos, Suelen Priscila de Oliveira e Walter Delgatti Neto. Ao pedir a detenção dos quatro, a PF apresentou “um histórico de possíveis crimes” que os investigados teriam praticado em conjunto” para “violar o sigilo telefônico de diversas autoridades públicas brasileiras via invasão do aplicativo Telegram”.

Ao autorizar as prisões temporárias, a realização de busca e apreensões em endereços ligados aos investigados, bem como a quebra do sigilo fiscal e de comunicações e o bloqueio de bens dos suspeitos, o juiz Vallisney de Souza Oliveira afirmou que as prisões temporárias dos investigados pelo prazo de cinco dias são essenciais para a obtenção de provas.

Ontem, a PF informou à imprensa que ao menos mil diferentes números telefônicos podem ter sido alvo dos suspeitos de hackear o aplicativo de mensagens Telegram do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e de outras autoridades, entre elas o ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Aparentemente, mil números telefônicos diferentes foram alvo desse mesmo modus operandi dessa quadrilha. Há possibilidade, ainda não temos uma identificação e nem começamos a fazer isso, mas há possibilidade de um número muito grande de possíveis vítimas desse mesmo tipo ataque que está sendo investigado agora”, disse o coordenador geral de Inteligência da PF, João Vianey Xavier Filho, explicando que os números telefônicos supostamente atacados ainda serão identificados para que os investigadores possam aferir a extensão exata dos ataques.

Ainda hoje, a PF deve encaminhar um ofício para o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitando uma reunião para buscar formas de sanar as fragilidades encontradas na investigação.

De acordo com a PF, a investigação é conduzida desde o mês de abril, quando procuradores da Força Tarefa da Lava Jato passaram a relatar algumas ligações recebidas em seus aparelhos originadas do próprio número. Em junho, Moro e outras autoridades informaram ocorrência semelhante.

Parte das conversas que o ministro Sergio Moro manteve com procuradores da Força Tarefa Lava Jato quando ainda era juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável por julgar as denúncias apresentadas no âmbito da Lava Jato, foi repassada ao site de notícias The Intercept Brasil, que decidiu tornar público as informações que considera ser de interesse público. Segundo os sites, os arquivos foram entregues a jornalistas do veículo por uma fonte anônima. A Constituição brasileira assegura aos jornalistas o direito de não revelar suas fontes.

Ontem, pouco antes de seu cliente, Gustavo Henrique Elias Santos, prestar depoimento, em Brasília, o advogado Ariovaldo Moreira revelou a jornalistas que Santos confirmou ter recebido de outro dos suspeitos presos, Walter Delgatti Neto, pelas redes sociais, imagens de uma suposta mensagem enviada pelo então juiz federal Sergio Moro a outras autoridades públicas.

“Segundo Gustavo, Walter mostrou a ele algumas interceptações de uma autoridade há algum tempo. Essa autoridade era o hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, mas Gustavo negou qualquer envolvimento com a interceptação dessas mensagens. E, inclusive, chegou a alertar Walter que aquilo lhe causaria problemas”, declarou o advogado, acrescentando que Gustavo não se recorda da data exata em que Walter lhe enviou cópia das mensagens. Fonte: Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Divulgação/Agência Brasil

Rui retou: “Até para saltar do avião ele tem medo”, detona governador após crítica do presidente Bolsonaro

terça-feira, julho 23rd, 2019

Vixe. Depois de o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), detonar a falta de policiamento na Cidade de Vitória da Conquista, na inauguração do aeroporto Glauber Rocha, nesta terça-feira, dia 23/7, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que é mais um factoide do presidente.

Para a revista Época, Rui explicou que não haveria necessidade de policiamento, já que o presidente desceria do avião, daria alguns passos e participaria do evento: “Não posso pegar uma quantidade enorme de homens para fazer de conta. Se ele tem tamanho receio em um governo tão impopular, que até para saltar do avião ele tem medo, é melhor ficar em casa ou no gabinete”, detonou.

Foto: Divulgação/GOVBA

Sem a presença da PM, atiradores de elite fazem a segurança do presidente Bolsonaro

terça-feira, julho 23rd, 2019

Segurança reforçada. A Tropa de Elite das Forças Armadas está sobre a cobertura do Aeroporto Glauber Rocha, na Cidade de Vitória da Conquista.

Sem a presença da PM, por determinação do governador Rui Costa, a ação é em segurança ao presidente da República Brasileira, Jair Messias Bolsonaro (PSL), que inaugura o equipamento na manhã desta terça-feira, dia 23/7. Diversas personalidades da Política Nacional participam do momento histórico em Vitória da Conquista.

Foto: Reprodução/Blog Anderson

Presidente Bolsonaro e Rui Costa trocam acusações sobre segurança em inauguração de aertoporto

terça-feira, julho 23rd, 2019

Acusações. O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta terça-feira, dia 23/7, que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), não autorizou a Polícia Militar na segurança presidencial durante a cerimônia de inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, na Cidade de Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia. Em resposta, Rui Costa disse que, como o evento é exclusivamente federal, as forças federais devem fazer a segurança do presidente — a PM é uma força estadual.

Foto: Reprodução/Facebook

Ao lado de Bolsonaro, Neto provoca Rui: “Em qualquer canto deste estado, o senhor será bem vindo”

terça-feira, julho 23rd, 2019

Êta. No discurso que fez nesta terça-feira, dia 23/7, no ato de inauguração do aeroporto Glauber Rocha, na Cidade de Vitória da Conquista, o prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, fez inúmeros elogios ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e disse que ele será “bem recebido” na Bahia.

“Falo em nome do Democratas, partido que deu 100% dos votos para aprovação da reforma Previdência. Reafirmo nosso compromisso com o governo para a geração de empregos, o combate à pobreza. Em qualquer canto deste estado, o senhor será bem vindo”, afirmou ACM Neto.

Foto: Reprodução

Neto sobre ausência de Rui em Vitória da Conquista: “A birra política dele não vai atrapalhar”

segunda-feira, julho 22nd, 2019

Largou a joça. ACM Neto, prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, confirmou que vai à inauguração do aeroporto da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, nesta terça-feira, dia 23/7, e disse que a ausência do governador Rui Costa (PT) não fará diferença na cerimônia, com participação do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Não muda nada se ele vai ou não. Será um dia importante para a Cidade e a birra política dele não vai atrapalhar nada”, declarou Neto.

Foto: Hora do Bico

Polêmica: Antes de inauguração, placas de outdoor do governo estadual são retiradas de aeroporto

segunda-feira, julho 22nd, 2019

Parafernália. Algumas placas de outdoor do Governo do Estado foram arrancadas no domingo, dia 21/7, das proximidades do Aeroporto Glauber Rocha, na Cidade de Vitória da Conquista, no Sudoeste da Bahia. O novo equipamento vai ser inaugurado na terça-feira, dia 23/7, e os materiais teriam sido tirados por ordem da Prefeitura, de acordo com a imprensa local.

A polêmica é gira em torno do governador Rui Costa (PT) e do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) que brigam pela “paternidade” da obra.

Diversos integrantes do PT defendem que Rui Costa não compareça à inauguração, já que a maioria dos participantes deve ser pró-Bolsonaro e o petista corre o risco de ser hostilizado e vaiado.

Foto: Reprodução/Blog Anderson

Presidente Bolsonaro diz que não há constrangimento em visitar a Bahia

domingo, julho 21st, 2019

O presidente Jair Bolsonaro disse, neste domingo, dia 21/7, que não existe constrangimento em sua visita à Bahia, marcada para esta semana, após criticar alguns governadores do Nordeste. Em conversa com os jornalistas, na porta do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que o Nordeste é “sua terra”.

“Bahia é Brasil, não tem problema”, disse. Está programada uma visita à cidade baiana de Vitória da Conquista, na terça-feira, dia 23/7, para inaugurar o Aeroporto Glauber Rocha.  “Nordeste é Brasil, é minha terra. Eu ando em qualquer lugar do território brasileiro”, completou.

Questionado se deixaria de ir ao Maranhão, Bolsonaro disse que não deixaria de ir se tivesse algum evento marcado no estado. “Se tiver um evento [no Maranhão] eu vou, por que não?”. Fonte: Agência Brasil

Foto: Divulgação

Urgente: Saiba o que disse Bolsonaro sobre multa de 40% do FGTS

domingo, julho 21st, 2019

O presidente Jair Bolsonaro disse no sábado, dia 20/7, que não vai propor o fim da multa de 40% sobre o salto do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de empregados demitidos sem justa causa. “Em nenhum momento vocês vão me ouvir falando de acabar com multa de 40% FGTS”, disse a jornalistas, em entrevista em frente ao Palácio do Alvorada.

Ele ponderou, no entanto, que a multa virou regra, uma vez que é difícil ocorrer, segundo ele, demissões sem justa causa. “Dificilmente, você dá demissão por justa causa. Mesmo dando, o cara entra com ação contra você. Dificilmente se ganha ação nesse sentido. Os patrões pagam [a multa]”, disse.

“Assim como quem estava empregado ficou mais difícil ser demitido, quem empregava começou a não empregar mais pensando em possível demissão”, justificou. Apesar disso, afirmou: “Não vou propor [o fim dos] 40%”.

Ontem (19) à noite, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto divulgou nota à imprensa negando qualquer estudo sobre o fim do pagamento da multa.

Saque do FGTS

O presidente disse ainda que amanhã (21) fará uma reunião com ministros para tratar do saque do FGTS. “A palavra final eu vou ouvir essa semana da equipe econômica”, diz. O governo estuda liberar o saque de parte do saldo das contas ativas e inativas do FGTS. A medida injetaria recursos capazes de estimular a economia.

Segundo o presidente, “pequenos acertos” estão sendo feitos. “Não queremos desidratar a questão do Minha Casa, Minha Vida, que é importante para quem precisa de uma casa. Não queremos ser irresponsáveis”. O programa do governo federal, que oferece condições atrativas para o financiamento de moradias para famílias de baixa renda, usa recursos do fundo.

Reforma da Previdência

Bolsonaro disse não acreditar que as críticas que fez a governadores do Nordeste terão impacto na votação da reforma da previdência no Congresso Nacional. “O parlamento não é tão raso como vocês estão pensando”, disse.

A reforma da previdência foi aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados. A proposta ainda precisa ser aprovada na Casa em mais um turno de votação antes de ser remetida para o Senado Federal, onde terá também que ser aprovada em dois turnos de votação no plenário. Agência Brasil

Foto: Valter Campanato/Divulgação/Agência Brasil

Presidente Bolsonaro diz que vai trabalhar pela modernização do Mercosul

quarta-feira, julho 17th, 2019

Ao discursar na sessão plenária da 54ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina, o presidente Jair Bolsonaro disse que vai trabalhar para acelerar a modernização do bloco sul-americano. Durante o encontro, o Brasil vai assumir a presidência pro tempore (rotativa) do grupo pelos próximos seis meses.

“Quero aproveitar a ocasião para firmar o compromisso do meu governo com a modernização e a abertura do nosso bloco, fazendo dele um instrumento de comércio com o mundo, sem o viés ideológico que tanto critiquei enquanto parlamentar. Vencemos essa barreira, e a conclusão do acordo de livre comércio com a União Europeia é resultado concreto dessa nova orientação”, disse.

Após o acordo com a União Europeia, Bolsonaro disse que o bloco planeja concluir as negociações com a Associação Europeia de Livre Comércio e avançar nas conversas com o Canadá, a Singapura e a Coreia.

O presidente destacou o acordo assinado hoje (17) que elimina a cobrança de roaming internacional de serviços de telecomunicações entre pessoas que residem nos países-membros do bloco. “Temos aí um exemplo da diferença para melhor que o Mercosul pode fazer no cotidiano do cidadão, eliminando dificuldades e burocracias.”

Bolsonaro também disse que o Brasil vai continuar o trabalho da presidência pro tempore argentina de revisão da tarifa externa comum (TEC) para a modernização da política comercial do Mercosul e de reforma institucional do bloco com enxugamento do número de órgãos. “Para que sigamos colhendo frutos, precisamos trabalhar por um Mercosul enxuto e dinâmico”, defendeu.

O presidente também afirmou que, à frente da presidência rotativa do grupo, vai focar nas negociações externas. “Compartilhamos a visão de que para cumprir seu papel de motor do desenvolvimento o nosso bloco deve se concentrar em três áreas: as negociações externas – aí com grande apoio do meu ministro das Relações Exteriores, no zelo das indicações das embaixadas também sem o viés ideológico do passado. E quem sabe um grande embaixador nos Estados Unidos brevemente. Então, focamos nisso, na nossa tarifa externa comum e em nossa reforma institucional.” Agência Brasil

Foto: Alan Santos/PR

Pelo “resgate dos valores familiares”, presidente Bolsonaro diz que vai indicar ministro “terrivelmente evangélico”para o STF

quarta-feira, julho 10th, 2019

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que indicará um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal (STF), pois, para ele, a busca pelo “resgate dos valores familiares” deve estar presente em todos os poderes do país. “Entre as duas vagas que terei para indicar para o Supremo um deles será terrivelmente evangélico”, disse, durante sua participação em um culto da bancada evangélica na Câmara dos Deputados, na manhã de hoje (10).

No mês passado, ao criticar a decisão do STF de criminalizar a homofobia como forma de racismo, Bolsonaro já havia sugerido a indicação de um evangélico para a Corte. Até 2022, o presidente da República poderá indicar nomes para pelo menos duas vagas, que serão aberta com a aposentadoria compulsória dos ministros Marco Aurélio e Celso de Mello.

Hoje, Bolsonaro elogiou a atuação dos parlamentares evangélicos nos últimos anos. “Vocês sabem o quanto a família sofreu nos últimos governos. Vocês foram decisivos na busca da inflexão do resgate dos valores familiares”, disse. “Quantos tentam nos deixar de lado dizendo que o Estado é laico. O Estado é laico mas nós somos cristãos. Ou para plagiar a minha querida Damares, nós somos terrivelmente cristãos”, disse, em referência à declaração da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.

Previdência

No dia em que acontece a primeira sessão de votação do texto-base da reforma da Previdência, o presidente chegou à Câmara pouco antes das 8h30 e estava acompanhado de vários ministros. Ao deixar o culto, Bolsonaro disse que a expectativa para a votação é de vitória e aprovação da matéria antes do recesso parlamentar. Ele seguiu para o plenário da Casa, onde, em um breve discurso, fez um apelo aos deputados.

“O povo conta com deputados e senadores para que nosso Brasil realmente deixei de ser apenas no discurso um país do futuro, mas na prática. Temos exemplos de outros países onde homens e mulheres, ao assumirem o comando, tomaram decisões corajosas. Vocês hoje se encontram em uma situação muito semelhante. O entendimento de todos nós, parlamentares e Executivo e, em parte do judiciário, dirá se queremos ser uma grande nação ou não”, disse Bolsonaro.

Os deputados encerraram a fase de discussão da nova Previdência na madrugada desta quarta-feira. Com a conclusão dessa etapa, a votação do texto-base da proposta, em primeiro turno, está prevista para começar em sessão marcada para as 10h30. Para ser aprovada, a matéria necessita de 308 votos, equivalentes a três quintos dos 513 deputados, nos dois turnos de votação.

Caso seja aprovada em primeiro turno, a previsão é que haja votação para quebra de interstício. Segundo o regimento da Casa, entre o primeiro e o segundo turno de votação é necessário um intervalo de cinco sessões do plenário. Se validado pelos deputados, o texto segue para análise do Senado, onde também deve ser apreciado em dois turnos e depende da aprovação de, pelo menos, 49 senadores. Conforme Agência Brasil

Foto: Valter Campanato/Divulgação/Agência Brasil