Posts Tagged ‘Câmara Federal’

ACM Neto acredita que DEM elege até 45 deputados federais

terça-feira, agosto 21st, 2018

Confiança nas urnas. O prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto (DEM) estima que o partido pode eleger entre 40 e 45 deputados federais nas eleições deste ano.

Na eleição de 2014, o partido elegeu só 21 parlamentares e ficou com a décima bancada da Câmara Federal. O melhor desempenho foi 1998, quando o DEM elegeu 105 deputados federais

“Pagamos um preço alto pela decisão de ser oposição ao PT, foram muitas as provações, mas fomos recompensados pelo compromisso com a coerência e os nossos princípios”, afirmou Neto, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

 

 

 

Foto: Hora do Bico

Serrinha: Ex-prefeito Osni Cardoso tá de olho na Câmara Federal

sábado, março 4th, 2017

Olho na câmara. O ex-prefeito da Cidade de Serrinha, Região Sisaleira, Osni Cardoso (PT), está se movimentando para viabilizar a própria candidatura a deputado federal. Osni é sem dúvida uma liderança na Região do Sisal e em 2014 conseguiu eleger o deputado estadual então seu vice-prefeito, Gika Lopes (PT).

Apesar de algumas queixas, Osni Cardoso é próximo ao governador Rui Costa (PT), e já está articulando para entrar em outras regiões  nas famosas dobradinhas com candidatos à Assembleia Legislativa.

 

Foto: Hora do Bico

Bacelar afirma que conversas entre PTN e Palácio do Planalto tentam manter partido na base de Dilma

segunda-feira, março 28th, 2016

bacelar

Avaliação dele. João Carlos Bacelar, ex-líder do PTN na Câmara Federal, afirmou nesta segunda-feira, dia 28, que existem conversas entre o partido e o Palácio do Planalto para a manutenção do partido na base aliada de Dilma Rousseff – e para demover eventuais tendências de apoio ao afastamento da presidente. “[A bancada] Está discutindo. Para Bacelar, não é um assunto que una, é tenso. Eu acho que a maioria ainda é favorável ao impeachment, mas está se trabalhando”, relatou.

 

 

Deputadas querem proibir uso de minissaia e decotes na Câmara Federal

quarta-feira, setembro 2nd, 2015

Deputadas querem proibir uso de minissaia e decotes na Câmara Federal

Que situação. Depois do pedido de deputadas incomodadas com os trajes “sensuais” usados por mulheres na Câmara, a Mesa Diretora vai desenvolver um projeto para estabelecer um código de vestimenta na Casa. De acordo com o G1, o deputado Beto Mansur (PRB-SP), primeiro-secretário, adotou a ideia e disse que vai elaborar um projeto com regras para impedir abusos no vestuário feminino. Em seguida, ele apresentará o texto aos outros parlamentares dirigentes.

A iniciativa de colocar regras nas roupas femininas que desfilam pela Câmara Federal foi articulação de um grupo de mulheres parlamentares, liderado por Cristiane Brasil (PTB-RJ). Elas defendem que apenas os homens têm normas de vestuários, obrigados a usarem terno e gravata.

Beto Mansur garantiu que não vai fazer muitas restrições quanto à formalidade na vestimenta feminina. “Claro que teremos preocupação com o calor e o tempo seco de Brasília. Mas sou um parlamentar no quinto mandato e vejo que existem excessos. Vamos pensar em regras, ver como funciona na iniciativa privada, nos tribunais, e demais órgãos públicos”, disse o deputado ao G1.

 

 

Foto: Reprodução/ Ag. Brasil

Cacá Leão assume vice-liderança do PP na Câmara

quarta-feira, fevereiro 11th, 2015

20150211-060517.jpg

De boa. O deputado federal Cacá Leão (PP), foi escolhido nesta terça-feira, dia 10, um dos vice-líderes da bancada do partido na Câmara Federal. O novo líder progressista na Câmara é Eduardo da Fonte (PE). Em seu primeiro mandato no Congresso, Cacá afirma que está na expectativa de “fazer a diferença”. Junto aos outros vice-líderes, o parlamentar tem a função de representar o partido no plenário, em reuniões de comissões e nas missões externas da legenda, além de ajudar o líder no comando da bancada. “O nosso objetivo é manter a bancada do PP unida para tomarmos as melhores decisões para a população”, afirmou.

Foto: Divulgação

Rui Costa e mais três podem ter processo instaurado na Câmara Federal

terça-feira, novembro 4th, 2014

ruicosta

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar deve instaurar nesta terça-feira, dia 4, processos contra os deputados Afonso Florence, Rui Costa e Nelson Pelegrino, todos do PT baiano. Também será feito o sorteio do relator de cada processo. Costa foi eleito governador da Bahia; Florence e Pelegrino foram reeleitos para a próxima legislatura.

As representações contra os parlamentares foram protocoladas pelo PSDB e pelo DEM no dia 16 de outubro. No documento, os dois partidos citam denúncia publicada pela revista Veja no dia 24 de setembro sobre o suposto envolvimento dos deputados no desvio de dinheiro destinado à construção de 1.120 casas populares para famílias de baixa renda.

A operação teria desviado R$ 17,9 milhões do Fundo de Combate à Pobreza desde 2004, com a participação da ONG Instituto Brasil. Segundo a presidente da ONG, Dalva Paiva, “o instituto recebia os recursos, simulava a prestação do serviço e carreava o dinheiro para os candidatos do partido”. Segundo ela, “se o acordo pagava pela prestação de mil casas, por exemplo, o instituto erguia apenas 100”. A ONG encerrou as atividades em 2010.

De acordo com a denúncia, parte dos recursos teria sido usado na formação de caixa 2 para financiar a campanha dos deputados baianos. Outra parte, para sustentar militantes petistas que passavam por dificuldades financeiras. O senador Walter Pinheiro (PT-BA) também é citado na acusação.
Na reportagem, os acusados negaram as acusações e se limitaram a admitir a existência de uma relação “institucional” com Dalva. Nelson Pelegrino disse ter tido uma irmã que trabalhou na ONG, mas que ela tinha deixado a instituição “quando descobriu como eram as coisa lá”. O deputado Afonse Florence disse que nunca pegou o dinheiro de Dalva e não tem conhecimento dos pagamentos.

afonsoflorence

Em entrevista à Agência Câmara nesta segunda-feira (3), Afonso Florence disse estar confiante de que o conselho irá arquivar a denúncia. “O Conselho de Ética não vai aceitar abrir processo porque é uma calúnia. A suposta denunciante foi investigada pelo Ministério Público em 2010 e foi indiciada, responde a 17 processos e, por isso, não desfruta de nenhuma credibilidade”, afirmou. Para ele, a denúncia tinha caráter eleitoreiro.

pelegrino

Os deputados Rui Costa e Nelson Pellegrino também foram procurados pela reportagem, mas não foram encontrados. A reunião do Conselho de Ética será realizada às 14 horas, no plenário 11.

 

 

*As informações são da Agência Senado.

 

 

 

 

 

 

Fotos: adelsoncarvalho.com.br/Repordução