Posts Tagged ‘ALBA’

Nelson Leal é eleito presidente da Assembleia Legislativa da Bahia; confira a lista dos empossados

sexta-feira, fevereiro 1st, 2019

O deputado Nelson Leal (PP) foi eleito como novo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia nesta sexta-feira 1º de fevereiro. A sessão foi marcada pela posse dos parlamentares eleitos no último pleito. Nelson faz parte da base do governador Rui Costa (PT) e terá como vice o deputado Alex Lima (PSB). Ele foi eleito com 62 dos 63 votos possíveis. Apenas Hilton Coelho (PSOL), que também se candidatou à presidência, votou contrário.

Confira a lista dos deputados empossados:

  1. João Isidório (AVANTE)
  2. Rosemberg (PT)
  3. Diego Coronel (PSD)
  4. Zé Raimundo (PT)
  5. Eduardo Salles (PP)
  6. Rogério Andrade Filho (PSD)
  7. Alex da Piatã (PSD)
  8. Alex Lima (PSB)
  9. Adolfo Menezes (PSD)
  10. Ivana Bastos (PSD)
  11. Dal (PC do B)
  12. Marcelinho Veiga (PSB)
  13. Fátima Nunes (PT)
  14. Roberto Carlos (PDT)
  15. Targino Machado (DEM)
  16. Antônio Henrique Jr. (PP)
  17. Jusmari (PSD)
  18. José de Arimateia (PRB)
  19. Nelson Leal (PP)
  20. Robinson (PT)
  21. Pedro Tavares (DEM)
  22. Sandro Régis (DEM)
  23. Marcell Moraes (PSDB)
  24. Samuel Junior (PDT)
  25. Luciano Simões (DEM)
  26. Alan Castro (PSD)
  27. Vitor Bonfim (PR)
  28. Eduardo Alencar (PSD)
  29. Zé Cocá (PP)
  30. Marquinho Viana (PSB)
  31. Olivia Santana (PC do B)
  32. Jurailton Santos (PRB)
  33. Bobô (PC do B)
  34. Tom Araujo (DEM)
  35. Paulo Câmara (PSDB)
  36. Léo Prates (DEM)
  37. Laerte do Vando (PSC)
  38. Fabíola Mansur (PSB)
  39. Euclides (PDT)
  40. Soldado Prisco (PSC)
  41. Marcelino Galo (PT)
  42. Neusa Cadore (PT)
  43. Robinho (PP)
  44. Fabrício (PC do B)
  45. Aderbal Caldas (PP)
  46. Mirela Macedo (PSD)
  47. Jacó (PT)
  48. Dr.David Rios (PSDB)
  49. Jânio Natal (PODE)
  50. Alan Sanches (DEM)
  51. Paulo Rangel (PT)
  52. Maria Del Carmen (PT)
  53. Jurandy Oliveira (PRP)
  54. Osni (PT)
  55. Niltinho (PP)
  56. Zó (PC do B)
  57. Tum (PSC)
  58. Capitão Alden (PSL)
  59. Hilton Coelho (PSOL)
  60. Pastor Tom (PATRI)
  61. Katia Oliveira (MDB)
  62. Talita Oliveira (PSL)
  63. Junior Muniz (PHS)

Confira a composição da mesa diretora 2019/2020

  • Presidente: Nelson Leal (PP)
  • 1º Vice-presidente: Alex Lima (PSB)
  • 2º Vice-presidente: Ivana Bastos (PSD)
  • 3º Vice-presidente: Fabrício Falcão (PCdoB)
  • 4º Vice-presidente: Soldado Prisco (PSC)
  • 1º Secretário: Maria Del Carmen (PT)
  • 2º Secretário: Tom Araujo (DEM)
  • 3º Secretário: Talita Oliveira (PSL)
  • 4º Secretário: Euclides Fernandes (PDT)

 

 

 

 

Foto : Divulgação/ALBA

Com atraso, 63 deputados tomam posse na ALBA

sexta-feira, fevereiro 1st, 2019

Chegou o dia. Os 63 deputados estaduais eleitos na Bahia em 2018, foram empossados na manhã desta sexta-feira, dia 1º/2, para a 19ª legislatura, para mandato até 2022. A posse dos novos parlamentares foi marcada por muita euforia e momentos de emoção. Segundo apurou o Hora do Bico, a posse estava marcada para às 9h30 e só teve início às 10h, e ainda assim, teve que ser suspensa, porque nem todos os parlamentares estavam presentes no Plenário. A renovação da ALBA nesta legislatura é de 38%, com 24 novos deputados. As maiores bancadas são do PT, PP e PSD.

 

 

Foto: Divulgação

Rui aprova pacote amargo para servidores estaduais

quarta-feira, dezembro 12th, 2018

E agora? A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou nesta quarta-feira 12/12, o pacote de medidas enviado por Rui Costa à Casa, mesmo com as manifestações dos servidores estaduais.  

Os deputados votaram o projeto de lei 22.975/2018, que modifica a estrutura da organização da administração pública. Por conta disso, órgãos como a Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic) e o Centro Industrial do Subaé (CIS) ficam extintos.

A  Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) também vai deixar de existir. No lugar, a a Alba vai criar  a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU).

 

 

 

Foto: Divulgação

Deputados entram escoltados na Assembleia Legislativa

quarta-feira, dezembro 12th, 2018

 

Vixe. A pressão não para de subir com os protestos de servidores nesta quarta-feira 12/12, na Assembleia Legislativa da Bahia. Os deputados entraram na Casa escoltados pela Polícia, para participar da sessão de votação da reforma administrativa.

Segundo informações da imprensa, um ônibus da tropa de Choque da PM e cerca de seis viaturas da Polícia Militar foram encaminhadas ao local no período da manhã.

Os 100 servidores que não conseguiram entrar no prédio fizeram protestos e tentaram impedir a entrada dos deputados para a votação.

Foto: Reprodução/WhatsApp

Alta pressão: Polícia cerca Assembleia Legislativa da Bahia

quarta-feira, dezembro 12th, 2018

Clima de guerra. Viaturas da Polícia Militar cercam a Assembleia Legislativa da Bahia, na manhã desta quarta-feira 12/12,  para possibilitar ao governo Rui Costa aprovar as medidas de ataques aos direitos dos servidores estaduais.

O funcionalismo público está sendo impedidos de sair do Plenário. A votação vai acontecer em um auditório.

 

 

 

Foto: Reprodução/Whatsapp

 

Servidores estaduais passam a noite na Assembleia para impedir votação

quarta-feira, dezembro 12th, 2018

Êta. Cerca de 100 servidores estaduais passaram a madrugada desta quarta-feira 12/12, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), em Salvador, onde realizaram protesto na tarde de terça 11/12 sob clima de tensão, para que a votação da reforma administrativa, proposta pelo governo do estado, fosse retirada da pauta. Os manifestantes dizem querer diálogo entre servidores e governo.

 

 

Foto: Reprodução

Servidores quebram porta de vidro da Alba em protesto contra reforma administrativa

terça-feira, dezembro 11th, 2018

A pressão subiu. Os servidores estaduais quebraram a porta de vidro da entrada da Assembleia Legislativa do Estado (Alba) e invadiram o plenário, na tarde desta terça-feira 11/12, em protesto contra a reforma administrativa proposta pelo governador da Bahia, Rui Costa. O clima ficou tenso no local, que fica no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Os manifestantes tinham como objetivo, fazer com que a pauta fosse retirada da sessão, que foi suspensa após a entrada deles no plenário. Sem um acordo com oposição e servidores, o presidente da Alba, Ângelo Coronel (PSD), chegou a anunciar que faria a votação em outro local da casa, já que o plenário estava ocupado pelos manifestantes.

Porém, por volta das 17h10, ele anunciou que a sessão estava encerrada e que as pautas, inclusive a votação da reforma administrativa, serão retomadas na quarta-feira 12/12.

 Foto: Sindipoc/ Divulgação

Alba lança ferramenta que permite acesso em tempo real discursos das sessões

quarta-feira, outubro 18th, 2017

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, Angelo Coronel, lançou nesta terça-feira, dia 17/10, o software de comunicação AlbaVox – desenvolvido a partir do ParlaVox, da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul/RS. A ferramenta que oferece simultaneamente e online, conteúdos de texto, imagem e voz das sessões ordinárias realizadas no plenário da Casa. O sistema será operado pelos setores de Taquigrafia e de Tecnologia da Informação da ALBA.

O presidente da Câmara de Caxias, vereador Felipe Gremelmaier, assinou termo de cooperação técnica com a ALBA para a implantação do programa no Legislativo da Bahia. 

É mais um instrumento para fortalecer o princípio da transparência legislativa, ao mesmo tempo que mostra que o nosso setor de Taquigrafia está renovando processos, acompanhando a evolução dos tempos. O Legislativo municipal de Caxias do Sul foi pioneiro e, a partir de agora, a ALBA será também referência em inovação tecnológica, reforçando o princípio da transparência pública”, disse Angelo Coronel.

 

 

Foto: Divulgação

Marcelo Nilo abre o coração em entrevista: “Não sinto saudade”

quarta-feira, agosto 30th, 2017

Olha aí. O deputado Marcelo Nilo (PSL) abriu o coração nesta quarta-feira, dia 30/8, em entrevista para o apresentador Adelson Carvalho, do programa Sociedade Urgente, na Rádio Sociedade 102,5 FM /740 AM. Marcelo afirmou que está satisfeito com a atual condição de presidente do PSL e afirmou não sentir saudade do comando da Assembléia Legislativa da Bahia (ALBA).

“Não sinto saudade. Sou um homem feliz, livre e viajo constantemente para o interior do estado. Eu cumpri meu papel como presidente. Claro que fiquei triste pela maneira como saí, mas hoje estou feliz. Saí com a cabeça erguida. Foram dez anos e meu discurso de despedida foi aplaudido por deputados. Procurei exercer meu papel com dignidade. Desejo sucesso ao atual presidente, Ângelo Coronel”, declarou Nilo.

Foto: Hora do Bico

Comitiva de deputados visita Fundação Dr. Jesus

quinta-feira, agosto 10th, 2017

Impressionou aos integrantes da Mesa Diretora da Assembleia o trabalho social comandado pelo deputado Pastor Sargento Isidório na Fundação Doutor Jesus, que acolhe e trata dependentes químicos há 23 anos recuperando, neste período, 46 mil pessoas. O presidente Angelo Coronel se comprometeu a buscar recursos em todas as esferas governamentais para a manutenção do trabalho “pioneiro, digno e humano” dispensado pelo colega Isidório, sua esposa, dona Elza, e toda a sua família “inédito, incomparável e único no Brasil e no mundo”.

Ao contrário de entidades similares, não há grades, solitárias ou outros recursos degradantes. A área não é cercada e qualquer interno pode sair na hora que desejar, o que surpreendeu a comitiva que conheceu o complexo Fundação Doutor Jesus – que conta ainda com uma unidade nas proximidades, do outro lado da BR-324, a Pastoral Menino Jesus que abriga internos fragilizados, cadeirantes, portadores do virus HIV. Finalmente existe ainda a área do antigo hotel Fazenda Alto do Ipê, doada pelo ex-governador Jaques Wagner, (são 70 apartamentos) em fase de regularização pela administração do governador Rui Costa.

DIMENSÃO 
Perplexo, o presidente da ALBA disse que se existissem “outros Isidórios” em nosso país, a guerra das drogas estaria vencida, o crime diminuído e centenas de milhares de brasileiros, jovens, livres de uma senda que se não for interrompida leva ao cemitério ou a cadeia – com raras exceções, infelizmente, frisou. Para ele, só “in loco” se conscientizou do impacto social desse trabalho, da sua atualidade e necessidade. A comitiva do Legislativo foi integrada também pelos deputados Carlos Ubaldino (PSD), Aderbal Caldas (PP) e Luciano Simões (PMDB), além de dona Eleusa Coronel, presidente do Instituto Assembleia de Carinho, e pela defensora pública Tereza Cristina.

Todos os 1.242 internos da Fundação Doutor Jesus estavam em formação militar no acesso ao prédio principal para receber os integrantes da Mesa Diretora, ao som de um grupo de percussão que tocou música religiosa – ou adaptações de canções e batucadas de carnaval com letras gospel. Cerca de 130 são mulheres. O Pastor Isidório explicou como é feito o tratamento dos dependentes químicos – o maior número é de ex-usuários de crack – quase militar, com cerca de nove meses de internação para oferecer uma nova chance a quem de fato quer mudar, “mas aqui não aceitamos descaração, pois sempre tem muita gente precisando de apoio”.

Foto: Divulgação ALBA

Isidório sai em defesa de Rui e provoca ACM Neto: “Prefeito, vai construir suas próprias candidaturas para não se expor ao ridículo”

quarta-feira, fevereiro 1st, 2017

Na defesa. O deputado Pastor Sargento Isidório (PDT), respondeu as provocações feitas pelo prefeito ACM Neto (DEM). O parlamentar saiu em defesa do governador Rui Costa (PT), após renúncia de Marcelo Nilo (PSL) à presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). No entendimento de Isidório, o prefeito de Salvador está focado em politicagem “pongando” em candidatos da base do governo do estado. “O prefeito não conseguiu candidatura na UPB e na Assembleia, aí bateu o desespero. Com medo de perder, decidiu apoiar candidatos da nossa base nas duas disputas. Prefeito, vai construir suas próprias candidaturas para não se expor ao ridículo”, provocou Isidório. Neto disse que Rui comemora derrotas políticas e agiu como um torcedor que trocou de camisa para evitar o vexame da derrota, ao parabenizar o deputado Ângelo Coronel (PSD), pela eleição na Assembleia.

 

Fotos: Reprodução

Em carta aberta, Marcelo Nilo se despede da presidência da Assembleia

quarta-feira, fevereiro 1st, 2017

Sem apoio. O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PSL), resolveu enviar uma carta à imprensa para confirmar a decisão de renunciar à sua candidatura a reeleição. No texto, Marcelo Nilo fala do legado que deixa na Casa e diz que sairá do cargo “com a cabeça erguida” para dar prosseguimento ao cargo. “São quase 40 anos de vida pública, sete mandatos parlamentares consecutivos com votação sempre crescente”, disse.

 

Carta na íntegra:

Venho a público informar que não concorrerei à reeleição para a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia amanhã. Ocupei o prestigioso cargo por dez anos, contando com o apoio suprapartidário dos companheiros deputados estaduais e tenho o orgulho de afirmar que, nesse período, o Legislativo Estadual cumpriu com seus deveres sem abdicar de suas prerrogativas, sem um único episódio que deslustre a sua imagem perante a Bahia e os baianos. Atendendo a amigos deputados, postulei nova recondução à Presidência. Para tanto, constituí um grupo de alianças com legendas da base de apoio à administração do governador Rui Costa. Hoje, avaliando a conjuntura juntamente com os deputados que me apoiaram, resolvemos retirar a candidatura à Presidência da Assembleia Legislativa. Deixo consolidado grande número de projetos destinados à melhoria das condições de vida do povo baiano.

Devo ressaltar que permanecerei na militância política. Jamais me furtarei a colaborar com a minha terra e com a minha gente. Dedicarei minha energia à defesa dos municípios que represento com o empenho de sempre, cumprindo a palavra e a todos os compromissos assumidos. Este é o meu legado e marca pessoal.

São quase 40 anos de vida pública, sete mandatos parlamentares consecutivos com votação sempre crescente – o que me autoriza a afirmar que estou no caminho certo, combatendo o bom combate, em favor do desenvolvimento, com justiça social, para a Bahia. Costumo dizer que quem não gosta de gente, do povo, nunca deve ingressar na vida pública. Eu permanecerei em atividade plena exatamente por isso.

Deixo a Presidência da Assembleia sem uma mácula e não encaro a saída do honroso cargo como um “retorno à planície”. O nosso plenário jamais deve ser tratado como algo trivial. Com a cabeça erguida darei prosseguimento ao mandato que me confiaram 150 mil baianos.

Aos companheiros que me apoiaram, expresso a mais profunda gratidão e reconhecimento.

Aos demais colegas, igualmente, agradeço o apoio durante todo esse período, desejando êxito em suas caminhadas. Ao meu sucessor na Presidência, um mandato profícuo.

Deputado Marcelo Nilo

Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia

 

Foto: Reprodução

Ângelo Coronel crava 40 votos para presidência da ALBA

terça-feira, janeiro 31st, 2017

Só otimismo. O deputado Ângelo Coronel (PSD), foi entrevistado pelo apresentador Adelson Carvalho na rádio Sociedade, na manhã desta terça-feira, dia 31/1. O parlamentar garantiu que será o vitorioso na disputa. Mesmo sem bater o martelo, Coronel deixou nas entrelinhas a certeza de que receberá o apoio de Luiz Augusto, que deverá retirar a candidatura para apoiá-lo. Confiante, ele acredita que vai ter 40 dos 63 votos possíveis. Também disse que respeita Marcelo Nilo, “mas a Assembleia deve ser oxigenada e ter uma nova liderança”.

 

 

Foto: Divulgação

Exclusivo: Rui acredita que Marcelo Nilo leva a melhor para presidência da AL-BA

domingo, janeiro 29th, 2017

Confiante. O apresentador Adelson Carvalho marcou presença em um evento na noite deste sábado, dia 28/1, em Salvador, onde também estava o governador Rui Costa (PT). Durante um bate papo, o comunicador perguntou ao gestor estadual se o deputado Marcelo Nilo leva a melhor para a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, de novo. Rui foi econômico na resposta, sorriu e disse: “Acredito que sim”.

A eleição para mesa diretora da AL-BA está marcada para o dia 1º de fevereiro e três nomes disputam a presidência da casa. Marcelo Nilo (PSL), Ângelo Coronel (PSD) e Luiz Augusto (PP)

Abra o olho: O destino de Quitéria e o presidente da UPB pensando em 2018

Foto: Divulgação

Marcell Moraes retira candidatura à presidência da ALBA

quarta-feira, dezembro 14th, 2016

marcellmoraes

O deputado estadual Marcell Moraes (PV), anunciou há pouco, em nota enviada à imprensa, a retirada de seu nome da disputa pela candidatura à presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). Segundo ele, o objetivo é democratizar a assembleia e, além disso, dar novas oportunidades de modelo de gestão.

Marcell, ainda disse ter uma preferência pessoal, mas não revelou quem irá apoiar. “Votarei fechado com o grupo em um nome único e penso bom senso dos meus colegas oposicionistas para que façam o mesmo”, afirmou Marcell.

Já anunciaram candidatura os deputados Marcelo Nilo (PSL), Ângelo Coronel (PSD), Luiz Augusto (PP) e Pastor Sargento Isidório (PDT).

Foto: Hora do Bico

Aniversário de Candeias: Isidório elogia população da cidade

sábado, agosto 13th, 2016

isidorio

O deputado Pastor Sargento Isidório (PDT) destacou, na Assembleia Legislativa da Bahia, a passagem dos 58 anos de emancipação política do município de Candeias, nesse dia 14 de agosto. Em moção de congratulações à população do município, Isidório lembrou que Candeias é “a terra do petróleo, dos morros e do comércio”.
“A palavra Candeias é o plural de ‘candeia’, que quer dizer: candeeiro de óleo ou de cera. É uma lâmpada formada por um recipiente de barro ou de folha, munida de um bico pelo qual passa a extremidade de um pavio, que se enche de óleo para queimar”, explicou o deputado, no documento.
No entanto, Isidório apresentou outra possibilidade de origem do nome do município. Ele conta que, segundo o historiador Jair Cardoso, o nome da nossa cidade foi devido à presença em abundância de madeira por nome candeia, a qual era usada pelos religiosos que moravam próximo ao Rio São Paulinho para fazer tochas em caminhada à Igreja Matriz da cidade.
Ainda segundo ele, Candeias surgiu a partir das terras conhecidas como Matoin, sesmaria importante naquele período que abrigava os Engenhos de Caboto e freguesia, oriundos das terras dos Engenhos Pitanga e da Freguesia de Nossa Senhora de Encarnação do Passé. “Essas localidades deixaram uma marca significativa de uma época na qual predominava o ciclo da cana-de-açúcar, etapa fundamental na formação da Bahia, principalmente do recôncavo”. Ascom

 

 

Promessa é dívida: Oposição ingressa com mandado para anular sessão da AL-BA

quarta-feira, junho 15th, 2016

001 (12)

Prometeu e cumpriu. A bancada de oposição na Assembleia Legislativa e ao governo Rui Costa (PT), ingressou na Justiça, nesta quarta-feira, dia 15/6, com um mandado de segurança solicitando a anulação da sessão da segunda-feira, dia 13/6, que aprovou a urgência do projeto que que aponta condições para concessão de incentivos fiscais. A ação tinha sido prometida na segunda pelo deputado Adolfo Viana (PSDB).
A matéria estabelece uma série de condições para concessão e manutenção de benefícios ou incentivos fiscais, além de determinar o depósito no Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), o equivalente a 10% do valor do benefício ou incentivo.

Considerado polêmico, o projeto do executivo chama atenção até mesmo de membros do governo na AL-BA, deve voltar à pauta da Casa nesta quinta, dia 16/6.

 

Foto: Divulgação

Plano Estadual de Educação é aprovado por maioria na ALBA

quarta-feira, maio 4th, 2016

assembleia

O Plano Estadual de Educação (PEE), que define as diretrizes para o setor pelos próximos dez anos, foi aprovado por maioria em uma tumultuada sessão plenária na tarde de ontem. A exemplo de Joseildo Ramos (PT), que presidiu as comissões conjuntas que aprovaram o parecer de Bira Corôa (PT) na terça-feira, o presidente Marcelo Nilo (PSL) teve que adotar muita diplomacia para garantir a continuidade dos trabalhos.
Apesar do texto principal ser considerado um avanço por todos os deputados, o anexo único motivou uma apaixonada disputa entre representantes de grupos feministas e LGBT e um grupo de evangélicos ligado ao deputado Sargento Isidório (PDT). O motivo de toda a discussão foram alguns itens do anexo. Tais dispositivos previam o debate nas escolas de temas relacionados à diversidade sexual e às questões de gênero, termos que foram suprimidos no relatório final. O confronto se iniciou antes da abertura das galerias, que permaneceram vazias até que um acordo garantisse a presença popular. O deputado Rosemberg Pinto (PT) pediu questão de ordem para sugerir que não houvesse votação até que se resolvesse o impasse e as pessoas pudessem ocupar as galerias, no que foi atendido.
Após a ocupação, a sessão passou a ser interrompida seguidas vezes para que a presidência e vários deputados pedissem comedimentos nas manifestações. Nilo chegou a suspender a sessão por 10 minutos para esperar que as pessoas se acalmassem. Por mais de uma vez, chegou a ameaçar esvaziar as galerias. A única parlamentar que se inscreveu para discutir a matéria foi Fabíola Mansur (PSB), que voltou a reafirmar seu inconformismo com as modificações realizadas no âmbito das comissões ao texto original. Ela elogiou Bira Corôa, por seu primeiro parecer, mas disse que, apesar do exercício de democracia demonstrado na AL, a Comissão da Mulher não se viu respeitada.
O projeto foi aprovado por unanimidade em primeiro turno e por maioria em segundo turno, quando diversos parlamentares ocuparam a tribuna para fazer declaração de voto. Fabíola, presidente da Comissão da Mulher, foi a primeira a ocupar a tribuna para apresentar declaração escrita de voto, em que rejeitava todas as emendas. O documento foi subscrito por ela, pelas petistas Fátima Nunes, Neusa Cadore, Luiza Maia e Maria del Carmem; pela bancada do PC do B (Bobô, Zó e Fabrício Falcão), por Marcelino Galo, presidente da Comissão de Direitos Humanos, além de Marcell Moraes (PV) e Gika (PT).

O líder do governo, deputado Zé Neto (PT), afirmou que compreendia a insatisfação, mas que o PEE aprovado representa um avanço e que tentar aprovar o texto integral seria correr o risco de perder a votação. Ele garantiu que representantes do Conselho Nacional de Educação elogiaram o texto final, que ficou até mais abrangente, e disse que significa grande avanço. O parlamentar lembrou que o projeto dá ao Conselho Estadual o poder de normatizar medidas que garantam o respeito à diversidade como objeto de tratamento didático-pedagógico transversal.
A favor das modificações falaram os deputados Alex da Piatã (PTN), e os pastores Carlos Ubaldino (PSD) e Sargento Isidório. Alex Lima ressaltou que o trabalho parlamentar se baseia no contraditório e não se pode debater tratando um lado como o certo e o outro errado. Para ele, o texto final foi resultado do exercício democrático. Luiza Maia (PT) disse que, em meio ao debate, “temos até que perdoar certas ignorâncias”. Rosemberg, por sua vez, disse que “não temos que sair como vencidos, mas com um caminho para uma educação mais inclusiva”. Conforme Ascom/ALBA

 

Foto: Divulgação

 

“Tô chegando no PSL para ser índio”, diz Marcelo Nilo

sábado, fevereiro 27th, 2016

marcelonilo

Promessa é dívida. O deputado estadual e presidente da Assembleia legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PSL), falou da sua chega à nova sigla partidária, durante entrevista exclusiva ao apresentador Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade, na manhã desta sexta-feira, dia 26. Ele disse que estava insatisfeito no PDT porque o partido mudou de lado e passou a apoiar o prefeito ACM Neto.

Perguntado se chega no PSL para ser “cacique”, o presidente do legislativo baiano, respondeu: “Que nada Adelson, eu tô chegando para ser índio e não cacique”, disse.

Ainda segundo Marcelo Nilo, ele chega em um partido “pequeno” , que logo, logo, vai ser grande.

 

Foto: Hora do Bico

Filiado ao PSL, Marcelo Nilo detona PDT: “Chegaram a me tirar todos os diretórios”

quarta-feira, fevereiro 24th, 2016

Cb_Io41WAAAbTL3

Em outro ninho. Marcelo Nilo, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, confirmou nesta quarta-feira, dia 24, a sua filiação ao PSL, juntamente com outros cinco parlamentares. O presidente do legislativo estadual, argumentou que a saída do PDT, partido ao qual estava filiado há anos, foi motivada por perseguição do diretório estadual e pela mudança dos rumos políticos da agremiação. “Chegaram a me tirar todos os diretórios, inclusive o da minha terra natal [Antas]”, lamentou Nilo, ao apresentar os deputados Jurandy Oliveira, Reinaldo Braga, Euclides Fernandes, Victor Bonfim e Paulo Câmera como novos filiados do PSL. “Na minha visão, o PSL deixa de ser um partido pequeno. Nasce um novo futuro político no nosso estado. São sete deputados nessa direção”, sinalizou o novo “cacique” do PSL.

 

Foto: Divulgação