Posts Tagged ‘Otto Alencar’

Prefeito de Alagoinhas deixa o DEM comandado por ACM Neto e segue Otto no PSD

domingo, maio 12th, 2019

De casa nova. O prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto, se filiou ao Partido Social Democrático (PSD-BA), presidido no Estado pelo senador Otto Alencar. O evento de filiação aconteceu na sexta-feira, dia 10/5, na Câmara Municipal da Cidade de Alagoinhas. A vice-prefeita Iraci Gama também se filiou ao PSD. Os dois deixaram o DEM, cujo presidente nacional é o prefeito de Salvador , ACM Neto e o PV respectivamente.

O evento contou com a presença de vários prefeitos de Cidades vizinhas, a maioria filiados ao PSD e outros que devem ingressar logo, secretário de Infraestrutura do Estado da Bahia Marcus Cavalcante, natural de Alagoinhas, filho de um ex-prefeito de Alagoinhas.

 

Foto: Divulgação

Com as “bênçãos” de Otto Alencar, ex-deputado Augusto Castro se filia ao PSD

segunda-feira, maio 6th, 2019

Mudou. O ex-deputado estadual Augusto Castro, se filiou ao PSD na manhã desta segunda-feira, dia 6/5, durante convenção do partido em Salvador. Na Bahia a sigla é comandada pelo senador Otto Alencar.

Em discurso, Otto elogiou o ex-deputado estadual, que era do PSDB e fazia parte da base do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). “Vai representar o PSD em Itabuna. É um homem que tem uma história de trabalho e luta”, pontuou.

 

 

Foto: Reprodução/Redes Sociais 

Recado aos invejosos: “Estou satisfeito na base do prefeito ACM Neto”, diz Geraldo Jr

quinta-feira, março 14th, 2019

Mandou recado. O vereador residente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior negou mais uma vez sua saída da base do prefeito ACM Neto (DEM). 

O parlamentar falou dos recentes encontros que teve com lideranças do PP e do PSD, como o senador Otto Alencar (PSD), com quem Geraldo Júnior almoçou. 

Geraldo tratou de descer a lenha nos invejosos: “As pessoas não estão acostumadas com um representante ter diálogo com outras forças. “Eu almocei com Otto, falamos da Cidade, discutimos o futuro, pensamos política. Estou satisfeito na base do prefeito ACM Neto”, afirmou. 

 

 

Foto: Divulgação

Otto vota em Coronel, mas alerta: “PSD precisa chegar a um consenso interno”

segunda-feira, janeiro 21st, 2019

O senador Otto Alencar, presidente do PSD/Bahia, reafirmou o voto em seu afilhado político, o presidente da Assembleia Legislativa e senador eleito Angelo Coronel (PSD), para a presidência do Congresso.

Otto aproveita para alertar que o partido, com oito senadores, precisa chegar a um consenso interno em torno da candidatura de Coronel.

“Meu voto é dele. Coronel está se movimentando, vamos ver qual o caminho de cada um. Não existe uma unanimidade interna, precisamos conseguir isso, tem quem votou em Jair Bolsonaro, quem votou em Fernando Haddad. São oito senadores, só dois votaram no Haddad, um votou em Ciro Gomes e cinco em Bolsonaro”, ressaltou.

 

 

Foto: Divulgação

“É preocupante não ter um ministro do Nordeste no Governo Federal”, provoca Otto Alencar

sexta-feira, janeiro 11th, 2019

Vixe. O senador Otto Alencar, presidente do PSD, na Bahia, disse em entrevista ao apresentador Adelson Carvalho, que é preocupante o fato de o governo do presidente Jair Bolsonaro não ter um ministro do Nordeste. A revelação aconteceu durante o programa Sociedade Urgente, na Rádio Sociedade, nesta sexta-feira, dia 11/1.

“É preocupante, muito preocupante não ter um ministro do Nordeste dentro da estrutura organizacional do Governo Federal. Não tem do Nordeste nem do Nordeste”, alfinetou o senador.

 

 

Foto: Hora do Bico

Polêmica: Presidente da UPB defende candidatura de Otto ao governo da Bahia

quarta-feira, janeiro 9th, 2019

Apostas no ar. O prefeito da Cidade de Bom Jesus da Lapa e presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro (PSD), que acabou de ser reeleito na terça-feira, dia 8/1, defendeu a candidatura do senador Otto Alencar, presidente estadual do PSD, ao governo da Bahia em 2022.

“É o líder em nosso partido. Admiro muito ele pela postura. Não é uma pessoa de enfrentamento, é uma pessoa muito leal e fiel, já se mostrou muito leal e fiel nos últimos pleitos na Bahia. Ele é muito comedido, a postura dele eu acho correta. Mas, é um grande quadro, creio que um futuro promissor se reserva a Otto”, disse em entrevista à Rádio Metrópole.

 

 

Foto: Manu Dias/Divulgação/GOVBA

“É questão de merecimento”, diz Otto Alencar ao defender o PSD

domingo, novembro 18th, 2018

Largou a joça. O senador Otto Alencar, presidente estadual do PSD, rebateu os comentários que ele e seu partido querem os principais cargos do Executivo e do Legislativo.

De acordo com o senador, a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, a presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB), e a vaga no Senado, cargos ocupados por integrantes do PSD, foram conquistados por merecimento.

“Dizem por aí que eu quero tudo, UPB, Senado, Assembleia, mas não lembram que Marcelo Nilo foi presidente da Assembleia, cinco vezes, com meu apoio. Luiz Caetano foi presidente da UPB com meu apoio. Isso é uma questão de merecimento, de mérito. Eu não quero tudo”, detonou.

O PSD, partido de Otto ainda tenta a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia com possíveis candidaturas de Adolfo Menezes e Ivana Bastos para a sucessão de Angelo Coronel (PSD), senador eleito no pleito de outubro.

 

 

Foto: Divulgação

Otto comemora 300 viagens de Rui e deixa oposição cada vez mais sem esperança

segunda-feira, julho 17th, 2017

Dia de festa. O governador Rui Costa (PT), está comemorando nesta segunda-feira, dia 17/7, 300 viagens ao interior da Bahia na condição de comandante dos destinos do Estado. A comemoração acontece na Cidade SantaLuz, na Região Sisaleira.

O senador Otto Alencar (PSD), fez questão de participar da festa e parabenizar o governador pela atenção que vem dando ao interior da Bahia. “O governador Rui Costa merece meu aplauso por estar no interior da Bahia todo. O governo tá presente em todas as regiões”, destacou Otto.

Com essa viagem, o senador Otto Alencar demonstra mais uma vez que está “fechado” com Rui Costa para 2018, deixando a oposição cada vez mais sem esperança.

 

 

Foto: Reprodução/Twitter

Coronel crava Otto para governador e Rui para presidente

quarta-feira, maio 24th, 2017

Êta polêmica. Em uma entrevista exclusiva concedida ao apresentador Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade, na manhã desta quarta-feira, dia 24/5, o deputado e presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel (PSD), disse que não será mais candidato a nenhum cargo eletivo em 2018 e aproveitou para lançar a “candidatura” do senador Otto Alencar, presidente do PSD baiano ao governo. “Adelson, nosso partido é grande, o senador Otto tem todas as possibilidades de ser candidato ao Governo do Estado. Ele é um homem sério, decente, trabalhador e competente”, sinalizou Coronel.

Abordado sobre um possível mal estar com o governador, Coronel foi ainda mais político e em tempo fez a média: “Rui Costa pode ser candidato à Presidência da República. Em caso de impedimento de Lula, o governador da Bahia, por estar bem avaliado, pode ser o escolhido”, finalizou.

 

Foto: Divulgação

“Não recebo pensão e acho errado isso”, diz Otto sobre benefício a ex-governadores

segunda-feira, março 6th, 2017

Papo direto. O senador Otto Alencar (PSD-BA), foi o entrevistado de Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade na manhã desta segunda-feira, dia 6/3. Durante conversa com o apresentador, o político negou que recebe pensão como ex-governador da Bahia, cargo que exerceu durante nove meses. “Fui governador por 9 meses e fui deputado estadual por 12 anos. Sou contra qualquer aposentadoria que não seja pelo regime da previdência”, disse.

O senador lembrou que foi deputado estadual por 12 anos e teria direito ao benefício já que contribuiu à época, mas mesmo assim não aceitou também o benefício como ex-parlamentar estadual.

 

 

 

Foto: Arquivo/Hora do Bico

Senado aprova PEC que libera vaquejadas; Otto Alencar é o autor do projeto

quarta-feira, fevereiro 15th, 2017

Olha, aí. O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira, dia 14/2, em dois turnos, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que permite a realização das vaquejadas. Após uma decisão do Supremo Tribunal Federal no ano passado, que considerou inconstitucional a lei que regulamentava a atividade, os senadores aprovaram agora uma emenda constitucional para garantir a legalidade da prática, desde que não envolva crueldade com os animais.

A PEC é de autoria de Otto Alencar (PSD-BA) e teve 28 assinaturas de senadores para começar a tramitar. O texto recebeu apoio especialmente dos parlamentares do Nordeste, onde a prática da vaquejada é comum e, geralmente, atrelada a festividades tradicionais.

Vários senadores do Nordeste ressaltaram que a tradição movimenta a cadeia produtiva em pequenas cidades do interior da região, estimulando a geração de empregos e renda. “É preciso aperfeiçoar a atividade da vaquejada e discutir o que é cuidar do bem-estar animal, sem negar a possibilidade de uma manifestação cultural”, disse o senador Roberto Muniz (PP-BA). Para ele, a reação negativa a essa tradição envolve o preconceito com nordestinos.

Fotos: Agência Brasil / Reprodução

Abra o olho: No “tabuleiro” de Rui Costa pode ter Wagner como secretário e afagos para Otto Alencar

sábado, janeiro 14th, 2017

ruicosta

Expectativa. Rui Costa (PT), governador da Bahia, deve anunciar na próxima semana a reforma no seu secretariado. De acordo com fontes ligadas ao site Hora do Bico, Rui Costa tem feito diversas reuniões para definir os novos gestores do 1º escalão.

O deputado federal Fernando Torres (PSD), teria sido indicado pelo senador Otto Alencar (PSD) para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, como forma de “afagar” o senador. O PSB da senadora Lídice da Mata, por fidelidade ao governo, teria indicado um nome para a secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação. Josias Gomes estaria de malas prontas para deixar a Secretaria de Relações Institucionais.

Se confirmar a saída de Josias Gomes, o governador pode nomear para a Secretaria de Relações Institucionais, o ex-governador Jaques Wagner, ou Cicero Monteiro.

Ainda segundo fontes do Hora do Bico, o Senador Walter Pinheiro continua na secretaria de educação, assim como o professor Jorge Portugal na secretaria de cultura.

Guilherme Menezes (PT), ex-prefeito de Vitória da Conquista, está sendo sondado para a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social.

 

Foto: Hora do Bico

Para Otto Alencar, afastamento de Renan não atrapalha funcionamento de Senado

terça-feira, dezembro 6th, 2016

img_3973-700x525-2-250x188

Confiante. Otto Alencar (PSD), senador pela Bahia, afirmou que o afastamento do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), na segunda-feira, dia 5/12, por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, não deve atrapalhar os trabalhos na Casa Legislativa. Para Otto, o vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC), que assume o comando interinamente, “terá consciência” para conduzir a pauta de votações. Viana faz parte do principal partido de oposição ao governo Temer.

 

Foto: Hora do Bico

Senado: Bahia só consegue emplacar um representante na comissão do impeachment

domingo, abril 24th, 2016

IMG_3973-700x525 (2)

Muito pouco. O Estado da Bahia será representado por só um parlamentar na comissão do impeachment do Senado, que teve a sua lista de integrantes fechada nesta sexta-feira, dia 22. O senador Otto Alencar (PSD-BA), foi indicado como suplente pelo Bloco Democracia Progressista, formado por PP e PSD. Foram escolhidos como titulares pela bancada, José Medeiros (PSD-MT), Ana Amélia Lemos (PP-RS) e Gladson Cameli (PP-AC). A participação dos baianos será menor do que foi na comissão formada pelos deputados federais para analisar o pedido de impeachment. Na Câmara, entre os 65 parlamentares do colegiado, nove eram da Bahia. A comissão no Senado é fechada com 21 senadores.

 

Foto: horadobico.com

Edvaldo Brito e Antônio Brito mudam para o PSD

quinta-feira, março 10th, 2016

Edvaldo Brito e Antonio Brito (Foto: Divulgação)

Mudanças na política. O vereador Edvaldo Brito e o deputado federal Antônio Brito irão se filiar ao PSD, informou nesta quarta-feira, dia 9, o senador Otto Alencar, presidente estadual do partido.

O ato de filiação dos Brito ao PSD está marcado para a próxima segunda-feira, dia 14, na Câmara de Salvador.

De acordo com um site local, para Otto, “é um prazer” ter Edvaldo e Antônio na legenda. “Comecei a minha vida política ao lado de Edvaldo, quando fui candidato a vice-prefeito na chapa dele contra Mário Kertész. Nós perdemos, mas amizade continuou pelos anos”, apontou.

 

 

 

Foto: Divulgação

Sobre Delcídio do Amaral, Otto disse: “Avaliação é mais dele do que minha”

terça-feira, fevereiro 23rd, 2016

Otto Alencar

Êta. O senador Otto Alencar (PSD-BA), garantiu que não vai ter desconforto na Casa Legislativa com a volta do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), que cumpre prisão domiciliar. “A avaliação é muito mais dele do que minha. Não sou de discriminar ninguém, até porque a pessoa errada hoje pode corrigir seu erro amanhã”, disse Otto, recordando que esta é a primeira vez que um senador vai cumprir seu mandato nas condições do petista. Otto votou favorável à manutenção da prisão de Delcídio, após divulgação de sua tentativa de burlar as investigações da Operação Lava Jato. “Vou me posicionar como me posicionei quando votei a favor, mas não posso me adiantar agora. O voto é aberto e eu não tenho nenhum desconforto, votaria do mesmo jeito”, destacou o baiano. Delcídio do Amaral deve reassumir o mandato nesta semana, após quase três meses de prisão em Brasília.

 

Foto: Divulgação

Marcelo Nilo dispara sobre Otto Alencar: “Quando dá calundu, sai de baixo”

segunda-feira, setembro 14th, 2015

20130305_074733-1

Olha aí. O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, aproveitou o 1ª Encontro Estadual do PSD Bahia, nesta segunda-feira, dia 14, para brincar com o senador e presidente estadual do PSD, Otto Alencar. “Otto só tem um defeito: quando dá calundu, sai de baixo. Não é bom ninguém ficar por perto. Mas, tem uma grande qualidade: torce pelo Vitória”, disse.

Ainda  no evento, o senador afirmou que, após o anúncio do corte de verbas por parte do governo, é improvável que a ajuda no financiamento do BRT Lapa-LIP, uma das promessas de campanha do prefeito ACM Neto (DEM), seja concretizada.

Foto: adelsoncarvalho.com.br

Com informações do Metro 1

Joaci Pena chega forte ao PSD com aval do senador Otto Alencar

terça-feira, julho 28th, 2015

Joaci Pena se filia ao PSD com abonação do senador Otto Alencar

Com o aval do senador e presidente estadual do Partido Social Democrático (PSD), Otto Alencar, o pré-candidato a prefeito da cidade de São Francisco do Conde, Joaci Pena – que foi marido da ex-prefeita Rilza Valentim – filiou-se ao PSD na manhã de segunda-feira, dia 27.

Joaci saiu do PHS, que hoje faz parte da base do prefeito Evandro de Almeida (PP), e ingressa no partido com garantia de uma legenda e estrutura para polarizar uma disputa com o alcaide.

Joaci Pena se filia ao PSD com abonação do senador Otto Alencar

A rejeição de Evandro a cada dia aumenta, por não está sabendo conduzir o projeto implantado pela sua antecessora, contudo, Joaci coloca seu nome para dar continuidade nesse projeto de Rilza.

Até o início do mês de outubro, quando vence o prazo de filiação para quem está apto para disputar o pleito de 2016, haverá muitas surpresas na terra Sanfranciscana.

 

 

 

 

Fotos: Divulgação

“Eu ligo pra ele, e ele não me atende”, diz Otto Alencar sobre insatisfação de Alan Sanches

domingo, maio 31st, 2015

20150223-084558.jpg

Largou a joça. O senador Otto Alencar (PSD), afirmou que o deputado estadual Alan Sanches (PSD), está “chateado” com o governo estadual por conta da distribuição dos cargos dentro do primeiro e do segundo escalões feita pelo secretário de Relações Institucionais, Josias Gomes (PT). “Ele está meio chateado com o governo e com razão, mas a culpa não é minha, é coisa com o governo. Agora eu ligo para ele e ele não me responde”, lamentou Otto, que também é presidente estadual do PSD. Por conta da insatisfação, o senador ainda comentou sobre a possibilidade de uma desfiliação de Sanches. “O meu partido tem como norma liberar qualquer um que queira sair”, esclareceu, pouco antes de lamentar a falta de contato com o aliado político. “O estranho é que ele sempre se disse meu amigo. Eu trato ele como colega, foi muito importante na formação do partido, é até uma descortesia comigo, eu cumpri os compromissos com ele. Santaluz, Nordestina, Barrocas, Barra do Choça… Eu dei votos pra ele, através de pessoas ligadas a mim. Eu quem passei os votos para ele”, afirmou Otto. Apesar de já ter afirmado anteriormente que “que quem bate nunca se lembra e quem apanha nunca esquece”, o senador deixou claro que, apesar da “descortesia”, Sanches ainda é pré-candidato do PSD à prefeitura de Salvador em 2016 e que irá auxiliá-lo no que for necessário.

 

Foto: adelsoncarvalho.com.br

Sobre criação do PL, Otto Alencar pergunta: “Pra que tanto partido?” 

segunda-feira, março 30th, 2015
Vixe. Antes de sancionar a lei que dificulta fusões e criações de novos partidos, a presidente Dilma Rousseff incentivou o ministro das Cidades e presidente do PSD, Gilberto Kassab, a protocolar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o pedido de fundação do PL, de acordo com informações do jornal O Globo. Desta forma, a legenda não seria afetada pelas novas regras, mais ríspidas.
 
Em conversa na manhã desta segunda-feira, dia 30, o senador baiano, Otto Alencar (PSD), afirmou que não concorda com a criação do PL. “Aqui na Bahia eu não concordei. Ele me convidou e eu não concordei. É um erro o que ele está fazendo. Até porque ele desqualifica o nosso que foi feito. Por acaso ele é ‘coletor de partido’? Basta um partido. Para que tanto partido?”, disparou em entrevista na rádio Metrópole. 
 
O presidente nacional do partido já avisou que o PL está sendo construído por políticos que queriam entrar no PSD e que nada foi feito às escondidas. Kassab também não descarta uma fusão entre o PL e o PSD, já que o trâmite segue o estabelecido pelas regras anteriores.
 
O DEM e o PMDB vão contestar na Justiça Eleitoral a criação do PL. O argumento jurídico é que o PL não cumpriu as exigências da lei, como a coleta de 500.000 assinaturas, reconhecidas em cartório, em pelo menos nove unidades da federação. “Queremos marcar posição. Nem sempre o Ministério Público e a Justiça atentam em sua inteireza para os processo de criação de partidos”, declarou o líder do DEM na Câmara, Mendonça Filho (PE).