Posts Tagged ‘Lula’

Lula deixa a cadeia

terça-feira, novembro 13th, 2018

Olha aí. Lula vai sair da cadeia pela primeira vez. Diz o anúncio divulgado em sua página do Twitter:

“Preso político há sete meses, Lula deixará a sede da Superintendência da Polícia Federal pela primeira vez desde que foi preso em 7 de abril deste ano. O ex-presidente irá depor à juíza substituta da Lava Jato, Gabriela Hardt, nesta quarta-feira (14).”

Na realidade, Lula vai sair da cadeia para talvez, pegar mais tempo de cadeia.

 

Foto: Reprodução

Fonte: O Antagonista

Filho de Bolsonaro detona: “Bater em Haddad é chutar cachorro morto”

quarta-feira, outubro 17th, 2018

Misericórdia. O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), mais votado da História do Brasil com mais de 1 milhão e 800 mil votos, filho do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou na terça-feira, dia 16/10, que a tendência é que o pai não participe dos debates no segundo turno e que bater no adversário, Fernando Haddad (PT), é “chutar cachorro morto”.

“Se for pensar friamente, ele estando na frente, isso já ocorreu em outros anos, a tendência seria de não ir. Ele tem arma de sobra. Bater no Haddad é chutar cachorro morto”, comentou Eduardo Bolsonaro ao chegar à Câmara dos Deputados em Brasília.

Para o deputado, Haddad está “desesperado”, “caindo no ridículo” e “não tem credibilidade”. “Até o ex-presidente Lula, que está preso, está se distanciando dele porque sabe que a derrota é certa. Não é soberba, é realidade. Não consegue decolar”, provocou.

 

 

 

Foto: Reprodução/Twitter

 

TRE do Paraná rejeita pedido para Lula votar no domingo (7)

quarta-feira, outubro 3rd, 2018

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná rejeitou nesta quarta-feira 2/10,  um recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para votar no próximo domingo 7/10.

Lula está preso na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ser condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro.

Na decisão, o juiz Jean Leeck ressaltou que o petista só poderia votar se houvesse, pelo menos, 20 presos na seda PF para instalar uma urna eletrônica.

 

 

 

Foto: Reprodução

A terra tremeu: Delação de Palocci detona Dilma, Lula e o PT

segunda-feira, outubro 1st, 2018

O juiz federal Sérgio Moro retirou hoje (1º) o sigilo de parte dos autos de delação premiada do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci nas investigações da Operação Lava Jato. No documento, de 12 páginas, datado de 13 de abril de 2018, Palocci afirma que as campanhas do PT em 2010 e 2014 custaram R$ 1,4 bilhão e teriam sido financiadas majoritariamente com recursos ilícitos. Também detalha um processo de atuação não lícita por trás das negociações do governo, da Petrobras e do Congresso. “Houve desonestidade em toda a estrutura do PT e em todas as suas lideranças”, afirmou.

O ex-ministro acrescenta ainda que, ao longo dos quatro governos do Partido dos Trabalhadores, houve negociações “corriqueiras” de emendas legislativas em troca de propinas. Ele estima que das mil medidas provisórias editadas, neste período, em pelo menos 900 teria havido o que chamou de “tradução de emendas exóticas em propina”.

Palocci detalha ainda a reunião, no início de 2010, entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-presidente Dilma Rousseff, então ministra, e o então presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli. Conforme ele, na conversa, Lula teria orientado Gabrielli a encomendar “a construção de 40 sondas para garantir o futuro político do país e do Partido dos Trabalhadores com a eleição de Dilma Rousseff, produzindo-se os navios para exploração do pré-sal e recursos para a campanha que se aproximava”. Antonio Palocci disse que, com a descoberta do pré-sal, “Lula passou a ter ideias mirabolantes”.

Nomeações

Em outro trecho da delação, na página 6, o ex-ministro destaca que a nomeação de Jorge Zelada para a diretoria de Internacional da Petrobras foi resultado de um suposto acordo entre o MDB de Minas Gerais, comandado pelo deputado federal Fernando Diniz, já falecido, com apoio do presidente Michel Temer, então presidente do PMDB (hoje MDB); do ex-ministro Henrique Eduardo Alves e do ex-deputado federal Eduardo Cunha.

Segundo Palocci, na reunião foi promovida “a celebração de um contrato de SMS na área internacional com a Odebrecht”, estabelecendo uma “larga margem para propina”. De acordo com ele, o acordo previa cerca de 5% do valor total de US$ 800 milhões, o equivalente a US$ 40 milhões.O ex-ministro disse que os valores foram considerados tão elevados que, logo depois, o contrato foi reduzido de US$ 800 milhões para US$ 300 milhões.

Indicações na Petrobras

Segundo Pallocci, as notícias de que Paulo Roberto Costa, então diretor de Abastecimento da Petrobras, e Renato Duque, diretor de Serviços da estatal, “estavam envolvidos em diversos crimes no âmbito de sua diretorias” provocaram uma reunião, em fevereiro de 2007, entre Lula e Palocci no Palácio da Alvorada. De acordo com o ex-ministro, Lula indagou quem era o responsável pelas nomeações de ambos. Palocci disse que respondeu que “ele [Lula] mesmo tinha indicado”.

O ex-ministro disse que era hábito do ex-presidente cobrar explicações sobre decisões que ele próprio havia determinado. “Era comum Lula, em ambientes restritos, reclamar e até esbravejar sobre assuntos ilícitos que chegavam a ele e que tinham ocorrido por sua decisão”, diz o relato. “A intenção de Lula era clara no sentido de testar os interlocutores sobre seu grau de conhecimento e o impacto de sua negativa”.

Palocci encerra este trecho da delação, na página 5, informando que, apesar de ciente das irregularidades e dos ilícitos, o ex-presidente não tomou providências para demitir os suspeitos de corrupção. Anteriormente, no início da delação, Palocci havia informado que o governo petista não se preocupava e não se interessava em saber “do ganho pessoal” dos diretores da Petrobras, desde que “houvesse abastecimento financeiro dos partidos politicos”.

Mensalão

O esquema do “mensalão”, apontado como o maior escândalo do governo Lula, começou a partir do rompimento do acordo entre PT e PTB, segundo Palocci. O ex-ministro disse que o “compromisso” de repassar R$ 20 milhões para o PTB não foi preservado. O PT pagou apenas R$ 4 milhões.

Na página 7 da delação, o ex-ministro diz: “A existência dos compromissos e a ausência do cumprimento integrais das avenças foi o principal motivo pelo qual se desencadeou o mensalão”. De acordo com ele, a corrupção “é baixa em partidos políticos” que nunca ocuparam a base governista.

Palocci é categórico ao afirmar sobre o que norteou as relações políticas no período investigado pela Lava Jato, envolvendo pagamentos de propinas e loteamento de cargos políticos para sustentação da base partidária no Congresso. “Os ilícitos permearam todas essas relações”.

Delação e prisão

Os depoimentos dados por Antonio Palocci à Polícia Federal (PF) estavam em segredo de Justiça, mas o juiz Sérgio Moro decidiu dar publicidade a alguns trechos por entender que não há risco às investigações da ação penal a que o ex-ministro responde na Operação Lava Jato.

O ex-ministro da Fazenda está preso desde setembro de 2016. Ele se coloca como executor dessa rede de propinas apenas no governo Lula, e nomeia outros petistas, como ex-ministros José Dirceu e Guido Mantega, além dos ex-tesoureiros Delúbio Soares, Paulo Ferreira e João Vaccari – todos já presos ou investigados pela Lava Jato – , como responsáveis por tratar de “doações de grande porte”.

Palocci foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 12 anos, dois meses e 20 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um dos processos da operação.

O ex-ministro fechou os termos da delação com delegados responsáveis pelas investigações da Lava Jato após os procuradores do Ministério Público Federal (MPF) rejeitarem o acordo. A decisão foi tomada após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que, nesta semana, validou autorização legal para que delegados das polícias Civil e Federal possam negociar delações premiadas, conforme previsto na Lei de Organizações Criminosas.

Outro lado

Segundo a defesa do ex-presidente Lula, o juiz Sérgio Moro juntou ao processo, por iniciativa própria, o depoimento prestado por Antonio Palocci na condição de delator “com o nítido objetivo de tentar causar efeitos políticos para Lula e seus aliados, até porque o próprio juiz reconhece que não poderá levar tal depoimento em consideração no julgamento da ação penal. Soma-se a isso o fato de que a delação foi recusada pelo Ministério Público.” A defesa alega ainda que a hipótese acusatória foi destruída pelas provas constituídas nos autos, inclusive por laudos periciais.

Para defesa de Lula, Palocci mentiu para obter benefícios que vão da redução de sua pena, com a possibilidade de “perdão judicial” – e da manutenção de parte substancial dos valores encontrados em suas contas bancárias.

Por meio de nota, o Partido dos Trabalhadores disse que não comenta “delações mentirosas, sem credibilidade e negociadas em troca de benefícios penais e financeiros”.

O Palácio do Planalto informou que “conforme esclarecido anteriormente, a indicação de Jorge Zelada foi do PMDB de Minas Gerais, e não houve participação do presidente na escolha do nome. Agência Brasil

 

 

 

 

Foto: Reprodução

“Só louco dispensaria os conselhos de Lula”, diz Haddad em entrevista a Adelson Carvalho

quarta-feira, setembro 19th, 2018

Detonou. Fernando Haddad, candidato à Presidência da República, disse nesta quarta-feira, dia 19/9, em entrevista ao apresentador Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade da Bahia, que não adianta tentar criar intriga entre ele e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Adelson Carvalho perguntou se Lula seria o presidente de fato, em caso de sua eleição, Haddad disse ser ele o titular da chapa. Ele disse, no entanto, que Lula é um estadista internacionalmente reconhecido com quem sempre conversa.

“Ter um estadista da categoria do Lula como amigo, à disposição do Brasil, só se eu fosse louco eu dispensaria seus conselhos”, enfatizou.

 

 

 

Foto: Divulgação

Propaganda do PT com Lula candidato é suspensa pelo TSE

segunda-feira, setembro 3rd, 2018

O ministro Luís Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou que o PT suspenda a veiculação de propaganda no horário eleitoral que apresenta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato à Presidência da República.

Na decisão liminar (provisória) ele estipulou multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento.

Na decisão, o ministro aceitou os argumentos do Partido Novo, de que a propaganda do PT descumpriu decisão do plenário do TSE, que proibiu o partido de apresentar Lula como candidato, uma vez que ele teve sua candidatura barrada pela Justiça Eleitoral.

“As transcrições do programa de rádio veiculado não parecem deixar margem a dúvidas, no sentido de que estão sendo descumpridas as deliberações do colegiado”, escreveu Salomão.

No rádio, a propaganda eleitoral do PT do último sábado (1º) veiculou na voz do locutor a expressão “começa agora o programa Lula presidente, Haddad vice” e “Lula é candidato a presidente, sim”.

Por 6 votos a 1, o plenário do TSE decidiu barra a candidatura de Lula por considerá-lo ficha-suja em decorrência de sua condenação em segunda instância pela Justiça Federal.

Desde 7 de abril, o ex-presidente cumpre, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, a pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, imposta a ele pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no caso do triplex em Guarujá (SP).

No mesmo dia, em decisão tomada a portas fechadas, o TSE decidiu que o PT poderia manter sua propaganda no horário eleitoral de rádio e TV, mas não poderia usar Lula como candidato. Com base nesta decisão, Salomão concedeu a liminar desta segunda-feira.

“A Justiça Eleitoral foi criada e existe justamente para garantir segurança jurídica e transparência ao processo democrático, e, por isso, cumprindo seu papel, a partir do momento em que houve a deliberação quanto ao registro da candidatura e definido que não haverá mais propaganda com o candidato a presidente Lula, tal decisão há de ser cumprida integralmente, sob pena de descrédito da determinação da Corte”, escreveu o ministro.  *Agência Brasil

 

 

 

Foto: Reprodução

Pesquisa Ibope: Lula lidera com 37%; sem petista Bolsonaro tem 20%

terça-feira, agosto 21st, 2018

O Ibope divulgou uma pesquisa de intenção de voto na segunda-feira 20/8. Atual candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva lidera.

Em um cenário considerando o ex-presidente na disputa, Lula surge com 37% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro (PSL) com 18%, Marina Silva (Rede) com 6% e Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB), ambos com 5%, Alvaro Dias (Podemos) com 3%,Eymael (DC), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB) e João Amoêdo (Novo) com 1%, Cabo Daciolo (Patriota), Vera (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) não pontuaram. Brancos e nulos somam 16%; não sabem ou não responderam são 6%.

A pesquisa também testou a preferência do eleitorado com Lula fora e com o vice de sua chapa, Fernando Haddad, concorrendo. Neste cenário, Bolsonaro aparece na liderança com 20%,seguido de Marina Silva (12%), Ciro Gomes (9%), Geraldo Alckmin (7%), Haddad (4%), Alvaro Dias (3%), Eymael (1%), Guilherme Boulos (1%), Henrique Meirelles (1%), João Amoêdo (1%), Cabo Daciolo (1%), Vera (1%), João Goulart Filho (1%).  Brancos e nulos são 29%. Não sabem ou não responderam, 9%.

 

 

 

 

 

Foto: Reprodução

Para Fernando Henrique, Haddad é “marionete de Lula”

segunda-feira, agosto 20th, 2018

Detonou. Fernando Henrique Cardoso (PSDB), ex-presidente da República, detonou e disse que o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), tem sido visto como “marionete de Lula”.

“Tenho uma boa relação pessoal com o Haddad. O que acho complicado é que ele está sendo visto como marionete do Lula. Um presidente tem que ter força própria para governar”, falou ao jornal O Globo.

 

 

 

Foto: Divulgação

PT registra candidatura de Lula

quinta-feira, agosto 16th, 2018

O PT registrou na quarta-feira 15/8, a candidatura do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto. O vice oficializado na chapa é Fernando Haddad. 

Antes do registro, aconteceu uma marcha de militantes e um ato em frente ao TSE. Uma comitiva de políticos da coligação que reúne PT, PCdoB e Pros protocolou a candidatura às 17h20.

Lula está preso em Curitiba, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).

O ato do registro foi acompanhado por Haddad, Manuela D’ávila e parlamentares da legenda.

 

 

 

 

Foto: Ricardo Stuckert

PT vai registrar candidatura de Lula em ato com Rui e Wagner

quarta-feira, agosto 15th, 2018

O PT vai registrar nesta quarta-feira 15/8, a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência e do postulante a vice, Fernando Haddad. 

O ato de inscrição no Tribunal Superior Eleitoral, por volta das 4h da tarde, será precedido por uma marcha com a presença dos candidatos Rui Costa e Jaques Wagner, que vai sair do Ginásio Nilson Nelson, no Eixo Monumental, até a Corte.

 

 

 

 

Foto: Divulgação

Justiça nega pedido de Lula para participar de debate na TV

terça-feira, agosto 7th, 2018

A juíza Bianca Arenhart, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, negou na segunda-feira 6/8, pedido feito pelo PT para autorizar a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no debate que será realizado quinta-feira 9/8, na TV Bandeirantes, com candidatos à Presidência da República nas eleições de outubro.

Lula está preso desde 7 de abril, na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, em função de sua condenação a 12 anos de prisão na ação penal do caso do tríplex do Guarujá (SP). Para o PT, como pré-candidato, Lula tem direito de participar do debate.

Ao analisar o caso, a juíza decidiu rejeitar o pedido por razões processuais e entendeu que o PT não tem legitimidade para fazer o pedido em nome do ex-presidente.

“De fato, nos termos da Lei de Execução Penal, cabe ao próprio executado, por meio de sua defesa constituída ou, na sua falta, à Defensoria Pública da União, pleitear benefícios ao preso”, decidiu a magistrada.

De acordo com o partido, o pedido de registro de candidatura do ex-presidente deve ser protocolado no dia 15 de agosto, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: Agência Brasil

 

 

 

Foto: Reprodução

PT escolhe Haddad como vice de Lula

segunda-feira, agosto 6th, 2018

O PT confirmou, na madrugada desta segunda-feira 6/8, Fernando Haddad como candidato à Vice-Presidência da República, na chapa encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula, que está preso desde abril em Curitiba, aclamado no último sábado 4/8,  como candidato à Presidência na convenção nacional do partido.

O anúncio sobre Haddad foi feito na conta oficial do Twitter de Lula. O registro do nome do candidato a vice ocorreu minutos antes de o prazo legal se encerrar, por volta das 23h55 de domingo 5/8. O nome de Haddad foi escolhido após reunião da executiva nacional do PT e negociações com o PCdoB, que terminaram por volta das 23h45.

 

 

Foto : Reprodução/Instituto Lula

Mesmo preso, Lula é escolhido candidato do PT a presidente

domingo, agosto 5th, 2018

A convenção nacional do PT escolheu hoje no sábado 4/8, por aclamação, o nome de Luiz Inácio Lula da Silva para ser o candidato à Presidência da República. Não foi definido quem será o vice-presidente na chapa de Lula. O encontro também homologou o apoio do PCO e do PROS à candidatura do PT.

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (SC), afirmou em discurso que o partido “não pensa em plano B, C ou D como alternativa ao nome de Lula como candidato a presidente”.  “Hoje, nesta data histórica da convenção do PT, nós dizemos ao brasil que Lula é nosso candidato”, disse Gleisi.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso em Curitiba, desde 7 de abril, após ter sido condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, em segunda instância, no caso do triplex de Guarujá. O comando do partido aguarda a análise do registro da candidatura de Lula. Caberá ao Supremo Tribunal Federal (STF) dar a palavra final sobre a prisão de Lula e se ele estará apto a concorrer, já que a Lei da Ficha Limpa impedi candidaturas de condenados em segunda instância. O julgamento é esperado para os próximos dias.

Lideranças petistas estiveram presentes ao ato, como a ex-presidente Dilma Rousseff, governadores e parlamentares da sigla.

O ator Sérgio Mamberti leu, ao final da convenção do PT, uma carta escrita por Lula, onde ele ressalta que, em 38 anos de atividade no partido, é a primeira vez que não participava pessoalmente de um encontro nacional da legenda e afirmou que a democracia está “ameaçada”. “Agora querem fazer uma eleição presidencial de cartas marcadas, excluindo o nome que está à frente na preferência popular em todas as pesquisas”, disse.

O ex-presidente afirmou ainda que confia no reencontro com a militância. “De onde me encontro, estou sempre renovando minha fé de que o dia do nosso reencontro virá, pela vontade do povo brasileiro”.

O PT divulgou na sexta-feira 3/8, o programa para o Próximo Governo Lula (2019-2022), divididos em cinco eixos. São eles: “soberania nacional e popular na refundação democrática do Brasil”; “promover um novo período histórico de afirmação de direitos”, “novo pacto federativo para promoção dos direitos sociais”, “promover um novo modelo de desenvolvimento” e “transição ecológica para a nova sociedade do século XXI”.

 

 

Foto/Fonte: Agência Brasil

PT marca protesto contra prisão de Lula

terça-feira, julho 10th, 2018

O PT organiza um ato de protesto em Curitiba, para o dia 18/7, para marcar os 100 dias de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, a ordem do comando petista é para que os manifestantes associem a data do protesto ao aniversário do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela.

Morto em 2013, o líder da luta antiapartheid faria 100 anos em 18 de julho. Na prática, porém, os 100 dias de Lula no cárcere serão completados no dia 15.

 

 

 

Foto: Reprodução

Lula diz que não é ‘pombo-correio para usar tornozeleira’

terça-feira, junho 26th, 2018

O ex-presidente Lula (PT) deu, ao modo dele, na segunda-feira 25/6, um recado claro à banca de advogados que o auxilia. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o petista voltou a afirmar que não tem interesse em pena alternativa e disse que não é “pombo-correio para andar com tornozeleira”.

 No recurso em que pede para o Supremo analisar pedido de liberdade, os advogados dizem que “o dano concreto que se objetiva cessar é dirigido à liberdade do agravante” – e a palavra liberdade foi grifada.

 

 

Foto: Reprodução

Lula assiste jogo entre Espanha e Portugal na cela com advogado

sábado, junho 16th, 2018

O ex-presidente Lula, que é fã de futebol, assistiu ao empate por 3 a 3 entre Espanha e Portugal, na sexta-feira 15/6, em sua cela na sede da Polícia Federal, em Curitiba. Junto com ele esteve o advogado Cristiano Zanin.

O petista acompanha com atenção o fato de o ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), ter liberado julgamento de recurso que pede sua liberdade – o magistrado quer que a pauta seja analisada em 26 de junho.

O pedido de Fachin, segundo o jornal Folha de S. Paulo, fez com que dirigentes de instituições financeiras nacionais e internacionais procurassem informações com suas fontes para saber da possibilidade de Lula ser solto ou não. Eles estariam temerosos com a possibilidade de o petista deixar o cárcere.

No PT, embora o julgamento se apresente com luz no fim do túnel, as expectativas quanto a resultado favorável ao ex-presidente não são as maiores, tendo em vista as seguidas derrotas imputadas a Lula nos últimos tempos. 

 

 

 

Foto: Reuters

Vaticano diz que terço que teria sido dado a Lula não é presente do Papa

terça-feira, junho 12th, 2018

O vaticano afirmou nesta terça-feira 12/6, que o terço entregue ao ex-presidente Lula não foi um presente pessoal do Papa Francisco. Como tantos outros, é um terço abençoado e distribuído em inúmeras ocasiões. “A visita era pessoal e não em nome do Papa”, disse o Vaticano no Twitter.

 

 

Foto: Reprodução

Tribunal derruba liminar e Lula continua com benefícios de ex-presidente

terça-feira, maio 29th, 2018

Privilégios de volta. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá restabelecidos os direitos e as prerrogativas garantidos aos ex-presidentes da República. Os benefícios incluem dois motoristas, quatro seguranças e dois assessores, além de dois carros oficiais. Os direitos são garantidos pela Lei 7.474/86. Há 12 dias, uma decisão anterior da Justiça suspendeu esses direitos de Lula.

Nesta  terça-feira, dia 29/5, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região atendeu ao pedido da defesa do ex-presidente e assegurou o retorno dos benefícios. A decisão foi proferida pelo desembargador federal André Nabarrete Neto. Fonte: Agência Brasil

 

 

Foto: Divulgação

Pesquisa revela que Lula é o político que mais envergonha o Brasil

sexta-feira, maio 4th, 2018

Misericórdia. O Instituto Paraná realizou uma pesquisa no país para saber qual é o político que mais envergonha o Brasil.

Lula aparece em primeiro lugar.

Acompanhe o ranking da vergonha:

Lula: 26,4%

Michel Temer: 20,3%

Aécio Neves: 11,7%

Sérgio Cabral: 10%

Dilma Rousseff: 8,6%

Eduardo Cunha: 5,4%

Gleisi Hoffmann: 2,2%

Renan Calheiros: 1,7%

Geraldo Alckmin: 1%

 

 

 

Foto: Reprodução

Justiça autoriza visita de Jaques Wagner e Gleisi a Lula

quinta-feira, maio 3rd, 2018

A Justiça Federal autorizou na tarde desta quinta-feira (3), o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, e a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hofmann, a visitarem, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

De acordo com informações do jornal Estado de S. Paulo, a juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, permitiu visitas de duas pessoas autorizadas pelo ex-presidente toda quinta-feira, por uma hora de duração.

Segundo a Polícia Federa, antes só estavam autorizadas pessoas com vínculo familiar de primeiro grau por conta de um “período de adaptação”.

 

 

Foto: Reprodução/Twitter