Posts Tagged ‘Jaques Wagner’

Wagner e Coronel são eleitos senadores pela Bahia

domingo, outubro 7th, 2018

Venceram. Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD), foram eleitos senadores pela Bahia, neste domingo, dia 7/10. Com 35,53% e 32,75%, respectivamente, Wagner e Coronel venceram Irmão Lázaro (PSC), que chegou a ficar  disparado nas pesquisas, e acabou em terceiro lugar, com 15,50 % dos votos válidos. Foram apuradas 70,83% das urnas. Os votos brancos somam 6,68% e os nulos, 21,34%. O número de abstenções foi de 21,05%.

Total da votação para o Senado:

Jaques Wagner (PT) – 2932498 votos – 35,53%
Angelo Coronel (PSD) – 2703456 votos – 32,75%
Irmão Lázaro (PSC) – 1279370 – 15,50%
Juthay Magalhães Júnior (PSDB) – 66153 votos – 8,00%
Comandante Rangel (PSL) – 411053 votos – 4,98%
Fábio Nogueira (PSol) – 124183 votos – 1,50%
Jorge Viana (MDB) – 37357 votos – 0,45%
Celsinho Cotrim (PRTB) – 33548 votos – 0,41%
Francisco José (Rede) – 30484 votos – 0,37%
Marcos Maurício (DC) – 29141 votos – 0,35%
Adroaldo dos Santos (PCO) – 13405 votos – 0,16%

 

 

 

Foto: Divulgação

PT vai registrar candidatura de Lula em ato com Rui e Wagner

quarta-feira, agosto 15th, 2018

O PT vai registrar nesta quarta-feira 15/8, a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência e do postulante a vice, Fernando Haddad. 

O ato de inscrição no Tribunal Superior Eleitoral, por volta das 4h da tarde, será precedido por uma marcha com a presença dos candidatos Rui Costa e Jaques Wagner, que vai sair do Ginásio Nilson Nelson, no Eixo Monumental, até a Corte.

 

 

 

 

Foto: Divulgação

“Não caia nesse baratino” diz Wagner sobre candidatura de Henrique Meirelles

quinta-feira, julho 26th, 2018

Largou. O ex-governador da Bahia e pré-candidato ao Senado Jaques Wagner (PT) disse, através das redes sociais, que a candidatura do ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (MDB), ao Palácio do Planalto tem como objetivo “blindar” o também presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) da rejeição do governo de Michel Temer (MDB).

“A eleição está chegando e o governo vai dizer que seu candidato é Henrique Meirelles. Não caia nesse baratino. Meirelles é apenas a isca que eles criaram para atrair a rejeição recorde de Temer e blindar Alckmin, o verdadeiro candidato das elites. É só recuperar a recente biografia do tucano para entender que Temer é Alckmin e Alckmin é Temer”, escreveu em publicação no Twitter.

Wagner se reúne com presidente do PR em busca de apoio

quinta-feira, julho 12th, 2018

Êta. O ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), se reuniu com o presidente nacional do PR, Valdemar Costa Neto, em Brasília, na quarta-feira 11/7.  

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, o chefe do PR tem sido assediado por políticos que tentam conquistar o apoio do partido para candidatos a Presidência. Além de Wagner, Valdemar teve encontros também com Cid Gomes, irmão e articulador do presidenciável Ciro Gomes (PDT), e com dirigentes do Podemos, partido de Álvaro Dias.

Ainda de acordo com a coluna, o presidente do PR deixou os interlocutores com a impressão de que tende mesmo a fechar com o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pelo Palácio do Planalto.

Ele argumentou que há uma ascensão de conservadores no mundo e que com Bolsonaro tem mais chances de ampliar a bancada no Rio de Janeiro e em São Paulo.

 

 

 

 

Foto: Hora do Bico

Justiça autoriza visita de Jaques Wagner e Gleisi a Lula

quinta-feira, maio 3rd, 2018

A Justiça Federal autorizou na tarde desta quinta-feira (3), o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, e a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hofmann, a visitarem, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

De acordo com informações do jornal Estado de S. Paulo, a juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, permitiu visitas de duas pessoas autorizadas pelo ex-presidente toda quinta-feira, por uma hora de duração.

Segundo a Polícia Federa, antes só estavam autorizadas pessoas com vínculo familiar de primeiro grau por conta de um “período de adaptação”.

 

 

Foto: Reprodução/Twitter

Operação da PF investiga suposto pagamento de R$ 82 milhões em propina para Wagner

segunda-feira, fevereiro 26th, 2018

Investigação pesada. Jaques Wagner (PT), ex-governador da Bahia, é investigado pela Polícia Federal por supostamente receber R$ 82 milhões de propina e doação não declarada que teria sido de irregularidades na contratação dos serviços de demolição, reconstrução e gestão da Arena Fonte Nova, Estádio da Copa do Mundo em 2014. A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira, dia 26/2, pela Polícia Federal através da Operação Cartão Vermelho que tem como objetivo encontrar suspeitos de envolvimento na fraude a licitação, superfaturamento, desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro.

Atualmente, Wagner é secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia. O inquérito foi iniciado em 2013 e surgiu após estudo da Universidade Federal da Bahia que apontou irregularidades, entre elas que a Parceria Público Privada (PPP)  não era vantajosa para o estado. Informação do G1

De olho na Câmara Federal, Marcelo Nilo tenta “fisgar” apoio do prefeito de Itapetinga

sábado, outubro 7th, 2017

Na articulação. Em busca de apoio para uma possível candidatura a deputado federal, o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo (PSL), almoçou em um restaurante famoso de Salvador, com o prefeito de Itapetinga, Rodrigo Hagge (PMDB). A ex-deputada estadual Virgínia Hagge (PMDB), mãe do prefeito, também participou do encontro que aconteceu na quinta-feira, dia 5/10.

Fontes do site Hora do Bico informaram que o prefeito Rodrigo Hagge também esteve com o ex-governador e atual secretário de desenvolvimento econômico da Bahia, Jaques Wagner (PT). O apoio do prefeito tem sido prioridade pela articulação do governador Rui Costa (PT), mas a missão não é  fácil.

 

 

Foto: Divulgação

Jaques Wagner é indicado para comandar PT baiano

segunda-feira, fevereiro 20th, 2017

O Seminário Estadual Mudar Pra Valer indicou o ex-governador Jaques Wagner para se candidatar ao comando do PT na Bahia, atualmente presidida por Everaldo Anunciação. A indicação ocorreu na manhã de sábado, dia 18/2, na Faculdade de Arquitetura da Ufba.

Forças políticas oriundas de tendências do Partido dos Trabalhadores (PT) e o próprio Jaques Eagner estiveram presentes no evento que serviu para discutir e tomar decisões visando o Processo de Eleições Diretas (PED).

Segundo informações da assessoria do partido, o deputado federal Jorge Solla também é cotado. Tudo indica, inclusive, que o parlamentar realmente deve ser o nome do grupo para pleitear a vaga, já que Wagner não teria se mostrado disposto a aceitar o convite.

Durante o evento, o ex-ministro de Dilma Rousseff disse que a unidade interna, mesmo com as diversas correntes, é o único caminho para salvar o PT. “Sou do chamado campo de independentes, então eu recebo com alegria essa lembrança de todos, mas acho importante esses grupos internos costurarem uma unidade interna do PT e não ser tratado só uma figura”, declarou.

Com informações do jornal Tribuna da Bahia

Foto: reprodução

Operação Lava Jato: Jaques Wagner será ouvido como defesa de Lula

segunda-feira, fevereiro 13th, 2017

Olha, aí. Nesta segunda-feira, dia 13/2, o juiz federal Sérgio Moro, que é responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, ouve mais testemunhas de defesa no processo penal da Lava Jato que tem como um dos réus o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O processo penal envolve o caso do triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo.
Entre as testemunhas que devem ser ouvidas estão o ex-ministro do Governo Dilma e atual secretário do Desenvolvimento Econômico da Bahia (SDE), Jaques Wagner (PT), e o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli. Os dois foram escolhidos pela defesa do ex-presidente Lula.
As audiências serão realizadas em três horários – às 9h30, 14h e às 16h. Os interrogatórios serão realizados via videoconferência por Salvador, na Bahia; em Barueri e Osasco, no estado de São Paulo.

Foto: Hora do Bico

Conforme adiantado pelo Hora do Bico, Wagner assume secretaria no governo Rui Costa

domingo, janeiro 22nd, 2017

wagner

“Fiz questão de conversar pessoalmente com cada um, falando olho no olho, antes de anunciar as mudanças no secretariado. Não podia deixar de agradecer a todos”. A afirmação do governador Rui Costa, feita nos seus perfis oficiais no Facebook e Twitter, justifica o atraso na divulgação da reforma administrativa, prevista para acontecer na tarde desta sexta-feira (20). “As mudanças vão acontecendo de forma muito natural. O objetivo principal é dinamizar e melhorar ainda mais a gestão pública oferecendo à população dinamismo nos serviços prestados pelo Estado”, disse Rui, que deixou a Governadoria após às 22h, conforme publicação nas redes.

“Montamos um grande time, mas às vezes as trocas são necessárias pois servem como instrumento de motivação para todos. Com esta nova equipe vamos continuar trabalhando duro, dia a dia, visando cumprir com os compromissos que assumimos com a Bahia. Avançamos muito nestes primeiros dois anos e vamos avançar ainda mais até 2018″, finalizou. Rui disse que para fazer esta reforma, ouviu e conversou muito visando não se precipitar na tomada de decisões.

Na Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE), deixa o cargo Jorge Hereda e assume Jaques Wagner; na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), deixa o cargo Carlos Martins e assume Fernando Torres; na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) deixa Manoel Mendonça e assume Vivaldo Mendonça; na Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), deixa o cargo Álvaro Gomes e entra Olívia Santana, que será substituída na Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) por Julieta Palmeira.

Na Secretaria do Meio Ambiente (Sema),  Eugênio Spengler será substituído por Geraldo Reis. Carlos Martins assume o cargo deixado por Geraldo Reis e é o novo titular da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS). Jorge Hereda, que foi substituído por Jaques Wagner na SDE, assume a BahiaInvest. Fonte Ascom/GOVBA

info1038138

O site Hora do Bico adiantou uma semana antes, na Coluna “abra o Olho”, vários nomes que acabaram sendo confirmados pelo governador Rui Costa.

Confira matéria:

Abra o olho: No “tabuleiro” de Rui Costa pode ter Wagner como secretário e afagos para Otto Alencar

 

Jaques Wagner vai assumir secretaria na Bahia

sexta-feira, novembro 18th, 2016

Rui-Costa-e-Jaques-Wagner1

O ex-ministro da Casa Civil no governo da presidente Dilma Rouseff e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, assumirá na próxima segunda-feira, dia 21/11, uma secretaria de estado na Bahia. De acordo com o governador Rui Costa, a nomeação será publicada no Diário Oficial do Estado deste sábado, dia 19.

Rui Costa não quis informar qual pasta Wagner vai ocupar. Os rumores são de que o ex-governador vai assumir a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), ocupada hoje por Jorge Hereda. “Ele vai vir pro governo, segunda-feira ele vai sentar comigo e vamos iniciar na área que vai trabalhar. Mas vou deixar o suspense de onde será até sábado”, disse o governador.

Quando questionado sobre uma possível saída de Walter Pinheiro da Secretaria da Educação do Estado, o governador negou o boato e afirmou que Pinheiro permanecerá na pasta.

Foto: ASCOM

Wagner provoca ACM Neto: “Trouxemos Dilma. Você vai trazer Temer?”

quinta-feira, setembro 22nd, 2016

14433204_937646103007886_7683619367637785363_n

Largou a joça. Jaques Wagner (PT), ex-governador da Bahia e ex-ministro do governo Dilma,  provocou o prefeito ACM Neto (DEM), nesta quinta-feira, dia 22/9, durante ato no Campo Grande em defesa da democracia que se transformou na principal atividade de campanha da candidata do PC do B à Prefeitura, Alice Portugal.

Wagner cobrou de Neto que traga para uma atividade de campanha o presidente Michel Temer (PMDB). O petista acredita que a vinda de Dilma pode ajudar a alavancar a campanha de Alice e que uma eventual participação de Temer na campanha de ACM Neto pode atrapalhar profundamente o democrata. “Duvido que ele (ACM Neto) queira aparecer ao lado de Temer e do ministro Geddel Vieira Lima (Articulação Política) na campanha”, provocou Wagner.

 

Foto: Divulgação/Rede Social

Sem foro privilegiado, Jaques Wagner será investigado por Moro a pedido do STF

quinta-feira, junho 9th, 2016

wagner

Êta. O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o envio de um pedido de abertura de inquérito para investigar o ex-chefe da Casa Civil e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, para análise do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância em Curitiba.

O pedido de investigação apresentado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chegou ao Supremo por meio de um processo oculto, o mais alto grau de sigilo das ações que tramitam na corte, e até então não era conhecido.

O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, considerou que o caso não estava diretamente relacionado ao esquema de fraudes que agia na Petrobras. Por este motivo, o pedido foi sorteado para um novo ministro e acabou no gabinete de Celso de Mello. O despacho do novo relator do caso afirma que Janot pediu a abertura de inquérito “em razão de fatos possivelmente ilícitos relacionados a Jaques Wagner”, que, na ocasião em que foi solicitada a investigação, ainda tinha foro privilegiado como ministro de Estado. Informações do G1

 

Foto: Hora do Bico

 

 

 

Jaques Wagner convoca reunião ministerial no Palácio do Planalto

quarta-feira, maio 11th, 2016

wagner

Êta.  O ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, convocou reunião ministerial para a manhã desta quarta-feira, dia 11, no Palácio do Planalto. O encontro deverá ter a presença dos titulares das 32 pastas que farão um balanço das ações de governo.

Segundo a Secretaria de Comunicação Social da Presidência, não há previsão da presença de Dilma Rousseff nesta reunião. Na agenda da presidente, consta apenas uma audiência esta manhã com o assessor especial da Presidência, Giles Azevedo, no Planalto.

Senado

Começou com uma hora de atraso a sessão extraordinária do Senado que vai decidir sobre a admissibilidade do processo de impeachment da presidenta. Se aprovado por metade mais um dos senadores presentes à sessão, Dilma Rousseff será afastada do cargo por 180 dias e nesse período o vice-presidente Michel Temer (PMDB) assume o comando do país.

Foto: Hora do Bico

Fonte: Agência Brasil

Wagner comemora saída de Cunha e espera que Dilma tenha inocência reconhecida

sexta-feira, maio 6th, 2016

wagner

Olha aí. O ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, comemorou a decisão liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki de suspender o mandato do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e afastá-lo da Presidência da Câmara.

A Suprema Corte analisa neste momento a liminar, mas a maioria dos ministros já decidiu manter o afastamento de Cunha. Segundo Wagner, a verdade “finalmente apareceu”.

“Finalmente, apareceu a verdade da culpa de Eduardo Cunha. Espero que a verdade da inocência da presidenta Dilma também venha a ser reconhecida”, disse o ministro, segundo informação divulgada por sua assessoria.

Mais cedo, a presidenta Dilma Rousseff também comemorou a decisão de Teori sobre Cunha.

Foto: Hora do Bico

Fonte: Agência Brasil

Senadores pedem a Wagner apoio de Dilma para eleições

quinta-feira, abril 28th, 2016

Brazilian President Dilma Rousseff signs the Paris Agreement on climate change at United Nations Headquarters in Manhattan, New York, U.S., April 22, 2016. REUTERS/Carlo Allegri

E agora? O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) entregou nesta quinta-feira, dia 28,  ao ministro Jaques Wagner carta de duas páginas pedindo à presidente Dilma Rousseff apoio para uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prevê a antecipação de eleição presidencial para outubro. Em entrevista após o encontro, o senador relatou que a proposta foi apresentada na quarta-feira ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e nesta quinta deverá ser discutida por Wagner e Dilma. A carta é assinada por 11 senadores.

“É do mais alto cargo da República que deve vir o apoio decisivo a essa proposta (…), que tem o condão de unificar o País para sairmos do impasse que paralisa a economia e impõe incertezas ao Brasil e aos brasileiros pelo que se desenha no processo de impeachment, que se arrasta no Congresso Nacional e pode agravar ainda mais esse cenário”, destaca um trecho da carta. “Apelamos à Vossa Excelência em favor de uma posição altiva de apoio a uma saída da crise pelo voto popular, para que se reconheça a gravidade do momento e se coloque à disposição do povo brasileiro, acatando soberana decisão do Congresso Nacional pela convocação de novas eleições presidenciais”, acrescenta.

Na entrevista, Randolfe disse que o objetivo da proposta não é protelar o processo de impeachment. Ele disse ainda que há espaço em setores do Congresso para propor à presidente que, por meio de um projeto de resolução, sugira um referendo simultâneo às eleições municipais de outubro sobre a continuidade ou não do mandato de Dilma.

A proposta feita na carta já está sendo discutida pelo Palácio do Planalto. A equipe da presidente Dilma, no entanto, sempre avaliou que a proposta de antecipar as eleições não deveria partir formalmente do governo, que demonstraria assim fraqueza no atual processo do impeachment.

Foto: Reprodução/Agência Reuters

*Estadão Conteúdo

 

Wagner comemora decisão do PP em permanecer no governo Dilma

quinta-feira, abril 7th, 2016

wagner

Olha aí. O ex-governador da Bahia e atual ministro do Gabinete Pessoal da Presidência, Jaques Wagner, disse na quarta-feira, dia 6, que viu “com alegria” a decisão do PP de se manter na base aliada do governo.

O presidente do partido, Ciro Nogueira (PI), informou mais cedo que o partido permanecerá na base, pelo menos até a votação do impeachment, mas não irá punir os parlamentares que votarem a favor da abertura do processo.

“Vejo com alegria. Era o que a gente esperava. E mostra que a tentativa que um segmento do PMDB fez, do chamado desembarque frustrado, que achava que ia puxar o desembarque dos outros (partidos), foi uma iniciativa precipitada e equivocada”, disseo ministro após participar do batismo do navio Doca Multifuncional Bahia, em Salvador.

Segundo Wagner, um dos principais articuladores políticos do governo federal, as conversas com lideranças do PR e PSD mostram que há uma tendência de “consistência de permanência no governo”

Ele não quis falar sobre nomeações em primeiro escalão, mas afirmou que deve haver uma “maior participação” do PP e de outros partidos aliados. “Acredito que o PP e aqueles que devem trabalhar junto conosco devem ampliar sua participação, mas não se trata de vincular uma coisa na outra. É uma realidade”, disse

Segundo ele, é “natural” que sejam ocupados os espaços vazios deixados após o desembarque do PMDB. “O PMDB abriu mão da participação do governo. Se ele abriu mão, ele sai de ministérios. Se ele sai de ministérios a presidente terá que repactuar seu ministério. É assim na política de coalizão”, disse.

Foto: Hora do Bico

*Com informações do Estadão

Jaques Wagner promete processar revista

terça-feira, abril 5th, 2016

wagner

Olha aí. O ex-governador da Bahia e ministro-chefe do gabinete pessoal da Presidência, Jaques Wagner, disse que a revista IstoÉ não ficará impune pela reportagem publicada neste fim de semana, em que relata que a presidente Dilma Rousseff  “está fora de si” e com “problemas emocionais”.

Segundo Wagner, o governo “não aceitará calado as mentiras e ofensas” publicadas contra Dilma no periódico. Na avaliação do ministro, o texto possui conteúdo “explicitamente machista”.

As declarações foram publicadas na conta pessoal de Jaques Wagner no Twitter. Nas postagens, ele repete as defesas feitas pelo governo após a publicação da reportagem de que o texto é uma “peça de ficção”. E acrescenta: “produzida com o claro propósito de desgastar a imagem da presidenta”.

No último sábado, dia 2, após a divulgação da reportagem, o Palácio do Planalto informou que a Advocacia-Geral da União acionará o Ministério da Justiça para que determine a abertura de inquérito a fim de apurar crime de ofensa contra a honra da presidente.

Segundo a IstoÉ, nas últimas semanas, Dilma tem tido “sucessivas explosões nervosas, quando, além de destempero, exibe total desconexão com a realidade do país”. A revista semanal ainda comparou Dilma a Maria Francisca Isabel Josefa Antônia Gertrudes Rita Joana de Bragança, a primeira rainha do Brasil, que ficou conhecida como “Maria I, a Louca”.

Capa da revista desta semana

“A revista IstoÉ terá que responder na Justiça por seu preconceito e por sua irresponsabilidade”, afirmou Jaques Wagner.

Procurada, a revista divulgou posicionamento segundo o qual mantém todo o conteúdo publicado e que não se trata de nenhum tipo de preconceito. De acordo com a IstoÉ, a reportagem se tratou de “interesse público” e não invadiu a privacidade de Dilma. Ainda segundo o veículo, a reportagem foi feita com “fontes credenciadas para dar aquele tipo de informação”.

Fotos: Hora do Bico/Reprodução

Fonte: Agência Brasil

Jaques Wagner: relação com Temer será educada, mas “politicamente interditada”

quarta-feira, março 30th, 2016

wagner

Crise na política. O ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, disse nesta terça-feira, dia 29, que a relação política do governo com o vice-presidente Michel Temer fica “interditada”, e afirmou que “terá dificuldade ainda maior” um governo que não tem a “legitimidade” de 54 milhões de votos.

Wagner comentou o rompimento oficial do PMDB do governo, decidido nesta terça. Segundo ele, a relação com Temer será educada, mas, após o anúncio, ficou “politicamente interditada”. O ministro disse que não sabe se a presidente Dilma conversou com o vice-presidente após a notícia, nem o motivo pelo qual a reunião do diretório foi tão rápida. Em menos de cinco minutos, os peemedebistas decidiram abandonar a base aliada de Dilma por aclamação.

“A relação será sempre educada. Só espero que seja educada sempre, respeitosa sempre. Eu não tenho informaçaõ se eles se falaram, creio que não. Não sei qual era o objetivo [da reunião ter sido tão rápida], talvez um título no Guinness Book [livro dos recordes]”, disse.

O ministro evitou responder se a continuidade de Temer na vice-presidência seria uma contradição. Alegando não querer utilizar adjetivos para comentar o assunto, Wagner disse que o mandato é de Temer e cabe a ele se pronunciar sobre o assunto. “Essa é uma decisão pessoal do vice-presidente. Se vocês quiserem sugerir a ele [que entregue o cargo], sugiram, mas eu não vou entrar nessa seara. Não vou opinar nisso, o cargo é dele, é uma decisão dele. Não cabe a mim julgar, o mandato é do vice e cabe a ele”, disse.

Em entrevista a jornalistas para comentar a saída da legenda do governo, Jaques Wagner voltou a falar que não há crime de responsabilidade contra a presidente e que as contas do seu governo relativas a 2015 “sequer foram apresentadas, apreciadas, votadas e julgadas”.

Sem mencionar diretamente o vice-presidente, o ministro disse que qualquer pessoa que assumir o governo sem legitimidade terá dificuldades maiores. “Eu entendo que qualquer atalho na democracia, ao contrário de encontrar soluções, vai, de um lado, fragilizar a democracia brasileira, de outro, aprofundar a crise. Porque se alguém que vem carregado por 54 milhões votos já tem dificuldade, creio que alguém que não vem com essa mesma legitimidade terá dificuldade ainda maior”, afirmou.

 

 

 

 

 

Foto: Hora do Bico

Fonte: Agência Brasil

Em 2014, campanha de Rui Costa teria recebido dinheiro de corrupção na Petrobras, diz revista

domingo, março 6th, 2016

ruicosta

Vixe. Na eleição de 2014, a campanha do governador Rui Costa (PT), teria recebido recursos desviados da Petrobras, no esquema investigado pela Operação Lava Jato. Segundo reportagem da revista Veja, foi apreendida uma nota fiscal que indica repasse de R$ 255 mil da OAS para a empresa Pepper Comunicação, prestadora de serviços da campanha. Conforme a publicação, há evidências de que a transação foi uma simulação de prestação de serviço para liquidar as dívidas de campanha do PT no estado. A denúncia sugere conexões do escândalo do petrolão com a Bahia, que foi governada pelo atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, quem indicou o atual ministro da Justiça, o baiano Wellington Lima e Silva. Segundo a publicação, o magistrado é famoso no estado por longa lista de serviços prestados ao PT e a Wagner. 

 

Foto: Hora do Bico