Posts Tagged ‘secretária de saúde’

A saída de Prates e o novo secretário da Saúde

terça-feira, fevereiro 8th, 2022

Mudança na pasta. O prefeito da capital baiana, Bruno Reis, anunciou que haverá uma mudança na Secretaria de Saúde do município no final do mês de março, prazo final para desincompatibilização dos gestores que pretendem concorrer nas eleições de 2022. 

Na pasta desde julho de 2019, Leo Prates, que é deputado estadual licenciado, vai deixar o cargo para concorrer nas eleições de outubro deste ano. Ainda segundo o prefeito, o nome do secretário ainda não foi definido. Bruno Reis disse não ter pressa para a definição.

Fotografia: Divulgação/PMS

Médica Adélia Pinheiro é a nova secretária de Saúde do Estado da Bahia

sábado, fevereiro 5th, 2022

Nova gestora. A médica Adélia Pinheiro vai ser a nova secretária de Saúde da Bahia. Ela substitui Tereza Paim, neonatologista que ocupava o cargo, interinamente, desde agosto de 2021. O anúncio foi feito na sexta-feira, dia 4/2, pelo governador Rui Costa.

A nomeação sai publicada na edição deste sábado, dia 5/2, do Diário Oficial do Estado (DOE). Adélia Pinheiro tem mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo.

Fotografia: Mateus Pereira/Divulgação/GOVBA

Sesab já enviou medicamentos para atender 35 mil baianos afetados pela chuva

quinta-feira, dezembro 30th, 2021

Ações na Bahia. Mais um carregamento de medicamentos, água e alimentos foi levado pela secretária estadual da Saúde, Tereza Paim, desta vez para Itapitanga, na quarta-feira, dia 29/12, em um helicóptero da Marinha. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) já enviou medicamentos a 15 municípios afetados pela forte chuva como forma de recomposição ou fortalecimento dos estoques. A quantidade entregue é suficiente para atender 35 mil pessoas. Municípios como Jucuruçu, Itororó, Ubaíra e Itapitanga tiveram perdas parciais de medicamentos e vacinas em virtude do alagamento de unidades de saúde e oscilação de energia.

“Itapitanga é uma das Cidades que foi completamente alagada; perdemos medicamentos, perdemos vacinas também. Estamos levando apoio, com alimento e água. Vamos visualizar in loco. Já conversei com a secretária municipal de Saúde para ver o grau de assistência à Saúde que vamos efetivar a partir de então”, afirmou Paim.

Sobre os medicamentos, a secretária informou que “são diversos itens, como antibióticos, anti-inflamatórios, analgésicos, antitérmicos, soluções de reidratação oral, além de anti-hipertensivos e antidiabéticos. Também enviamos vacinas, soros e tanques de oxigênio para algumas localidades, como Ilhéus e Mutuípe”.

No Extremo Sul, já foram entregues medicamentos nos municípios de Ibirapuã, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Prado, Teixeira de Freitas, Vereda e Belmonte. Já na Região Sul foram entregues medicamentos e insumos em Itajuipe, Coaraci, Dario Meira, Itapitanga e Mutuípe.

Saúde preventiva

Paim destacou que, junto com resgate de emergência, está sendo feito também um trabalho de saúde preventiva. “A partir de uma ou duas semanas, teremos que estar prontos, voltados para a atenção primária, pois as doenças chegam de forma grave, devastadora. Nós estamos em uma pandemia de Covid-19, em uma epidemia de influenza, e agora nós temos esse desastre. Então, são múltiplas funções, múltiplos profissionais que vão atuar em cada um desses municípios”.

A secretária ressaltou a importância do acolhimento nesse primeiro momento. “É muito importante acolher as pessoas em abrigos e, de forma preventiva, fazer a saúde para que as pessoas não sejam atingidas por leptospirose, tétano e todas as doenças que vêm logo em seguida a todos esses desastres. E aqui, na Bahia, essa extensão, essa territorialidade tão grande do desastre impressiona. Então, estamos indo em vários municípios e fazendo esse auxílio de saúde para contemplar a população”.

Prioridades

Paim explicou como são priorizadas as visitas, já que tantos municípios estão em estado de emergência. “Nós temos um Centro de Comando e Controle de Emergência em Saúde e todos os dias recebemos todas as planilhas de todos os municípios. Isso nos coloca a par da gravidade de cada município. São unidades básicas de saúde que foram perdidas, secretarias da Saúde que perderam medicamentos e vacinas, como Itapitanga, e daí a gente elenca por grau de gravidade e começa a agir.

Vacinas

A diretoria de Vigilância Epidemiológica da Bahia, Márcia São Pedro, ressalta que, até o momento, quatro municípios sinalizaram perdas relacionadas a vacinas. “Salas de vacinação foram alagadas e a rede de frios foi afetada com a oscilação ou falta de energia. Os municípios de Itororó e Ubaíra confirmaram perdas, mas não puderam quantificar e especificar quais vacinas. E, no caso de Itapitanga e Itapé, os imunobiológicos estão sob suspeita em virtude da falta de energia por um tempo prolongado, fazendo oscilar a temperatura das vacinas”, pontua a diretora.

Na regional Leste, Ubaíra e Jiquiriçá foram duas das cidades mais afetadas pelas fortes chuvas, tendo ocorrido perda de medicamentos e o ressuprimento ocorrerá ainda esta semana pela Sesab. No sudoeste da Bahia, diversos municípios sinalizaram a necessidade de fortalecimento dos estoques, sem que tenha, necessariamente, ocorrido perda. São eles: Belo Campo, Macarani, Iguaí, Itapetinga, Vitória da Conquista e Itambé. Nos próximos dias, eles receberão insumos, medicamentos, vacinas e soros.

Fonte: Ascom/Sesab

Fotografia: Divulgação


Camaçari: Reforma e ampliação do Hospital Geral devem ficar prontas no primeiro trimestre de 2021

sexta-feira, novembro 6th, 2020

Mais saúde. Com obras em ritmo acelerado, a reforma do Hospital Geral de Camaçari (HGC) tem conclusão prevista para o primeiro trimestre de 2021. A boa notícia foi confirmada pelo secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, que inspecionou a unidade na quinta-feira, dia 5/11, conferindo de perto o avanço das intervenções que já ultrapassam os 90% e encontram-se em fase de finalização.

O secretário explica que o HGC é referência para moradores de 25 municípios baianos e passa por uma ampla intervenção estrutural. “O governador Rui Costa tem investido no fortalecimento da assistência hospitalar em toda a Bahia e aqui em Camaçari não é diferente. São mais de R$ 9 milhões aplicados na reforma, ampliação e modernização de enfermarias, UTIs, centro cirúrgico, centro de recuperação pós-anestésica, emergência adulto e internação pediátrica”, afirma Vilas-Boas.

A requalificação ainda inclui a climatização, revisão do sistema de gases, revestimento dos pisos com manta vinílica, recuperação das instalações hidráulica e elétrica, substituição do telhado e impermeabilização das lajes. Segundo a diretora geral do HGC, Maria Moleiro Alves, “após a conclusão das intervenções, a unidade ganhará 30 novos leitos. Construído há 34 anos, o HGC jamais havia passado por uma reforma de grande porte como essa”, afirma a diretora.

Já a partir de dezembro deste ano, a emergência do HGC será 100% referenciada, ou seja, atenderá apenas pacientes regulados pelo Samu ou pela Central Estadual a partir de outros hospitais e UPAs. Demandas que não representem risco de morte, devem buscar atendimento em uma Unidade Básica de Saúde ou uma UPA.

Fotografia/fonte: ASCOM/SESAB

Bahia convoca médicos de todo o Brasil para reforçar quadro durante a pandemia

quarta-feira, maio 6th, 2020

Bahia na frente. Durante a transmissão do Papo Correria, da terça-feira, dia 5/5, uma das principais novidades apresentadas pelo governador Rui Costa foi o anúncio da convocação de médicos de todo o Brasil, com situação regularizada, para atuarem em unidades da rede pública de saúde estadual. 

Segundo Rui Costa, neste momento, o chamamento só valerá para médicos e será feito por meio de veículos nacionais de imprensa. “Com o nosso apoio, as organizações sociais que administram as unidades de saúde vão divulgar, já nesta quarta-feira [6 de maio], em jornais de todas as partes do país, um convite destinado a médicos que estejam aptos legalmente a virem para a Bahia, com o objetivo de reforçar o exército de profissionais que lutam diretamente na guerra contra a Covid-19, em todo o território baiano. A convocação vale para médicos que já estão aqui e também para aqueles que residem em outro estado”, revelou o governador, explicando, ainda, que “a convocação é exclusiva para médicos porque as outras categorias de profissionais de saúde não registram, até o momento, escassez de profissionais”.

Rui afirmou que o Estado está buscando soluções legais para conseguir aumentar o número de médicos atuantes na Bahia, caso essa primeira chamada não atrair a quantidade de profissionais desejada. “Estamos fazendo essa primeira chamada para cadastro e registro desses profissionais e, ao mesmo tempo, trabalhamos para encontrar soluções legais que permitam a contratação de médicos que se formaram no exterior, mas ainda não estão com toda a documentação necessária para atuar no Brasil, por exemplo”, assegurou. 

Acompanhado do titular da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Fábio Vilas-Boas, o governador Rui Costa encerrou o programa desta noite lembrando que o Estado está utilizando todos os recursos possíveis para garantir tratamento dos casos mais graves da Covid-19. “Em qualquer cidade da Bahia, utilizaremos os recursos possíveis para dar assistência aos baianos que necessitem de vagas em leitos de Unidade de Terapia Intensiva [UTI], fazendo, inclusive, transferências entre municípios, caso sejam necessárias”, concluiu. Fonte: Secom/GOVBA

Fotografia: Fernando Vivas/Divulgação/GOVBA

Secretário de saúde e equipe são barrados pela Anvisa no Aeroporto Internacional de Salvador

quinta-feira, março 19th, 2020

Olha aí. A ação de medição de temperatura que seria realizada em passageiros vindos de São Paulo e Rio de Janeiro no Aeroporto Internacional de Salvador foi barrada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), na manhã desta quinta-feira, dia 19/3. O secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas e sua equipe tiveram acesso negado pelos agentes aeroportuários na área de embarque do terminal. Em decorrência da decisão do órgão federal, o secretário informou que o governador Rui Costa acionará a Justiça Federal para que a ação seja realizada.

Segundo Fábio Vilas-Boas, o credenciamento da equipe para acesso ao aeroporto foi feito na quarta-feira, dia 18/3, junto à Anvisa, que é o órgão responsável, mas a inspeção sanitária foi negada. “A Anvisa proibiu a entrada da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde no desembarque interno do aeroporto onde iríamos abordar todos os passageiros provenientes de São Paulo e Rio de Janeiro para a simples aferição da temperatura e verificação de sintomas respiratórios. É uma ação inócua e que não traz risco para a população. Lamentavelmente, a Anvisa adotou essa postura”.

Ainda de acordo com o secretário não há justificativa técnica para o impedimento da inspeção e a mesma não impacta em atraso na operação de desembarque, já que o procedimento de medição é realizado em cinco segundos. A ação também seria realizada nos aeroportos de Ilhéus e Porto Seguro. “Aqui, nós iríamos orientar as pessoas que estivessem com febre para que fossem isolados e colhido material para detecção de presença de coronavírus. Iríamos solicitar telefone e endereço dessas pessoas e elas ficariam em isolamento de até 12 horas, que é o prazo para que o resultado ficasse pronto”, explicou Fábio.

Ação judicial

O secretário estadual da Saúde revelou que o governador Rui Costa determinou, ainda na manhã desta quinta-feira, que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) dê entrada em uma liminar na Justiça Federal  solicitando a liberação para realizar a inspeção sanitária. A previsão é de que até o final da manhã a PGE consiga protocolar o pedido de liminar. “Após a concessão dessa liminar, reitero que a equipe da Sesab irá retornar até ao aeroporto de Salvador para realizar a inspeção que visa apenas a proteção das pessoas”, concluiu Fábio Vilas-Boas. Fonte: Secom/GOVBA

Fotos: Alberto Coutinho/Divulgação/GOVBA

Rastreamento do Câncer de Mama visita mais três Cidades

terça-feira, agosto 27th, 2019

A Estratégia do Saúde sem Fronteiras Rastreamento do Câncer de Mama esteve na segunda-feira, dia 26/8, na Cidade de Itamaraju, atendendo mulheres de 50 a 69 anos que necessitam realizar mamografia, exame que detecta precocemente casos de câncer de mama. De acordo com a Diretoria de Projetos Estratégicos (Dipro), da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), foram pactuados atendimento para 2.100 mulheres dentro da faixa etária citada. O atendimento prossegue na Cidade até o dia 13 de setembro.

Ainda no mês de agosto, o Saúde sem Fronteiras atenderá às mulheres de da Cidade de Itanhém, Extremo Sul da Bahia (28 de agosto a 10 de setembro), e Eunápolis (29 de agosto a 14 de setembro). Nesses dois municípios, 3.631 mulheres de 50 a 69 anos poderão realizar seus exames de mamografia.

Em Itanhém, a unidade móvel ficará estacionada na Praça Castro Alves, nas proximidades da Casa da Cultura. Já em Eunápolis, a unidade estacionará em dois locais: na Praça do Pequi, de 29/08 a 10/09, e na Praça do Juca Rosa, de 11 a 14/09. Para ser atendida, as pacientes devem levar carteira de identidade, Cartão do SUS e um comprovante de endereço no município.

Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia. Este programa é uma ferramenta de acesso da mulher às ações de atendimento, diagnóstico e tratamento do câncer de mama.

O Saúde sem Fronteiras é um programa da Secretaria da Saúde do Estado, que tem como diferencial o acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, com a oferta de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando a integralidade do atendimento.

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, considera o Saúde sem Fronteiras um dos mais importantes programas de cuidados médicos para o público feminino em ação pela Sesab, “pois apresenta o diferencial do acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, permitindo ofertar exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento. A integralidade do atendimento desse programa cumpre a principal diretriz do governo Rui Costa, que visa à regionalização da saúde pública e gratuita em todo o interior do estado”. Fonte: Secom

Foto: Divulgação

Polêmica: Secretário proíbe uso de WhatsApp em unidade de saúde

domingo, janeiro 22nd, 2017

sec

Êta. O secretário de saúde da Cidade de Iguaí, Região Sudoeste, a 500 Km de Salvador, José Anailton Ribeiro, determinou na sexta-feira, dia 20/1, a proibição de utilização de WhatsApp por funcionários das unidades de saúde da Cidade, durante o expediente de trabalho.

O funcionário que for flagrado utilizando o WhatsApp será advertido, e se for reincidente, vai responder um processo administrativo e até ser demitido por justa causa.

A medida causou insatisfação nos funcionários da secretaria, já que o uso do WhatsApp é comum para troca de informações sobre o trabalho, segundo os servidores.

 

Foto/fonte: Políticos do Sul da Bahia

Governo da Bahia investe em Hospital da Mulher com equipamento inédito na rede pública

domingo, janeiro 8th, 2017

Hospital da Mulher, equipamentos carro de anestesia Fotos: Pedro Moraes/GOVBA

O Hospital da Mulher (HM), que será inaugurado nesta segunda-feira, dia 9/1, recebeu mais de R$ 40 milhões de investimentos do Governo do Estado em estrutura física e equipamentos. Entre os destaques estão oito carros de anestesia Dräger GS Premium e um sistema de ar-condicionado laminado, no bloco cirúrgico, que serão importantes para salvar mais vidas.

Segundo o engenheiro clínico Antônio Duplat, o carro de anestesia “é um dos melhores do Brasil. Na Bahia, nós temos apenas aqui no Hospital da Mulher. Durante a cirurgia, ele é responsável pela manutenção da vida do paciente. O anestesista cuida da sedação e monitora todos os sinais vitais do paciente, para garantir que a cirurgia seja bem-sucedida. O carro com essa tecnologia garante uma precisão maior na administração dos anestésicos e no acompanhamento dos sinais vitais”.
Sobre o sistema de ar-condicionado com fluxo de ar laminado, a coordenadora do Bloco Cirúrgico do Hospital da Mulher, Janine Vilela, ressalta que “ele é todo digital, o que facilita para que a pressão positiva não tenha interferência da pressão do lado de fora da sala cirúrgica. Quem entrar e sair não vai trazer o ar contaminado para dentro do bloco. Com isso, o índice de infecção cai para praticamente zero”.

A coordenadora também enumera os monitores, os carros de anestesia e o foco cirúrgico como equipamentos fundamentais do centro de cirurgia do Hospital da Mulher. “Eu já passei por outros centros cirúrgicos e posso dizer que aqui está top de linha. Todos os equipamentos são de primeiro mundo. Toda sala cirúrgica tem um respirador elétrico, independente do vácuo da rede. Tem um foco cirúrgico auxiliar e bisturi elétrico. Toda a mesa é digital. As pacientes que forem atendidas aqui terão atendimento humanizado e tecnologia de ponta”, afirma Janine Vilela. Secom

 

Foto: Divulgação/GOVBA

 

Itabuna: Jovem de 23 anos morre com suspeita de dengue hemorrágica; caso é investigado

sábado, fevereiro 13th, 2016

Rafael Monteiro Esteves, de 23 anos, estudante, morreu na quinta-feira, dia 11, no Hospital São Lucas, na Cidade de Itabuna, Sul da Bahia. Ele estava internado em estado grave sob suspeita de dengue hemorrágica.

Conforme informações da coordenação de endemias da Secretária Municipal de Saúde de Itabuna, já são 2.271 casos notificados de dengue no município em 2016. Os dados são da última quarta-feira, dia 10.

Ainda na quinta-feira, a Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna encaminhou amostras de sangue de Rafael para o Laboratório Central da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) para confirmar a causa da morte do jovem.

Fotos: Reprodução

 

Sesab promete programa de apoio e reestruturação financeira às Santas Casas

terça-feira, março 31st, 2015

Santa Casa Hospital São Judas. Foto: Blog Marcos Frahm

O Governo do Estado anunciou que pretende lançar um programa de apoio e reestruturação financeira das Santas Casas e entidades filantrópicas, ainda este ano. O comunicado foi feito, nesta segunda-feira, dia 30, pelo secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas. As Santas Casas são responsáveis direta e indiretamente por cerca de 50% dos serviços relacionados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a Secretaria de Comunicação do Estado, o programa busca desenvolver uma linha de financiamento adequada às necessidades e realidade do setor no Estado, que enfrenta grave endividamento, e estabelecerá como contrapartida o aperfeiçoamento da gestão e metas, a exemplo de ter leitos 100% regulados. Em Vitória da Conquista, o Hospital São Vicente, mantido pela Santa Casa de Vitória da Conquista, oferta 190 leitos, dos quais 150 são disponíveis ao SUS. E é este indicado como o motivo para a crise: a tabela SUS. Segundo o provedor da Santa Casa, a tabela é muito pequena. “O que o hospital recebe do SUS é insuficiente até para saldar as contas básicas, chegando a um déficit mensal em torno de R$ 200 mil”, disse Abmael Brito. ”Isso gera um grande endividamento. Para se ter uma ideia, todas as Santas Casas devem mais de 17 bilhões de reais proveniente dessa baixa tabela do SUS e esse reajuste demora muito de ser realizado”, completou. Outra queixa da Santa Casa se refere a demora nos repasses por parte da Administração Municipal. ”Às vezes, o repasse da Secretaria de Saúde demora mais de 60 dias para acontecer, mesmo sabendo que temos compromisso a honrar, como o pagamento dos fornecedores e os salários”.

 

Foto: Reprodução

Cruz das Almas: MP recomenda exoneração de secretária de saúde; titular é mulher do prefeito

sexta-feira, dezembro 19th, 2014

CENTRO-ADMINISTRATIVO-DE-CRUZ-DAS-ALMAS1-620x330

Êta. O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) emitiu recomendação ao prefeito de Cruz das Almas, Raimundo Silva (PMDB), para a exoneração imediata de secretária de Saúde do município, Maria Barbosa Silva, esposa do chefe do Executivo municipal. O MP deve ser notificado do desligamento no prazo máximo de 20 dias.

Segundo o autor da recomendação, o promotor de Justiça Adriano Marques, a permanência da titular da pasta no cargo configura caso de nepotismo. Ela foi nomeada o dia 15 de outubro deste ano, sem ter qualquer especialização na área de saúde ou qualificação na área médica ou em gestão do Sistema Único de Saúde (SUS), para justificar o caráter de exceção de ser indicada ao posto.

Foto: Reprodução