Posts Tagged ‘CIDADE DE IGUAÍ’

Política de luto: Morre vice-prefeito eleito no dia 15 de novembro

quinta-feira, dezembro 3rd, 2020

Luto na Cidade. O vice-prefeito reeleito da Cidade de Iguaí, no Sudoeste da Bahia, Aurelino Pinheiro Bonfim (PSD), de 86 aos, morreu na quarta-feira, dia 2/12, em consequência do coronavírus. O político estava internado há 15 dias em um hospital da Cidade de Vitória da Conquista.O sepultamento acontecerá nesta quinta-feira, dia 3/12.

De acordo com a imprensa local, o prefeito de Iguaí, Rony Moitinho (PSD), decretou luto de três dias na Cidade.  “É com esse sentimento de profundo pesar que a Prefeitura de Iguaí apresenta as suas condolências aos familiares e amigos. Que Deus em sua infinita grandeza, amor e misericórdia possa confortar os corações de todos”, informa a nota da Prefeitura da Cidade de Iguaí.

Fotografia: Reprodução

Mulher é presa depois de matar o companheiro com golpe de punhal no coração

sexta-feira, junho 7th, 2019

Briga e morte. Uma mulher foi presa na Cidade de Iguaí, no Sudoeste da Bahia, suspeita de matar o companheiro identificado como Zezito, com um golpe de punhal no coração em meio a uma briga, na quinta-feira, dia 6/6.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi socorrida para um hospital da Cidade, mas não resistiu. A suspeita do crime, identificada como Angélica, de 20 anos, foi localizada e presa cinco horas depois do homicídio, por investigadores da Delegacia Territorial (DT) de Iguaí. Ela foi autuada em flagrante por homicídio e está à disposição da Justiça.

Foto: Hora do Bico

Corpo de jovem com sinais de estrangulamento é encontrado boiando em rio

terça-feira, outubro 30th, 2018

Um corpo foi achado boiando nas águas do “Rio Preto” embaixo de uma ponte na Cidade de Iguaí, no Sudoeste da Bahia.

De acordo com informações da imprensa, a jovem morava na zona rural da Cidade e saiu de casa no dia anterior para participar de um aniversário e depois do evento resolveu ir até a Cidade. A vítima apresentava sinais de estrangulamento. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT), esteve no local com a Polícia Civil.

 

 

 

 

Foto: Reprodução/Itapetinga Repórter

Vaqueiro é suspeito de se passar por policial para raptar e estuprar mulheres

sábado, outubro 20th, 2018

Oxente. Um vaqueiro está sendo procurado suspeito de se passar por policial para abordar mulheres na saída de shows e estuprar as vítimas na Cidade de Iguaí, no interior da Bahia. Uma operação foi montada para prender o homem, mas ele acabou fugindo, segundo informou a Polícia Civil na sexta-feira 19/10

O homem de 39 anos, conforme a investigação, utiliza sempre durante os crimes uma lanterna de LED, para ofuscar a visão das vítimas, uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 32. As vítimas são levadas para locais desertos, onde são estupradas. A Polícia não informou quantos estupros teriam sido cometidos por ele.

Após as denúncias, o vaqueiro foi identificado por uma equipe da Delegacia Territorial de Iguaí. A Polícia Civil e a Polícia Militar tentaram prendê-lo na quinta-feira 18/10, mas ao perceber a chegada dos agentes, ele fugiu em direção a uma mata e não foi alcançado. 

A Polícia disse ter apreendido a lanterna de LED, a espingarda e o revólver usados nos crimes na casa do vaqueiro. A Polícia apurou que ele trabalha há 12 anos, numa fazenda da zona rural da cidade.

A delegacia informou que as buscas prosseguem para tentar localizar o homem, que será indiciado pelos crimes de estupro e posse ilegal de arma.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Polêmica: Secretário proíbe uso de WhatsApp em unidade de saúde

domingo, janeiro 22nd, 2017

sec

Êta. O secretário de saúde da Cidade de Iguaí, Região Sudoeste, a 500 Km de Salvador, José Anailton Ribeiro, determinou na sexta-feira, dia 20/1, a proibição de utilização de WhatsApp por funcionários das unidades de saúde da Cidade, durante o expediente de trabalho.

O funcionário que for flagrado utilizando o WhatsApp será advertido, e se for reincidente, vai responder um processo administrativo e até ser demitido por justa causa.

A medida causou insatisfação nos funcionários da secretaria, já que o uso do WhatsApp é comum para troca de informações sobre o trabalho, segundo os servidores.

 

Foto/fonte: Políticos do Sul da Bahia