Posts Tagged ‘ESTADO DA BAHIA’

Bahia confirma mais dois casos de varíola do macaco

terça-feira, julho 26th, 2022

Atenção. Mais dois casos da doença causada pelo vírus Monkeypox (conhecida como varíola dos macacos) foram confirmados na Bahia, um laboratorialmente e outro por critério clínico-epidemiológico. O Estado agora soma cinco registros da doença, todos de pessoas que residem em Salvador. O primeiro foi no dia 13 de julho, o segundo em 14 de julho e o terceiro em 20 de julho.

Outros 31 casos suspeitos estão sendo investigados. São notificações dos municípios de Barra (01), Ibicaraí (02), Ilhéus (02), Laje (01), Mutuípe (03), Porto Seguro (01), Salvador (14), Santo Antônio de Jesus (03), São Miguel das Matas (01) e Vitória da Conquista (03). Em todos os casos, as medidas sanitárias de monitoramento dos contactantes próximos, bem como isolamento foram adotadas.

Monkeypox é uma zoonose viral, do gênero Orthopoxvirus, da família Poxviridae, que se assemelha à varíola humana, erradicada em 1980. A doença cursa com febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, adenomegalia, calafrios e exaustão. A infecção é autolimitada com sintomas que duram de 2 a 4 semanas, podendo ser dividida em dois períodos: invasão, que dura entre 0 e 5 dias, com febre, cefaleia, mialgia, dor das costas e astenia intensa. A erupção cutânea começa entre 1 e 3 dias após o aparecimento da febre e tem características clínicas semelhantes com varicela ou sífilis, com diferença na evolução uniforme das lesões.

Fonte: Sesab

Fotografia: Reprodução

Estado antecipa R$ 247 milhões aos 417 municípios baianos

sexta-feira, dezembro 31st, 2021

Dinheiro na conta. Os 417 municípios baianos receberam na quinta-feira, dia 30/12, um reforço no caixa para fechamento das contas, com a antecipação pelo Governo do Estado de R$ 247 milhões e 200 mil correspondentes às receitas com ICMS e do IPVA arrecadados nos dias 27, 28 e 29. A antecipação foi solicitada na semana passada ao governador Rui Costa pela União dos Municípios da Bahia (UPB). As receitas antecipadas aos municípios, de acordo com o calendário das transferências constitucionais, somente seriam repassadas em janeiro.

O governo baiano também instituiu medidas de apoio a segmentos empresariais do Estado. Foi prorrogado o ICMS de dezembro para as empresas varejistas baianas, com pagamento em duas parcelas cujas datas de vencimento ocorrerão em 10 de janeiro e 9 de fevereiro. Também será prorrogada a redução de base de cálculo para o transporte intermunicipal de passageiros, em função da persistência da pandemia.

Alívio para os municípios

Ao comentar as medidas, o governador ressaltou que os municípios baianos chegam ao fim de 2021 pressionados pela persistência das crises sanitária e econômica. “Muitas destas prefeituras, além disso, estão enfrentando os estragos provocados pelas fortes chuvas”.

Rui também lembrou que o Estado já vem adotando uma série de medidas diante da catástrofe, a exemplo da criação de um auxílio financeiro destinado às famílias atingidas pelas chuvas e a extensão da tarifa social da Empresa de Águas e Saneamento da Bahia (Embasa) para todos os imóveis que tiveram prejuízos com as enchentes nos municípios em situação de emergência.

De acordo com o secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório, antecipar os recursos às prefeituras e adotar novas medidas de apoio à população e às empresas têm sido possível para o governo baiano graças aos esforços empreendidos para manter o equilíbrio fiscal em meio a um cenário de baixo crescimento da economia e volta da inflação. “Temos aprofundado o modelo de gestão que se baseia no controle dos gastos, na modernização do fisco e em parcerias interinstitucionais para o combate à sonegação”, explicou.

Municípios

Somente de ICMS, o Estado antecipou aos municípios R$ 239,5 milhões referentes à arrecadação dos dias 27, 28 e 29. A maior cota de antecipação do imposto coube à capital baiana: Salvador recebeu nesta quinta R$ 28,6 milhões. Em seguida, os maiores valores foram para São Francisco do Conde (R$ 20,9 milhões), Camaçari (R$ 18,4 milhões), Feira de Santana (R$ 9,5 milhões), Candeias (R$ 5,8 milhões), Simões Filho (R$ 5,7 milhões), Luís Eduardo Magalhães (R$ 5,3 milhões), São Desidério (R$ 4,8 milhões), Vitória da Conquista (R$ 4,3 milhões) e Paulo Afonso (R$ 3,9 milhões).

O Estado já havia repassado aos municípios, na terça-feira (28), R$ 108,9 milhões de ICMS, relativos à arrecadação registrada entre os dias 20 e 24 de dezembro. A arrecadação correspondente à movimentação econômica dos dias 30 e 31 será repassada em 4 de janeiro.

Fonte: Ascom/Sefaz

Fotografia: Reprodução

Sesab já enviou medicamentos para atender 35 mil baianos afetados pela chuva

quinta-feira, dezembro 30th, 2021

Ações na Bahia. Mais um carregamento de medicamentos, água e alimentos foi levado pela secretária estadual da Saúde, Tereza Paim, desta vez para Itapitanga, na quarta-feira, dia 29/12, em um helicóptero da Marinha. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) já enviou medicamentos a 15 municípios afetados pela forte chuva como forma de recomposição ou fortalecimento dos estoques. A quantidade entregue é suficiente para atender 35 mil pessoas. Municípios como Jucuruçu, Itororó, Ubaíra e Itapitanga tiveram perdas parciais de medicamentos e vacinas em virtude do alagamento de unidades de saúde e oscilação de energia.

“Itapitanga é uma das Cidades que foi completamente alagada; perdemos medicamentos, perdemos vacinas também. Estamos levando apoio, com alimento e água. Vamos visualizar in loco. Já conversei com a secretária municipal de Saúde para ver o grau de assistência à Saúde que vamos efetivar a partir de então”, afirmou Paim.

Sobre os medicamentos, a secretária informou que “são diversos itens, como antibióticos, anti-inflamatórios, analgésicos, antitérmicos, soluções de reidratação oral, além de anti-hipertensivos e antidiabéticos. Também enviamos vacinas, soros e tanques de oxigênio para algumas localidades, como Ilhéus e Mutuípe”.

No Extremo Sul, já foram entregues medicamentos nos municípios de Ibirapuã, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Prado, Teixeira de Freitas, Vereda e Belmonte. Já na Região Sul foram entregues medicamentos e insumos em Itajuipe, Coaraci, Dario Meira, Itapitanga e Mutuípe.

Saúde preventiva

Paim destacou que, junto com resgate de emergência, está sendo feito também um trabalho de saúde preventiva. “A partir de uma ou duas semanas, teremos que estar prontos, voltados para a atenção primária, pois as doenças chegam de forma grave, devastadora. Nós estamos em uma pandemia de Covid-19, em uma epidemia de influenza, e agora nós temos esse desastre. Então, são múltiplas funções, múltiplos profissionais que vão atuar em cada um desses municípios”.

A secretária ressaltou a importância do acolhimento nesse primeiro momento. “É muito importante acolher as pessoas em abrigos e, de forma preventiva, fazer a saúde para que as pessoas não sejam atingidas por leptospirose, tétano e todas as doenças que vêm logo em seguida a todos esses desastres. E aqui, na Bahia, essa extensão, essa territorialidade tão grande do desastre impressiona. Então, estamos indo em vários municípios e fazendo esse auxílio de saúde para contemplar a população”.

Prioridades

Paim explicou como são priorizadas as visitas, já que tantos municípios estão em estado de emergência. “Nós temos um Centro de Comando e Controle de Emergência em Saúde e todos os dias recebemos todas as planilhas de todos os municípios. Isso nos coloca a par da gravidade de cada município. São unidades básicas de saúde que foram perdidas, secretarias da Saúde que perderam medicamentos e vacinas, como Itapitanga, e daí a gente elenca por grau de gravidade e começa a agir.

Vacinas

A diretoria de Vigilância Epidemiológica da Bahia, Márcia São Pedro, ressalta que, até o momento, quatro municípios sinalizaram perdas relacionadas a vacinas. “Salas de vacinação foram alagadas e a rede de frios foi afetada com a oscilação ou falta de energia. Os municípios de Itororó e Ubaíra confirmaram perdas, mas não puderam quantificar e especificar quais vacinas. E, no caso de Itapitanga e Itapé, os imunobiológicos estão sob suspeita em virtude da falta de energia por um tempo prolongado, fazendo oscilar a temperatura das vacinas”, pontua a diretora.

Na regional Leste, Ubaíra e Jiquiriçá foram duas das cidades mais afetadas pelas fortes chuvas, tendo ocorrido perda de medicamentos e o ressuprimento ocorrerá ainda esta semana pela Sesab. No sudoeste da Bahia, diversos municípios sinalizaram a necessidade de fortalecimento dos estoques, sem que tenha, necessariamente, ocorrido perda. São eles: Belo Campo, Macarani, Iguaí, Itapetinga, Vitória da Conquista e Itambé. Nos próximos dias, eles receberão insumos, medicamentos, vacinas e soros.

Fonte: Ascom/Sesab

Fotografia: Divulgação


Governo Federal manda mais de 430 mil doses de vacinas ao Estado da Bahia

segunda-feira, maio 3rd, 2021

Nova remessa. O Estado da Bahia recebe 431.910 doses da vacina contra a vovid-19 nesta segunda-feira, dia 3/5, enviadas pelo Governo Federal, através do Ministério da Saúde. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) no domingo, dia 2/5. Segundo a pasta, são 405 mil doses da AstraZeneca, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e 26.910 da Pfizer/BioNTech.

As doses da Pfizer têm uma logística diferenciada em relação aos demais imunizantes entregues pelo Ministério da Saúde, em virtude da necessidade de serem armazenada em temperaturas de até – 70°C.

Fotografia: Divulgação

Bahia registra 112 mortes e mais de 5 mil novos casos deccovid

quinta-feira, março 4th, 2021

Situação muito grave. A Bahia registrou, 5.329 novos casos confirmados da Covid-19 e 112 mortes em decorrência da doença, em 24 horas, segundo boletim divulgado na quarta-feira 3/3, pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Apesar dos óbitos terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados na terça.

Ao todo, a Bahia tem 694.783 casos confirmados e 12.140 óbitos desde o início da pandemia; 662.524 pessoas já estão curadas da doença e 20.119 encontram-se ativos.

No estado, dos 2.254 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.691 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de UTI adulto de 84%.

Fotografia: PMS

Fonte: Sesab