Posts Tagged ‘Minas Gerais’

Tragédia com ônibus de viagem deixa mais de 40 vítimas

domingo, outubro 10th, 2021

Deus é mais. Um grave acidente envolvendo um ônibus de turismo deixou uma pessoa morta e outras 44 com ferimentos em Minas Gerais na madrugada deste domingo, dia 10/10. Segundo autoridades locais, o veículo estava na BR-040, sentido Rio de Janeiro, quando o motorista perdeu o controle da direção. O ônibus tombou no km 760, perto do Município de Ewbank da Câmara, na Zona da Mata Mineira.

Conforme o Corpo de Bombeiros, perto das 3 da madrugada, o veículo atingiu a canaleta após o condutor perder o controle da direção, tombando logo em seguida. Uma mulher de 59 anos ficou presa pelo tórax embaixo de uma parte da estrutura do veículo e acabou morrendo no local.

Um homem de 45 anos, também ficou preso em outra coluna da estrutura do ônibus. Ele foi retirado do local em estado grave e encaminhado ao pronto-socorro de Juiz de Fora, também na Zona da Mata. Além desses, outras 43 pessoas também ficaram feridas.

Fotografia: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Baianas estão entre vítimas de acidente com ônibus interestadual

terça-feira, outubro 5th, 2021

Muito grave. Um grave acidente de ônibus deixou duas baianas mortas entre as vítimas fatais de um capotamento de ônibus na BR-116, na Cidade de Leopoldina, em Minas Gerais, sábado, dia 2/10. O veículo seguia para Ubatã, Cidade do Sul da Bahia, quando sofreu o acidente na Cidade mineira.

Uma das vítimas foi uma senhora de 68 anos. Ela era da Cidade de Ipiaú e estava viajando para visitar familiares. A idosa deixou quatro filhos e quatro netos. A outra baiana que morreu no acidente foi uma mulher de 48 anos. Ela era da Cidade de Ubaitaba. Outros quatro baianos ficaram feridos no acidente, segundo a Prefeitura de Ubatã. 

O ônibus saiu de Santo Amaro (SP) para Ubatã. No trecho da Serra da Vileta, em Leopoldina, ele capotou. No momento do acidente, havia 50 passageiros, no ônibus. 

A Gontijo Transportes, responsável pelo ônibus, disse que chovia forte quando o ônibus perdeu o controle. Afirmou também que lamenta as mortes e que está prestando asssitência a familiares e acompanhando os passageiros que ainda estão hospitalizados. 42 passageiros já tiveram alta nessa segunda. Seis pessoas estão em hospitais. 

Fotografia: Divulgação

Falha em subestação de Furnas causa apagão

segunda-feira, setembro 20th, 2021

A empresa Furnas informou domingo, que uma falha ocorrida às 21h21 na Subestação de Rocha Leão, localizada no município de Rio das Ostras, no Rio de Janeiro, causou o apagão que afetou municípios mineiros e fluminenses na noite de sábado, dia 18/9.

“As proteções atuaram corretamente para isolamento da falha, causando o desligamento de todos os equipamentos dessa subestação. A equipe técnica de Furnas prontamente iniciou os procedimentos para o restabelecimento do fornecimento para a distribuidora. A empresa está analisando as causas do ocorrido”, diz o comunicado.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou, em nota, que às 22h32 de ontem, o abastecimento estava 100% normalizado. “O ONS avaliará as causas da ocorrência junto aos agentes envolvidos. Vale ressaltar que o episódio não tem relação com a crise hídrica do país. Reiteramos que, assim que identificado o problema, atuamos prontamente para iniciar a recomposição do sistema e para que o completo fornecimento de energia fosse restabelecido o mais rápido possível”, afirmou.

Segundo a Energisa, uma das distribuidoras atingidas pela interrupção de energia, a situação impactou Nova Friburgo, na região serrana do Rio, e aproximadamente 60 municípios atendidos pela concessão em Minas Gerais. “A Energisa atuou de imediato para minimizar o problema aos seus clientes, conseguindo restabelecer o sistema de forma gradativa. A situação foi normalizada para 100% dos municípios impactados às 22h”, informou a companhia.

A Enel Distribuição Rio informou que uma perturbação na rede de transmissão de Furnas causou interrupção no fornecimento de energia em parte da Região dos Lagos, Macaé, Cantagalo e Teresópolis na noite de ontem. De acordo com a empresa, o fornecimento foi normalizado para todos os clientes da distribuidora até as 22h32.

A empresa Light informou que trechos do município de Três Rios, no centro-sul fluminense, ficaram sem energia durante cerca de 4 minutos na noite de sábado por conta da ocorrência no sistema elétrico de Furnas.

Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Reprodução/TV Brasil

Caminhão boiadeiro roubado é recuperado no interior da Bahia

quinta-feira, julho 8th, 2021

Polícia pra cima. Policiais da Delegacia Territorial (DT), da Cidade de Jequié, no Sudoeste da Bahia, recuperaram na quarta-feira, dia 7/7, um caminhão boiadeiro, que havia sido roubado em Minas Gerais, em 2020.

O veículo foi localizado na BR-330. De acordo com o titular da DT/Jequié, delegado Moabe Macedo Lima, a ação policial ocorreu com base nas investigações relacionadas à adulteração de sinais identificadores de veículo. “Apuramos que o caminhão foi levado ao município de Aiquara, onde foi vendido para um homem residente em Ipiaú”, relatou o delegado.

O caminhão boiadeiro foi encaminhado para perícia, no Departamento de Polícia Técnica (DPT). “Verificamos, preliminarmente, que diversos componentes estão adulterados, como motor, chassis e caixa de macha”, pontuou Macedo.

Fotografia/fonte: SSP-BA

Urgente: Coveiros enterram caixões vazios para reservar sepulturas, diz MP

sábado, abril 10th, 2021

Deus é mais. Uma investigação sobre caixões enterrados vazios nas covas para garantir o enterro, fez com que o MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) investigasse coveiros da Cidade de Formiga, distante 200 KM de Belo Horizonte, por cobrar até R$ 3.000 de famílias para “reservar” uma vaga em sepulturas no cemitério municipal da Cidade.

De acordo com as investigações, os suspeitos enterravam caixões vazios nas covas para garantir o espaço e, quando as famílias perdiam um ente querido, retivaram o caixão vazio para que o morto fosse enterrado, conforme explica o promotor de Justiça Ângelo Ansanelli Júnior.

Conforme as investigações, que duraram cerca de sete meses e tiveram início em virtude de uma denúncia feita por servidor público, foram coletadas provas de que os coveiros recebiam propina de famílias para assegurar lugares no cemitério, e, para tanto, enterravam caixões vazios. Quando o ente da família morria, os coveiros retiravam o caixão vazio e colocavam o corpo.

Também foi apurado que os coveiros mantinham esquema de recebimento de horas extras que não eram devidamente cumpridas. Além disso, para o MPMG há fortes suspeitas de que os coveiros abasteciam veículo particular de uma funerária com valores oriundos do erário. Ainda segundo as investigações, existem indícios do desvio de urnas funerárias do município para uma funerária particular.

Fotografia/fonte: MPMG

Mulher é morta a facadas na frente das quatro filhas

terça-feira, dezembro 29th, 2020

Misericórdia. Uma  mulher foi  morta a  facadas na frente das quatro filhas na madrugada de segunda-feira 28/12, na cidade de Três Corações, em  Minas Gerais. A vítima, de 32 anos, já havia denunciado o companheiro em maio após um episódio de agressões. De acordo com a Polícia Civil, porém, ela não quis atendimento médico, não representou queixa e não pediu medida protetiva.

O crime aconteceu na casa da família, na frente das quatro filhas do casal, todas menores. Ainda de acordo com a polícia, o motivo seria ciúmes.

Fotografia: Reprodução

Sobe para 18 o número de mortos em acidente de ônibus

sábado, dezembro 5th, 2020

Tragédia. O número de mortos no acidente de ônibus ocorrido sexta-feira, dia 4/12, na BR-381, trecho da Cidade de João Molevade, em Minas Gerais, subiu para 18. Um homem de 60 anos, que estava internado no Hospital Santa Margarida, morreu na manhã deste sábado, dia 5/12.

Conforme a assessoria da unidade de saúde, desde a tarde desta sexta-feira, dia 4/12, ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI). O cidadão era natural da Cidade de São Paulo.



Fotos: Reprodução Redes Sociais e Corpo de Bombeiros

Agroempresário começou confinando 40 cabeças e hoje é referência da pecuária mineira

segunda-feira, maio 18th, 2020

Sucesso. O empresário de Minas Gerais Paulo Roberto do Nascimento, titular do grupo de logística Transcap, diversificou seus investimentos em meados dos anos 80. Na Cidade de Capinópolis, no Triângulo Mineiro, Paulo Roberto deu início a um dos primeiros confinamentos do Estado, o Elite Confinamento. Em uma área pequena, começou engordando 40 cabeças de gado.

Ao site Giro do Boi, ele disse: “Eu, minha família e meus filhos. A gente tem uma família que trabalha aqui dentro, é uma empresa familiar e, graças a Deus, nós construímos isto aqui. […] Estamos tendo sucesso porque a gente está dentro do negócio. Eu comecei confinando 40 cabeças , foi um dos primeiros confinamentos que abriram aqui no  Triângulo Mineiro, em Minas Gerais, e estamos aí até hoje procurando uma genética para fornecer ao frigorífico uma carne de qualidade para a gente ter os benefícios que a pecuária precisa ter”, disse o agroempresário.

Indagado sobre receita de sucesso, o agroempresário respondeu que não há uma receita para o sucesso, caso não estejam relacionadas à dedicação extrema aos fundamentos “É muito importante a dieta que esse boi está comendo. Esse boi tem que comer umadieta “cinco estrelas” para ter o sucesso que está tendo aí. Eu acho também que tem a genética, você buscar a genética como nós estamos buscando. O manejo também é muito importante, os parceiros que estão aqui manejando o gado. A compra é importante. É uma cadeia que tem que ser bem feita, é uma engrenagem”, disse Paulo Roberto ao site Giro do Boi.

Fotografia: Divulgação

Tragédia: A morte do motorista e da sogra dele

segunda-feira, fevereiro 3rd, 2020

Misericórdia. Um grave acidente que envolveu três veículos deixou duas pessoas mortas no domingo, dia 2/2, na BR 040, próximo da Cidade de Conselheiro Lafaiete, Região Sudeste de Minas Gerais. Outras duas vítimas que estavam no mesmo veículo sofreram ferimentos e foram socorridas. Todas as vítimas são da mesma família.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas para altura do km 638 da rodovia, proximidades do posto Trevão. No local os bombeiros verificaram que um carro com licença de Conselheiro Lafaiete, ocupado por quatro pessoas, colidiu com outros dois veículos. O motorista do primeiro carro e a sogra dele morreram no local.

O carro em que estavam bateu contra um caminhão com placa da Cidade de Ipatinga e contra um carro de passeio. Os ocupantes dos outros veículos não sofreram ferimentos.

Com o acidente, um extenso engarrafamento se formou no sentido Rio de Janeiro. A pista foi liberada somente no início da noite de domingo, dia 2/2.

Foto/fonte: Barroso em Dia

Presidente Bolsonaro anuncia quase R$ 900 milhões para MG/ES e Rio de Janeiro

quinta-feira, janeiro 30th, 2020

O presidente da República Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira, dia 30/1, a liberação de R$ 892 milhões em recursos federais para ações de reconstrução da infraestrutura em municípios atingidos pelas fortes chuvas que ocorrem na Região Sudeste há mais de uma semana, principalmente em Minas Gerais, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

O anúncio foi feito em Belo Horizonte, após o presidente se reunir com ministros e o governador do estado, Romeu Zema. Eles fizeram um sobrevoo sobre algumas das áreas mais atingidas pelas chuvas.

Os recursos serão liberados por meio de medida provisória, que abre um crédito extraordinário em favor do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

“Estamos trabalhando ombro a ombro para buscar mitigar os problemas ocorridos com essa catástrofe, que aconteceu nos último dias”, afirmou Bolsonaro, em um breve pronunciamento à imprensa.

Segundo o governo de Minas Gerais, até agora 55 pessoas morreram no estado em decorrência da chuva e cerca de 30 mil estão desabrigadas. Nos três estados mais atingidos pelas chuvas, um total de 123 municípios teve situação de emergência reconhecida pelo governo federal.

“Parece-me que o pior já ficou para trás, mas o estado estará atento a tudo”, disse o governador Romeu Zema.

O ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, afirmou que pasta vai montar uma força-tarefa para receber e processar os pedidos solicitados pelas prefeituras o mais rápido possível. 

“O sistema nacional de proteção e defesa civil funcionou em suas três esferas, municipal, estadual e federal. Aqui, o presidente Jair Bolsonaro, numa demonstração clara da preocupação dos  estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, disponibilizando R$ 1 bilhão para as ações de restabelecimento de serviços essenciais, reconstrução de todas as estruturas danificadas. Os municípios devem apresentar essas demandas ao Ministério do Desenvolvimento Regional”.

Além da liberação de recursos extras, o governo federal informou que tem atuado, por meio do Ministério da Saúde, na distribuição de mais de duas toneladas de medicamentos paras a regiões mais atingidas. O pagamento do Bolsa Família e o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para as vítimas das chuvas também será antecipado. Fonte: Agência Brasil

Foto: Alan Santos/PR

Toffoli suspende bloqueio de R$ 444 milhões nas contas de Minas Gerais

terça-feira, julho 23rd, 2019

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu na segunda-feira, dia 22/7, o bloqueio de R$ 444 milhões nas contas de Minas Gerais. O ministro atendeu ao pedido liminar feito pelos procuradores do estado para evitar que o valor seja bloqueado pelo governo federal como garantia em um contrato de empréstimo com o Banco do Brasil. 

Esta foi a segunda decisão do ministro envolvendo a cobrança de contragarantias pela falta de pagamento de empréstimos de Minas, que tiveram o governo federal como fiador. Em janeiro deste ano, Toffoli concedeu a liminar para suspender o bloqueio de outra parcela do empréstimo, no valor de R$ 443 milhões. 

Na nova decisão, Toffoli entendeu que a execução da dívida deve ser suspensa até a análise definitiva do caso. 

No processo, a União afirmou que se prevalecerem as decisões do STF que impedem a cobrança de dívidas dos estados, o governo federal terá que desembolsar R$ 7,8 bilhões em juros para cobrir o calote. Fonte: Agência Brasil

Risco de rompimento de barragem é alto

segunda-feira, maio 27th, 2019

A Defesa Civil continua monitorando a movimentação do talude norte da mina de Gongo Soco, da mineradora Vale, em Barão de Cocais (MG), a 100 quilômetros de Belo Horizonte. A previsão da Agência Nacional de Mineração (ANM) era de que o rompimento ocorreria até sábado, dia 25/5.

De acordo com Juvenal Caldeira, secretário municipal do Desenvolvimento Econômico da cidade e membro efetivo da Defesa Civil municipal, o risco de rompimento do talude, que funciona como uma parede de contenção, segue no nível 3, o mais alto.

“O receio de toda a cidade é que o talude venha descer”. Segundo ele, o temor é que isso “cause vibração e afete a montanha”, o que pode impactar a barragem Sul Superior, 1,5 quilômetro abaixo da contenção. A movimentação do talude chegou a 20 centímetros em alguns pontos, um centímetro acima do observado anteriormente.

Caldeira assinala que 400 pessoas que vivem nas comunidades de Socorro, Tabuleiro, Piteira e Vila do Congo, que eventualmente podem ser afetadas, já foram retiradas. A população da Barão de Cocais participou de dois simulados para emergência. Os 16 postos de saúde da cidade estão equipados com geradores de energia, em caso de suspensão do fornecimento de luz, e há sete caminhões pipa com água potável à disposição da população.

Abaixo da barragem Sul Superior, a cerca de um quilômetro, estão sendo montados blocos de granito dentro de telas. Além disso, teve início o trabalho de terraplanagem para erguer um novo muro de contenção de 35 metros de altura, 400 metros de extensão na parte superior, com 10 metros de espessura e aterrado cinco metros abaixo do nível do solo. A construção deverá levar até um ano. Esse novo muro é um ponto anterior às comunidades cujos moradores foram removidos. Fonte: Agência Brasil

Foto: Google Maps

Colisão entre carretas e carro de passeio deixa mortos e feridos

sábado, maio 4th, 2019

Pai do céu. Um acidente que envolveu duas carretas e um carro de passeio deixou três pessoas na sexta-feira 3/5, na BR-135, em Montes Claros, Minas Gerais.

Uma passageira do carro de passeio morreu no local; o motorista ficou preso às ferragens e um bebê foi retirado por pessoas que passavam pelo local e levado para um hospital.

As outras duas vítimas fatais eram motoristas das carretas. Segundo informações da imprensa, testemunhas contaram  que parte das cargas das duas carretas caíram sobre o carro de passeio. Os veículos transportavam cerâmica e eletrodomésticos; as cargas ficaram espalhadas na pista.

Foto: Reprodução

Na volta do velório, família perde mais dois parentes em grave acidente

terça-feira, abril 30th, 2019

Pai do céu. Três pessoas morreram e uma ficou ferida em um grave acidente entre um ônibus e um carro de passeio na BR-116, em Minas Gerais, na segunda-feira 29/4. As vítimas que estavam no carro voltavam de um velório no Povoado de Cajazeira, na Cidade de Planalto, Sudoeste da Bahia.

Segundo informações da Polícia, um homem de 58 anos, e o sobrinho dele, de 28, morreram no local. A vítima do ônibus era o motorista reserva, que foi lançado para fora do veículo no momento da colisão e também morreu no local. Já o condutor do veículo, de 27 anos, ficou ferido e passou por cirurgia.

As três pessoas que estavam no carro de passeio saíram de São Paulo com destino à Bahia para o velório da mãe do homem de 58 anos. Na volta para casa, aconteceu a colisão com um ônibus de turismo. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Vitória da Conquista, também no Sudoeste da Bahia.

 

 

 

 

Foto: Reprodução | O vigilante 

Perigo: Vale tem 17 barragens sem declaração de estabilidade válida, diz site

segunda-feira, abril 1st, 2019

A Vale divulgou nessa segunda-feira, dia 1º/4, informações atualizadas sobre as declarações de estabilidade necessárias para que cada barragem possa ser utilizada em suas operações. De acordo com a mineradora, foram renovadas as declarações de 80 estruturas que tinham validade até domingo, dia 31/3. Por outro lado, não houve renovação para outras 17.

A declaração de estabilidade é emitida por uma empresa auditora que deve ser contratada pela mineradora. A confiabilidade do documento, porém, passou a ser questionada a partir da tragédia de Brumadinho (MG), ocorrida em 25 de janeiro, quando uma barragem na Mina do Feijão se rompeu causando mais de 200 mortes. A estrutura tinha uma declaração válida, emitida pela empresa alemã Tüv Süd, em setembro de 2018. e assinada pelo engenheiro Makoto Namba. Em depoimento no curso da investigação que apura as causas do rompimento, ele disse ter se sentido pressionado por um executivo da Vale para conceder o documento.

Desde então, a Justiça mineira tem atendido diversos pedidos formulados em ações movidas pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para paralisar outras barragens e exigir a contratação de novas auditorias externas para verificar a segurança das estruturas. Há casos em que a própria a Vale se antecipou e interrompeu as operações. Quatro dias após a tragédia, a mineradora também anunciou a descaracterização de estruturas ) que utilizavam o método de alteamento a montante. Trata-se da mesma técnica adotada na barragem que se rompeu em Brumadinho, a mesma que gerou a tragédia de Mariana (MG), em novembro de 2015, quando morreram 19 pessoas e dois distritos ficaram destruídos.

De acordo com as informações divulgadas pela Vale, entre as 17 barragens que não tiveram a declaração de estabilidade renovada, estão sete que tiveram recente elevação no nível de segurança para 2, levando ao acionamento de sirenes e gerando a necessidade de evacuação de casas situadas na zona de autossalvamento, ou seja, em toda a área que poderia alagada em menos de 30 minutos ou que se situa a uma distância de menos de 10 quilômetros.

Centenas de pessoas estão fora de suas residências nas cidades mineiras como Nova Lima, Ouro Preto e Barão de Cocais. Há quatro as barragens que já sofreram uma segunda elevação no nível de segurança , dessa vez para 3, o último na escala de alerta. Essa mudança deve ser feita quando há risco iminente de ruptura. Diante desse cenário, as populações que vivem nas áreas abrangidas pela mancha de inundação estão sendo treinadas em simulados organizados pela Defesa Civil de Minas Gerais.

Para assegurar a reparação dos prejuízos causados aos moradores que deixaram suas casas, o MPMG também tem conseguido decisões favoráveis para bloquear recursos da Vale. A última liminar, proferida na sexta-feira (29) pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), estabelece o bloqueio de R$ 1 bilhão diante dos danos gerados pela situação da barragem Vargem Grande, em Nova Lima. Ao todo, estão bloqueados mais de R$ 17 bilhões das contas da Vale, o que inclui ainda as decisões que buscam assegurar recursos para o pagamento das indenizações aos atingidos pela tragédia de Brumadinho.

Interdição

Das 17 barragens que não tiveram suas declarações de estabilidade renovadas, há 10 que ainda não haviam passado por nenhuma alteração recente no nível de segurança. A mineradora informou que elas foram interditadas e passarão agora para nível 1, que não requer evacuação. A retomada das operações nas estruturas está condicionada à realização de estudos complementares e à conclusão de obras de reforço que já estão em andamento.

“Os auditores externos reavaliaram todos os dados disponíveis e novas interpretações foram consideradas em suas análises para determinação dos fatores de segurança, com a adoção de novos modelos constitutivos e parâmetros de resistência mais conservadores”, informou a Vale em nota. Segundo a mineradora, a perda das declarações de estabilidade não altera a projeção de vendas de minério de ferro e pelotas divulgadas na semana passada. O volume de vendas de minério de ferro em 2019 está projetado entre 307 e 332 milhões de toneladas.

Confira a situação das 17 barragens que estão sem declaração de estabilidade:

Nível de emergência 3 e zona de autossalvamento evacuada

– Barragem Sul Superior da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais

– Barragem B3/B4 da Mina de Mar Azul, em Nova Lima

– Barragens Forquilha I do Complexo de Fábrica, em Ouro Preto

– Barragens Forquilha III do Complexo de Fábrica, em Ouro Preto

 Nível de emergência 2 e zona de autossalvamento evacuada

– Barragens Forquilha II do Complexo de Fábrica, em Ouro Preto

– Barragens Grupo do Complexo de Fábrica, em Ouro Preto

– Barragem Vargem Grande do Complexo de Vargem Grande, em Nova Lima

 Nível de emergência 1

– Dique Auxiliar da Barragem 5 da Mina de Águas Claras, em Nova Lima

– Dique B da Mina de Capitão do Mato, em Nova Lima

– Barragem Capitão do Mato da Mina de Capitão do Mato, em Nova Lima

– Barragem Maravilhas II do Complexo de Vargem Grande, em Nova Lima

– Dique Taquaras da Mina de Mar Azul, em Nova Lima

– Barragem Marés II do Complexo de Fábrica, em Ouro Preto

– Barragem Campo Grande da Mina de Alegria, em Mariana

– Barragem Doutor da Mina de Timbopeba, em Ouro Preto

– Dique 02 do sistema de barragens de Pontal, em Itabira

– Barragem VI da Mina do Feijão, em Brumadinho

Agência Brasil

 

 

 

Foto: Reprodução

Dúvidas: Tucanos não se entendem sobre expulsão de Aécio Neves do PSDB

segunda-feira, dezembro 24th, 2018

Confusão formada. Não há uma definição tomada sobre o futuro do senador e deputado federal eleito por Minas Gerais Aécio Neves (PSDB), dentro do partido. Uma ala favorável à saída do parlamentar defende que a legenda precisa dar uma resposta imediata aos eleitores.

Políticos ligados de Geraldo Alckmin, presidente do PSDB, dizem que não há motivo para essa pressa. O argumento é que chegando o fim de ano e o recesso parlamentar, a pressão em cima de Aécio, envolvido em casos de corrupção, deve diminuir.

 

Avião cai em fazenda e deixa 4 mortos

segunda-feira, novembro 26th, 2018

Tragédia com avião. Um avião bimotor caiu em uma fazenda no norte de Minas Gerais nesta segunda-feira, dia 26/11, e deixou quatro mortos. Conforme o Corpo de Bombeiros, não há sobreviventes.

O avião caiu na zona rural da Cidade de Jequitaí (a 420 km de Belo Horizonte). Ainda segundo os bombeiros, morreram o piloto, o co-piloto, o dono da aeronave e a mulher dele.

A aeronave, que tinha capacidade para oito pessoas, decolou do aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, e teria como destino uma das propriedades rurais do empresário e pecuarista Adolfo Geo.

Segundo a imprensa local, informações preliminares dão conta que o avião teria explodido antes de tocar uma das asas no solo quando fazia o procedimento de pouso.

Pelo menos dez bombeiros e médicos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) resgataram os corpos das vítimas que estavam carbonizados. As causas do acidente serão investigadas pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos), da Aeronáutica.

 

 

Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros

Sobe para 5 o número de mortos em queda de avião

domingo, novembro 4th, 2018

Tragédia. Subiu para cinco o número de mortos no no acidente aéreo na Cidade de Patos de Minas, distante 420 quilômetros de Belo Horizonte. Segundo a Polícia local, uma aeronave de pequeno porte caiu na manhã deste domingo, dia 4/11, perto do aeroporto da Cidade.

Conforme o Corpo de Bombeiros, no momento da retirada de corpos, foi encontrada mais uma vítima. Entre os mortos, estão três crianças que aparentam ter entre 10 e 15 anos, e dois adultos.

Ainda segundo autoridades mineiras, a aeronave fazia o trajeto entre Brasília e Varginha, em Minas Gerais, e caiu a menos de 2 km do Aeroporto de Patos de Minas.

 

 

 

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Segundo suspeito de tentar matar Bolsonaro é preso

quinta-feira, setembro 6th, 2018

Olha aí. A Polícia prendeu o segundo homem suspeito de participação no atentado ao candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Ele foi detido pela Polícia em Juiz de Fora.

De acordo com a imprensa nacional, as informações são do superintendente da Polícia Judiciária, Carlos Capistrano. “As investigações estão em andamento, mas já temos a identificação de um provável segundo suspeito na cena do crime”, disse Capistrano.

O autor, que não teve a identidade revelada, estaria sendo ouvido pela PF neste momento.

 

 

Foto: Reprodução

Reunião na casa de deputado termina com 4 baleados

segunda-feira, agosto 27th, 2018

Parafernália. Uma reunião na casa de um deputado, deixou quatro pessoas ficaram por balaços na tarde de domingo, dia 26/8. Segundo a Polícia, três pessoas tiveram ferimentos leves, entre elas a mulher do deputado. Um sobrinho do parlamentar foi atingido na barriga e precisou ser levado para o hospital e passou por cirurgia.

Ainda conforme a Polícia Militar, os tiros seriam de chumbinho, mas o deputado estadual Alencar da Silveira Júnior (PDT) disse que a médica suspeita que o tiro que acertou o sobrinho seria de calibre 22.

Segundo o deputado que mora no bairro de Lourdes, na Cidade de Belo Horizonte, Minas Gerai, a família estava fazendo uma reunião na área de lazer do prédio, quando os balaços foram disparados. A Polícia fez rondas, porém, ninguém foi preso.

Foto: Ilustrativa