Posts Tagged ‘leilão’

Governo arrecada R$ 4 milhões em leilões de bens apreendidos do tráfico

quarta-feira, outubro 7th, 2020

Balanço divulgado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública nesta terça-feira 6/10, aponta recordes em arrecadação com a venda de bens confiscados do tráfico no país. Somente no Paraná, já foram arrecadados R$4,1 milhões desde outubro do ano passado com a venda de 282 itens, entre carros, caminhões, motocicletas, embarcações e um imóvel. O recurso é destinado ao Fundo Nacional Antidrogas (Funad), que já arrecadou R$100 milhões com as vendas. O fundo financia políticas e projetos de prevenção e de combate a entorpecentes.

Até 2019, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais eram os cinco estados que mais acumulavam bens apreendidos de traficantes nos pátios policiais. No ano passado, a pasta destinou R$38,5 milhões em ações que fortalecem o combate ao crime organizado no Brasil, entre elas, ações inovadoras, como o sistema de radiocomunicação digital instalado na fronteira do Paraná com o Paraguai. Um investimento de aproximadamente R$13 milhões viabilizou o intercâmbio de informação entre os agentes que atuam em operações de combate a ilícitos na região. 

No ano passado, o Paraná recebeu do Funad mais de R$6 milhões para a aquisição de viaturas e equipamentos. Já foram entregues 45 veículos adquiridos com o recurso e sete estão previstos ainda para este ano. O dinheiro arrecadado pelo fundo também é destinado ao reforço das ações policiais de enfrentamento ao tráfico.

Para os próximos meses, a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) disponibilizará para leilão, no Paraná, 767 ativos, dentre veículos, aparelhos de televisão, celulares, Ipad, notebook, imóveis, embarcações, dentre outros. Os leilões serão anunciados na página da Senad por meio do site.

Fotografia: Divulgação

Leilão arrecada perto de R$ 1 milhão com bens de traficantes

terça-feira, setembro 1st, 2020

Olha aí. O leilão da Polícia Civil da Bahia, em parceria com Mistério da Justiça, arrecadou 922 mil reais com as vendas de um avião e de 22 veículos apreendidos com traficantes de drogas. Os bens foram comprados através de um processo virtual, pelo site www.mpleiloes.com.br.

“Seguiremos com as nossas operações e sempre requisitando a alienação antecipada dos itens encontrados com os criminosos. Esse valor será enviado ao Ministério da Justiça e esperamos que em breve retorne para reforçarmos o combate ao tráfico de drogas”, ressaltou a titular da Coordenação de Narcóticos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e Presidente da Comissão de Avaliação e Alienação de Bens da Polícia Civil, delegada Andréa Ribeiro.

Fotografia/Fonte:SSP-BA

Petrobras e estatais chinesas arrematam maior bloco do pré-sal

quarta-feira, novembro 6th, 2019

O maior bloco oferecido nesta quarta-feira, dia 6/11, no Rio de Janeiro, no leilão dos excedentes da Cessão Onerosa do pré-sal foi arrematado com o lance mínimo por um consórcio formado pela Petrobras e as estatais chinesas Cnodc e Cnooc. Cessão onerosa é o excedente do volume de petróleo e gás que a União cedeu à Petrobras

A Petrobras havia manifestado preferência pelo bloco e teve participação de 90% no consórcio, no qual atuará como operadora. As duas companhias da China participaram com 5% cada uma.

Nos leilões do Regime de Partilha, os lances são avaliados conforme o percentual de excedente em óleo que é oferecido à União. No caso do bloco de Búzios, era pedido um mínimo de 23,24%, participação que foi a oferecida pelo consórcio vencedor.

Dinheiro será repartido

Somente o bloco de Búzios renderá R$ 68,194 bilhões, que serão pagos até o dia 27 de dezembro.

O dinheiro será repartido entre o estado produtor, o Rio de Janeiro, e entre os municípios, unidades da federação, a União e a própria Petrobras, que precisa ser ressarcida pelo contrato de Cessão Onerosa, assinado em 2010.

A estatal também arrematou o bloco de Itapu, o outro pelo qual havia manifestado preferência. Nesse caso, a estatal brasileira não formou consórcio e ofereceu sozinha o bônus de assinatura de R$ 1,76 bilhão. O percentual de excedente em óleo foi de 18,15%, o lance mínimo que era exigido.   Fonte: Agência Brasil

Foto: Reprodução

Sucesso na Bahia, Expofeira gera milhões em negócios e leva multidão ao parque

segunda-feira, setembro 9th, 2019

Sucesso. O resultado da 44ª Expofeira (Exposição Agropecuária de Feira de Santana), foi animador e gerou negócios de cerca de R$ 2 milhões de reais. O evento que foi realizado no Parque de Exposições João Martins da Silva, teve início no dia 1º e foi encerrado no domingo, dia 8/9.

Segundo a organização, o evento contou com 1 mil e 300 com fiscalização meio da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB). Desse total, 300 eram cavalos da raça Mangalarga Machador. O evento contou ainda com bovinos de várias raças, ovinos (carneiros) das raças Santa Inês e Dorper; caprinos (bodes e cabras) das raças boer, savana e anglo-nubiana.

Durante a feira, diversos estandes foram montados para comercializar produtos ligados ao agronegócio e agricultura familiar. O público foi bastante alto. Inicialmente, a expectativa era atrair só no sábado de feriado da Independência do Brasil, cerca de 180 mil pessoas, mas segundo fontes do Hora do Bico, a expectativa foi superada.

Foto: Divulgação

Carro de luxo e lancha de Eike Batista são arrematados em leilão

quinta-feira, julho 11th, 2019

A Lamborghini e a lancha do empresário Eike Batista foram arrematadas na terça-feira, dia 9/7, em leilão promovido pelo leiloeiro Leonardo Schulmann, a pedido da juíza titular da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Rosália Monteiro Figueira. Nesta vara tramita processo contra o empresário, desvinculado da Operação Lava Jato, sob responsabilidade do juiz Marcelo Bretas.

Na semana passada, os dois bens foram colocados em leilão pela 7ª Vara Federal Criminal, mas não houve interessados. A Lamborghini foi arrematada por R$ 1,409 milhão e a lancha, por R$ 1,92 milhão. Os valores serão pagos em parcelas.

Na última quinta-feira (4), a embarcação Intermarine 680 Spirit of Brazil, avaliada em R$ 3,5 milhões, e a Lamborghini Aventador, branca, avaliada em R$ 2,24 milhões tinham sido colocadas em leilão a pedido do juiz Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Lava Jato no Rio de Janeiro. Fonte Agência Brasil

Foto: Divulgação/Polícia Federal

Wesley Safadão compra égua de mais de R$ 1 milhão em leilão

domingo, dezembro 16th, 2018

Bateu o martelo. De passagem pelo Estado de Alagoas durante a vaquejada do milhão que aconteceu na Cidade de Pilar, o cantor Wesley Safadão arrematou uma égua por mais de R$ 1 milhão durante o Leilão Rancho Vale Rico. Em setembro deste ano, o artista arrematou um cavalo por R$ 2 milhões em homenagem ao filho mais novo.

Esse foi o maior remate do ano do cavalo Quarto de Milha de Vaquejada! O faturamento geral ultrapassou os R$ 6 milhões. A média por lote foi de R$ 122.500,00. Sendo que a maior parte do leilão foi de fêmeas, 38 no total, que geraram uma média de R$ 147.200. Entre elas, destacamos a craque e doadora de embriões Supreme Dash, filha do Apollo VM. Ela foi comercializada pelo Rancho Vale Rico por R$1.011.600, 00 para o condomínio formado pelos criadores Wesley Safadão, do Haras WS, do Ceará e Ricardo Mendes, do estado de São Paulo.

 

Foto: Divulgação/ABQM

Com Informações do Canal Rural

Leilão de gado na Bahia Farm Show supera R$ 700 mil em negócios

domingo, junho 10th, 2018

Força no agronegócio. Um leilão de gado com 515 animais realizado na Bahia Farm Show 2018, contabilizou R$ 737 mil em vendas, superando a edição do ano passado, que fechou em R$ 500 mil. O evento foi realizado pelo quinto ano consecutivo durante a programação da feira de tecnologia agrícola, na Cidade de Luís Eduardo Magalhães, Oeste da Bahia, que acabou no sábado, dia 9/6. Os animais leiloados, segundo a organização, foram de raças como Nelore e animais cruzados das raças Aberdee Angus e Red Angus.

 

Foto: Divulgação

Galo gigante é leiloado por 154 mil; comprador diz que “valeu a pena”

quinta-feira, outubro 5th, 2017

Tirando onda. Um leilão diferente dos tradicionais leilões de gado e cavalo, foi realizado no interior de São Paulo, onde um galo da raça índio gigante acabou sendo arrematado por R$ 154 mil durante um encontro nacional que reuniu criadores da raça, na Cidade de Guareí (SP). O animal mede 1,24 metro, tem 11 meses e chama Hokaido. Ele foi arrematado pelo produtor rural de Sorocaba (SP), Vagner Souza, no evento que aconteceu no sábado, dia 30/9.

Em entrevista ao G1 local, Vagner disse que é criador de galo índio há dois anos. Ele salientou ainda que o valor é bem alto, mas retorna rápido, e valeu a pena porque com o galo é possível fazer inseminação e cada pintinho pode ser vendido por R$ 1 mil, sem contar com a venda dos ovos.

 

Foto: Arquivo Pessoal

Cesta do Povo vai a leilão em janeiro de 2016

sexta-feira, novembro 20th, 2015

Vixe. A Empresa Baiana de Alimentos (Ebal) vai a leilão no dia 27 de janeiro de 2016, na Bolsa de Valores de São Paulo. O edital com os detalhes da desestatização da empresa, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), foi publicado na edição desta quinta-feira, dia 19, do Diário Oficial do Estado.

Segundo o governo da Bahia, o preço mínimo da empresa foi fixado em R$ 81 milhões. Quem apresentar o maior preço acima desse valor compra a Ebal. Entre as obrigações impostas pelo governo para o futuro dono da empresa está a continuidade do funcionamento e das operações de, pelo menos, 50%  das lojas da rede  pelo prazo de cinco anos. Impõe ainda a manutenção de, pelo menos, 50% dos postos de trabalho atualmente gerados pela Ebal, pelo mesmo prazo, cinco anos. O quadro de pessoal da empresa era, até setembro, de “2.769 colaboradores, estando 2.490 em atividade e 279 em afastamento por situações diversas”. O comprador levará a rede de varejo da Cesta do Povo que conta com 251 lojas, espalhadas por 229 cidades, e o gerenciamento do Cartão Credicesta.

A Ebal foi criada em 1980 e reestruturada em 1991 para a comercialização de bens de consumo, especialmente alimentares, através do desempenho de atividades próprias do comércio atacadista e varejista, para a promoção da oferta de produtos básicos à população de baixa renda. Os constantes prejuízos levaram o governo  do Estado a decidir vender a empresa.

Foto: Divulgação