Posts Tagged ‘VACINAS’

Bahia recebe mais de 280 mil doses de vacinas do Governo Federal

quinta-feira, abril 8th, 2021

Mais 281.400 doses de vacinas contra a Covid-19 chegaram à Bahia nesta quinta-feira 8/4. Do total, 152 mil foram produzidas pela Fiocruz/Astrazeneca/Oxford e 129.400 pelo Butantan/Sinovac. Com esta carga, que chegou ao aeroporto de Salvador por volta das 9h45, o estado totaliza 3.274.950 doses recebidas, entre Coronavac e Oxford, desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa. Este é o décimo segundo envio que chega a Bahia.

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, explica que “as vacinas serão enviadas imediatamente aos municípios, em uma operação que conta com aeronaves do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador (CMG), logo após a conferência da carga pela equipe de imunização do estado”, afirma o secretário.

As vacinas que chegaram nesta quinta serão enviadas, exclusivamente, aos municípios que aplicaram 85% ou mais das doses anteriores. Esta é uma decisão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que é uma instância deliberativa da saúde e reúne representantes dos 417 municípios e o Estado.

Esta nova remessa dará possibilidade de que continue sendo imunizado o público alvo da primeira fase do plano de vacinação contra Covid-19. Em definição feita em CIB, há ainda autorização para os municípios que conseguirem alcançar as metas da primeira fase, ampliarem a aplicação das doses para idosos de 60 anos ou mais. A população quilombola, pessoas com doença renal crônica em tratamento de hemodiálise e profissionais das forças de segurança também continuarão a ser vacinados, como ficou definido em reunião da CIB.

Em um comparativo nacional, a Bahia está posicionada como segundo estado que vacinou o maior percentual da população. Os dados precisos, com número de pessoas vacinadas, são atualizados regularmente e podem ser encontrados no painel de vacinação da Secretaria da Saúde do Estado.

Fotografia/Fonte: Sesab

Bahia recebe mais de 600 mil doses de vacinas contra Covid-19

quinta-feira, abril 1st, 2021

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, anunciou, na manhã desta quinta-feira 1/4, a chegada de mais de 600 mil doses de vacinas contra Covid-19 ao aeroporto internacional de Salvador. Os imunizantes serão distribuídos para outras Cidades da Bahia.

O novo lote com 606,95 mil doses chegou por meio de aeronaves do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer). Destas, 561,2 mil são da Covonavac e 45,75 mil da Oxford/AstraZeneca.

“Olha aí mais 600 mil doses de esperança acabando de pousar e já sendo descarregadas para o Graer”, escreveu o secretário. “De lá iremos distribuir para os municípios e continuar mantendo a Bahia top”, informou.
 
No total, o Ministério da Saúde distribuiu ao Brasil 9,1 milhões de doses dos imunizantes. A nova remessa é destinada a idosos com idades entre 65 e 79 anos, a trabalhadores de saúde, a profissionais de segurança e ao  pessoal das Forças Armadas que trabalham no combate à pandemia.

Fotografia: Reprodução/Twitter

PM e CMG levam nova remessa de vacinas para Cidades baianas

sexta-feira, março 26th, 2021

A Polícia Militar e a Casa Militar do Governador (CMG) entregam, em 41 cidades da Região Metropolitana de Salvador e do interior, nova remessa de vacinas contra a covid-19. O transporte de 267 mil doses foi iniciado, na tarde desta sexta-feira (26).

Aviões e helicópteros partiram da sede do Grupamento Aéreo (Graer) da PM, no Aeroporto Internacional de Salvador, com os imunizantes. Nos 41 trechos, viaturas de quatro e duas rodas escoltarão as doses até centrais de armazenamento.

O encerramento do transporte aéreo está previsto para o final da noite.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Bahia recebe mais de 300 mil doses de vacinas do Ministério da Saúde

sexta-feira, março 26th, 2021

Chegou mais. Mais 347 mil doses de vacinas contra a Covid-19 já estão em solo baiano. As novas doses dos imunizantes chegaram em voo comercial que pousou no Aeroporto Internacional de Salvador, na manhã desta sexta-feira 26/3. Nesta remessa foram enviadas 141 mil doses da vacina da AstraZeneca, produzidas pela Fiocruz, e mais 206 mil doses da Coronavac, produzida pela Instituto Butantan. Com o novo lote, a Bahia totaliza 2.386.600 doses de vacinas recebidas desde o dia 18 de janeiro, data de chegada da primeira remessa. As vacinas foram enviadas pelo Ministério da Saúde.

Após a conferência da carga recebida, o novo lote de vacinas deve começar a ser distribuído, no início da tarde, para as 30 centrais regionais da Bahia e, de lá, despachadas para os municípios. O transporte das doses de Salvador para o interior do estado será feito em aeronaves do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador (CMG).

Com 1.213.020 vacinados contra a Covid-19, dos quais 303.015 receberam também a segunda dose, até às 15h de quinta-feira (25), a Bahia é o quarto estado do país com o maior número de imunizados.

A estimativa da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) é de que mais de 280 municípios baianos recebam doses desta nova remessa dos imunizantes. De acordo com a coordenadora de imunização da Sesab, Vânia Vanden Broucke, as doses que chegaram nesta sexta-feira serão enviadas, exclusivamente, aos municípios que aplicaram 85% ou mais das doses anteriores. “Na região metropolitana, todos os municípios já estão habilitados nesta condição e receberão os imunizantes de forma imediata ainda nesta sexta-feira”, afirmou.

Com o avanço da vacinação, ficou aprovado em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), instância deliberativa da saúde que reúne gestores de saúde dos 417 municípios e do Estado, a recomendação para vacinação de idosos com 60 anos ou mais de forma escalonada. A resolução foi publicada em edição do Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (26).

Esta nova remessa dará possibilidade de que continue sendo imunizado o público alvo da primeira fase do plano de vacinação contra a Covid-19. Em reunião da CIB, ficou definido que a população quilombola e pessoas com doença renal crônica em tratamento de hemodiálise poderão ser vacinadas.

Fotografia/Fonte: Secom GOVBA

Bahia recebe nova remessa de vacinas nesta sexta (26)

quinta-feira, março 25th, 2021

Mais 347 mil doses de vacina contra Covid-19 chegarão à Bahia nesta sexta-feira 26/3. O voo comercial trazendo a nova remessa tem previsão de pouso no aeroporto de Salvador por volta das 10h. Do total de doses, 141 mil foram produzidas pela Fiocruz e 206 mil pelo Butantan. Com esta carga, a Bahia totalizará 2.039.947 doses de imunizantes recebidos desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa.

Com 1.213.020 vacinados contra a Covid-19, dos quais 303.015 receberam também a segunda dose, até as 15 horas desta quinta-feira (25), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. Na última terça-feira (23) a Bahia ultrapassou a marca de 1 milhão de baianos vacinados com a primeira dose da vacina contra o a doença. Na avaliação do secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “o número de mais de um milhão de baianos vacinados representa uma esperança para a sociedade e, em breve, com a chegada da vacina Sputnik V adquirida pelo governador Rui Costa, avançaremos mais rápido na imunização”, ressalta o secretário.

As vacinas serão enviadas para o interior da Bahia em aeronaves do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador (CMG), após a organização das doses feita pela equipe da coordenação de imunização do estado. Elas serão encaminhadas para as centrais regionais no interior da Bahia e depois despachadas para os municípios.

As doses que chegarão nesta sexta-feira serão enviadas, exclusivamente, aos municípios que aplicaram 85% ou mais das doses anteriores. Esta foi uma decisão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que é uma instância deliberativa da saúde e reúne representantes dos 417 municípios e o Estado.

Esta nova remessa dará possibilidade de que continue sendo imunizado o público alvo da primeira fase do plano de vacinação contra Covid-19. Outra definição feita em CIB autorizou os municípios que conseguirem alcançar as metas da primeira fase, a ampliar a aplicação das doses para idosos de 65 anos ou mais, de forma decrescente de idade. Também em reunião da CIB ficou definido que a população quilombola e pessoas com doença renal crônica em tratamento de hemodiálise poderão ser vacinadas.

Fotografia/Fonte: Sesab

Helicóptero com vacinas cai e pega fogo

quinta-feira, março 25th, 2021

Deus é mais. Um helicóptero que levava doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech caiu na madrugada desta quinta-feira 25/3, em uma zona rural do Uruguai, causando a perda de todas as doses. De acordo com o jornal El País, eram transportadas 186 doses do imunizante que seriam aplicadas nas cidades de Rocha e Chuy. Os quatro tripulantes sobreviveram.

De acordo com o comandante da FAU, Luis Heber De León, o helicóptero caiu por uma falha mecânica. 

As doses do imunizante foram todas perdidas porque o helicóptero pegou fogo após a realização de um pouso de emergência.

Fotografia: Reprodução/Twitter

Nova remessa de vacinas chega à Bahia

sábado, março 20th, 2021

Uma nova remessa de vacinas contra a Covid-19 chegou à Bahia na manhã deste sábado 20/3. São ao todo 441.200 doses, sendo 263.200 fabricadas pelo Butantan e 178.000 pela Fiocruz. A carga chegou ao aeroporto de Salvador por volta das 9h da manhã em um vôo comercial. Este é o nono envio que chega ao estado. Com esta carga, a Bahia totaliza 2.039.600 doses recebidas, entre Coronavac e Oxford, desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa.

De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “as vacinas serão enviadas imediatamente aos municípios, em uma operação que conta com aeronaves do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador (CMG), logo após a conferência da carga pela equipe de imunização do estado”, afirma o secretário.

As vacinas que chegaram hoje serão enviadas, exclusivamente, aos municípíos que aplicaram 85% ou mais das doses anteriores. Esta é uma decisão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que é uma instância deliberativa da saúde e reúne representantes dos 417 municípios e o Estado

Esta nova remessa dará possibilidade de que continue sendo imunizado o público alvo da primeira fase do plano de vacinação contra Covid-19. Nova definição feita em CIB autoriza os municípios que conseguirem alcançar as metas da primeira fase, a ampliar a aplicação das doses para idosos de 65 anos ou mais. Também em reunião da CIB ficou definido que a população quilombola e pessoas com doença renal crônica em tratamento de hemodiálise poderão ser vacinadas.

Fotografia/Fonte: Sesab

A distribuição do novo lote de vacinas

quarta-feira, março 17th, 2021

Olha aí. Aeronaves do Grupamento Aéreo (Graer) da PM e da Casa Militar do Governador (CMG)  iniciaram, na manhã desta quarta-feira 17/3, a distribuição de um novo lote de vacinas contra a Covid-19 para cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e do interior da Bahia.

Serão enviados às Cidades 200 mil imunizantes, distribuídos em dois helicópteros e cinco aviões. Segundo a CMG, até o início da tarde todas as regiões do estado já terão recebido as doses.

A partir do pouso, as remessas serão escoltadas por quatro viaturas e duas rodas da PM até os locais determinados pelos órgãos de saúde.

Fotografia/Fonte: GOVBA

Bahia recebe nova remessa de vacinas contra Covid-19

terça-feira, março 16th, 2021

Chegando mais. A Bahia receberá, nesta quarta-feira 17/3, uma nova remessa de vacinas contra a Covid-19. A carga, com 308.600 doses do imunizante fabricado pelo Butantan, está programada para chegar às 3h30 ao Aeroporto de Salvador em um voo comercial. Este é o oitavo envio que chega ao estado. Com esta carga, a Bahia totaliza 1.598.400 doses recebidas, entre Coronavac e Oxford, desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa.

As vacinas serão enviadas para o interior da Bahia pelo Grupamento Aéreo da Policia Militar (Graer), após a organização das doses feita pela equipe da coordenação de imunização do estado. Elas serão encaminhadas para as centrais regionais no interior da Bahia, de onde serão despachadas para os municípios.

Ao todo, 283 municípios estão aptos a receber a nova remessa das vacinas, uma vez que a pactuação feita em reunião da CIB (Comissão Intergestores Bipartite – instância que reúne representantes das secretarias municipais de Saúde e da Secretaria da Saúde do Estado) indica que apenas os municípios que aplicaram 85% ou mais das doses recebidas anteriormente continua valendo.

Esta nova remessa dará possibilidade de que continue sendo imunizado o público-alvo da primeira fase do plano de vacinação contra Covid-19. A definição feita em CIB que aqueles municípios que conseguirem alcançar as metas da primeira fase, poderão ampliar a aplicação das doses para idosos de 70 anos ou mais, de forma decrescente de idade, também continua pactuada.

Fotografia/Fonte: Sesab

Quase 200 Cidades baianas não receberam novas doses de vacinas

quinta-feira, março 11th, 2021

O que aconteceu? Foi definido em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), instância deliberativa que reúne representantes de todas as secretarias municipais de saúde e da secretaria da saúde do Estado, realizada na terça-feira 9/3, que apenas os municípios que tivessem utilizado 85% ou mais das primeiras doses da vacina contra a Covid-19 receberiam os imunizantes vindos na remessa que chegou ao Estado na noite de terça 9/3.

Na decisão, tomada de forma colegiada, ficou pactuado que 50% das doses desses munícipios não elegíveis serão encaminhadas para as secretarias municipais de saúde que administraram 90% ou mais, para evitar interrupção da vacinação, e 50% serão direcionados para o Centro Estadual de Armazenamento e Distribuição – CEADI – para envio aos municípios à medida em que forem atingindo a meta de 85%.

A medida tem o objetivo de evitar que o estado fique com doses ociosas, acelerando a estratégia de imunização na Bahia.

Dos 417 municípios baianos, até as 17h desta terça-feira, 223 apresentavam taxas com 85% ou mais, se tornando elegíveis para receberem nova remessa de vacinas. O outros 194 estavam abaixo do estabelecido para que pudessem receber novo quantitativo de vacinas.

Fotografia/Fonte: Sesab

“Não dá para ficar com duas vacinas no Brasil”, provoca Rui

segunda-feira, março 8th, 2021

Olha aí. Sobre a vacinação, o governador Rui Costa informa que entrou com ações no STF para agilizar o processo de compra e aplicação dos imunizantes. Que fechando o contrato com o laboratório russo da Sputnik V, a expectativa é receber, ainda em março, um lote da vacina. A pretensão é alcançar o público com idade acima de 60 anos, que esta faixa é a que mais demanda leito. Não dá para ficar com apenas duas vacinas, isso é muito pouco, e, além disso, a cada dia que passa o Ministério da Saúde tem reduzido a quantidade de vacina.

Fotografia: GOVBA

Anvisa diz que vacinas usadas no Brasil são seguras

quarta-feira, março 3rd, 2021

Olha aí. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que, até o momento, os dados públicos de notificações do uso de vacinas contra covid-19 no país não indicam qualquer relação das vacinas com eventos adversos graves ou mortes. De acordo com a Anvisa, não houve alteração na relação de risco e benefício dos produtos.

Em nota, a agência reguladora explicou que a avaliação benefício-risco leva em conta um conjunto grande de informações e os registros informados pelos usuários são apenas uma dessas fontes. As outras envolvem os relatórios de segurança das fabricantes, os sinais de segurança gerados pelo modelo matemático da Organização Mundial da Saúde (OMS), a troca de informações com outras autoridades regulatórias e a discussão em grupos de especialistas.

“Até o momento, não há nenhum caso de óbito conhecido que tenha relação estabelecida com o uso das vacinas para covid-19 autorizadas no país. As vacinas em uso no Brasil são consideradas seguras”, informou a agência. “Já é esperado que pessoas venham a óbito por outros motivos de saúde e mesmo por causas naturais, tendo em vista a taxa de mortalidade já conhecida para cada faixa etária da população brasileira”, completou.

As notificações sobre vacinas e medicamentos são enviadas à Anvisa principalmente por profissionais e serviços de saúde, além dos próprios fabricantes que são obrigados a comunicar os eventos suspeitos e que possam ser graves. Esses dados são utilizados pela Anvisa como subsídio para o seu processo de monitoramento.

“Como são dados notificados por terceiros, eles são considerados de menor evidência científica e servem apenas como sinalizadores para o trabalho de monitoramento da Anvisa. A análise completa envolve os processos mencionados anteriormente”, explicou.

Atualmente, estão autorizadas para uso emergencial no Brasil a vacina Covishield, desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica britânica AstraZeneca, e produzida no país pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); e a vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. Elas estão sendo adquiridas e distribuídas pelo Ministério da Saúde aos estados para vacinação da população dentro do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

A Anvisa também concedeu registro para a vacina Cominarty, desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer em parceria com a empresa de biotecnologia alemã BioNtech. Nesse caso, o registro é definitivo, para uso amplo, entretanto, o imunizante ainda não está disponível no país.

Fonte: Agência Brasil

Fotografia: Reprodução

Aeronaves do Estado retomam transporte de vacinas contra covid-19

quarta-feira, fevereiro 24th, 2021

Seis aeronaves da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador retomaram, na tarde desta quarta-feira 24/2, o transporte de vacinas contra a covid-19. Trinta cidades receberão os imunizantes até o início da noite.

Assim que os quatro aviões e dois helicópteros pousarem com as doses nos municípios, a Polícia Militar realizará escoltas até locais determinados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Com apoio da Polícia Civil, os pontos de armazenamento contarão com reforço das patrulhas ostensivas e de ações de inteligência.

“Vamos novamente com força total para garantir que as vacinas contra o novo coronavírus cheguem de forma rápida e segura a todas as cidades baianas”, enfatizou o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Mais de 200 mil vacinas contra Covid-19 chegam à Bahia

quarta-feira, fevereiro 24th, 2021

A Bahia receberá mais remessas de vacinas contra o coronavírus nesta quarta-feira 24/2. Serão ao todo 208.700 doses que chegarão ao aeroporto de Salvador em dois voos comerciais. O primeiro deles, com 129.500 vacinas produzidas pela AstraZeneca/Fiocruz, pousou no final da manhã. O outro, que trará 79.200 doses da Sinovac/Butantan, está programado para pousar às 21h20.

Após a chegada dos imunizantes a equipe da coordenação de imunização do estado fará organização para a distribuição das doses para as centrais regionais, de onde serão encaminhadas para os municípios. A nova remessa dará possibilidade de continuidade com a primeira fase do plano de vacinação, que inclui idosos e trabalhadores de saúde.

Esta é a quinta remessa de vacinas que a Bahia recebe. Com a carga desta quarta-feira (24), o estado totaliza 945.600 doses recebidas, entre Coronavac e Oxford, desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa.

Fotografia/Fonte: Sesab

Bahia recebe novo lote de vacinas contra a Covid-19

segunda-feira, fevereiro 8th, 2021

A Bahia recebeu no sábado 6/2, 186.200 novas doses da vacina contra o coronavírus (Covid-19). O carregamento de Coronavac chegou às 21h30 no Aeroporto Internacional de Salvador.

Com a utilização de dez aeronaves do Governo da Bahia, a expectativa é que em até 24 horas todos os 417 municípios tenham recebido novas doses e inicie já nesta segunda-feira 8/2, a vacinação de idosos acima de 80 anos.

Essa é a quarta remessa de vacinas que chega à Bahia. Com a carga de sábado 6/2, a Bahia totaliza 736.900 doses recebidas, entre Coronavac Oxford, desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa. 

Fotografia/Fonte: Secom GOVBA

Vacinas contra covid-19 são transportadas para 30 cidades da Bahia

segunda-feira, fevereiro 8th, 2021

Nova remessa de vacinas contra a covid-19 foram transportadas, na manhã de domingo 7/2, para 30 cidades baianas. Aviões e helicópteros da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador (CMG) decolaram às 5h30. 

Campos de futebol e unidades policiais foram usados por equipes do Grupamento Aéreo (Graer) da PM e da CMG como locais de pouso.
Destes pontos, viaturas escoltaram os imunizantes até estruturas definidas pelos órgãos de saúde.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Rui celebra dispensa de testes na fase 3 de vacinas e parabeniza PGE pela ação no STF

quarta-feira, fevereiro 3rd, 2021

Logo após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciar, na noite desta quarta-feira 3/2, a dispensa de testes no Brasil na fase 3 das vacinas contra Covid-19, o governador da Bahia, Rui Costa, comemorou a decisão. Em vídeo divulgado nas redes sociais, ele enalteceu a atuação da Procuradoria Geral do Estado (PGE) que entrou com uma ação no Superior Tribunal Federal, em janeiro deste ano, para o país poder importar e distribuir vacinas sem registro na agência, desde que certificadas por outros órgãos de referência internacional.

Sobre a decisão que vai viabilizar a aquisição mais ágil de milhões de doses da vacina russa Sputnik V e de vacinas de outros países, trazendo esperança para a população, o governador da Bahia falou que, “além de salvar milhares de vidas humanas, de esvaziar os hospitais, nós vamos retomar a vida, a normalidade, retomar a economia, o emprego, a renda, diminuir o sofrimento do nosso povo”.

Fotografia: GOVBA

Incêndio atinge fábrica de vacinas na Índia

quinta-feira, janeiro 21st, 2021

Um grande incêndio atingiu nesta quinta-feira 21/1, o complexo do Instituto Serum, na Índia (SII), o maior fabricante mundial de vacinas. O chefe do instituto, Adar Poonawalla, disse que a produção de imunizantes contra a covid-19 não foi atingida e que não haverá perda de doses da vacina da AstraZeneca por causa do incidente.

Vídeos e fotos da ANI, uma parceira da Reuters, mostraram fumaça negra saindo de um edifício cinza, do complexo gigantesco que sedia o SII em dezenas de hectares na cidade de Pune, no oeste indiano.

“Obrigado a todos por sua preocupação e suas orações”, disse Poonawalla, no Twitter.

“Até agora, o mais importante é que não houve perda de vidas ou grandes ferimentos devido ao incêndio, apesar de alguns andares terem sido destruídos”.

Ele também afirmou que o instituto tem vários prédios que abrigam a produção de vacinas para lidar com contingências.

O SII está produzindo, por mês, cerca de 50 milhões de doses de uma vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a AstraZeneca, em outras instalações do complexo.

O Corpo de Bombeiros informou que ao menos cinco caminhões foram enviados para combater as chamas no edifício, que uma fonte descreveu como uma “planta de vacina em construção”.

Ainda não foi divulgado comunicado sobre a causa do incêndio.

Muitos países de renda baixa e média dependem da entrega das vacinas do SII para enfrentar a epidemia.

A vacina da AstraZeneca já está sendo usada na Índia, e também foi enviada a países como Bangladesh, Nepal, Maldivas e Butão.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) busca importar 2 milhões de doses da vacina de Oxford para a imunização no Brasil, mas a carga ainda não foi liberada pelo governo indiano e é alvo de conversas entre os dois países.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Urgente: Vacinas contra a covid-19 começam a ser distribuídas

segunda-feira, janeiro 18th, 2021

O Ministério da Saúde inicia, na manhã desta segunda-feira 18/1, a distribuição das vacina contra a covid-19 para todos os estados. A previsão do governo federal é iniciar a imunização na quarta-feira 20/1.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e governadores dos estados estão no Centro de Distribuição Logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP), de onde partirá a carga de cerca de 44 toneladas. 

De acordo com o Ministério da Defesa, o transporte das seis milhões de doses da vacina do Instituto Butantan, será feito por aeronaves da Força Aérea Brasileira. 

Logística

A logística de distribuição das vacinas será realizada por aviões e caminhões, compondo estes últimos uma frota de 100 veículos com áreas de carga refrigeradas, que até o final de janeiro aumentarão em mais 50. Toda frota possui sistema de rastreamento e bloqueio via satélite.

Aprovação pela Anvisa

No domingo, 17/1, os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovaram o uso emergencial da CoronaVac e da vacina da Oxford no país. 

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Urgente: Anvisa e o pós-vacinação em clínicas privadas

quarta-feira, janeiro 6th, 2021

Olha aí. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta quarta-feira, dia 6/1, em Brasília, uma nota técnica sobre o acompanhamento de efeitos adversos em quem se vacina em clínicas privadas.

Segundo a Anvisa, a nota técnica é válida para qualquer vacina, mas logo na introdução do documento a agência destaca o desenvolvimento célere de tratamentos e vacinas para covid-19 como principal desafio sanitário que motivou a publicação.

O documento foi publicado dois dias depois de a Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC), que representa o setor privado, confirmar a negociação para a compra de 5 milhões de doses de uma vacina contra covid-19 produzida na Índia.

A busca do setor privado pela compra de vacina contra a covid-19 causou polêmica devido ao receio de que a rede privada de saúde possa ter um imunizante disponível antes do Sistema Único de Saúde (SUS). 

Orientações

Pelo texto da nota técnica, “as autoridades sanitárias e os serviços de saúde devem prezar pelo monitoramento destes medicamentos para verificar a sua segurança e efetividade, principalmente no que tange a vacinas, as quais têm o potencial de serem utilizadas em larga escala para a imunização de toda a população brasileira”.

Nas orientações às clínicas privadas, a Anvisa frisa que, para cumprir a legislação, todos os estabelecimentos devem criar um Núcleo de Segurança do Paciente (NSP), visando acompanhar todos os vacinados e monitorar quaisquer incidentes e efeitos adversos após a vacinação.

A nota orienta que “a notificação dos eventos adversos deve ser realizada mensalmente, até o 15º (décimo quinto) dia útil do mês subsequente ao mês de vigilância, por meio das ferramentas eletrônicas disponibilizadas pela Anvisa, sendo que os eventos adversos que evoluírem para óbito devem ser notificados em até 72 (setenta e duas) horas a partir do ocorrido”.

Todas as informações devem ser inseridas num sistema chamado VigiMed, versão brasileira do sistema VigiFlow, disponibilizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A agência orienta as vigilâncias sanitárias locais a fiscalizar se as clínicas privadas estão devidamente cadastradas e alimentando o sistema.