Posts Tagged ‘Dilma Rousseff’

Ex-marido de Dilma Rousseff morre em hospital de Porto Alegre

sábado, agosto 12th, 2017
O gaúcho Carlos Araújo, advogado trabalhista, ex-deputado estadual e ex-marido da ex-presidente Dilma Rousseff, morreu na madrugada deste sábado, dia 12/8, em Porto Alegre, aos 79 anos.
Conforme a imprensa local, ele foi internado em estado grave na UTI da Santa Casa de Porto Alegre em decorrência de uma cirrose medicamentosa, em 25 de julho, e ficou internado. A causa da morte não foi informada.
Foto: Reprodução

Wagner provoca ACM Neto: “Trouxemos Dilma. Você vai trazer Temer?”

quinta-feira, setembro 22nd, 2016

14433204_937646103007886_7683619367637785363_n

Largou a joça. Jaques Wagner (PT), ex-governador da Bahia e ex-ministro do governo Dilma,  provocou o prefeito ACM Neto (DEM), nesta quinta-feira, dia 22/9, durante ato no Campo Grande em defesa da democracia que se transformou na principal atividade de campanha da candidata do PC do B à Prefeitura, Alice Portugal.

Wagner cobrou de Neto que traga para uma atividade de campanha o presidente Michel Temer (PMDB). O petista acredita que a vinda de Dilma pode ajudar a alavancar a campanha de Alice e que uma eventual participação de Temer na campanha de ACM Neto pode atrapalhar profundamente o democrata. “Duvido que ele (ACM Neto) queira aparecer ao lado de Temer e do ministro Geddel Vieira Lima (Articulação Política) na campanha”, provocou Wagner.

 

Foto: Divulgação/Rede Social

Dilma chega a Salvador para campanha de Alice; evento acontece quinta-feira (22)

sexta-feira, setembro 16th, 2016

imagem_noticia_5-4

Não corre ninguém! Dilma Rousseff, ex-presidente da República, vai para a primeira aparição em um programa eleitoral depois do impeachment. Conforme informações da coluna Painel, o depoimento será feito na propaganda de Jandira Fenghali (PCdoB-RJ), candidata a prefeita no Rio de Janeiro. No programa, ela vai falar sobre o impedimento. “Nos momentos mais difíceis conhecemos a lealdade”. Dilma também participa de atividade eleitoral e desembarca na próxima quinta-feira, dia 22/9, em Salvador para evento de Alice Portugal (PC do B). A presença de Dilma na campanha da comunista já estava prevista desde o início do mês para o dia 9.

 

Foto: Reprodução/Facebook

Dilma prepara mudança do Palácio da Alvorada

terça-feira, setembro 6th, 2016

palacio-alvorada

Batendo em retirada. A ex-presidenta Dilma Rousseff, cassada pelo Senado no dia 31 de agosto, prepara nesta terça-feira, dia 6/9, a mudança para Porto Alegre, onde moram seus familiares. Segundo a assessoria de imprensa, a expectativa é que ela deixe o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, no início da tarde, e não há previsão de entrevista à imprensa.

O ex-ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, entrou no Alvorada por volta das 11h sem dar declaração à imprensa. O ex-ministro da Previdência Social Carlos Eduardo Gabas já está na residência oficial e o ex-ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência Jaques Wagner também é esperado, segundo a assessoria de Dilma.

Até o momento, a movimentação é tranquila. Dois caminhões de mudança entraram no Alvorada no início da manhã. Para a viagem de mudança, ela deve utilizar, pela última vez, um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

 

Foto: Reprodução

Fonte: Agência Brasil

A desaprovação ao governo Dilma não pode sobrepor ao princípio da legalidade

quinta-feira, setembro 1st, 2016

13920661_599435093571848_3076288991609079636_n-250x188

A desaprovação ao governo Dilma não pode sobrepor ao princípio da legalidade. E foi isso o que aconteceu. Conversei com parlamentares dos dois blocos para formar opinião sobre o processo que envolve o impeachment e todos, sem nenhum tipo constrangimento, afirmaram o que já sabemos: Dilma não foi impeachmada pelas “pedaladas fiscais”.

A petista, segundo os nobres políticos, foi impedida de terminar o mandato por tudo o que ela mesma construiu de negativo em seu governo, o que eles batizaram de “conjunto da obra”. Nesse conjunto entra a crise econômica, provocada pela crise política, a seletividade jurídica da Operação Lava Jato, a “injusta” distribuição ministerial entre os partidos aliados, entre outros pontos de interesse deles, e que só têm eles como beneficiários. Os fatos, em meu ponto de vista, são incontestáveis: Primeiro, Dilma não cometeu crime de responsabilidade; Segundo, Dilma permitiu que a classe empresarial corrompesse, ainda mais, o congresso. Apoiado nas convicções desses pontos, tenho que ser coerente e afirmar que a base legal para o impeachment ser chancelado por 61 senadores foi uma verdadeira farsa. Não falo em golpe. O processo, embora levante questionamentos, seguiu todo o rito constitucional. O que não posso, diante dos fatos apresentados, é concordar que os motivos que levaram o impedimento de Dilma Rousseff foram baseados em argumentos legais. Todos sabem que não foram.

O mais importante no contexto desse jogo é que com a decisão dos senadores e deputados em impeachmá-la, criou-se a chamada insegurança jurídica. E isso é grave. Agora que a maioria dos parlamentares decidiu que “pedalada fiscal” passa a ser crime de responsabilidade passível da punição máxima, eis que governadores e prefeitos de todo o país poderão/deverão ser julgados e condenados pelos mesmos crimes imputados a Dilma. A decisão no âmbito federal deve ser aplicada e respeitada, inclusive, com efeito retroativo, para estados e municípios. Será o colapso do sistema governamental?

Eis que Michel Temer, presidente efetivado, poderá ser afastado e impeachmado antes de terminar o seu mandato em 31 de dezembro de 2018? O ato de utilizar as “pedaladas fiscais” faz parte e já aconteceu em diversos governos, e pode/deve acontecer com o peemedebista. Temer tem as seguintes opções para se manter no posto até o final: cortar integralmente/parcialmente programas sociais, habitacionais, de infraestrutura e governamental – e cobrar parcela dessa conta da população – as chamas pílulas amargas; Ele pode se vender para o congresso e ceder espaço no governo com o objetivo de não ser processado e condenado – movimento que já deve estar sendo feito, não se sabe até quando se sustenta; Ou governar assumindo o risco de responder pelo crime de responsabilidade e passar pelos mesmos ritos submetidos pela petista. Independentemente da decisão da cúpula peemedebista, Temer sabe que esse é o preço que pagará para se manter no poder.

Com placar de 61 a 20, senadores cassam mandato de Dilma Rousseff

quarta-feira, agosto 31st, 2016

dilma

O Senado aprovou direto do plenário, nesta quarta-feira, dia 31/8, por 61 votos a favor e 20 contra o impeachment de Dilma Rousseff. A presidente que já estava afastada desde o dia 12/5, acabou sendo condenada sob a acusação de ter cometido crimes de responsabilidade fiscal, também conhecidos como “pedaladas fiscais” no Plano Safra e os decretos que geraram gastos sem autorização do Congresso Nacional.

 

Foto: Reprodução

 

 

Com pedido de desculpas, Janaína chora e fala de “sofrimento” de Dilma

terça-feira, agosto 30th, 2016

001 (264)

Vixe. Janaína Pascoal, advogada de acusação no processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), chorando e pedindo desculpas para a petista por “ter lhe causado sofrimento” na manhã desta terça-feira, dia 30/8, em discurso no plenário do Senado.

Contestando a tese da defesa, de que o processo pode ser considerado um “golpe”, caso haja condenação, a advogada reafirmou que ele segue todos os ritos legais. “Para que o povo brasileiro tenha consciência tranquila de que nada fora do que é legal e do é legítimo está sendo feito nesta oportunidade.”, disse.

Para Janaína, o “impeachment é um remédio constitucional, ao qual nós precisamos recorrer quando a situação se revela especialmente grave, que é o que aconteceu”.
 

Foto: Reprodução

Assista: Dilma Rousseff faz defesa no Senado

segunda-feira, agosto 29th, 2016

1019299-impeachment_1195

Impeachment: por 59 votos a 21, senadores aprovam denúncia e Dilma vira ré

quarta-feira, agosto 10th, 2016

1036443-img_1543_04.08.16 (2)

Agora é ré. Por 59 votos a 21 o plenário do Senado na madrugada desta quarta-feira, dia 10/8, o relatório do senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) que julga procedente a denúncia contra a presidenta afastada Dilma Rousseff por crime de responsabilidade. Agora, Dilma vai a julgamento final pelo plenário do Senado.

O resultado da votação se deu bem perto do esperado pelo governo do presidente interino Michel Temer. Integrantes do governo avaliavam que o governo teria cerca de 60 votos favoráveis pela admissão da pronúncia. Depois da aprovação do texto, os senadores votaram três destaques propostos pelos senadores da oposição. O primeiro queria a retirada da denúncia da imputação de crime de responsabilidade por repasses não realizados ou realizados com atrasos pelo Tesouro Nacional ao Banco do Brasil, relativos à equalização de taxas de juros referentes ao Plano Safra, no exercício de 2015. O texto de Anastasia foi mantido por 58 votos a 22.

Os outros dois destaques estavam relacionados a decretos de créditos suplementares sem autorização do Congresso Nacional; o primeiro no valor de R$ 29,9 bilhões e o segundo de R$ 600 milhões. Os dois destaques foram rejeitados. O primeiro também por 58 a 22 e o segundo por 59 a 21.

Com a decisão desta quarta-feira, dia 10/8, Dilma vira ré no processo de impeachment. Na última etapa, após o depoimento das testemunhas, os senadores decidirão pela condenação ou a absolvição de Dilma. Na fase final, é preciso o voto de 54 dos 81 senadores para confirmar o impedimento. As sessões de julgamento devem ser agendadas a partir do dia 25 de agosto.

 

Foto/fonte: EBC

Com relatório aprovado, Dilma vai a julgamento em plenário do Senado

sexta-feira, agosto 5th, 2016

Dilma Rousseff

O relatório do senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) contra a presidente afastada Dilma Rousseff, foi aprovado na Comissão Especial do Impeachment nesta quinta-feira, dia 4/8. Agora, o processo contra Dilma vai a julgamento em plenário.

Do total, 14 senadores votaram sim e só 5 votaram não. O presidente da comissão, Raimundo Lira (PMDB-PB), não votou, mas adiantou que no plenário vai exercer seu direito de voto.

 

Foto: Reprodução

Relator aponta crimes e vota pela continuidade do impeachment de Dilma Rousseff

quarta-feira, agosto 3rd, 2016

imagem_materia (2)

O relator da Comissão Especial do Impeachment, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), apresentou nesta terça-feira (2) seu relatório com voto pela procedência da acusação e pelo prosseguimento do processo contra a presidente afastada Dilma Rousseff.

Num documento de 441 páginas, Anastasia afirmou que há a presença de materialidade de crime e indício de autoria, o que o levou a votar pela pronúncia de Dilma. Ou seja, ela deve ser levada a julgamento pelos 81 senadores.

Para Anastasia, a presidente violou a Constituição ao praticar as chamadas “pedaladas fiscais”, atrasando pagamentos da União a bancos públicos para execução de despesas, e ao editar decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso Nacional.

 

Foto: Divulgação/Edilson Rodrigues/Agência Senado

 

Presidente afastada Dilma Rousseff diz que não autorizou caixa 2 em campanha

sexta-feira, julho 22nd, 2016

Dilma Rousseff em foto oficial

Dilma Rousseff (PT), presidente afastada do Brasil, disse nesta sexta-feira, dia 22/7, que não autorizou pagamento de caixa dois durante suas campanhas eleitorais e que, se houve esse tipo de acerto, não foi com seu conhecimento.

“Não autorizei pagamento de caixa dois para ninguém. Se houve pagamento, não foi com o meu conhecimento”, disse Dilma em entrevista para a Rádio Jornal do Commercio. A declaração da petista acontece um dia após o publicitário João Santana e sua mulher, Mônica Moura, afirmarem em depoimento à Justiça que receberam dinheiro de caixa dois para fazer a campanha de Dilma em 2010. O total, segundo eles, chegou a US$ 4,5 milhões.

Foto: Divulgação

 

 

 

Aos 63 anos, morre ex-ministra da Igualdade Racial Luiza Bairros

terça-feira, julho 12th, 2016

001 (168)

Luiza Bairros, ex-ministra-chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, morreu na manhã desta terça-feira, dia 12/7, em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Luiza era natural de Porto Alegre e lutava contra um câncer de pulmão. Ela  foi convidada pela presidente Dilma Rousseff para assumir o ministério da Igualdade Racial. Morava em Salvador desde 1979, onde atuou em diversos movimentos sociais, com destaque para o Movimento Negro Unificado (MNU).
A ex-ministra também trabalhou em programas das Nações Unidas – ONU contra o racismo em 2001 e em 2005. Possuia títulos de Mestre em Ciências Sociais pela Ufba.
Foto: Divulgação

Dilma não vai à Comissão do Impeachment

quarta-feira, julho 6th, 2016

f_345300

A presidente afastada Dilma Rousseff confirmou que não irá depor nesta quarta-feira, dia 6, na Comissão Processante do Impeachment do Senado. Por meio do Twitter, Dilma informou que sua defesa na comissão será feita por escrito e lida por seu advogado, José Eduardo Cardozo.

“Estamos avaliando a minha ida ao plenário do Senado, em outro momento”, afirmou Dilma.

A presidente afastada também disse na rede social que luta para retomar seu mandato. “Acredito e luto todo dia para meu retorno. Não só pelo meu mandato, mas pelo resgate da democracia”, escreveu.

Na terça-feira, dia 5, os senadores ouviram os peritos assistentes da defesa e da acusação que analisaram a perícia feita por técnicos do Senado na qual foi apontada a ação de Dilma Rousseff em decretos, mas não identificou ações que comprovem crime de responsabilidade nas chamadas “pedaladas fiscais”.

Foto: Reprodução

Fonte: Agência Brasil

Impeachment: julgamento será depois das Olimpíadas

quinta-feira, junho 30th, 2016

Dilma Rousseff

Olha aí. O julgamento final do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff no plenário do Senado deverá ocorrer em torno do dia 20 de agosto, disse nesta quarta-feira o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Como o dia 20 cai em um sábado, o mais provável é que o julgamento final de Dilma ocorra na semana seguinte, pouco depois dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, previsto para ocorrer até o dia 21.

Renan disse a jornalistas, após conversa com Dilma na tarde desta quarta-feira, que a presidente afastada se mostrou “triste, mas aguerrida” e demonstrou estar “consciente de seu papel”. O senador negou, no entanto, que a petista tenha feito algum pedido.

“Ela perguntou sobre o calendário do processo. Eu respondi que nós terminamos agora a fase da inquirição de testemunhas, teríamos a partir de agora a discussão das perícias, depois as alegações finais, a pronúncia ou impronúncia, e o julgamento final, se for o caso, deve acontecer em torno do dia 20 de agosto”, disse Renan ao retornar ao Senado.

“Ela disse que colaborará para que esse calendário seja cumprido, no que depender dela, ela favorecerá o cumprimento do calendário.”

Segundo Renan, na conversa desta quarta, Dilma teria ainda recomendado “ponderação” e “equilíbrio” na condução dos trabalhos da Casa.

Renan também negou que a presidente tenha defendido a proposta de realizar eleições gerais neste ano. Para o senador, a ideia tem poucas chances de prosperar no Parlamento.

“Não acredito na possibilidade dessa perspectiva preponderar”, disse, referindo-se ao quórum de aprovação que a medida exigiria por se tratar de proposta de emenda à Constituição (PEC).

“A única solução posta que nós temos no Brasil, constitucional, é a continuidade do presidente da República em exercício.”

Foto/Fonte: Agência Reuters

Dilma ressalta importância econômica e cultural da Bahia

sexta-feira, junho 17th, 2016

1466097889IMG_20160616_135906

Olha aí. A presidente afastada Dilma Rousseff esteve em Salvador nesta quinta-feira, dia 16, para receber o título de Cidadã Baiana.

Durante o pronunciamento, Dilma também destacou a execução de programas federais no estado como o os programas Mais Médicos e o Minha Casa, Minha Vida (MCMV), além de obras na capital como a Via Expressa Baía de Todos-os-Santos e o Sistema Metroviário Salvador-Lauro de Freitas. “Para mim, é um grande orgulho [receber o Título de Cidadã Baiana]. Vir à Bahia é algo que sempre me alegra muito. Sempre levo daqui uma imensa energia positiva, imensa força de vida”.

A presidente ressaltou ainda a importância econômica, social e cultural da Bahia. “Minha vinda aqui hoje é para reafirmar meu compromisso com a Bahia, com o Nordeste e com a transformação do Brasil”

Nascida em Minas Gerais, a presidente já ocupou cargos públicos no Rio Grande do Sul e também nas duas gestões do ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva, chegando desempenhar a função de ministra chefe da Casa Civil, pasta onde foi responsável pela coordenação de programas como o MCMV.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Fonte: Secom Bahia

Rui fica emocionado ao receber Dilma na Bahia

sexta-feira, junho 17th, 2016

1466093673WhatsAppImage20160616

Milhares de pessoas compareceram à Assembleia legislativa da Bahia (Alba), no Centro Administrativo (CAB), na tarde desta quinta-feira (16), para prestigiar a entrega do Título de Cidadã Baiana à presidente eleita Dilma Rousseff. A honraria é concedida a personalidades que contribuíram para o desenvolvimento do estado. Diversas autoridades, entre elas, o governador Rui Costa, acompanhado da primeira-dama, Aline Peixoto, participaram da cerimônia. Em decorrência da limitação de espaço no plenário, muita gente, boa parte de movimentos sociais, se acomodou do lado de fora da Alba.

Conduzida duas vezes à Presidência da República por meio de voto direto, Dilma Rousseff foi a primeira mulher a ocupar o cargo mais alto do Poder Executivo brasileiro. Em discurso, ela agradeceu a Rui e ao ex-governador Jaques Wagner, também presente no evento, pela parceria do governo estadual em projetos e ações importantes para os baianos.

Ao se pronunciar na área externa da Alba, ao lado da presidente, o governador Rui Costa enfatizou a “emoção especial” de receber Dilma na Bahia “e acompanhar este reconhecimento das baianas e baianos por tudo o que a senhora fez pela Bahia e pelo Nordeste”. Durante a o evento, Dilma recebeu outras homenagens, como uma maquete que simbolizou a entrega de 1,3 milhão de cisternas no sertão baiano e apresentações musicais como a da cantora Juliana Ribeiro, que interpretou ‘Bahia com H’.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Fonte: Secom Bahia

Dilma Rousseff recebe título de Cidadã Baiana

quinta-feira, junho 16th, 2016

650x375_dilma_1644372

Olha aí. A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) recebeu no início da tarde desta quinta-feira, dia 16, o título de Cidadã Baiana na Assembleia Legislativa da Bahia, no Centro Administrativo da Bahia, em sessão presidida por Marcelo Nilo. Com gritos de “Fora Temer”, a petista, agora como baiana, agradeceu a homenagem.

“Receber este título é uma honra”, disse Dilma, afirmando que tem obrigação de defender e honrar os votos recebidos pelos baianos. “A Bahia é uma terra que tem tradição de luta pela soberania do país”, falou a petista, fazendo referência ao 2 de Julho, que marca a Independência da Bahia.

Ela estava ao lado do governador da Bahia, Rui Costa, e do ex-ministro Jaques Wagner, no momento da entrega do título.

Dilma está em tour pelo nordeste. Na quarta-feira, dia 15, ela participou de uma audiência pública em João Pessoa (PB) e na sexta, 17, estará em Recife (PE) para um ato “em defesa da democracia e contra o golpe”.

Foto: Divulgação/Ascom Marcelo Nilo

Temer completa um mês na presidência neste domingo (12)

domingo, junho 12th, 2016

Brasília - DF, 10/06/2016. Presidente interino Michel Temer durante encontro com Centrais Sindicais. Foto: Marcos Corrêa /PR

Prova de fogo. Neste domingo, dia 12/6, Michel Temer completa um mês como presidente interino do Brasil. Ele assumiu o poder após o Congresso Nacional aprovar a admissibilidade do processo deimpeachment da presidenta Dilma Rousseff e, nas últimas quatro semanas, conseguiu imprimir uma agenda positiva na área econômica.

Já em seu 1º dia de governo, Temer anunciou a intenção de extinguir milhares de cargos públicos até o fim deste ano e, na sexta-feira, dia 10/6, detalhou que vai cortar 4.307 funções e cargos comissionados em 30 dias. Em outro gesto, Temer anunciou o congelamento de nomeações para empresas estatais e fundos de pensão, até que a Câmara dos Deputados aprove projetos que limitam tais indicações a pessoas com qualificação técnica.

O presidente interino, na economia, alterou e aprovou a meta fiscal para 2016, que prevê déficit primário de R$ 170,5 bilhões. Medida que havia ficado parada durante meses, a Desvinculação das Receitas da União (DRU), que permite ao governo usar livremente parte de sua arrecadação, foi aprovada em dois turnos pelos deputados e agora será analisada no Senado.

 

Foto: Reprodução/Beto Barata/PR

“Ela tem todo direito de voltar, mas deveria propor novas eleições”, diz Rui sobre Dilma

terça-feira, junho 7th, 2016

13331118_575072929341398_5784088105620959528_n

Vontade dele. Rui Costa, governador da Bahia, defendeu novas eleições para o país. Conforme o pensamento de Rui, a presidente Dilma tem direito de voltar ao seu cargo, mas ela poderia voltar e opinar por novas eleições.

“Estou dizendo isso aqui, pois já disse à presidente. Ela tem todo direito de voltar, mas deveria propor novas eleições”, afirmou.
Para o governador, o povo está “contra o golpe”, pois não gosta de injustiça. “Quem votou pelo golpe, está quieto, calado. Quem votou contra, está feliz da vida. A elite se associou e aproveitou a baixa popularidade da presidente para golpear”, detonou.
Rui criticou ainda uma “falha grosseira na Constituição” – que é colocar o vice-presidente para assumir o posto de presidente interinamente. “Se fosse para colocar o presidente do STF, tenho certeza que esse golpe não teria acontecido. Mas não, colocaram uma pessoa que trabalha dia, noite e madrugada para tramar o golpe”, pontuou.
Foto: Hora do Bico