Posts Tagged ‘crítica’

Filho de Bolsonaro detona: “Bater em Haddad é chutar cachorro morto”

quarta-feira, outubro 17th, 2018

Misericórdia. O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), mais votado da História do Brasil com mais de 1 milhão e 800 mil votos, filho do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou na terça-feira, dia 16/10, que a tendência é que o pai não participe dos debates no segundo turno e que bater no adversário, Fernando Haddad (PT), é “chutar cachorro morto”.

“Se for pensar friamente, ele estando na frente, isso já ocorreu em outros anos, a tendência seria de não ir. Ele tem arma de sobra. Bater no Haddad é chutar cachorro morto”, comentou Eduardo Bolsonaro ao chegar à Câmara dos Deputados em Brasília.

Para o deputado, Haddad está “desesperado”, “caindo no ridículo” e “não tem credibilidade”. “Até o ex-presidente Lula, que está preso, está se distanciando dele porque sabe que a derrota é certa. Não é soberba, é realidade. Não consegue decolar”, provocou.

 

 

 

Foto: Reprodução/Twitter

 

Rui critica Prefeitura com exclusividade de marca e dispara contra ACM Neto

domingo, fevereiro 7th, 2016

Governador Rui Costa participa da saída do Ilê Ayê da Senzala do Barro Preto, no Curuzu

Pressão, pressão. Rui Costa (PT), chegou ao Curuzu, perto das 9 da noite, para participar da tradicional saída do Ilê Aiyê. Rui elogiou o bloco afro e disparou críticas à exclusividade imposta pela Prefeitura para a comercialização de apenas uma marca de bebidas nos circuitos oficiais do Carnaval.

O governador disse que é possível pensar em outro modelo de negócio que garanta a exploração publicitária do patrocinador,  mas que permita aos foliões consumirem aquilo que bem entendem. Rui falou ainda que por ele a participação do governo no planejamento e realização do Carnaval seria maior. Isso porque a festa é grande e exige mais atores envolvidos. Afirmou firmemente que tentou a aproximação, mas que isso não foi possível por conta de uma decisão política da Prefeitura, do prefeito ACM Neto.
Foto: Reprodução/Mateus Pereira/GOVBA

Alan Sanches critica fechamento do Centro de Convenções

sábado, julho 11th, 2015
Em crise com governo, Alan Sanches critica fechamento do Centro de Convenções

O deputado estadual Alan Sanches (PSD) criticou o fechamento do Centro de Convenções. Sanches afirma em nota, reconhecer a importância de uma reforma no espaço, mas ressaltou o “esquecimento” do governo em avisar as pessoas e as empresas que tinham eventos programados para o local. “A pergunta é o que serão feitas com os milhares de formandos que estão com suas festas pagas e programadas, com as empresas de eventos culturais, literários e muitas outras. Para se ter ideia, a tradicional Bienal do Livro da Bahia teve que ser adiada para 2016. Isso tudo por conta de uma decisão unilateral, sem planejamento do executivo estadual que precisa se manifestar e apresentar uma alternativa para que a população não seja a mais prejudicada”, enfatiza, complementando que, conforme informação do governo, o local só será reaberto quando apresentar todas condições de segurança. “Existe ainda a previsão de que um novo Centro de Convenções seja construído no bairro do Comércio e de que as instalações do bairro do Stiep sejam desativadas. E nós, baianos, já carentes de espaços públicos, como ficaremos?”, questiona.
Foto: Divulgação

Marina Silva larga a joça em Rui, Souto e Geddel em Vitória da Conquista

domingo, setembro 7th, 2014

20140907-053917.jpg

Largou a joça. Após campanha na cidade de Brumado, a candidata à presidência da república Marina Silva (PSB), seguiu para a cidade de Vitória da Conquista neste sábado, dia 6, onde realizou um grande comício na Praça Barão do Rio Branco, ao lado da candidata ao senado Eliana Calmon e da candidata ao governo do estado Lídice da Mata.
Marina soltou o verbo na cidade que é governada pelo PT há 20 anos e pediu apoio para eleger as postulantes da coligação baiana, “Se Dilma ganhar, Aécio ganhar, Paulo Souto, Rui Costa, Geddel e Otto ganharem, eles vão achar que ganharam por conta do dinheiro. Se eu, Lídice e Eliana ganharmos, quem decidiu foi você, quem ganhou foi você”, atacou a presidenciável. Durante o evento, Eliana e Marina lembraram de Eduardo Campos e sua luta para mudar o Brasil e foram ovacionadas pela multidão de conquistenses que gritavam “Marina Presidente do Brasil”.

Foto: Divulgação

Durante entrevista, Geddel diz que PT não tem competência para administrar

terça-feira, agosto 26th, 2014

20140826-044126.jpg

Largou a joça. O candidato ao Senado Federal pelo PMDB, Geddel Vieira Lima, foi o entrevistado do programa Band Eleições exibido no início da madrugada desta terça-feira, dia 25, pela TV Band Bahia. Durante o programa, Geddel não poupou críticas ao atual governo petista na Bahia, com Jaques Wagner e pelo Brasil, com a presidente Dilma Rousseff. O peemedebista disse que ainda é muito cedo para opinar sobre as mudanças no panorama político após a tragédia com o candidato Eduardo Campos (PSB).
Ao falar sobre a atuação dos governos estadual e nacional liderados por Wagner e Dilma, respectivamente, Geddel afirmou que o Partidos dos Trabalhadores não possui competência para administrar. Quando o assunto volta-se para a Bahia, o candidato diz que “a situação está muito pior em 2014 do que em 2010 em diversos aspectos sociais” e sobre o lado nacional ele continua alfinetando o PT ressaltando que “a presidente Dilma está deixando escapar aspectos positivos para crescimento nacional. Temos o aumento da inflação e propostas que nunca saem do papel. O país está indo mal e meu dever é buscar alternância do poder”, disse.
Em meio a entrevista, pontuou estar jogando o que acredita ser melhor para a Bahia e para o Brasil. Ele garante estar deixando a “mordomia” de ser governo e por isso, hoje milita na oposição. “Serei a voz da Bahia e do Brasil caso seja eleito, com o apoio do candidato Paulo Souto”, enfatizou.
Sobre a área da segurança, Geddel informou que no Senado, buscará a atualização do Código Penal. “Já existe um projeto em Brasília desde 2011 e chegarei na tentativa de fazer um código ainda mais duro e trabalhar para que a justiça seja mais ágil e rápida”, detalhou. Segundo o candidato, um dos caminhos, entre outros, é aumentar o número de presídios e complexos prisionais até por conta da superlotação destes espaços. Outra situação para possível melhoria seria um policiamento preventivo com um aparelhamento mais moderno e uma legislação mais firme.
Quando a pauta da entrevista envolveu a educação, Geddel lembrou que tramita no Congresso Nacional um projeto da federalização do professor e assim haver a verdadeira valorização do profissional. Para ele, o Brasil precisa se conscientizar que é a na primeira infância que a pessoa se define. “O desafio é tirar do papel as escolas do tempo integral. Para isso é preciso haver docentes treinados, novas tecnologias, mostrando a necessidade em se priorizar tal atividade para que o orçamento faça parte do projeto.
Na área da saúde, Geddel ressaltou que a “saúde na Bahia está virando uma chaga. No interior a sorte é que define quem pode continuar vivo. Isto precisa mudar”, disse prometendo espalhar multicentros de saúde e criar hospitais. Ele ainda concluiu este ponto dizendo que ajudará a aprovar a carreira nacional de médicos do Sistema Único de Saúde e este “saberá que terá progressão em sua carreira”.

Foto: adelsoncarvalho.com.br

Paulo Azi lamenta inércia do governo Wagner ao saber que a JAC Motors vai para o Rio de Janeiro

quinta-feira, julho 31st, 2014

20140731-184946.jpg

Largou a joça. O deputado Paulo Azi (DEM), lamentou a transferência da fábrica JAC Motors da Bahia para o Rio de Janeiro e criticou, nesta quinta-feira, 31, a passividade e o silêncio do governador Jaques Wagner com a notícia divulgada pela imprensa nacional, um ano e oito meses após um automóvel J3 ter sido enterrado numa capsula do tempo para marcar o início das obras da construção da fábrica em Camaçari. “É inacreditável como a Bahia vem perdendo prestígio e investimentos para outros estados brasileiros por conta da ineficiência desse governo”, observou Paulo Azi, lembrando que ao contrário de ACM, que ameaçou romper com então presidente Fernando Henrique Cardoso caso a Ford não fosse implantada na Bahia, “o governador Wagner, que se diz amigo da presidente Dilma e do maior cacique do PT, Lula, perde a JAC Motors para o Rio de Janeiro por absoluta incompetência”. “O que será feito com o carro enterrado?”, ironizou. Segundo informações veiculadas no Estadão Conteúdo e reproduzidas no Jornal A Tarde, executivos da JAC já estão na China cuidando com a matriz a transferência do projeto para o Rio de Janeiro.

Foto: Divulgação

Imbassahy fala em novo prejuízo milionário à Petrobras

segunda-feira, julho 14th, 2014

20140714-061548.jpg

Largou a joça. Desde maio deste ano, o deputado federal Antônio Imbassahy (PSDB), tenta obter informações sobre a venda de 50% dos ativos da Petrobras na África para o banco BTG Pactual, ocorrida em meados do ano passado. O tucano chegou a enviar requerimento ao Ministério de Minas e Energia (MME), pedindo esclarecimentos sobre o negócio, que ele acredita, pode ter gerado outro prejuízo bilionário para a Petrobras e os brasileiros, a exemplo da compra da refinaria de Pasadena.
A iniciativa de deputado, que desde o início do seu mandato vem denunciando irregularidades na administração da estatal, motivou o TCU a abrir processo para analisar a operação. Os ativos, segundo técnicos e especialistas, poderiam gerar um ganho de 7 bilhões de dólares, mas esse valor foi reduzido para 4,5 bilhões de dólares depois para mais de 3 bilhões, e acabou sendo vendido por 1 bilhão e meio de dólares. Imbassahy acredita que para o banco o negócio foi tão vantajoso que em menos de oito meses, a instituição começou a recuperar o que investiu, retirando 150 milhões de dólares na forma de dividendos.
O deputado decidiu pedir explicações a respeito do fato, ao governo, depois de ter recebido várias informações de ex-funcionários da Petrobras e até mesmo de empresas de consultoria relatando sobre a possibilidade de o negócio ter representando prejuízo para a estatal. “Eu não tenho dúvidas de que tem algo de estranho nesse acordo. E não entendo a dificuldade do governo em responder aos meus pedidos de explicação, pois, vencido o prazo legal para resposta, o ministério, estranhamente, me pediu uma prorrogação de 30 dias para enviar as informações. Continuo aguardando”, disse Imbassahy.

Foto: Divulgação

Em clima de campanha, Paulo diz que PT é um “produto de validade vencida”

domingo, maio 11th, 2014

20140511-093225.jpg

A corrida. Integrantes da chapa oposicionista se reuniram na manhã de sábado, dia 10, em Jequié, no salão de eventos do Jequié Tênis Clube. Também em clima de pré-campanha, como andam os governistas, os oposicionistas estiveram na Cidade Sol liderados pelo ex-governador e pré-candidato Paulo Souto (DEM), que chegou acompanhado do pré-candidato ao Senado, Geddel Vieira Lima (PMDM), e do ex-prefeito de Salvador, Antônio Imbassahy, além de deputados da oposição, a exemplo do jequieense Leur Lomanto Jr (PMDB). “O PT é um produto de validade vencida que precisa sair da prateleira para não continuar fazendo ainda mais mal ao povo da Bahia e do Brasil”, afirmou Paulo Souto. Em discurso, Souto arrematou: “A Bahia e o Brasil não suportam mais o governo de tantos descalabros do PT”. Salvador e Feira de Santana foram mencionadas pelo pré-candidato da oposição como exemplos de que a vontade popular quando quer, vence qualquer máquina de governo. “As eleições de ACM Neto e José Ronaldo abriram um novo caminho para a Bahia, que deseja uma gestão pública responsável, eficiente e comprometida com os interesses baianos‘, alfineta Souto.

Foto: Blog Marcos Frahm