Posts Tagged ‘Assembleia Legislativa’

Perto de 50 bi: Orçamento da Bahia para 2021 é aprovado na Assembleia Legislativa

segunda-feira, janeiro 18th, 2021

Quase 50 bi. A Assembleia Legislativa do Estado (Alba) aprovou, nesta segunda-feira, dia 18/1, a Lei Orçamentária Anual (LOA) do Estado da Bahia para o ano de 2021. A LOA estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício de 2021, apresentada sob a forma de orçamento-programa. O Orçamento está projetado em R$ 49,3 bilhões.

O secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, agradeceu às deputadas e aos deputados pela aprovação do Orçamento. “Agradecemos ao presidente da Alba, Nelson Leal, ao líder do Governo, Rosemberg Pinto, ao relator Diego Coronel, e a todos os deputados e deputadas que aprovaram o Orçamento para 2021”, disse Pinheiro.

A Área Social está contemplada com R$ 30,1 bilhões, 62,4% do total de recursos orçados para 2021. Têm participação destacada na LOA as funções Saúde (15,7%), Educação (13,1%) e Segurança Pública (10,2%). A expectativa para 2021 é que a retomada gradativa da atividade econômica no Estado impulsione a recuperação dos setores da Indústria e dos Serviços, os mais atingidos pelos impactos causados pela pandemia do coronavírus.

“Mesmo com todas as restrições fiscais e incertezas macroeconômicas, estamos focados na manutenção do nível de investimentos públicos, já que a Bahia é o segundo Estado que mais realiza investimentos, ficando atrás apenas do Estado de São Paulo. Por isso estamos apontando na perspectiva de ampliar nosso investimento com recursos do Estado, para alcançar o nível de R$ 3 bilhões”, ressaltou o secretário quando entregou a proposta orçamentária ao presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Nelson Leal, em 30 de setembro.

O secretário também citou projetos estruturantes como vetores de desenvolvimento e integração regional, a exemplo da Ponte Salvador-Ilha de Itaparica, dos projetos de mobilidade urbana e interurbana, manutenção e construção de novas estradas, ações nas áreas de infraestrutura hídrica e esgotamento sanitário, de incentivo à produção da agropecuária com ênfase na agricultura familiar, assim como na recuperação de setores mais afetados pela pandemia, como o turismo, “setor este que estamos com vários projetos de atração de investimentos na Bahia”, completou.

“A área de energia também é preponderante para fazer a economia da Bahia girar, com projetos que já temos consagrados em leilão e que terão início em janeiro de 2021”, disse Pinheiro, ao explicar ainda que o governo espera que o setor da agropecuária mantenha-se vigoroso, embalado pelo bom desempenho da produção de grãos, pela demanda crescente por alimentos e preços mais competitivos no mercado externo.

Fotografia: Divulgação

Presidência da Assembleia: PP retira candidatura de Niltinho e Adolfo Menezes deve ser candidato único

quinta-feira, janeiro 14th, 2021

Definido. O Partido Progressistas decidiu retirar a candidatura do deputado estadual Niltinho e acabou declarando apoio ao nome de Adolfo Menezes (PSD) para Presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Essa decisão coloca um ponto final na disputa qaue vinha sendo travada entre PP e PSD pelo comando do Legislativo Baiano, que mobilizou o governador Rui Costa e a base aliada por conta do temor de um racha entre os partidos, que são os maiores do grupo de apoio ao Governo do Estado. 

Fotografia: Divulgação/ALBA


Urgente: A Assembleia Legislativa e a ponte Salvador-Itaparica; novidade

terça-feira, janeiro 12th, 2021

Olha a ponte. A Assembleia Legislativa aprovou, com o voto contrário apenas do deputado Hilton Coelho (Psol), o projeto que cria o Fundo Garantidor do Aporte da Ponte Salvador-Itaparica (FGAP), que será administrado pela Desenbahia. São R$750 milhões divididos em três parcelas anuais e idênticas, de R$250 milhões, que o Governo da Bahia injetará no programa de construção da ponte, viabilizando esse projeto de R$5,4 bilhões, com aporte estatal de R$1,5 bilhão.

Foi votado ainda em primeiro turno – com voto contrário da bancada de oposição – o Orçamento estadual para o atual exercício. O projeto de Orçamento estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2021 em R$ 49 bilhões 303 milhões e 56 mil. Numa sessão extraordinária, foi também aprovado regime de prioridade para a tramitação da peça orçamentária, reduzindo o prazo para tramitação pela metade. As emendas deverão ser colocadas em até dois dias e meio e precisam contar com 21 assinaturas (apoio de um terço do plenário) e não podem ter sido apreciadas na primeira votação.

DEBATE

Para o presidente Nelson Leal, que teve o desempenho elogiado suprapartidariamente nessa longa e complexa votação, a construção da ponte Salvador-Itaparica é um importantíssimo investimento para a Bahia, com previsão de que sejam gerados sete mil empregos durante a construção. A ponte terá 12,3 km de extensão, encurtando o tempo de deslocamento em cerca de 100 quilômetros para o Recôncavo, beneficiando de imediato 250 municípios e 10 milhões de pessoas e desafogando a BR-324, a Salvador-Feira.

Este projeto estruturante foi relatado pelo deputado Antonio Henrique Jr. (PP), que também preside a Comissão Especial do Complexo Intermodal da Fiol, Porto Sul e Complexo Viário do Oeste (Ponte Salvador-Itaparica). Para ele, a obra representará mais desenvolvimento para a Bahia. “Vai melhorar a vida das pessoas, principalmente do lado de Itaparica até o Baixo Sul e não negamos que existem impactos negativos, mas os positivos são maiores. É um passo importante para começar a obra entre novembro e dezembro”, frisou.

Seguiu-se intenso debate sobre a construção da ponte Salvador-Itaparica. O deputado Tiago Correia (PSDB) criticou a criação desse Fundo e do projeto como um todo, que, segundo ele, foi feitosde “maneira açodada, sem diálogo com as comunidades atingidas” e cobrou o estabelecimento de uma agenda capaz de construir um projeto de desenvolvimento ainda maior do que a própria ponte. Ele frisou que não é contra a obra, mas de opõe ao modo como ela está sendo gerida. Também defenderam o diálogo e o debate os deputados do PT, Maria del Carmen e Jacó. Favoráveis ao empreendimento, eles estão atentos às questões sociais.

O petista Zé Raimundo disse que grandes projetos precisam ser acompanhados de retorno social. Para ele, o debate está ocorrendo no seio da comissão especial: “Me parece que as forças democráticas aqui querem o progresso da Bahia. Como cidadão, defendo que precisamos fortalecer os movimentos sociais de controle externo para que não aumente a desigualdade social”. Por seu turno, a deputada Olívia Santana (PC do B) afirmou que a ponte será um importante instrumento para o desenvolvimento da Bahia, mas fez ressalvas: “Quero registrar a minha preocupação com a agenda de inclusão social. É preciso ter democratização de renda e melhoria na qualidade de vida das pessoas”, completou.

Líder da oposição, o deputado Sandro Régis (DEM) orientou sua bancada a votar a favor do texto, mas observou que “precisamos saber quais os impactos econômicos, sociais e ambientais que a ponte trará para o Estado e para Salvador”. Defendeu ainda o debate com arquitetos, entidades ambientais, sociais, na ALBA e câmaras municipais. Por fim, advertiu que apesar do voto favorável seu grupo cobrará melhorias no projeto: “Não estamos satisfeitos com o tratamento desse assunto”.

O deputado Rosemberg Pinto (PT), líder do bloco governista, ao encaminhar o seu voto favorável, garantiu que esta obra permanecerá em debate: “O projeto foi debatido em audiências públicas, que continuarão sendo realizadas envolvendo todas as cidades em que existam indícios de impacto”. Por sua vez, o deputado Hilton Coelho leu trechos do artigo “O panorama visto da ponte”, do arquiteto Paulo Ormindo, que aponta questões envolvendo o empreendimento. O parlamentar questionou as garantias que o Governo do Estado está dando aos chineses, responsáveis pela obra e criticou a venda de terrenos em Salvador para compor o fundo em discussão.

Fotografia/fonte: ALBA

Assembleia Legislativa aprova decretos de calamidade pública para mais 41 Cidades

sexta-feira, abril 24th, 2020

 A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), em mais uma sessão virtual realizada durante a pandemia do novo coronavírus, aprovou na quinta-feira, dia 23/4, por unanimidade os decretos de calamidade pública de mais 41 municípios. Com isso,  já são 374 das 417 cidades baianas oficialmente em estado de calamidade por causa do Covid-19. Novamente, um grande número de deputados (54 dos 63) marcou presença na sessão conduzida pelo presidente da Assembleia, deputado Nelson Leal (PP), do Salão Nobre da Casa Legislativa.  

Nesta sexta-feira (24), a partir das 9h, os parlamentares voltarão a se reunir em nova sessão remota para votar o projeto apresentado pelos deputados Fabrício Falcão (PC do B) e Ivana Bastos (PSD) que torna obrigatório o uso de máscaras em toda a Bahia, como mais uma forma de prevenir o contágio pelo Covid-19. Os líderes das bancadas de governo e oposição, Rosemberg Pinto (PT) e Sandro Régis (DEM), já se manifestaram favoravelmente à proposta, indicando que ela também deve ser aprovada por unanimidade.  

Durante a sessão desta quinta-feira, o presidente da ALBA afirmou que os deputados também estão de prontidão para aprovar os decretos de calamidade pública restantes. “Estamos prontos para votar os 43 pedidos de reconhecimento do estado de calamidade. Só basta que os pedidos dos executivos municipais cheguem à Mesa Diretora”, disse Leal, elogiando mais uma vez o comprometimento dos deputados em apreciar os projetos necessários para que a Bahia enfrente o coronavírus. Segundo ele, até os projetos de decretos que chegaram na quarta-feira (22) à noite foram votados na manhã desta quinta. 

Com a aprovação pela ALBA, o estado de calamidade pública passam a vigorar, a partir de agora, nos seguintes municípios: Abaré, Adustina, Amargosa, América Dourada, Aramari, Glória, Ibiassucê, Jaborandi, Mairi, Mortugaba, Ourolândia, Paratinga, Pindaí, Rafael Jambeiro, Santa Luz, Santo Antônio de Jesus, Sítio do Mato, Várzea da Roça, Xique-Xique, Aporá, Ichu, Urandi, Itapebi, Barreiras, Cícero Dantas, Cristópolis, Encruzilhada, Esplanada, Heliópolis, Ibicuí, Ibirapitanga, Irajuba, Jeremoabo, Macajuba, Antônio Gonçalves, Eunápolis, Iraquara, Lajedinho, Muquém do São Francisco, Poções e Taperoá. 

IMPORTÂNCIA

Nelson Leal defendeu também a aprovação do projeto que torna obrigatório uso de máscaras em todo Estado. Em alguns municípios, a exemplo de Salvador, essa obrigatoriedade já é lei. Ele apresentou dados que mostram a importância do uso da máscara para quem tem necessidade de sair de casa e deixar o isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). “Se você tiver usando máscara, mas uma pessoa com coronavírus não, você tem 70% de chance de se infectar. Se for o inverso, essa chance cai para 5%. Agora se os dois estiverem com máscara o risco de contágio é de apenas 1,5%”, afirmou ele. 

A deputada Fabíola Mansur (PSB) sugeriu que em vez de multa, quem for flagrado nas ruas sem máscara preste trabalho comunitário de duas horas em serviços relacionados ao combate ao coronavírus ou doe cestas básicas. Dessa forma, acredita ela, será acentuado o caráter de conscientização da medida. Outro ponto estudado pelos relatores do projeto, os deputados Paulo Câmara (PSDB) e Vitor Bonfim (PL), será o prazo dado aos municípios para se adequarem a medida – uma estimativa é que seja dado oito dias. 

O entendimento entre os poderes, governo e municípios foi apontado pelos deputados como fundamental para que a Bahia esteja lidando bem com a pandemia. Atualmente, o Estado tem 1.645 casos e apenas 10% dos seus cerca de 600 leitos de UTI ocupados. Outra medida elogiada pelos parlamentares foi a reabertura pelo governo do Hospital Espanhol para atender pacientes com o Covid-19. “São 220 leitos, sendo 140 de UTI, fundamentais para salvar vidas”, pontuou Fabíola. 

Foto: Divulgação/ALBA

Assembleia reconhece estado de calamidade para mais 158 Cidades baianas

quarta-feira, abril 8th, 2020

Votação. Durante nova sessão remota nesta quarta-feira, dia 8/4, a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) reconheceu o estado de calamidade pública de mais 158 Cidades do Estado. 

Só a Assembleia Legislativa pode reconhecer o estado de calamidade pública. Com esse tipo de decreto legislativo as Prefeituras ficam liberadas para gastarem dinheiro público com menos burocracia em tempos de crise.

Até a edição do Diário Oficial mais recente da AL-BA, mais de 200 municípios pediram o reconhecimento do estado de calamidade pública. São eles: 

Antônio Cardoso, Acajutiba, Aiquara, Aiquinique, Alagoinhas, Almadina, Andorinha, Antas, Antônio Cardoso, Apuarema, Aracatu, Aratuípe, Aurelino Leal, Baixa Grande,Barra do Rocha, Barra, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belo Campo, Boa Nova, Bom Jesus da Serra, Boninal, Bonito, Boquira, Botuporã, Brejões, Buerarema, Caatiba, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Caldeirão Grande, Campo Formoso, Canápolis, Candeias, Candiba, Cândido Sales, Capim Grosso, Caraíbas,Caravelas, Castro Alves, Catu, Caturama, Central, Coaraci, Cocos, Conceição do Almeida, Condeúba, Contendas do Sincorá, Coração de Maria, Coribe, Coronel João Sá, Correntina, Cravolândia, Cruz das Almas, Dias d’Ávila, Dom Basílio,Dom Macedo Costa, Érico Cardoso, Euclides da Cunha, Fátima, Floresta Azul, Gongogi, Governador Mangabeira, Guajeru, Ibicaraí, Ibicoara, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera,  Ibirataia, Ibitiara, Igaporã, Igrapiúna,     Iguaí,     Ilhéus, Inhambupe, Ipecaetá, Ipiaú, Ipirá,  Iramaia, Itaberaba, Itabuna, Itacaré,  Itaetê, Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaguaçu, Itaju do Colônia,     Itaju, Itajuípe, Itamaraju, Itamari, Itambé, Itanagra, Itaparica, Itapé, Itapetinga,     Itapitanga, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itororó, Ituaçu, Iuiú, Jacaraci, Jaguaquara, Jandaíra, Jiquiriçá, João Dourado, Jussari, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Lagedo do Tabocal, Lagoa Real, Lajedão, Lençóis, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Macarani, Macururé, Madre de Deus, Malhada de Pedras, Maraú, Matina, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirante, Morro do Chapéu, Mucuri, Mulungu do Morro, Muniz Ferreira, Mutuípe, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã, Nova Ibiá, Nova Soure, Olindina, Ouriçangas, Palmeiras, Paramirim, Paripiranga, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedrão, Piatã, Pindobaçu, Piripá, Piritiba, Planalto, Pojuca, Ponto Novo, Presidente Jânio Quadros,  Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Quixabeira, Remanso, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Pombal, Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rio Real, Ruy Barbosa, Salinas da Margarida, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Maria da Vitória, Santana, Santanópolis, Santo Estevão, São Félix do Coribe, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São José do Jacuípe, São Sebastião do Passé, Saúde, Seabra, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Serrinha, Simões Filho, Sobradinho, Tapiramutá, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Umburanas, Una, Utinga, Valente e Novo Horizont, Valente, Vera Cruz, Vereda, Vitória da Conquista, Wagner, Wenceslau Guimarães.

Deputados aprovam estado de calamidade em 22 Cidades baianas; saiba quais

quinta-feira, abril 2nd, 2020

A Assembleia Legislativa aprovou na quarta-feira, dia 1º/3, 22 projetos de decretos de calamidade pública relativos a Cidades Baianas. As matérias foram a votação após um acordo de dispensa de formalidades intermediado pelo presidente Nelson Leal, o líder da bancada do governo, Rosemberg Pinto (PT) e o líder da oposição, Sandro Régis (DEM).

“A presença maciça de parlamentares durante a sessão virtual demonstra o compromisso desta Casa com o povo baiano. Hoje ficou ainda mais claro o nosso amadurecimento e como estamos empenhados em contribuir com a solução do problema e fazer aquilo que for melhor para a Bahia”, afirmou Leal.

Inicialmente, os deputados apreciariam apenas os decretos das cidades nas quais já há caso confirmado de infectado com Covid-19. São oito as cidades neste grupo: Feira de Santana, Camaçari, Lauro de Freitas, Canarana, Jequié, Prado, São Domingos e Conde.

Contudo, diversos parlamentares defenderam a expansão do grupo, vez que os impactos econômicos e orçamentários estão presentes em todas as cidades baianas. Com o acordo firmado, as Cidades de Amélia Rodrigues, Itaetê, Irecê, Uibaí, Casa Nova, Curaçá, Monte Santo, Filadélfia, Lapão, Abaíra, Quijingue, Itanhém, Macaúbas e Jitaúna também tiveram o estado de calamidade pública decretado.

Os parlamentares pactuaram que nos municípios com mais de 100 mil habitantes o decreto estará em vigência até o dia 31 de dezembro deste ano. Já nas cidades com menos de 100 mil, a validade do ato será de 90 dias podendo ser prorrogados por igual período.

Foto: Divulgação

Morte de servidor consterna Assembleia Legislativa

segunda-feira, março 9th, 2020

A morte do servidor Eliel Martins Júnior, aos 57 anos, deixou consternados os colegas e amigos da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). Filho do ex-presidente da ALBA, deputado Eliel Martins, e de Edvane Carneiro Martins, ele trabalhava na Casa desde 1983, mas tirou licença-prêmio para tratar de uma dor da coluna. Durante o tratamento, ele foi diagnosticado com um câncer de rim e, na noite da última quinta-feira, não resistiu à doença. Eliel Martins Júnior completaria 58 anos no dia 16 de março. O sepultamento foi na sexta-feira, à tarde, no Cemitério Jardim da Saudade, no bairro de Brotas.

Descrito pelos amigos como calmo, prestativo, paciente, atencioso, simples e de ótimo papo, Eliel Martins Júnior era querido por todos os colegas que conviviam com ele na Assembleia Legislativa. Ele era servidor efetivo da Assembleia, onde exercia o cargo de Assistente Técnico na Procuradoria Jurídica da Casa.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Nelson Leal (PP),  apresentou uma moção de pesar, na qual descreveu a morte de Eliel Martins Júnior como “imensa perda” para todos os que o conheciam. “Um funcionário exemplar, sempre prestativo, que estava à disposição para atender de forma clara e objetiva as demandas que apareciam inerentes as suas atividades”, disse.

Para o procurador Milton Correia Filho, foi uma perda inestimável para o setor. “Ele era querido por todos os colegas, era realmente uma ótima pessoa”, afirmou Milton Correia. Ele era casado com Willer Cavalcante de Góis e deixou um filho, Mateus Cavalcante Martins, de 25 anos. 

Foto/fonte: Agência/ALBA

TCE aprova com ressalvas contas de 2017 da Assembleia

terça-feira, setembro 10th, 2019

Por maioria de votos, o plenário do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) aprovou, em sessão ordinária desta terça-feira, dia 10/9, a prestação de contas da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), referente ao exercício de 2017 (Processo TCE/001125/2018). Por conta de irregularidades apontadas pela equipe de auditores e, seguindo os opinativos da 4ª Coordenadoria de Controle Externo (CCE) e do Ministério Público de Contas, o relator do processo, conselheiro substituto Jânio Abreu de Andrade propôs a imposição de ressalvas, além da emissão de recomendações e determinações. Entre as irregularidades apontadas, destacaram-se o aumento de 105,5% dos gastos com REDA (Regime Especial de Direito Administrativo) em relação ao exercício anterior, o acúmulo ilegal de cargos por servidores da ALBA, a celebração de termo aditivo com percentual acima do limite estabelecido em lei e transferências indevidas de recursos para a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa (Assalba), através de subvenções sociais.

Entre as determinações, duas contiveram prazo de 180 para serem atendidas: 1- o encaminhamento das cópias de todos os contratos celebrados com servidores temporários pelo REDA, celebrados no exercício 2015, ainda não remetidos ao TCE/BA, a fim de que possa ser exercido o juízo de legalidade, para fins de registro, sobre os respectivos atos de admissão de pessoal; 2- o encaminhamento dos documentos relativos aos controles de pontualidade, assiduidade e produtividade dos servidores da ALBA, indicados no anexo 01 do relatório de auditoria como possuidores de outro vínculo com entidades privadas, de modo a viabilizar o aprofundamento do exame acerca da licitude de tais acumulações pela área técnica do TCE/BA. Ainda cabe recurso da decisão. Fonte: TCE-BA

Foto: Divulgação

Governador pede autorização da Assembleia para tomar empréstimo de 40 milhões de dólares

sábado, julho 27th, 2019

Mais grana. Rui Costa, governador da Bahia, encaminhou à Assembleia Legislativa do Estado, um projeto pede autorização para tomar um empréstimo de até US$ 40 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

De acordo com o texto, os recursos serão aplicados no Programa de Modernização e Fortalecimento da Gestão Fiscal do Estado da Bahia – Profisco II/BA.

Em mensagem ao Legislativo, o chefe do Poder Executivo solicita a tramitação da matéria em regime de urgência.

Conforme Rui, o referido programa tem como objetivo “melhorar a eficiência e a transparência da gestão fiscal”, aumentar a receita própria do Estado e ampliar o controle sobre o gasto público.

Mesmo sendo contra, Coronel promete imparcialidade na CPI da Fonte Nova

segunda-feira, março 5th, 2018

Embate. Depois de ficar contra à criação da CPI da Fonte Nova, na Assembleia Legislativa da Bahia, do Parlamento, Ângelo Coronel (PSD), negou que sua posição pessoal possa interferir na decisão de instalar ou não a comissão. “Como deputado normal, seria contra”, detonou Coronel.

A bancada de oposição já teria 21 assinaturas necessárias para pedir a criação da CPI, que pretende apurar tudo sobre as obras de construção da Arena Fonte Nova, após operação deflagrada pela Polícia Federal no começo do mês de março. Um dos alvos da operação foi o ex-governador Jaques Wagner (PT).

 

 

 

Angelo Coronel retorna de viagem internacional e é recebido com festa na Assembleia Legislativa

terça-feira, novembro 14th, 2017

Olha aí. Depois de 25 dias afastado da presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Angelo Coronel (PSD) presidente da casa, reassumiu na segunda-feira, dia 13/11, o comando do Legislativo Baiano com muitos projetos na bagagem e na cabeça. O presidente do parlamento foi recebido com festa por servidores e deputados que lhe desejaram boas vindas. O parlamentar visitou países: China, Japão, Singapura e Emirados Árabes. Coronel participou de reuniões com empresários de diversos segmentos com o objetivo de atrair negócios atrativos para os baianos.

 

 

Foto: Divulgação

Ângelo Coronel participa de homenagem ao dia do motorista e destaca papel da categoria

quarta-feira, julho 26th, 2017

Homenagem. O Dia de São Cristóvão, 25 de julho, padroeiro dos motoristas, foi marcado por comemorações na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), na terça-feira, com missa na Igreja da Ascensão do Senhor, localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Os 64 profissionais do volante e demais integrantes do Setor de Transporte que trabalham na Casa foram homenageados. O ato religioso, realizado anualmente pela ALBA, foi celebrado pelo padre Manoel Filho e a animação ficou por conta de artistas locais.

O deputado Ângelo Coronel (PSD), presidente da ALBA, esteve no evento acompanhado da esposa Eleusa Coronel – coordenadora do Instituto Assembleia de Carinho. Ele parabenizou os motoristas pelo dia e disse se sentir lisonjeado em poder exaltar uma categoria de trabalhadores que merece ser valorizada. “Vocês são muito importantes para a sociedade, transportam autoridades, enfermos, o povo e a família. Uma classe que honra a todos”, frisou Coronel.

 

 

Foto: Divulgação

Coronel fala em cortar gastos e confirma: “vou cortar a gordura”

terça-feira, fevereiro 7th, 2017

Largou a joça. Durante entrevista ao apresentador Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade, na manhã desta terça-feira, dia 7/2, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Ângelo Coronel (PSD), afirmou que seguirá fazendo o levantamento de quais servidores poderão ser reaproveitados. “Já preparei uma equipe pra cuidar disso na Assembleia e vamos cortar a gordura”, comentou.

 

 

Foto: Divulgação

AL-BA: Comissão de Finanças é instalada sob comando de Marcelo Nilo

terça-feira, fevereiro 7th, 2017

Sob o comando do ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, a Comissão de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle foi instalada na manhã desta terça-feira, dia 7/2.

O presidente da comissão é Marcelo Nilo (PSL) e o vice será Luciano Ribeiro (DEM). Além do presidente e do vice, participaram do primeiro encontro os parlamentares Paulo Rangel (PT), Zé Raimundo (PT), Sildevan Nóbrega (PRB), Bobo (PCdoB) e Bira Coroa (PT).

Zé Raimundo por ser o mais velho entre os parlamentares titulares da comissão, presidiu a sessão. Marcelo Nilo passou de gabinete em gabinete para convidar os pares para instalar o colegiado.

 

 

Foto: Divulgação

“Não dependo dele pra nada”, diz Luiz Augusto sobre Marcelo Nilo

segunda-feira, janeiro 30th, 2017

Pra valer. O deputado Luiz Augusto (PP), concedeu entrevista ao apresentador Adelson Carvalho, na manhã desta segunda-feira, dia 30/1, na Rádio Sociedade. O parlamentar disse que é candidato à presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, entre outras coisas, para dar mais transparência ao poder legislativo. Perguntado se tem alguma preocupação em caso de derrota para Marcelo Nilo, o deputado disse: “Não dependo dele pra nada e não tenho medo dele”. Luiz Augusto disse também que ele ou Ângelo Coronel que também é candidato, pode renunciar até o dia da eleição, marcada para 1° de fevereiro à tarde no Centro Administrativo da Bahia.

 

Foto: Hora do Bico

Exclusivo: Rui acredita que Marcelo Nilo leva a melhor para presidência da AL-BA

domingo, janeiro 29th, 2017

Confiante. O apresentador Adelson Carvalho marcou presença em um evento na noite deste sábado, dia 28/1, em Salvador, onde também estava o governador Rui Costa (PT). Durante um bate papo, o comunicador perguntou ao gestor estadual se o deputado Marcelo Nilo leva a melhor para a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, de novo. Rui foi econômico na resposta, sorriu e disse: “Acredito que sim”.

A eleição para mesa diretora da AL-BA está marcada para o dia 1º de fevereiro e três nomes disputam a presidência da casa. Marcelo Nilo (PSL), Ângelo Coronel (PSD) e Luiz Augusto (PP)

Abra o olho: O destino de Quitéria e o presidente da UPB pensando em 2018

Foto: Divulgação

Abra o olho: Cantor ganha buquê de rosas de assessor parlamentar; mulher do artista promete armar barraco

sexta-feira, janeiro 20th, 2017

bouquet_de_rosas_vermelhas

Vixe. A parafernália tomou conta da vida de um cantor baiano, depois que a mulher dele descobriu que o rapaz tem um admirador “quase secreto”. Segundo seu Virgolino, profundo conhecedor do mundo político baiano, o buquê de rosas vermelhas foi enviado por um assessor parlamentar que pouco comparece à Assembleia Legislativa. O aspone que conheceu o cantor durante um show em Salvador, pediu pra tirar fotos no camarim dos artista e não segurou a emoção. Foi paixão certeira. A mulher do cantor disse ao seu Virgolino que não vai aceitar perder o marido para o aspone e promete armar o maior barraco na Casa Legislativa.

 

Foto: Ilustrativa

“Para alegria do povo e dos deputados, é Marcelo Nilo de novo”, diz Luiza Maia

quarta-feira, janeiro 18th, 2017

luizamaia

Xi. Durante entrevista exclusiva ao apresentador Adelson Carvalho, no programa Sociedade Urgente, da Rádio Sociedade, nesta quarta-feira, dia 18/1, a deputada Luiza Maia (PT), disse que a tendência é a bancada petista apoiar a candidatura do deputado Marcelo Nilo (PSL) para continuar à frente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). “Tudo caminha para isso. Pela competência, pela amizade com o governador…”, ressaltou a parlamentar.

Quando Adelson Carvalho perguntou sobre o apoio dela em particular ao chefe do Legislativo estadual, Maia respondeu dando gargalhadas: “Para alegria do povo, para alegria dos deputados e da sociedade, é Marcelo Nilo de novo”. A eleição para a Presidência da AL-BA será realizada no dia 2 de fevereiro.
Foto: Hora do Bico

Rui diz que “é contra a troca de farpas” entre candidatos à presidência da AL-BA

quarta-feira, dezembro 21st, 2016

13331118_575072929341398_5784088105620959528_n-1-250x188-250x188-2

A parafernália. Durante entrevista ao apresentador Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade da Bahia, nesta quarta-feira, dia 21/12, o governador Rui Costa, falou da polêmica que envolve a “parafernália” pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Além do atual presidente, Marcelo Nilo (PSL), se colocaram na disputa, os deputados Luiz Augusto (PP) e Ângelo Coronel (PSD). Em resposta ao apresentador, sobre de que lado está, Rui disse que vai tentar unificar a base e disse: “sou contra a troca de farpas entre os governistas. Quero que tenha uma base unida. Isso é mais importante. Vamos tentar unificar e conseguir uma candidatura única”, concluiu.

 

 

Foto: Hora do bico

Marcelo Nilo promete cortar ponto de deputados venceram nas eleições municipais

quarta-feira, outubro 5th, 2016
marcelonilo
Corte de ponto. O deputado Marcelo Nilo (PSL), presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, disse nesta quarta-feira, dia 5/10, durante entrevista ao apresentador Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade, que depois do processo eleitoral, os eleitos precisam cumprir a agenda do Legislativo estadual. ” Tem que trabalhar. Se não aparecerem eu corto o ponto”, disse.
Em outro momento, Nilo defendeu o governador Rui Costa (PT), depois da operação da Polícia Federal em Salvador. “Não conheço ninguém mais honesto que o governador Rui”, concluiu.