Posts Tagged ‘TRÁFICO INTERNACIONAL’

PF desarticula esquema de lavagem de dinheiro do tráfico internacional

quarta-feira, outubro 6th, 2021

Um esquema de lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas é o alvo da Operação Maassari, da Polícia Federal. Cerca de 20 policiais federais cumprem, nesta quarta-feira 6/10, quatro mandados de busca e apreensão, sendo dois em Curitiba e dois em Ponta Grossa, no Paraná.

O trabalho é um desdobramento da Operação Beirute, deflagrada pela Polícia Federal em 2014, e que desmantelou uma organização criminosa com ramificações em diversos países. Na ocasião, foi constatado que o grupo investigado atuava na exportação de cocaína da América do Sul para os continentes europeu, africano e asiático.

Entre os envolvidos está um libanês residente em Curitiba, apontado como financiador das atividades ilícitas e responsável pela intermediação com traficantes asiáticos e libaneses.

Esquema

As investigações revelaram que esse libanês constituiu uma estrutura formada por empresas fictícias e seus respectivos sócios, tendo como propósito operacionalizar a lavagem dos recursos oriundos do tráfico internacional de drogas.

“Os investigados movimentaram mais de R$ 24 milhões em suas contas bancárias durante o período apurado, grande parte através de transações em espécie e operações estruturadas conhecidas como smurfing, bem como investimentos e aquisição de bens, tudo isto sem capacidade econômica e financeira declaradamente compatível, havendo também indícios de interposição das pessoas físicas e jurídicas para fins de ocultação dos bens e valores” , detalhou a PF em nota.

Crimes

Os investigados poderão responder pelo crime de lavagem de dinheiro, com penas que variam de 3 a 10 anos para cada ato de lavagem.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Chinês é preso na Bahia por tráfico internacional

quarta-feira, maio 5th, 2021

Um homem de nacionalidade chinesa e panamenha foi preso na Cidade de Caetité, no interior da Bahia, por suspeita de lavagem de dinheiro oriundo do tráfico internacional de drogas. De acordo com informações do escritório da Interpol em Washington, nos EUA, o preso, de 48 anos, seria membro de organização internacional de lavagem de dinheiro em larga escala.

Segundo a Polícia Federal, entre abril de 2016 e julho de 2017, o acusado teria lavado mais de novecentos mil dólares. Ele teria transferido recursos decorrentes do tráfico de drogas nos EUA e Europa para países da América do Sul e Central, e da Ásia.

Os valores decorrentes da comercialização de drogas eram inseridos no sistema bancário dos EUA e, posteriormente, transferidos para contas em Hong Kong, controladas pelo preso.

Ainda conforme a PF, a prisão preventiva foi decretada pelo Supremo Tribunal Federal com base em representação do Escritório Central Nacional da Polícia Federal no Brasil, fundado no Tratado de Extradição firmado entre Brasil e os EUA.

Fotografia/Fonte: PF

PF realiza operação contra tráfico internacional de drogas na Bahia e outros Estados

quinta-feira, março 4th, 2021

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira 4/3, a Operação Ikaro II, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa estabelecida na Bahia, especializada no tráfico internacional de drogas.

De acordo com a PF, pelo menos 50 policiais estão cumprindo dois mandados de prisão preventiva e três mandatos de prisão temporária, além de 14 mandados de busca e apreensão em Salvador, Lauro de Freitas e Porto Seguro, na Bahia; e em Ponta Porã, cidade sul matogrossense que faz divisa com o Paraguai.

Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Federal da Seção Judiciária de Salvador, que determinou também o bloqueio de valores depositados em contas bancárias em nome de 11 pessoas físicas e jurídicas investigadas.

“De acordo com o que foi apurado, o grupo usava o modal aéreo, cujo principal modus operandi era a cooptação de ‘mulas’ para realização do transporte em voos comerciais para a Europa”, informou a PF, esclarecendo ainda que a droga, geralmente, era escondida em bagagens. 

Ainda de acordo com a PF, sete prisões relacionadas ao tráfico internacional foram realizadas no ano passado. “Entre os meses de janeiro e fevereiro do ano de 2020, foram realizadas sete prisões em flagrante nos Aeroportos Internacionais Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, e Antônio Carlos Jobim – Galeão, no Rio de Janeiro. Na maioria dos casos, tratava-se de casais tentando transportar cocaína para Lisboa, Portugal, de forma oculta em suas malas”.

Segundo os investigadores, a semelhança do modo de atuação e das circunstâncias “levaram à identificação do envolvimento de uma mesma organização criminosa em todos os casos, cujos integrantes estão sendo alvo das medidas judiciais cumpridas na presente data”.

Entre os investigados que tiveram a prisão preventiva decretada há um ex-policial militar que, segundo a PF, teria deixado a corporação em janeiro deste ano.

A primeira fase da Operação Ikaro ocorreu em junho de 2020. Foi a partir da análise do material apreendido na época – e da identificação da movimentação de valores feita por investigados – que foram expedidos os mandados que estão sendo cumpridos nesta segunda etapa.

A PF informa que os investigados serão indiciados pelos crimes de organização criminosa e de tráfico internacional de drogas.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

PF desarticula tráfico internacional de drogas e apreende mais de 7 bilhões em bens

terça-feira, março 28th, 2017

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, dia 28/3, a Operação All In, para desarticular Organização Criminosa (OrCrim) responsável por tráfico internacional de drogas e lavagem de capitais, abrangendo os estados do Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais.

Cerca de 150 policiais federais dão cumprimento a 50 mandados judiciais, sendo 18 mandados de prisão cautelar, 25 mandados de busca e apreensão, 7 mandados de condução coercitiva, abrangendo 14 cidades dos estados nos quais atuava a OrCrim. Também estão sendo cumpridos o sequestro de 6 aeronaves, 5 imóveis, incluindo um aeródromo, bloqueio de numerários em 68 contas correntes e a apreensão de mais de 35 veículos adquiridos por meio de práticas criminosas. Até o presente momento, o patrimônio objeto das medidas constritivas ultrapassa R$ 7,5 milhões.

A droga era internalizada em território nacional por aeronaves e posteriormente distribuída na Região Sudeste do país por via terrestre. No decorrer das investigações, foram realizadas duas prisões em flagrante nas quais três integrantes do grupo foram presos transportando mais de 800 kg de cocaína originária da Bolívia.

Será concedida entrevista coletiva, às 10h, no auditório da Superintendência Regional da PF no MS.

*A operação foi batizada de All In, jogada típica do Poker em que o jogador aposta todas as suas fichas em uma mão de cartas, em alusão à forma impetuosa com que a OrCrim desenvolve suas atividades, arriscando-se no transporte de grandes carregamentos de entorpecentes.  Comunicação Social da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul

 

 

Foto: Ilustrativa

PF deflagra operação binacional para desmantelar quadrilha de tráfico de drogas

sábado, novembro 5th, 2016

image-14

A Polícia Federal deflagrou na madrugada de sexta-feira, dia 4/11, a Operação Cavalo Doido, para desmantelar uma quadrilha que agia no tráfico internacional de entorpecentes, no Estado de Goiás. Ela distribuía drogas produzidas no Paraguai para os estados de Goiás, Pará, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul. Trata-se de uma das maiores operações da PF nos últimos anos.

Mais de 200 policiais participam da operação, realizada em conjunto com a Polícia do Paraguai. Equipes estão responsáveis pela destruição de plantios de droga nas fazendas de propriedades do grupo criminoso. Ao todo são 81 medidas judiciais, sendo 21 mandados de prisão preventiva, 11 mandados de prisão temporária, 15 conduções coercitivas e 34 mandados de busca e apreensão, cumpridos, simultaneamente, nos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul.

A PF identificou uma das rotas do grupo, que entrava pela região fronteiriça de Pedro Juan Cabalero, vinda do Paraguai. No decorrer das investigações, foram apreendidas mais de 10 toneladas da droga, armas de grosso calibre e carros de luxo. Estima-se que o grupo tenha movimentado mais de 1 bilhão de reais. Foram bloqueadas 80 contas bancárias do grupo.

Os investigados responderão por tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico, corrupção ativa, tráfico internacional de armas, adulteração de arma de fogo e porte ilegal de armas. Somadas, as penas podem ultrapassar 30 anos.

 

Foto/fonte: Polícia Federal

PF prende 4 por tráfico de drogas e 1 por evasão de divisas

terça-feira, agosto 16th, 2016

image_mini (3)

A Polícia Federal prendeu, durante o fim de semana (12 a 15/8), quatro pessoas por tráfico de drogas e uma por evasão de divisas.

Um homem, de 29 anos, natural da Letônia, foi abordado por policiais federais na sexta-feira (12/8) no momento em que realizava o check-in em voo com destino a Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Com ele, foram encontrados quase 2 kg de cocaína escondidos dentro de bolsas femininas e estojo de jóias.

Três prisões ocorreram no domingo (14/8). Foram apreendidos com dois nigerianos, que ingressaram no Brasil beneficiados pela Lei do Refúgio, quase 7 kg de cocaína. Um deles escondeu a droga sob as vestes, em uma espécie de cinta. Com o outro, os policiais encontraram mais de 4 kg de cocaína ocultos em fundos falsos de uma mochila. Eles pretendiam levar a droga para Lagos na Nigéria. A terceira prisão, a de um homem jamaicano, foi realizada após a localização das drogas por meio do espectrômetro de massa e aparelho de raio-x. Seis volumes contendo 4 kg de cocaína foram localizados dentro de uma mochila e de um case para notebook. A droga tinha como destino a cidade de Dubai, nos Emirados Árabes.

Na madrugada de hoje (15/8), um brasileiro, de 53 anos, natural de Rio Verde/GO, que embarcaria em voo com destino a Istambul, na Turquia, foi preso pelo crime de evasão de divisas. Com ele, foram apreendidos 50 mil dólares sem a devida declaração à Receita Federal. O homem disse aos policiais que pagava seus impostos e não via necessidade em efetuar qualquer tipo de declaração.

Os presos foram conduzidos aos presídios estaduais, onde permanecerão à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas. Conforme Ascom/PF

 

Foto: Divulgação/PF