Posts Tagged ‘operação’

Bandido que explodia agências morre no confronto; armas e drogas foram apreendidas

terça-feira, junho 15th, 2021

Pra cima deles. Mandados de prisão e de busca e apreensão estão sendo cumpridos nesta terça-feira 15/6, em Salvador, Simões Filho e em Arembepe, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). 

Armas, drogas, luvas e roupas camufladas foram apreendidas em uma casa, no bairro de Campinas de Pirajá, utilizada por um dos principais integrantes do grupo criminoso, responsável por ataques contra instituições financeiras.
O homem responsável pelo manuseio e preparo de artefatos explosivos reagiu a prisão e entrou em confronto com os policiais. 

Ferido na troca de tiros, ele  foi socorrido para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu. 

“Ele era o nosso principal alvo de hoje. Era o explosivista integrante da quadrilha responsável por ataques em Salvador e Região Metropolitana, além de algumas cidades do interior”, detalhou o delegado José Bezerra, diretor do Draco. 

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Operação fiscaliza a venda de fogos de artifício na Bahia

sexta-feira, junho 11th, 2021

Com o objetivo de fiscalizar a venda de fogos de artifício em Salvador e no interior do estado, a Operação Em Chamas realizada anualmente pela Coordenação de Fiscalização de Produtos Controlados (CFPC), intensificou suas ações no mês de junho.  

Deflagrada em conjunto com a Delegacia do Consumidor (Decon) e órgãos de fiscalização como a Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon) e a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), “Em Chamas” também conta com equipes das Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpin). 

Desde o inicio das ações, em maio, já foram realizadas fiscalizações em Feira de Santana, Serrinha, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Sapeaçu e Senhor do Bonfim, além de Salvador e Região Metropolitana (RMS). O coordenador da CFPC, delegado Cleandro Pimenta, ressalta que a operação visa garantir a segurança de consumidores e comerciantes. 

“A ideia é promover a sensibilização sobre o risco de comercializar materiais em desacordo com a legislação e sem especificações técnicas”, salientou o delegado. Treze barracas de venda de fogos já foram notificadas durante a Operação. “Esses estabelecimentos apresentaram alvarás fora do prazo de vencimento”, comentou Pimenta. 

Os proprietários das barracas notificadas devem comparecer aos órgãos competentes para regularizar a situação. O coordenador acrescentou que nenhum material irregular foi apreendido até o momento. “Isso é fruto do trabalho contínuo de conscientização, que garante a segurança daqueles que querem adquirir os fogos”. As ações devem continuar ao longo do mês.  

Fotografia/Fonte: Ascom/ Polícia Civil

PF cumpre mandados de operação contra assaltos a bancos na Bahia

terça-feira, junho 8th, 2021

Não corre ninguém. A Polícia Federal (PF) em Sergipe deflagrou a Operação “Machine Buster”, na manhã desta terça-feira 8/6, com o objetivo de  desarticular uma associação criminosa suspeita de assaltos a bancos. São oito mandados de prisão temporária e 11 mandados de busca e apreensão na Cidade de Carira, em Sergipe, em Salvador e Jacobina, na Bahia.

A PF afirmou que a investigação teve início após uma tentativa de assalto “fortemente armada e munida de explosivos”, ocorrida na madrugada do dia 7 de setembro de 2020 nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, situadas em Carira. As duas agências foram danificadas por conta da grande quantidade de explosivos usados na ação criminosa e vários disparos de arma de fogo foram feitos em direção aos prédios da Polícia Militar e da Polícia Civil sergipana.

Os mandados que estão sendo cumpridos foram expedidos pelo Juízo da 6ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Itabaiana/SE. A competência da Polícia Federal se restringe à apuração de crimes contra a Caixa Econômica Federal, por se tratar de empresa pública federal. Os envolvidos podem responder pela prática de crimes de dano, tentativa de furto qualificado e associação criminosa, tipificados respectivamente nos arts. 163, 155, § 4º-A, c/c arts. 14, II e 288, do Código Penal Brasileiro.

A operação é resultado de trabalho conjunto entre as polícias Federal, Civil e Militar. O Centro de Operações Policiais Especiais (COPE) da Polícia Civil do Estado de Sergipe participou de toda a investigação, assim como a Polícia Militar do Estado de Sergipe, através do 3º Batalhão em Itabaiana e da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (CIOPAC), prestou auxílio à Polícia Federal com informações de inteligência. A operação contou, ainda, com apoio tático da Coordenação de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil da Bahia.

Fotografia: Divulgação

Polícia faz operação em combate a grupo que ameaçou prefeita de Cachoeira

quarta-feira, junho 2nd, 2021

A Polícia Civil realiza, na manhã desta quarta-feira 2/6, a operação Motriz para combater um grupo criminoso que ameaçou a prefeita da Cidade de Cachoeira, no interior da Bahia, Eliana Gonzaga de Jesus. Esta é a segunda ação deflagrada pela Secretaria da Segurança Pública com o objetivo de localizar os autores.

A operação, liderada pela 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Santo Antônio de Jesus), cumpre mandados de busca e apreensão, em imóveis na cidade de Cachoeira, na região do Recôncavo Baiano.

“Estamos com as equipes empenhadas na investigação das ameaças contra a prefeita. Nossa linha de apuração, inicialmente, aponta para a participação de traficantes”, declarou o titular da 4ª Coorpin, delegado Joaquim Souza.
Na primeira operação, denominada de Cidade Heroica, dois traficantes foram presos e um terceiro comparsa acabou morrendo durante confronto.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Armamento pesado é apreendido com integrantes de roubo a bancos

quinta-feira, maio 13th, 2021

Localizados. Mais dois integrantes de uma quadrilha envolvida com roubos a bancos foram capturados na quarta-feira, dia 12/5, na Cidade de Serra do Ramalho, em continuidade da operação “Aerárium”. Um fuzil e quase 700 munições foram apreendidos com eles.

Denúncias anônimas auxiliaram equipes da 38ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) na localização dos criminosos em uma residência utilizada pela dupla como esconderijo para armazenar armas e drogas.

Durante as buscas, os policiais encontraram, além do fuzil modelo M16 calibre 5.56, 691 munições de diferentes calibres – dentre elas, 375 para fuzil -, uma pistola calibre 6.35, uma espingarda calibre 12, dois carregadores de fuzil e de pistola, uma makita, cinco algemas, quatro balaclavas, nove quilos de drogas (maconha, crack e cocaína), embalagens para armazenar os entorpecentes, seis balanças, um carro e roupas camufladas.

Conforme explicado pelo comandante da 38ª CIPM, capitão Pedro Paulo de Araújo, ao notar a chegada das guarnições, um deles tentou fugir. “Ele foi capturado ainda no entorno da casa. Vamos continuar nossas rondas, atentos às denúncias e com esse trabalho preventivo. Sabemos que trata-se de uma quadrilha, então, vamos continuar focados em localizarmos outros suspeitos”, garantiu o oficial.

Os criminosos e todo material foram apresentados na 24ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin).

Operação

Na segunda-feira , dia 11/5, outros quatro integrantes com atuação em crimes desta mesma modalidade foram localizados na operação “Aerárium”, em diferentes ações, nas Cidades de Serra do Ramalho e Maracás. Todos eles morreram em confrontos com policiais.

As ações realizadas pelas 34ª, 38ª, 77ª, 92ª, 93ª CIPMs, Rondesp Sudoeste e pela Cipe Cerrado, além de equipes das polícias Civil, Federal e Rodoviária Federal também tiveram início após recebimento de ligações anônimas e de um bloqueio montado numa área mata, na Cidade de Maracás.

Fotografia/fonte: SSP-BA

Polícia Federal cumpre mandados na Bahia

quarta-feira, maio 12th, 2021

Não corre ninguém. A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira 12/5, na Cidade de Ilhéus, no Sul da Bahia, a “Operação Restituir”, que visa recuperar autos de processos (ações penais) e documentos oficiais não devolvidos por um advogado intimado judicialmente.

Os agentes da PF cumpriram dois mandados de busca e apreensão, um na casa do acusado e em um cartório de Registro Civil, onde a própria pessoa atua. A ação foi expedida pela Justiça Federal em Ilhéus,

A pena prevista para o crime contra a administração da Justiça pela sonegação de objeto de valor probatório é de detenção, de seis meses a três anos, além de multa.

Fotografia/Fonte: PF

Cão farejador da PM localiza traficantes

domingo, abril 25th, 2021

Na agilidade. Cão farejador da Polícia Militar da Bahia atuou nas capturas de seis criminosos e nas apreensões de R$ 18 mil e 403 porções de drogas, no município mineiro de Nanuque. O flagrante ocorreu durante a Operação Panóptico, trabalho interagências entre os estados da Bahia e de Minas Gerais.

O cão Zorro, da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Mata Atlântica), ajudou a 24ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Nanuque-MG) e a 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil (MG), na ação que reuniu 50 policiais civis e militares.

Além do cumprimento de seis mandados de prisão, também foram apreendidos uma espingarda, 13 celulares, três rádios comunicadores, munições, uma câmera de vídeo, uma tv de 53 polegadas e embalagens utilizadas para comercializar entorpecentes. 

De acordo com comandante da Cipe Mata Atlântica, major Anilton Silva de Almeida, os materiais e os criminosos foram encaminhados para a 4ª Delegacia Regional do estado de Minas Gerais.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Urgente: Operação contra facções, homicídios e roubos

terça-feira, março 16th, 2021

Pra cima deles. A Polícia Civil da Bahia deflagrou, nas primeiras horas desta terça-feira 16/3, a Operação Tupinambá, com objetivo de combater organizações criminosas envolvidas com homicídios, tráfico de drogas, roubos e corrupção de menores. Os alvos são procurados em Cidades da Região Metropolitana de Salvador, do Extremo Sul da Bahia e do Rio de Janeiro. 

A ação integrada é resultado de oito meses de investigação. Participam da operação equipes da Coordenação de Operações Especiais (COE), dos departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), de Polícia Metropolitana (Depom), de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), e de Polícia do Interior (Depin), além da PM.

Fonte/fotografia: SSP-BA

Operação apreende armas, drogas e munições

segunda-feira, fevereiro 8th, 2021

Dez armas, 98 munições, porções de entorpecentes variados, celulares e dinheiro foram apreendidos, em menos de 72 horas, por equipes do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL). Batizada de Asfixia, a operação aconteceu em vários bairros da Cidade de Feira de Santana, no interior da Bahia.

Policiais das 64ª, 65ª e 66ª Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPMs/ Feira de Santana) e as Rondas Especiais (Rondesp Leste) retiraram de circulação três pistolas, duas de calibre 9 milímetros e uma 380, seis revólveres, sendo cinco 38 e um 32, munições e cartuchos para armas de calibres 9, 12, 38, 32 e 380. 

Além do armamento, as equipes também localizaram R$ 9,9 mil em espécie, dois tabletes de maconha, 68 porções da erva prontas para a comercialização, cinco petecas de crack, uma porção de cocaína, balança e 12 celulares. 

De acordo com o comandante da CPRL, coronel Nilton Paixão Silva Santos, a ação foi efetuada em 10 bairros para combater Crimes Violentos Letais e Intencionais e tráfico de drogas. “Nossa intenção é preservar vidas”, garantiu o oficial.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Operação apreende pássaros silvestres na Bahia

sábado, janeiro 16th, 2021

Trinta e nove pássaros silvestres, que estavam sendo criados em cativeiro, foram apreendidos, na sexta-feira 15/1, durante buscas realizadas por policiais da Delegacia Territorial (DT) do município de Riachão do Jacuípe.

Investigações iniciadas naquela DT resultaram na recuperação das aves. Os animais, de diferentes espécies, foram apreendidos com dois homens, que assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), na unidade.

Após ação policial, os pássaros foram entregues para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que deve realizar a triagem e soltura.

Fotografia: Divulgação

Operação: Policial é baleado e suspeito de tráfico morto

quarta-feira, janeiro 13th, 2021

Violência sem freio. Uma operação deflagrada na noite de terça-feira 12/1, na Cidade Feira de Santana, no interior da Bahia, acabou com um policial civil da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE/Draco) baleado e um suspeito de tráfico morto após uma troca de tiros. O policial foi atendido no Hospital Geral Clériston Andrade e passa bem.

Durante a ação foram apreendidos uma pistola calibre 380 com seis cartuchos intactos; nove pinos de cocaína; 13 buchas de maconha; 51 pedras de crack e uma porção de maconha, além de 27 pinos vazios, duas balanças de precisão e diversas embalagens.

Fotografia: Reprodução

Criminosos com armamento pesado invadem casa e fazem refém

domingo, janeiro 10th, 2021

A pressão subiu. Ação conjunta das Polícias Militar e Civil apreendeu duas submetralhadoras, uma pistola e munições no bairro de Sete de Abril, em Salvador. Quatro criminosos acabaram presos em flagrante neste domingo, dia 10/1, após perseguição.

Às 10h, o Centro Integrado de Comunicações (Cicom) recebeu denúncia anônima de homens armados, no bairro de Castelo Branco, na Rua Adriana Farias. Equipes da 47a CIPM, 50a CIPM, Gêmeos, COE e Graer encontraram quatro criminosos e, na tentativa de prisão, houve confronto.

O quarteto conseguiu escapar do cerco e entrou em uma casa, na Rua Agnaldo Santos, no bairro de Sete de Abril. Com apoio do Águia, Cipe Polo Industrial, Gerrc e Bope, a negociação foi iniciada. Cerca de 2h depois, os criminosos se renderam. Não houve refém. 

Com eles foram apreendidos duas submetralhadoras calibre 9mm, uma pistola calibre 380, carregadores e munições. Um dos indivíduos estava ferido e foi socorrido. Os outros três criminosos foram encaminhados para o DHPP.

Fotografias/fonte: SSP-BA

Operação localiza 50 quilos de explosivos com quadrilha

sexta-feira, dezembro 18th, 2020

Denúncias anônimas ajudaram equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Caatinga), com apoio da 25ª CIPM, na localização de 50 kg artefatos explosivos. O flagrante aconteceu nesta quinta-feira (17), no povoado de Santana do Sobrado, em Casa Nova, cidade localizada a 574 quilômetros da capital baiana. Dois integrantes da quadrilha acabaram presos.


As equipes iniciaram o mapeamento do local, após denúncias, e indicativos de possíveis ataques a carro-forte, naquela região. “Os criminosos fugiram pela mata, quando avistaram as guarnições, mas dois foram alcançados.

Localizamos um acampamento, onde estavam a grande quantidade de explosivos, dois carros com reforço de placa de aço, uma sacola com miguelitos (objetos pontiagudos jogados no asfalto para furar os pneus das viaturas), 20 metros de cordel detonante, 147 espoletas e munições calibre 12”, relatou o comandante da Cipe Caatinga, major PM Adriano Souza Dias. 

O oficial acrescentou também que, logo depois, equipes da 25ª CIPM foram acionadas para dar suporte com o material apreendido. O caso foi registrado na Delegacia Territorial (DT) de Casa Nova e o Batalhão de Operações Especiais (Bope) acionado para neutralizar os explosivos.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Operação da PF investiga empresas suspeitas de fraudes na Bahia

quinta-feira, dezembro 17th, 2020

Tá vendo aí? Uma operação da Polícia Federal (PF) nas Cidades de Juazeiro (BA) e Juazeiro do Norte (CE) cumpre sete mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira 17/12. A ação investiga uma organização criminosa suspeita de fraudes a licitações e superfaturamento de contratos para a prestação de serviços de transporte escolar à prefeitura do município baiano.

Segundo a PF, quatro mandados são para a Juazeiro e três para Juazeiro do Norte. A Operação, chamada de “Expresso Sertão” conta com o apoio da Controladoria Geral da União (GCU).

Um dos mandados de busca foi para a casa de uma gerente de uma das empresas investigadas. De acordo com a PF, a dona da residência já foi presa anteriormente por tráfico internacional de drogas. O estabelecimento onde ela trabalha é alvo de outro mandado. Foi a última a prestar serviço para a Prefeitura Municipal de Juazeiro, que é outro lugar onde está sendo cumprida outra missão.

A polícia ainda informa que as empresas, integrantes de um mesmo grupo em Juazeiro do Norte, venceram diversas licitações do município entre 2009 e 2017, enquanto há registos de pagamentos até o ano de 2020. O valor total dos contratos em apuração com a prefeitura de Juazeiro é de R$ 82.578.882,39 e o superfaturamento estimado chega a R$ 12.254.391,79.

Fotografia/Fonte: Polícia Federal

Operação desarticula esquema de fraude fiscal superior a R$ 50 milhões na Bahia

quarta-feira, dezembro 16th, 2020

Uma operação contra esquema de sonegação fiscal com prejuízos superiores a R$ 50 milhões aos cofres públicos foi deflagrada na manhã desta quarta-feira 16/12, para cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão, sendo um em Santo Antônio de Jesus e dez em Salvador. São investigados empresários do setor atacadista de alimentos.

Denominada de “Grande Família”, a operação foi realizada pela força-tarefa formada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e aos Crimes Contra a Ordem Tributária (Gaesf), do Ministério Público estadual; pela Inspetoria Fazendária de Investigação e Pesquisa (Infip), da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) e pela Coordenação Especializada de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (Ceccor/LD), da Polícia Civil. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada de Salvador.

Os empresários estavam sendo monitorado pelos órgãos fazendários desde 2017, que remeteram de lá para cá 15 notícias-crimes ao MP relativas ao grupo empresarial investigado.  

A força-tarefa também requereu ao Judiciário o sequestro de ativos das empresas e de seus sócios, incluindo imóveis, veículos e contas bancárias, para assegurar a restituição dos valores devidos aos cofres públicos, por meio da atuação do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira). Segundo informações do Gaesf, a “investigação levantou indícios da prática de lavagem de capitais, uma vez que foi verificada a constituição de novas empresas, entre elas holdings patrimoniais, em nome de familiares e pessoas próximas aos empresários”.

Participaram da operação seis promotores de Justiça, um policial da Assistência Militar do MP, 11 delegados de polícia, 39 policiais civis, 13 policiais da Companhia Independente da Polícia Fazendária (Cipfaz) e nove servidores da Sefaz. A força-tarefa de combate aos crimes tributários é um dos braços operacionais o Cira, colegiado que reúne o Ministério Público Estadual, a Procuradoria Geral do Estado (PGE), o Tribunal de Justiça do Estado e as secretarias estaduais da Fazenda, da Administração e da Segurança Pública.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Operação investiga empresa com dívida de R$4 milhões na Bahia

terça-feira, dezembro 8th, 2020

A operação “Reforma”, deflagrada na manhã desta terça-feira 8/12, por equipes da Delegacia de Crimes Econômicos Contra a Administração Pública (Dececap), cumpriu quatro mandados de busca e apreensão, em uma empresa investigada por uma dívida tributária de R$ 4 milhões, em Vitória da Conquista.

A ação foi realizada em conjunto com o Ministério Público (MP) e a Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz). A prática de sonegação fiscal e apropriação indébita, estão entre os crimes apurados. Os sócios da empresa já respondem por crimes fiscais praticados anteriormente.

Documentos e computadores foram apreendidos durante a operação e serão analisados pelas equipes especializadas. As investigações prosseguem.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Acabou a baderna: Operação apreende vários equipamentos de som

terça-feira, dezembro 8th, 2020

A Operação Sílere, trabalho integrado entre forças de segurança estaduais (polícias Militar e Civil) e municipais, apreendeu 20 equipamentos de som. Os flagrantes ocorreram nos bairros de Paripe, Periperi e Rio Sena, no Subúrbio Ferroviário.

Os locais foram mapeados, após denúncias de aglomerações e realizações de encontros com som em alto volume. Um estabelecimento comercial foi autuado e 93 pessoas, a maioria sem máscara, foram abordadas.

Além dos três bairros, no Subúrbio Ferroviário, as equipes também visitaram a região de Águas Claras.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Operação contra crime eleitoral apreende mais de R$ 230 mil

sábado, novembro 14th, 2020

A Operação Sandra Rosa Madalena, deflagrada pelas polícias Civil e Militar, além do Ministério Público Eleitoral, na sexta-feira 13/11, apreendeu 236 mil reais com dois ciganos envolvidos com crimes eleitorais, na cidade de Entre Rios, no interior da Bahia. Com a dupla, que possuía mandados de prisão, foram encontrados também cheques, notas promissórias, três pistolas calibres 9mm e 380, carregadores, uma espingarda calibre 12 e munições.

“Investigamos a prática de agiotagem e empréstimo de dinheiro para campanha política”, contou o delegado titular da Delegacia Territorial de Entre Rios, Luiz Enock Passos. A ação contou com o apoio da 56ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Entre Rios) e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Litoral Norte). “Esses dois ciganos atuam no município há mais de 30 anos”, informou o comandante da 56ª CIPM, major Ivan Paulo Nascimento da Silva. 

Além dos mandados, a dupla foi autuada em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. 

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Operação contra pirataria e fraudes em TVs por assinatura

quinta-feira, novembro 5th, 2020

Tá vendo aí ? O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), através da Coordenação de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro/DECECAP, realiza nas primeiras horas desta quinta-feira 5/11, a Operação 404 – Fase II.

Mandados são cumpridos em Salvador e Lauro de Freitas, contra esquemas de fraudes relacionadas a TVs por assinatura e serviços de streamings.

A ação, em conjunto com o Ministério da Justiça, ocorre também em outros nove estados. Na Bahia, além da Dececap, equipes da Coordenação de Operações Especiais (COE) auxiliam nos cumprimentos das ordens judiciais.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Grande operação combate organização criminosa com R$ 75 milhões em dívidas

quarta-feira, outubro 14th, 2020

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) e as secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz) e da Segurança Pública (SSP) deflagraram, na manhã desta quarta-feira 14/10, uma operação que tem como alvo uma organização criminosa que acumulou R$ 75 milhões em dívidas tributárias junto ao fisco baiano. A operação Hidra cumpre oito mandados de prisão e 19 de busca e apreensão em Salvador, Camaçari, Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos, além da cidade de Itajaí (SC). Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Salvador.

De acordo com a força-tarefa responsável pela operação, a organização que atua no comércio atacadista de alimentos e pescados utilizava laranjas, simulações sucessivas nos contratos sociais, compras em nomes de terceiros e empresas “noteiras”, constituídas apenas para emitir notas fiscais frias, entre outras fraudes, para evasão de receita e sonegação fiscal. As investigações começaram após a Sefaz receber denúncias sobre as práticas fraudulentas. Ainda segundo a força-tarefa. em 10 anos, o grupo constituiu mais de 15 empresas, tendo à frente um empresário e seu sobrinho, que atuaram como sócios ocultos nos empreendimentos comerciais, utilizando familiares, empregados e terceiros para expandir os negócios.

Também foi possível constatar que, com o produto da sonegação fiscal, o grupo adquiriu automóveis de luxo, imóveis, lanchas e motos aquáticas. Todos os bens identificados até o momento foram objeto de sequestro já determinado pela Justiça a pedido da força-tarefa e servirão ao ressarcimento aos cofres públicos.

Atuam na força-tarefa o Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica, as Relações de Consumo, a Economia Popular (Gaesf), do Ministério Público do Estado da Bahia, a Inspetoria Fazendária de Investigação e Pesquisa (Infip), da Sefaz, e pela Secretaria da Segurança Pública, o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e a Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap). O trabalho é parte das ações do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), que reúne, além do MP-BA, a Sefaz-BA e a SSP-BA, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) e daProcuradoria Geral do Estado (PGE-Ba).

Fotografia/Fonte: SSP-BA