Posts Tagged ‘operação’

PF deflagra operação contra fraude no auxílio emergencial

quinta-feira, novembro 25th, 2021

Não corre ninguém. A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira 25/11, uma operação para combater fraudes no auxílio emergencial na Bahia. A Operação Parcela Baiana cumpre 11 mandatos em duas cidades do estado, Salvador e Coração de Maria. As investigações identificaram fraudes que causaram o prejuízo de R$90 mil ao programa assistencial, fraudados através do aplicativo da Caixa Econômica Federal.

Dos 11 mandatos, três são de busca e apreensão, quatro de afastamento de sigilo bancário, outras quatro de sequestro de bens. Além disso, foram bloqueados R$200 mil de contas bancárias. Por enquanto, não há determinação de prisão temporária.

Os dados investigados são de curto período, cerca de 14 dias, por isso, a PF suspeita que o valor fraudado seja ainda maior.

Os autores da fraude responderão pelos crimes de furto qualificado mediante fraude e podem pegar de 2 a 8 anos de reclusão.

Fotografia/Fonte: PF

Polícia realiza prisões em operação na Bahia

quinta-feira, novembro 18th, 2021

Pressão, pressão. A Polícia Civil da Bahia cumpriu 29 mandados de prisão nesta quarta-feira 17/11, durante a Operação Voleur, coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC). As ações tiveram como objetivo reprimir crimes contra o patrimônio, em especial a subtração de aparelhos celulares. Além disso, sete pessoas foram presas em flagrante e três adolescentes apreendidos durante as diligências. 

A operação desencadeada em todos os estados visa reprimir crimes de roubo, furto, receptação, com cumprimento de prisões e de buscas e apreensões. Participaram da operação 286 policiais civis em toda a Bahia. As equipes cumpriram também 16 mandados de busca e apreensão. As determinações judiciais citadas foram resultado de investigações de delegacias especializadas e territoriais em diferentes regiões do estado. 

Alguns exemplos de municípios em que houve cumprimento de mandado são Jequié, Vitória da Conquista e Feira de Santana. Neste último, ocorreram ações nos bairros Aviário, Brasília, Cidade Nova, Jardim Cruzeiro, Novo Horizonte e Queimadinha; em Conquista, foram presos dois homens por roubo majorado.

Entre os resultados da operação, estão também três veículos, três armas de fogo e 29 celulares apreendidos. Os Departamentos de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), de Polícia do de Polícia Metropolitana (Depom), de Polícia do Interior (Depin) integraram as ações, supervisionadas pela Assessoria Executiva de Operação de Polícia Judiciária (Aexpj).

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Operação combate grupo de empresários acusado de sonegar de R$15 milhões

sexta-feira, novembro 12th, 2021

Não corre ninguém. Deflagrada na manhã desta sexta-feira  12/11, a “Operação Impressão Digital”, que investiga um grupo empresarial do setor de materiais e equipamentos de Impressão, envelopamento e comunicação visual, que teria sonegado mais de R$ 15 milhões em impostos. Equipes da Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap), através da Coordenação Especializada de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (Ceccor/LD), do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), cumprem mandados de busca e apreensão  em endereços de Salvador e de Lauro de Freitas.  

A força-tarefa também composta pelo Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal (Gaesf), do Ministério Público do Estado da Bahia; Inspetoria Fazendária de Investigação e Pesquisa (INFIP) e  da Secretaria estadual da Fazenda (Sefaz), ocorre também nas cidades de Barueri, em São Paulo, Eusébio e Fortaleza, no Ceará e Recife, em Pernambuco.  

“Durante as investigações  identificamos fraudes no quadro societário das empresas criadas em nome de terceiros. Essas empresas eram posteriormente abandonadas e imediatamente sucedidas por outras, no mesmo segmento de mercado, deixando valores expressivos de débitos tributários e promovendo a blindagem patrimonial dos verdadeiros gestores”, disse a titular da Dececap, delegada Márcia Pereira.  

Fotografia/Fonte: Polícia Civil

Polícia realiza operação para coibir comercialização irregular de imóveis

quinta-feira, novembro 11th, 2021

A pressão subiu. Uma operação interagências deflagrada, na quarta-feira 10/11, pela Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon), com o Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), apura denúncias de irregularidades em negócios imobiliários, em Salvador.

As equipes estiveram em diversos canteiros de obras e sedes das empresas nos bairros do Costa Azul, Stiep, Comércio, nas Avenidas ACM e Luís Viana Filho, além do município de Lauro de Freitas.


Sete incorporadoras foram apontadas pela Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi-BA) como responsáveis pela negociação irregular de imóveis, em diversos empreendimentos na capital baiana. Nas empresas, foram fiscalizadas a regularidade da obra, por meio de alvarás e licença, a possibilidade de propaganda enganosa e outros crimes contra a economia popular, que se traduz na venda de imóveis sem os documentos necessários e obrigatórios.


Durante as ações, as equipes da Decon arrecadaram documentos e materiais de publicidade que serão analisados. Representantes das incorporadoras foram notificados a comparecerem na unidade especializada para prestarem esclarecimentos.

Fotografia/Fonte: PC

Polícia realiza operação em busca de gerente que sonegou R$ 15 milhões

quarta-feira, outubro 27th, 2021

Com o objetivo de combater crimes fiscais, mais uma fase da Operação Invólucro foi deflagrada pelo Ministério Público e Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira 27/10, em Salvador e Região Metropolitana. Conforme as investigações, um grupo criminoso que atua no segmento de embalagens plásticas sonegaram mais de R$ 15 milhões. Um mandado de prisão, contra o gerente da empresa, e outros 17 de busca e apreensão estão sendo cumpridos na capital e RMS. 

Segundo a Polícia Civil, o crime consistia na inclusão de pessoas sem condições econômicas e financeiras no quadro de sócio dos diversos estabelecimentos criados. Em seguida, estas organizações eram abandonadas e imediatamente continuadas por outros estabelecimentos, no mesmo segmento de mercado, deixando para trás débitos tributários e ao mesmo tempo blindando o verdadeiro gestor do grupo.

A unidade especializada do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) integra a Força-Tarefa composta pela Promotoria Regional de Combate à Sonegação Fiscal, Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal (GAESF), do Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA), Inspetoria Fazendária de Investigação e Pesquisa (INFIP), da Secretaria da Fazenda.

Fotografia: Divulgação

Polícia prende mais de 30 envolvidos com homicídios em operação

segunda-feira, outubro 18th, 2021

A segunda fase da Operação Unum Corpus, deflagrada pelo Departamento de Polícia do Interior (Depin), mais uma vez reuniu policiais das mais de 400 unidades, das 26 Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) da Polícia Civil e retirou das ruas suspeitos de diversos crimes. Entre os presos, 33 são envolvidos com homicídios, marcando 50% das 65 prisões realizadas. 

A diretora do Depin, delegada Rogéria Araújo, destacou a importância das prisões de envolvidos com homicídios. “A prisão de suspeitos destes crimes, além de retirá-los do convívio social, proporciona a possível elucidação de crimes violentos letais intencionais. Isso é um dos resultados mais relevantes dentro da Operação Unum Corpus”, destacou. Durante as ações também foram apreendidas 11 armas de fogo e mais de sete quilos de entorpecentes, entre cocaína, maconha e crack, além de balanças de precisão e outros materiais utilizados no tráfico de drogas.

Mais de 30 mandados de busca e apreensão foram cumpridos e entre as 65 prisões, 18 foram em flagrante. A diretora do Depin declarou que a afinação entre as equipes foi um dos grandes motivadores para o sucesso da operação. “Aqui na Polícia Civil, acreditamos que somos um só corpo. Por isso, estamos cada vez mais coordenados no sentido de trocar informações importantes entre as Coorpins e as Delegacias Territoriais, o que sempre aumenta o número de mandados cumpridos e, consequentemente, de criminosos retirados das ruas”, afirmou. 

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Polícia deflagra operação contra organizações criminosas na Bahia

sexta-feira, outubro 1st, 2021

A polícia civil deflagrou nesta sexta-feira 1/10 mais uma fase da Operação Cangalha, realizada na Bahia pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), com apoio da Coordenação de Operações Especiais (COE). A operação visa combater organizações criminosas que atuam em Salvador. 

Durante as ações, um criminoso que responde por homicídio e tráfico de drogas teve o mandado de prisão preventiva cumprido, na comunidade do Milho, no bairro do IAPI. Ele também é suspeito de roubos a bancos e veículos no interior e na capital.O criminoso, que usava tornozeleira eletrônica, violou as regras de uso do equipamento ao usá-lo descarregado. As ações seguem acontecendo em outros três bairros da capital.

A Operação Cangalha, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJ), foi iniciada em setembro, realizada por Polícias Civis de diversos estados do Nordeste, e tem o objetivo de combater organizações criminosas que atuam nos ataques a instituições financeiras, homicídios, narcotráfico, sequestro e corrupção. 

Fotografia/Fonte: Polícia Civil
 

Polícia cumpre mandados contra ex-funcionários do Detran

quinta-feira, setembro 30th, 2021

O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), por meio da Delegacia  dos Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública  (Dececap) deflagrou, na manhã desta quinta-feira 30/9, a ‘Operação Santaluz’, que investiga ex-servidores do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) envolvidos em falsificação  de sentenças nos períodos de 2018 e 2019. 

“O grupo atuava com falsificação de documentos públicos, inserção de documentos falsos em sistema de informação e estelionato. Cada sentença falsificada dava o direito de sacar em média R$ 20 mil”, disse a titular da Dececap, delegada Márcia  Pereira.


A Santaluz  faz parte da Operação Cangalha, que consiste em uma série de ações de enfrentamento a organizações criminosas em todo o Nordeste do Brasil, por meio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça (SEOPI/MJ).

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Restante do bando que escapou de operação é cercado em imóvel

sábado, setembro 25th, 2021

Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) iniciaram novo processo de negociação, no bairro de Cidade Nova, na noite deste sábado 25/9. Criminosos são comparsas de dupla que invadiu outra casa, na mesma região denominada de Forno.

Imóvel está cercado, com apoio de equipes da 37a e 2a CIPMs, além da Rondesp BTS. Familiares e advogados dos criminosos e imprensa acompanham o caso.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Urgente: Polícia deflagra Operação contra organizações criminosas na Bahia

quarta-feira, setembro 15th, 2021

O Departamento  de Repressão e Combate a Crime Organizado  (Draco) deflagrou, na manhã desta quarta-feira 15/9, a ‘Operação  Cangalha’, que consiste em uma série de ações de enfrentamento a organizações criminosas. Essa ação realizada pela Coordenação de Repressão a Extorsão  Mediante Sequestro visa cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra quadrilhas envolvidas nesta prática em Salvador e na Região Metropolitana.

“É uma operação com apoio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça (SEOP/MJ). Trata-se de uma série de ações em todo o Nordeste, visando o combate ao crime  organizado com participação de todos os Dracos”, explicou  o diretor do Draco da Bahia, delegado José Alves Bezerra Júnior.

Participam também da operação equipes da Coordenação de Operações Especiais  (COE).

Fotografia/Fonte: Polícia Civil

Operação cumpre mais de 140 mandados em toda a Bahia

sexta-feira, setembro 3rd, 2021

Pra cima deles. “Um só corpo”: com esse lema, foi deflagrada a primeira fase da Operação Unum Corpus, que reuniu as 26 Coordenadorias Regional de Polícia do Interior (Coorpins) em uma ação integrada realizada na quinta-feira 2/9. Foram cumpridos 41 mandados de prisão e 104 de busca e apreensão.

Somando os mandados de prisão às capturas em flagrante, a operação totalizou 51 pessoas presas em apenas um dia. A iniciativa, que será contínua, demonstra a intenção da Polícia Civil da Bahia de integrar conhecimentos entre as coordenadorias do interior e os departamentos da capital, a fim de intensificar o cumprimento de mandados.

Entre as ações de destaque, está a prisão do chefe do tráfico em um bairro de Paulo Afonso e do suspeito de ter praticado homicídios na disputa pelo comércio de entorpecentes, no mesmo município. Em Trancoso, dois homens envolvidos em uma tentativa de homicídio e em um sequestro foram capturados em flagrante.

Além disso, no estado, foram apreendidos 3,2 kg de drogas, entre maconha, cocaína e crack, e seis armas. Participaram da operação 530 policiais das 26 Coorpins. A diretora do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Rogéria Araújo, analisou a primeira fase da Unum Corpus e destacou que é só o começo.

“Desde que cheguei ao Depin, nós e a Delegada-Geral, Heloísa Campos de Brito, temos nos reunido em busca de melhorar a integração das ações das Coorpins e intensificar o compartilhamento de informações, para facilitar a identificação e localização dos foragidos. A Unum Corpus é a realização desse planejamento, o que certamente fortalecerá muito o nosso  combate contra a criminalidade”, declarou.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Polícia cumpre mandados de prisão e busca e apreensão na Bahia

quinta-feira, setembro 2nd, 2021

Não corre ninguém. A Polícia Civil da Bahia, por meio do Departamento de Polícia do Interior (Depin), deflagra na manhã desta quinta-feira 2/9, a Operação Unum Corpus, “Um só corpo”, nas regiões cobertas pelas 26ª Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins). O objetivo é o combate aos crimes contra a vida e o patrimônio.


Mais de 450 policiais das 26ª Coorpins, em diversas cidades do interior do estado, cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão contra envolvidos com crimes, desde os praticados contra o patrimônio, até o tráfico de drogas, homicídios, feminicídios e os que têm como vítimas crianças e adolescentes. 


De acordo com a diretora do Depin, delegada Rogéria Araújo, a ação será contínua. “A Unum Corpus é uma operação simultânea em todas as cidades cobertas pelas nossas Coorpins. Seguiremos com essa estratégia: para além de prisões, coletarmos elementos que possam subsidiar o aprofundamento de investigações das diversas modalidades de crimes e consequentemente as prisões dos autores”, detalhou. 

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Polícia apreende arsenal do tráfico em operação

quarta-feira, julho 21st, 2021

Vixe. Policiais do Núcleo de Inteligência do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) apreenderam, nesta quarta-feira 21/7, um arsenal que era usado por traficantes de drogas. A ação ocorreu no bairro da Engomadeira, durante diligência para comprovação de informações do Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA).

Foram apreendidos dois fuzis, três submetralhadoras, três pistolas, três escopetas, 368 munições e cinco carregadores de diversos calibres, além de um colete balístico. A grande quantidade de armas diferentes evidencia que se tratava de um grupo com bastante poderio bélico.

Assim que os policiais chegaram ao local – a Rua 3 de Maio -, homens armados fugiram. Em um terreno baldio, as equipes do Depom localizaram tubos de PVC sujos de terra, que seriam enterrados com as armas. Ao perceberem que os investigadores haviam encontrado o esconderijo, os criminosos atiraram contra a Polícia, que revidou e contou com o reforço de unidades que estavam próximas ao local.

A diretora do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), delegada Christhiane Inocência Xavier, destacou a importância da apreensão para a segurança da população. “Trata-se de um trabalho extremamente importante, considerando o enfraquecimento de organizações criminosas, tanto do ponto de vista bélico quanto do financeiro, por conta do valor que essas armas têm no mercado. Por fim, nós fizemos o trabalho mais importante, que é garantir a segurança do cidadão”, comentou.

A diretora do Depom ainda reforçou a importância da participação da população. “Reforçamos nosso pedido aos cidadãos: que continuem a utilizar o Disque Denúncia e denunciem através do 181, sem precisar se identificar, para colaborar com a nossa atividade de combate ao crime”, orientou.

Fotografia/Fonte: PC

Polícia cumpre mandados contra grupo que executou tio e sobrinho

quarta-feira, junho 30th, 2021

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) deflagrou, na manhã desta quarta-feira 30/6, a segunda fase da Operação Retomada, que busca elucidar as mortes de Bruno Barros e Yan Barros, após furto de carnes, no supermercado Atakarejo, em Salvador. 

Mandados de prisão e de busca e apreensão são cumpridos por equipes das polícias Civil (DHPP, Depom, Draco, DCCP e AEXPJ) e Militar (COPPM, Rondesp Atlântico, Batalhão de Choque, 40ª CIPM e 35ª CIPM), em Salvador.


“A investigação continua e buscamos hoje outras pessoas que participaram de formas direta e indireta das mortes de tio e sobrinho. Nosso objetivo é prender e apresentar à Justiça todos os envolvidos”, declarou a diretora do DHPP, delegada Andréa Ribeiro.

Oito prisões

Na 1ª fase da Operação Retomada, promovida pelo DHPP, no dia 10 de maio, oito pessoas, entre seguranças e traficantes, acabaram presas.
Além das capturas, celulares dos envolvidos foram apreendidos e continuam sendo analisados pelos investigadores do DHPP, com suporte do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Polícia faz operação contra grupo que sonegou quase R$40 milhões na Bahia

segunda-feira, junho 21st, 2021

Não corre ninguém. Um grupo empresarial, que atua no ramo de distribuição de medicamentos, suspeito de sonegar R$ 39 milhões em impostos é alvo da operação Panaceia, deflagrada nesta segunda-feira 21/6. Equipes da Secretaria da Segurança Pública (Polícia Civil e Departamento de Polícia Técnica), da Secretaria da Fazenda, do Ministério Público estadual e da Receita Federal cumprem mandados de busca e apreensão, em Salvador e Feira de Santana. 

Além dos mandados, a Justiça determinou também o bloqueio dos bens do grupo, para garantir a recuperação dos valores sonegados. Segundo as apurações, o grupo criava empresas em nome de “laranjas” ou “testas-de-ferro” e utilizava empresas sem existência operacional, com o intuito de sonegar impostos. Também foram identificados prejuízos ao Fisco Federal. 

De acordo com as investigações, há ainda fortes indícios da prática do crime de lavagem de dinheiro, com significativo incremento econômico da composição societária das diversas empresas do grupo, por meio da criação de empreendimentos comerciais voltados à participação em outras sociedades e em investimentos patrimoniais imobiliários. 

A operação Panaceia é uma iniciativa da Força-Tarefa de Combate à Sonegação Fiscal, composta pela Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap) através da Coordenação Especializada de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (Ceccor) da Polícia Civil, Inspetoria Fazendária de Investigação e Pesquisa (Infip) da Sefaz e do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal do MP (Gaesf).

Fotografia/Fonte: Polícia Civil

Bandido que explodia agências morre no confronto; armas e drogas foram apreendidas

terça-feira, junho 15th, 2021

Pra cima deles. Mandados de prisão e de busca e apreensão estão sendo cumpridos nesta terça-feira 15/6, em Salvador, Simões Filho e em Arembepe, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). 

Armas, drogas, luvas e roupas camufladas foram apreendidas em uma casa, no bairro de Campinas de Pirajá, utilizada por um dos principais integrantes do grupo criminoso, responsável por ataques contra instituições financeiras.
O homem responsável pelo manuseio e preparo de artefatos explosivos reagiu a prisão e entrou em confronto com os policiais. 

Ferido na troca de tiros, ele  foi socorrido para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu. 

“Ele era o nosso principal alvo de hoje. Era o explosivista integrante da quadrilha responsável por ataques em Salvador e Região Metropolitana, além de algumas cidades do interior”, detalhou o delegado José Bezerra, diretor do Draco. 

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Operação fiscaliza a venda de fogos de artifício na Bahia

sexta-feira, junho 11th, 2021

Com o objetivo de fiscalizar a venda de fogos de artifício em Salvador e no interior do estado, a Operação Em Chamas realizada anualmente pela Coordenação de Fiscalização de Produtos Controlados (CFPC), intensificou suas ações no mês de junho.  

Deflagrada em conjunto com a Delegacia do Consumidor (Decon) e órgãos de fiscalização como a Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon) e a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), “Em Chamas” também conta com equipes das Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpin). 

Desde o inicio das ações, em maio, já foram realizadas fiscalizações em Feira de Santana, Serrinha, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Sapeaçu e Senhor do Bonfim, além de Salvador e Região Metropolitana (RMS). O coordenador da CFPC, delegado Cleandro Pimenta, ressalta que a operação visa garantir a segurança de consumidores e comerciantes. 

“A ideia é promover a sensibilização sobre o risco de comercializar materiais em desacordo com a legislação e sem especificações técnicas”, salientou o delegado. Treze barracas de venda de fogos já foram notificadas durante a Operação. “Esses estabelecimentos apresentaram alvarás fora do prazo de vencimento”, comentou Pimenta. 

Os proprietários das barracas notificadas devem comparecer aos órgãos competentes para regularizar a situação. O coordenador acrescentou que nenhum material irregular foi apreendido até o momento. “Isso é fruto do trabalho contínuo de conscientização, que garante a segurança daqueles que querem adquirir os fogos”. As ações devem continuar ao longo do mês.  

Fotografia/Fonte: Ascom/ Polícia Civil

PF cumpre mandados de operação contra assaltos a bancos na Bahia

terça-feira, junho 8th, 2021

Não corre ninguém. A Polícia Federal (PF) em Sergipe deflagrou a Operação “Machine Buster”, na manhã desta terça-feira 8/6, com o objetivo de  desarticular uma associação criminosa suspeita de assaltos a bancos. São oito mandados de prisão temporária e 11 mandados de busca e apreensão na Cidade de Carira, em Sergipe, em Salvador e Jacobina, na Bahia.

A PF afirmou que a investigação teve início após uma tentativa de assalto “fortemente armada e munida de explosivos”, ocorrida na madrugada do dia 7 de setembro de 2020 nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, situadas em Carira. As duas agências foram danificadas por conta da grande quantidade de explosivos usados na ação criminosa e vários disparos de arma de fogo foram feitos em direção aos prédios da Polícia Militar e da Polícia Civil sergipana.

Os mandados que estão sendo cumpridos foram expedidos pelo Juízo da 6ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Itabaiana/SE. A competência da Polícia Federal se restringe à apuração de crimes contra a Caixa Econômica Federal, por se tratar de empresa pública federal. Os envolvidos podem responder pela prática de crimes de dano, tentativa de furto qualificado e associação criminosa, tipificados respectivamente nos arts. 163, 155, § 4º-A, c/c arts. 14, II e 288, do Código Penal Brasileiro.

A operação é resultado de trabalho conjunto entre as polícias Federal, Civil e Militar. O Centro de Operações Policiais Especiais (COPE) da Polícia Civil do Estado de Sergipe participou de toda a investigação, assim como a Polícia Militar do Estado de Sergipe, através do 3º Batalhão em Itabaiana e da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (CIOPAC), prestou auxílio à Polícia Federal com informações de inteligência. A operação contou, ainda, com apoio tático da Coordenação de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil da Bahia.

Fotografia: Divulgação

Polícia faz operação em combate a grupo que ameaçou prefeita de Cachoeira

quarta-feira, junho 2nd, 2021

A Polícia Civil realiza, na manhã desta quarta-feira 2/6, a operação Motriz para combater um grupo criminoso que ameaçou a prefeita da Cidade de Cachoeira, no interior da Bahia, Eliana Gonzaga de Jesus. Esta é a segunda ação deflagrada pela Secretaria da Segurança Pública com o objetivo de localizar os autores.

A operação, liderada pela 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Santo Antônio de Jesus), cumpre mandados de busca e apreensão, em imóveis na cidade de Cachoeira, na região do Recôncavo Baiano.

“Estamos com as equipes empenhadas na investigação das ameaças contra a prefeita. Nossa linha de apuração, inicialmente, aponta para a participação de traficantes”, declarou o titular da 4ª Coorpin, delegado Joaquim Souza.
Na primeira operação, denominada de Cidade Heroica, dois traficantes foram presos e um terceiro comparsa acabou morrendo durante confronto.

Fotografia/Fonte: SSP-BA

Armamento pesado é apreendido com integrantes de roubo a bancos

quinta-feira, maio 13th, 2021

Localizados. Mais dois integrantes de uma quadrilha envolvida com roubos a bancos foram capturados na quarta-feira, dia 12/5, na Cidade de Serra do Ramalho, em continuidade da operação “Aerárium”. Um fuzil e quase 700 munições foram apreendidos com eles.

Denúncias anônimas auxiliaram equipes da 38ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) na localização dos criminosos em uma residência utilizada pela dupla como esconderijo para armazenar armas e drogas.

Durante as buscas, os policiais encontraram, além do fuzil modelo M16 calibre 5.56, 691 munições de diferentes calibres – dentre elas, 375 para fuzil -, uma pistola calibre 6.35, uma espingarda calibre 12, dois carregadores de fuzil e de pistola, uma makita, cinco algemas, quatro balaclavas, nove quilos de drogas (maconha, crack e cocaína), embalagens para armazenar os entorpecentes, seis balanças, um carro e roupas camufladas.

Conforme explicado pelo comandante da 38ª CIPM, capitão Pedro Paulo de Araújo, ao notar a chegada das guarnições, um deles tentou fugir. “Ele foi capturado ainda no entorno da casa. Vamos continuar nossas rondas, atentos às denúncias e com esse trabalho preventivo. Sabemos que trata-se de uma quadrilha, então, vamos continuar focados em localizarmos outros suspeitos”, garantiu o oficial.

Os criminosos e todo material foram apresentados na 24ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin).

Operação

Na segunda-feira , dia 11/5, outros quatro integrantes com atuação em crimes desta mesma modalidade foram localizados na operação “Aerárium”, em diferentes ações, nas Cidades de Serra do Ramalho e Maracás. Todos eles morreram em confrontos com policiais.

As ações realizadas pelas 34ª, 38ª, 77ª, 92ª, 93ª CIPMs, Rondesp Sudoeste e pela Cipe Cerrado, além de equipes das polícias Civil, Federal e Rodoviária Federal também tiveram início após recebimento de ligações anônimas e de um bloqueio montado numa área mata, na Cidade de Maracás.

Fotografia/fonte: SSP-BA