Posts Tagged ‘servidores’

Rui Costa sanciona lei que reestrutura salários de 18 mil servidores

quarta-feira, setembro 25th, 2019

Mudança. Foi publicada nesta quarta-feira, dia 25/9, no Diário Oficial do Estado (DOE), a lei que altera a tabela de vencimentos dos auxiliares e técnicos-administrativos de diversos órgãos estaduais com vencimentos básicos abaixo do salário mínimo atual (R$ 998).

Cerca de 18 mil servidores, entre ativos e aposentados, serão beneficiados. A medida representa uma despesa de R$ 50,4 milhões para os cofres públicos em 2019 e R$ 110,3 milhões em 2020.

Sancionada pelo governador Rui Costa, a lei significa um ganho salarial médio de 20,99% e 19,35% para auxiliares e técnicos-administrativos, respectivamente, que cumprem uma jornada de 40 horas semanais.

Foto: Divulgação/GOVBA

Servidores quebram porta de vidro da Alba em protesto contra reforma administrativa

terça-feira, dezembro 11th, 2018

A pressão subiu. Os servidores estaduais quebraram a porta de vidro da entrada da Assembleia Legislativa do Estado (Alba) e invadiram o plenário, na tarde desta terça-feira 11/12, em protesto contra a reforma administrativa proposta pelo governador da Bahia, Rui Costa. O clima ficou tenso no local, que fica no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Os manifestantes tinham como objetivo, fazer com que a pauta fosse retirada da sessão, que foi suspensa após a entrada deles no plenário. Sem um acordo com oposição e servidores, o presidente da Alba, Ângelo Coronel (PSD), chegou a anunciar que faria a votação em outro local da casa, já que o plenário estava ocupado pelos manifestantes.

Porém, por volta das 17h10, ele anunciou que a sessão estava encerrada e que as pautas, inclusive a votação da reforma administrativa, serão retomadas na quarta-feira 12/12.

 Foto: Sindipoc/ Divulgação

Para Aladilce, “ACM Neto não foi um bom prefeito para os servidores”

sexta-feira, julho 1st, 2016

aladilce

A pressão subiu. Na noite de quinta – feira, dia 30/6, a vereadora Aladilce Souza (PCdoB)refeito disse “ACM Neto não foi um bom prefeito para os servidores”. A declaração foi feita pela vereadora Aladilce Souza (PCdoB), em um debate com o vereador Claudio Tinoco (DEM), na rádio Itapoan FM, no Programa Se Liga Bocão. Conforme a parlamentar municipal, o prefeito poderia ter oferecido o reajuste aos servidores municipais, mas optou pela negativa.

“Ele podia dar reajuste esse ano e não deu. Os servidores foram à greve e os professores tiveram os salários cortados,” disse.

Dez mil servidores receberão Prêmio por Desempenho Policial em maio

sexta-feira, abril 8th, 2016

Dez mil servidores receberão Prêmio por Desempenho Policial em maio

O Prêmio por Desempenho Policial (PDP), que tem como objetivo valorizar os integrantes das forças de segurança do estado, vai ser pago pelo Governo do Estado a 9.884 servidores baianos. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o investimento na premiação referente à atuação dos servidores no ano de 2015 será de R$ 15 milhões.

Os servidores que receberão a gratificação integram 21 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp) que, no ano passado, bateram a meta (-6%) ou submeta (-3% até -5,9%) de redução no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em relação ao ano de 2014. Esses servidores terão direito a 50% do PDP, mas poderão receber 75% do valor do prêmio se a AISP que integram fizer parte de uma Região Integrada de Segurança Pública (Risp) que também tenha superado a meta de redução de mortes em 2015. Segundo a SSP, quatro Risps bateram as metas: Atlântico e Central (ambas em Salvador), RMS e Sul.

“Implantamos na polícia baiana uma metodologia que dá certo em grandes empresas do setor privado. É uma profissão estressante, com altos riscos e que exige uma dedicação 24 horas. O PDP busca motivar e valorizar esse importante serviço público”, declara o secretário Maurício Barbosa.

Ranking de redução de CVLI

Os CVLIs – que englobam, além das ocorrências de homicídio, também latrocínio e lesão corporal seguida de morte – tiveram diminuição de 1,1% na Bahia no ano passado, em comparação com 2014. As regiões que alcançaram diminuição, com superação da meta ou submeta, foram as seguintes AISPs: Pituba (-57,1%), Santa Maria da Vitória (-28,9%), Lauro de Freitas (-25,5%), Brumado (-24,3%), Rio Real (-23,8%), Ilhéus (-22,3%), Eunápolis (-21,5%), Itapuã (-21%), Tancredo Neves (-20,7%), Feira de Santana (-20%), Pojuca (-17,3%), Dias D’Ávila (-16%), Itabuna (-13,6%), Liberdade (-13,1%), Camaçari (-12,2%), Guanambi (-8,3%), Brotas (-6,8%), Cruz das Almas (-6,8%), Nordeste de Amaralina (-6,7%), Simões Filho (-4,9%) e Vitória da Conquista (-4,1%).

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Após paralisação, servidores da Transalvador voltam ao trabalho

terça-feira, novembro 25th, 2014

IMG_1416912738

Os cerca de 150 trabalhadores terceirizados da Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) que paralisaram as atividades na segunda-feira, dia 24, voltam ao trabalho normalmente nesta terça-feira, dia 25. Segundo o órgão, os trabalhadores conversaram no final da tarde e resolveram suspender a paralisação no mesmo dia.

A categoria alegou falta de diálogo e interesse da Superintendência em resolver demandas dos servidores que estão em desvio de função há cerca de 20 anos, desempenhando atividades de fiscalização na capital baiana. Cerca de 130 servidores também alegam estar sofrendo assédio moral dentro do órgão por denunciarem essas condições de trabalho.

Foto: Divulgação

Trabalhadores da Transalvador realizam paralisação na próxima segunda (24)

quinta-feira, novembro 20th, 2014

foto_Jeremias_Silva

Os trabalhadores da Superintendência de Trânsito e Transportes de Salvador (Transalvador) irão fazer uma paralisação de advertência na próxima segunda-feira, dia 24. A decisão foi tomada em assembleia, realizada nesta quarta-feira, dia 19, na sede do órgão, no Vale dos Barris. A categoria alega falta de diálogo e interesse da Superintendência em resolver demandas dos servidores que estão em desvio de função há cerca de 20 anos, desempenhando atividades de fiscalização na capital baiana.
Além da questão do desvio de função, outras reclamações são acrescentadas pelos trabalhadores, como a negativa na distribuição de fardamento; falta de pagamento do ticket-alimentação das operações especiais nos dois últimos anos; diferenciação salarial entre profissionais de função semelhante e a não inclusão no Plano de Cargos e Vencimentos (PCV) aprovado em julho deste ano. Cerca de 130 servidores também alegam estar sofrendo assédio moral dentro do órgão por denunciarem essas condições ultrajantes de trabalho.

A diretoria do Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps) garante que tomará medidas para salvaguardar os direitos dos trabalhadores. De acordo com o diretor Helivaldo Alcântara, a categoria tentou o diálogo para solucionar os problemas apresentados. “Durante seis meses, nossa ação foi no sentido de buscar o entendimento com esta Superintendência. A cada reunião marcada, o gestor buscou um motivo para adiar. Esperamos até mesmo que suas férias terminassem. Não tivemos nenhuma sinalização de que ao menos seríamos recebidos”, declarou Alcântara.

“Não há possibilidades de recuo em nossa mobilização, mesmo que esse assédio moral continue nos manteremos firmes. Queremos dialogar para que a nossa jornada de trabalho seja saudável. Não podemos mais adoecer por conta de uma _apartheid_ promovido pela gestão da Transalvador. Essa segregação profissional prejudica o trabalhador e a cidade. Isso tem que acabar”, concluiu o sindicalista.

 
Foto: Reprodução

Servidores de Jequié arremessam ovos em vereadores durante sessão

quinta-feira, outubro 9th, 2014

sessão3

Êta parafernália. A sessão extraordinária da Câmara Municipal da cidade de Jequié, na noite desta quarta-feira, dia 8, foi marcada por muita confusão e bate-boca entre vereadores e servidores públicos municipais, que retornavam ao prédio-sede do Poder Legislativo jequieense para acompanhar a discussão sobre o Projeto de Suplementação do orçamento do município, enviado a Casa pela prefeita Tânia Britto (PP), de mais de 22% no Orçamento Municipal.

Na terça-feira, dia 7, o Projeto teria sido apresentado em plenário, na presença dos servidores, que estão com os salários em atraso, a proposta foi encaminhada pelo presidente José Simões (PP) para as Comissões de Justiça e Finanças para emitirem seus pareceres.

Com a presença de dezenas de funcionários terceirizados e prestadores de serviços, não se chegou a um acordo nas propostas apresentadas por vereadores das bancadas da maioria e minoria. Revoltados com o impasse, servidores que acompanhavam a sessão arremessaram ovos em direção aos vereadores. Com a presença dos policiais, os manifestantes passaram a entoar, “ão,ão,ão polícia é pra ladrão”. Gradativamente vereadores e funcionários foram deixando o local.

Foto/Fonte: Jequié Repórter

Servidores do Judiciário Federal cruzam os braços por 24h na Bahia, diz sindicato

quarta-feira, outubro 8th, 2014

paralisacao_1398217

De braços cruzados. Os servidores do Poder Judiciário Federal na Bahia pararam as atividades nesta quarta-feira, dia 8, segundo informações do sindicato da categoria. A paralisação começou às 8h e vai até quinta-feira, dia 9.

A partir das 11h, os servidores vão se reunir na sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), no bairro do Comércio, em Salvador, para discutir os rumos do movimento. Segundo o sindicato, uma manifestação pelas ruas do bairro será realizada a partir das 12h30.

Segundo o sindicato, os servidores pedem a votação do Projeto de Lei 7920/2014, que contempla o reajuste salarial da categoria, parcelado em seis vezes. Ainda segundo o sindicato, até o momento não há previsão de inclusão do orçamento do projeto na Lei Orçamentária Anual (LOA), que será votada até dezembro.

De acordo com o sindicato, ainda não há um levantamento de quantos servidores estão parados, mas estima-se que cerca de 50 a 70% aderiram ao movimento, pois o mínimo de 30% dos trabalhadores para serviços essenciais está mantido. De acordo com a categoria, no TRT e Justiça Federal, por exemplo, algumas audiências foram canceladas e alguns mandados não foram entregues. Ainda de acordo com o sindicato, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o atendimento ao público funciona parcialmente.

Foto: Reprodução/Ilustrativa

Prefeitura de Jaguaquara não cumpre acordo e servidores fazem protesto pelas ruas da cidade

quinta-feira, agosto 21st, 2014

20140821-063125.jpg

Povo jogado. Servidores efetivos ligados à Saúde, Limpeza Pública e Guarda Municipal da Cidade de Jaguaquara paralisaram as atividades nesta quarta-feira, dia 20. Os servidores saíram às ruas em forma de protesto contra a gestão pública municipal, cobrando do prefeito um posicionamento sobre as reivindicações que vem sendo feitas pela categoria. A manifestação, que ganhou as ruas centrais da cidade, com funcionários portando faixas, cartazes e utilizando um carro de som para expor suas cobranças foi liderada pelo SINDSERJ – Sindicato dos Servidores Públicos de Jaguaquara e tornou-se o centro das atenções.
A presidente do Sindicato, Nilzete Dantas, fez uso de um microfone ao lado dos manifestantes dizendo-se decepcionada com o não cumprimento por parte do Executivo Municipal, do acordo estabelecido em reunião entre secretários municipais, representantes da assessoria jurídica e do setor contábil do município, com o SINDSERJ, de pagamento gradual da insalubridade dos servidores, com prioridade para os garis, a partir deste mês e, após três meses para o pessoal da Saúde. Foi proposto, também na ocasião, segundo Nilzete, o encaminhamento do Plano de Cargos e Salários para a Câmara ainda neste ano, abrindo mão do retroativo.
Nilzete explicou que já venceu o prazo para que os servidores recebessem a primeira parcela do pagamento da insalubridade, conforme definido na Ata da reunião, mas a PMJ nem se quer informou o real motivo do não pagamento. ‘’Gastam dinheiro com carreata, com campanha política, mas não cumprem acordo com o servidor, que está cobrando apenas os seus direitos. Disseram que os servidores do hospital não estavam participando da manifestação e isso é uma mentira. Participaram servidores do hospital, da secretaria de saúde, da limpeza, da guarda. Nos postos de saúde, faltam medicamentos. Os trabalhadores foram às ruas cobrar os seus direitos, mas infelizmente à prefeitura não dar uma resposta, sobre a insalubridade a que os funcionários têm direito, é uma vergonha’’, bradou a líder sindical. Nilzete revelou que diante da falta de atenção do poder público, outras manifestações estão por vir.

Foto com informações: Marcos Frahm

Servidores do IBGE continuam em greve

quinta-feira, maio 29th, 2014

ibge

A paralisação dos funcionários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE),  que atinge 70% dos trabalhadores, entra no quarto dia, nesta quinta-feira dia 29.

Todas as unidades do Rio de Janeiro aderem à paralisação por tempo indeterminado.

Categoria pede que o IBGE seja um órgão de Estado e não de governo, reinvindica autonomia técnica, reforço no orçamento e aumento de salário.

Foto: Reprodução

 

Servidores do IBGE iniciam greve nesta segunda (26)

segunda-feira, maio 26th, 2014

ibge

Cruzaram os braços. Os Servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) iniciam nesta segunda-feira, dia 26, uma greve em favor da valorização do corpo funcional. A paralisação coincide com a divulgação dos resultados do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro semestre de 2014 que tem previsão de ser apresentado na próxima sexta –feira, dia 30.

Segundo as diretoras da Associação de Servidores do IBGE, Ana Magni, a paralisação reivindica aumento do orçamento do órgão, com contração de 4 mil servidores e equiparação salarial a funcionários de outros órgãos como Banco Central.

Foto: Reprodução

Fonte: Agência Brasil

 

ACABOU: Servidores da Transalvador decidem encerrar a greve

sexta-feira, maio 23rd, 2014

transalvador-300x250

Os servidores da Superintendência de Trânsito e Transportes de Salvador (Transalvador) decidiram, após assembleia realizada nesta sexta-feira, dia 23, encerrar a grave da categoria, iniciada desde o último dia 13.

Segundo Adenilton Filho, presidente da Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Munícipio (Astram), os servidores aprovaram o plano de cargos e vencimentos apresentados pela Prefeitura.

As atividades serão reestabelecidas a partir de amanhã (24).

 

Foto: Reprodução

Funcionários da Transalvador decretam greve por tempo indeterminado

terça-feira, maio 13th, 2014

Servidores da Transalvador decretam greve  Foto Luciano Sena

Cruzaram os braços. Os servidores da Superintendência de Trânsito e Transportes de Salvador (Transalvador), decretaram greve por tempo indeterminado em assembleia realizada na manhã desta terça-feira, dia 13. O impasse gerado pela falta de negociação do Plano de Cargos e Salários foi determinante para a paralisação de mais essa categoria do funcionalismo municipal em Salvador.

O presidente da Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Municipio (Astram), Adenilton Júnior, demonstrou frustração com o insucesso nas negociações com a prefeitura.

“Tivemos mais uma reunião de negociação ontem e ficamos decepcionados que as discussões e decisões deixaram de ser técnicas e passaram a ser políticas, no que diz respeito a implantação do PCV. Há nove meses que nossa categoria está participando ativamente da construção de um PCV digno e justo para todos e o que exigimos desde o princípio é nosso reconhecimento e devida valorização, mesmo com péssimas condições de trabalho e os riscos há que estamos expostos diariamente”, declarou Adenilton Júnior .

A categoria começa a paralisação com ativação zero nos postos de trabalho na próxima quarta e quinta (14 e 15), onde serão atendidas apenas situações emergenciais e começa a greve por tempo indeterminado a partir da próxima sexta (16). A categoria volta a se reunir em assembleias na próxima quarta, 13h, e quinta, 7h, na sede da autarquia para avaliação e definição dos rumos do movimento.

Foto: Luciano Sena/Divulgação

 

Servidores do Samu cruzam os braços na próxima segunda-feira (12)

sábado, maio 10th, 2014

samu(1)

De braços cruzados. Os Servidores municipais de Salvador, que trabalham para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), resolveram paralisar as atividades por 24h na próxima segunda-feira, dia 12. O ato é em solidariedade às reivindicações do Sindicato dos Servidores Municipais de Salvador (Sindseps), que está em greve desde 24 de abril.

Os médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem concursados irão se reunir, a partir das 8h, na sede do órgão, no bairro do Pau Miúdo com a presença dos diretores do Sindseps.

“Vamos cumprir a lei e deixar 30% dos profissionais à disposição. Acompanharemos as manifestações dos servidores e orientaremos os trabalhadores no sentido de fazer uma escala que não deixe a população descoberta”, declarou Everaldo Braga, diretor do Sindseps.

Ainda segundo Everaldo, os trabalhadores de saúde concursados são representados pelo Sindseps. Motoristas e profissionais que não são servidores municipais são representados pelo Sindicato dos Servidores do Samu (Sindsamu).

O Plano de Cargos e Vencimentos (PCV) e o reajuste dos servidores municipais são as principais pautas de reivindicações.

Foto: Reprodução

 

 

Servidores municipais decretam greve em Salvador

sexta-feira, abril 25th, 2014

servidores-municipais-greve_1408365

De braços cruzados. O Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps) decretou greve da categoria, nesta quinta-feira, dia 24, após assembleia realizada no no Campo Grande, em Salvador. O sindicato exige a divulgação do Plano de Cargos e Vencimentos (PCV), antes que seja enviado à Câmara de Vereadores.

O Sindseps informa que o documento, no qual constam os cálculos feitos pela prefeitura para os salários e gratificações de cada servidor, já era para ter sido disponibilizado há dois meses. E a greve só acaba quando o documento for divulgado.

O atendimento ao cidadão não deve parar de funcionar totalmente, informa o sindicato, já que há vários serviços da administração municipal que são feitos por funcionários terceirizados, que não fazem parte do movimento.

Na assembleia desta quinta, cerca de 500 participantes do ato saíram em caminhada, do Campo Grande, até a frente da prefeitura. A categoria já agendou uma nova assembleia para essa sexta-feira, 25.

Para o secretário municipal de gestão, Alexandre Pauperio, a deflagração da greve foi uma surpresa.”Acredito ter sido uma ação precipitada já que temos uma reunião marcada para segunda, exatamente para apresentar a tabela do plano.” disse.

Ainda de acordo com Pauperio, a data limite estabelecida pelo prefeito para envio do PVC à Câmara é dia 30 de abril, mas só será encaminhado se houver entendimento entre as partes. “Desde junho de 2013 começamos as negociações, só esse ano foram mais de 50h de conversas”, falou.

*Com informações do A Tarde

Foto: Divulgação/ Sindseps