Posts Tagged ‘Fenagro’

Produtos da agricultura familiar baiana são destaque na Fenagro

sexta-feira, novembro 29th, 2019

Na 10ª edição, a Feira Baiana de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Febafes) reúne a produção de cooperativas agropecuárias de todo o estado durante a 32ª Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), realizada no Parque de Exposições, em Salvador, até domingo (1º). Novidades, como a cerveja de maracujá da caatinga, produtos já conhecidos do consumidor, artesanato, vila gastronômica e espaço para shows com programação musical estão entre as opções.

“A Bahia é o estado que tem mais agricultores familiar no Brasil. São quase 700 mil famílias. A comercialização é o ponto final de toda a produção. Se a gente não escoa a produção, a gente não consegue fazer com que esse produto alcance o público. Uma feira como essa traz a possibilidade da população de Salvador conhecer esses produtos saudáveis, bem preparados e qualificados. Cada vez que um agricultor vende um produto é renda que sai de Salvador e circula no pequeno município”, explicou o diretor presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Wilson Dias.

Não falta variedade nos estandes separados por Territórios de Identidade, a exemplo de licor, geleias, café gourmet, cervejas e chopp artesanais de sabores variados como umbu, cupuaçu e maracujá. Produtos indígenas e quilombolas também têm espaço. Um dos produtos mais disputados é o sorvete de licuri de Capim Grosso, elaborado pela Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina (Coopes).

Educação

No Balcão Tecnológico, estudantes do ensino profissionalizante e tecnológico realizam exposição de trabalhos. Os alunos da Fábrica-Escola de Carne do Sol de Itororó e a Fábrica-Escola do Chocolate de Gandu chamam a atenção dos visitantes da feira com apresentação das experiências feitas nas unidades da rede estadual. 

“Esse ano, nós estamos representados por vários colégios e centros territoriais. Nós temos o resultado dos projetos de aprendizagem que também são articulados ao mundo do trabalho. Orientados pelos seus professores, os estudantes desenvolvem tecnologias sociais nas escolas. Temos trabalho no eixo industrial, de recursos naturais e representações das fábricas-escolas”, afirmou o superintendente da Educação Profissional e Tecnológica, Ezequiel Westphal. A Febafes tem funcionamento integrado à Fenagro, das 8h às 22h. Os ingressos custam R$ 10. Crianças até 10 anos e idosos não pagam.

Fonte: Secom/GOVBA

Foto: Reprodução

João Leão faz abertura oficial da Fenagro 2019

domingo, novembro 24th, 2019

Fenagro: Organizadores têm expectativa de atrair 300 mil visitantes

segunda-feira, novembro 26th, 2018
Uma semana de oportunidade para empresários do agronegócio e agricultores familiares movimentarem a economia, e também para turistas e baianos conhecerem o que é produzido no interior do estado. Até o próximo domingo (2), estão abertas ao público, simultaneamente, a 31ª Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro) e a 9ª Feira da Agricultura Familiar, no Parque de Exposições da Bahia, em Salvador. A abertura foi realizada neste domingo (25), com a presença do vice-governador, João Leão, secretários e outras autoridades. Este ano a feira também comemora os 40 anos do Parque de Exposições. Nesta edição, a Fenagro tem como expectativa atrair 300 mil visitantes e movimentar R$ 100 milhões. 
O vice-governador João Leão lembrou que a Bahia é o estado brasileiro que tem o maior número de agricultores familiares do país, são 750 mil pequenos produtores, mais de três milhões de famílias vivendo da agricultura. “Temos também mais 300 mil  médios e grandes produtores. São mais de um milhão de produtores no estado, e isso é uma alta produtividade. A Bahia está se tornando um dos maiores celeiros do Brasil na produção agrícola, e agora nós estamos avançando na industrialização”, destacou. 
Para o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, a Fenagro é uma oportunidade de o Brasil conhecer a força do rural baiano. Aqui estão representados da pecuária ao artesanato, passando pelo agronegócio, os quilombos, indígenas, mostrando cadeias estratégicas, com produtos de qualidade sendo apresentados”. Ainda segundo ele, é uma oportunidade de se marcar um encontro entre quem produz e quem comercializa, que são as redes de supermercado, hotéis, restaurantes. Além disso, as feiras oferecem ao público diversão, cultura e gastronomia”. 
O licuri do Sertão do São Francisco, o mel e o artesanato da região da Bacia do Rio Corrente e todos os territórios de identidade da Bahia estão representados. O prefeito Marcão, do município de Santana, localizado no oeste da Bahia, na Bacia do Rio Corrente, destacou a importância da Fenagro para o pequeno agricultor. “É um fortalecimento da geração de emprego e renda dentro da Agricultura Familiar. Nós temos um grande número de famílias na região vivendo da agricultura, a nossa bacia não é do agronegócio. Portanto, esta feira vem fortalecer os agricultores familiares que são responsáveis por 75% dos produtos que chegam à mesa do brasileiro”. 
Foto: Divulgação/GOVBA

Com expectativa de gerar R$ 100 milhões em negócios, Fenagro começa no sábado (24)

sexta-feira, novembro 23rd, 2018

A 31ª edição da Fenagro – Feira Internacional da Agropecuária, maior evento do setor agropecuário do Norte e Nordeste, será aberto ao público neste sábado 24/11, no Parque de Exposições de Salvador, com expectativa de movimentar mais de R$ 100 milhões em negócios. A novidade deste ano é o lançamento do PIB do Agronegócio, que será detalhado por áreas e segmentos produtivos, além de um ciclo de discussões sobre o agro e o anúncio dos números ligados à safra do café. Também ocorre, em paralelo, a Feira da Agricultura Familiar, com uma série de eventos programados e comercialização de produtos do campo. 

Com o apoio do Governo do Estado, por meio das secretarias da Agricultura – Seagri, e do Desenvolvimento Rural (SDR), a Fenagro foi lançada nesta quinta-feira (22), durante almoço para a imprensa e convidados, entre criadores, empresários e autoridades do Estado. O evento segue até o dia 2 de dezembro, com portões abertos das 8h30 às 22h. Os ingressos têm preço único de R$ 10, sendo gratuitos para crianças de até 10 anos e idosos a partir dos 60 anos. No primeiro dia de evento, sábado (24), o ingresso poderá ser trocado por um quilo de alimento não-perecível.

“Além do volume de negócios, importante para o aquecimento do setor, teremos um ciclo de discussões relativas ao agro, segurança rural e debates que engrandecem a nossa feira”, informou o chefe de Gabinete da Seagri, Eduardo Rodrigues. 

Realizada pela Central das Exposições, representada pela Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (Accoba), a Fenagro este ano traz, entre as oportunidades de negócio para fomento do setor, mais de quatro mil animais, 2.500 expositores de todos os cantos do país e ainda leilões de espécimes de alto padrão genético, avaliados em milhões de reais. 

Rota da Cachaça, Arena Off Road, artesanato familiar, torneios, Espaço Kids, Praça de Alimentação, exposições promovidas pela Polícia Militar da Bahia e pelo Corpo de Bombeiros, bem como atividades em alusão aos 40 anos do Parque de Exposições, local que já abriga a Fenagro há tanto tempo, completam a extensa lista de opções voltada para os visitantes. “O Estado é um parceiro de muitos anos e nosso maior colaborador. Sem esse apoio não teríamos um evento que já está na 31ª edição”, afirmou o presidente da Accoba, Almir Lins.

Agricultura familiar

Em paralelo à Fenagro, também no Parque de Exposições, acontece a 9ª Feira Baiana da Agricultura Familiar, promovida pela SDR e União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes). Quem visitar a atração vai poder conferir itens como a cerveja de Licuri, iogurte de café, picolés de frutas do cerrado, queijos de leite de cabra defumado e ao vinho, banana chips e flocão de milho não transgênico, além de uma cafeteria e uma chocolateria.

“A Feira da Agricultura Familiar tem previsão de gerar R$ 30 milhões em negócios, mas esse número pode até quadruplicar, uma vez que as atividades continuam gerando negócios pós-evento”, afirmou o titular da SDR, Jerônimo Rodrigues.

 

 

 

Fotos: Secom/GOVBA/Divulgação

Sucom emite alvará e Fenagro funciona normalmente

terça-feira, dezembro 1st, 2015
fenagro
O secretário da Agricultura da Bahia, Vitor Bonfim, recebeu na tarde desta terça-feira, dia 1, um alvará da Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom) para que a Fenagro funcionasse normalmente. “Solucionamos todas as pendências e a Sucom emitiu o alvará de funcionamento. A Fenagro segue normalmente com suas atividades”, disse o secretário.
O secretário reafirmou ainda que a Fenagro acontece em ambiente seguro, e que a exposição prossegue até o próximo domingo, dia 6, com as mais variadas atrações.
Exibindo ALVARÁ.jpg
Exibindo ALVARÁ.jpgALVARÁ
Foto: Reprodução/Divulgação

Fenagro se posiciona sobre morte de animal

segunda-feira, novembro 30th, 2015
001
A coordenação da Fenagro 2015 está apurando rigorosamente com vias a identificar as causas da descarga elétrica que causou a morte do cavalo Mangalarga Marchador Forró do Cardeal, do Haras Caraíbas, em uma das suas baias móveis – modelo largamente utilizado em exposições agropecuárias- na madrugada desta segunda-feira (30).
A Fenagro aponta este como um fato isolado e inédito em 28 anos de exposição. A feira assegura que o problema pontual já foi solucionado e que tanto animais quanto público estão em perfeita segurança durante o evento, que acontece até o próximo domingo, dia 6 de dezembro.
O diretor da Accoba, Almir Lins, lembra que os animais são o maior patrimônio da feira e de seus proprietários, sendo prioridade de todos o tratamento dado a eles. Com providências tomadas imediatamente pela Accoba (Associação de Caprinos e Ovinos da Bahia) e Seagri (Secretaria de Agricultura do Estado), que respondem pela organização da feira, foi realizado, nas horas seguintes, contato com o proprietário do animal para lhe dar todas as garantias e indenizações.
Cada animal participa da exposição acompanhado de veterinário, tratadores e gerentes de fazenda. A Fenagro, por sua vez, mantém veterinário contratado pela exposição e equipe disponíveis 24 horas para qualquer eventualidade. “Os animais são bem tratados, não há dúvida sobre isso, caso não fosse assim os seus proprietários não estariam aqui com a soma de 6 mil animais. Este foi um fato isolado”. reforça Almir Lins.
Foto:Reprodução

Haras lamenta morte de cavalo na Fenagro e critica: “Sem estrutura”

segunda-feira, novembro 30th, 2015

Haras lamenta morte de cavalo e critica Fenagro: “Sem estrutura”

Detonou. O Haras Caraíbas criticou a estrutura do Parque de Exposições de Salvador e lamentou, na noite de domingo, dia 29, a morte de um de seus cavalos, o Forró do Cardeal, campeão nacional Master/maior de marcha em 2011 e master de marcha em 2009, e com mais cerca de 70 premiações. O animal morreu eletrocutado numa das baias improvisadas do local no domingo, na Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro).

“Estou vivendo um dos piores momentos da nossa criação! Nosso Forró do Cardeal acaba de morrer ELETROCUTADO!!!!!! ACREDITEM!!! Absurdo!!! ELETROCUTADO NA BAIA DA FENAGRO 2015!!!! Uma feira que se diz uma das maiores do Brasil!!!! Sem nenhuma estrutura pra receber nossos animais e com Gambiarras que matam nossos cavalos e poderiam matar nossos peões ou proprietários!!!! ABSURDO!!!!”, se posicionou o haras, em sua página do Facebook.

Foto: Reprodução

Cavalo campeão morre eletrocutado na Fenagro; Assista ao vídeo

segunda-feira, novembro 30th, 2015
Tragédia. Um cavalo Forró do Cardeal, campeão nacional Master/maior de marcha em 2011 e master de marcha em 2009, e com mais de 70 premiações, morreu eletrocutado na noite deste domingo, dia 29, em uma baia do Parque de Exposição, em Salvador, durante mais uma edição da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro).
Segundo informações , o cavalo – da raça Mangalarga Marchador, de 14 anos e com 12 filhos registrados, do Haras Caraíbas, em Pirajá-, não existia proteção adequada no espaço, conhecida como baia.
De acordo com um técnico que já trabalhou em outras edições da feira e não quis ser identificado, um dos grandes problemas, é que o Parque de Exposições não dispõe de baias suficientes para a quantidade de animais trazidos para eventos como a Fenagro. Ele ainda ressalta que muitas baias terminam sendo improvisadas, bem como suas instalações elétricas. Uma quantidade de baias é de concreto, as improvisadas são de madeiras e ferro.
O Parque de Exposição é administrado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) e o evento neste ano foi organizado pela Associação dos Caprinos e Ovinos da Bahia, através de concessão fornecida pelo órgão estadual para usar o espaço.
Na há informações se existe para o evento Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), fornecida pelo Crea-BA, que legaliza projetos que envolvam estruturas elétricas, entre outras. Ainda não há informações se o choque elétrico foi acidental ou criminoso.
Assista ao vídeo: