Posts Tagged ‘AUXÍLIO CAIXA’

Urgente: Caixa atualiza informações do auxílio emergencial

segunda-feira, agosto 3rd, 2020
.

O Ministério da Cidadania publicou nesta segunda-feira 3/8, no Diário Oficial da União portaria com calendário de pagamento do auxílio emergencial para beneficiários que tenham feito contestação ao resultado do cadastro e foram considerados elegíveis.

Segundo a portaria, tem direito o público beneficiário do auxílio emergencial que tenha feito o procedimento de contestação por meio da plataforma digital entre 24 de abril e 19 de julho de 2020 e tenha sido considerado elegível. Nesse caso, o beneficiário receberá o crédito da primeira parcela em poupança social digital aberta em seu nome, conforme o seguinte calendário:

Crédito em poupança social digital da Caixa

Crédito em poupança social digital da Caixa

De acordo com a portaria, o público beneficiário do auxílio emergencial que tenha recebido a primeira parcela em abril de 2020 e teve o pagamento reavaliado em julho de 2020, decorrente de atualizações de dados governamentais, receberá o crédito da terceira e quarta parcelas em poupança social digital aberta em seu nome, também conforme esse calendário.

A portaria diz ainda que nas datas indicadas nesse calendário, os recursos estarão disponíveis apenas para o pagamento de contas, de boletos e para realização de compras por meio de cartão de débito virtual ou QR Code.

Os saques e transferências bancárias seguem o seguinte calendário:

Saque em Dinheiro auxílio emergencial

A transferência será feita automaticamente para a conta indicada no momento do cadastro.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Auxílio emergencial: Caixa divulga orientação para desbloqueio de contas

quinta-feira, julho 23rd, 2020

A partir desta quinta-feira 23/7, os usuários do Caixa Tem, usado no recebimento do auxílio emergencial, que tiveram contas bloqueadas preventivamente por inconsistência cadastral podem realizar o envio de documentos por meio do aplicativo para realizar o desbloqueio em até 24 horas. O Caixa Tem apresentará as orientações necessárias que o beneficiário deverá seguir no próprio aplicativo.

No caso de contas bloqueadas por indícios de fraudes, os usuários serão informados por meio do aplicativo Caixa Tem para que se dirijam a uma agência de acordo com calendário escalonado por mês de aniversário. Segundo o banco, o objetivo é evitar filas nas agências e aglomerações.

Veja as datas dos desbloqueios:

Mes de aniversárioData para os desbloqueios (início)
Janeiro, fevereiro e marçoaté 24 de julho
Abril e maiode 27 a 31 de julho
Junho e julhode 3 a 7 de agosto
Agosto, setembro e outubrode 10 a 14 de agosto
Novembro e dezembrode 17 a 21 de agosto

Combate a fraudes

O banco disse ainda atua de forma conjunta com os órgãos de segurança pública para mitigar riscos de fraudes e garantir nível adequado de segurança no pagamento do auxílio emergencial e demais benefícios sociais.

A Caixa reforça que o aplicativo tem” múltiplos mecanismos integrados de segurança, mantendo-se inviolável e seguro”. “Recomenda-se aos usuários utilizar apenas os aplicativos oficiais da Caixa e jamais compartilhar informações pessoais”, diz o banco.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Urgente: Caixa bloqueia contas de quem recebeu auxílio indevidamente

quarta-feira, julho 22nd, 2020

Tá vendo aí? Contas da poupança social da Caixa, usadas para pagamento do auxílio emergencial, foram bloqueadas por suspeita de fraudes. Os usuários do aplicativo Caixa Tem, usado para movimentar a conta, devem se apresentar em uma agência bancária, com documento de identidade para regularizar o cadastro.

“A Caixa esclarece que o aplicativo Caixa Tem possui múltiplos mecanismos integrados de segurança, mantendo-se inviolável e seguro. O baixo percentual de fraudes observado deve-se à engenharia social, em que são utilizadas informações, documentos e acessos dos próprios clientes. Assim, recomenda-se utilizar apenas os aplicativos oficiais da Caixa e jamais compartilhar informações pessoais”, diz o banco em nota. A Caixa não informou quantas contas foram bloqueadas.

Segundo a Caixa, a área de segurança do banco monitora continuamente as contas e os acessos e, em caso de suspeita, realiza o bloqueio preventivo.

“O banco esclarece que informações sobre eventos criminosos são repassadas exclusivamente às autoridades policiais, e ressalta que presta irrestrita colaboração nas investigações”, concluiu.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Auxílio emergencial: Acesse calendário completo de pagamentos

terça-feira, julho 21st, 2020

O Ministério da Cidadania divulgou as novas datas de pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 e R$ 1.200. Foram divulgados calendários para todas as cinco parcelas.

Para quem começou a receber o auxílio de R$ 600 em abril

Calendário da 4ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro22/jul25/jul
Fevereiro24/jul1º/ago
Março29/jul1º/ago
Abril31/jul8/ago
Maio5/ago13/ago
Junho7/ago22/ago
Julho12/ago27/ago
Agosto14/ago1º/set
Setembro17/ago5/set
Outubro19/ago12/set
Novembro21/ago12/set
Dezembro26/ago17/set

Calendário da 5ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro28/ago19/set
Fevereiro2/set22/set
Março4/set29/set
Abril9/set1º/out
Maio11/set3/out
Junho16/set6/out
Julho18/set8/out
Agosto23/set13/out
Setembro25/set15/out
Outubro28/set20/out
Novembro28/set22/out
Dezembro30/set27/out

Para quem começou a receber o auxílio de R$ 600 em maio

Calendário da 3ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro22/jul25/jul
Fevereiro24/jul1º/ago
Março29/jul1º/ago
Abril31/jul8/ago
Maio5/ago13/ago
Junho7/ago22/ago
Julho12/ago27/ago
Agosto14/ago1º/set
Setembro17/ago5/set
Outubro19/ago12/set
Novembro21/ago12/set
Dezembro26/ago17/set

Calendário da 4ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro28/ago19/set
Fevereiro2/set22/set
Março4/set29/set
Abril9/set1º/out
Maio11/set3/out
Junho16/set6/out
Julho18/set8/out
Agosto23/set13/out
Setembro25/set15/out
Outubro28/set20/out
Novembro28/set22/out
Dezembro30/set27/out

Calendário da 5ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro9/out29/out
Fevereiro9/out29/out
Março16/out3/nov
Abril16/out3/nov
Maio23/out10/nov
Junho23/out10/nov
Julho30/out12/nov
Agosto30/out12/nov
Setembro6/nov17/nov
Outubro6/nov17/nov
Novembro13/nov19/nov
Dezembro13/nov19/nov

Para quem começou a receber o auxílio de R$ 600 em junho ou até 4 de julho

Calendário da 2ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro22/jul25/jul
Fevereiro24/jul1º/ago
Março29/jul1º/ago
Abril31/jul08/ago
Maio05/ago13/ago
Junho07/ago22/ago
Julho12/ago27/ago
Agosto14/ago1º/set
Setembro17/ago05/set
Outubro19/ago12/set
Novembro21/ago12/set
Dezembro26/ago17/set

Calendário da 3ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro28/ago19/set
Fevereiro02/set22/set
Março04/set29/set
Abril09/set1º/out
Maio11/set03/out
Junho16/set06/out
Julho18/set08/out
Agosto23/set13/out
Setembro25/set15/out
Outubro28/set20/out
Novembro28/set22/out
Dezembro30/set27/out

Calendário da 4ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro9/out29/out
Fevereiro9/out29/out
Março16/out3/nov
Abril16/out3/nov
Maio23/out10/nov
Junho23/out10/nov
Julho30/out12/nov
Agosto30/out12/nov
Setembro6/nov17/nov
Outubro6/nov17/nov
Novembro13/nov19/nov
Dezembro13/nov19/nov

Calendário da 5ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro16/nov26/nov
Fevereiro16/nov26/nov
Março18/nov1º/dez
Abril18/nov1º/dez
Maio20/nov3/dez
Junho20/nov3/dez
Julho23/nov8/dez
Agosto23/nov8/dez
Setembro27/nov10/dez
Outubro27/nov10/dez
Novembro30/nov15/dez
Dezembro30/nov15/dez

Para quem se inscreveu no site ou app da Caixa entre 17 de junho e 2 de julho

Calendário da 1ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro22/jul25/jul
Fevereiro24/jul1º/ago
Março29/jul1º/ago
Abril31/jul08/ago
Maio05/ago13/ago
Junho07/ago22/ago
Julho12/ago27/ago
Agosto14/ago1º/set
Setembro17/ago05/set
Outubro19/ago12/set
Novembro21/ago12/set
Dezembro26/ago17/set

Calendário da 2ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro28/ago19/set
Fevereiro02/set22/set
Março04/set29/set
Abril09/set1º/out
Maio11/set03/out
Junho16/set06/out
Julho18/set08/out
Agosto23/set13/out
Setembro25/set15/out
Outubro28/set20/out
Novembro28/set22/out
Dezembro30/set27/out

Calendário da 3ª parcela

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro9/out29/out
Fevereiro9/out29/out
Março16/out3/nov
Abril16/out3/nov
Maio23/out10/nov
Junho23/out10/nov
Julho30/out12/nov
Agosto30/out12/nov
Setembro6/nov17/nov
Outubro6/nov17/nov
Novembro13/nov19/nov
Dezembro13/nov19/nov

Calendário da 4ª e 5ª parcelas

Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro16/nov26/nov
Fevereiro16/nov26/nov
Março18/nov1º/dez
Abril18/nov1º/dez
Maio20/nov3/dez
Junho20/nov3/dez
Julho23/nov8/dez
Agosto23/nov8/dez
Setembro27/nov10/dez
Outubro27/nov10/dez
Novembro30/nov15/dez
Dezembro30/nov15/dez

Fotografia: Agência Brasil
Fonte: Diário Oficial da União

Novidade sobre as últimas parcelas do auxílio-emergencial

sábado, julho 18th, 2020

Êta. A Caixa Econômica Federal informou na sexta-feira 17/7, que o valor de pagamento das duas últimas parcelas do Auxílio Emergencial seguirá em R$ 600.

No final do mês junho, o governo anunciou a prorrogação do auxílio emergencial, mas o ministro da Economia, Paulo Guedes, indicou que o valor do benefício poderia ser fracionado.

“Havia um desejo do governo de dividir as parcelas em dois pagamentos mensais, mas isso daria muita confusão. Eu conversei com o Ministro Paulo Guedes e Onix que do ponto de vista da Caixa seria uma operação muito complexa. Então chegamos ao consenso de fazer assim em ciclos de forma simples e direta”, afirmou o presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães, em coletiva.

No cronograma publicado na quinta-feira 16/7, no Diário Oficial da União, o Ministério da Cidadania separou o pagamento por ciclos, de acordo com o mês em que o trabalhador recebeu a primeira parcela ou o período de inscrição, mas com apenas um crédito a cada mês. As datas de pagamento da quarta e da quinta parcela foram incluídas no cronograma.

Fotografia/fonte: Agência Brasil

Novidade sobre o auxílio emergencial

quarta-feira, julho 15th, 2020

O auxílio emergencial de R$ 600 deve ser liberado para cerca de 1 milhão e 500 mil pessoas nos próximos dias. Todas elas recorreram e passaram por nova análise da Dataprev, empresa responsável pelo processamento de dados, para receber as cinco parcelas da ajuda, paga pelo governo federal por causa da pandemia do novo coronavírus.

“Até momento, a atuação da Dataprev no reconhecimento do direito do cidadão está restrita apenas à primeira parcela do benefício. A reavaliação e autorização para pagamento das demais parcelas são hoje realizadas pelo Ministério da Cidadania”, ressalta o órgão.

Após essa etapa de validação do órgão gestor do programa, os dados serão atualizados no portal de consultas da empresa. O conjunto de informações engloba os pedidos realizados nos três últimos meses”, afirmou a empresa ao acrescentar que o resultado da análise foi encaminhado ao Ministério da Cidadania para homologação.

Beneficiados

Até 2 de julho, os registros da Dataprev indicam que aproximadamente 124,2 milhões de pessoas foram diretamente ou indiretamente beneficiadas pelo auxílio emergencial do governo federal. O número contabiliza os 65,4 milhões de cidadãos considerados elegíveis e os membros de suas famílias. Mais da metade, 65,4 milhões, foram consideradas aptas para receber a ajuda e outras 42,5 milhões não preencheram os requisitos. Até agora, segundo a Caixa, mais de R$ 121,1 bilhões foram pagos a 65,2 milhões de beneficiários inscritos por meio do Cadastro Único, do Programa Bolsa Família, ou pelo site e pelos aplicativos do banco.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Urgente: Tem novidade sobre auxílio emergencial

terça-feira, julho 7th, 2020

Se ligue. Cerca de 400 mil beneficiários do auxílio emergencial, contemplados no terceiro lote do benefício, podem sacar nesta terça-feira 7/7 os recursos da primeira parcela. O saque está liberado para os nascidos em fevereiro.

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19. A liberação do saque e a transferência da poupança social da Caixa para outros bancos estão sendo feitas de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas.

O calendário de saque segue o seguinte cronograma: segunda-feira (6) foi a vez dos nascidos em janeiro; quarta (8) poderão sacar os nascidos em março; na quinta (9), nascidos em abril; na sexta-feira (10), nascidos em maio; no sábado (11), nascidos em junho; na segunda (13), nascidos em julho; na terça-feira (14), nascidos em agosto; na quarta-feira (15), nascidos em setembro; na quinta-feira (16), nascidos em outubro; na sexta-feira (17), nascidos em novembro; e no sábado (18), nascidos em dezembro. No total, o saque será liberado para cerca de 4,8 milhões de pessoas.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Urgente: último dia para pedir o auxílio emergencial

quinta-feira, julho 2nd, 2020

Para quem ainda não se cadastrou a fim de receber o auxílio emergencial de R$ 600, o prazo termina nesta quinta-feira 2/7, às 23h59, informou a Caixa Econômica Federal. O auxílio emergencial é um benefício financeiro destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Inicialmente proposto para vigorar por três meses, com o pagamento de três parcelas de R$ 600, o benefício foi prorrogado por mais dois meses, com o pagamento de mais duas parcelas. Pelas regras, até duas pessoas da mesma família podem receber o auxílio. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente é de R$ 1.200.

Quem pode se cadastrar?

A Lei 13.982/2020, que instituiu o auxílio emergencial, foi aprovada pelo Congresso Nacional em abril e definiu os critérios para ser incluído no programa. Para ter acesso ao benefício, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

– Ser maior de 18 anos de idade ou ser mãe adolescente

– Não ter emprego formal

– Não ser agente público, inclusive temporário, nem exercer mandato eletivo

– Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família

– Ter renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00)

– Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70

– Estar desempregado ou exercer atividades na condição de microempreendedor individual (MEI), ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Como se cadastrar

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20 de março e que atende às regras do programa, recebe os pagamentos sem precisar se cadastrar no site da Caixa. Quem tem o Bolsa Família pode receber o auxílio emergencial, desde que ele seja mais vantajoso. Nesse período, o Bolsa Família de quem recebe o auxílio fica suspenso.

As pessoas que não estão inscritas no Bolsa Família nem no CadÚnico e preenchem os requisitos do programa podem se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA | Auxílio Emergencial, disponível nas lojas de aplicativos. Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou aplicativo.

O Ministério da Cidadania informou, na semana passada, que já recebeu mais de 124 milhões de solicitações do auxílio emergencial, sendo que cerca de 65 milhões foram considerados elegíveis e 41,59 milhões foram apontados como inelegíveis, por não atenderem aos critérios do programa. Existem ainda quase 17 milhões de inscrições classificadas de inconclusivas – quando faltam informações para o processamento integral do pedido. Quem estiver nessa situação deve refazer o cadastro por meio do site ou aplicativo do programa.

Mais informações sobre o auxílio emergencial também podem ser obtidas na página do Ministério da Cidadania na internet.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Auxílio emergencial de R$ 600 é prorrogado por mais dois meses

terça-feira, junho 30th, 2020

O presidente Jair Bolsonaro assinou na tarde desta terça-feira 30/6, o decreto que prorroga, por mais dois meses, o auxílio emergencial de R$ 600, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda durante a pandemia da covid-19. Com isso, cerca de 64,1 milhões de pessoas que tiveram o benefício aprovado receberão mais duas parcelas, no mesmo valor.

“Obviamente, isso tudo não é apenas para deixar a economia funcionando, viva, mas dar o sustento para essas pessoas. Nós aqui que estamos presentes sabemos que R$ 600 é muito pouco, mas para quem não tem nada, é muito”, afirmou Bolsonaro em discurso no Palácio do Planalto.

A solenidade de prorrogação do programa foi acompanhada pelos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado Federal, Davi Alcolumbre. Diversos ministros, além do vice-presidente, Hamilton Mourão, também participaram da cerimônia. 

“São mais duas prestações e nós esperamos que, ao final dela, a economia já esteja reagindo, para que nós voltemos à normalidade o mais rapidamente possível”, acrescentou o presidente.  

A Lei 13.982/2020, que instituiu o auxílio emergencial, foi aprovada pelo Congresso Nacional em abril e previa a possibilidade de que um decreto presidencial prorrogasse os pagamentos, desde que mantidos os valores estabelecidos.

Até a semana passada, o governo federal avaliava estender o auxílio por mais três meses, mas reduzindo o valor de cada parcela de forma decrescente, para R$ 500, R$ 400 e R$ 300, respectivamente.

“Estamos aqui para anunciar, pelo presidente, que cumprindo o que o Congresso Nacional nos determinou, de que poderia, por ato do Poder Executivo, prorrogar as três parcelas emergenciais, e é o que o presidente está fazendo hoje, para garantir, por mais dois meses, a continuidade do programa, que é essa grande rede de proteção, que permitiu, junto com o BEM, que é o beneficio emergencial para aqueles que têm trabalho, que preservássemos mais de 10 milhões de empregos e estender essa rede de proteção a 65 milhões de pessoas”, afirmou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

O governo federal começou a pagar essa semana a terceira parcela do auxílio. 

Fotografia/Fonte: Agência Brasil


Novidade sobre novas parcelas do auxílio emergencial

sexta-feira, junho 26th, 2020

Olha aí. O ministro da Economia, Paulo Guedes, deu a confirmação para o governo federal pagar mais três parcelas do auxílio emergencial, nos valores de R$ 500, R$ 400 e R$ 300.

A confirmação foi feita na noite desta quinta-feira 25/6, em live realizada pelo presidente Jair Bolsonaro através das redes sociais.

“Tinham brasileiros que nunca haviam pedido ajuda pra ninguém. A faxineira, o menino que vendia bala… esse pessoal estava desatendido. Estamos agora no sábado pagando mais uma parcela do auxílio emergencial para 60 milhões de brasileiros, deste sábado até o sábado que vem”, disse o ministro Paulo Guedes (Economia), que participou da transmissão. “E serão mais R$ 1.200 em três parcelas: 500, 400 e 300”, acrescentou.

Fotografia: Reprodução

Auxílio Emergencial: Caixa divulga pagamento da 3ª parcela

sexta-feira, junho 26th, 2020

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, apresentou o calendário da terceira parcela do auxílio emergencial de R$ 600, que começa a ser paga neste sábado 27/6.

Nesta quinta-feira 25/6, durante live semanal nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro informou que o auxílio emergencial vai pagar um adicional de R$ 1,2 mil. O valor será dividido em três parcelas. “Vamos partir para uma adequação. Deve ser, estamos estudando, R$ 500, R$ 400 e R$ 300”, afirmou o presidente, que estava ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Também foi divulgado o calendário de pagamento da segunda parcela para os aprovados do seundo lote – aqueles que receberam a primeira parcela entre os dias 16 e 29 de maio. O governo também vai pagar a primeira parcela do benefício a 1,1 milhão de novos aprovados. 

A segunda parcela para os aprovados do terceiro lote (que receberam a primeira entre os dias 16 e 17 de junho) ainda não têm data definida.

Confira a tabela:

Os depósitos na conta social da Caixa serão realizados nas seguintes datas:
27 de junho (sábado): para os nascidos em janeiro e fevereiro

30 de junho (terça-feira): para os nascidos em março e abril

1 de julho (quarta-feira): para os nascidos em maio e junho

2 de julho (quinta-feira): para os nascidos em julho e agosto

3 de julho (sexta-feira): para os nascidos em setembro e outubro

4 de julho (sábado): para os nascidos em novembro e dezembro


Já os saques e as transferências serão autorizadas nos seguintes dias:
18 de julho (sábado): para os nascidos em janeiro

25 de julho (sábado): para os nascidos em fevereiro

1 de agosto (sábado): para os nascidos em março

8 de agosto (sábado): para os nascidos em abril

15 de agosto (sábado): para os nascidos em maio

29 de agosto (sábado): para os nascidos em junho

1 de setembro (terça-feira): para os nascidos em julho

8 de setembro (terça-feira): para os nascidos em agosto

10 de setembro (quinta-feira): para os nascidos em setembro

12 de setembro (sábado): para os nascidos em outubro

15 de setembro (terça-feira): para os nascidos em novembro

19 de setembro (sábado): para os nascidos em dezembro

Fotografia: Agência Brasil

Fonte: Com informações da Agência Brasil


Auxílio emergencial: Governo informa quanto já pagou para beneficiários

quinta-feira, junho 25th, 2020

Em balanço, o Ministério da Cidadania informou que o governo federal já creditou R$ 87,8 bilhões para os beneficiários do auxílio emergencial, que somam 64,1 milhões de pessoas. A terceira parcela do benefício só começou a ser paga aos integrantes do Bolsa Família que se inscreveram para receber o auxílio – cerca de 19 milhões de pessoas. Esse grupo continua recebendo em um calendário de pagamentos que termina no próximo dia 30.

Já o calendário de pagamento para os demais grupos ainda não foi informado pela Caixa Econômica Federal, responsável pela operacionalização do programa. 

Aprovado em abril, o auxílio é um benefício no valor de R$ 600 (que pode chegar a R$ 1.200 para mulheres chefes de família) destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).    

Até agora, cerca de R$ 40 milhões foram devolvidos aos cofres púbicos por pessoas que receberam o benefício, mas que não preenchiam os requisitos exigidos pela legislação. O Ministério da Cidadania disponibilizou uma página na internet com o passo a passo para a devolução.

Em outra ação, o Ministério da Cidadania e a Defensoria Pública da União fizeram parceria para ajudar a quem precisa contestar o resultado do pedido do auxílio emergencial sem necessidade de abrir um processo judicial. Do total de 124,18 milhões de solicitações do auxílio emergencial, 64,14 milhões foram considerados elegíveis e 41,59 milhões foram apontados como inelegíveis, por não atenderem aos critérios do programa.

Saiba o que fazer quando tiver o pedido negado. Existem ainda 16,69 milhões de inscrições classificadas de inconclusivas, que é quando faltam informações para o processamento integral do pedido. Quem estiver nessa situação deve refazer o cadastro por meio do site ou aplicativo do programa.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Atenção: Recado pra quem recebeu auxílio-emergencial indevidamente

sábado, junho 20th, 2020

O governo federal recebeu até sexta-feira 19/6, perto de R$ 40 milhões correspondentes ao pagamento de auxílio emergencial a pessoas que não se enquadravam nos critérios. Foram, no total, 47,7 mil pessoas que fizeram a devolução do benefício.

Segundo o governo, entre aqueles que recebem o benefício equivocadamente, existem aqueles que se enganam, outros que agem de má-fé e um terceiro grupo incluído de forma equivocada. Para devolver a quantia, é necessário entrar no site criado especificamente para devolução, emitir a Guia de Reolhimento da União (GRU) e pagá-la.

Os ministérios da Cidadania e da Justiça firmaram, em maio, acordo de cooperação técnica para operacionalizar ações de caráter preventivo e repressivo a fraudes relacionadas ao auxílio emergencial. O ministério também tem parceria com a Controladoria Geral da União (CGU). Por meio desse acordo de cooperação, os dois órgãos identificam irregularidades no pagamento do auxílio.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

É hoje: Confira quem recebe a 3ª parcela do auxílio emergencial

sexta-feira, junho 19th, 2020

A Caixa Econômica Federal fará nesta sexta-feira 19/6, o depósito de R$ 600 (R$ 1.200 para famílias chefiadas por mulheres) referente à 3ª parcela do auxílio emergencial para beneficiários do programa Bolsa Família que possuem o número de identificação social (NIS) com final 3. 

Para os demais números, consulte a tabela abaixo:

DataNº. de beneficiadosÚltimo dígito do NIS
18 de junho1.926.557dígito 2
19 de junho1.923.492dígito 3
22 de junho1.924.261dígito 4
23 de junho1.922.522dígito 5
24 de junho1.919.453dígito 6
25 de junho1.921.061dígito 7
26 de junho1.917.991dígito 8
29 de junho1920.953dígito 9
30 de junho1.918.047dígito 0

Na quarta-feira (17), dia do início do pagamento do primeiro lote da 3ª parcela, beneficiários do programa Bolsa Família que possuem o NIS de final 1 tiveram o crédito em conta. Na quinta-feira (18), foi o dia de quem tem o NIS terminado em 2. O benefício foi criado pelo governo para amenizar o impacto econômico causado pelas medidas adotadas para conter a pandemia do novo coronavírus.

As datas do pagamento do auxílio emergencial são diferenciadas para pessoas que já eram inscritas no programa Bolsa Família. Segundo dados apresentados pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, 117,7 milhões de pessoas já receberam entre uma e três parcelas do benefício. Guimarães afirmou ainda que 100% dos cadastros aprovados para o auxílio já receberam a primeira parcela, que teve o último lote creditado em conta na quarta-feira (17). A verba total do governo federal para o pagamento das 3 parcelas do auxílio é de R$ 83,2 bilhões. 

Para os beneficiários do Bolsa Família, a utilização do auxílio poderá ser feita pelo próprio cartão do programa. Quem possui o Cartão Cidadão ou utiliza o aplicativo Caixa Tem, também poderá usar o crédito normalmente, e estará apto a realizar compras online, pagamento de boletos e pagamentos via maquininhas de cartão. 

Reanálise

Pedro Guimarães apontou também que ainda há cadastros em análise para o recebimento do benefício. Cerca de 1,5 milhão de pessoas ainda estão passando pela primeira validação da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), e 1,2 milhão estão passando pela segunda ou terceira análise de cadastro.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Defensoria Pública poderá contestar resultado de auxílio emergencial

quarta-feira, junho 17th, 2020

Olha aí. Todos aqueles que tiveram o auxílio emergencial negado podem, a partir da próxima segunda-feira 22/6, entrar com pedido de contestação de resultado por meio da Defensoria Pública do seu município, de acordo com informações do Ministério da Cidadania divulgadas nesta quarta-feira 17/6. Segundo a pasta, será preciso apresentar documentos que comprovem a elegibilidade do recebimento do benefício.

Um acordo de cooperação técnica foi assinado na terça-feira 16/6, entre o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o defensor Público-Geral Federal, Gabriel Faria Oliveira. “Com a ação, é possível solucionar o caso dessas pessoas por meio administrativo, sem ser necessário o processo de judicialização”, disse o ministério em nota.

“O acordo que firmamos permite que a Defensoria Pública, que está em todos os estados, possa dar essa assistência, que é gratuita, ao cidadão. O cidadão vai buscar o seu direito e, caso esteja dentro do que a lei determina, receberá o auxílio”, disse Onyx Lorenzoni. 

O defensor público-geral federal, Gabriel Faria Oliveira, disse que o acordo é estratégico para dar a chance de que os casos sejam analisados individualmente. “Aqueles que tiveram o benefício eventualmente negado, por alguma desatualização no cadastro que não seja condizente com a realidade atual, têm a possibilidade de buscar ajuda para resolver a questão sem judicialização”, destaca.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Auxílio Emergencial: Notícia importante para novos aprovados

terça-feira, junho 16th, 2020

A Caixa credita nesta terça-feira 16/6 e quarta-feira 17/6, o pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial do Governo Federal para mais 4,9 milhões de beneficiários. Serão disponibilizados R$ 3,2 bilhões.

Portaria publicada em edição extraordinária do Diário Oficial na segunda-feira 15/6, estabelece o calendário de pagamento para esses beneficiários, que se cadastraram entre os dias 1º e 26 de maio de 2020.

Os beneficiários receberão os recursos, inicialmente, apenas para o pagamento de contas, de boletos e para realização de compras por meio de cartão de débito virtual ou QR Code. Já os saques e transferências seguem outro calendário também publicado na portaria. Segundo a Caixa, o objetivo é evitar concentrações nos meios digitas e aglomerações nos pontos de atendimento.

Nesta etapa de pagamentos da primeira parcela do auxílio emergencial, os beneficiários nascidos de janeiro a junho poderão movimentar digitalmente os valores pelo Caixa Tem a partir desta terça-feira (16) e os nascidos de julho a dezembro, a partir da quarta-feira (17).

Os beneficiários podem consultar se o cadastro foi aprovado no site.

Saque em espécie

Os beneficiários que optarem por sacar o benefício em espécie deverão seguir o calendário escalonado por mês de aniversário. No caso das transferências, nas datas do calendário, o saldo existente será transferido automaticamente para a conta que o beneficiário indicou, sendo poupança da Caixa ou conta em outro banco.

O início dos saques será no dia 6 de julho para os nascidos em janeiro. No dia seguinte, 7 de julho, será a vez dos nascidos em fevereiro. E assim em diante, incluindo os sábados, até o dia 18 de julho, para os nascidos em dezembro. Não haverá liberação do saque no domingo, 12 de julho.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Rodrigo Maia sugere corte de salários para prorrogar auxílio de R$ 600

terça-feira, junho 9th, 2020

E aí ? O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu nesta terça-feira 9/6, uma discussão sobre o corte de salários de servidores públicos do Executivo, Legislativo e Judiciário como forma de diminuir o impacto orçamentário provocado pela pandemia do novo coronavírus.

“Se os três Poderes estiverem de acordo, que não seja um corte muito grande, cortando os salários mais altos por poucos meses, para garantia da renda emergencial, tenho certeza de que o Parlamento está disposto a dialogar e conversar para conseguir fazer o que é fundamental: cuidar dos mais vulneráveis. Temos que construir as condições para continuar transferindo renda”, disse Maia.

Segundo o parlamentar, o pagamento de todo o funcionalismo público federal tem impacto de R$ 200 bilhões no Orçamento da União. Desse total, R$ 170 bilhões são destinados ao Poder Executivo, R$ 25 bilhões ao Poder Judiciário e ao Ministério Público e R$ 5 bilhões aos servidores do Congresso Nacional, incluindo os parlamentares da Câmara e do Senado.

“Todos os salários [do funcionalismo público] são R$ 200 bilhões no ano, e o [pagamento] dos R$ 600 são R$ 100 bilhões em dois meses. O Parlamento está disposto a sentar e dialogar. Essa proposta partiu da Câmara dos Deputados, e vamos discutir condições de manter essa renda aos mais vulneráveis”, disse o deputado.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Ministro da Economia confirma mais 2 meses de auxílio emergencial

terça-feira, junho 9th, 2020

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou nesta terça-feira 9/6, que o auxílio emergencial será prorrogado por mais dois meses, conforme já havia sido anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro e que, durante esse tempo, o setor produtivo pode se preparar para retomar as atividades, com a adoção de protocolos de segurança. “E depois [a economia] entra em fase de decolar novamente, atravessando as duas ondas [da pandemia e do desemprego]”, disse Guedes, durante a 34ª Reunião do Conselho de Governo.

O auxílio é um benefício financeiro concedido pelo governo federal a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, e visa fornecer proteção no período de enfrentamento à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, causador da covid-19. Inicialmente, a previsão era o pagamento de três parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras).

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, já tinha informado que a eventual prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses deve elevar o custo do programa para um valor entre R$ 202 bilhões e R$ 203 bilhões.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Auxílio emergencial: Pagamento da 3ª parcela para beneficiários do Bolsa Família

terça-feira, junho 9th, 2020

Se ligue. A terceira parcela do auxílio emergencial do governo federal no valor de R$ 600 começará a ser paga na quarta-feira 17/6, para os beneficiários do Bolsa Família, seguindo a ordem do número final do NIS (Número de Identificação Social), segundo informou o jornal O Globo.

Os beneficiários poderão sacar os recursos em espécie nas agências da Caixa Econômica Federal, rede de lotéricas e correspondentes bancários.

Já os trabalhadores informais terão primeiro o valor creditado em conta poupança digital por mês de nascimento. Para retirar o dinheiro, eles terão que esperar 10 dias a partir do depósito.

O crédito em conta digital permite às pessoas pagar contas de água, luz e telefone além de fazer compras pelo aplicativo do celular, via cartão de débito virtual ou QR Code. 

O cronograma com detalhes de pagamentos da terceira parcela, deve ser divulgado ainda esta semana.

Fotografia: Divulgação

Auxílio emergencial: Caixa libera pagamento para novos aprovados

sexta-feira, junho 5th, 2020

Olha a novidade. Cerca de 200 mil brasileiros que estavam com o auxílio emergencial em análise ou reanálise tiveram o benefício liberado, informou nesta sexta-feira 5/6, a Caixa Econômica Federal. O banco recebeu da Dataprev, estatal de tecnologia responsável pelo processamento dos cadastros, o resultado da análise de 700 mil pedidos, dos quais 500 mil foram negados e 200 mil aprovados.

O calendário de pagamento para os novos beneficiários ainda será divulgado. Nos últimos dias, a Caixa esclareceu que quem tiver o auxílio liberado receberá as parcelas com intervalo de 30 dias entre elas.

Com a nova lista de processamento, o número de pessoas com o pedido de auxílio emergencial processado subiu de 101,2 milhões para 101,9 milhões. Desse total, 59,2 milhões foram considerados elegíveis, tendo o benefício liberado, e 42,7 milhões tiveram o benefício negado. Até quinta-feira 4/6, o total de benefícios liberados estava em 59 milhões, e os negados somavam 42,2 milhões.

O número de pedidos em análise caiu para 10,2 milhões nesta sexta-feira 5/6. Desse total, 5,2 milhões de cadastros estão em primeira análise e 5 milhões em segunda ou terceira análise, quando o cadastro foi considerado inconsistente, e a Caixa permitiu a contestação da resposta ou a correção de informações. O cadastro no programa pode ser feito no aplicativo Caixa Auxílio Emergencial ou no site auxilio.caixa.gov.br.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil