Posts Tagged ‘vacina covid-19’

Aeronaves do Estado levam para o interior mais 88 mil doses de vacina contra a Covid-19

quarta-feira, março 3rd, 2021

Aeronaves do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar da Bahia e da Casa Militar do Governador (CMG) iniciaram, às 7h desta quarta-feira 3/2, a 6ª fase da Operação de Distribuição de Vacinas contra o novo coronavírus. Quarenta e duas cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e do interior receberão 88.130 doses do imunizante do Butantan.

Cinco aviões e quatro helicópteros foram empregados. A previsão de entrega da última carga é às 13h, em um município da região sudoeste da Bahia.

“Somos o estado que tem atuado com mais celeridade nas distribuições dos imunizantes. A determinação do governador Rui Costa é que as vacinas cheguem o mais rápido possível, otimizando as aplicações e salvando vidas”, destacou o coronel Carvalho da CMG, coordenador da Operação do Transporte Aéreo de Vacinas.

Fotografia/Fonte: GOVBA

Governo compra mais 54 milhões de doses de vacina contra covid-19

quarta-feira, fevereiro 17th, 2021

O Ministério da Saúde informou na terça-feira 16/2, em Brasília, ter garantido mais 54 milhões de doses da vacina CoronaVac contra a covid-19. Acrescentou ter assinado novo contrato com o Instituto Butantan, que desenvolve o imunizante em parceria com o laboratório Sinovac. 

A previsão, considerando os 46 milhões de doses já contratadas, é distribuir aos estados 100 milhões da vacina até setembro. 

Segundo o ministério, além da CoronaVac, o Brasil receberá mais 42,5 milhões de doses de vacinas fornecidas pelo Consórcio Covax Facility até dezembro. Também foram contratadas mais 222,4 milhões de doses de vacina contra covid-19 em produção pela Fundação Oswaldo Cruz, e parte desses imunizantes já começou a ser entregue mês passado. 

A previsão do Ministério da Saúde é assinar, nos próximos dias, contratos de compra com a União Química. Entre os meses de março e maio, o laboratório deve entregar dez milhões de doses da vacina Sputnik V. 

O ministério também espera contratar da Precisa Medicamentos mais 30 milhões de doses da Covaxin, também entre março a maio.

Como será  

Confira o cronograma de entregas de vacinas:  

Consórcio Covax Facility 

Entregas de 42,5 milhões de doses: 

Março: 2,65 milhões de doses da AstraZeneca 

Até Junho: 7,95 milhões de doses da AstraZeneca  

O consórcio, coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), funciona como um centro de distribuição internacional de vacinas. O Brasil receberá, ainda, aproximadamente mais 32 milhões de vacinas contra a covid-19 produzidas por laboratórios de sua escolha até o final do ano, conforme cronogramas estabelecidos exclusivamente por esse consórcio. 

Fundação Butantan – Corodonavac/Sinovac 

Entregas de 100 milhões de doses: 

Janeiro: 8,7 milhões – entregues 

Fevereiro: 9,3 milhões 

Março: 18,1 milhões 

Abril: 15,93 milhões 

Maio: 6,03 milhões 

Junho: 6,03 milhões 

Julho: 13,55 milhões 

Agosto:13,55 milhões 

Setembro: 8,8 milhões 

Fundação Oswaldo Cruz – Oxford/Astrazeneca 

Entregas de 222,4 milhões de doses: 

Janeiro: 2 milhões – entregues 

Fevereiro: 4 milhões 

Março: 20,7 milhões 

Abril: 27,3 milhões 

Maio: 28,6 milhões 

Junho: 28,6 milhões 

Julho: 1,2 milhões  

A partir da incorporação da tecnologia da produção do IFA (Insumo Farmacêutico Ativo), a Fiocruz deverá produzir e entregar mais 110 milhões de doses no segundo semestre de 2021.  

União Química – Sputnik V/Instituto Gamaleya 

Entrega de 10 milhões de doses (importadas da Rússia) – Previsão de assinatura de contrato esta semana.  

Março: 800 mil entregues 15 dias após a assinatura do contrato 

Abril: 2 milhões entregues 45 dias após a assinatura do contrato 

Maio: 7,6 milhões entregues 60 dias após a assinatura do contrato 

A partir da incorporação da tecnologia da produção do IFA, a União Química deverá passar a produzir mais oito milhões de doses por mês. 

Precisa Medicamentos – Covaxin/Bharat Biotech 

Entrega de 20 milhões de doses importadas da Índia – Previsão de assinatura de contrato esta semana. 

Março: 8 milhões – 4 milhões mais 4 milhões de doses entregues entre 20 e 30 dias após a assinatura do contrato 

Abril: 8 milhões – 4 milhões mais 4 milhões de doses entregues entre 45 e 60 dias após a assinatura do contrato 

Maio: 4 milhões entregues 70 dias após a assinatura do contrato

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Mais de 217 mil baianos vacinados contra Covid-19

quarta-feira, fevereiro 3rd, 2021

Com 217.680 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) até às 14 horas de terça-feira 2/2, a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. Com o objetivo de iniciar a imunização dos idosos acima de 90 anos foram distribuídas durante o último final de semana 65.350 novas doses, já ultrapassando assim a casa de 351 mil vacinas entregues aos 417 municípios. 

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas em painel.

Fotografia/Fonte: Sesab

Avião com vacinas da AstraZeneca chega ao Brasil

sábado, janeiro 23rd, 2021
vacina Oxford,AstraZeneca

O voo procedente da Índia que trouxe 2 milhões de vacinas da AstraZeneca contra a covid-19 ao Brasil chegou por volta das 17h30 de sexta-feira 22/1, no Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado em Guarulhos.

Para o recebimento da carga, estão presentes no local os ministros da Saúde Eduardo Pazuello, das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e das Comunicações, Fábio Faria. De lá, as vacinas serão encaminhadas para o Rio de Janeiro.

A carga vinda da Índia foi transportada em voo comercial da companhia Emirates. Após os trâmites alfandegários, seguirá em aeronave da Azul para o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio.

De acordo com a Fiocruz, assim que chegarem à instituição, as vacinas passarão por checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem, com etiquetagem das caixas com informações em português.

A previsão é que esse processo seja realizado até manhã de sábado 23/1, por equipes treinadas em boas práticas de produção. As vacinas devem ser liberadas para distribuição no período da tarde.

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

Quase 20 mil baianos já tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19

quinta-feira, janeiro 21st, 2021

Iniciada na terça-feira 19/1, a vacinação contra a Covid-19 na Bahia já contabilizou 19.166 doses aplicadas. Esse número corresponde aos dados enviados por 306 municípios até as 14h desta quarta-feira 20/1. Deste total de imunizados, 17.649 são profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente no combate à doença. 

Outras 1.291 doses foram aplicadas em idosos institucionalizados, 28 em indígenas aldeados e 198 em pessoas com deficiência. Os dados correspondem às primeiras doses aplicadas.

O município de Salvador é o que aplicou um maior número de doses, 4486 no total, seguido de Santo Antônio de Jesus, que já vacinou 1 mil pessoas, Lauro de Freitas (391) e Vitória da Conquista (372). 

Para ver a lista completa dos municípios que alimentaram a base de dados, clique aqui. Diariamente, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) divulgará esses dados nos boletins da Covid-19.

Fotografia/Fonte: Sesab

Urgente: Vacinas contra a covid-19 começam a ser distribuídas

segunda-feira, janeiro 18th, 2021

O Ministério da Saúde inicia, na manhã desta segunda-feira 18/1, a distribuição das vacina contra a covid-19 para todos os estados. A previsão do governo federal é iniciar a imunização na quarta-feira 20/1.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e governadores dos estados estão no Centro de Distribuição Logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP), de onde partirá a carga de cerca de 44 toneladas. 

De acordo com o Ministério da Defesa, o transporte das seis milhões de doses da vacina do Instituto Butantan, será feito por aeronaves da Força Aérea Brasileira. 

Logística

A logística de distribuição das vacinas será realizada por aviões e caminhões, compondo estes últimos uma frota de 100 veículos com áreas de carga refrigeradas, que até o final de janeiro aumentarão em mais 50. Toda frota possui sistema de rastreamento e bloqueio via satélite.

Aprovação pela Anvisa

No domingo, 17/1, os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovaram o uso emergencial da CoronaVac e da vacina da Oxford no país. 

Fotografia/Fonte: Agência Brasil

“Não vamos esperar pelo governo federal”, diz Neto sobre vacina da covid-19

segunda-feira, dezembro 14th, 2020

O prefeito de Salvador ACM Neto (Dem), disse nesta segunda-feira 14/12, em meio às discussões sobre a vacina contra a covid-19, que a prefeitura não pretende esperar as diretrizes que serão encaminhadas pelo governo federal. Durante uma coletiva de imprensa, Neto afirmou ainda que o plano de imunização do município está pronto aguardando apenas a aprovação de alguma vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Nós já temos o nosso plano de imunização pronto, a estrutura está organizada para, tão longo seja possível começar a vacinar, tenhamos condições. Se for possível, nós vamos comprar com recursos próprios a vacina para acelerar o processo de imunização em nossa capital. Não vamos esperar apenas o que será encaminhado pelo Governo Federal. A obrigação principal da compra de vacinas é deles, mas aqui [Salvador] eu quero acelerar”, comentou. “Entretanto, não podemos falar em data porque é preciso, primeiramente, ter uma vacina”, completou. 

O prefeito aproveitou a oportunidade para criticar a situação da imunização nacional: “o planejamento do Governo Federal tem sido falho. Inclusive a falta de diálogo com os governos estaduais e prefeituras, para ter uma ação coordenada, atrapalha muito. Entretanto, seria irresponsabilidade de qualquer um falar em data para vacinar a população.

Fotografia: PMS

Governadores, Anvisa e vacinas contra a covid

terça-feira, dezembro 8th, 2020

Após confirmar que a Bahia vive uma segunda onda do novo coronavírus, o governador Rui Costa participou, nesta terça-feira 8/12, junto com gestores de outros estados, de uma reunião virtual com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. A principal reivindicação dos governadores é que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprove e registre as vacinas com a maior rapidez possível.


Rui contou que o ministro confirmou que o Brasil fará a aquisição das vacinas, à medida que elas forem aprovadas e registradas pela Anvisa. “Por isso, nosso principal pleito é que esse registro seja feito com celeridade, assim que os laboratórios solicitarem, já que o Brasil, assim como outras nações, deve utilizar mais de uma vacina para imunizar a população. A Pfizer, por exemplo, acenou com a disponibilização de 70 milhões de doses para o Brasil, em um primeiro momento, sendo que cada indivíduo precisa de duas doses, e essa quantidade não cobre todos os brasileiros”, explicou o governador.


Rui também comentou que há atualmente 11 mil pessoas com vírus ativos na Bahia. “A taxa de transmissão segue crescendo e a elevação, ainda que pequena, no número de mortes, nos preocupa. A doença já está em todos os 417 municípios e uma contaminação desenfreada pode levar os serviços de saúde a um colapso. Em função disso, determinei que a Secretaria de Segurança Pública monitore propostas e convites para a realização de aglomerações, em ambientes fechados ou públicos, a fim de impedir a realização desses eventos. Além do que, também instruí o órgão a abrir processos criminais, na medida em que os responsáveis por essas aglomerações sejam identificados, não importando se são pousadas, boates ou até mesmo um cidadão com o som do carro alto ligado”, conclui.

Fotografia/Fonte: Secom GOVBA

Rui Costa comemora início da vacinação contra Covid-19 na Rússia

sábado, novembro 28th, 2020

O governador Rui Costa (PT) utilizou as redes sociais na sexta-feira 27/11, para comemorar o início dos testes da vacina contra o coronavírus na Rússia. Batizada de Sputnik V, o imunizante, que tem eficácia comprovada de 95%, será aplicadO em 400 mil soldados russos. O governo da Bahia tem um acordo com a Rússia para produção preferencial de  50 milhões de dose da Sputnik para o estado. 

“Notícias como essa nos enchem de esperança. Acredito na seriedade e comprometimento das equipes científicas que trabalham em todo o planeta. Com fé em Deus, venceremos a guerra contra o coronavírus!”,  escreveu Rui no Twitter.

O anúncio do início da vacinação de militares foi feita nesta sexta pelo Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu. 

Atrás de Estados Unidos, Índia e Brasil, a Rússia é o quarto país em número de infecções e registrou novo recorde de 27.543 casos de contágio detectados em 24 horas, além de 496 mortes.

Fotografia: Secom GOVBA

Presidente Bolsonaro rebate Mourão sobre compra de vacina chinesa: “A caneta Bic é minha”

sábado, outubro 31st, 2020

Pegou ar. O presidente Jair Bolsonaro disse na quinta-feira 30/10, que a palavra final sobre a aquisição de doses da Coronavac, vacina para a Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Butantan e a empresa chinesa Sinovac, é dele. “A caneta Bic é minha”, disse o presidente.

A declaração de Bolsonaro é uma resposta ao que foi dito mais cedo hoje pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão, de que o governo federal vai ajudar na compra da CoronaVac.

O imunizante tem sido alvo do debate entre Bolsonaro e seu adversário político, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Fotografia: Agência Brasil

Mourão contraria Presidente Bolsonaro e diz que governo vai comprar vacina contra Covid-19 desenvolvida na China

sábado, outubro 31st, 2020

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou que o Governo Federal vai comprar a vacina contra a Covid-19, desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

Segundo informações do jornal O Globo, Mourão disse que as declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre não comprar a vacina é uma briga política com Doria.

“Essa questão da vacina é briga política com o Doria. O governo vai comprar a vacina, lógico que vai. Já colocamos os recursos no Butantan para produzir essa vacina. O governo não vai fugir disso aí”, disse, em entrevista à revista “Veja”, publicada nesta sexta-feira.

Após o Ministério da Saúde anunciar que tinha a intenção de adquirir 46 milhões de doses da Coronavac, Bolsonaro desautorizou o ministro Eduardo Pazuello e afirmou que a vacina não seria comprada pelo governo brasileiro. O presidente ainda disse que existe um “descrédito muito grande” em relação ao imunizante chinês.

De acordo com o jornal, Mourão declarou não ter receio em tomar a Coronavac, caso seja certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

“Agora, é partido único? É partido único. É um regime autoritário ditatorial? É um regime autoritário ditatorial. Mas é o regime deles. A gente tem de entender que a China nunca viveu sob um regime democrático, numa república como nós a entendemos”, disse.

Fotografia: Reprodução