Posts Tagged ‘Suzane Richthofen’

Suzane Richthofen é liberada de novo para saída temporária após ser flagrada em festa

domingo, dezembro 23rd, 2018

Vai e volta. Depois de  sair e retornar à prisão no sábado 22/12, Suzane Richthofen voltou a ser liberada para saída temporária pela Justiça.

A detenta tinha adquirido o benefício e deixado a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, por volta das 8h10min. Segundo as regras, ela deveria ter seguido direto para o endereço informado à Vara de Execuções Criminais, que fica na cidade de Angatuba, onde declarou residência.

Mas durante a tarde, a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima informando que Suzane estava em uma festa de casamento no bairro Estoril, em Taubaté (SP). Por descumprir as regras da saída temporária, Suzane foi levada de volta ao presídio, onde chegou às 16h55min.

A decisão de conceder o benefício para a detenta mesmo após ter sido flagrada na na festa é da juíza Sueli Zeraik, da Vara de Execuções Criminais de Taubaté, que não considerou a infração por parte de Suzane. Com a decisão, Suzane passará o Natal e o Réveillon em liberdade. Ela deve voltar à prisão no dia 3 de janeiro.

 

 

Foto: Reprodução

Suzane von Richthofen é flagrada em festa e volta para a prisão

sábado, dezembro 22nd, 2018

Vixe. Suzane Von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais,  foi levada de volta para a prisão após ser flagrada em uma festa na tarde deste sábado 22/12 na Cidade de Taubaté, interior de São Paulo. (SP).

Segundo informações da imprensa, ela tinha deixado a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, por volta das 8h10min, e deveria, de acordo com as regras do benefício, seguir direto ao endereço informado à Vara de Execuções Criminais. Suzane havia informado que iria para a cidade de Angatuba, onde declarou residência.

Durante a tarde, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de que ela estaria em uma festa de casamento em Taubaté, cidade vizinha a Tremembé, e fez o flagrante. Por descumprir as regras da saída temporária, Suzane foi levada de volta ao presídio, onde chegou às 16h55min.

Agora, a Justiça irá definir se a detenta perde a saída temporária ou não. Se for punida, ela perde os 10 dias de liberdade que teria.

 

 

Foto: Reprodução

Suzane Richthofen e Anna Carolina Jatobá deixam prisão para passar Natal e Ano Novo em casa

sábado, dezembro 22nd, 2018
Foto: Reprodução

Justiça nega pedido de liberdade de Suzane Richthofen

quarta-feira, setembro 12th, 2018

A Justiça de São Paulo negou o pedido de Suzane von Richtofen para que ela pudesse cumprir o restante de sua pena em liberdade. Ainda cabe recurso.

De acordo com informações da imprensa, o pedido foi recusado no último dia 4/9, mais de um ano após o pedido da defesa da detenta, que cumpre pena na penitenciária feminina de Tremembé, no interior paulista.

Condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, em 2002, Suzane já cumpriu mais de 15. A decisão da Justiça acompanha parecer do Ministério Público, que também se manifestou contrário à progressão de regime após análise de teste de personalidade apontar traços de egocentrismo, narcisismo e de influência para a adoção de condutas violentas.

De acordo com a Promotoria, Suzane, de 34 anos, não deve retomar o convívio social. Ela cumpre regime semiaberto desde outubro de 2015 e, desde então, pode ser autorizada à saída temporária. 

Em 2017, Suzane foi impedida de sair durante o Dia das Mães por ter sido acusada de informar um endereço falso de onde ficaria hospedada.

A expectativa era que ela conseguisse a concessão do cumprimento do restante da pena em liberdade. Sua defesa apresentou, inclusive, outro laudo psicológico da detenta, em que afirmava que os traços poderiam ser encontrados em qualquer pessoa e que não seriam indicadores de que ela voltaria a cometer algum crime.

Segundo o G1, a Defensoria Pública, que faz a defesa de Suzane, informou que não pode se manifestar acerca do processo por ele tramitar em segredo de justiça. *Com informações da Folhapress. 

 

 

 

Foto: Reprodução

Suzane Richthofen é selecionada para o Fies no curso de administração

terça-feira, fevereiro 14th, 2017

Olha, aí. Suzane Von Richthofen, que cumpre pena por ter assassinado os pais em 2002, foi selecionada para o programa de Financiamento Estudantil (Fies) do governo federal. A lista do programa foi divulgada nesta segunda-feira, 13/2, pelo Ministério da Educação.

Condenada a 39 anos de prisão, ela concorreu para administração, na Faculdade Dehoniana, instituição particular e católica, em Taubaté, São Paulo. O curso é oferecido no período noturno, na modalidade presencial.

Para estudar usando o Fies, Suzane terá que obter autorização judicial. A detenta fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dentro da prisão em Tremembé (SP) no fim de 2016. Com a nota obtida, 675,08, ela foi uma das selecionadas para ganhar o financiamento. Na época em que foi presa, a detenta era estudante de direito e não concluiu o curso.

A presa já obteve autorização para estudar fora da penitenciária, no entanto, decidiu não cursar por medo da reação dos colegas da faculdade. Na época, ela pediu para estudar à distância e não teve sucesso por falta de recursos tecnológicos. Richthofen está cumprindo a pena no regime semi-aberto desde 2015. A detenta já teve concessão de outros benefícios como a saída para passar o Dia dos Pais e Dia das Crianças em liberdade.

Foto: reprodução

Na cadeia, Suzane Richthofen se casa com sequestradora

quarta-feira, outubro 29th, 2014

20141029-064004.jpg

Novidade. Condenada a 38 anos de prisão pela morte dos pais, Suzane von Richthofen se “casou”, no presídio de Tremembé, em São Paulo, com a ex-namorada de Elize Matsunaga, presa por ter esquartejado e matado o marido. Suzane já cumpriu 12 anos da pena, mas se recusou a cumprir o regime semiaberto. Ela agora ocupa uma ampla cela das presas casadas. A parceira de Suzane é Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos de prisão pelo sequestro de uma empresária em São Paulo. No começo deste ano, Sandra havia se casado com a também famosa Elize, que matou o marido Marcos Kitano Matsunaga, de 41 anos, em junho de 2012. Suzane e a parceira assinaram um documento de reconhecimento do relacionamento afetivo, o que não tem valor legal de casamento civil, mas garante a união dentro da cadeia. Após assinatura desse compromisso, por exemplo, caso se separe, a presa terá que cumprir o prazo de seis meses para voltar à cela especial, destinada às “casadas”. Informações da Folha.

Foto: Reprodução