Posts Tagged ‘quadrilha desarticulada’

Bando criminoso é desarticulado; tiroteio deixa 4 mortos

terça-feira, maio 28th, 2019

O bicho pegou. Uma quadrilha envolvida com tráfico de drogas, homicídios e roubos foi desmontada, na segunda-feira, dia 27/5, na Cidade de Jaguaripe, Baixo Sul da Bahia. Com cinco criminosos foram apreendidos pistola, revólveres, munições e drogas.

Guarnições da 3a CIA do 14° Batalhão da Polícia Militar (BPM/Santo Antônio de Jesus) receberam uma denúncia de um grupo armado dentro de uma casa na localidade de Barreiras do Jacuruna. No imóvel o quinteto foi cercado, mas reagiu atirando.

No confronto a quadrilha ficou ferida e foi socorrida para o Hospital Gonçalves Martins. Após atendimento médico, não resistiram os traficantes Felipe, um comparsa conhecido pelo vulgo de “Hulk” e dois ainda não identificados. Outro cara identificado como Aurino, recebeu atendimento, foi apresentado na Delegacia Territorial da Cidade de Nazaré e autuado em flagrante.

Com o quinteto foram apreendidos uma pistola calibre 40, três revólveres calibre 38, carregador, munições, porções de cocaína, maconha e crack, além de celulares e R$ 332 em espécie. 

Foto/fonte: SSP-BA

Vitória da Conquista: DTE desarticula quadrilha e apreende drogas

sábado, janeiro 13th, 2018

Uma quadrilha envolvida em homicídios, assaltos e tráfico de drogas foi desarticulada, na madrugada de sexta-feira, dia 12/1, por investigadores da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), da Cidade de Vitória da Conquista, unidade subordinada ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). O grupo estava em uma casa onde foi encontrada uma plantação de maconha, 1 quilo e meio da droga, porções de cocaína, balanças de precisão e material para embalagem.

Jacqueline, de 25 anos, Erica, 22, Vanessa, 18, e Mateus, 22, foram presos e autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação criminosa e associação para o tráfico. O grupo também vai responder por corrupção de menores, já que um adolescente de 17 anos, integrante da quadrilha, também foi apreendido no local.

O delegado Neuberto Costa, titular da DTE/Conquista, informou que a ação visa combater o narcotráfico e reduzir os índices de homicídios na cidade. “Após investigações, as equipes efetuaram uma busca na casa utilizada pelos criminosos, no Bairro Morada dos Pássaros III, e localizaram o material e prenderam os integrantes do bando”, explicou.

Ainda de acordo com o delegado, os criminosos já têm passagens anteriores pela polícia e já apareciam em investigações de tráfico conduzidas pela unidade especializada. Jacqueline, Erica, Vanessa e Mateus já foram encaminhados para o sistema prisional.

Foto/fonte: SSP-BA

Operação desarticula quadrilha interestadual de assaltos a bancos

domingo, dezembro 17th, 2017

A Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública da Bahia integrou a ação que desarticulou uma das maiores quadrilhas de assalto a grande valores – agências bancárias, carros-fortes e mineradoras – do país, na madrugada deste domingo (17), na cidade de Montes Claros, Minas Gerais.

Com o grupo, apontado como remanescente da quadrilha que tentou assaltar a agência do Banco do Brasil em Bom Jesus da Lapa, ação em que dois PMs foram mortos, foram encontrados cinco fuzis, sendo um calibre .50, duas pistolas Cal 9mm e farta munição de calibres .50, 7,62mm, 7,62 curto e 9 mm, além de aproximadamente 20kg de explosivos

A operação conjunta é resultado do compartilhamento de informações da SSP da Bahia, através  da Força Tarefa, das polícias de Minas Gerais e  Goiás, da Polícia Federal (BA e DF), da Secretaria de Administração Penitenciária do Paraná e da Polícia Civil do Estado de Sergipe.

 De acordo com o coordenador da Força Tarefa da SSP, major Marcelo Barreto, a quadrilha, que foi interceptada em Montes Claros, planejava uma nova ação criminosa contra um carro forte, esta semana. O crime seria executado no município mineiro onde foram localizados. ” Graças ao trabalho conjunto nos adiantamos e eles reagiram a ação”, conta o major.

Jean Carlos de Barros Dantas, Bereberê e Aldenir Quirino de Sá, conhecido como Galeguinho de Senhora, morreram em confronto com o Batalhão de Operações Policiais Especiais da PM de MG. Já Naelbe Bezerra, seu irmão Jeu Julio da Silva  e Yago Nunes de Souza foram presos.

 Ainda segundo Barreto, Bereberê era irmão de Carlos Jardiel de Barros Dantas, líder da quadrilha e morto em confronto com  a polícia de Goiás, em maio deste ano, em outra operação conjunta em parcerias com polícias do Nordeste, inclusive, a da Bahia. Após esse desfalque, Bereberê assumiu a organização criminosa e continuou com os ataques às instituições financeiras com o restante da quadrilha.

Com a operação deste domingo, sobe para 13 os fuzis apreendidos com a quadrilha que, além da ação em Bom Jesus da Lapa, também é responsável por assaltos a bancos e carros de valores em Unaí e Grão Mongol, em Minas Gerais, dentre outros municípios da Bahia e de Goiás. Conforme Ascom/SSP-BA

 

 

 

Fotos: Divulgação/SSP-BA

Operação da Polícia Civil prende 15 traficantes na Bahia e Sergipe

sábado, agosto 19th, 2017

Quinze pessoas foram presas pela 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Alagoinhas, durante operação para o cumprimento de 34 mandados de prisão preventiva e 34 mandados de busca e apreensão, na quinta-feira (17), nas cidades de Rio Real, na Bahia, e Indiaroba e São Cristóvão, em Sergipe. A polícia sergipana também participou do evento, que mobilizou 140 policiais civis baianos, entre delegados, investigadores e escrivães, além de mais de 30 viaturas.

De acordo com o delegado Jobson Lucas Marques, titular da Delegacia Territorial (DT), de Rio Real, que esteve à frente da operação, os presos integram uma organização criminosa que estava sendo investigada há mais de 10 meses por suas equipes. Com sede naquela cidade, a quadrilha é responsável por mais de 20 homicídios, todos de traficantes rivais ou usuários com dívidas de droga. O bando também está envolvido com roubos, torturas, sequestros e extorsões. Dez quilos de maconha e outras 300 trouxas da droga foram apreendidos, além de oito papelotes de cocaína, uma arma e 11 celulares.

A organização, composta por aproximadamente 40 integrantes, possuía, segundo o delegado, uma hierarquia estruturada, com divisão de tarefas delimitadas e poder de intimidação. Liderada por André Luiz Conceição Ferreira, que está preso no Presídio de São Cristóvão, em Sergipe. Ele comanda a organização por meio da companheira Iraíldes, vulgo “Tico”, que repassa as ordens ao grupo. O braço direito de André era  “Alex Neguinho”, residente em Indiaroba, e principal alvo preso na operação.

PRESOS

Os demais presos são: Francisco, vulgo “Seriguete”, Igor, vulgo “Gordo”, Tailan, vulgo “Pezão, Ricardo Paulo, Vulgo “Ricardo do brega”, Renilton, vulgo “Cheiro”, Enrique, vulgo “Tchuk”, Adson Goes, Ricardo Paulo, vulgo “Ricardo do Brega”, Jânio de Jesus, Eunice Felícia, Alecí, Rosilange, Jossilene e Clécia. Os mandados foram expedidos pela Comarca de Rio Real.

O delegado Jobson Marques lembra que, antes desta operação, outros seis integrantes da organização criminosa já haviam sido presos em ações diversas da Policia. São eles: Ícaro, vulgo “Zumbi”, Cristiano, vulgo “Barriga”, Carlos Alexandre, vulgo “Serrote”, Adriano e Gleidson, vulgo “Formiga”.

A operação contou com a participação das equipes das delegacias territoriais (DTs) de Rio Real, Catu, Olindina, Itapicuru, Esplanada, Aporá, Acajutiba, das delegacias de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Alagoinhas e Feira de Santana, da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (CATI), do Departamento de Polícia do Interior (Depin), do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Coordenação de Operações Especiais (COE), das 1ª e 2ª Coorpins, de Feira e Alagoinhas, respectivamente, Polinter, Serviço de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP/BA) e equipes da GERB, da Polícia Civil de Sergipe.

Foto/fonte: Ascom Polícia Civil/SSP/BA

Operação cumpre 80 mandados de prisão contra traficantes de drogas

sexta-feira, abril 28th, 2017

Um grupo de narcotraficantes especializados em trazer grandes carregamentos de drogas para o Brasil é alvo da Operação Malote, da Polícia Federal (PF), deflagrada nesta sexta-feira (28). Em cinco estados estão sendo cumpridos mais de 80 mandados judiciais.

Sediada em Umuarama, no noroeste do Paraná, a quadrilha tinha ramificações em Mato Grosso do Sul e, segundo a PF, fornecia drogas para São Paulo, Rio de Janeiro e estados da Região Nordeste.

A quadrilha atuava há dois anos, período em que foram apreendidas 39 toneladas de maconha e 160 quilos de cocaína. Ao longo da investigação, em novembro de 2015, a PF também conseguiu fazer, em Porto Camargo, no noroeste do estado, a maior apreensão de maconha já registrada no Brasil. À época 24,5 toneladas foram encontradas às margens do Lago de Itaipu. Os agentes prenderam 21 pessoas.

WhatsApp

Durante as investigações, a PF descobriu que o grupo criminoso se comunicava por mensagens trocadas no WhatsApp, e solicitou à Justiça Federal de Umuarama dados dessas conversas. A Justiça autorizou o monitoramento e determinou que o WhatsApp repasse os dados solicitados. Apesar disso, segundo a PF, as ordens judiciais não foram cumpridas e a empresa foi multada diariamente. As multas dadas ao WhatsApp no Brasil já acumulam o valor de R$ 2,1 bilhões.

Com o apoio da Receita Federal, que identificou o patrimônio da quadrilha, os bens foram bloqueados pela Justiça. No total, 49 equipes da PF participaram da operação, incluindo a Coordenação de Aviação Operacional de Brasília.

Punição

Se condenados, os investigados devem responder por crimes ligados à Lei Antidrogas e à Lei de Combate ao Crime Organizado, além de corrupção ativa e passiva. As penas podem ser superiores a 40 anos de prisão. Agência Brasil

 

 

Foto: Reprodução

‘Megaoperação’ acaba com quadrilha responsável por tráfico de drogas; 6 suspeitos morrem e 4 são presos

sábado, dezembro 3rd, 2016

img_2670

Uma “Megaoperação” realizada nesta sexta-feira, dia 2/11, resultou na desarticulação da quadrilha responsável pelo tráfico de drogas no Recôncavo Baiano.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), após dois meses de investigações, policiais iniciaram o cumprimento de 11 mandados de prisão contra o grupo liderado pelo criminoso conhecido como Leo Gado, flagrado na comunidade de São Roque do Paraguaçu, em Maragogipe.

e120795a-6603-4c90-834c-b28a1a2648a8

Ainda conforme a SSP, os bandidos estavam escondidos em casas de uma mata de difícil acesso ainda no início da manhã, quando reagiram à ação policial e acabaram atingidos.

Os suspeitos foram encaminhados aos hospital da região, seis deles não resistiram aos ferimentos. Entre eles  estão os procurados pela  polícia conhecidos como Leo Gado, Piel, Dal e Zoio e outros dois homens ainda não identificados. Outros quatro suspeitos  foram presos e encaminhados à DT de Maragogipe.

img_2680

Com a quadrilha, foram apreendidos
duas submetralhadoras 9 milímetros, duas espingardas calibre 12, uma pistola calibre 45,  uma pistola e três carregadores  nove milímetros,um revólver calibre 38, um revólver calibre 22,  além de aproximadamente 5 mil pedras de crack, 5 mil pinos de cocaína, 34 tabletes de maconha  e R$ 4.710.

A ação, comandada pela Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública e unidades do Batalhão de Operações Policiais Especiais, Grupamento Aéreo da Polícia Militar, do Departamento de Polícia do Interior, através da Delegacia Territorial de Maragogipe, e da Coordenação de Aviação Operacional da Polícia Federal (CAOP), teve a participação de aproximadamente 130 policiais. As equipes utilizaram o auxílio de lanchas e aeronaves devido ao difícil acesso aos locais onde os bandidos estavam escondidos.

img_2673

Ainda de acordo com a SSP, além de ser responsável pelo tráfico de drogas em boa parte dos municípios do recôncavo, a quadrilha também é acusada de ter participação em vários assaltos a banco.

Fotos: SSP/BA

Presos suspeitos de lavagem de dinheiro; movimento teria rendido R$ 21 milhões

terça-feira, setembro 27th, 2016

normal_1474926194draco2

Oito pessoas foram presas nesta segunda-feira, dia 26/9, durante a Operação Hades, deflagrada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e Grupo Especial de Repressão às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público da Bahia, com o objetivo de desarticular quadrilhas que atuavam com tráfico de drogas e lavagem de dinheiro nas Cidades de Irecê, Morro do Chapéu, Feira de Santana, Luís Eduardo Magalhães e Salvador.
A ação, que visava cumprir mandados de busca e apreensão, prendendo oito acusados. Com eles, foram apreendidos 30 quilos de cocaína, uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12, além de uma caminhonete.
Também foram presos, por força de mandados de prisão, mais dois homens e uma mulher. A quadrilha investigada é suspeita de ter movimentado R$ 21 milhões em atividades relacionadas à lavagem de dinheiro do tráfico, através de diversas empresas que estavam sendo utilizadas com essa finalidade.
A operação foi desenvolvida com o apoio do Ministério Público de Irecê e da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Irecê)

 

Foto/fonte: Polícia Civil/SSP-BA

PF desarticula organização criminosa especializada em tráfico de drogas

sexta-feira, setembro 23rd, 2016

pf-e1469542059864-250x219

A Polícia Federal, com o apoio da Polícia Militar, deflagrou nesta quinta-feira, dia 22/9, a Operação Última Fronteira, com o objetivo de desarticular organização criminosa especializada em tráfico de entorpecentes, com atuação principalmente na região oeste da Bahia.

Cerca de 60 policiais federais cumprem 12 mandados de prisão preventiva e 14 mandados de busca e apreensão nas Cidades baianas de Luís Eduardo Magalhães, Barreiras e Irecê, além do bloqueio de contas bancárias e do sequestro de bens imóveis utilizados pela organização criminosa.

As investigações iniciaram há cerca de um ano, sendo constatado que os investigados traziam a droga dos estados de Mato Grosso, Goiás e São Paulo e distribuíam em toda a região oeste da Bahia, sendo parte também enviada a Salvador.

Ao longo da apuração foram realizadas dez prisões em flagrante, sendo apreendida mais de uma tonelada de entorpecentes, entre maconha, crack e cocaína. Algumas empresas de fachada eram utilizadas pelo esquema criminoso para a lavagem do dinheiro ilegalmente obtido com o tráfico.

Os presos serão encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça e responderão pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico, cujas penas, se somadas, podem ultrapassar 25 anos de reclusão.

 

Foto/fonte: PF

Polícia desarticula quadrilha e apreende muita maconha; 4 pessoas são presas e 1 morta

quarta-feira, setembro 21st, 2016

109234-3

Xilindró. Acabou a farra. Policiais militares da 20ª CIPM, sediada na Cidade de Santo Amaro, sob o comando do Major Marcos Davi, prenderam em flagrante delito Everaldo Braz dos Santos, conhecido como ‘Vevéu’; Anderson Brito dos Santos, conhecido como ‘Nando’; Elvis Rocha Bispo, conhecido como Elvis e Samara Riso de Santana, conhecida como Isa. Eles são acusados de integrar uma quadrilha na Cidade de Conceição do Jacuípe.

109233-3 109235-3

Em poder do bando, a Polícia apreendeu cerca de20 quilos de maconha prensada, distribuídos em 17 tabletes, sendo 13 deles encontrados dentro de um carro, onde estavam os dois primeiros flagranteados, na Cidade de Conceição do Jacuípe. Os quatro tabletes restantes foram localizados numa chácara, no povoado do Souza, Zona Rural da Cidade de Coração de Maria, onde estavam escondidos os dois últimos presos, além de Ivan da Rocha Paixão, conhecido como ‘Van’ ou ‘Fredy’, que, segundo a Polícia, seria o atual líder da organização criminosa, Geraldo dos Santos Rocha Junior, conhecido como ‘Pitela’, irmão de ‘Van’.

109236-3

Conforme a Polícia, durante a diligência na chácara, eles resistiram entrando em confronto com a guarnição. Durante a troca de tiros, Ivan, ou “Van”, foi baleado e socorrido para o hospital de Coração de Maria, porém não resistiu. Já Geraldo dos Santos conseguiu fugir do cerco policial.

109232-3 109230-3

Com a droga, foram apreendidos um revólver Taurus, calibre 32, com seis cartuchos deflagrados; dois carros; um caderno com anotações da contabilidade da quadrilha, relativas ao comércio de drogas; a quantia de R$ 104 e dois celulares.

109229-3 109231-3

Foi lavrado pelo Delegado da Polícia Civil, Jean Silva Souza, e equipe na D.T. de Conceição do Jacuípe, o auto de prisão em flagrante.

De acordo com o delegado Jean Souza, a Polícia Militar é parceira da Polícia Civil e tem feito um bom trabalho. “Estamos conseguindo combater o tráfico de drogas e as organizações criminosas de forma eficiente, como vimos nessa operação com presos e o líder da quadrilha morto, após ser socorrido. Tem um homem foragido e já estamos tentando prendê-lo. Acredito que a droga seria comercializada em Conceição do Jacuípe, apesar da quadrilha ter braços em outras cidades”, afirmou. Fonte Acorda Cidade

 

Fotos: Divulgação/PM/Reprodução/Acorda Cidade

 

 

Desarticulada quadrilha com apreensão de três toneladas de maconha no interior da Bahia

segunda-feira, setembro 28th, 2015

001-1

Não corre ninguém. Uma carreta com três toneladas de maconha foi apreendida e uma quadrilha foi desarticulada durante uma operação conjunta realizada na manhã de domingo,  dia 27, no município de Canarana, no interior da Bahia, entre as polícias: Polícia Federal, Serviço de Missões Especiais (SME) – Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE) / Litoral Norte (LN), 14ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), com o apoio da 7º Batalhão da Polícia Militar (BPM-Irecê) e Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) do município.

 

002

 

De acordo com notaenviada à imprensa do comando geral da Polícia Militar, a interceptação foi efetuada na cidade de Canarana, alto sertão baiano e estava sendo transportada em um fundo falso da carreta de placa MDX 7652, tendo o motorista, o gaúcho, Carlos Alberto Vieira, sido preso em flagrante.  No decorrer das diligências foram localizados e presos em flagrante, dois cramunhões que faziam a escolta da droga e posterior armazenamento e distribuição, são eles; Edmilson da Silva Lopes, o “jovem ” e Paulo Pereira Amorim, o “Paulo de magnólia” elemento de alta periculosidade, ligado ao tráfico e procurado em quatro estados por assalto a banco.

 

003

Ainda em continuidade das diligências, foi localizado e preso, no hotel Alves, na cidade de Irecê, o paranaense Thyago Basso Bueno, que também faz parte desta organização criminosa.

 

004

 

Fotos:Divulgação/PMBA

 

Rio Real: Quadrilha liderada por detento e suspeita de 14 homicídios é desarticulada

quinta-feira, junho 18th, 2015

6uedf88baj_fsbbj70hx_file

E agora xadrezinho. Quatro integrantes, de uma quadrilha liderada por detentos, foram presos na quarta-feira, dia 17, durante operação conjunta das polícias Civil e Militar, para cumprimento de mandados de prisão, e busca e apreensão, em diversos bairros do município de Rio Real.

De acordo com o delegado Jobson Marques, titular da DT (Delegacia Territorial), os suspeitos integram uma quadrilha acusada de 14  homicídios, todos relacionados a dívidas de drogas.

Péricles de Souza dos Santos, de 19 anos, Leidivando dos Santos Alves, 26, Fabricio da Silva Araujo, 21, e Josefa Maria Pereira da Rocha, 38, flagrada com uma espingarda, são liderados pelo traficante Alef de Souza de Carvalho, que desde fevereiro deste ano, está custodiado no Presídio de Feira de Santana. O preso também teve um mandado de prisão cumprido durante a operação.

 Conforme a polícia, participaram da ação as equipes da 2ª Coorpin (Coordenadoria Regional de Polícia do Interior), de alagoinhas das DTS (Delegacias Territoriais) de Rio Real, Itapicuru, Olindina, Esplanada, Entre Rios, Alagoinhas, drfr (Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos) e 6ª cipm (Companhia Independente de Polícia Militar). Péricles, Leidivando Fabricio e Josefa serão encaminhados ao Presídio de Feira.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Desarticulado bando envolvido em homicídios e tráfico; nove presos foram para o xilindró

quinta-feira, dezembro 18th, 2014

20141218-061918.jpg

Se ferraram. Com a prisão de nove pessoas, sete homens e duas mulheres, a Polícia Civil de Feira de Santana desarticulou uma quadrilha envolvida com o tráfico de drogas e homicídios naquela Codade.
Um dos presos é suspeito de envolvimento no homicídio de Marcelo Roberto Pinho, o Tenhiê, de 23 anos, que foi decapitado. A cabeça foi encontrada em uma sacola, na porta de uma residência no conjunto Feira X, na manhã do dia 23 de novembro.
De acordo com o delegado Matheus Souza, titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), oito acusados foram presos após abordagem em uma van na BR-324 que seguia para Salvador, na terça-feira, dia 16. O nono suspeito, Alex Fontes Machado, foi preso na Estação Rodoviária, na manhã desta quarta-feira, dia 17.
Foram presos na van: Luanderson Santos Machado, conhecido como Ua, irmão de Alex; Ubiratania da Silva; Lucas Silva de Almeida; Edivane da Silva Farias; Moisés de Jesus; Geovan de Jesus Lobo; Neulon de Jesus Souza e Luiz Alberto Brito Euclides, condutor e proprietário do veículo.
Com eles, segundo o delegado foram encontrados munições e armamento de vários calibres, inclusive de uso restrito das forças armadas e drogas. A prisão aconteceu durante investigações em conjunto entre a DTE e a Delegacia de homicídios (DH).
“Através das investigações, ficamos sabendo que eles estavam saindo de Feira de Santana para Salvador. Eles alegaram que iriam passear, mas sabemos que eles tentavam fugir. Foi feita a abordagem e encontramos drogas e armamentos. Em seguida aprofundamos a diligência e prendemos outro envolvido”, informou o delegado destacando o trabalho em conjunto desenvolvido pelas delegacias especializadas.
“Nove pessoas perigosas foram presas. Estavam sendo procuradas pela polícia por homicídios e outros delitos”, continuou.
Matheus Souza informou que a polícia já tem o nome do suspeito de ter levado a cabeça de Tenhê em uma sacola. O mesmo está sendo procurado.
“Pelo que foi apurado nas investigações ele (Luanderson) tem participação no homicídio do Tenhê e a cabeça quem levou para o Feira X foi um indivíduo conhecido como Boquinha. Sabemos que Ua é traficante da Expansão Feira IX, e usa poder de fogo e outros métodos para amedrontar as pessoas da comunidade e se impor”, disse o delegado que o autuou em flagrante por associação ao tráfico.
Sobre o mesmo acusado a delegada Ana Cristina Paim, da Delegacia de Homicídios, disse que Ua nega o crime contra Tenhê, mas segundo ela a polícia tem provas contra ele.
“Já tínhamos informação de que além dos homicídios ele é um traficante. Com essas informações a investigação passou a ser dos dois departamentos da Polícia Civil, DTE e DH. Ele nega o crime, mas o que foi dito por ele é irrelevante diante das provas e circunstâncias que temos coletadas contra ele. Que eu me lembre, Ua é apontado como envolvido em cinco homicídios, mas a gente continua investigando e acaba tendo informações de outros homicídios nos quais ele pode ter participação também”, disse a delega Klaudine Passos. A polícia investiga a origem dos armamentos apreendidos – duas armas e munições.

 

Fotos/fonte: Polícia Civil