Posts Tagged ‘motorista bêbado’

PRF prende homem que estaria dirigindo embriagado e na contramão

sexta-feira, agosto 30th, 2019

Cadeia. Um homem de 35 anos terminou sendo preso ao ser flagrado dirigindo sob efeito de bebida alcoólica na BR-343, no trecho da Cidade de Piripiri, no Norte do Piauí. O cara foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que viu o veículo totalmente apagado e na contramão.

Segundo a PRF, os agentes abordaram o veículo e verificaram indícios de ingestão de bebida alcoólica por parte do condutor. Naquele momento, foi realizado teste do bafômetro que teria apontado índice de 0,52 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, configurando o crime de embriaguez ao volante.

Além disso, os policiais verificaram que o condutor era inabilitado e não apresentou nenhum documento. Ele acabou atuado por embriaguez ao volante, direção perigosa, dirigir veículo automotor em via pública sem a devida Permissão para Dirigir ou Habilitação, gerando perigo de dano. O homem foi encaminhado para a delegacia da cidade de Piripiri para os procedimentos.

Foto/fonte: PRF

Carreteiro bêbado provoca acidente na BR 242, diz PRF

domingo, março 31st, 2019

Misericórdia. Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) efetuava fiscalização preventiva de acidentes, quando, às 10h40 de sábado, dia 30/3, no Km 375 da BR 242, trecho da Cidade de Seabra, na Chapada Diamantina, Bahia, avistou em sentido contrário e em alta velocidade uma carreta branca que transportava grãos, tracionando dois semi-reboques. Aparentava estar fora de controle.

Dessa forma, os PRFs retornaram e avistaram o veículo tombado na pista. Os policiais prestaram os primeiros socorros ao motorista que estava desacordado. Foi acionado o Corpo de Bombeiros da Cidade de Lençóis que conduziu o condutor para o Hospital Regional da Chapada.

O motorista foi submetido ao teste com etilômetro, cujo resultado aferiu 1,01 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões), comprovando a embriaguez. O teste no aparelho apresentou índice 3 vezes maior do valor considerado como crime que é de 0,34 mgL. Após alta hospitalar, o condutor será encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Além de detenção por crime de trânsito, a multa por alcoolemia custa R$ 2.934,70, valor que é duplicado em caso de reincidência. Ademais, ocorre a penalidade administrativa que suspende ou proíbe o motorista de obter a habilitação ou permissão para dirigir veículo automotor por um período de 12 meses.

A PRF alerta sobre as consequências da combinação de álcool e volante e atua no policiamento ostensivo e preventivo, sendo priorizada a fiscalização de condutas de risco como ultrapassagens proibidas, alcoolemia ao dirigir, excesso de velocidade, dentre outras, com foco na redução de acidentes.

 

 

 

Foto/fonte: PRF/BA

Motorista bêbado é preso em flagrante após atropelar e matar pedestre

segunda-feira, outubro 1st, 2018

Vixe. Um motorista foi preso em flagrante depois de atropelar e matar um pedestre na noite de domingo 30/9, na BA-987, em Porto Seguro, na Bahia. Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o condutor fez o teste do bafômetro que deu positivo para consumo de álcool.

A vítima, morreu na hora. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Porto Seguro, onde será periciado. O motorista foi levado pelos policiais para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep).

De acordo com a PRE, ele foi detido por homicídio culposo na direção de veículo, qualificado pela condução sob influência de álcool. Ele está preso e aguarda decisão da Justiça.

Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Estadual

Começa a vigorar lei que aumenta pena para motorista bêbado

quinta-feira, abril 19th, 2018

Entra em vigorar nesta quinta-feira (19) a Lei 13.546/2017, que ampliou as penas mínimas e máximas para o condutor de veículo automotor que provocar, sob efeito de álcool e outras drogas, acidentes de trânsito que resultarem em homicídio culposo (quanto não há a intenção de matar) ou lesão corporal grave ou gravíssima. A nova legislação, sancionada pelo presidente Michel Temer em dezembro do ano passado, modificou artigos e outros dispositivos do Código Brasileiro de Trânsito (Lei 9.503/1997).

Antes, a pena de prisão para o motorista que cometesse homicídio culposo no trânsito estando sob efeito de álcool ou outras drogas psicoativas variava de 2 a 5 anos. Com a mudança, a pena aumenta para entre 5 e 8 anos de prisão. Além disso, a lei também proíbe o motorista de obter permissão ou habilitação para dirigir veículo novamente. Já no caso de lesão corporal grave ou gravíssima, a pena de prisão, que variava de seis meses a 2 anos, agora foi ampliada para prisão de 2 a 5 anos, incluindo também a possibilidade de suspensão ou perda do direito de dirigir.

As alterações no Código Brasileiro de Trânsito (CBT) também incluem a tipificação como crime de trânsito a participação em corridas em vias públicas, os chamados rachas ou pegas. Para reforçar o cumprimento das penas, foi acrescentada à legislação um parágrafo que determina que “o juiz fixará a pena-base segundo as diretrizes previstas no Artigo 59 do Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), dando especial atenção à culpabilidade do agente e às circunstâncias e consequências do crime”.

Para a professora Ingrid Neto, doutora em psicologia do trânsito e coordenadora de um laboratório que pesquisa o tema no Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), uma legislação que endureça as penas para quem comete crimes de trânsito é importante para coibir a prática, mas não pode ser uma ação isolada. “Quando a gente fala em segurança do trânsito, estamos tratando desde as ações de engenharia e infraestrutura das vias, o trabalho de educação no trânsito [voltado à prevenção], e o que chamamos de esforço legal, que é justamente uma legislação dura, que as pessoas saibam que ela existe, mas combinada com um processo efetivo de fiscalização”, argumenta.

Para Ingrid, por mais dura que seja um legislação, ela não terá efeitos se não vier articulada com outras iniciativas complementares. “Na lei seca [que tornou infração gravíssima dirigir sob efeito de álcool] nós vimo isso. No começo, houve uma intensa campanha de educação e fiscalização, o que reduziu de forma significativa o índice de motoristas que bebe e insistem em dirigir, mas a partir do momento que a fiscalização foi reduzida, as pessoas se sentiram novamente desencorajadas a obedecer a lei”, acrescenta.  Agência Brasil

 

 

Foto: Ilustrativa

Carreteiro embriagado é flagrado conduzindo veículo em Barreiras

terça-feira, outubro 24th, 2017

Na cara dura. Um carreteiro de 41 anos foi preso na segunda-feira, dia 23/10, depois de ser flagrado bêbado pela Polícia Rodoviária Federal dirigindo a carreta que transportava 36 toneladas de fertilizante, na BR-242, trecho da Cidade de Barreiras, no Oeste baiano.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal, o teste com o etilômetro no motorista resultou em 0.57 mg de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, número quase duas vezes maior do que índice considerado crime de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro. O condutor foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, onde vai responder pelo crime de embriaguez ao volante.

 

 

Foto/fonte: PRF-BA

 

PRF prende condutor bêbado que tentou subornar os policiais

segunda-feira, agosto 21st, 2017

Desaforo. Policiais Rodoviários Federais (PRFs) prenderam um motorista alcoolizado que tentou subornar os policiais. O flagrante foi registrado perto das 7 da noite do domingo, dia 20/8, no KM 797 da BR 242, trecho da Cidade de Barreiras, no Oeste da Bahia.

Ao abordar uma motocicleta com placa da Cidade de Luís Eduardo Magalhães, os PRFs solicitaram a documentação de porte obrigatório, momento em que o homem informou que não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Na fiscalização, os agentes notaram que o condutor apresentava visíveis sinais de embriaguez e ofereceram o teste do etilômetro, que foi recusado. Diante dos procedimentos que seriam adotados pelos policiais, o envolvido colocou no bolso de um PRF uma cédula de R$ 100,00 (cem reais) para que fosse liberado, sendo imediatamente informado que além do crime de embriaguez ao volante, seria preso por tentativa de suborno, tipificado como corrupção ativa. O condutor foi encaminhado para a Delegacia de Polícia judiciária local.

 

 

 

Foto/fonte: PRF-BA

Motorista supostamente bêbado é preso com carro movido a gás de cozinha

quarta-feira, abril 6th, 2016

Carro era movido por gás de cozinha e tinha cadeira no lugar de banco (Foto: Divulgação/PFR)

Oxente. Um motorista foi preso ao dirigir bêbado um carro movido a Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), popularmente conhecido como gás de cozinha, no município de Ibotirama, no interior da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor, de 45 anos, que está com a carteira de habilitação vencida há 9 anos, foi flagrado quando trafegava pelo km-750 da BR-242, na noite de segunda-feira, dia 5.

Carro transportava na carroceria uma máquina de debulhar feijão (Foto: Divulgação/PRF)

O veículo, que transportava na carroceria uma máquina de debulhar feijão, também não estava com placas e tinha uma cadeira no lugar do banco do motorista. Ainda segundo a PRF, o motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que resultou em 1,01 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, confirmando a embriaguez.

Fotos: Divulgação/PRF