Posts Tagged ‘Draco’

Micareta de Feira de Santana: Delegados e investigadores estão infiltrados no meio da festa

sábado, abril 21st, 2018

O trabalho da Polícia Civil em festas como a Micareta de Feira não se limita a registrar ocorrências e formalizar prisões nos postos policiais instalados nos circuitos da folia. Delegados e investigadores realizam um trabalho de inteligência, infiltrando-se em meios aos foliões para prender traficantes e conduzir usuários de drogas.

A ação, coordenada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), tem como objetivo principal coibir o tráfico de drogas. “Essas equipes veladas não chamam atenção, por isso é mais fácil identificar os criminosos ou usuários de drogas, que, sob efeito dos entorpecentes podem iniciar brigas”, explicou o diretor do Draco, delegado Marcelo Sansão.

Na primeira noite oficial da folia, foram lavrados 49 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) na unidade do Draco, instalada no Colégio Estadual de Feira de Santana. Todos são provenientes das ações das equipes veladas, ocorridas no circuito Maneca Ferreira, na Avenida Presidente Dutra.

Policias do Draco, do Departamento de Polícia do Interior (Depin), e das delegacias de Furtos e Rubos (DRFR) e Tóxicos e Entorpecentes (DTE), de Feira de Santana, também participam da ação.

Foto: Reprodução

PM localiza fuzil, drogas e munições no subúrbio ferroviário de Salvador

sábado, fevereiro 17th, 2018

Ousadia da bandidagem. Policiais da 18ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Periperi) localizaram, na tarde da sexta-feira, dia 16/2, um fuzil calibre 556 no bairro de Alto de Coutos, Subúrbio ferroviário de Salvador. A Polícia recebeu denúncia anônima enviada para o Centro Integrado de Comunicações (Cicom), através do telefone 190, o que acabou ajudando na apreensão.

Os policiais foram comunicados pelo Cicom, que um carro de passeio estava descarregando arma e munições. Viaturas foram para o local, quando militares visualizaram um criminoso correndo e invadindo uma casa.

Naquele momento, houve perseguição e dentro da casa, a Polícia localizou além do fuzil, munições, carregadores e maconha. Uma mulher de 25 anos, foi conduzida ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

 

 

 

Foto/fonte: SSP-BA

Polícia Civil recupera mais de 450 mil dólares frutos de extorsão contra família de empresário

quinta-feira, fevereiro 15th, 2018

Quatrocentos e cinquenta e um mil e seiscentos dólares foram recuperados pela operação da Polícia Civil da Bahia, realizada em Caçapava, São Paulo, na quarta-feira de cinzas. O valor, que ultrapassa a casa do R$ 1 milhão de reais, é fruto da extorsão mediante sequestro, pago pela família do empresário e ex-prefeito de Valença Ramiro José Campêlo Queiroz, para a libertação da vítima.

O montante foi apreendido em uma churrascaria no KM 19 da Rodovia Presidente Dutra, com quatro envolvidos no crime, ocorrido no mês de janeiro. A operação também contou com informações da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública.

Os baianos Márcio Reis dos Santos, conhecido como Bradock, e Geraldo Alves de Carvalho Neto, o pernambucano Carlos Eduardo Rabello e o mineiro André Luís Maciel Santos já estão presos na Delegacia Antissequestro da PC de São Paulo, que também apoiou a operação.

Responsável pelas investigações, o delegado do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil baiana ressaltou a colaboração do Poder Judiciário e do Ministério Público para o sucesso da operação policial.

” Foi um trabalho conjunto que graças aos esforços de todos os setores chegamos aos autores do crime”, reconheceu o delegado, que permanece em São Paulo dando seguimento às buscas por mais integrantes da quadrilha. Conforme Ascom/SSP-BA

 

 

Foto: Divulgação/SSP-BA

Vitória da Conquista: DTE desarticula quadrilha e apreende drogas

sábado, janeiro 13th, 2018

Uma quadrilha envolvida em homicídios, assaltos e tráfico de drogas foi desarticulada, na madrugada de sexta-feira, dia 12/1, por investigadores da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), da Cidade de Vitória da Conquista, unidade subordinada ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). O grupo estava em uma casa onde foi encontrada uma plantação de maconha, 1 quilo e meio da droga, porções de cocaína, balanças de precisão e material para embalagem.

Jacqueline, de 25 anos, Erica, 22, Vanessa, 18, e Mateus, 22, foram presos e autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação criminosa e associação para o tráfico. O grupo também vai responder por corrupção de menores, já que um adolescente de 17 anos, integrante da quadrilha, também foi apreendido no local.

O delegado Neuberto Costa, titular da DTE/Conquista, informou que a ação visa combater o narcotráfico e reduzir os índices de homicídios na cidade. “Após investigações, as equipes efetuaram uma busca na casa utilizada pelos criminosos, no Bairro Morada dos Pássaros III, e localizaram o material e prenderam os integrantes do bando”, explicou.

Ainda de acordo com o delegado, os criminosos já têm passagens anteriores pela polícia e já apareciam em investigações de tráfico conduzidas pela unidade especializada. Jacqueline, Erica, Vanessa e Mateus já foram encaminhados para o sistema prisional.

Foto/fonte: SSP-BA

Quebrança no tráfico: Polícia se une e apresenta recorde de apreensão de drogas

domingo, outubro 1st, 2017

Mês mais produtivo do ano, quando o assunto é apreensão de drogas. Esta é a marca de setembro 2017, que já teve recolhida das ruas mais de sete toneladas de drogas, entre maconha, cocaína e crack. O número supera as apreensões dos demais meses do ano que juntos tiveram sete toneladas retiradas de circulação. No ano, até agora, a polícia baiana localizou mais de 14 toneladas de drogas nas mãos de quadrilhas.

O crescimento na apreensão de drogas já pode ser notado no mês de agosto, quando aproximadamente 3,8 toneladas foram recolhidas e em setembro, esse número mais que dobrou.

O aumento é resultado de inúmeras operações, desenvolvidas de forma integrada pelas polícias Civil, Militar e Federal, além da Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública, como explica o secretário da pasta, Maurício Teles Barbosa. “Conseguimos afinar o trabalho e atuar de uma forma que todas as instituições conseguem contribuir, dentro de suas atribuições, resultando em ações rápidas e certeiras. Estão todos de parabéns”, elogiou.

As apreensões de setembro ocorreram em diversas partes do estado, inclusive em Salvador e na Região Metropolitana. A mais recente aconteceu esta semana, com a apreensão de 700 quilos de maconha em Feira de Santana, no bairro Gabriela, na última sexta-feira (29), em uma operação do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). “Só esta ação representou um prejuízo de R$ 300 mil ao tráfico”, destacou o diretor do Draco, delegado Marcelo Sansão.

Também houve grandes apreensões em Lauro de Freitas e em alguns bairros de Salvador, como Cajazeiras. Em uma operação conjunta entre a Polícia Federal, Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública e o Comando de Policiamento Especializado (CPE) foram encontradas quase quatro toneladas de maconha escondidas e um galpão na RMS e em um matagal, no bairro de Cajazeiras.

Para o coordenador da Força-Tarefa, major Marcelo Barreto, a troca contínua de informações entre as polícias e a contribuição mútua das instituições têm aprimorado o desenvolvimento das operações, resultando em grandes apreensões. “A rotina de retirada das drogas no varejo continua, mas a mudança na ação policial envolvendo o trabalho mais unido das polícias tem dado muito prejuízo às quadrilhas antes das drogas chegarem ao mercado”, explicou o major.

Além do trabalho realizado no varejo e na interceptação dos grandes carregamentos, a localização de plantações de maconha espalhadas no estado também tem ajudado na quebra do tráfico, como aborda o comandante do CPE da Polícia Militar, coronel Humberto Sturaro. “Uma das maiores plantações de maconha do estado foi descoberta por equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado/Caatinga, nos municípios de Curaçá e Abaré. Foram quase 200 mil pés de maconha”, comenta orgulhoso das equipes.

Estima-se que a plantação possuía 30 toneladas de maconha, que foi erradicada na própria fazenda, após registro da ocorrência e a retirada de amostragem para o desdobramento das investigações acerca do crime.

Os gestores também ressaltaram a importância da participação da sociedade no resultado das operações e reforçam  a colaboração das denúncias feitas através do (71) 3235-0000 e do 181, com total garantia do anonimato.

 

 

Foto: Divulgação/SSP-BA

Polícia desmonta laboratório de drogas que faturava mais de 1 milhão por mês

quarta-feira, julho 19th, 2017

Investigadores do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) desmontaram, nesta segunda-feira (17), um laboratório de drogas na Lajinha, no bairro da Engomadeira. Foram encontrados no local 100 quilos de maconha, 1,5 quilo de crack e 300 gramas de cocaína, além de 63 balanças, 85 munições para calibres 45, pistolas 9mm e 380 e dois carregadores.

O delegado André Garcia, da Coordenação de Narcóticos do Draco, informou ainda que houve também apreensão de 15 potes contendo fermento químico em pó, 500 pinos para acondicionar cocaína, 3 mil embalagens plásticas, 28 tesouras, oito bacias, um liquidificador e barbantes.

O laboratório tinha capacidade para processar mais de 200 quilos de droga por dia, movimentando mensalmente mais de R$ 1 milhão. “Historicamente, a região movimenta grandes quantidades de entorpecente, vendendo para usuários e grandes traficantes em toda capital”, afirmou Garcia.

Conduzidas pelo Draco, as investigações revelaram que Márcio, vulgo “Cavalo”, com mandado de prisão preventiva em aberto, é um dos principais líderes do tráfico da área. Qualquer informação sobre o seu paradeiro pode ser compartilhada pelo Disque- Denúncia (3235-000).

Fotos/fonte: Ascom/Polícia Civil/SSP-BA

Draco prende cinco ladrões de banco em Salvador e Lauro de Freitas

segunda-feira, maio 8th, 2017

Mais de R$ 53 mil foram apreendidos e cinco assaltantes de banco presos foram apresentados na sexta-feira, dia 5/5, durante coletiva de imprensa promovida pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). O montante, juntamente com envelopes para depósito em caixa eletrônico, máquinas para clonagem e pagamento de cartão magnético, estavam com Francisco, de 26 anos, Wellington, 40, Adevan, Eduardo Domingos e Josias, todos com 39 anos.
Formada por ladrões da Bahia, Santa Catarina, Paraíba e Ceará, a quadrilha arrombou um caixa eletrônico, localizado em um supermercado no centro da Cidade de Dias D’Ávila. Horas depois, três deles, Adevan, Eduardo e Wellington, foram capturados no Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, em Salvador. Os demais estavam em uma residência, em Lauro de Freitas, onde foi encontrado o material apreendido.
Segundo o delegado Paulo Guimarães, da coordenação de Repressão a Roubos Contra Instituições Financeiras do Draco, que conduziu uma coletiva, a quadrilha estava sendo monitorada há mais de uma semana, desde que o departamento foi notificado pela Polícia Civil de Santa Catarina, sobre a vinda de alguns dos criminosos para a capital baiana.
Além de possuírem passagens por roubo a banco, Eduardo e Josias fugiram dos presídios onde estavam cumprindo pena em Santa Catarina e Maranhão, respectivamente. Já Wellington, possui passagem por estelionato. Todos os integrantes foram autuados por roubo qualificado e formação de quadrilha e seguiram para o Complexo Policial da Baixa do Fiscal.

 

 

Foto/fonte: Polícia Civil/SSP-BA

Mais 150 quilos de drogas são incinerados

quinta-feira, abril 20th, 2017

Erva maldita. Mais 150 quilos de drogas foram incinerados na Cidade de Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia. O material, que foi apreendido em diversas operações das Polícias Civil, Militar e Rodoviária ao longo de 2016, foi queimado em uma fábrica, situada em local distante de áreas residenciais.
De acordo com o delegado Neuberto Costa, titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE/Vitória da Conquista), unidade subordinada ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), essa já é a quarta vez, neste ano, que a Justiça autoriza a queima de maconha, crack e cocaína, que são apreendidas na cidade. Cerca de 700 kg de drogas já foram incineradas só neste ano.

 

 

Fotos/fonte: Polícia Civil

Operação Semana Santa: Polícia prende traficantes e apreende drogas e armas

quinta-feira, abril 13th, 2017

A Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), de Vitória da Conquista, unidade subordinada ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), com o apoio da Delegacia de Homicídios (DH), deflagrou, na manhã da quarta-feira, dia 12/4, a operação Semana Santa, para combater o tráfico de drogas.
A operação ocorreu nos bairros Alto Maron, Panorama e Flamengo, onde a Polícia prendeu cinco traficantes e apreendeu uma espingarda ponto 44, um revólver calibre 38, dezenas de tabletes de cocaína e de maconha, além de munições de diversos calibres.
Leonardo, vulgo Léo, Roberta, Carolina, Washington e Jéssica, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação criminosa armada e associação para o tráfico.
Segundo o delegado Neuberto Costa, titular da DTE/Vitória da Conquista, os criminosos integram uma quadrilha envolvida com tráfico, roubo e homicídios. Embalagens para acondicionar drogas, materiais usados para arrombar caixa eletrônico, dinheiro arrecadado com o tráfico, uma luneta utilizada em armas para tiro de longa distância, celulares, um carro e eletrodomésticos oriundos de atividades ilícitas também foram apreendidos.
A quadrilha seguirá para o Conjunto Penal de Vitória da Conquista, onde permanecerá à disposição da Justiça. O material apreendido será encaminhado para a perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). A ação permanece durante a semana para apreender mais armas e drogas e tirar de circulação outros criminosos.

 

 

 

Fotos/fonte: Polícia Civil/SSP-BA

Polícia descobre roça de maconha avaliada em R$ 5 milhões

quinta-feira, março 16th, 2017

Depois de quatro meses de investigações, policiais civis descobriram, na manhã desta quarta-feira (15), uma roça de maconha, na Cidade de Cafarnaum (distante 430 km de Salvador), avaliada em R$ 5 milhões e que produziria dez toneladas da droga. A plantação, pertencente a uma facção criminosa que atua em todo o estado, ficava na zona rural da Cidade e possuía sistema de irrigação com poços artesianos e reservatório de água com bombas de sucção.

O material apreendido será encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde será contado, pesado e passará por análise. Após esse trâmite, a droga será incinerada. “Esta é mais uma demonstração do empenho da polícia baiana em combater o tráfico de drogas em todo o estado. Estamos focados em desarticular os grupos criminosos que, além da venda de entorpecentes, praticam homicídios, roubos a bancos, entre outros crimes”, explicou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Ricardo Brito.

O delegado acrescentou que os donos da roça de maconha estão identificados e as equipes realizam diligências na região para capturá-los. Participaram do cumprimento de mandados de busca e apreensão delegados, investigadores e escrivães da 14ª Coordenadoria de Polícia do Interior e Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE/Draco), ambas de Irecê, das Delegacias territoriais de Morro do Chapéu e Cafarnaum, além de equipes da Coordenação de Apoio Tático e Investigação (Cati) do Depin.

 

 

Fotos/fonte: Polícia Civil/SSP-BA

Draco apreende cocaína estimada em R$ 70 mil

terça-feira, março 7th, 2017

Quatro quilos de cocaína com pureza de até 99 por cento, conhecida como nine-nine, uma balança de precisão e a quantia de R$ 2 mil foram apreendidos, nesta segunda-feira, dia 6/3, por equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), na residência do traficante Cleiton, de 29 anos.
A droga estava escondida dentro de uma das paredes do imóvel, localizado em um condomínio no bairro de Piatã, como explicou a delegada Andrea Ribeiro, coordenadora de Narcóticos do Draco, durante coletiva à imprensa: “Nossa equipe percebeu que o gesso havia sido colocado há pouco tempo. Ao forçar, encontramos a balança e a nine-nine”.
Os traficantes Adriana, 37, e Alexsandro, 40, que possuíam mandados de prisão preventiva em aberto, também foram presos durante a operação, que visava desarticular uma quadrilha que age nos bairros de Pau da Lima, Sete de Abril, Castelo Branco e Valéria. De acordo com investigações, Adriana, que é tia de Cleiton, era a responsável pelo armazenamento e Alexsandro pelo transporte da droga.
Em depoimento, Cleiton disse que adquiriu cada quilo de cocaína por R$ 17 mil, mas presumia, depois que depois da venda, alcançar algo em torno de R$ 70 mil. Ele disse também que faturava cerca de R$ 40 mil por mês com o tráfico e que era responsável em fazer as entregas para os clientes, num serviço semelhante ao de delivery. A droga foi encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica (DPT), para a perícia, e os presos para o sistema prisional.
Ao todo, foram vinte mandados de busca e apreensão cumpridos nos bairros da Liberdade, Castelo Branco e Piatã. O Draco ainda procura pelo líder da quadrilha, Rogério, vulgo Pretinho, e seus comparsas. “A prisão desses integrantes é um importante passo para encontrar e prender os demais. Qualquer informação sobre o paradeiro de Pretinho pode ser passada ao Disque Denúncia, por meio do telefone (071) 3235-0000”, enfatizou a delegada.

 

 

Foto/fonte: Polícia Civil/SSP-BA

Draco já registrou mais de mil ocorrências no Carnaval 2017

terça-feira, fevereiro 28th, 2017

A presença de policiais infiltrados nos circuitos do Carnaval 2017 permitiu, em quatro dias de ação do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), o registro de 1.116 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs). O número é 4,5 por cento, superior às 1.068 ocorrências registradas no mesmo período do ano passado.
Os registros ocorreram, de quinta a domingo, nos postos do Draco, localizados na Piedade, Barra e Ondina. Em apenas uma noite, a da sexta-feira (23), foram registrados 81 TCOs, um número quase 100 por cento superior ao da sexta-feira do ano passado, quando foram lavrados 41 termos.
Para o delegado Marcelo Sansão, diretor do Draco, que tem equipes infiltradas e padronizadas percorrendo os circuitos todas as noites, em camarotes, blocos e pipoca, o trabalho dos policiais velados foi a razão do crescimento dos registros.
Outro dado importante, segundo ele, é o número de mandados cumpridos e de pessoas flagranteadas pelas equipes, ao longo da folia. Até domingo foram três mandados cumpridos e cinco pessoas presas por tráfico de drogas. As ações seguem até o último dia do Carnaval.
O TCO é lavrado na Polícia Civil e encaminhado à Justiça, que convoca o cidadão que o assinou para prestar esclarecimentos em juízo. A partir daí, o juiz decide qual pena se adéqua à situação de delito. Em casos envolvendo drogas, segundo o delegado Marcelo Sansão, o juiz encaminha o usuário para tratamento médico. Fonte: Polícia Civil

 

 

Foto: Reprodução

Operação do Draco prende traficantes e homicida

quinta-feira, fevereiro 16th, 2017

Acabou a farra. Dois traficantes e um homicida foram presos, na terça-feira, dia 14/2, durante operação do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), para cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão no Gravatá e na ladeira da Conceição da Praia, Centro Histórico de Salvador. A ação integra uma série de outras ações realizadas pelos departamentos da Polícia Civil antes e durante o Carnaval.
Jaime Bigode, de 54 anos, e Lucas, de 25, estavam num imóvel na Conceição da Praia, vendendo drogas, quando foram surpreendidos pelos policiais. Eles tentaram se livrar de 13 pinos de cocaína e de quase 90 pedras de crack, mas não conseguiram. Foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.
Valdir, de 45 anos, foi preso no Gravatá depois que os policiais constataram que ele possuía um mandado de prisão temporária pelo homicídio de Agostinho Filho, morto em 10 de janeiro, naquela localidade. O trio está à disposição da Justiça, enquanto que a droga apreendida foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Fotos/fonte: Polícia Civil

Draco apreende mais de mil pedras de crack em Cajazeiras

segunda-feira, dezembro 26th, 2016
normal_1482522859dracojuracioliveira23122016
Cramunhão da pesada. Mais de 1.300 pedras de crack foram encontradas com Juraci, vulgo “Gordo”, de 28 anos. A prisão ocorreu depois de uma denúncia anônima, que levou equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e da Coordenação de Operações Especiais (COE), à casa de “Gordo”, localizada na Via Regional, em Cajazeiras.
Segundo o delegado Marcelo Novo, coordenador da área de Narcóticos do Draco, o traficante abastecia Cajazeiras. “Gordo” foi autuado em flagrante por tráfico e está à disposição da Justiça. Já a droga foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para perícia.
Foto/fonte: Polícia Civil/SSP-BA

Outro laboratório de drogas é estourado em Salvador

sábado, dezembro 3rd, 2016

normal_1480600938draco011220161

Drogas que matam. Mais um laboratório de drogas foi estourado pelo Departamento de Repressão de Combate ao Crime Organizado (Draco), na Engomadeira. A ação ocorreu na segunda-feira, dia 28/11, e o espaço destruído pertenceria à mesma quadrilha de traficantes que, no dia 22 de novembro, teve outro laboratório estourado pelo departamento no mesmo bairro.
Os policiais apreenderam, no local, 5 quilos de crack, já embalados para distribuição, 5 quilos de cocaína, munições para fuzil e para armas calibres 380, 45 e 9 mm, coletes balísticos, tesouras, balanças de precisão, papel alumínio, papel filme e velas. Ninguém foi preso ainda.
Segundo o delegado Luiz Sampaio, titular da 1ª Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE/Draco), a ação é um desdobramento das investigações que promoveu a desmontagem do laboratório anterior. “Estamos atrás da quadrilha. Este foi apenas mais um passo para desarticulá-la e prender os integrantes”, disse Sampaio.

 

 

Foto/fonte: Polícia Civil/SSP-BA

Draco apreende droga em encomenda nos Correios

domingo, novembro 20th, 2016
normal_14795023832draco
Encomendas do mal. Um quilo e seiscentos gramas de maconha foi apreendido, nesta sexta-feira, dia 18/11, durante ação do Departamento de Repressão e Combate ao Tráfico de Drogas (Draco), em uma das distribuidoras dos Correios, em Salvador. Com o objetivo de interceptar drogas que saem da Bahia para destinos diversos, o departamento contou com o apoio da Coordenação de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil, que disponibilizou cães farejadores.
normal_1479502383draco
As encomendas tinham como destino Cidades localizadas nos estados de São Paulo e Sergipe, saindo dos bairros da Barra e Itapuã, em Salvador, e da Cidade de Lauro de Freitas. Os remetentes identificados serão intimados para prestar esclarecimentos, enquanto que os destinatários, quando de outros estados, devem ser convocados a partir de carta precatória, encaminhada a Delegacia da Cidade.
Segundo o delegado Marcelo Novo, do Draco, há um ano o departamento realiza essa parceria com os Correios, tendo como objetivo identificar transações de drogas realizadas nesta modalidade. “Durante esse tempo já foram encontradas drogas como ecstasy, lança perfume, maconha e LSD”, explicou Novo, se referindo a cerca de 40 correspondências que já foram interceptadas ao longo dessa ação.
Ainda de acordo com o delegado, a maioria das encomendas tem como destino cidades do sudeste do país, localizadas em Minas Gerais e São Paulo. A ação acontece duas vezes por semana, em dias distintos, em alguma das distribuidoras da Empresa de Correios e Telégrafos. “Antes apenas embalagens suspeitas, ou que eram identificadas pelos raios-X, eram interceptadas. Agora, com o apoio dos cães, ficou mais fácil coibir o tráfico nessa modalidade”, destacou o delegado.
Foto/fonte: Polícia Civil

Bandidos explodem agência bancária no interior da Bahia

quinta-feira, outubro 6th, 2016

001-314

Violência generalizada. Um grupo de bandidos explodiu uma agência do Bradesco da Cidade de Piripá, no Sudoeste da Bahia. A ação criminosa durou dez minutos, causando pânico e medo à população por conta dos explosivos e diversos disparos efetuados pela gangue.

De acordo com informações da imprensa local, várias guarnições da Polícia Militar e agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO), iniciaram buscas e investigações com o objetivo de capturar o grupo criminoso. O valor levado pelos assaltantes não foi revelado.
Foto: Reprodução

“Bomba” em corpo de homem era bala de gengibre

segunda-feira, julho 25th, 2016

bala_gengibre_post-e1469433916115-150x150

Eu hein. Depois do pânico provocado pelo suposto ‘homem-bomba’, na tarde deste domingo, dia 24/7, na Unijorge da Avenida Paralela, em Salvador, a parafernália finalmente foi solucionada. Ele estava com balas de gengibre presas ao corpo. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia na noite deste domingo, dia 24/7. Frank, que teria ameaçado explodir uma bomba no prédio da instituição de ensino, exigiu a presença de um juiz federal para se entregar à Polícia horas depois de ter iniciado o tumulto que provocou o cancelamento da prova da Ordem dos Advogados da Bahia (OAB). Frank foi preso e levado para Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Com ele, não foram encontrados artefatos explosivos ou arma de fogo, segundo a Polícia.

 

Foto: Reprodução

 

Após ameaçar explodir bomba em universidade, homem acaba se entregando

domingo, julho 24th, 2016

006

Misericórdia. O cara que ameaçou detonar bombas na Universidade Jorge Amado (Unijorge), em Salvador, resolveu se entregar depois de mais de três horas de negociações com policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOPE).

004 (5)

O acusado faria a prova do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que estava sendo aplicada na Universidade pela Fundação Getúlio Vargas. Em função da ameaça, o local foi evacuado e se iniciou as investigações.

Frank foi preso e levado para Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Com ele, não foram encontrados artefatos explosivos ou arma de fogo, segundo a Polícia.

002 (76)

Fotos: Reprodução/ Alberto Maraux/Ascom SSP

 

 

“Operação Adsumus” cumpre cinco mandados de prisão temporária

quinta-feira, julho 14th, 2016

Operação do COE de combate à sonegação fiscal. Na foto: Imagens dos mandatos de busca e aprensão da operação Cara a Cará do COE. Foto: Rafael Martins/AGECOM

Cinco mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão foram cumpridos no início da manhã desta quinta-feira, dia 14, pela “Operação Adsumus”, deflagrada pelo Ministério Público estadual nos municípios de Santo Amaro, Lauro de Freitas, Camaçari e Salvador. A operação visa combater um esquema de fraudes em licitações, além de crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Os resultados serão apresentados em coletiva, que será realizada, às 15h, na sede do MP localizada no bairro de Nazaré (Avenida Joana Angélica, nº 1.312).

De acordo com as investigações, os crimes foram cometidos por uma organização que envolve empresários e agentes públicos da Prefeitura de Santo Amaro. Apurações da Promotoria de Justiça da comarca descortinaram o nascedouro da associação criminosa no seio da Secretaria de Obras. Foi constatado, inclusive, que as ações eram implementadas com o aval do vice-prefeito do Município. Juntos, empresários e agentes públicos movimentaram milhões, desde 2011, em contratos de obras públicas que se arrastam no tempo, com justificativas de prorrogações “forjadas”. A fraude consistia no favorecimento de um grupo específico de empresas para a compra de materiais e locação de máquinas, a serem utilizadas na realização de obras prorrogadas indefinidamente sem justificativas plausíveis.

Adsumus é uma expressão em latim, utilizada como lema do corpo de fuzileiros navais americanos que significa aqui estamos, refletindo o permanente estado de prontificação para a missão. A Operação foi articulada pelos promotores de Justiça da comarca de Santo Amaro, por membros do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco), promotores de Justiça designados e por integrantes da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI). A Operação conta ainda com o apoio de policiais civis do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (DRACO) e Centro de Operações Especiais (COE). Conforme Cecom/MP-BA

Foto: Reprodução