Posts Tagged ‘câncer de próstata’

Limpurb pinta caminhões de azul em apoio à campanha de combate ao câncer de próstata

quarta-feira, novembro 9th, 2016

img_1612

Depois de apoiar a iniciativa do Outubro Rosa, em combate ao câncer de mama, os caminhões compactadores da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) estão engajados na campanha do Novembro Azul, em apoio ao combate ao câncer de próstata. Os quatro compactadores azuis começarão a circular na cidade nesta quarta-feira, dia 09/11, percorrendo toda a cidade, iniciando nas vias principais e depois em roteiros que contemplarão todo o município.

Para Kaio Moraes, presidente da Limpurb, o objetivo é despertar nas pessoas, através das cores da iniciativa, a importância do Novembro Azul e do exame que detecta o câncer de próstada. “Devido ao sucesso do Outubro Rosa, através da divulgação, vimos que despertamos a população para a campanha. Através da repercussão nas redes sociais e mídia, observamos que a campanha alcançou o êxito no caso do câncer de mama e, agora, esperamos o mesmo alcance com os homens a respeito do câncer de próstata”.

Foto: Agecom

Novembro Azul: câncer de próstata mata um homem a cada 40 minutos no Brasil

terça-feira, novembro 1st, 2016

img_1303

A edição deste ano da campanha Novembro Azul vai ampliar sua abordagem – com o mote “De novembro a novembro azul – movimento permanente pela saúde integral do homem”, a ação vai orientar sobre o câncer de próstata e também alertar os homens sobre a importância de cuidar da saúde.

Criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, a campanha visa orientar a população masculina sobre o câncer de próstata. A doença figura como o segundo tipo de câncer mais comum entre homens, com mais de 13 mil mortes anuais – uma a cada 40 minutos. Mais de 61 mil novos casos devem ser registrados no país em 2016, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

A proposta do instituto este ano é, com a campanha já consolidada no Brasil, passar a alertar sobre os cuidados com a saúde integral do homem, mobilizando a população masculina para que se torne protagonista de sua história e responsável por sua própria qualidade de vida, em diferentes fases da vida.

Foro: Agência Brasil

Novembro Azul: Especialista alerta para a prevenção do câncer de próstata

sábado, novembro 1st, 2014

20141101-055637.jpg

Abra o olho! Depois do Outubro Rosa, que intensificou a prevenção do câncer de mama nas mulheres, o Novembro Azul chega para chamar a atenção do público masculino para o tumor maligno de próstata. Exclusiva dos homens (a próstata é um glândula que só existe no homem), esse tipo de câncer é segundo mais prevalente entre os homens. Só para este ano, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) prevê a ocorrência de 68 mil casos novos no país, 12.930 no Nordeste, e 3.450 casos na Bahia. O número de óbitos estimado pela enfermidade é de 13.129. O preconceito e a falta de informação ainda são o maior inimigo para o controle da doença, que quando diagnosticada em exames (toque retal ou laboratorial) anuais tem 90% cura. Quando o tumor é detectado em fases seguintes, a possibilidade é quase nula. “O problema é que muitos homens passam a vida inteira sem fazer o exame, e quando o câncer se dissemina fica muito difícil recuperar o paciente. É praticamente zero a possibilidade de cura”, diz o coordenador do Serviço de Urologia do Hospital da Bahia, Juarez Andrade. De acordo com o especialista, os baianos devem ficar atentos em relação à doença pelo fato de haver maior incidência genética na raça negra. Neste caso, Andrade recomenda o diagnóstico a partir dos 45 anos. O alerta vale também para quem tem casos na família. Segundo o médico, contra o preconceito ainda existente entre os homens, campanhas de conscientização e a interferência de parceiras e mulheres são aliadas na prevenção da neoplasia. No mês de novembro, o núcleo de urologia coordenado por Andrade vai oferecer diagnóstico gratuito para homens a partir dos 40 anos no Hospital das Clínicas, no Canela. Serão 80 vagas que podem ser marcadas pelo telefone 8801 3638. Ainda segundo Andrade, em Salvador, hospitais e clinicas fazem o exame, e no interior, cidades de médio porte são capazes de oferecer o exame.

Foto: Reprodução