Posts Tagged ‘sms’

Combate ao Aedes é intensificado pela Prefeitura durante carnaval

segunda-feira, fevereiro 12th, 2018

Mesmo em pleno carnaval, as ações de contingência contra o Aedes aegypti não param. As equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) seguem de plantão atuando em todas localidades da capital, principalmente nos circuitos oficiais e nos bairros que fazem parte do circuito alternativo da folia, com o objetivo da eliminação dos focos do vetor.

Desde a quarta-feira, dia 7/2 até a manhã deste domingo, dia 12, agentes de combate às endemias realizaram o bloqueio espacial com borrifação de inseticida em nove bairros da capital – Itaigara, Nazaré, Plataforma, Lobato, Pernambués, Pirajá, Cabula, Pituba e Boca do Rio – que apresentaram pacientes com suspeita de zika, dengue e chikungunya. A medida visa eliminar focos do mosquito já na fase adulta, minimizando a possibilidade da transmissão das arboviroses entre os residentes da região.

“Estamos com equipes da Vigilância Epidemiológica atuando em plantão de 24 horas no monitoramento e investigação de casos suspeitos de zika, chikungunya, dengue e febre amarela durante todo o carnaval. Assim que o paciente é identificado, destacamos imediatamente agentes do CCZ para realização da borrifação de inseticida nos locais onde o indivíduo circulou desde que apresentou os sintomas. Toda esse estrutura foi montada para evitar possíveis surtos pós folia”, explicou Geruza Morais, diretora de Vigilância à Saúde da Salvador.

Foto: Secom Salvador

Salvador é a capital onde menos se investe em Saúde

segunda-feira, fevereiro 29th, 2016

Unidade de queimados do HGENa foto:Foto:Alberto Coutinho/AGECOM

Vergonha. A cidade de Salvador é a capital que menos investe em saúde, por habitante, em todo o Brasil, segundo a reportagem exibida pelo programa “Fantástico”, da TV Globo,  na noite de domingo, dia 28. De acordo com a matéria, na capital baiana são investidos somente R$ 0,59 por habitante por dia, enquanto que, no país, são investidos cerca de R$ 3,89. Ao ano, pouco mais de R$1.419,84.

 

Na média nacional, Salvador é a cidade investe seis vezes menos na Saúde. Procurado, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Villas Boas, disse que não há crise no setor e negou qualquer colapso na Saúde. No início da reportagem, uma mulher com o joelho fraturado chegou à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) às 6h e ao meio dia, apesar de estar com dor, ainda não tinha conseguido atendimento.

Foto: Reprodução

 

ENGANO: Faculdade convoca não aprovados em vestibular de medicina

quarta-feira, dezembro 17th, 2014

smsfaculdade

Um grande problema no sistema do vestibular da Unime de Lauro de Freitas causou uma confusão entre centenas de candidatos ao curso de Medicina, na manhã de terça-feira, dia 16. Vários alunos receberam mensagens da faculdade avisando sobre o resultado da prova. Na mensagem, os candidatos receberam a informação de que haviam sido aprovados no vestibular e que teriam que se dirigir o quanto antes para a unidade da instituição. Ao chegar na faculdade, a surpresa: tudo não passou de um grande ‘erro no sistema’ que fez com que as mensagens fossem enviadas aleatoriamente.
Por meio de nota, a Unime disse que as mensagens foram encaminhadas por engano devido a um erro no sistema. “Devido à uma inconsistência sistêmica no envio de mensagem via SMS na data de hoje (16/12), todos os candidatos classificados no processo seletivo de Medicina 2015 foram acionados, equivocadamente, para efetuar matrícula, sem observância da ordem de classificação e a limitação do número de vaga”, esclareceu.
Ao perceber o erro, a instituição ressalta que encaminhou uma nova mensagem pedindo reconsideração. “Em tempo, o fato foi identificado pela instituição e, na sequência, um novo SMS foi encaminhado solicitando que a primeira mensagem fosse desconsiderada. A Unime ressalta que os candidatos classificados nas posições que excederem o número de vagas disponíveis somente poderão ser convocados para matrícula em caso de desistências”, diz.
A Unime explica que dispõe apenas de 50 vagas. O número de concorrentes, entretanto, não foi divulgado.

Foto: Reprodução