Posts Tagged ‘morto a pauladas’

Filho de prefeito é morto a pauladas dentro de fazenda

domingo, novembro 12th, 2017

Haja violência. O filho do prefeito da Cidade de São Felipe, no Recôncavo baiano, foi encontrado morto na manhã deste sábado, dia 11/11. Segundo informações da Polícia, a vítima estava em uma fazenda na localidade de Pilões, Zona Rural da Cidade quando foi atingida a pauladas até a morte.

A Polícia suspeita que a vítima tenha sido morta durante a madrugada, mas ainda não há informações sobre o motivo e autoria do crime. A Prefeitura de São Felipe decretou luto pela morte do rapaz.

Foto: Reprodução

Mulher é suspeita de matar ex-marido a pauladas no interior da Bahia

sexta-feira, julho 8th, 2016

pauladas

Violência retada. Uma mulher se apresentou na delegacia, na quinta-feira, dia 6, e assumiu a culpa de ter matado a pauladas o ex-marido. A vítima de 39 anos, estava separado da ex-companheira e sempre ameaçava a mulher de morte. O caso aconteceu na fazenda Lagoa do Mourão, na zona rural de Brumado, no interior da Bahia.

A suspeita de 36 anos, estava separada do rapaz há quatro anos e já havia entrado com medidas protetivas para que o homem não se aproximasse da casa dela. Ela diz que, ao avistar o ex-marido próximo a residência, na sexta-feira, dia 1, ligou várias vezes para a polícia, sem sucesso. Pediu então para um primo ir até delegacia, mas o policial que o parente encontrou disse que só poderia ir ao local se tivesse um mandado.

Segundo a mulher, ela foi aos fundos da casa, para colocar ração aos porcos, quando o homem se aproximou e disse que ela iria morrer. Ela, então, arrancou uma das estacas da cerca e bateu na cabeça do ex-marido. Mesmo após a vítima ter caído no chão, a suspeita continuou a bater.

A vítima, que já tinha cumprido pena em Salvador por roubo e latrocínio, morreu no local. O caso só foi reportado a Delegacia Territorial, de Brumado na manhã seguinte, quando a suspeita ligou para a delegacia e confessou ter matado o ex-companheiro. Na quinta-feira, dia 6, ela foi pessoalmente, junto com o delegado, falar com os policiais.

Foto: Reprodução