Posts Tagged ‘justiça’

Homem é morto depois de urinar na frente da mulher do assassino

segunda-feira, fevereiro 15th, 2016

f2561461950c1314ff7413e8ebe1e7e3

Misericórdia. Mais uma morte violenta foi registrada no domingo, dia 14 de fevereiro, na Cidade de Mossoró, Rio Grande do Norte.
Francisco Edson dos Santos, de 38 anos, calceteiro (trabalhador que calça ruas com pedra), foi baleado no meio da rua onde reside no Loteamento Santa Helena. O acusado, conhecido apena como “Cia” morava perto da vítima e segundo informações, é foragido da Justiça da Cidade de Assú, onde teria matado uma pessoa.

A vítima foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento e depois de atendido foi transferido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, mas não resistiu.

Segundo o que consta no registro da ocorrência, “Cia” o acusado, teria ficado irritado pelo fato de Edson ter urinado no quintal da residência, causando constrangimento a esposa dele “Cia” pelo fato de que eles são vizinhos de quintal e sem muros ou cercas. Francisco Edson dos Santos foi a vítima de número 32 em 2016 na Cidade de Mossoró.

 

Foto: Reprodução/Câmera

Justiça solta dois presos da 22ª fase da Lava Jato; publicitária segue detida

segunda-feira, fevereiro 1st, 2016

5038,policia-federal-realiza-operacao-no-edificio-costa-verde-em-salvador-2

Carnaval em casa. Dois dos quatro presos da 22ª fase da Operação Lava Jato deixaram a prisão, em Curitiba, por volta das 7 da noite do domingo, dia 31/1. Ricardo Honório Neto e Renata Pereira Brito, ligados à Mossack Fonseca, empresa especializada na abertura de offshore, saíram da cadeia porque venceu o prazo da prisão temporária. O Ministério Público Federal (MPF) ou a Polícia Federal (PF) não solicitou a prorrogação ou conversão da prisão em preventiva.

Já a publicitária Nelci Warken teve a prisão temporária renovada. Isso significa que ficará até mais cinco dias na carceragem da Polícia Federal. A decisão é do juiz federal Sérgio Moro e foi publicada neste domingo.

 

Foto: Ilustrativa

 

Jequié: Operação policial acaba com a prisão de “Lucas Bruxo”; ele é suspeito de homicídio

domingo, janeiro 31st, 2016

IMG_6698.JPG

Agora na cadeia. Uma operação que envolveu as Polícias Militar e Civil de Jequié, culminou na prisão de Lucas Silva de Jesus, de 29 anos, procurado pela justiça por suspeita de homicídio. Conhecido como “Lucas Bruxo”,  ele é o principal suspeito de um homicídio ocorrido há dois meses em Jequié e foi preso na Rua Nova, na localidade conhecida como Pedreira. Segundo informações policiais, o suspeito foi devidamente conduzido direto para a Delegacia de Polícia e agora está à disposição da Justiça Criminal.

 

Foto/fonte: Polícia Militar

 

Justiça proíbe exigência da CNH para “cinquentinhas” em todo o Brasil

terça-feira, outubro 20th, 2015

7035,justica-proibe-exigencia-da-cnh-para-cinquentinhas-em-todo-o-brasil-2

E aí?  A Justiça Federal de Pernambuco, através da juíza Nilcéia Maria Babosa Maggi, concedeu na quinta-feira,  dia 15,  liminar favorável à Associação Nacional dos Usuários de Ciclomotores (Anuc), em que proíbe a exigência, em todo o território nacional, do uso de habilitação por parte dos usuários deste meio de transporte, também conhecidos como ‘cinquentinhas’.

Por meio de uma Ação Civil Pública ajuizada na 5ª Vara Federal, a associação defendeu a inadequação da aplicabilidade prática da Resolução nº 168/2004 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que iguala a obtenção da Autorização para Condução de Ciclomotores (ACC) a retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria A, sendo que o próprio Código de Trânsito Brasileiro (CTB) diferencia ciclomotores de motocicletas e automóveis. Com isso, condutores de veículos ciclomotores de cinquenta cilindradas não precisam mais de habilitação para circular.
O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) afirmou que só irá se posicionar após ser notificado. De acordo com a juíza, foi levado em consideração o fato de que os veículos de capacidade de potência limitada a 50 cilindradas possuem características que são diferentes dos demais. Tais distinções não insere esses veículos em nenhum nível de habilitação, segundo a decisão.
Foto:Reprodução /JusBrasil

Ex-diretora jurídica do Bahia aciona clube na Justiça

quarta-feira, setembro 30th, 2015

Eta. A ex-diretora jurídica do Bahia, a advogada Luciana de Medeiros Guimarães acionou o clube na Justiça do Trabalho para cobrar pelo não pagamento de férias, salários, horas extras, danos morais e também a rescisão do vínculo trabalhista. A primeira audiência acontecerá na 39ª Vara do Trabalho, no próximo dia 27 de outubro. O esquadrão vai alegar na defesa, como aconteceu em casos anteriores, que Luciana de Medeiros Guimarães não poderia exercer o cargo de diretora sem aprovação do conselho deliberativo.

Foto: Reprodução

Com informações do Bahia Notícias

Chimbinha já pode voltar aos palcos com a Banda Calypso

sábado, setembro 19th, 2015

Chimbinha pode subir ao palco com a banda neste sábado, 19, em Palmas, no Tocantins. - Foto: Reprodução | Instagram | @bandacalypso

O desembargador  Ronaldo Valle, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, concedeu, na tarde desta sexta-feira, dia 18, uma liminar parcial que concede Chimbinha o direito de se apresentar com a banda Calypso.

O gerenciador de crise do guitarrista, Mauro Neto, contou que as conquistas vão além. “A medida também garante ao músico poder ensaiar e participar de todas atividades da Calypso. O advogado Luciel Caxiado, que o representa na acusação de ‘suposta’ ameaça, informa também que entrou com um habeas corpus para derrubar o restante das medidas protetivas que restam com base na falta de condições de procedibilidade na denúncia apresentada pela defesa de Joelma”, disse.

A assessoria da banda Calypso contou que Chimbinha estará no show deste sábado, 19, em Palmas, no Tocantins. Ainda segundo as informações, o músico só não participou do show desta sexta-feira, 18, por questões de logística, já que estava encima da hora.

Chimbinha estava proibido de chegar a menos de cem metros de Joelma. Ele foi enquadrado na Lei Maria da Penha após a cantora relatar, em um depoimento, que se sentia ameaçada pelo ex-marido.

 

 

 

 

Foto: Reprodução

Justiça bloqueia bens do ex-presidente da Câmara de Itabuna

sábado, setembro 5th, 2015

Vixe. A Justiça Federal determinou o bloqueio de R$ 797.777,80 mil em bens do ex-presidente da Câmara de Itabuna, Clóvis Loiola de Freitas.

O ex-vereador é réu em uma ação de improbidade administrava ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF) no final do ano passado, por supostamente desviar e se apropriar de recursos da Caixa Econômica Federal por meio de fraude e utilização de documentos falsos para obtenção de empréstimos consignados concedidos a funcionários, muito deles “fantasmas”, da Câmara do município.

Também responde ao mesmo processo o então chefe de Recursos Humanos, Kleber Ferreira da Silva, e os assessores, Eduardo Freire Menezes e José Rodrigues Junior. De acordo com o MPF, no biênio 2009/2010, quando Clóvis Freitas e Kleber Silva integravam a Mesa Diretora da Casa Legislativa, eles montaram o esquema, se valendo de seus cargos públicos e da estrutura administrativa da Câmara de Itabuna, para fraudar documentos visando a obtenção indevida de empréstimos consignados, em prejuízo à CEF.

Ainda conforme o órgão, o grupo operava por meio da apresentação de contracheques ideologicamente falsos em nome de servidores da Câmara, com margem consignável adulterada e muitas vezes superior ao próprio salário-base do funcionário.

As investigações, segundo o MPF, comprovaram que grande parte dos servidores sequer exercia, de fato, funções na Câmara. Conforme o órgão, muitos foram aliciados por Menezes e Rodrigues Júnior para aumentar os lucros auferidos com o esquema, figurando como “fantasmas” e “laranjas”. Há casos também de funcionários da câmara que foram compelidos a firmar os contratos de empréstimo sob a advertência de que, caso se negassem, seriam exonerados de suas funções. Esses “servidores”, apesar de não terem sido os principais beneficiários do esquema, também foram processados criminalmente por terem concorrido com a prática ilícita.

“A fraude foi arquitetada pelos demandados, os quais, valendo-se dos cargos que ocupavam, engendraram esquema para se locupletarem por meio da concessão indevida de empréstimos consignados, embora não fizessem jus às quantias liberadas, em evidente prejuízo ao erário”, afirmou o procurador da República Tiago Modesto Rabelo, autor da ação de improbidade.

Ainda de acordo com o MPF, após aliciar os funcionários, o grupo passava os dados falsos à CEF para respaldar a celebração de cartas de crédito, utilizando os contracheques falsos para obtenção dos empréstimos e posterior repasse dos valores aos principais articuladores do esquema, o ex-presidente e o então chefe de Recursos Humanos da casa legislativa. O esquema envolveu, entre 2009/2010, mais de 30 servidores e causou prejuízo em torno de milhão de reais à Caixa. Desse valor, os quase 800 mil cujo bloqueio a Justiça determinou correspondem a 15 empréstimos consignados fraudados.

Já na ação penal também oferecida pelo MPF contra os réus e julgada no ano passado, Clóvis Freitas e Kleber Silva foram condenados a seis anos de prisão e multa; Rodrigues Junior a três anos e nove meses de prisão e multa, e Menezes a um ano e oito meses e multa. O MPF pretende agora a condenação do ex-presidente, do então chefe de Recursos Humanos e dos dois assessores às penas previstas na Lei de Improbidade Administrativa, que incluem a perda de funções públicas e dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio; ressarcimento ao erário; suspensão dos direitos políticos; pagamento de multa civil; proibição de contratar com o poder público e dele receber benefícios e incentivos ficais e creditícios.

Grávida joga água fervente em ex-companheiro após discussão na cidade de Itambé

quarta-feira, julho 8th, 2015

viatura.jpg

Deus é mais. Uma mulher grávida vai responder na Justiça depois de jogar água fervente no ex-companheiro durante uma discussão. O crime aconteceu na cidade de Itambé. Segundo informações da Delegacia de Polícia Civil da cidade, a jovem, que está grávida de nove meses da vítima, admitiu o crime.

Ao ser ouvida pela polícia, ela relatou que “perdeu a cabeça” após ser assediada pelo ex diversas vezes desde o término do relacionamento. Ele não aceitaria a separação. A agressão aconteceu neste último sábado, dia 4, após o homem ir na casa da jovem, que já está com outro companheiro.

Ele teria ofendido o casal e dito desaforos à ex. A grávida, ainda segundo a polícia, disse que esquentou uma panela de água e jogou no rapaz. Ele foi atingido no pescoço, peito e costas, assim como em parte do rosto. O homem foi socorrido para um hospital local, e liberado após ser medicado.

A jovem foi ouvida pela polícia, e ainda conforme a Delegacia de Itambé, vai responder ao inquérito policial em liberdade, por lesão corporal grave. A vítima prestou queixa sobre o caso na segunda-feira, dia 6. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela polícia.

Foto: adelsoncarvalho.com.br

MPF pede que Justiça volte a bloquear bens de Eike Batista

terça-feira, julho 7th, 2015

BRASÍLIA, DF, BRASIL  21-10-2011 18h40: O empresárrio Eike Batista presidente do Grupo EBX, durante entrevista após encontro com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto em Brasília (DF). Eike disse que deve participar em conjunto com a Faxcom, empresa de Taiwan da fabrição de tablet no Brasil. (Foto: Sérgio Lima/Folhapress, PODER)

Viu aí? O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro recorreu nesta terça-feira, dia 7,  da liberação dos bens do empresário Eike Batista no processo em que ele responde por crimes contra o mercado de capitais. A Procuradoria quer o bloqueio de cerca de R$ 1 bilhão do ex-bilionário, incluindo imóveis e ativos financeiros, para garantir o pagamento de multas, em caso de condenação do empresário pela Justiça Federal.

O MPF também pediu o sequestro dos bens cedidos, doados ou transferidos por Eike para a esposa Flávia Soares Sampaio e aos filhos Thor de Oliveira Santos e Olin de Oliveira Batista.

No dia 29 de abril, Eike Batista e seus parentes tiveram bens desbloqueados pelo juiz Vitor Barbosa Valpuesta, da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

A decisão foi consequência do julgamento do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, que afastou o juiz Flávio Roberto de Souza, responsável pelo caso anteriormente. O afastamento ocorreu após o magistrado ser declarado suspeito de irregularidades durante o processo. Souza foi afastado do caso pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Com essa declaração de suspeição, o processo foi declarado nulo e o juiz de primeira instância determinou a devolução dos bens, entendendo que os atos [de Souza] eram nulos”, disse Raphael Mattos, o advogado de Eike Batista. Acrescentou que em razão da liberação dos bens, não existe no momento uma nova ação penal porque a anterior foi anulada. O que existe, explicou, é a questão do desbloqueio de ativos do ex-bilionário, em torno de R$ 162,6 milhões.

Não há intenção, por parte de Eike Batista, de mover ação contra o juiz Flávio Roberto de Souza. “Isso a gente já está dando como fato do passado. O juiz já responde a ações penais no tribunal, até por outras irregularidades que acabaram sendo constatadas. A gente está olhando para a frente. Isso virou fato do passado, realmente”, concluiu Mattos.

Foto Reprodução

Justiça nega pedido de habeas corpus para Marcelo Odebrecht

domingo, junho 28th, 2015

001 (4)

Tá vendo aí? O Tribunal Regional Federal da 4ª Região rejeitou no sábado, dia 27, o pedido apresentado pelos advogados do presidente do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, para livrá-lo da prisão. Preso no dia 19 pela Polícia Federal, o empresário é investigado por suspeita de envolvimento com o esquema de corrupção descoberto pela Operação Lava Jato na Petrobras. Ele está preso numa cela em Curitiba.

Para o desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator do habeas corpus apresentado por Odebrecht, há indícios fortes da participação do empresário no esquema. O juiz federal Sergio Moro, que conduz os processos da Lava Jato no Paraná e mandou prender Odebrecht e outros executivos no dia 19, justificou a prisão dizendo que a empresa era parte do esquema e ele sabia de tudo.

Para o desembargador Gebran Neto, as provas encontradas até agora indicam que Odebrecht “não somente anuiu com a conduta ilícita como também dela se beneficiou”.

Foto: Reprodução

Atual conselheiro, Reub Celestino coloca o Bahia na Justiça

sexta-feira, junho 5th, 2015

RTEmagicC_ReubCelestinoBahia_02.jpg

Vixe. Depois de deixar o Bahia em setembro de 2014, o ex-diretor administrativo e financeiro e atual conselheiro do Esporte Clube Bahia, Reub Celestino acionou o tricolor na Justiça, Ele, na ação trabalhista, cobra o pagamento da multa rescisória pela demissão, registrada no dia 16 de setembro, três meses antes do fim do mandato, e as guias para dar entrada no Seguro Desemprego e ao mesmo tempo poder realizar o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O processo envolvendo Reub Celestino e o Esporte Clube Bahia está na 19ª Vara do Trabalho da 5ª Região, localiza no bairro do Comércio. A primeira audiência está marcada para o dia 5 de agosto deste ano, às 9h20.

Foto: Reprodução

Estacionamentos nos shoppings: Prefeitura é notificada para liberar cobrança

quinta-feira, maio 28th, 2015

E agora? A Prefeitura de Salvador foi notificada nesta quarta-feira, dia 27, pela 7ª Vara da Fazenda Pública da decisão judicial sobre a cobrança de estacionamento nos shoppings centers. A notificação, de autoria do juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio, foi entregue à Procuradoria Geral do Município.

“A Procuradoria vai analisar quais os limites e consequências dessa decisão e fazer as recomendações cabíveis aos demais órgãos competentes do município”, disse a procuradora-geral, Luciana Rodrigues.

 

Foto: Reprodução

 

Juiz considera improcedente ação de ex-diretor contra o Bahia

terça-feira, maio 19th, 2015
IMG_7814.JPG
Aconteceu o terceiro ‘triunfo’ do Bahia na Justiça. Alvo de ações trabalhistas envolvendo ex-diretores do clube, destituídos juntamente com o ex-presidente Marcelo Guimarães Filho, em 2013, o clube saiu vencedor da primeira batalha judicial envolvendo uma ação protocolada por Tiago Cintra, que ocupou os cargos de vice-presidente financeiro e vice-presidente de esportes amadores. Na ação, o Esporte Clube Bahia é acusado de não cumprir com as obrigações financeiras quanto ao 13º salário, férias, verbas rescisórias e também o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O juiz da 9ª Vara Trabalhista de Salvador, localizada no Comércio, julgou improcedente os pedidos realizados pelo autor. No entanto, os advogados do ex-membro da diretoria do Bahia já entraram com recurso para reverter a decisão que, de acordo com o Bahia, foi baseada na possível irregularidade de Tiago Cintra nos cargos. Ele, assim com o ex-diretor de marketing Sasha Mamede, teria sido promovido ao cargo vice-presidente sem o consentimento do conselho deliberativo, ato que não condiz com o estatuto responsável pelo regimento interno da agremiação. 
Foto: Divulgação

Justiça quebra sigilos bancário e fiscal do ex-presidente da Petrobras

quarta-feira, janeiro 28th, 2015

20150128-205758.jpg

Êta. O ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli terá os sigilos bancário e fiscal quebrados após a 5ª Vara da Fazenda Pública do Rio de Janeiro deferir pedido de liminar do Ministério Público do Rio nesta quarta-feira, dia 28. Segundo o colunista Felipe Patury, da revista Época, a quebra dos sigilos abrange o período de 2005 a 2010, quando Gabrielli presidiu a Petrobras.
A decisão é relativa a uma ação por improbidade administrativa que aponta desvio de 32 milhões de reais em contratos entre a Petrobras e a construtora Andrade Gutierrez em obras. A ação foi movida pela promotora Glaucia Santana em dezembro.
Os contratos indicam superfaturamento e sobrepreço nos contratos das obras de construção do Centro Integrado de Processamento de Dados (CIPD) e de ampliação do Centro de Pesquisas (Cenpes) da estatal. Uma auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União identificou o desvio.
Ainda segundo o colunista, mesmo tendo sido escolhida por licitação para tocar as obras, a empreiteira Cogefe Engenharia cedeu suas obrigações para a Andrade Gutierrez, que faturou 133 milhões com o negócio. Conforme Correio

Foto: adelsoncarvalho.com.br

Justiça suspende eleição da Câmara de Vereadores de Ipupiara

sexta-feira, janeiro 2nd, 2015

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.E3jZ5-zes3

Êta. A juíza plantonista da Cidade de Oliveira de Brejinhos, Carla Santana Bárbara Vitório, concedeu liminar para suspender a eleição para a Câmara de Vereadores do município de Ipupiara, realizada no último dia 23. Segundo a decisão, proferida na segunda-feira, dia 29, o presidente do legislativo municipal, Irineuzinho (PP), descumpriu a Lei Orgânica Municipal ao não observar os prazos legais para a convocação das eleições para a mesa diretora da Câmara. Além de suspender o resultado do pleito, a juíza determinou ainda a convocação de sessão extraordinária para a eleição da nova mesa diretora. O processo foi movido pelos vereadores Marlene (PP), Sidú (PRB), Lito (PRB) e Avelino Filho (PR).

Foto: Reprodução

Ex-prefeito da cidade de Itabuna tem bens bloqueados pela Justiça

quinta-feira, dezembro 11th, 2014

fernando gomes

O ex-prefeito da Cidade de Itabuna, Fernando Gomes de Oliveira (PMDB), teve os bens bloqueados pela justiça após identificar “várias irregularidades” nas contas relativas ao ano de 2008. Segundo a peça processual, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) moveu uma ação por improbidade administrativa e, além dos bens do ex-gestor, requereu a indisponibilidade de valores existentes em contas bancárias até o valor de mais de R$ 321 mil, bloqueio de linhas telefônicas (móvel e fixa) no nome de Oliveira e veículos dele.

Sobre as irregularidades, o MP disse ter visto distorções na ausência de várias licitações em casos legalmente exigíveis, não prestação de contas referentes a repasses a entidades civis, descumprimento das prescrições previstas na lei nº 4.320/64 no tocante às fases de empenho, liquidação e pagamento de despesas, contratação de pessoal sem realização de concurso público e pagamentos superiores aos previstos legalmente para os agendes políticos. De acordo com o site Políticos do Sul da Bahia, o magistrado Ulysses Maynard Salgado concedeu a medida liminar para bloquear os bens do ex-prefeito Fernando Gomes.

 

 

Foto: Reprodução

Liminar da Justiça liberta filho de Pelé

quinta-feira, novembro 20th, 2014

Edson Cholby do Nascimento sai da 5º DP

Uma liminar da Justiça libertou mais uma vez Edson Cholbi do Nascimento, o Edinho, filho do Rei Pelé. O ex-goleiro foi solto na noite desta quarta-feira, dia 19, após permanecer um dia na cadeia anexa ao quinto Distrito Policial de Santos.

Ele havia sido preso logo após se apresentar ao Fórum da Praia Grande para o registro da rotina pessoal, na última terça-feira.

Edinho foi condenado no dia 30 de maio a 33 anos e 4 meses de prisão por lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas, mas respondia em liberdade.

O advogado do ex-goleiro, Eugênio Malavasi, considera que ao conceder o habeas corpus, a Justiça entendeu que a prisão era arbitrária.

Para o defensor, a justificativa apresentada para a prisão, de que o prazo de apelação do julgamento de Edinho havia expirado, não corresponde à realidade.

Ao deixar a delegacia, o ex-goleiro do Santos demonstrou alívio e destacou que estava feliz por poder voltar para casa e abraçar a família.

 

Foto: Reprodução
*Com informações da Band

Justiça obriga prefeito de São José da Vitória a pagar salários atrasados do vice

terça-feira, novembro 18th, 2014

PREFEITO SÃO JOSÉ

Êta joça. O vice-prefeito da Cidade de São José da Vitória, sul da Bahia, Vavado (PT), entrou na justiça contra a prefeitura, já que estava sem receber o seu salário, pois o prefeito Dute (PT), decidiu suspender o pagamento.

De acordo com informações do blog Políticos do Sul da Bahia, o advogado Geraldo Calasans, entrou com uma ação e, no último dia 10, o juiz Marley Cunha Medeiros, concedeu liminar determinando que, no prazo de 72 horas, o pagamento do salário do vice fosse restabelecido. Caso a liminar não seja cumprida, o prefeito Dute pagará multa diária de R$ 5 mil.

Foto: Reprodução

Justiça nega habeas corpus a executivos da OAS

segunda-feira, novembro 17th, 2014

f_277647

Tá vendo aí? A Justiça Federal negou pedidos de liberdade para 11 investigados da Operação Lava Jato neste sábado, dia 15. A desembargadora Maria de Fátima Freitas Laberrère, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de Porto Alegre, indeferiu habeas corpus para cinco pessoas no sábado e mais seis neste domingo, dia 17.

No sábado, a desembargadora negou pedidos da defesa de Eduardo Emerlino Leite, diretor da Camargo Corrêa; e de Dalton dos Santos Avancini e João Ricardo Auler, vinculados à mesma construtura. Avancini e Auler tiveram decretada a prisão temporária. No caso de Leite, cujo mandado foi para prisão preventiva, além de pedir habeas corpus, os advogados alegaram questões de saúde para pedir ainda o cumprimento de prisão domiciliar, já que ele seria portador de hipertensão arterial. Também, ontem, foram indeferidos os pedidos de Agenor Franklin Magalhães Medeiros e José Ricardo Nogueira Breghirolli, ligados à OAS.

Neste domingo, Maria de Fátima Freitas Laberrère negou habeas corpus a José Aldemário Pinheiro Filho, presidente da OAS, e a Mateus Coutinho de Sá Oliveira e Alexandre Portela Barbosa, ligados à mesma empresa. Foram expedidos mandados de prisão temporária para os três. A desembargadora indeferiu, ainda, pedidos de liberdade para Carlos Eduardo Strauch Albero, Milton Prado Júnior e Gerson de Mello Almada, da Engevix. Para os dois primeiros foi expedido mandado de prisão temporária. Para Almada, mandado de prisão preventiva.

Foto: Reprodução

Fonte: Agência Brasil

Justiça nega pedido da médica Kátia Vargas para sair do Brasil

quarta-feira, novembro 12th, 2014

katiaargas

Ta vendo aí? A médica Kátia Vargas, que foi indiciada por duplo homicídio pela morte dos irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes, em um acidente de trânsito no bairro de Ondina, na capital baiana, teve o pedido para deixar o Brasil negado pela Justiça na segunda-feira, dia 10.

Kátia pretendia ir ao Canadá visitar a filha, que faz  intercambio desde agosto e tem retorno previsto ao País em janeiro de 2015, para comemorar o aniversário de 15 anos. A médica apresentou passagens de ida e volta para o período de 20 de dezembro a 8 de janeiro do ano que vem.

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) deu parecer favorável para a realização da viagem, mas o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), rejeitou o pedido. A decisão foi tomada pela juíza Gelzi Maria Almeida Souza e publicada no site do TJ-BA. “O fato de juntar passagem de ida e volta, não implica garantia alguma ao processo”, relatou.
Kátia Vargas é apontada pelos advogados da família dos irmãos de ter provocado o acidente em 11 de outubro de 2013. Ela teria atingido as vítimas, que estavam numa moto, com o veículo que dirigia. A médica ficou presa por dois, mas conseguiu a liberdade provisória até o julgamento.

Foto: Reprodução/YouTube
*Com informações do A Tarde