Posts Tagged ‘Juiz Sérgio Moro’

“Sérgio Moro é um juiz tucano, parcial”, dispara Luiza Maia

sexta-feira, setembro 22nd, 2017

Largou a joça. A deputada estadual, Luiza Maia (PT), foi a entrevistada do programa Sociedade Urgente, apresentado por Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade, na manhã desta sexta-feira, dia 22/9. Conhecida pela língua solta, a parlamentar falou sobre a atual situação política e econômica do país, defendeu com unhas e dentes o ex-presidente Lula, largou a joça em Michel Temer, ACM Neto, Palocci, Gilmar Mendes, Jair Bolsonaro e outras figuras políticas.

Quando perguntada sobre o juiz Sérgio Moro, Luiza Maia ainda teve tempo de chamar o magistrado de “tucano”. Ela discorda de algumas atitudes de Moro e falou que ele é um juiz parcial. “Para mim, não é referência”, disparou. Assista a entrevista completa.

 

 

 

Foto: Divulgação/Rádio Sociedade

Lula é condenado a 9 anos e 6 meses de prisão

quarta-feira, julho 12th, 2017
Misericórdia. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro da 13ª Vara Federal de Curitiba, a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
A condenação é a primeira que o ex-presidente enfrenta na Operação Lava Jato no processo que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex no Guarujá, no litoral de São Paulo. Apesar da condenação, o ex-presidente poderá recorrer da decisão em liberdade.
Em sua decisão, Moro diz que “o condenado ocultou e dissimulou vantagem indevida recebida em decorrência do cargo de Presidente da República, ou seja, de mandatário maior. A responsabilidade de um Presidente da República é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica de crimes”.
Foto: Reprodução

Eduardo Cunha é preso em Brasília

quarta-feira, outubro 19th, 2016

cunha

Na cadeia. O ex-deputado e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi preso na manhã desta quarta-feira, dia 19/10, por ordem do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça.

Cunha foi preso em Brasília. A previsão da Polícia Federal (PF) é de que ele chegue a Curitiba no fim desta tarde.

A casa de Cunha no Rio foi alvo de operação de busca e apreensão. A prisão e a busca foram autorizadas pelo juiz federal Sergio Moro, que passou a tratar do caso do ex-parlamentar depois que ele perdeu o foro privilegiado com a cassação de seu mandato.

O ex-deputado é investigado sob suspeita de ter recebido propinas para liberar recursos da Caixa Econômica Federal, entre outros crimes.

O peemedebista perdeu o mandato de deputado federal em setembro, após ser cassado pelo plenário da Câmara. Com isso, ele perdeu o foro privilegiado, que é o direito de ser processado e julgado no Supremo Tribunal Federal (STF).

002-114

Fotos: Reprodução

 

“Se querem me acusar, mostrem uma prova”, diz Lula em evento em Fortaleza

quinta-feira, setembro 22nd, 2016

images-2

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem (21) em Fortaleza que não roubou e que não aceita a “ideia de que um grupo de jovens procuradores digam que não têm provas, mas têm convicção.” Ele falou durante um comício em Fortaleza da candidata do PT à prefeitura da capital cearense, Luizianne Lins.

Esta é a primeira visita de Lula a uma cidade do Nordeste desde que a força-tarefa da Operação Lava-Jato apresentou denúncia contra ele com a acusação de que o ex-presidente havia recebido propina de empresas envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras. Nesta terça-feira (20), o juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos gerados no âmbito da Lava-Jato, aceitou a denúncia.

“Eu quero dizer para eles: peguem a convicção de vocês e façam o que quiserem, mas se querem me acusar, mostrem uma prova. Não quero estar acima da lei”, disse Lula. “Se eles provarem que tem R$ 10 de desvio na minha vida, não preciso do julgamento deles, mas do de vocês. Se não tiver, que tenham a grandeza de pedir desculpa a mim e à minha família.” disse Lula.

Foto: Agência Brasil

Decisão de Moro sobre denúncia contra Lula deve ser publicada na segunda-feira (19)

sexta-feira, setembro 16th, 2016

unnamed-3

A denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já está com o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal Criminal, em Curitiba. Moro tem até cinco dias para decidir se acata a denúncia dos procuradores que integram a força-tarefa do MPF na Operação Lava Jato. A assessoria de imprensa da Justiça Federal do Paraná informou que o despacho com a decisão deverá ser publicado na próxima segunda-feira (19).

Caso a denúncia seja acolhida por Moro, Lula se tornará réu no processo, bem como os outros denunciados: a mulher do ex-presidente, Marisa Letícia da Silva; o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto; o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro; e quatro pessoas ligadas à empreiteira, Agenor Franklin Magalhães Medeiros, Paulo Roberto Valente Gordilho, Fábio Hori Yonamine e Roberto Moreira Ferreira.

É a primeira vez que o ex-presidente é denunciado à Justiça Federal no âmbito da Lava Jato.

Ministro Gilmar Mendes suspende nomeação de Lula para Casa Civil

sábado, março 19th, 2016

lula-jf-diorio-estadao

Vai e vem. Gilmar Mendes, ministro do STF, suspendeu nesta sexta-feira, dia 18, a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para ministro chefe da Casa Civil. Lula tomou posse nesta quinta, dia 16. A decisão foi proferida em ação apresentada pelo PSDB e pelo PPS.

Na decisão, o ministro afirma ter visto intenção de Lula em fraudar as investigações sobre ele na Operação Lava Jato. O petista ainda pode recorrer da decisão ao plenário do Supremo.
Além de suspender a nomeação de Lula, Gilmar Mendes também determinou, na mesma decisão, que a investigação do ex-presidente seja mantida com o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância judicial.
Foto: Reprodução

“Janot teria tomado no c*”, diz Lula sobre procurador-geral

quarta-feira, março 16th, 2016

326431_55345_50462.jpg

Largou a joça. A liberação, pelo juiz Sérgio Moro, do sigilo de grampos autorizados no celular utilizado pelo ex-presidente Lula, revelou outro diálogo forte, além dos já divulgados até agora em que sugerem uma tentativa de obstrução de Justiça pela presidente Dilma Rousseff.

Para evitar depoimentos forçados ou prisão, Lula telefonou para Sigmaringa Seixas, uma espécie de assessor jurídico do petista, e sugeriu uma conversa, informal, com Rodrigo Janot. Sigmaringa responde que isso não adiantaria, que o melhor seria uma petição formal ao procurador-geral da República.

Lula diz que “esse cara se fosse formal não seria procurador-geral da República, teria tomado no c*, teria ficado em terceiro lugar (…) Quando eles precisam não tem formalidade, quando a gente precisa é cheio de formalidade”.

Diz ainda que “ele recusou quatro do Aécio [Neves] é aceitou a primeira de bandido do Acre contra mim”. Ao fim e ao cabo, menciona que essa é a gratidão dele por ser procurador-geral.

 

 

Foto: Reprodução

Fonte: Istoé

Nestor Cerveró é condenado a cinco anos de prisão por lavagem de dinheiro

terça-feira, maio 26th, 2015

Nestor Cerveró, ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, foi condenado a cinco anos de prisão por lavagem de dinheiro nesta terça-feira (26). O juiz federal Sérgio Moro argumentou que o ex-diretor comprou um apartamento no Rio de Janeiro com recursos oriundos de uma empresa dirigida por ele, segundo a acusação do Ministério Público Federal (MPF).

Cerveró está preso preventivamente desde o dia 14 de janeiro. De acordo com investigadores da Operação Lava Jato, parte da propina recebida por Cerveró, durante o período em que ocupou o cargo de diretor da Petrobras, foi procedente do exterior, por meio de empresas sediadas no Uruguai, na Inglaterra, na Espanha e na Suíça.

Como prova do crime de lavagem de dinheiro, o MPF citou a compra de um apartamento avaliado em R$ 7,5 milhões, no Rio, por meio da empresa Jolmey do Brasil, criada para ocultar o dinheiro recebido pelo ex-diretor.

“Nestor Cerveró não logrou explicar de maneira convincente por que declarou no inquérito o pagamento de R$ 8 mil mensais de aluguel e ainda alterou a versão anterior dos fatos, agora, alegando que, em 2012 e 2013, não mais teria pago aluguéis, mas apenas valores de condomínio e garagista, o que não faz muito sentido já que os pagamentos constam, na declaração de rendimentos, como tendo sido feitos à Jolmey [empresa de fachada]”, argumentou Moro.

Na ação penal, a defesa de Cerveró alegou que ex-diretor era apenas o locatário do imóvel e que o valor do aluguel foi reduzido por conta de reformas realizadas por ele.

Foto: Reprodução/EBC

CPI da Petrobras: Imbassahy se reúne com Sérgio Moro para discutir investigações

sábado, abril 25th, 2015

IMG_3367.JPG

Fazendo polêmica. O deputado federal e vice-presidente da CPI da Petrobras, Antonio Imbassahy (PSDB-BA), considerou proveitosa a reunião realizada na manhã desta sexta-feira, dia 24, em Curitiba (PR), entre integrantes da Comissão e o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato.

Falando em nome do grupo, Imbassahy acertou com o juiz o compartilhamento de informações e uma agenda paralela à da Justiça, para a tomada de depoimentos, pela CPI, dos investigados presos. As oitivas devem acontecer a partir da primeira quinzena de maio, na capital paranaense.
Em uma hora e meia de conversa, o grupo trocou ainda, com o juiz federal, ideias e sugestões para a modernização da legislação brasileira no que diz respeito à redução da impunidade e a celeridade dos processos judiciais. “O juiz Sérgio Moro foi muito atencioso. Se mostrou aberto e solícito aos nossos pleitos. Saímos satisfeitos do encontro”, disse Imbassahy.
As sessões do colegiado devem ocorrer na Assembleia Legislativa do Estado, mas ainda não foi batido o martelo. O local somente será definido na próxima semana, mas sabe-se que será aberta à imprensa.
Foto: Reprodução