Posts Tagged ‘homicidas presos’

Operação com 200 policiais deixa ladrões, assassinos e traficantes azuados

terça-feira, agosto 21st, 2018

Sufocando a bandidagem. As Polícias Militar e Civil, realizam nesta terça-feira, dia 21/8, operação composta por 200 policiais civis na Cidade de Itaberaba, na Chapada Diamantina. Segundo a SSP, 21 pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas, roubos e homicídios, foram presas. Outros mandados também foram cumpridos nas Cidades de Ruy Barbosa, Ibiquera e Iaçu.

Ainda segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o bando era liderado por dois detentos do Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador: Djalma e Deivid.

Em nota, a SSP relatou que a quadrilha “se preparava para ampliar as vendas de entorpecentes durante a Micareta de Ruy Barbosa que será realizada no próximo final de semana”.

Nas inspeções aos imóveis foram apreendidos carregamentos de drogas, armas e munições, além de documentos falsos.

 

 

Foto/fonte: SSP-BA

DHPP encerra 2016 com quase 800 prisões em Salvador

sábado, dezembro 24th, 2016

normal_1474049122dhppdaniel2

Uma média de três prisões por dia. Este é o resultado da produtividade policial do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil (DHPP, este ano, na capital baiana. No total, 797 pessoas foram capturadas, acusadas de homicídio em Salvador, segundo dados oficiais. O número representa um aumento de 9 % em relação a 2015 e se mantém em constante crescimento desde 2011.
“Os números revelam um alto potencial de aproveitamento do trabalho dos nossos policiais este ano. É importante lembrar que, muitas vezes, a prisão de um homicida significa a elucidação de vários crimes contra a vida”, explica o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, lembrando que as ações policiais que culminam na desarticulação de quadrilhas e na apreensão de armas de fogo resultam na preservação de vidas.
O diretor do DHPP, delegado José Alves Bezerra Júnior, destaca algumas prisões como essenciais, não apenas para a elucidação de crimes, mas, principalmente, para a diminuição dos índices em alguns bairros de Salvador. “Este ano conseguimos prender homicidas responsáveis por mais de 20 mortes. Entre eles, estão Joca do Cavalo, que atuava no Bonfim, acumulava oito mandados de prisão e mais de 20 mortes, e Rodrigo Rodrigues da Silva,  Rodrigo Cão, homicida com forte atuação no bairro da Liberdade”, exemplificou.
Líder de quadrilha no bairro do Lobato, Dilson da Paz dos Santos, o Renato Químico, 36 anos, foi um dos principais alvos do DHPP este ano, acusado de participar de aproximadamente 40 homicídios só em Salvador. Assim como ele, Tarcísio Antônio Silva Itaparica, mais conhecido como “Bibiu”, também acusado de 20 assassinatos na região da Massaranduba, morreu em confronto, resistindo à prisão.
Outro dado importante, desta vez apresentando pela Coordenação de Documentação e Estatística da Polícia Civil (Cdep), diz respeito à apreensão de armas de fogo. Enquanto em 2015, 4.693 foram apreendidas até o mês de novembro, em 2016, esse número subiu para 4.816, um aumento de 2,6%. Outro destaque na produtividade policial, a quantidade de mandados de prisão cumpridos cresceu cerca de 23% (2015: 3213 x 2016: 3945).
Somadas às prisões em flagrante, registradas em todo o estado, a polícia baiana prendeu cerca de 22 mil pessoas este ano, acusadas de diversos crimes. Uma média de 60 capturas por dia. Conforme site Polícia Civil/SSP-BA

 

 

Foto: Reprodução

Presa quadrilha acusada de matar dois adolescentes de 14 anos

quarta-feira, setembro 7th, 2016

normal_1473182914Depin2Coorpin

Galera do mal. Cinco integrantes de uma quadrilha de traficantes que age na Cidade de Catu, acusados pelo duplo homicídio dos adolescentes Mateus, conhecido como “Toque”, e Josué, ambos de 14 anos, foram presos, nesta terça-feira, dia 6/9, durante operação conjunta das Polícias Civil e Militar.
Foram presos “Barão”, de 30 anos, Leandro “Bob” 25, Arisvaldo, vulgo “Rico”, 23, Ualisson, conhecido pelo vulgo “U”, 22, e Everson, de 19 anos, tiveram os mandados de prisão preventiva cumpridos em diferentes bairros da Cidade.
O delegado Henrique Morais, titular da Delegacia Territorial (DT/Catu), informou que os adolescentes mortos eram usuários de drogas e praticavam assaltos. Os corpos das vítimas foram encontrados, no dia 6 de julho, numa estrada de terra, na zona rural de Catu.

 

Foto/fonte: Polícia Civil

Polícia prende 17 durante operação em Camaçari

segunda-feira, junho 1st, 2015

Dezessete criminosos foram capturados durante a segunda etapa da “Operação Camaçari em Paz”, deflagrada no sábado, dia 30, naquele município da Região Metropolitana de Salvador. A quadrilha desarticulada é responsável por homicídios, tráfico de drogas, roubos, entre outros crimes na região. A ação integrada contou com a participação das polícias Militar e Civil, além da Superintendência de Inteligência da SSP.

Dos 17 presos, os mais perigosos são os homicidas Eric dos Santos Carvalho, Adriel Nunes Santos, Fabrício Araújo Costa, e Igor dos Santos. Eric cumpria pena por tráfico e homicídio no presídio, onde entrou com 18 anos. Após três anos de detenção, progrediu para o regime aberto e, poucas horas depois de ser solto, na quinta-feira, dia 28, foi preso com uma submetralhadora e drogas. A arma seria usada para matar o rival Fabrício, um dos detidos  na operação.

Já Adriel, já tinha mandado de prisão e vinha sendo procurado pela polícia desde 2013, quando, na noite do natal, matou com várias facadas a própria esposa, Maria Quitéria Rodrigues, 30 anos, num crime passional. Com os criminosos foram apreendidos uma submetralhadora, três revólveres calibre 38, farta munição, dois veículos roubados, seis quilos de maconha, meio quilo de cocaína, 214 porções de crack e pequena quantidade de haxixe.

Integração

O diretor do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), José Bezerra, destacou a integração total entre as polícias Militar e Civil na operação em Camaçari. “Na primeira fase, prendemos 18 criminosos e nessa outros 17. Daremos continuidade às ações conjuntas naquela região”, informou.

O comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, coronel Henrique Melo, por sua vez, ressaltou que os criminosos eram alvos conhecidos e que o planejamento evitou que eles pudessem revidar nos momentos das prisões. “Além das capturas, realizamos abordagens em toda a cidade no final de semana e conseguimos apreender 129 veículos em situação irregular”, completou Melo.

 

Foto/fonte: Ascom/SSP-BA