Posts Tagged ‘greve dos professores’

Salvador: Sem acordo, professores anunciam fim da greve

segunda-feira, agosto 13th, 2018

Êta. Os professores da Rede Municipal de Ensino de Salvador decidiram suspender a greve, em assembleia geral realizada nesta segunda-feira 13/8.

Em nota, a categoria divulgou um comunicado: “A direção do sindicato continua firme na luta em busca de negociação junto ao Executivo Municipal. Nova assembleia será agendada com a categoria”.

As aulas serão retomadas voltam ao normal na terça-feira 14/8.

A greve durou 34 dias.

 

 

Foto: Divulgação

ACM Neto diz que conversa com APLB sobre pauta futura somente após fim da greve

quarta-feira, julho 25th, 2018

Durante a inauguração da Unidade de Saúde da Família (USF) San Martin II, no Calafate, na Fazenda Grande do Retiro, o prefeito ACM Neto voltou a criticar a greve da APLB, a qual classificou como partidária e eleitoreira, atingindo apenas uma pequena parcela das escolas da rede municipal. Ele frisou que a proposta da Prefeitura é justa e está dentro das possibilidades financeiras do município, e avisou que está disposto a dialogar com o sindicato da categoria sobre uma pauta futura após o fim do movimento. 
“Tenho feito um apelo constante aos professores (que aderiram ao movimento). A proposta da Prefeitura continua na mesa. Acompanhei as negociações ontem (24) até às 22h30. Já disse que estou pronto para dialogar com o sindicato e discutir o futuro porque sei que existem distorções de lado a lado que precisam ser corrigidas em benefício dos professores, dos aposentados e da própria Prefeitura. Mas não vou conversar sob ameaça de um movimento estritamente partidário”, declarou ACM Neto. 
Ele lembrou que a proposta da Prefeitura é de 2,5% de reajuste, que se somam ao percentual de 2,5% dado em setembro de 2017, resultando em um ganho real de 5%¨em nove meses. “Ontem, apenas 11% das escolas não funcionaram. Ou seja, a grande maioria da rede está funcionando. E já cortamos o ponto daqueles que não trabalharam nos últimos dias. Não é a medida que desejo. Mas colocamos a proposta na mesa, que é justa. Mas lamentavelmente o sindicato não quer tratar o assunto olhando para o interesse do professor, e sim olhando o aproveitamento político por ser ano eleitoral, como aconteceu na greve de 2016”. 
De acordo com dados da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), cerca de 15% dos professores terão o ponto cortado faltas ao trabalho em julho. ACM Neto disse que, infelizmente, a medida precisou ser tomada porque a greve é estritamente partidária e eleitoreira, e a Prefeitura não pode permitir que os alunos sejam prejudicados. Além disso, o prefeito destacou que não vai colocar o equilíbrio dos cofres da Prefeitura por conta de um movimento eleitoreiro.  “Todos sabem que não aceitamos esse tipo de pressão”. 
Foto: Agecom/Pref.Salvador

Professores da rede municipal decidem continuar com a greve

terça-feira, julho 17th, 2018

Êta. Os professores da rede municipal de Salvador aprovaram em assembleia realizada nesta terça-feira 17/7, a continuação da greve, que completa sete dias.

Durante o encontro, os docentes também ratificaram uma agenda de mobilização. A categoria pede reajuste salarial, ampliação do auxílio-alimentação, mudança no nível dos docentes e eleição para gestor escolar, que deveria ter ocorrido desde o final de 2017.

 

 

 

 

 

Foto : Divulgação/Ascom

“É um movimento político”, diz ACM Neto sobre greve dos professores da rede municipal

quinta-feira, julho 12th, 2018
O prefeito ACM Neto classificou como política e partidária a greve dos professores da rede municipal de ensino conduzida pela APLB, sindicato controlado por siglas de oposição à atual gestão. O prefeito deixou claro que a maioria dos professores da rede não aderiram à greve, e avisou que vai cortar, já na folha de julho, o salário de quem não trabalhar. Ele lembrou que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), já apresentou uma proposta justa de reajuste para a categoria de 2,5%, a mesma recomposição aceita em 2017 pelos servidores da educação e, este ano, por outras classes do município.
“É um movimento políté ico, sem nenhuma razoabilidade. Colocamos na mesa a proposta de 2,5% para os servidores da educação, o que assegura um ganho efetivo para a classe acumulado aos 2,5% do ano passado. Não tem motivo para a greve existir. É uma greve política e assim será tratada pela Prefeitura. Quem não for trabalhar terá o ponto cortado. Determinei que a folha fosse fechada dia 20 e, dessa forma, que não comparecer ao trabalho terá o salário cortado já em julho. Faço apelo para que os professores que aderiram ao movimento voltem às escolas”, disse ACM Neto, durante assinatura da ordem de serviço para requalificação da Lagoa dos Pássaros, no Stiep. 
O prefeito reforçou que a proposta de reajuste oferecida pelo município é absolutamente justa, e frisou que não vai aceitar movimento partidária. “Está muito claro que o governo do estado, sem dar qualquer reajuste, não enfrenta o mesmo movimento por parte de um sindicato que é dominado por PT, PCdoB e PSOL. Já enfrentamos outras greves desse tipo. E todos sabem meu comportamento. A gente é justo, coloca a proposta na mesa. Agora quando o sindicato quer fazer política, quem paga o preço disso é o professor”, salientou. 
Foto: Divulgação

Professores da rede municipal de Salvador entram em greve

quarta-feira, julho 11th, 2018

Os professores da rede municipal de ensino em Salvador decidiram entrar em greve por tempo indeterminado nesta quarta-feira 11/7, por reajuste salarial.

De acordo com a diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Bahia, Elza Melo, a categoria também pede à prefeitura reajuste do auxílio-alimentação, mudança no nível dos docentes e eleição para gestor escolar, que deveria ter ocorrido desde o final do ano passado.

 

 

 

Foto: Divulgação