Posts Tagged ‘furdunço’

Pré-Carnaval em Salvador tem fuzuê e furdunço no fim de semana

sábado, fevereiro 3rd, 2018

O Fuzuê e o Furdunço levarão levam quase 100 atrações para o pré-Carnaval de Salvador, que acontece no sábado e domingo (dias 3 e 4), no Circuito Orlando Tapajós, com saída na altura do antigo Clube Espanhol. Gratuitos, sem cordas, com pranchões ou trios menores e bem mais próximos do público, os movimentos visam resgatar a alegria dos antigos carnavais de rua, com atrações como Tio Paulinho, Alavontê, Batifun e Armandinho.

Uma mistura de sons e ritmos estarão presentes nestes dois dias de folia e a estimativa é que mais de um milhão de pessoas participem do pré-Carnaval. O objetivo da gestão municipal é reunir as famílias, num clima que relembra os antigos carnavais de rua, também com a apresentação de grupos culturais.

Fuzuê – Com 32 atrações, o Fuzuê, movimento que nasceu há três anos, vai desfilar no chão, sem cordas e sem veículos, com bandas de sopro, percussão e batucada, no sábado (3), com início previsto às 16h. Pela primeira vez no Fuzuê, Tio Paulinho, que vai abrir a folia, comemora mais um espaço para as crianças e garante que não vai faltar animação.

“Esse projeto é muito bacana e eu estou feliz em participar. Me senti honrado e lisonjeado, principalmente em poder levar mais um espaço para as crianças. Estaremos com muitos personagens, com uma bandinha e vamos comemorar também no Fuzuê os 25 anos do bloco Happy. A certeza que tenho é que vamos levar muita alegria para a rua”, destaca, empolgado, Tio Paulinho.

A tarde segue com as apresentações de Oficina de Frevos e Dobrados, Bloco de Aleitamento Materno, Grupo Cultural Mandu, Grupo Folclórico Zambiapunga, Burrinhas de Taperoá, Careta Tradicional de Acupe, Caretas de Cairu, Grupo Folclórico Gongos Congos de Cairu, Ed Bala e Fanfarra Mágica, dentre outras.

Furdunço – No domingo (4), o Furdunço começará também às 16h, no Circuito Orlando Tapajós com pelo 40 atrações no pré-Carnaval. Como co-criadores do movimento, o Alavontê vai desfilar mais uma vez com o pranchão. “Participamos do movimento desde que ele ainda era embrião”, lembra Ricardo Chaves, do Alavontê. Ainda de acordo com ele, a ideia é levar o público para as ruas, “reinventando o Carnaval”.

Pela terceira vez desfilando no Furdunço, a banda Batifun promete levar muito pagode para os foliões. “Essa é uma oportunidade de tocarmos para um grande público, para quem nos acompanha, quem curte samba e para aqueles que não podem ir a um show nosso. Vamos tocando o que o público pede, nosso repertório é comandado pelo público”, diz um dos integrantes do Batifun, Júnior Luiz.

São aguardados os desfiles de Wilson Café, Jau, Armandinho, Dodô e Osmar, Bailinho de Quinta, Duas Medidas, Batifun e BaianaSystem, que tradicionalmente encerra a noite dos pré-carnavalescos. O Furdunço também volta a ocorrer no dia oficial da abertura do Carnaval, na quinta-feira (8), no Circuito Dodô (Barra-Ondina), com mais 24 atrações.

 

 

Foto/fonte: Secom/PMS

Mais de 600 mil pessoas curtem o Furdunço na Barra

segunda-feira, fevereiro 1st, 2016

furdunço

Olha aí. O pré-Carnaval animou baianos e turistas neste fim de semana na Barra, em Salvador. No domingo, dia 31, o Furdunço, que estreou em 2014 com a proposta de valorizar as apresentações de chão com fanfarras e bandinhas, atraiu mais de 600 mil pessoas ao circuito Orlando Tapajós, que vai do Centro Espanhol até o Farol da Barra, na avenida Oceânica, com 34 blocos desfilando.

O prefeito ACM Neto participou da festa e afirmou que o Furdunço já está consolidado.

— É o Carnaval na sua origem, na sua essência. É o Carnaval na rua, a rua é o grande palco do Carnaval de Salvador. É o pré-Carnaval fazendo com que a cidade já respire e viva esse sentimento da folia.

O Furdunço foi aberto às 4h da tarde com o Caetanave com Brown e reuniu uma mistura de ritmos, que agitou a multidão que se formou na Barra para o Carnaval antecipado.

Foto: Marcos Costa Jr/Hora do Bico

Salvador: Prefeito reúne imprensa e fala do carnaval

quarta-feira, fevereiro 18th, 2015

20150218-144551.jpg

O balanço. O prefeito ACM Neto e sua equipe receberam a imprensa nesta Quarta-Feira de Cinzas, dia 18, no Camarote Oficial do Campo Grande, para uma avaliação do Carnaval de Salvador. O destaque ficou por conta da participação popular nesse ano, marcado por metade das atrações desfilando sem cordas, além do Furdunço, que ampliou o espaço para o folião pipoca. Também nesse sentido, marcaram a festa desse ano a Vila Infantil, montada no centro da Praça Dois de Julho, a Arena dos DJs, o Carnaval nos Bairros e a Vila Gastronômica, que permitiram atrações gratuitas para todos os tipos de público.

“Não tenho dúvidas de que fizemos o maior e melhor Carnaval de todos os tempos. No momento em que celebramos os 30 anos da Axé Music e em que se discutia muito o futuro do Carnaval e da crise do mercado, influenciado também pela crise econômica, mostramos que estamos com total vitalidade para curtir os próximos anos. A resposta foi dada, com as pessoas na rua, curtindo o Carnaval, mostrando que essa é uma festa maior e mais forte do que pensavam. Isso graças ao povo de Salvador, que fez uma festa brilhante”, avaliou, destacando que, ao invés de seis bairros, dez receberão programação na festa do próximo ano, além dos circuitos normais.

Sobre as novidades para o próximo ano, o prefeito ressaltou o fortalecimento do Furdunço, da Arena dos DJs e do incentivo às atrações sem cordas. “A grande marca foi a concentração das pessoas na rua, do folião pipoca. Isso atrai pessoas que sempre gostaram do Carnaval, mas que não encontravam espaço na festa. Vai ser uma obsessão dessa administração garantir que mais atrações sem cordas desfilem no próximo ano. Vamos buscar novas maneiras de financiamento para aumentar o número de atrações desfilando para o povo, mostrando que esse é o Carnaval mais democrático do mundo”, observou Neto.

A grande movimentação de pessoas pelos circuitos se comprova pelos dados de usuários do transporte público e táxis. Em 2014, passaram pelos ônibus 5,1 milhões frente aos 6,6 milhões registrados nesse ano. No ano passado, foram realizadas 35,7 mil corridas de táxis contra 115,8 mil feitas nesse ano. Foram recebidas cerca de 700 mil pessoas no período, com ocupação hoteleira que saiu de 70% para 90% do ano passado para cá, registrando 95% em média nos hotéis localizados no entorno dos circuitos.

Segurança – Sobre a elevação dos casos de agressão por arma de fogo nos circuitos do Carnaval, que saiu de três no ano passado para 21, o prefeito afirmou que vai procurar o governo do estado para saber o que provocou tamanho crescimento e fazer sugestões. “Não vou procurar desculpas, então também não quero que procurem. Não houve grande mudança na programação, exceto pela grade dos DJs na Barra para a espera do arrastão, o que não teve influência no aumento. O que pode ter provocado esse aumento foi a inexistência das barreiras, medida realizada no Carnaval passado, inclusive com detecção de metais. Isso inibia o bandido, que nem levava a arma porque sabia que poderia ser revistado”.

E quanto aos comentários de que a pipoca de Igor Kannário seria um risco à organização do Carnaval, o prefeito fez questão de afirma que o cantor não frustrou suas expectativas. “Exemplar o comportamento de Igor Kannário, que fez valer a oportunidade. Foi um dos grandes nomes da festa nesse ano. Tenho certeza que ele está pronto para continuar sua carreira com todo o sucesso”, disse.

Ele afirmou ainda que, a partir de agora, começa a organização do Carnaval do próximo ano.

Foto/fonte: Agecom/Salvador

Bala com formato de pênis causa o maior furdunço

quinta-feira, setembro 11th, 2014

INOT_644673

Parafernália. Balas de goma em formato de genitálias masculinas causaram a maior polêmica nesta semana na Nova Zelândia, segundo o jornal “New Zealand Herald”.

A neozelandesa Jacqui Hawkins contou ao jornal que suas três filhas com idades de 8, 6 e 5 anos compraram um pacote das balas para presentear o pai, Barrie Aburn, no aniversário. No entanto, a família notou o formato inapropriado do doce que é popular entre as crianças.

“Peguei uma goma no pacote e ela tinha forma da genitália masculina. Outra era um ursinho com pênis”, disse ela. “Não achei nada divertido. Achei nojento”, lamenta.

A empresa responsável pela importação dos doces chineses, que deveriam ser distribuídos na Inglaterra, recolheu o produto e pediu desculpas aos clientes.

De acordo com a publicação, os doces em formatos incomuns tem boa aceitação na Ásia, e são considerados um sinal de saúde e fertilidade.

 

Foto: Reprodução