Posts Tagged ‘extorsão’

Em defesa do Uber, vereador Trindade detona ACM Neto

domingo, abril 10th, 2016

Jose_Trindade.ft_Reginaldo_Ipe_2016121151859940334

Vixe Jesus. Uber em Salvador continua rendendo mais polêmicas. Agora, quem partiu para cima do prefeito ACM Neto (DEM), que é contra o aplicativo de transporte, foi o vereador José Trindade (PSL). Em nota enviada por sua assessoria, o parlamentar municipal, acusa o chefe do executivo da Capital, de ser contra o Uber por “não conseguir extorquir”.

“O único motivo pelo qual o prefeito ACM Neto é contra o Uber é porque não consegue extorquir, cobrar pedágio da empresa nem entregar o controle a seus amigos e familiares, como no caso da Estação da Lapa”, acusou.

O vereador ainda comentou que o sistema já funciona em mais de 400 cidades de 70 países. No Brasil, capitais como Rio de Janeiro, Curitiba, Recife, Porto Alegre, Goiânia, Belo Horizonte, São Paulo, dentre outras, além de Brasília, já oferecem o serviço aos cidadãos. “É o prefeito que pensa pequeno, porque Salvador tem que viver no atraso?”, questiona Trindade.

“Esse prefeito não tem compromisso nenhum com a população, o Uber é mais um serviço de mobilidade para soteropolitanos e turistas e nova possibilidade de trabalho para pais de família, o que é fundamental para Salvador que leva o título de capital campeã do desemprego; portanto, impedir o serviço é ser contra o município e sua população”, concluiu.

 

Foto: Divulgação/CMS

Polícia Civil desarticula quadrilha especializada em extorsão

quinta-feira, outubro 29th, 2015

Polícia Civil desarticula quadrilha especializada em extorsão; 3 eram PMs

Êta. Após iniciar uma investigação nas últimas semanas, o  Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) da Polícia Civil desarticulou uma quadrilha envolvida em extorsões, na quarta-feira, dia 28, em Salvador. O grupo era formado por seis pessoas, sendo três policiais militares da ativa, um ex-policial, um comerciante e um mototaxista. Os dois últimos agiam como informantes da quadrilha.

De acordo com a Polícia Militar, os soldados Lúcio Ferreira de Jesus, de 35 anos, Maurício Santos Santana, de 34, e Clovis de Miranda Silva, de 33 anos, terão que responder até a última instância na esfera administrativa. A PM falou, ainda, não aceitar o comportamento de policiais que “não honram a farda que vestem”.

Todos os PMs e o ex-policial,  Danilo Pereira Silva, de 30 anos, foram presos e encaminhados à sede da Polícia Civil, para prestar depoimentos. Logo após o grupo foi levado ao Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas.

Já o comerciante Clemílson Meira Santos, de 25 anos, e o mototaxista José Vitor Pires de Novaes, de 29, foram encaminhados às carceragens das delegacias de Repressão e Furtos e Roubos (DRFR), na Baixa do Fiscal, e Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), nas dependências do Detran.

Segundo a Polícia Civil, com a quadrilha, foram apreendidas cinco armas, munições, R$ 4 mil, uma motocicleta, dois automóveis, coletes antibalísticos, além de fardas das Forças Armadas, facas, celulares e algemas.

Segundo a polícia, a investigação ocorreu após os grandes números, nos últimos meses, de sequestros mediante extorsão ou chantagem, que eram realizados por pessoas que se identificavam policiais. Conforme testemunho das vítimas, a maneira de agir era sempre a mesma. Os alvos desses crimes eram sempre parentes de traficantes, ou de pessoas que possuem problemas com a Justiça. Dessa forma, a quadrilha pedia em troca pagamento de resgate, como dinheiro, carro ou motocicleta, alegando que assim, as vítimas estariam longe de novos problemas com a polícia.

Foto: Divulgação