Posts Tagged ‘candidatos’

Domingo de votação: Presidente, 14 governadores e até prefeitos serão eleitos

domingo, outubro 28th, 2018

Dia da democracia. Neste domingo, dia 28/10, os eleitores voltam às urnas. Além da escolha do presidente da República, que ocorrerá em todo o país, em 13 estados e no Distrito Federal, haverá também eleição para governador. E em 19 municípios serão escolhidos prefeitos.

Com isso, a ordem de votação na urna eletrônica mudará dependendo do local onde o eleitor estiver.

Governador

Nos estados com segundo turno para governo estadual, o eleitor votará primeiro para governador e depois para presidente. Nos dois cargos, deverão ser digitados dois números.

Os estados com segundo turno são: Amazonas, Amapá, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio Grande do Sul, Rondônia, Rio Grande do Norte, Sergipe, Roraima, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal.

Prefeito

Em 19 municípios, além de escolher o presidente da República, os eleitores votarão também para prefeito.

Do total, em 11 cidades, o eleitor vai votar para governador, presidente e prefeito, nesta ordem. Para cada cargo, o eleitor deverá digitar dois números.

As cidades são as seguintes: Alpestre (RS), Vidal Ramos (SC), Aperibé (RJ), Laje do Muriaé (RJ), Mangaratiba (RJ), Araras (SP), Rincão (SP), Monte Azul Paulista (SP), Mongaguá (SP), Anamã (AM) e Novo Airão (AM).

Nos oito municípios restantes, os eleitores escolherão o presidente da República e o prefeito: Planalto da Serra (MT), Croatá (CE), Turvelândia (GO), Planaltina (GO), Davinópolis (GO), Divinópolis de Goiás (GO), Serranópolis (GO) e Bacabal (MA).

Nelas, o eleitor vota, primeiro, para presidente e, em seguida, para prefeito. Dois números deverão ser digitados para cada vez.

Após digitar o número do candidato, confira se a foto é do escolhido e aperte a tecla “Confirma”.

Se errar, o eleitor pode apertar a tecla “Corrige” e digitar o número novamente.

Cola eleitoral

Para facilitar e dar agilidade à votação, o eleitor pode levar para a cabine de votação a cola eleitoral, em papel, com os números dos seus candidatos. Celulares não são permitidos na cabine de votação.

Voto nulo e em branco

Caso o eleitor faça a opção de anular o voto, deve votar em um número inexistente – que não seja de nenhum candidato ou partido – e confirmar.

Para votos em branco, há uma tecla específica na urna eletrônica.

Os votos nulo e em branco não são considerados válidos, ou seja não entram na contagem para escolha de um candidato, são usados apenas para estatísticas.  Fonte: Agência Brasil

 

 

 

Foto: Divulgação

A partir deste sábado (17), candidatos não podem ser presos até as eleições de outubro

sábado, setembro 17th, 2016

f_270885

A partir deste sábado, dia 17/9, nenhum candidato às eleições municipais marcadas para 2 de outubro pode ser detido ou preso, a não ser que seja pego em flagrante cometendo crime. A medida de proteção é garantida pelo Código Eleitoral e serve para que autoridades policiais ou judiciais não possam cometer eventuais abusos na tentativa de interferir nas disputas pelo voto.

Entre os casos que podem permitir a prisão em flagrante estão incluídos os crimes eleitorais, como a compra de votos.

Mesmo se houver prisão ou detenção em flagrante, o candidato deve ser levado imediatamente a um juiz, para que o magistrado avalie no mesmo momento a legalidade do ato.

Apesar da proteção, não é incomum que candidatos sejam presos mesmo durante este período especial de proteção, que começa a vigorar 15 dias antes de as urnas serem abertas.

Nas eleições de 2014, por exemplo, 80 candidatos foram presos somente no domingo de votação, a maior parte pela prática de boca de urna ou transporte irregular de eleitores até a seção eleitoral. Agência Brasil

 

Foto: Divulgação

 

 

Feira de Santana: Para Zé Neto, candidatura do PP não é motivo para preocupação

sábado, fevereiro 13th, 2016

zeneto

Lá vem coisa. Pré-candidato à prefeitura de Feira de Santana, o deputado estadual Zé Neto (PT), líder governista, confirmou na noite desta sexta-feira, dia 12, durante encontro do PT, que não ficou preocupado com a possível candidatura do PP naquela Cidade e que a ex deputada Eliana Boaventura não vai lhe ofuscar. Durante o carnaval, o vice-governador João Leão, afirmou que o PP deve ter candidato à Prefeitura da 2ª maior Cidade da Bahia.

 O vice João Leão, defendeu que haja diálogo entre os partidos da oposição para garantir a vitória. “A oposição precisa se comunicar. Eu tenho a certeza que a oposição vai ganhar. Seja Zé Neto, Eliana, Fernando… Mas não estou preocupado em me ofuscar não”, completou.
Foto: Reprodução

Lídice da Mata e Antônio Brito pretendem se candidatar à prefeitura em 2016

sexta-feira, janeiro 16th, 2015

IMG_1421405685

Durante o cortejo da Lavagem do Bonfim, na quinta-feira, dia 15, a senadora Lídice da Mata (PSB), o deputado federal Antonio Brito (PTB) e o vereador Edvaldo Brito (PTB) se encontraram e reafirmaram o compromisso de trabalharem para construir candidaturas próprias de cada partido (PSB e PTB) para o pleito municipal, em 2016.

Eles aproveiteram o ato religioso para discutir formas de atuação e, de acordo com a assessoria do deputado Antonio Brito, vão promover seminários a partir de março para discutir os problemas da capital baiana e apresentar sugestões de solução, abrangendo principalmente mobilidade, moradia e tributação justa.

 

Foto: Divulgação

João Henrique não consegue eleger mulher e filho

segunda-feira, outubro 6th, 2014

20141006-183551.jpg

Não deu. Ao que parece, o ex-prefeito de Salvador João Henrique (PSL), não consegue ser um bom cabo eleitoral. Suas apostas para ocupar a Assembleia Legislativa (Al-BA), e a Câmara Federal não conseguiram êxito. Seu filho, Paulo Henrique Carneiro (PSL), conseguiu somente 6.638 votos e não figurou nem entre os 100 candidatos mais votados para deputado estadual. Já a ex-secretária de saúde e sua atual mulher, Tatiana Paraíso (PSL), contou com menos votos ainda, só 4.978 no total e desistiu de sonhar por uma vaga no Congresso Nacional. O irmão, Sérgio Carneiro (PT), sequer tentou uma vaga na Câmara, é suplente na atual legislatura. Com a saída da sua ex-mulher, Maria Luiza Orge (PSC), da Assembleia Legislativa (Al-Ba), no próximo ano, e a substituição do mandato de João Durval (PDT), pelo senador eleito Otto Alencar (PSD), João Henrique não mais possui familiares eleitos, após muitos anos de influência dos Barradas Carneiro na esfera política baiana.

Foto: Reprodução

Candidatos trocam farpas em debate

sexta-feira, outubro 3rd, 2014

f_270675

Em último debate entre os candidatos à Presidência da República, realizado na noite desta quinta-feira, dia 3, pela TV Globo, os principais concorrentes “pegaram ar” e trocaram farpas. Estiveram presentes: Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB), Luciana Genro (PSOL), Pastor Everaldo (PSC), Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB).

Dilma, primeira colocada nas pesquisas, e Marina, segunda, debateram sobre economia. A candidata do PSB acusou a petista de não saber controlar a inflação. Dilma retrucou e disse que a proposta de Marina sobre autonomia ao Banco Central poderia não surtir efeito.

O tema da corrupção também foi destaque. Luciana Genro e Aécio Neves trocaram farpas acaloradas sobre o assunto. A candidata do PSOL disse que Aécio escondia a corrupção no mensalão tucano e na privataria. Aécio rebateu afirmando que ela não estava preparada para assumir o cargo. Luciana ficou irritada e chegou a dizer para o tucano “não levantar o dedo”.

A corrupção na Petrobras no governo Dilma também foi o principal alvo dos opositores. Marina, Pastor Everaldo e Aécio disseram que a presidente errou quando estava no controle da estatal. Dilma se defendeu afirmando que em seu governo a Polícia Federal tem autonomia para investigar.

Foto: Reprodução

Debate na Record Bahia é marcado por críticas ao PT e ao DEM

sábado, setembro 27th, 2014

debaterecordbahia

O debate dos candidatos ao governo do Estado, realizado na noite de sexta-feira, dia 26, pela Record Bahia, foi pontuado pelas críticas ao PT (Partido dos Trabalhadores) e DEM (Democratas), que possuem os candidatos com as melhores colocações nas pesquisas eleitorais.
Ao fazer sua primeira participação no confronto, a candidata Renata Mallet (PSTU) criticou as privatizações realizadas durante os governos do DEM durante pergunta dirigida ao candidato Marcos Mendes. Segundo Renata, Paulo Souto (DEM) foi campeão de privatizações na Bahia.

Em outro momento do debate, quando Rogério da Luz perguntou sobre o que ele achava da forma de gerir dos últimos 32 anos do DEM e PT, os partidos foram alvo de mais críticas por parte do candidato Marcos Mendes (PSOL), que acusou os partidos de serem iguais quando se trata de corrupção.

— Eu fico imaginando, o DEM falando da corrupção do PT. Eu fico pensando: é como se fosse o sujo falando do mal lavado.

Com as declarações, o candidato do DEM solicitou e conseguiu direito de resposta. O candidato foi irônico ao afirmar que “eu pensei que departamento de criação fosse uma coisa que existia apenas nas agências de publicidade, mas to [sic] vendo aqui um autêntico departamento de criação, com tudo que disseram aqui”.

Mais uma vez, o candidato Marcos Mendes entrou em confronto com Paulo Souto. O candidato do PSOL questionou se o democrata, caso eleito governador, se compromete a pagar nos quatro primeiros anos o URV. O democrata disse que é necessário esperar a decisão do supremo, discutir com os servidores e cumprir as obigações do Estado. Não satisfeito com a resposta de Paulo Souto, Marcos Mendes insistiu com a pergunta e disse para o democrata “deixar de enrolação”.

Irritado, Paulo Souto pediu que o candidato do PSOL se referisse com respeito e disse que não tinha nada a acrescentar.

— Eu pediria que você se referisse com respito, como aliás tem a praxe aqui de todos os candidatos e você, infelizmente, não está se comportando dessa forma.

Renata Mallet voltou a criticar os dois partidos ao falar sobre o funcionalismo público. A candidata criticou o PT ao falar sobre a greve dos professores de 2012 que durou 115 dias. Renata afirmou que os petistas seguiram a mesma lógica do carlismo, ao cortar ponto e não respeitar os grevistas.

O candidato do PT também atacou o DEM ao perguntar sobre as propostas de saúde ao candidato Rogério da Luz. Rui Costa afirmou que no governo de Paulo Souto só foi contruído um hospital e 300 leitos de UTI em oito anos. Da Luz disse que vai valorizar dos médicos, fazer um projeto Plano de Saúde da Família, que é a integração dos hospitais particulares para dar assistência aos hospitais e que a população possa ser atendida nos hospitais e laboratórios particulares e construir oito hospitais regionais.

Foto: Divulgação
Fonte: R7 Bahia

 

Candidatos ao governo do Estado participam de debate na Record Bahia

quinta-feira, setembro 25th, 2014

image008

A Record Bahia promove nesta sexta-feira, dia 26, o debate do primeiro turno entre os candidatos ao Governo do Estado nas Eleições 2014.Participarão do encontro Lídice da Mata (PSB), Marcos Mendes (PSOL), Paulo Souto (DEM), Renata Mallet (PSTU), Rogério da Luz (PRTB) e Rui Costa (PT). Os seis candidatos ficarão frente a frente, a partir das 22h40, respondendo questionamentos e apresentando propostas.

Mediado pela jornalista Cristina Lemos, especializada em política e repórter especial do Jornal da Record, o debate tem previsão de duração de cento e vinte minutos e também será transmitido através do R7 Bahia (r7.com/bahia).

Candidatos à Presidência participam de debate na Band nesta terça

terça-feira, agosto 26th, 2014

debate

A Band realiza na noite desta terça-feira, dia 26, às 22h, o primeiro debate entre os candidatos à presidência.
Estarão presentes nos estúdios da Band, no Morumbi, em São Paulo: Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB), Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB).

Mediado pelo jornalista Ricardo Boechat, âncora do Jornal da Band, o encontro servirá para o eleitor comparar as propostas e o desempenho de cada um. Além da Band, o debate será transmitido ao vivo pela BandNews.

O debate será divido em seis blocos. Neste ano, o formato acertado com os representantes dos partidos será mais flexível, permitindo um confronto direto entre os participantes. Dois blocos serão dedicados exclusivamente para perguntas trocadas entre os sete candidatos. “Não faltará espaço para que cada um expresse realmente o que propõe para o país”, afirma Fernando Mitre, diretor nacional de jornalismo da Band.

No embate, Dilma e Aécio tentarão mostrar que são gestores eficientes, sugerindo fragilidade de Marina Silva nesta área. A ex-senadora terá como tática usar os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardosos (PSDB) para desconstruir o argumento de inexperiência como gestora.

Foto: Reprodução

 

Candidatos preparam inaugurações de comitês em Salvador

quarta-feira, julho 16th, 2014

candidatosgoverno

Investimentos na campanha. O primeiro comitê de campanha a ser inaugurado será o do candidato pelo Partido dos Trabalhadores (PT) Rui Costa, que será aberto sexta-feira, dia 18, na Avenida Tancredo Neves, em frente ao Hospital Sarah Kubitschek. A região do Iguatemi foi a escolhida pelo candidato democrata. O comitê de Paulo Souto ficará na avenida ACM, em frente ao Sam´s Club. A inauguração está marcada para o próximo dia 23. Já Lídice da Mata (PSB) escolheu a rua mais movimentada da Pituba para o seu comitê: a Manoel Dias da Silva.

Ainda não há data para a inauguração, mas deve ser realizada até o fim do mês. O candidato do Psol, Marcos Mendes, ainda não definiu onde será sua base. “Íamos fechar na Carlos Gomes, mas não deu certo”, disse. O PSTU de Renata Mallet montará seu comitê em Nazaré, enquanto o PRTB de Rogério Da Luz escolheu a Alameda dos Umbuzeiros, no Caminho das Árvores.

Foto: Montagem adelsoncarvalho.com.br

*Com informações do Correio

Candidatos estão proibidos de comparecer a inaugurações de obras públicas

domingo, julho 6th, 2014

urna-agência-brasil

 

Chega de aparecer. Os candidatos a qualquer cargo nas eleições de outubro estão proibidos, desde sábado, dia 5, de comparecer à inauguração de obras públicas. De acordo com informações da Agência Brasil, a regra consta da Lei das Eleições (Lei  9.504/87), que normatiza o processo eleitoral. A restrição coincide com o prazo final para que os políticos registrem na Justiça Eleitoral suas candidaturas.

A lei também impede que, a partir deste sábado, agentes públicos façam nomeações, contratações ou demissões de servidores públicos até a posse dos eleitos, no dia 1º de Janeiro de 2015. No caso dos concursos públicos, os aprovados poderão ser nomeados se o certame tiver sido homologado até 5 de julho.

Integrantes do governo também estão proibidos de autorizar  publicidade institucional de programas e obras das administrações federais e estaduais. Pronunciamento em cadeia de rádio e TV só poderá ser feito em caso de assunto urgente ou calamidade pública, situação que deverá ser avaliada pela Justiça Eleitoral.

O eleitor pode denunciar abusos por meio dos tribunais regionais eleitorais ou do Ministério Publico Eleitoral (MPE). A punição varia de pagamento de multa até cassação do mandato, se o candidato for eleito.

Foto: Reprodução

Partidos têm menos de um mês para definir candidatos à eleição de 2014

segunda-feira, junho 2nd, 2014

eleicoes

Os partidos políticos têm menos de um mês para realizarem as convenções internas, destinadas a escolher os candidatos e as coligações que vão disputar as eleições de outubro. De acordo com a Lei das Eleições (9.504/97), as legendas têm de 10 de junho a 30 de junho para oficializar os nomes dos candidatos que vão disputar cargos eletivos para presidente e vice-presidente da República; governador e vice-governador; senador e deputado federal, além de deputados estaduais – ou distritais, no caso do Distrito Federal. O primeiro turno será no dia 5 de outubro.

Após escolhidos nas convenções partidárias, o candidatos poderão entrar na Justiça Eleitoral com pedidos de direito de resposta contra declarações consideradas por eles como ofensivas por parte dos adversários da disputa eleitoral (candidatos, partidos e coligações). Após a declarações, a parte ofendida terá 48 horas para protocolar o recurso se a ofensa ocorrer na programação de rádio e TV e 72 horas, no caso de imprensa escrita.

No dia 5 de junho, a Justiça Eleitoral deverá divulgar aos partidos políticos uma lista dos filiados devedores de multa eleitoral. As informações serão usadas para emissão da certidões de quitação eleitoral, um dos documentos indispensáveis para obtenção do registro para concorrer às eleições.

A partir do dia 10 de junho, emissoras de rádio e tv, por serem concessões públicas, estão proibidas de transmitir programa apresentado ou que tenha participação de candidato escolhido em convenção. A partir da mesma data, os partidos deverão fixar o limite de gastos da campanha e comunicá-lo à Justiça Eleitoral no período de registro do candidatos, que vai até 5 de julho.

A propaganda eleitoral, nas ruas e na internet, será liberada no dia 6 de julho e a campanha, no rádio e na televisão, começará no dia 19 de agosto.

 

Foto/Fonte: Agência Brasil

Redes sociais: Pré-candidatos ao Senado “paparicam” eleitores no facebook

sábado, maio 17th, 2014

Fazendo a média. Os pré-candidatos ao Senado, Geddel Vieira Lima (PMDB), e Otto Alencar (PSD), respectivamente, resolveram botar o “bloco” na rua também através das redes sociais. Geddel tem um tempo maior nesse tipo de mídia através do twitter, mas também resolveu entrar pesado e de vez com sua fan page no facebook, onde já ultrapassa os 33 mil fãs. Já o vice-governador e seu concorrente Otto Alencar era mais tímido para redes sociais, mas chegou e já conquistou mais de 9 mil seguidores.

Eles aproveitam a força das redes sociais para falar com seus eleitores e, também acabam alfinetando os adversários quando citam apoios recebidos pelas Cidades por onde passam e o calor humano que recebem.

Mas entre Otto e Geddel não existem apenas semelhanças com as redes sociais. A diferença está no campo político que cada um atua e defende. Na manhã desta sexta-feira, dia 16, o peemedebista, por exemplo, criticou o governo. “O atual governo da Bahia prevê um orçamento com menos 1 bilhão para o próximo ano. O irresponsável legado desses últimos 8 anos na Bahia vai ficando tristemente claro”, postou, referindo a matéria do Jornal A Tarde sobre a Lei de Diretrizes Orçamentária.

Enquanto isso, Otto Alencar, que já foi secretário de Saúde, fez sua postagem mais recente sobre feitos enquanto titular da pasta. Não raro, o vice-governador homenageia cidades na data de sua emancipação política, fala sobre recuperação da malha viária, ou seja, vira e mexe, puxando a brasa para sua “sardinha”,  já que foi secretário de Infraestrutura até março deste ano.