Posts Tagged ‘Baixada Fluminense’

Secretário de Defesa Civil é assassinado a tiros

sexta-feira, março 30th, 2018

Rio de sangue. O secretário municipal de Defesa Civil e Ordem Urbana de Belford Roxo, Marcos Wander Silva de Oliveira, de 42 anos, foi morto na noite da quinta-feira Santa, dia 29/3, na Cidade localizada na Baixada Fluminense. Marcos também era policial militar aposentado.

O secretário estava no carro dele, no bairro de Heliópolis, em Belford Roxo, quando foi abordado por criminosos armados. Uma das hipóteses é que ele tenha sido morto abordado por assaltantes ao ser reconhecido com um policial militar reformado.

Policiais do Batalhão de Belford Roxo (39º BPM) foram acionados e chegaram a levar a vítima para o Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, mas ele já chegou morto ao local. O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Marcos estava no cargo de secretário desde dezembro do ano passado. Ele é a segunda pessoa em cargo político no estado a ser assassinada desde o início da intervenção federal na segurança do Rio, há um mês e meio. No dia 14 de março, a vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) foi morta também dentro de seu carro, com vários tiros. A hipótese mais provável é que Marielle tenha sido executada.

De acordo com o Disque Denúncia, Marcos também é o 33º policial agente de segurança assassinado no estado neste ano.

Ainda em Belford Roxo, a professora Tânia da Silva, diretora da Escola Municipal Jorge Ayres de Lima, foi assassinada quando saía do colégio, depois de uma festa em comemoração à Páscoa. Segundo a prefeitura de Belford Roxo, Tânia foi vítima de um arrastão de bandidos, no bairro Três Setas e alvejada na cabeça. Ela era professora da rede municipal desde 95.

Na nota, a prefeitura diz lamentar “tanta violência. Que Deus conforte essas famílias Estamos assustados. A cidade pede socorro”. Fonte: Agência Brasil

 

 

Foto: Reprodução/Arquivo/Agência Brasil

Homem é encontrado morto dentro de carro; Mulher fica desesperada

domingo, julho 3rd, 2016

img_mirror_4

Misericórdia. Um homem foi encontrado morto dentro de um carro. Uma foto publicada na página de um site local mostra uma mulher desesperada ao ver o corpo da vítima, de 45 anos, que segundo a Polícia Civil é funcionário do Departamento de Trânsito (Detran).

Segundo o delegado, da Delegacia de Homicídios, a polícia tem, inicialmente, duas principais hipóteses para o crime: execução ou roubo seguido de morte. A mulher que se desespera ao ver o corpo de Marcelo, também de acordo com o delegado, é uma conhecida dele que ouviu os disparos e foi até o local do crime.

A perícia foi feita no local e os agentes apuram se câmeras de segurança registraram o momento em que o homem foi baleado. O delegado disse que os agentes ainda não haviam confirmado que algo fora roubado da vítima.

À tarde, a Polícia Militar confirmou que o 39° BPM  foi “acionado por conta de um cadáver encontrado no interior de um veículo”. As primeiras informações davam conta de que poderia ser um PM, mas a corporação negou.

O caso aconteceu na terça-feira, dia 28, na Rua Martins Ferreira, no bairro Areia Branca, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro.

Foto: Jacarepaguá Notícias RJ/Reprodução

Humorista ‘Paulinho Gogó’ é feito refém durante assalto no Rio

terça-feira, janeiro 26th, 2016

Mauricio Manfrini (Foto: Divulgação)

Violência sem freio. O humorista Maurício Manfrini, mais conhecido pelo personagem ‘Paulinho Gogó’, foi feito refém durante um assalto na noite de segunda-feira, dia 25, no centro de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro.

Ele foi abordado por ao menos cinco criminosos armados quando deixava a casa da mãe, por volta das 11h da noite. Ele ficou sob poder dos assaltantes e foi liberado às margens da Via Dutra após um cerco policial realizado pela PM no sentido São Paulo da rodovia.

Os pertences e o veículo dele, uma L200 branca, foram levados pelo grupo. De acordo com o 21º BPM de São João de Meriti, o comediante não se feriu. Ele foi encaminhado para a 64ª Delegacia de Polícia, prestou depoimento e foi liberado.

O caso é investigado pela Polícia Civil e até o momento nenhum suspeito foi detido.

 

 

 

 

Foto: Divulgação

Assessor de deputado é morto em casa

quarta-feira, janeiro 6th, 2016

armafogo-300x199

Haja violência. O assessor de imprensa do deputado estadual Jorge Picciani foi morto a tiros na noite de terça-feira, dia 6, no bairro Cobrex, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

 

De acordo com a Polícia Militar, a casa de José Hildo da Silva Marques teria sido invadida por  quatro criminosos armados, que estavam vestidos com uniformes da Polícia Civil.

 

Ainda de acordo com a PM, a mulher e a filha da vítima também estavam na residência e foram feitas reféns, mas não sofreram ferimentos. Os criminosos fugiram.

 

A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense está investigando o caso.

 

 

 

 

Foto: Ilustrativa

Ajudante de pedreiro acusado de matar filho de 1 ano diz: ‘não gostava muito da criança’

quarta-feira, maio 20th, 2015

Um ajudante de pedreiro se entregou a polícia e confessou ter matado o filho de 1 ano e sete meses no último sábado, dia 16, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, o homem identificado como Éder Moraes de Lima, de 22 anos, chegou à delegacia acompanhado pelo pai, que o encontrou perambulando pelas ruas da cidade.
“Ele confessou o crime. Apesar de a ex-namorada ter afirmado que ele batia na criança, ele disse que dava apenas palmadas para educar. Porém, nesse dia, a criança começou a chorar enquanto ele fazia comida. Então ele deu vários socos nas costas do filho e ao constatar que o bebê não estava respirando o envolveu num lençol e o guardou no armário. Em depoimento, ele se disse arrependido, mas admitiu que não gostava muito da criança e não o considerava seu filho”, contou o delegado Fábio Salvadoretti, ao jornal Extra.
Nesta segunda-feira (18), a ex-namorada dele, uma adolescente de 17 anos — que não é a mãe da criança —, contou que terminou o relacionamento um dia antes do crime. Segundo ela, Éder tinha muito ciúme dela com o filho. A mãe da criança, deficiente auditiva, não foi localizada pela polícia. O pai deve responder por homicídio triplamente qualificado e se provado a culpa dele pode pegar até 30 anos de cadeia.
Foto: Reprodução/Jornal Extra